Você está na página 1de 3

Energia, bem estar, equilíbrio e criatividade.

com: Rose Prado

Enfim, chega o final do ano, momento importante para reconstruir as


energias, perceber a si, aos amigos, familiares, alimentar a alegria, sentir-se bem.

A vivência “Corpo Soma” é um meio de perceber melhor o próprio


corpo, ganhar espaços, movimentar os estímulos corporais que produzem a
alegria, a criatividade e a disponibilidade para estar presente e em conexão com o
outro.

Elaborada a partir da “Técnica Klauss Vianna”, coreógrafo e bailarino


brasileiro de imensa relevância, a vivência estimula a criatividade, o alívio de
tensões musculares, melhorias na respiração e percepção.

As práticas são realizadas de modo fluido, que conduzem o participante


para o equilíbrio e para o bem estar, com momentos de relaxamento,
surpreendentes experiências sensoriais e momentos dinâmicos, criativos, com
movimentos de descoberta de novas possibilidades de comunicação e de suas
próprias danças.

Seus princípios práticos fundamentais são:

Ampliação de espaços articulares;


Percepção de oposições entre diferentes partes do corpo;
Reconhecimento da resistência (relação com a gravidade);
Apoios e direcionamento do peso corporal;

Rose Prado pradoderosas@gmail.com 11 99681 5424


Informações técnicas

Formato: 1:30h de duração

Vagas: 10 participantes

Idade mínima sugerida: a partir de 10 anos.

Observações:
Poderão ser realizadas vivências/aulas com diferentes turmas, no mesmo
dia, apenas é necessário o intervalo mínimo de 20 minutos entre elas
para a reorganização dos materiais.

O mesmo grupo poderá realizar as aulas (práticas) mais de uma vez.


Caso realize em 4 ou mais dias, poderá ser elaborada uma apresentação
artística com a participação dos hóspedes que desejarem.

É necessário participar com roupas leves, confortáveis, que permitam a


movimentação, sem o uso de brincos, relógios, ou demais objetos que
possam causar algum incômodo durante as práticas.

As práticas são indicadas para diversas idades, crianças, jovens e adultos,


incluindo terceira idade. A sugestão de idade a partir de 10 anos, poderá
ser revista, caso haja demanda maior em faixas etárias menores, no
entanto para atender a esta demanda é recomendável turmas exclusivas
para crianças de 7 a 9 anos.

Materiais:

Bastões de bambu, bolinhas de tênis e elásticos (providenciados


pela contratada/ministrante da vivência);
Aparelho de som (providenciado pelo contratante)

Espaço: Sala ampla, com piso de madeira ou outro favorável à


movimentação e contato de diferentes partes do corpo com o chão.

Formas de contratação: Pessoa física (RPA) ou Jurídica (Cooperativa


Paulista de Teatro).

Rose Prado pradoderosas@gmail.com 11 99681 5424


Rose Prado

Nascida em janeiro de 1975, a artista, educadora e pesquisadora do corpo


e criatividade realiza Mestrado em Comunicação e Semiótica (PUC/SP), com
orientação da Profa. Dra. Helena Katz, desenvolvendo a pesquisa “A
comunicação do corpo-aprendiz, criação e o viver on-line: mudanças cognitivas na
tríade imagem-forma-conceito”. Pós graduada em Técnica Klauss Vianna
(PUC/SP). Pesquisadora dos princípios de Klauss Vianna desde 2001 (consciência
corporal, dança e educação somática/orientação: Beth Bastos). Iniciou seus
estudos sobre a Dança em 1987. Estudou Técnica Graham (dança/com André
Velazquez/1996). Participou de cursos e oficinas de técnicas de Rudolf Laban
(Isabel Marques), Feldenkraiss (educação somática/Márcia Oliveira), Teatro de
Máscara (Barracão Teatro), Contato-improvisação (dança/Cristiane Paoli-Quito).
Formada pela Fundação das Artes de São Caetano (Atriz/1999). Fez parte do
Núcleo Angatu, atuando nos espetáculos “Abstrações” e na vídeo-performance
“O combate”, baseadas na obra do artista francês Etienne Decroux. Ministrou
oficinas de Dança, Dramaturgia do Movimento, Circo e Teatro, entre os anos de
2001 a 2011, pela Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo e Oficinas
Culturais do Estado de São Paulo. Desenvolveu preparação corporal para o
espetáculo “Rinocerantas” (2016), encenado pela Cia. Lona de Retalhos, dirigido
por Bete Dorgam; Foi orientadora teórico-prática de “Processos Criativos em
Dança e Diálogos Transdisciplinares”, no Centro Livre de Artes Cênicas de São
Bernardo do Campo/SP (2015-2106); Arte-educadora do Programa Fábricas de
Cultura pelas organizações sociais Poiesis (2013 a 2015), entre outras ações como
arte-educadora desde 1996.

Rose Prado pradoderosas@gmail.com 11 99681 5424

Você também pode gostar