Você está na página 1de 2

FACULDADES INTEGRADAS DE ARACRUZ

CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS DE CINÉTICA E CALCULO DE REATORES I

1- Os reatores de FCC estão entre as maiores unidades de processamento usadas na


indústria de petróleo. Um exemplo da tal unidade é mostrado na figura abaixo. Uma
unidade típica tem 4m a 10m de diâmetro interno e de 10 a 20m de altura, contendo
cerca de 50 toneladas de um catalisador poroso, cuja densidade é 800 kg/m3. Esta
unidade é alimentada com aproximadamente 38000 barris de petróleo cru por dia
(6000 m3/dia, com = 900 kg/m3), quebrando cadeias longas de hidrocarbonetos em
cadeias menores. De modo a ter uma ideia da taxa de reação nestas unidades
gigantes, vamos simplificar e supor que a alimentação consista apenas em
hidrocarboneto C20, ou seja:

Se 60% da alimentação vaporizada forem craqueadas na unidade, qual deve ser a taxa
de reação, expressa como –r’(mols reagidos/kg de catalisador . s) e como r’’’(mols
reagidos/m3 de catalisador . s)?

2- Para a reação complexa com estequiometria A + 3B  2R + S e com a expressão de


segunda ordem para a taxa

-rA = k1[A].[B]

pode-se dizer que as taxas de reação estão relacionadas por rA = rB = rR ? Se as taxas


não forem assim relacionadas, então como elas seriam?
3- Para uma reação de um gás à temperatura de 400k, a taxa é dada por:

a) Quais são as unidades da constante da taxa?


b) Qual o valor da constante da taxa para esta reação, se a equação da taxa é
expressa como:

4- A pirólise do Etano ocorre com uma energia de ativação de cerca de 300kJ/mol. Quão
mais rápida é a decomposição à temperatura de 650oC, quando comparada à de
500oC.

5- Os dados cinéticos da reação A(g) → B(g) + C(g) foram coletados a 500 K e estão
apresentados na tabela a seguir. Eles estão em termos de pressão total da mistura
reacional em condições isotérmica e isocóricas, variando com o tempo (inicialmente
somente o componente A estava presente).

Verificou-se também que à pressão inicial P0 = 175 kPa, o tempo de meia vida de A foi
de 20 minutos à 500 K e 5 minutos à 520 K. Encontre a ordem da reação e sua
constante de velocidade. Preencha as lacunas na tabela e calcule a energia de ativação
desta reação.

6- A decomposição do reagente A à 400oC, para pressões entre 1 e 10 atm, tem taxa de


primeira ordem. Mostre que um mecanismo similar à decomposição do azometano
(abaixo), é consistente com a cinética observada. Apresente as considerações
propostas.

7- Sob a influencia de agentes oxidantes, o ácido hipofosforoso é transformado em ácido


fosforoso

A cinética desta transformação apresenta as seguintes características: a baixa


concentração de agente oxidante:

E altas concentrações de agente oxidante:

Para explicar a cinética observada, tem sido postulado que, com íons hidrogênio
atuando como catalisadores, H3PO2 não reativo é transformado reversivelmente na
forma ativa, cuja natureza é desconhecida. Este intermediário reage então como o
agente oxidante para dar o H3PO3 . Mostre que este esquema explica a cinética
observada.