Você está na página 1de 4

ENGENHARIA CIVIL – PREPARATÓRIO UFC / DETRAN-CE | Prof.

Anísio Meneses

ASSUNTO: Questões selecionadas – ENCONTRO 03


se os domínios de estado-limite último de uma seção
01. (FCC – CNMP – 2015) A treliça isostática da figura transversal de seção retangular, conforme a figura.
foi montada com perfis de aço com área da seção
transversal de 10cm² e está submetida a duas cargas
concentradas de 6kN.

Se o módulo de elasticidade do aço for 200GPa, o


alongamento da barra AB, em mm, será
A figura representa o domínio
(A) 0,32.
(A) 3.
(B) 0,25.
(B) 2.
(C) 0,41.
(C) 4.
(D) 0,48.
(D) 5.
(E) 0,52.
(E) 4a

02. (FCC – TRT3 – 2015) O aço mais utilizado em obras 05. (FCC – CNMP – 2015) Considere a parede de
é o aço tipo CA-50. As barras deste tipo de aço têm a alvenaria abaixo.
superfície obrigatoriamente com nervuras
transversais (rugosa). A identificação numérica 50
indica um aço que possui
(A) resistência característica de escoamento de
500MPa.
(B) diâmetro nominal característico, igual a 50mm.
(C) resistência mínima à tração de 50MPa.
(D) massa especifica característica de 50 kg/m³.
(E) resistência característica à compressão de
500MPa.

03. (ESAF – TCE/RN – 2000) Deseja-se projetar uma Uma das patologias em construções é a presença de
viga simplesmente apoiada em concreto protendido fissuras horizontais no topo das paredes de alvenaria.
com um vão de 12 metros, base de 35cm e altura de A causa provável dessa patologia é
100cm, com uma carga total, inclusive o peso próprio, (A) cisalhamento devido à movimentação térmica da
igual a 32kN/m. Calcule a força de protensão laje de cobertura.
necessária para que a seção permaneça totalmente (B) deformação da argamassa de assentamento em
comprimida, supondo um cabo retilíneo centrado. paredes devido a excesso de carga
(A) 3456kN uniformemente distribuída.
(B) 32kN (C) atuação de carga concentrada diretamente sobre a
(C) 576kN alvenaria.
(D) 0 kN (D) retração por secagem da alvenaria, principalmente
(E) 9874kN em pontos de concentração de tensões ou seções
enfraquecidas.
04. (FCC – TRE/RR – 2015) Para o dimensionamento (E) recalques diferenciais, decorrentes de falhas de
de peças de concreto com armadura simples utilizam- projeto, rebaixamento do lençol freático,
www.engecursos.eng.br 1
ENGENHARIA CIVIL – PREPARATÓRIO UFC / DETRAN-CE | Prof. Anísio Meneses

heterogeneidade do solo, influência de fundações O projeto do sistema de recalque para o consumo de


vizinhas. 72m³ diários prevê a instalação de duas bombas
centrífugas iguais, ligadas em série, que devem
funcionar 5 horas por dia. A especificação da potência
06. (FCC – TRT3 – 2015) Na elaboração do
de cada bomba é
cronograma PERT-CPM, a folga de uma dada atividade
(A) 3,0 CV.
é
(B) 1,0 CV.
(A) o tempo em que se pode atrasar o início da
(C) 2,5 CV.
atividade sem alteração do caminho crítico.
(D) 2,0 CV.
(B) o tempo de espera entre o início real e a data mais
(E) 4,0 CV.
cedo de início da atividade.
(C) a diferença de duração entre a atividade em
análise e a atividade mais longa. 09. (FCC – CNMP – 2015) O projeto das instalações
(D) a diferença entre a data mais cedo de início e a hidráulicas de água fria prevê a instalação das peças
data mais cedo de término da atividade. de utilização, conforme a tabela abaixo.
(E) a diferença entre a duração do caminho crítico e
do caminho mais longo possível.

07. (FCC – CNMP – 2015) Considere uma instalação


hidráulica de esgoto sanitário que possua os
aparelhos sanitários com a respectiva indicação das
Unidades Hunter de Contribuição, indicados na tabela
abaixo.

O dimensionamento da caixa sifonada, que recebe os


efluentes dos aparelhos sanitários indicados, deve Conforme o método do consumo máximo, o
possuir diâmetro nominal (DN) mínimo de dimensionamento do diâmetro do ramal, em mm, que
(A) 150. deve alimentar todas as peças de utilização, é
(B) 50. (A) 40.
(C) 75. (B) 20.
(D) 100. (C) 25.
(E) 125. (D) 32.
(E) 50.
08. (FCC – CNMP – 2015) Considere o sistema de
recalque de um edifício a seguir. 10. (FCC – TRE/RR – 2015) O trecho de uma instalação
hidráulica de água fria, com comprimento real de
15,4m, é composto das seguintes peças: um registro
de gaveta, duas curvas de 90° e dois Tês de saída
bilateral. Os comprimentos equivalentes das peças
são, respectivamente, 0,2m, 0,5m e 1,7m. Se a
pressão à montante da instalação for 12mca e a perda
de carga unitária, 0,035mca/m a pressão à jusante,
em mca, será igual a
(A) 11,62.
(B) 10,22.

www.engecursos.eng.br 2
ENGENHARIA CIVIL – PREPARATÓRIO UFC / DETRAN-CE | Prof. Anísio Meneses

(C) 11,48. O empuxo total na situação de repouso que o solo


(D) 11,30. silte arenoso exerce sobre o muro de arrimo é, em kN,
(E) 16,60. igual a
(A) 187,50.
(B) 12,50.
11. (FCC – CNMP – 2015) Considere a instalação
(C) 37,50.
elétrica da sala abaixo.
(D) 93,75.
(E) 375,00

13. (FCC – CNMP – 2015) Pretende-se construir, no


perfil geotécnico esquematizado abaixo, um aterro
extenso e um galpão industrial.

O trecho XY representa o esquema elétrico de ligação


de um interruptor
(A) paralelo.
(B) intermediário.
(C) simples.
(D) duplo.
(E) triplo.

12. (FCC – TRE/RR – 2015) Para a construção do muro Dados:


de arrimo esquematizado na figura a seguir, considere - Acréscimo de tensão no ponto A devido à construção
os seguintes dados: do galpão industrial: 50,2kPa
- Peso específico do aterro = 18,50kN/m³
- Peso específico da areia argilosa acima do nível
d’água (NA) = 16,50kN/m³
- Peso específico da areia argilosa abaixo do nível
d’água (NA) = 18,00kN/m³
- Peso específico da argila siltosa = 19,0kN/m³

A tensão efetiva final, após a construção do galpão, no


ponto A situado na cota -10m é, em kPa,
(A) 173,40.
(B) 123,20.
(C) 203,20.
(D) 253,40.
Dados:
− Peso específico natural do solo silte arenoso = 15kN/m³ (E) 333,40.
o
− Ângulo de atrito interno do solo silte arenoso = 30
− Para o solo silte arenoso o plano principal maior é o 14. (FCC – TRE/RR – 2015) Pretende-se construir um
plano horizontal.
prédio de 14 pavimentos com carga média de 2.800kN
Ko = (1-senφ)
por pilar para um terreno cujo perfil geotécnico
Onde:
Ko = coeficiente de empuxo em repouso encontra-se abaixo.
Φ = ângulo de atrito interno do solo

www.engecursos.eng.br 3
ENGENHARIA CIVIL – PREPARATÓRIO UFC / DETRAN-CE | Prof. Anísio Meneses

(D) 1,666
(E) 1,458

16. (FCC – CNMP – 2015) Um município terá um


sistema de abastecimento conforme esquematizado
abaixo:

Considere as seguintes informações para análise do


sistema de abastecimento
− consumo médio per capita: 220 L/dia
− coeficiente de variação diária: 1,20
− coeficiente de variação horária: 1,40
− população futura da cidade: 216.000 hab
− a vazão destinada à indústria é constante

Uma indústria estará localizada entre o reservatório e


Sabe-se que o terreno tem como vizinhos, de um lado, o município e terá um consumo diário regularizado de
um depósito de dois andares com estrutura precária 8.640m³. Desta forma, no trecho b, o consumo
em fundação direta e, de outro lado, uma construção correspondente à rede estará afetado
do século XIX também em fundação direta. Portanto, (A) somente pelo coeficiente de variação diária. A
a fundação mais adequada para o prédio de 14 vazão destinada à indústria sendo constante não
andares é: deverá ser adicionada, assim a vazão do trecho b
(A) estacas Strauss. é 660 litros por segundo.
(B) estacas Franki. (B) somente pelo coeficiente de variação horária. A
(C) estacas pré-moldadas de concreto. vazão destinada à indústria sendo constante
(D) brocas. deverá ser simplesmente adicionada, assim a
(E) estacas escavadas com auxílio de lama bentonítica. vazão do trecho b é 870 litros por segundo.
(C) somente pelo coeficiente de variação diária. A
15. (FCC – TRF2 – 2007) Considere a figura abaixo. vazão destinada à indústria sendo constante
deverá ser simplesmente adicionada, assim a
vazão do trecho b é 760 litros por segundo.
(D) somente pelo coeficiente de variação horária. A
vazão destinada à indústria sendo constante não
deverá ser adicionada, assim a vazão do trecho b
é 770 litros por segundo.
(E) pelos coeficientes de variação diária e de variação
horária. A vazão destinada à indústria sendo
constante não deverá ser adicionada, assim a
vazão do trecho b é 924 litros por segundo.

ACOMPANHE OS COMENTÁRIOS E REGISTRE O GABARITO


A dimensão B, em m, da sapata de divisa
01 02 03 04 05 06 07 08
representada na
figura é
(A) 1,958 09 10 11 12 13 14 15 16
(B) 1,875
(C) 1,846
www.engecursos.eng.br 4