Você está na página 1de 24
1

Encontrando Cristo Por Meio da Estrela Viva - Witness Lee

O primeiro assunto apresentado a nós em todo o Novo Testamento é o de Maria que concebe pelo Espírito Santo e com a coordenação de José para gerar Cristo. O segundo assunto, ou nós podemos dizer o segundo caso, é o de encontrar Cristo - os homens sábios foram guiados pela estrela celestial para encontrar o Cristo vivo. É com este caso que nos ocuparemos neste pequeno livrete. Nós temos que nos lembrar que a primeira menção de qualquer assunto na Bíblia tem tremendo significado: estabelece o princípio e determina a direção. Então, nós precisamos considerar o acontecimento cuidadosamente em Mateus 2 dos homens sábios que encontraram Cristo para que nós também nesta presente era possamos ser contados entre aqueles que verdadeiramente encontram o Cristo vivo. A BÍBLIA - UM LÍVRO DE VIDA Mas antes de entrarmos no caso em questão, deixe-me mencionar algumas coisas pertinentes. Muitos de nós quando éramos jovens e freqüentávamos a escola dominical Cristã e lá sentados tomávamos a Bíblia como um livro de histórias. Indubitavelmente, não há tal livro de história tão bom como a Bíblia. Eu posso ainda me lembrar assentando em casa e escutando minha mãe contar a história de José. Todos nós amávamos ouvir a história de José. As escolas dominicais e muitos cristãos fazem da Bíblia um livro de histórias. Há outros Cristãos, entretanto, especialmente os grandes mestres e oradores que fazem da Bíblia um livro de ensinamentos. Por exemplo, enquanto as escolas dominicais fazem do Evangelho de Mateus um livro de histórias, os grandes mestres fazem dele um livro de ensinamentos, dispensações e doutrinas relacionadas ao reino. Mas e quanto a nós? Como nós tomamos a Bíblia? Deixe-me falar a vocês como nós

devemos tomá-la. A Bíblia toda é um livro de vida; em cada página deste livro há vida. Então, nós temos que tomá-la como vida e como suprimento de vida. Deixe-me ilustrar. Vocês se lembram, quando os Saduceus tentaram debater com o Senhor Jesus com respeito a ressurreição, eles tomaram uma porção do Velho Testamento que dizia, "Mestre, Moisés disse: Se alguém morrer, não tendo filhos, seu irmão casará com a viúva e suscitará descendência ao falecido (Mt. 22:24). Então eles prosseguiram dizendo como estes sete irmãos tiveram a mesma esposa e eventualmente todos morreram. Esses Saduceus tolos pensavam que eles eram inteligentes. Eles perguntaram para o Senhor Jesus, "Portanto, na ressurreição, de qual dos sete será ela esposa? Porque todos a desposaram?" O Senhor Jesus também escolheu uma porção da Bíblia e respondeu, "Respondeu-lhes Jesus: Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus. Porque, na ressurreição, nem se casam, nem se dão em casamento; são, porém, como os anjos no céu. E, quanto à ressurreição dos mortos, não tendes lido o que Deus vos declarou:

Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó? "Ele não é Deus de mortos, e sim de vivos". Portanto, Abraão, Isaque e Jacó todos serão ressuscitados. Vocês viram, apenas na posição de Deus, o Senhor Jesus mostrou a vida - não a história, nem o ensinamento, mas a vida. Deixe-me mostrar a vocês um outro exemplo no primeiro capítulo da Bíblia, Gênesis 1. Neste capítulo nós temos realmente uma história da criação - mas verdadeiramente isso não é uma história. Sem dúvida, alguns grandes mestres tiveram progresso em algumas doutrinas deste capítulo. Mas nós temos que esquecer da história e dos ensinamentos; nós temos que nos concentrar na vida. Em Gênesis 1, o que nós precisamos ver é vida. O mesmo se aplica à Mateus capítulo 1. Neste capítulo relacionado à genealogia e a concepção de Cristo nós temos uma

história e uma certa quantia de ensinamentos. Mas nós não deveríamos querer a história ou o ensinamento, mas a vida. Alguns cristãos podem tomar o Evangelho de João como um livro de vida, mas nós também temos que tomar o Evangelho de Mateus, e na realidade todo livro na Bíblia, como vida e como suprimento de vida. A REVELAÇÃO VIVA Agora chegamos ao caso em Mateus capítulo 2, a questão de encontrar Cristo. Como nós podemos encontrar Cristo? Encontrar Cristo é uma questão de vida; não é pelo conhecimento da Bíblia. Agora não fiquem ofendidos; sejam pacientes e vocês verão o que eu quero dizer. Jesus nasceu em Belém. Não há nenhuma dúvida sobre isto - isto é um fato histórico. Porém, isto é uma coisa estranha: longe da assim chamada Terra Santa, longe da genuína religião, longe do templo, longe do centro religioso Judaico, longe dos sacerdotes, dos escribas, dos Fariseus, e de todas as pessoas religiosas, era uma estrela anunciando algo de Cristo numa terra pagã. Não apareceu aos judeus, mas aos Gentios, os pagãos. Em todo o Cristianismo, todos os pregadores, ministros, e pastores falam para as pessoas que eles têm que encontrar Cristo e têm que conhecer Cristo pela Bíblia. Mas o primeiro caso de encontrar Cristo na Bíblia não foi pela Bíblia. Os homens sábios não tinham qualquer conhecimento - eles nem mesmo tinham uma Bíblia. Apenas segurar a Bíblia em suas mãos e ler Miquéias 5:2, dizendo que Cristo nascerá em Belém, não funciona. Vocês podem dizer que ganharam após ter lido este versículo, mas vocês não tinham visto isto. Vocês têm o versículo, mas nada aconteceu a vocês. Esses principais sacerdotes e escribas conheciam muito bem a Bíblia, mas o Senhor não foi para eles. Ele foi para longe para uma terra pagã para revelar este assunto para alguns pagãos, não através das Escrituras, mas por algo que mãos humanas nunca poderiam tocar - a estrela celestial. Vocês podem ter

a Bíblia, contudo vocês podem perder a estrela. Segurar o Livro em

suas mãos é fácil, mas esperar e olhar para a estrela é bastante difícil. Vocês simplesmente não sabem quando e onde a estrela aparecerá. Vocês podem estudar as Escrituras e podem obter um grau de conhecimento nela, e vocês podem aprender tudo o que a Bíblia tem a dizer sobre Cristo, mas vocês simplesmente não podem determinar quando a estrela aparecerá. O Livro estava com o povo judeu, os religiosos, mas a estrela apareceu aos pagãos. Vocês viram isto? Nós podemos pensar que a estrela deveria ter aparecido

àqueles sacerdotes que oravam no templo, mas apareceu para alguns pagãos longe do templo. Oh, todos nós temos que ver esta estrela. Não é uma questão de ver a Bíblia, mas absolutamente de ver a estrela. O que é a estrela? A estrela é a revelação viva, a visão viva, não o conhecimento velho e morto das Escrituras, nem o conhecimento morto de Miquéias 5:2. O que nós precisamos hoje somente não é nenhum conhecimento da Bíblia, mas a visão divina,

a visão atual, a visão viva, a visão que conceito humano nunca pode

ensinar. Deixe-me conferir com vocês. O que vocês têm? Vocês têm os versículos da Bíblia, ou vocês tem a estrela? Vocês têm o conhecimento bíblico, ou vocês têm a estrela celestial? Vocês têm os velhos ensinamentos, ou vocês têm a visão atual, imediata? Hoje tantos mestres Cristãos apenas têm a Bíblia em suas mãos - eles não viram a estrela. Somente ter a Bíblia em nossas mãos é algo morto, mas ver a estrela é uma experiência viva. Encontrar Cristo segundo o princípio mostrado para nós em Mateus capítulo 2 não é de acordo com a Bíblia. Conhecer Cristo hoje é algo vivo, não de acordo com o conhecimento da Bíblia morta, mas o vivo, a estrela celestial. O Senhor sempre se afasta da religião, até mesmo da religião Cristã. Onde quer que e sempre que nós mantivermos uma religião, o Senhor certamente irá para outro lugar. Nós não podemos

limitar ou restringir o Senhor com nossa religião. Nós devemos aprender na vida da igreja a nunca formar uma religião. Nunca diga que este método ou aquela maneira é correto. Se você disser isto, o Senhor dirá: "Isto é certo para você, mas Eu não me importo com isto. Se você não tivesse tanta razão, Eu estaria com você; mas só porque você tem tanta razão, Eu irei para aqueles que estão errados". Sempre que nós dissermos que temos razão e os outros estão errados, esteja certo de que o Senhor nos deixará e irá para os errados. Os Fariseus reivindicaram ser tão fundamentais, tão corretos, e tão bíblicos. Contudo o Senhor Jesus disse, "Tudo bem, vocês são tão corretos, mas eu não tenho nada a ver com vocês; eu irei para os publicanos e pecadores; eu não só irei vê-los, mas festejarei com eles". Números 24:17 diz, "Uma estrela procederá de Jacó". Mas esta estrela não apareceu a nenhum do povo de Jacó. A estrela de Jacó apareceu aos pagãos. O ERRO DOS HOMENS SÁBIOS Agora considerem o que os homens sábios fizeram: eles viram a estrela celestial e eles a seguiram, mas eles cometeram um grande erro. Eles receberam a visão, mas eles se voltaram logo para seus conceitos humanos e exercitaram suas compreensões naturais. Eles perceberam que esta estrela significava o Rei dos judeus; então, eles argumentaram que eles deveriam ir para Jerusalém e deveriam indagar daqueles que estariam familiarizados com tal questão. E eles foram, como nós sabemos, causaram muitos problemas. Eu acredito que se eles não tivessem se voltado aos seus conceitos naturais, mas continuamente olhado para a estrela no céu, a estrela teria ido diante deles todo o tempo, conduzindo-os diretamente para o lugar onde Jesus estava. Eles não precisavam ir para Jerusalém. Eles estavam completamente errados e causaram a perda de muitas jovens e inocentes vidas. Os líderes religiosos judeus tinham o conhecimento e os homens sábios tinham a visão,

mas aqueles que receberam a visão cometeram um grande erro e, se não fosse pela intervenção divina, teriam causado a perda do pequeno Jesus. Quando eles chegaram a Jerusalém, nós lemos que Herodes estava preocupado e com ele toda a Jerusalém. Herodes, sim, mas por que Jerusalém? Eles não eram para Cristo? Por que toda a Jerusalém ficou preocupada com o nascimento Daquele a quem eles estavam esperando? Isto é religião. Eu tenho medo de que muitos mestres Cristãos fiquem preocupados com a volta do Senhor. Então Herodes chamou os principais sacerdotes e escribas

do povo e perguntou a eles onde o Cristo deveria nascer. Os escribas eram aqueles entre as pessoas que tinham grau de doutorado em teologia. Imediatamente eles responderam, "Belém"! E eles lhe deram o livro certo, o capítulo certo, e o versículo certo! Eles citaram Miquéias 5:2. Mas qual deles foi para Belém? Nenhum! Eles estavam preocupados pelas notícias, mas ninguém se preocupou em ir e ver o que estava acontecendo. A DIREÇÃO VIVA Então os homens sábios deixaram Jerusalém, e nós lemos, "E eis que a

estrela que viram no Oriente os precedia

estrela, eles alegraram com grande e intenso júbilo". Quando vocês entram na religião, vocês perdem a estrela, mas quando vocês deixam a religião, a estrela aparece a vocês. Vocês não podem adquirir orientação viva em Jerusalém; vocês não podem receber a visão divina na religião; vocês têm que partir. Quando eles partiram de Jerusalém, eis que a estrela os precedia. Miquéias 5:2 era a escritura santa, a Escritura Sagrada, profetizando que Jesus nasceria em Belém. Mas somente por este versículo vocês não poderiam encontrar Jesus: vocês saberiam em que cidade Jesus nasceria, mas vocês não saberiam em que rua ou em que casa. Eu não acredito que o correio hoje possa entregar uma carta dirigida a John Smith, Los Angeles, Califórnia. Vejam vocês, mesmo se vocês

Quando eles viram a

tiverem o conhecimento das Escrituras, vocês ainda precisarão do momento exato, a estrela celestial para conduzi-los a rua exata e a casa exata onde Jesus está. Vocês podem ter o conhecimento da Bíblia, mas vocês ainda precisarão da direção viva. As Escrituras nunca poderão substituir isso. É fácil acumular conhecimento bíblico, mas se nós quisermos ter uma direção viva, nós temos que viver em uma relação íntima com o Senhor; nós devemos ser um com Ele. A Palavra diz que a estrela "ia após eles, até que chegou e permaneceu onde estava a criança recém-nascida". A estrela celestial os conduziu ao lugar exato. Isto é tudo que nós precisamos. Eu acredito que se eles não tivessem nenhum conhecimento de Miquéias 5:2, mas apenas seguido a estrela, eles ainda poderiam chegar àquele lugar. Como nós podemos encontrar Cristo? Não somente pelo conhecimento da Bíblia, mas pela estrela viva. Ninguém meramente com conhecimento Bíblico encontrou Cristo, somente aqueles que seguiram a estrela celestial. Nós precisamos do conhecimento das Escrituras? Certamente que sim. Ele ajuda; mas há um grande, MAS. MAS a direção viva, instantânea, a direção deste exato momento para nos conduzir ao lugar exato onde Jesus está, é indispensável. Eu posso conhecer a Bíblia, mas nunca poder chegar onde Jesus está. É a direção viva que me leva a Jesus para que eu possa adorá-Lo e oferecer meus presentes a Ele. UM OUTRO CAMINHO Eles viram Cristo e eles O adoraram; então nós lemos na Bíblia algumas palavras significativas - foram advertidos por Deus em sonho de que eles não deveriam voltar a Herodes, e assim eles partiram para seu próprio país "por outro caminho". Eu gosto deste termo "outro caminho". Depois que vocês viram o Cristo vivo, vocês sempre tomarão outro caminho; vocês nunca irão pelo mesmo caminho que vocês vieram. Na realidade, vocês deveriam ter entrado por este caminho desde a primeira vez. Vocês vieram pelo

caminho errado; agora o Senhor os ajustarão de maneira que vocês possam ir pelo caminho certo. Não voltem para Jerusalém. Esqueçam de Jerusalém. Não voltem para a religião - tomem um outro caminho. Pelo caminho anterior vocês nunca poderão conhecer Jesus. Mas, aleluia, há um outro caminho! Em Los Angeles há um outro caminho! Em San Francisco há um outro caminho! Nos Estados Unidos há um outro caminho! Louvado seja o Senhor! Se vocês não viram Cristo, voltem para religião, voltem para o Cristianismo. Mas se vocês viram Cristo, eu os advirto - vocês têm que tomar um outro caminho. FILIPE E NATHANAEL Baseado no mesmo princípio, deixe nos mostrar o caso de Natanael em João 1. Filipe encontrou Jesus e veio a Natanael e disse, "Oh, eu achei o Cristo! Eu achei aquele de quem Moisés e os profetas escreveram,

Jesus de Nazaré, o filho de José". Vocês podem dizer que Filipe deu

a informação certa, e vocês também podem dizer que ele estava

errado. Filipe O chamou de o "filho de José" - isto está correto? Se

vocês disserem que Jesus é o filho de José, eu direi que Ele absolutamente não é o filho de José - Ele nasceu de Maria. Mas se vocês disserem que Ele não é o filho de José, eu direi que Ele é. O

que vocês dirão? Agradeça ao Senhor por Filipe. Filipe era realmente bom e muito simples. Ele não discutiu. Ele apenas respondeu, "Vem

e vê"! Em outras palavras, "eu não sei se eu lhe dei a informação

certa ou não - apenas vêm e vê! Eu não sei o que dizer, eu não sei o que é certo ou errado. Apenas venha e veja"! Natanael era uma pessoa religiosa. "Ele perguntou, pode alguma coisa boa sair de Nazaré"? De certo modo, Natanael tinha razão. Ele aprendeu na

Bíblia que o Cristo não deveria sair de Nazaré, mas de Belém. Que o Senhor possa me permitir usar uma palavra a qual não é tão adequada. Deus falou para o Seu povo nas Suas sagradas escrituras que o Cristo nasceria em Belém; assim todo Seu povo recebeu este

conhecimento. Mas Deus fez algo de uma "maneira furtiva". Cristo não foi concebido em Belém, mas em Nazaré. E durante a gravidez de Maria Ele foi levado a Belém por pouco tempo, não de uma maneira ordinária, mas de uma maneira muito extraordinária. Deus trabalhou soberanamente: Ele usou César Augustus do Império Romano para emitir uma ordem para um censo, forçando assim Maria e José a viajarem para Belém. Imediatamente ao chegarem a Belém, Jesus nasceu. Mas pouco tempo depois, Ele foi levado para longe de Belém para o Egito, e então do Egito foi morar e crescer em Nazaré. Desta forma, Jesus realmente cumpriu a Escritura nascendo em Belém, mas nós podemos dizer que foi de uma "maneira furtiva". Se vocês apenas conhecem a letra da Palavra, vocês a perderão completamente. Deus tem uma maneira de evitar as pessoas inteligentes. Jesus nasceu em Belém, mas Ele também era Jesus de Nazaré. Não confie simplesmente na letra da Palavra. Se vocês fizerem, vocês perderão algo. Vocês precisam da Palavra, mas vocês ainda precisam da presença de Deus. Deus não é tão simples. Não só havia a profecia no Velho Testamento, mas também a soberania de Deus, e a soberania de Deus é de certa maneira um tanto "furtiva". Deus não é tão aberto, tão comum, tão grandemente propagado. O pequeno Jesus apenas "se moveu furtivamente". Se vocês são tão legalistas, tão escrituralmente legalistas, Deus neste caso é bastante "furtivo". Vocês devem estar atentos. Vocês não devem dizer, "eu conheço a Bíblia; a Bíblia diz tal e tal coisa". Se vocês fizerem isso, vocês serão enganados pelos seus conhecimentos. Os escribas conheciam as Escrituras do começo ao fim, mas isto de nada serviu para eles. Vocês precisam estar na presença de Deus todo o tempo. Eu não menosprezo as Escrituras; eu as honro e respeito. Mas tenham cuidado, as Escritura é a Escritura, ela não é o próprio Deus. As Escrituras são as sagradas

escrituras de Deus, mas você ainda precisa da presença santa de Deus. Se nós tivermos a presença Dele, nós realmente saberemos quando Ele está em Belém, quando Ele vai embora, quando Ele volta, e onde Ele está crescendo. Nós temos que seguir o Senhor desta maneira. O que o Senhor tem feito através da história, para com as pessoas mundanas e religiosas, sempre é oculto e "furtivo".

É realmente difícil de explicar isto a pessoas. Se vocês perguntam quem é Jesus, exteriormente falando, Ele é apenas um homem; Ele

é Jesus de Nazaré. "Pode alguma coisa boa sair de Nazaré"? É

realmente assim. Não há nenhuma glória, nenhuma ostentação, nenhuma exibição. Filipe realmente deu para Natanael a melhor resposta: "Vem e vê"! NICODEMUS E O FARISEUS Em João capítulo 7 há outro caso de encontrar Cristo. Cristo estava fazendo

algumas coisas maravilhosas, e as pessoas estavam dizendo, "Este verdadeiramente é profeta". Outros diziam, "Este é o Cristo". Então alguns diziam, o Cristo sairá da Galiléia? "Não diz as Escrituras, que

o Cristo viria da semente de Davi, e da cidade de Belém"? Sim, as

Escrituras dizem que; eles estavam cem por cento certos. Mas eles perderam o alvo apenas por estarem certos. Se eles não conhecessem tão bem a Bíblia, eu acredito que seria fácil para eles entenderem o Cristo. Eles foram frustrados pelos seus conhecimentos da Bíblia. Sim, Ele nasceu em Belém, mas Ele cresceu em Nazaré. Isto realmente aborrece as pessoas. Se vocês apenas segurarem a Bíblia em suas mãos, vocês sentirão a falta de Cristo. Vocês têm que seguir o Cristo vivo. Então Nicodemus que tinha vindo conhecer um pouco de Cristo começou a discutir com eles. Mas eles protestaram, "Examine, e verás: que da Galiléia não se levanta profeta"! Eles tinham razão absoluta; nem mesmo o menor dos profetas saiu da Galiléia. O que você diria? Nós não deveríamos dizer, "Examine, e verás, mas, "Vem e vê"! Se vocês

examinarem e virem, vocês perderão o alvo, vocês sentirão a falta de Cristo. Cristo estava ali mesmo; contudo eles disseram, "Examine, e verás". Esta é a situação de hoje. Tantos cristãos estão perdendo Cristo. Eles se agarram as Escrituras: e eles dizem, as Escrituras não diz"? Mas eles sentem falta de Cristo. Aqui está a Bíblia, e aqui está Cristo. Eles preferem a Bíblia, mas não preferem a Cristo. Oh, é possível estar tão correto, mas inadequa-damente correto! Vocês podem ter razão, mas vocês apenas têm razão em parte; eventualmente vocês não têm razão, pois vocês perderão o alvo. O Senhor sempre age de uma "maneira furtiva" àqueles que se sentem com tanta razão. Ele faz isto de propósito; Ele não quer apenas que tenhamos conhecimento. Ele quer que nós estejamos alertas todo o tempo para que não percamos a Sua presença por causa do conhecimento da Bíblia. Oh, é possível perder a presença do Senhor por causa do conhecimento da Bíblia. Eu preferiria antes perder o conhecimento da Bíblia e manter a presença do Senhor. Não diga que contanto que vocês seja escrituralmente bíblicos, vocês estão certos. Independente de quão escriturais vocês sejam, se vocês perderem a presença do Senhor, vocês estão absolutamente errados. O Senhor é misericordioso conosco. Conhecimento somente não funciona. Não funcionou com os escribas, os principais sacerdotes, e os Fariseus, e não funcionará para nós. Qual é a maneira do Novo Testamento para encontrar e seguir o Senhor? É continuamente manter-se na presença Dele, a Sua presença oculta. Ele profetizou que sairia de Belém, mas Ele saiu de Nazaré. Entregue a sua busca. Deus nunca poderá ser entendido pelo examinar. Eu não estou examinando; eu estou vendo, eu estou desfrutando. Eu não entendo e eu não me preocupo em entender, mas eu desfruto. A presença Dele é realmente oculta. Isaias 45:15 nos fala que Ele é um Deus misterioso. Ele é um Deus que se

esconde. Aprenda louvá-Lo, aprenda a vê-Lo, aprenda localizá-Lo, aprenda achá-Lo, mas nunca tente entendê-Lo. Nós não estamos qualificados para entendê-Lo; nós apenas estamos qualificados para desfrutá-Lo. Portanto "vem e vê". SEGUNDO O ESPÍRITO E quando vocês vêm e vêem, não O veja segundo a carne. Quando Jesus entrou em Sua própria terra, as pessoas disseram, não "É este o filho do carpinteiro? A Sua mãe não se chama Maria? E os Seus irmãos, Tiago e José, e Simão, e Judas? E as Suas irmãs, eles não estão todas conosco"? (Mat. 13:55-56). Eles sabiam tudo, mas este era o conhecimento de Jesus segundo a carne. Em Mateus 22:43 nós lemos que Davi em espírito chamou-O de Senhor. Não sigam essas pessoas na carne, mas sigam a Davi no espírito. Agora vamos aplicar isto de maneira prática à situação atual. Se vocês vissem a

igreja local - por exemplo, a igreja em Los Angeles - ela é boa. Mas não a vejam segundo a carne. Se vocês a verem segundo a carne, vocês dirão que há muitas pessoas peculiares. Nós não deveríamos conhecer nenhum homem segundo a carne, mas segundo o espírito. No passado nós conhecíamos Cristo segundo a carne e O considerávamos o pequeno homem de Nazaré, mas agora nós não

O conhecemos mais desta maneira (2 Cor. 5:16). Nós O

conhecemos segundo o espírito; em espírito nós O chamamos "Senhor". Esqueçam-se das coisas externas, esqueçam-se da carne; tentem não ver a igreja segundo a carne, mas segundo o espírito. Se vocês vissem o tabernáculo exteriormente no Velho Testamento, vocês poderiam ver somente as peles de carneiros exteriores (Êx. 36:19). Não há nenhuma beleza nas peles de carneiros; são

bastante comuns e significativas. Mas e quanto ao que está dentro

do tabernáculo? Oh, havia o ouro, a prata, a beleza das pedras

preciosas - a beleza das coisas preciosas. Vocês vêem a igreja exteriormente ou interiormente? Exteriormente falando, a igreja é

revestida com peles - nenhuma beleza há nas peles de carneiros, apenas rusticidade. Mas, aleluia, lá dentro há algo de glória. Dentro, há Jesus; dentro, nós temos Cristo. Como nós podemos encontrar Cristo? Pela Bíblia? Sim, nós precisamos da Bíblia, mas nós temos que ver a estrela viva. A ESTRELA ATRAVÉS DA BÍBLIA Esta questão da estrela não está somente no Livro de Mateus. Todos os principais assuntos da Bíblia, como uma regra, começam no Velho Testamento e passam pelo Novo Testamento até o fim da Bíblia. Com este assunto da estrela não há exceção. Ele é mencionado e revelado primeiro em Números 24:17, "Uma estrela procederá de Jacó". De acordo com o contexto daquele versículo, esta estrela que sai de Jacó é Cristo. Cristo vem como a estrela. Então imediatamente na abertura do Novo Testamento, nós temos a estrela novamente. Os homens sábios disseram: "Vimos a sua estrela no Oriente" (Mt. 2:2). Eles não disseram, "Vimos uma estrela", ou "Vimos a estrela", mas, "Vimos a sua estrela". Sem dúvida este é o cumprimento da profecia em Números 24. A estrela profetizada no Velho Testamento agora veio e se mostrou a estes homens sábios. Nós vimos claramente que o revelar desta estrela estava absolutamente fora da religião. O Senhor Deus nunca se preocupou com a religião; qualquer coisa que se torna religiosa, Ele passa de lado. A ESTRELA NAS IGREJAS A estrela em Mateus 2 é apenas o começo deste assunto no Novo Testamento. Se nós formos para o último livro, o Livro de Apocalipse, nós veremos duas coisas: o primeiro é que o Senhor Jesus é a estrela, não a estrela da noite, mas a estrela da manhã; segundo, nós vemos que todos os anjos das igrejas são estrelas. Aqui nós temos que perceber que os anjos não são esses seres celestiais, mas as pessoas espirituais que levam a responsabilidade espiritual na igreja - eles são as estrelas. Nós temos Cristo como a estrela da manhã e esses seguidores fiéis

de Cristo nas igrejas como as estrelas neste livro. Agora onde a estrela está? Está tão claro, a estrela hoje está na igreja. No começo do Novo Testamento a estrela estava fora da religião, mas ao término do Novo Testamento a estrela está dentro da igreja. Vocês viram estes dois finais do Novo Testamento? Se vocês quiserem ver a estrela hoje, não há nenhuma necessidade de olharem para o céu, não há nenhuma necessidade de fazerem como esses homens sábios. Hoje a estrela está na igreja e entre as igrejas. A raiz e descendência de Davi, o Filho de Deus como também o Filho do homem, Jesus Cristo como a estrela da manhã, está caminhando hoje entre as igrejas locais. Onde vocês têm que vir e ver a estrela então? Para as igrejas locais. Se nós formos para a religião, nós estaremos terminados no que diz respeito à estrela. Mas se nós estivermos na genuína igreja local, louve ao Senhor, a estrela está aqui. Muitos de nós temos provado isto por experiência própria:

quando nós estávamos na religião nós tínhamos a sensação de estar em trevas, mas quando o Senhor nos trouxe para as igrejas locais, Aleluia, nós vimos a estrela, o brilho da estrela. A estrela celestial hoje está nas igrejas locais. OS SEGUIDORES DE CRISTO SÃO ESTRELAS Não só o próprio Cristo é a estrela, mas também Seus seguidores, aqueles que brilham nas igrejas. Em Atos e nas Epístolas alguns líderes eram chamados de anciões ou bispos, mas no último livro da Bíblia elas são as estrelas. Agora não é uma questão de título ou posição, mas uma questão de brilhar. Todos os que estão vivos nas igrejas locais têm que estar brilhando como estrelas. O que significa ser uma estrelar? Daniel 12:3 dá a resposta:

"Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos conduzirem à justiça, como as estrelas, sempre e eternamente". As estrelas são aqueles que brilham na escuridão e conduzem as pessoas de volta para o

caminho certo. Agora, durante a era da igreja, é a hora da noite; assim nós precisamos do brilhar das estrelas. Os irmãos responsáveis nas igrejas locais jamais deverão reivindicar suas posições: eles nunca deverão dizer, "eu sou um dos responsáveis; vocês devem me reconhecer como tal". Se eles disserem isto, eles estarão em trevas. Nós precisamos de irmãos e irmãs que brilhem; nós precisamos das estrelas que brilham. É através de brilhar nas trevas de hoje que as pessoas recebem a direção e são conduzidas de volta do caminho errado para o caminho certo. Tudo o que está errado é injustiça; e tudo que é correto é justiça. Aqueles que conduzem muitos a justiça são as estrelas que brilham sempre e eternamente. No princípio do Novo Testamento havia apenas uma estrela nos céus, mas no final do Novo Testamento há sete estrelas nas sete igrejas locais. Em toda igreja local há uma estrela; em toda igreja local há algo brilhando, conduzindo as pessoas ao caminho correto. Aproxima-damente quarenta anos atrás, eu fui conduzido de volta do caminho errado por esta estrela na igreja local. Muitos queridos hoje também podem testemunhar este fato; eles podem dizer, "Aleluia, eu vi a estrela na igreja local. Foi a estrela na igreja que me conduziu ao caminho correto". Hoje nós não estamos no tempo de Mateus 1 e 2, mas no tempo do Livro de Apocalipse, nas igrejas locais. Hoje a estrela está nas igrejas locais. A Bíblia termina com esta palavra: "E eu sou a raiz e a descendência de Davi, a brilhante estrela da manhã. E o Espírito e a Noiva dizem, vem" (Ap. 22:16-17). Hoje a estrela está com o Espírito e com a Noiva. Onde o Espírito estiver lá estará a estrela; onde a Noiva e a igreja estiver, lá estará a estrela. COMO SE TORNAR ESTRELAS Na Bíblia vemos não somente como nós podemos seguir a estrela, mas até mesmo como se tornar uma das estrelas. Há duas maneiras: primeiro, pela Bíblia; segundo, pelo Espírito. 1. Pela Palavra Profética 2 Pedro 1:19

dá-nos o primeiro segredo: "Temos, assim, tanto mais confirmada a

palavra profética, e fazeis bem em atendê-la, como a uma candeia que brilha em lugar tenebroso, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vosso coração". Nós temos a Palavra profética, a Bíblia. Mas a Palavra profética não é a estrela; a Bíblia não é a estrela. Então o que nós temos que fazer? Este versículo diz que desde que nós temos a Palavra profética, nós temos que dar atenção

a ela, nós temos que dar plena atenção a ela, até o amanhecer do

dia e a estrela da manhã nasça em nossos corações. Todos os mestres da Bíblia concordam que esta estrela da alva é realmente a estrela da manhã. Mas outra palavra é usada para estrela aqui: pode ser traduzido em inglês como phosphorous. Esta estrela é algo como phosphorous, trazendo assim luz na escuridão. Quanto mais escura

for a situação, mais luminoso será o brilho do fósforo. A Bíblia não deveria ser simplesmente a palavra preto no branco; nem deveria ser letras mortas. Nós temos que dar atenção às palavras da Bíblia até que algo como o "phosphorous" surja dentro de nós - isto é, Cristo como a estrela da manhã. Se nós lidarmos com a Palavra de uma maneira viva e adequada, ela seguramente se transformará no Cristo vivo. Este é o ponto crucial - a Palavra deve se tornar Cristo; a Palavra escrita deve ser transformada na Palavra viva. Nós nunca podemos separar Cristo da Palavra viva. Nós temos que dar atenção

à Palavra profética até que algo dentro de nós como Cristo, como o

phosphorous, como o dia que rompe a escuridão. Ter a Bíblia em suas mãos é uma coisa; dar atenção à Palavra até que a estrela da manhã nasça em seu coração é outra. Ter o conhecimento da Bíblia

é uma coisa, mas ter uma estrela brilhando em seu espírito é outra.

Apenas ir para um seminário estudar a Bíblia não significa nada. O que nós precisamos hoje é levar a Palavra em nós, darmos atenção

à Palavra viva até que algo interior surja e brilhe em nosso coração.

Então teremos a estrela, e assim seremos uma estrela. Isto não é apenas o conhecimento sobre Cristo, mas o próprio Cristo como a estrela viva. As pessoas dizem que nós não nos preocupamos com a Bíblia, mas nós não admitimos isto. Se há crentes nesta terra que ama a Palavra divina, eu creio que nós devemos ser contados entre eles. Nós amamos a Palavra, mas não como letras mortas. Nós amamos a Palavra e damos atenção a ela até que algo interior amanheça e surja em nosso coração - não o conhecimento, nem as leis escritas, mas pelo romper do dia, o surgimento da estrela brilhante. O que significa isto na experiência prática? Às vezes nós podemos tomar a Bíblia, podemos lê-la, e podemos não adquirir nada. Mas às vezes quando nós abrimos nosso coração e tomamos esta Palavra profética, algo interior começa a romper o dia, amanhecendo, surgindo e brilhando. Enquanto nós estivermos orando-lendo os versículos da Bíblia, há um profundo sentimento de iluminar, de brilhar. E este brilhar gera uma espécie de amor para com o Senhor Jesus. Nós sentimos que Ele é tão amável. Nós podemos dizer, "Ó Senhor Jesus, eu O amo; eu não tenho palavras para expressar quão adorável Tu és"! Muitas vezes por meio deste brilhar nos aproximamos do Senhor Jesus com muito carinho. Isto é Jesus vindo a nós como o amanhecer do dia, como a estrela da manhã que surge em nossos corações. Eu não estou falando de algo que eu aprendi com outros, e eu não estou me exaltando; esta é minha experiência atual. Muitas vezes quando eu estava com esta Palavra Santa, algo surgia dentro de mim como a aurora. Oh, isto é maravilhoso! A situação pode ser extremamente difícil, as circunstancias cheias de trevas, mas algo interior está iluminando, brilhando, enchendo de glória. Nos dias dos homens sábios, ver a estrela era um acontecimento milagroso, mas hoje ver a estrela da manhã deve ser algo normal e deve ser nossa experiência regular.

Dia a dia nós precisamos ter a estrela da manhã surgindo dentro dos nossos corações. Não apenas leia a Bíblia, e nem apenas ore-leia a Bíblia; você tem que dar atenção à Palavra profética até o dia

amanhecer e a estrela da manhã surja em seu coração. Continue até que você alcance esta meta. Portanto, a estrela hoje vem da Palavra viva. Eu estou tão contente que neste versículo nós temos a Palavra

e a estrela da manhã juntas. Primeiramente, nós temos a Palavra;

em segundo, damos atenção à Palavra profética, nós temos a estrela da manhã que surge em nossos corações. Se nós continuamente permanecermos com esta estrela interior, surgindo, nós constantemente estaremos no Espírito e seremos um bom seguidor de Cristo. 2. Pelo Espírito Em 2 Pedro nós temos a Palavra profética, mas em Apocalipse nós temos os sete Espíritos. Apocalipse 3:1 diz, "Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Estas coisas diz aquele que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives e estás morto". A mão de Jesus

não só segura as sete estrelas, mas também os sete Espíritos. Isto significa que os sete Espíritos são um com as sete estrelas, e as sete estrelas são um com os sete Espíritos. Se nós temos a Palavra viva como a estrela da manhã que nasce de nós e somos um com os sete Espíritos, eventualmente nos tornaremos as estrelas. Nós não só temos a estrela que brilha dentro de nós, mas através de olhar para

a estrela e seguir no Espírito nos tornamos as estrelas. TODOS SÃO

UMA ESTRELA BRILHANTE O Senhor disse a Abraão, "Eu certamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu, e como a areia na praia do mar" (Gn. 22:17). Nós cristãos, os crentes genuínos, somos os verdadeiros filhos de Abraão. Nós somos as estrelas do céu. O povo Judeu, os descendentes físicos, são como a areia na praia do mar. Todos nós devemos ser as estrelas - não apenas os líderes nas igrejas locais, mas todos. Leiam

Apocalipse capítulos 2 e 3 novamente e vocês perceberão que eventualmente todos nas igrejas locais deveriam as estrelas. O que o Senhor escreveu aos sete anjos foi o que Ele escreveu para a igreja toda. Não é uma questão de ensinamento, conhecimento, título, ou posição; é absolutamente uma questão de brilhar. Nós precisamos ser as estrelas que brilham para que as pessoas possam encontrar Cristo através de nós. Onde Cristo está? Vem e vê! Apenas siga a estrela! E onde a estrela está? Aleluia, a estrela está nas igrejas locais. Irmãos e irmãs, nós realmente estamos brilhando? Nós temos que brilhar em nossas casas, em nossos trabalhos, em nossos bairros, nas escolas, nos campus. Não ensine as pessoas. Apenas brilhe! Não ore tanto. Apenas brilhe! Brilhe! Brilhe! Brilhe! As igrejas locais deveriam estar cheias de estrelas que brilham. Deixe-me ilustrar um pouco mais e aplicar o que nós temos dito. Muitas vezes quando vocês contatam um crente ou um grande mestre, vocês sentem que neles há falta brilho e transparência. Vocês sentem que neles não há reflexo, não há nenhuma luz, eles são opacos. Estas pessoas podem ter todo o conhecimento da Bíblia, mas quanto mais elas falam com vocês, mais vocês ficam aprisionados. Porém, às vezes talvez não freqüentemente, vocês vêm a um pequeno irmão, e quando ele fala com vocês ele simplesmente diz, "Aleluia, louvado seja o Senhor"! Mas por meio dessas poucas palavras, algo entra em vocês. Quanto mais que ele fala com vocês, mais vocês sentem que todas as nuvens desapareceram e algo está brilhando. Por quê? Porque este querido e pequeno irmão é uma estrela brilhando. Não há nenhuma etiqueta presa a ele dizendo, "eu sou uma estrela celestial". Mas quando vocês o encontram, têm a sensação de brilhar simplesmente. Eu acredito que muitos de vocês estão familiarizados com o Irmão Watchman Nee. Quando ele era jovem, ele recebeu uma grande ajuda de uma irmã chamada Senhorita Margareth E.

Barber. Ela era muito consagrada ao Senhor. O Irmão Nee disse-me várias vezes, "Quando eu ia ver a Senhorita Barber, muitas vezes enquanto eu estava esperando na sala de estar dela, eu tinha a sensação de que eu estava na presença do Senhor". O que é isto? Isto é a estrela da igreja. Talvez quando vocês vierem a tal pessoa, ela pode não dizer nada, ela pode não responder suas perguntas. Ela pode dizer, "eu não estou claro". Mas, embora, ela diga que não está clara, vocês tem a sensação de que estão debaixo do brilhar. Não é uma questão de ensinar ou instruir. A palavra dela pode não ser clara, mas ela é transparente, e quando vocês estiverem na presença dela, vocês não só têm a sensação de que ela é transparente, mas que vocês estão claros. Deixe-me lhe dar um outro exemplo. Suponhamos vocês vêm a um irmão em busca de conselho com respeito à questão de casamento. Este irmão pode lhes dar vários pontos relacionados às condições, exigências, considerações, e instruções. Mas quanto o mais ele fala, mais vocês sentem que, embora ele tenha muito conhecimento, ele é opaco. Quanto mais ele fala, mais vocês ficam em trevas. Porém, outro irmão pode responder que ele não pode responder simplesmente, mas enquanto ele está falando, vocês sentem que ele é claro como cristal. Nenhuma palavra pode expressar isto, mas enquanto vocês estiverem com ele, vocês começam a ficar claros, e vocês sabem o que fazer quanto aos seus casamentos. Embora este irmão não lhes diga nada, vocês são iluminados. O que é isto? Isto é a presença da estrela da manhã neste irmão, fazendo dele também uma estrela brilhando. Eu espero que todos nós possamos ser tais estrelas. Ainda que nós saibamos pouco sobre doutrinas, ainda que não possamos dar as pessoas tantas instruções, contudo quando elas vierem a nós, elas serão iluminadas. Não há nenhuma necessidade de discutir com os outros: estejam certos de que quando vocês

discutirem, vocês manterão as pessoas distantes. O brilhar não depende do quanto vocês podem dizer ou argumentar, mas do quanto vocês são. Se vocês são uma estrela brilhando quem poderá escapar do seu brilhar? Isto está completamente além da expressão e explicação humana. É absolutamente uma questão da presença do Senhor. Se nós dermos atenção à Palavra profética, nós teremos a estrela que surge dentro de nós; então se nós simplesmente formos fiéis em seguirmos a unção, a estrela surgirá, e nós estaremos completamente no Espírito e eventualmente nós seremos as estrelas na igreja local, não de uma maneira objetiva, mas de uma maneira muito subjetiva. Louvado seja o Senhor que pela Sua graça todos nós podemos ser as estrelas. Mateus 13:43 nos diz, "Então, os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos [para ouvir], ouça. Hoje, durante o período de noite, nós precisamos funcionar como estrela; mas na vinda da era do reino aqueles que brilham hoje como as estrelas resplandecerão como o sol. Hoje nós somos as estrelas que brilham, mas naquele dia nós seremos como o sol. ESTRELAS ERRANTES Há também um aspecto negativo para as estrelas - as estrelas errantes. Judas 12 e 13 nos diz, "Estes homens são como rochas submersas, em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se juntos sem qualquer recato, pastores que a si mesmo se apascentam; nuvens sem água impelidas pelo vento; árvores em plena estação dos frutos, destes desprovidas, duplamente mortas, desarraigadas; ondas bravias do mar, que espumam as suas próprias sujidades; estrelas errantes, para as quais tem sido guardada a negridão das trevas, para sempre". Nós deveríamos ser as estrelas, mas não as estrelas errantes. Estes são os falsos lideres. Muitos cristãos hoje não são estrelas; alguns, porém, são estrelas, mas eles são estrelas errantes. Há líderes e mestres no Cristianismo de hoje que estão nesta

categoria. Vocês sabem o que é uma estrela errante? Eu não

conheço astronomia, mas eu posso lhes falar um pouco. Uma estrela adequada tem uma posição correta e fixa na órbita. Ela permanece em seu curso constantemente. Mas há algumas estrelas sem posição fixa na órbita: elas são estrelas errantes. Alguns cristãos parecem que são estrelas, parecem que estão brilhando, mas o brilhar deles é uma decepção. Eles são estrelas, mas não são estrelas constantes. Se vocês os seguirem, vocês serão desencaminhados; eventualmente vocês não saberão para onde ir. Eles estão vagando: eles não têm nenhuma base, eles não têm uma posição fixa, eles não têm uma maneira correta para prosseguir com

o Senhor. Hoje eles dizem uma coisa, e amanhã eles dizem outra;

eles estão vagando. Tenham cuidado! Vocês nunca poderão encontrar Jesus seguindo uma estrela errante. Como nós podemos conhecer as estrelas errantes? Há alguns sinais. Eles são árvores sem fruto, eles são como nuvens sem chuva. Vocês têm que procurar frutos. O Senhor Jesus disse que nós podemos conhecer uma árvore pelo seu fruto (Mt. 7:16-20). Se nós seguirmos as estrelas errantes, eventualmente nossa porção sempre será como a deles - a negridão das trevas. Nós temos que seguir as estrelas que brilham, aqueles com uma posição definida e um curso correto. Estas são as estrelas estáveis, fixas. Se alguém vier a vocês sem uma posição e uma direção definida, evite-o. A posição adequada é

a igreja local, e a direção correta e continuar no Espírito na igreja local. Nunca sejam uma estrela errante, e nunca sigam uma estrela errante. Tome a posição correta, e mantenha-se no curso certo. Se vocês estiverem vagando, vocês estarão desperdiçando seu tempo. Se vocês forem a certo lugar, levem seu mapa, tome a estrada correta e a pista certa; assim vocês alcançarão seus destinos. Eu não estou falando estas coisas levianamente. Vocês devem estar

atentos às confusões de hoje. Oh, quantas coisas mortas! Oh, quantas frustrações, quantas distrações de pessoas errantes! Qualquer um que nos afasta da genuína igreja local e de reunir na base da unidade como povo de Deus é uma estrela errante. As verdadeiras estrelas são aqueles que conduzem muitos a justiça, aqueles que não desviam as pessoas, mas os conduzem ao caminho correto. Hoje a única maneira de vocês e eu e para qualquer pessoa encontrar Cristo é ver a estrela viva. Aleluia! Hoje a estrela não está longe de nós - ela está com as igrejas locais. Entre todas as igrejas locais há algumas estrelas vivas. Vocês apenas têm que as contatar; vocês apenas têm que ficar na companhia delas. Elas os conduzirão para o lugar onde Jesus está. O Senhor seja misericordioso para conosco para que possamos sempre ser guardados no caminho certo para conhecer o Senhor, O adorar, e oferecer nosso amor a Ele. Que o Senhor possa tornar-nos como aqueles homens sábios, seguindo a estrela para encontrar Cristo. Hoje a estrela viva e as estrelas vivas estão nas igrejas locais. Vamos segui-los e ser um deles.