Você está na página 1de 2

Marque se as alternativas são verdadeiras (V) ou falsas (F):

Tema: EXCEÇÕES RITUAIS

( ) O art. 304, CPC, dispõe que ambas as partes podem excepcionar, só que essa
afirmação só vale para impedimento e suspeição, porque a Incompetência relativa só
pode ser argüida pelo autor.

( ) A afirmativa anterior se justifica pela preclusão lógica.

( ) O art. 305, CPC, dispõe que podem ser alegadas em, “qualquer momento e
qualquer grau de jurisdição”, só vale para impedimento e suspeição. Incompetência
relativa se não alegada no prazo de resposta prorroga-se a competência.

( ) Prazo: 15 dias (CPC). Nem sempre será no prazo de 15 dias. A Incompetência


relativa é alegada no prazo de resposta.

( ) Exceção de Incompetência: sempre interposta, como regra, pelo Réu no prazo de


defesa, por uma peça autônoma (art. 297, CPC).

( ) Exceção é o incidente processual adequado ao processamento das defesas


consistentes na incompetência relativa, no impedimento ou na suspeição do juiz. A
exceção designa também a resposta do réu, consistente em alegar tais espécies de
defesa; este último significado está presente no art. 297 do Código de Processo
Civil, segundo o qual o réu oferecerá, em resposta à demanda inicial, contestação,
exceção ou reconvenção.

( ) A defesa consistente em alegar a incompetência (quer relativa, quer absoluta)


é de caráter dilatório e não peremptório, porque em nenhuma hipótese a
incompetência constitui causa para a extinção do processo: ao reconhecer a
incompetência o juiz limita-se a remeter o processo ao órgão judiciário competente
(CPC, art. 311), o que retarda, mas não impede o julgamento do mérito.
( ) Como todo incidente processual, o das exceções é um procedimento menor,
anexo e paralelo ao procedimento principal e dele dependente. Não é um processo
em si mesmo e seus atos são integrantes do processo em que se inserem.

( ) Principia invariavelmente por iniciativa de parte (arts. 304, 307 e 312), a qual
deduzirá a exceção em petição escrita e separada da contestação, não sendo
possível formular ambas em uma peça só porque as exceções se processam
sempre em outros autos, que se apensam aos principais (art. 297).

( ) A petição inicial da Exceção dispensa a observância dos pressupostos de


validade dos atos processuais em geral, mas, deverá vir acompanhada dos
suportes probatórios necessários.

( ) Como todo incidente processual, o das exceções termina mediante uma


sentença.

( ) Todas as exceções processam-se em contraditório, tendo o exceto


oportunidade para manifestar-se e realizando-se a instrução necessária. Essa
instrução é extremamente concentrada e sumária.

( ) Os sujeitos contrapostos nos incidentes das exceções chamam-se excipiente e


exceto. Na de incompetência relativa, é exceto o adversário do excipiente na causa
onde ela é oposta. Nas de suspeição ou impedimento, exceto é o juiz, sendo esse
o único caso em que, no direito brasileiro, o juiz deixa de ser terceiro para ser parte.

( ) Em qualquer hipótese, a efetiva cessação do estado suspensivo ocorre quando


os advogados são intimados da decisão e não do momento em que ela é proferida.

( ) Se vier a ser provido o agravo interposto contra o julgamento da exceção de


incompetência, serão anulados os atos decisórios tomados pelo juiz incompetente
nesse período (art. 113, § 2o) e a instrução poderá ser refeita pelo juiz competente,
a seu juízo. Idem, se provido o recurso especial interposto contra o acórdão com
que o tribunal houver julgado a exceção de suspeição ou a de impedimento.