Você está na página 1de 84

Copice-2007

Prof. Dr. Pedro César Fernandes


Tópico 05
Classificação de Angle (1899)
Classificação de Lischer (1911)
Classificação de Paul Simon(1922)
Introdução
Oclusão normal
• Strang (1950)
Complexo estrutural formado por dentes e maxilares,
caracterizado pela relação normal dos planos
inclinados oclusais dos dentes, em harmonia
arquitetônica com os ossos basais e crânio, com
contatos proximais e posições axiais adequadas, e
ainda associados ao crescimento, desenvolvimento e
posição normais das estruturas adjacentes.
Seis chaves de oclusão

Relação Movimentos
cêntrica livres
OCLUSÃO
NORMAL

Estética facial Função muscular


Maloclusão

• Wylie (1947)
“Relação alternativa de partes
desproporcionais”
Ossos

Dentes Nervos
Músculos
Sistema de classificação das
maloclusões

• Definição
• Objetivos
• Aplicação
• Agrupar casos clínicos, de aparência
semelhante, para facilitar a manipulação
e a discussão.

Não é um sistema de diagnóstico, nem um


método para determinar prognóstico ou
uma maneira de definir o tratamento.
Referência

Comparação Comunicação

Tradição
“Estude cuidadosamente a maloclusão,
descreva-a em detalhes e, então, se
possível, classifique-a.”
Moyers
Histórico

• Carabelli (1842)
• Angle (1899)
• Lischer (1911)
• Simon (1922)
• Ackerman & Proffit (1969)
•Carabelli (1842)
 Mordex normalis
 Mordex rectus
 Mordex abertus Mordida aberta

Oclusão normal Mordida de topo


•Carabelli (1842)
 Mordex prorsus
 Mordex retrorsus

 Mordex tortusus

Retrusão

Protrusão Mordida cruzada


• Angle (1899)

1o MOLAR SUPERIOR PERMANENTE


• Lischer (1911)

 Má formação dos maxilares

 Desarmonia entre as arcadas

 Mal posicionamento dentário


• Simon (1922)

 Plano Orbital
 Plano Sagital Médio
 Plano de Frankfurt
• Simon (1922)

RELAÇÕES ÂNTERO-
POSTERIORES

PROTRAÇÃO
RETRAÇÃO
• Simon (1922)

RELAÇÕES MÉDIO-LATERAIS

CONTRAÇÃO
DISTRAÇÃO
• Simon (1922)

RELAÇÕES VERTICAIS

ATRAÇÃO
ABSTRAÇÃO
• Ackerman e Proffit (1969)

1. ANÁLISE DA ARCADA DENTÁRIA

2. ANÁLISE DO PERFIL

3. AVALIAÇÃO TRANSVERSAL

4. AVALIAÇÃO SAGITAL

5. AVALIAÇÃO VERTICAL
• Ackerman e Proffit (1969)
Classificação de Angle
Classificação de Lischer
Classificação de Simon
Classificação de Angle (1899)

Primeiro molar permanente superior


estaria invariavelmente na posição
correta.

Classe I Classe II Classe III


Classe I Classe II Classe III
Classe I de Angle

• Relação ântero-posterior normal entre a


maxila e a mandíbula

• Cúspide mesiobucal do primeiro molar


superior permanente articulando no sulco
mesiobucal do primeiro molar permanente
inferior
Classe I de Angle
Características da Classe I
• Perfil facial reto
• Perfil labial
• más posições dentárias individuais
• apinhamentos
• diastemas
• mordida aberta
• sobremordida profunda
• mordida cruzada
• biprotrusão
Maloclusão Classe I
Classe II de Angle

• Relação dorsal da mandíbula em relação à


maxila.

• Sulco mesiobucal do primeiro molar


permanente inferior articulando posterior
à cúspide mesiobucal do primeiro molar
superior permanente.
Classe II de Angle

Classe II, divisão 1a Classe II, divisão 2a

Inclinação dos
incisivos
Classe II, divisão 1a de Angle
Classe II, divisão 2a de Angle
Características da Classe II,
a
divisão 1 de Angle
• Incisivos superiores em labioversão.
• Sobressaliência excessiva
• Função muscular alterada
• Hábito deletério
• Perfil facial convexo
• Perfil labial
• Curva de Spee acentuada.

• Más posições dentárias individuais


Dentes inferiores podem
estar corretamente
posicionados
Arcada superior
apresentando atresia
na região dos pré-
molares.
Classe II, div 1aa com sobremordida profunda
Classe II, div 1aa com mordida aberta
Classe II, div 1aa com mordida cruzada posterior
Características da Classe II,
a
div. 2 de Angle
• Incisivos superiores lingualizados
• Caninos superiores vestibularizados
• Mandíbula - trajetória mais retrusiva
• Perfil facial tende a reto.
• Função muscular pode estar normal.
• Curva de Spee reversa na arcada
superior
• Curva de Spee acentuada na arcada
inferior
• Más posições dentárias individuais
Classe II, div 2aa com sobremordida profunda
Divisão - Subdivisão
Classe II de Angle

Classe II, divisão 1a Classe II, divisão 2a

Subdivisão

direita esquerda
Classe II, div 2aa subdivisão esquerda
Classe III de Angle

• Relação ‘mesial’ da mandíbula em relação


à maxila.

• Sulco mesiobucal do primeiro molar


permanente inferior articulando anterior à
cúspide mesiobucal do primeiro molar
superior permanente.
Classe III de Angle
• Perfil facial côncavo
• Perfil labial
• Incisivos superiores lingualizados, ou
apinhados e caninos bloqueados.
• Função muscular alterada

• Más posições dentárias individuais


Maloclusão Classe III
Subdivisão
Classe III de Angle

Subdivisão

direita esquerda
Críticas à classificação de
Angle

• Ênfase ao posicionamento do primeiro molar


superior
• Não utilizava cefalometria

Só aborda os problemas ântero-


posteriores
É o mais tradicional
Mais prático
Mais popular em uso
Classificação de Lischer

Nomenclatura para as más posições dentárias

Simplesmente acrescenta o sufixo


‘versão’, indicando a direção do desvio
em relação à posição normal.
Classificação de Lischer

Nomenclatura para as más posições dentárias

Os termos são combinados quando o


dente assume uma má posição envolvendo
mais de uma direção fora do normal.
Classificação de Lischer
Linha de oclusão
Nomenclatura para as más posições dentárias

• Mesioversão • Infraversão

• Distoversão • Supraversão

• Linguoversão • Perversão (impactação)

• Labioversão (bucoversão) • Transversão

• Torsiversão (giroversão) (transposição)


1.Mesioversão
2.Distoversão

3.Linguoversão
4.Labioversão

5.Infraversão

6.Supraversão
7.Giroversão
8.Impactação

9.Transposição
1.Mesioversão
2.Distoversão

3.Linguoversão
4.Labioversão

5.Infraversão

6.Supraversão

7.Giroversão
8.Impactação

9.Transposição
1.Mesioversão
2.Distoversão
3.Linguoversão
4.Labioversão
5.Infraversão

6.Supraversão

7.Giroversão
8.Impactação
9.Transposição
1.Mesioversão
2.Distoversão
3.Linguoversão
4.Labioversão
5.Infraversão

6.Supraversão

7.Giroversão
8.Impactação
9.Transposição
1.Mesioversão
2.Distoversão
3.Linguoversão
4.Labioversão
5.Infraversão

6.Supraversão

7.Giroversão
8.Impactação
9.Transposição
1.Mesioversão
2.Distoversão
3.Linguoversão
4.Labioversão
5.Infraversão

6.Supraversão

7.Giroversão
8.Impactação
9.Transposição
Conclusões

• Nenhum sistema é verdadeiramente


abrangente
• Todos são estáticos no conceito
• Muitos são limitados no enfoque
• A maioria é tradicionalmente mal aplicada
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
1.Ackerman, J.L.; Proffit, W.R. The caracteristics of
malocclusion: a modern approach to classification
and diagnosis. Am J Orthod, v.56, n.5, p.443-454,
Nov. 1969

2.Angle, E.H. Classification of malocclusion. Dental


Cosmos, v.41, n.1, p.248-357, 1899

3.Lischer, B.E. The diagnosis of malocclusion. Dental


Cosmos, v.53, p.412-422, 1911.
4.Moyers, R.M. Ortodontia, 3a. Ed., Guanabara
Koogan, Rio de Janeiro, 1984.

5.Proffit, W.R. Ortodontia contemporânea, Guanabara


Koogan, 2a. d., Rio de Janeiro

6.Rakosi, Graber . Orthdontics Atlas

7.Van der Linden, Ortodontia- Desenvolvimento da


dentição, Quintessence

8. Ferreira, F.V.