Você está na página 1de 98

Caminhão • Veículo Completo <> Voith

Retardador • Treinamento Básico

Caminhão • Sistema de Tração


Retarder Voith

Treinamento Básico

Status 08/05
Este documento é somente para o uso do treinamento e não está sujeito ao serviço contínuo de atualização.

Impresso na Alemanha
© 2005 Copyright DaimlerChrysler AG
Herausgeber: Treinamento Global
Este trabalho e todas as partes do mesmo está protegido pelo autor por lei. Todo uso ou manuseamento
necessita da autorização por escrito da DaimlerChrysler AG. Isso é principalmente válido no caso
de cópias, distribuição, editoração, tradução, microfilmagens e a gravação e/ ou a editoração em sistemas eletrônicos,
inclusive bancos de dados e serviços on-line.
.

1511 1658 02 - 1a Edição 08.05 100 Status 08/05


Índice 15.08.2005

Título Página

Objetivos do Curso .................................................................................................................................................................................................................................... 1


Vantagens e princípio operacional dos freios contínuos.......................................................................................................................................................................... 3
Retarder secundário Voith 115 H (código BA9) ......................................................................................................................................................................................... 8
Operar o freio contínuo ........................................................................................................................................................................................................................... 12
Retarder R115H <> Acionamento e modo de operação.......................................................................................................................................................................... 17
KontAct Actros 2 diagrama de rede ........................................................................................................................................................................................................ 18
Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção ............................................................................................................................................................ 27
Retarder R115H <> Troca de óleo........................................................................................................................................................................................................... 38
Trabalho Prático <> R115H (código BA9) .................................................................................................................................................................................................42
Trabalho Prático <> R115H Diagnóstico off board .................................................................................................................................................................................... 43
Árvore de resolução de problemas para o Retarder ................................................................................................................................................................................47
Vazamento do Retarder no lado da ventilação (formação de gotas) ....................................................................................................................................................... 51
Vazamento do Retarder entre o rotor e a placa do estator ...................................................................................................................................................................... 52
Troca do Retarder secundário R 115 H (código BA 9) .............................................................................................................................................................................. 54
Troca completa do Retarder VR 115 H ..................................................................................................................................................................................................... 55
Novo Retarder Voith VR 115 HV (código BA1).........................................................................................................................................................................................56
Retarder Voith R115 HV ........................................................................................................................................................................................................................... 59
Remover/instalar o retarder Voith VR115 HV.........................................................................................................................................................................................67

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Índice I 1
Prática ...................................................................................................................................................................................................................................................... 68
Trabalho Prático <> Diagnóstico R115 HV ............................................................................................................................................................................................... 85
Retarder Voith VR115 HV – Árvore de resolução de problemas ............................................................................................................................................................. 87
Reclamações sobre o freio de serviço ....................................................................................................................................................................................................... 92

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Índice I 2
Objetivos do curso 15.08.2005

Objetivos do curso do treinamento NNRV:

Dia 1:

Manhã: Teoria sobre o Retarder R115H

PP … • familiarizar-se com as vantagens e o princípio operacional dos freios contínuos.


• familiarizar-se com o retardador secundário Voith 115 H (código BA9).
• familiarizar-se com a operação do freio contínuo.
• familiarizar-se com a ativação e modo de operação no retardador R115H.
• familiarizar-se com a execução da troca de óleo (capacidade de abastecimento, classificações do óleo, torques).
• familiarizar-se com o esquema de rede KontAct no Actros 2.
• familiarizar-se com os procedimentos no caso de uma troca de retardador ou troca de retardador padrão.

Tarde: Prática

PP … • familiarizar-se com a maneira de desmontar e montar o Retarder na prática.


• familiarizar-se com o projeto e a função dos grupos de construção (remoção/instalação de válvulas) na prática.
• aprender como executar um diagnóstico off-board na prática.
• usar a árvore de resolução de problemas na prática de forma objetiva.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Objetivos do Curso 1
Dia 2:

Manhã: Teoria sobre o Retarder R115HV

PP … • familiarizar-se com as vantagens e inovações, bem como com a localização dos componentes no novo Retarder.
• familiarizar-se com o novo Retarder Voith (esquema de controle, tarefas dos componentes, descrição da função, etc.).
• familiarizar-se com a execução da troca de óleo.
• familiarizar-se com a remoção e a troca do Retarder.

Tarde: Prática

PP … • familiarizar-se com a maneira de desmontar e montar o Retarder na prática.


• familiarizar-se com o projeto e a função dos grupos de construção (remoção/instalação de válvulas) na prática.
• familiarizar-se com a remoção/instalação do cartucho do Retarder na prática.
• aprender como executar um diagnóstico na prática.
• usar a árvore de resolução de problemas na prática de forma objetiva.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Objetivos do Curso 2
Vantagens e princípio operacional dos freios contínuos 15.08.2005

0,5
Temp. der Bremstrommel [°C]

0,4

0,3

0,2

0,1

GT43_30_0043_C11 PPT

Benefícios Segurança
• Frenagem sem desgaste – custos reduzidos com reparo do freio • Maior segurança ao dirigir na descida
• Menor tempo de transporte – maior velocidade média • Sem enfraquecimento dos freios mecânicos
• Tempo reduzido de inatividade – menos visitas à oficina para reparo do • Compatibilidade com os sistemas ultra-modernos do veículo
freio • Deixa o motorista menos cansado
• Maior quilometragem dos pneus com um estilo adequado de dirigir
• Projeto leve – pouca perda de carga útil

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Vantagens e princípio operacional dos freios contínuos 3
Localização Primária
Instalação
No sistema de tração entre o motor e a embreagem ou na parte dianteira da árvore de manivelas
Efeito
Depende da marcha engatada. Quanto menor a marcha, maior o efeito.

1 Retarder
2 Eixo traseiro
3 Eixo articulado
4 Transmissão
5 Embreagem
6 Motor

N43.00-2061-01

Localização Secundária
Instalação
No sistema de tração, entre a transmissão e o eixo traseiro.

Efeito
Depende da velocidade do eixo articulado. Não depende da marcha engatada.

1 Retarder I
2 Eixo traseiro
3 Eixo articulado
4 Transmissão
5 Embreagem
6 Motor
N43.00-2062-01

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Vantagens e princípio operacional dos freios contínuos 4
Versão Eletrodinâmica

Projeto
Os principais componentes do freio eletrodinâmico são:
Disco de ferro macio (rotor)
Bobina (estator)
O disco de ferro macio é conectado ao eixo de tração e as bobinas
são conectadas à carcaça da caixa de mudanças.

1 Bateria
2 Interruptor
3 Solenóides
4 Movimento
5 Força do freio
N43.40-2014-01
Função
Em freios eletrodinâmicos, a energia cinética do disco de ferro macio é usada
para frear o veículo com a ajuda de força eletromagnética.
Uma ação do freio é obtida devido ao fato de que os campos magnéticos integrados das bobinas
dependem da intensidade da corrente.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Vantagens e princípio operacional dos freios contínuos 5
Princípio
O campo magnético da bobina induz a tensão no disco de ferro macio.
Devido à baixa resistência elétrica do disco de ferro macio, grandes correntes
elétricas se formam dentro dele, que por sua vez, geram um campo magnético.
A força desses campos magnéticos neutraliza o movimento rotativo
do disco de ferro macio = > ação do freio.
A energia cinética é convertida em calor no processo.
Portanto, os discos de ferro macios são resfriados por ar ou água.

W43.40-2009-11

Vantagens do freio eletrodinâmico:


• Curto tempo de resposta, pode ser usado quase que imediatamente devido ao princípio ativo eletromagnético. Não há perda de tempo até que a força
mecânica de frenagem tenha efeito.
• Por meio de um controle elétrico, pode ser otimizadamente integrado a todos os sistemas de controle de freio, como ABS, regulagens de derrapagem de
aceleração e sistemas com velocidade constante.
• Não desgasta o freio e não requer manutenção especial.
• Efeito muito bom, mesmo com pequena rotação do eixo cardã.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Vantagens e princípio operacional dos freios contínuos 6
Versão Hidrodinâmica

Estrutura

Os principais componentes do freio hidrodinâmico são:

a Impulsor (rotor)
b Turbina (aqui estator)
Q
c Fluxo de óleo
O impulsor é firmemente conectado ao eixo de tração e o estator é firmemente conectado à carcaça do
Retarder.

Função
No caso de ativação do retarder, o fluído é pressionado para dentro da câmara de serviço entre o
rotor e o estator. O rotor tem que integrar o fluído a seu movimento giratório e acelerá-lo.
No processo, o fluído é transportado para o diâmetro externo, atravessando para o estator.
O fluído é desviado no estator e fornecido para o rotor novamente no diâmetro interno da câmara de W43.30-1028-01
serviço.rv
A energia necessária para acelerar o fluído é tirada da energia cinética do veículo e, assim, tem uma ação de
freio.
A energia do fluxo incorrido é convertida em calor.
O calor é dissipado por meio do sistema de refrigeração do motor.

Vantagem do freio hidrodinâmico (R115 H)


• O poder de frenagem do Retarder depende da marcha engatada e é totalmente eficaz mesmo nas interrupções de mudança de marcha.
• O peso morto é baixo devido ao projeto compacto do Retarder.
• Devido à instalação assimétrica do Retarder, vários conjuntos principais adicionais podem ser operados no eixo da transmissão intermediária
por meio da tomada de força.
• Devido à relação de transmissão (alta velocidade), é possível uma boa desaceleração mesmo com o veículo a uma velocidade baixa.
• O baixo desgaste do freio do sistema de freio reduz os custos de manutenção.
• Aumento de eficiência de transporte devido a velocidades médias mais altas ao dirigir na descida sem sobrecarga dos freios das rodas.
• Proteção do sistema de tração.
• Compatibilidade com outros sistemas elétricos (bus do CAN).
08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico
Vantagens e princípio operacional dos freios contínuos 7
Retarder secundário Voith 115 H (código BA9) 15.08.2005

O Retarder é um poderoso freio hidrodinâmico permanente com um design


compacto para veículos comerciais da série modelo pesado.

Todos os objetivos do projeto foram atingidos com o Retarder de alta velocidade:

• É extremamente compacto e leve e pesa menos de 100 kg quando em


funcionamento.

• O Retarder tem seu próprio abastecimento de óleo e, assim, não força a caixa
de mudanças. O calor de frenagem resultante é transmitido ao sistema de
refrigeração do veículo pelo óleo do retarder por meio do trocador de calor.

• O torque de freio é alto, mesmo em baixas velocidades de rotação.


(Ponto do projeto: 2000 Nm foram medidos a 500 rpm).
O Retarder de alta velocidade é diretamente conectado à lateral da extremidade
externa da caixa de mudanças e é acionado pelo eixo de saída da caixa de
mudanças usando uma
relação de transmissão de i = 2,03 ou 1,68 (i = 1,68 somente com G240/260).

• O sistema Retarder permanece dentro dos limites da caixa de mudanças e


não influencia de forma nenhuma a acessibilidade à caixa de mudanças. As
tomadas de força são totalmente utilizáveis; a instalação é possível sem
abreviar o eixo articulado.
W43.30-0066-06

O torque de frenagem do Retarder permanece ativo mesmo quando a caixa


de mudanças está mudando de marchas.
D Perigo!
O Retarder ativado não assegura que o veículo fique parado.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder secundário Voith 115 H (código BA9) 8
Caixa de Mudanças Range Mercedes-Benz com Retarder Voigh 115 H

sem tomada de força

com tomada de força NA 4/120-1b

W43.30-1046-06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder secundário Voith 115 H (código BA9) 9
A identificação do Retarder (2) está localizada no reservatório de óleo na parte inferior direita na direção
do trajeto.

W43.30-0065-11

As informações a seguir podem ser encontradas na identificação do Retarder:

(2) Número de série: Número de seis dígitos


(3) Ano de fabricação
(4) Relação de transmissão do Retarder
(5) Número do grupo básico: Número oito dígitos 2
(6) Número da peça Mercedes-Benz: Número de dez dígitos 4 3
5
6

GT_43_30_0003

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder secundário Voith 115 H (código BA9) 10
W43.30-1025-01

Torque do freio no eixo articulado M(BR)max = 3200 Nm

rotação máx. do retarder nmax. = 4870 rpm a nGWmax. 2400 rpm, a i = 2,03

Fluído de operação Óleo do motor com uma única classificação

Capacidade de abastecimento (troca de aprox. 5,9 litros


óleo, verificação do nível do óleo)

Peso (Retarder instalado e aprox. 95 kg


operacional, incl. troca de óleo)

sem abastecimento do líquido aprox. 62,5 kg


de arrefecimento

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder secundário Voith 115 H (código BA9) 11
Operar o freio contínuo 15.08.2005

Funções básicas

Tarefa/pergunta Quais as 4 funções básicas que podem ser operadas com a alavanca no lado
direito da coluna de direção?

Controle de velocidade de cruzeiro

Tarefa/pergunta a) Qual a velocidade inicial a ser armazenada usando o controle de velocidade de cruzeiro?
b) Qual a taxa de redução da velocidade com a alavanca de controle de velocidade de cruzeiro
na posição 2?
a)

b)

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Operação do freio contínuo 12
Temposet (velocidade máxima ajustável)

Tarefa/pergunta O que acontece quando a alavanca é mudada para a posição 3?

Notas:

- Se a velocidade máxima ajustada for excedida (ex.: ao fazer uma ultrapassagem): Pressione
brevemente o pedal do acelerador até o fim, além da posição de plena carga. Solte o pedal do acelerador
depois que o veiculo for acelerado e operado novamente. O limitador da velocidade especificada será
ativado novamente.
- Se a velocidade máxima especificada tiver de ser aumentada:
Pressione e mantenha pressionado o botão do acelerador do veículo. Uma vez alcançada a
velocidade desejada, solte o botão.
- Se a velocidade máxima especificada tiver de ser aumentada: Solte o pedal do acelerador (se
necessário, freie o veículo). Uma vez alcançada a velocidade desejada, pressione o botão.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Operação do freio contínuo 13
Lâmpada de controle

Tarefa/pergunta O que significa quando, enquanto a alavanca é operada, a luz de controle do freio contínuo
(1) está ...
... acesa?

... apagada?

... piscando?

Tarefa/pergunta O que significa quando a luz de controle do freio está acesa nos veículos com sistema de alarme via
satélite enquanto o freio contínuo é acionado?
A velocidade do veículo está muito alta para reduzir para uma marcha menor.
O efeito do Retarder está muito alto.
O efeito do Retarder está muito baixo.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Operação do freio contínuo 14
Freio contínuo

Alavanca de operação Axor/Actros

Tarefa/pergunta Que freios adicionais serão ativados quando a alavanca atuadora estiver nas posições
correspondentes no caso de um controle do motor/freio contínuo para um veículo parado? Utilize as
instruções de uso! Complete a lista!

Posição 1 da alavanca

Posição 2 da alavanca

Posição 3 da alavanca

Posição 4 da alavanca

Posição 5 da alavanca

Nota:
Dependendo da posição da alavanca ao dirigir, 20/40/60/80/100 % do torque de freio disponível são
exibidos pelo comando do veículo.

Tarefa/pergunta Em que condição operacional está o Retarder quando o controle ABS é ligado?
Ligado, a indicação no display não está acesa
Modo buffer
Desligado, a indicação no display está apagada
Desligado, a indicação no display está acesa

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Operação do freio contínuo 15
Controle de Velocidade de Cruzeiro do Freio Contínuo (Somente Retarder Resfriado a Água)

Tarefa/pergunta Que condição deve ser atendida antes do controle de velocidade de cruzeiro do freio ser atiivado?

Tarefa/pergunta Quando o controle de velocidade de cruzeiro do freio contínuo é desligado?

Controle de velocidade de cruzeiro do freio contínuo (somente Retarder resfriado a água)

Notas:
- Quando o veículo é acelerado com o pedal do acelerador enquanto o controle de velocidade de cruzeiro do freio contíinuo é ativado, a velocidade
armazenada é regulada novamente depois de soltar o pedal do acelerador.
- Se o efeito de freio contínuo tiver de ser diminuído (ex. da posição da alavanca 2 para 3 ou 4), o veículo automaticamente desacelera até que
a ação máxima do freio contínuo seja alcançada.
- Então, quando a alavanca atuadora diminui em pelo menos um nível (ex. da posição 3 para 2), o veículo acelera novamente até que a velocidade
armazenada seja alcançada.
- A velocidade armazenada é automaticamente apagada quando o veículo estiver parado ou quando a chave na ignição do volante de direção for
totalmente girada para a esquerda.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Operação do freio contínuo 16
Retarder R115H <> Atuação e modo de operação 15.08.2005

Atuação eletrônica para Atego, Axor, Actros (BM 950-954)

N00.19-2058-09

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Ativação e modo de operação 17
KontAct Actros 2 diagrama da rede 15.08.2005

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


KontAct Actros 2 diagrama da rede 18
AM Modulador do eixo SCR Redução Catalítica Seletiva
AG Seleção automática da marcha SPA Assistente da convergência
ANH Interface eletrônica do CAN do reboque SR Controle de estabilidade
ART Controle de velocidade de cruzeiro inteligente autônomo SRS Sistema de cintos de segurança
AUF Interface do CAN eletrônico da carroceria TCO Tacógrafo
BS Sistema de freio TEL Telefone
BTS Interruptor de desconexão da bateria GGVS TMF Módulo da porta do motorista
EAB Interface eletrônica do CAN do freio do reboque TMB Módulo da porta do passageiro dianteiro
EDW Sistema de alarme antifurto TP Plataforma Telematik
FFB Controle remoto do rádio WR Controle de oscilação
FLA Sistema de partida por chama WS Sistema de manutenção
FM Módulo dianteiro WSK Embreagem do conversor de torque
FR Controle do veículo X13 Acoplamento do teste de diagnóstico
GM Módulo básico ZDS Memória central de dados
GS Controle da caixa de mudanças ZHE Aquecimento auxiliar
HM Módulo traseiro ZL Direção auxiliar
HZR Controle do aquecedor Z2 Ponto de Interpolação 2
INS Painel de instrumentos Z3 Ponto de Interpolação 3
KB Operação da embreagem
KDiag Linha K de diagnóstico
KNot Modo de funcionamento de emergência da linha K 1 Bus do CAN do veículo com 500 kBaud
KOM Interface de comunicação 2 Bus do CAN interior com 125 kBaud
KR Comando da embreagem 3 Bus do CAN da Armação de montagem com 250 kBaud
LWS Sensor de ângulo do volante de direção 4 Bus do CAN do motor com 125 kBaud
MSF Painel do interruptor modular 5 Bus do CAN da transmissão com 250 kBaud
MR Controle do motor 6 Bus do CAN do freio com 500 kBaud
NR Controle de nível 7 Interface do CAN da eletrônica do reboque com 125 kBaud
PSM Módulo especial parametrizável 8 Interface do CAN da eletrônica da carroceria com 125 kBaud
RAD Rádio 9 Bus do CAN do Telematik com 250 kBaud
RD Monitor de pressão do pneu 10 Bus do CAN TCO com 125 kBaud
RS Controle do Retarder 11 Interface do CAN EAB com 125 kBaud

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


KontAct Actros 2 diagrama da rede 19
Tarefa/pergunta Examine o esquema elétrico para controle (hidráulico) do Retarder no WIS!

a) Quantos estágios existem e qual é a diferença entre o comando para Actros e para Atego
18 t (antigo)?

b) Em qual conector a alavanca atuadora do freio contínuo no módulo de comando está conectada?

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


KontAct Actros 2 diagrama da rede 20
Modo hidráulico de operação

A Cárter de óleo
B Pressão de alimentação pV
C Pressão de controle pY
D Líquido de arrefecimento
E Pressão na carcaça pG

N43.30-2027-76

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


KontAct Actros 2 diagrama da rede 21
1 Trocador de calor 21 Válvula proporcional 43 Cárter de óleo
2 Unidade de comando do Retarder 22 Ventilação (metal pulverizado) 44 Estator
3 Bus do CAN do veículo 23 Válvula de entrada e saída de ar 46 Rotor
4 Circuito de conexão 15 25 Ativação “A” do Tubo de ar comprimido (TAC) 55 Parafuso central de drenagem de óleo
5 Circuito de conexão 30 26 Pressão de alimentação do TAC 62 Válvula de controle da pressão
8 Ligações na massa 27 Sinal “torque do Retarder especificado" 63 Entrada da válvula de retenção
15 Sinal de comando ABS/freio 28 Sinal "Rotação na saída da caixa de mudanças" 64 Saída da válvula de retenção
16 Comando do motor/freio contínuo operacional 29 Painel de instrumentos (INS)
17 Lâmpada de controle do Retarder 36 Tubo de ventilação "R"
19 Sensor de temperatura do líquido de arrefecimento 41 Tubo de subida
20 Sensor de temperatura do óleo 42 Reservatório de óleo

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


KontAct Actros 2 diagrama da rede 22
Tarefas dos componentes individuais

Sensor de temperatura do líquido de arrefecimento (19), óleo (20)


Os sensores de temperatura são parafusados no sistema de arrefecimento do veículo (tubo de retorno do Retarder para o radiador) e para dentro do tubo de óleo
do Retarder e enviam informações sobre o líquido de refrigeração e temperatura para a unidade de comando.
Para evitar que o líquido de refrigeração e a temperatura do óleo especificada na unidade de commando sejam excedidos, o torque do freio é
correspondentemente ajustado para proteger o sistema de refrigeração do veículo e o Retarder. A pressão de controle py é ajustada.
O torque de freio e o calor que ocorre dessa forma se ajustam até que haja equilíbrio entre a energia do freio do retarder incidente e a energia térmica que pode
ser dissipada através do sistema de refrigeração do veículo.
Quando o valor limite de temperatura for excedido enquanto se pressiona o freio, o torque de freio será ajustado para proteger o sistema de refrigeração do
veículo e o Retarder. Quando a faixa-limite de temperatura for excedida, o torque do freio não é mais fornecido.
Enquanto o limitador de temperatura estiver ativo ou quando o retarder falhar, a velocidade do veículo deve ser ajustada com o freio de serviço.
Além disso, a unidade de comando ajusta o torque do freio quando a temperatura do óleo aumentar muito rapidamente – independente da temperatura real do
óleo.
Válvula proporcional (21)
A válvula proporcional (21) fornece uma pressão pneumática de controle para o reservatório de óleo (42) do Retarder dependendo do tamanho do sinal elétrico de
entrada.
Válvula de entrada e saída de ar (23)
O ar no circuito de operação é retirado do retarder pelo óleo no começo da frenagem por meio da válvula de entrada e saída de ar (23) e da ventilação na tampa
da válvula de entrada e saída de ar. Uma vez que o circuito de operação é purgado, um ponto flutuante sobe e fecha a válvula de entrada e saída de ar (23).
Válvula de controle da pressão (62)
A válvula de controle de pressão (62) regula a lubrificação enquanto o Retarder está no modo repouso.
Entrada da válvula de retenção (63)
Quando o Retarder é ativado, o cárter de óleo (43) é pressurizado, o óleo flutuante abre a entrada da válvula de retenção (63) e alcança a câmara de serviço.
Saída da válvula de retenção (64)
A pressão do óleo na câmara de serviço abre a saída da válvula de retenção (64), conseqüentemente, o óleo alcança o trocador de calor (1), onde o óleo é
resfriado e alimentado novamente no circuito de operação.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


KontAct Actros 2 diagrama da rede 23
Modo de operação do Retarder

LIGAR
Modo de operação do Retarder R 115 H com controle Digiprop

Quando a alavanca atuadora do comando do motor/freio contínuo (16) é operada, a unidade de comando
do Retarder (2) recebe um sinal de entrada que é convertido em uma mensagem do CAN e, em seguida,
transmitido. Esses e outros dados são usados na unidade de comando FR (controle do veículo) para
calcular o valor especificado do torque do freio do Retarder transmitido por meio do bus do CAN do
veículo (3).

A unidade de comando do Retarder (2) recebe os sinais de "Torque do Retarder especificado" e "Rotação
na saída da caixa de mudanças" por meio do bus do CAN do veículo (3). Através do ajuste do mapa, uma
corrente de comando é calculada usando esses valores, alimentando a válvula proporcional (21).

(Se a unidade de comando do Retarder (2) estiver no modo AUTO, uma corrente da válvula diretamente
especificada é fornecida para a válvula proporcional (21), dependendo da posição da alavanca atuadora do
comando do motor/freio contínuo (16)).
O ar comprimido está presente na válvula proporcional (21), que é retirada do circuito de consumo W43.30-1028-01

secundário (pressão de alimentação pv). Princípio hidrodinâmico de


a Rotor (46)
A válvula proporcional (21) fornece uma pressão de controle pneumática (py) para o cárter de óleo b Estator (44)
(43) do Retarder dependendo do tamanho da corrente de comando. c Fluxo de óleo

Devido à pressão de controle (py) no cárter de óleo (43), uma determinada quantidade de óleo é
pressionada para dentro da câmara de serviço entre o rotor (46) e o estator (44) dependendo da condição
de operação (rpm do eixo articulado). No processo, o ar no circuito de operação é deslocado no começo da
frenagem pelo óleo por meio da válvula de entrada e saída de ar (23) e pela ventilação na tampa (válvula
de entrada e saída de ar) (antes ocorria por meio da ventilação de metal pulverizado (22)).

O rotor (46) está conectado ao eixo de tração do Retarder, o estator (44) está firmemente conectado à
carcaça do Retarder. O óleo é colocado em movimento através do movimento giratório do rotor (46) e
circula no fluxo de recirculação parcialmente fechado entre o rotor (46) e o estator (44). A deflexão do óleo
pelo estator faz com que o rotor pare, freando assim o veículo.
08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico
KontAct Actros 2 diagrama da rede 24
Desligar o Retarder
A eletrônica do Retarder desliga a válvula proporcional. O cárter de óleo é ventilado por meio da válvula proporcional (R) e da ventilação de metal pulverizado
(22). O rotor pressiona o óleo a partir da câmara de serviço para dentro do cárter de óleo através da válvula de escape (64) por meio do trocador de calor. A
válvula do regulador de pressão (62) garante que uma pressão máx. de lubrificação de 0,3 bar permaneça na câmara de serviço para a vedação dos rolamentos
e do eixo no lado do Retarder. A câmara de serviço é conectada à atmosfera novamente por meio da válvula de entrada e saída de ar.

Controle de temperatura

Adaptação do torque do freio se a temperatura do líquido de arrefecimento for muito alta


Se a temperatura do líquido de arrefecimento aumentar até a faixa de adaptação da temperatura quando o Retarder for freado, a corrente de comando para
a válvula proporcional (21) é comutada por um curto período de tempo de forma linear. A pressão de controle (py) é adaptada e, assim, o torque do freio do
Retarder é adaptado.

Em seguida, a adaptação para uma temperatura constante do líquido de arrefecimento é ativada, ou seja, se a temperatura medida for menor que a temperatura
máxima permitida, a pressão de controle (py) é aumentada continuamente (ao máximo até que uma adaptação não esteja mais ativa).
Se o oposto for verdadeiro, a pressão de controle (py) é reduzida (em casos extremos até 0).

O torque de freio e o calor que ocorre dessa forma se ajustam até que haja equilíbrio entre a energia do freio do retarder incidente e a energia térmica que pode
ser dissipada através do sistema de refrigeração do veículo.
Enquanto a adaptação do torque de freio for eficaz porque a temperatura do líquido de arrefecimento é muito alta, a lâmpada de controle do retarder acenderá.
Adaptação do torque de freio se a temperatura do óleo do Retarder for muito alta
Se a temperatura do óleo aumentar até a faixa de adaptação da temperatura quando o retarder é freado, a corrente de comando para a válvula
proporcional (21) é comutada de forma linear. A pressão de controle (py) é adaptada e, assim, o torque de freio do Retarder é adaptado.
Se a temperatura do óleo do Retarder aumentar acima da faixa de adaptação da temperatura, o torque de freio não será mais fornecido.

O torque de freio e o calor que ocorre dessa forma se ajustam até que haja equilíbrio entre a energia do freio do retarder incidente e a energia térmica que pode
ser dissipada através do sistema de refrigeração do veículo.
Enquanto a adaptação do torque do freio for eficaz porque a temperatura do óleo está muito alta, a lâmpada de controle do Retarder acenderá.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


KontAct Actros 2 diagrama da rede 25
Adaptação do torque do freio se a temperatura do óleo do Retarder for muito alta

O gradiente de temperatura define uma mudança de temperatura em um determinado período de tempo. Um gradiente de alta temperatura indica uma
mudança de temperatura em um período de tempo relativamente curto, um gradiente de baixa temperatura indica uma mudança de temperatura em um
período de tempo relativamente longo.

A unidade de comando do retarder (2) ajusta o torque de freio quando a temperatura do óleo aumentar muito rapidamente (independentemente da
temperatura real do óleo do Retarder).

Se o gradiente de temperatura do óleo do Retarder aumentar até a faixa de adaptação quando o Retarder for freado, a corrente de comando para a
válvula proporcional (21) será ajustada. A pressão de controle (py) é adaptada e, assim, o torque do freio do Retarder é adaptado.

Enquanto a adaptação do torque de freio for eficaz porque o gradiente de temperatura do óleo é muito alto, a lâmpada de controle do retarder não acenderá.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


KontAct Actros 2 diagrama da rede 26
Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 15.08.2005

Projeto
Y44
O Retarder Voith 115H é um sistema de
freio contínuo com um design compacto,
sendo composto por um Retarder de alta
velocidade (1), reservatório de óleo (2),
e trocador de calor (3).

O rotor é firmemente conectado ao eixo de B66


tração e o estator é firmemente conectado à
carcaça do Retarder.

B65
1 Carcaça do Retarder
2 Reservatório de óleo
3 Trocador de calor
B65 Sensor de temp. do liq. arrefecimento
B66 Sensor de temp. do óleo
Y44 Válvula proporcional

A ilustração mostra o Retarder R115 H com 3


trocador de calor de alumínio
L 2 1

GT43_30_0023_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 27
Tarefa/pergunta P Descreva as funções dos seguintes grupos de construção por meio de palavras-chave!

Estator e Rotor

N43.30-2004-50

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 28
Localização do rotor: Está localizado na carcaça do Retarder na frente do estator e está conectado ao eixo de tração do Retarder.

Função do rotor:

Localização do estator: Está localizado na carcaça do Retarder e está firmemente conectado a ela.

Função do estator:

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 29
Válvula proporcional do Retarder

Localização

A válvula proporcional do Retarder (Y44) é


parafusada na chapa de amortecimento, na parte
superior da tampa do reservatório de óleo do
Retarder.

Função

W43.30-0112-06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 30
Função de Controle do Sensor de Temperatura (Água e Óleo)

Os sensores de temperatura para água e óleo são projetados como um


resistor PTC. Ou seja, eles aumentam sua resistência com o aumento de
temperatura. Os sensores são projetados para uma faixa de temperatura de
operação de -40 °C a +220°C e uma pressão de 30 bar (em média).
Localização
O sensor de temperatura do líquido de arrefecimento (65) é parafusado no
trocador de calor do tubo de saída do líquido de arrefecimento, o sensor de
temperatura do óleo (66), do lado do motorista abaixo da tampa superior do
reservatório de óleo.

Função

N43.30-2032-11

Tarefa/pergunta ¦ Que resistência você pode determinar com a ajuda do diagrama a 20 °C e a 80 °C?

Temperatura Resistor
20 °C
80 °C

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 31
Válvulas de Retenção

Entrada da válvula de retenção


Localização

A entrada da válvula de retenção (1) está


localizada na carcaça do Retarder (2), no tubo de
óleo a partir do reservatório de óleo para a câmara
de serviço.

Função

W43.30-0105-06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 32
Saída da válvula de retenção
Localização

A saída da válvula de retenção (1) está


localizada na carcaça do Retarder (2) no tubo
de óleo que sai do reservatório de óleo para o
trocador de calor.

Função

W43.30-0105-06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 33
Válvula de controle de pressão

Localização

A válvula do regulador de pressão (seta) está


localizada no tubo de óleo que vai da câmara de
serviço ao trocador de calor, na seção inferior da
carcaça do Retarder.

Função

4700 limpe a tela durante a troca de óleo

N43.30-2038-06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 34
Válvula de entrada e saída de ar

Localização

A válvula de entrada e saída de ar (1), composta por um elemento 3


da válvula (3), ponto flutuante (2) e gaiola do
ponto flutuante (4) está localizada na seção
superior da carcaça do Retarder (5)
abaixo da tampa da válvula de entrada e saída de ar (6). 6
1
Função 2

GT43_30_0024_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 35
Trocador de Calor e Circulação da água de refrigeração

Função

1 Trocador de calor de aço inoxidável (Axor)


2 Reservatório de óleo 2
1
GT43_30_0025_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 36
N20.00-2011-09
1 Reservatório de expansão 6 Suporte 11 Parafuso 16 Suporte
2 Carcaça do termostato 7 Braçadeira 12 Mangueira moldada 17 Mangueira moldada
3 Bomba d’água 8 Trocador de calor Voith 13 Conexão de entrada 18 Tubo direito, tubo de retorno
4 Ventilador 9 Retarder hidrodinâmico Voith 14 Junta 19 Suporte
5 Radiador 10 Extremidade da conexão 15 Tubulação esquerda, tubo de alimentação

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Projeto e função dos grupos de construção 37
Retarder R115H <> Troca de óleo 15.08.2005

A ilustração mostra um Retarder 115H


com trocador de calor de alumínio
Possíveis versões da aplicação:

Actros: Trocador de calor de alumínio


Axor: Trocador de calor de aço inoxidável

Verificação do nível do óleo: Método


de medição volumétrica
Uma verificação do nível do óleo (medição
volumétrica) é somente feita quando o
cliente reclamar da ação do Retarder,
como de um vazamento de óleo. 5.9 l – 0.2
l

2909 Bujão de abastecimento de óleo


2910 Anel de vedação
2918 O-ring
2919 Parafuso central de drenagem de óleo
2920 O-ring
4700 Tampão com rosca
4800 Anel de vedação
N43.30-2039-06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Troca de óleo 38
Tarefa/pergunta Qual deve ser a temperatura do óleo quando o óleo for drenado?

Tarefa/pergunta Para trocar o óleo, é necessário soltar 3 parafusos, anote-os!

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Troca de óleo 39
Tarefa/pergunta Use o WIS para inserir a capacidade de abastecimento de óleo, o tipo de óleo e os torques de aperto!

Capacidades de
abastecimento:

Capacidade de abastecimento, serviço litros

Capacidade de abastecimento depois da desmontagem e limpeza completas litros


Depois da substituição do trocador de calor litros

Classificações de óleo:

Óleo do motor com uma única classificação

Torques de aperto:

Tampão com rosca, válvula do regulador de pressão para a carcaça do Retarder Nm

Parafuso superior de abastecimento de óleo Nm


Parafuso lateral de abastecimento de óleo Nm

Parafuso central de drenagem de óleo Nm

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Troca de óleo 40
Intervalos de Troca de Óleo com Sistema de Manutenção Telligent®

Telligent® - sistema de manutenção (WS)


O sistema de manutenção Telligent® calcula as datas dependendo da carga das condições
operacionais do veículo para:

• Troca de óleo (serviço de revisão) nos principais grupos de construção (áreas de manutenção)
• Serviço de revisão geral em outras áreas de serviço.

"Serviço", a data esperada e o trajeto remanescente são automaticamente mostrados no display. As próximas
informações de serviço são fornecidas no vencimento do prazo para revisão.
Se "Immediate service" for exibido, a data de revisão foi excedida significativamente.
Quando uma informação de revisão for exibida, a área de revisão e a data de revisão podem ser solicitadas com a tecla de função (FIS).
O trabalho de manutenção adicional que não seja determinado pela unidade de comando dependendo da carga, é especificado
em intervalos de tempo.

Tarefa/pergunta O sistema de manutenção Telligent® também exibe a troca de óleo do Retarder?

Não
Sim

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder R115H <> Troca de óleo 41
Trabalho Prático <> R115H (código BA9) 15.08.2005

Tarefa/pergunta Desmonte e monte o Retarder!


Use o documento WIS correspondente para este fim!
Execute todo o trabalho listado!

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Trabalho Prático <> R115H (código BA9) 42
Trabalho Prático <> R115H Diagnóstico off board 15.08.2005

Pré-condições

Tarefa/pergunta Insira os pré-requisitos necessários para o diagnóstico off board com o DAS!

Tensão da bateria: V

Pressão de alimentação:

Resolução de problemas

Tarefa/pergunta Resolução de problemas com a ajuda de uma breve informação no DAS!


a) Que código de falha de corrente é exibido?

b) Encontre os componentes e a origem da falha usando o esquema elétrico especificado!

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Trabalho Prático <> R115H Diagnóstico off board 43
Tarefas Práticas para Pressão de Controle Estático

Tarefa/pergunta Faça um teste com a ajuda do documento WIS Teste de Controle para o Sistema Elétrico do
Controle do retarder RS!
A que temperatura da água e do óleo a pressão de controle é comutada por 0,5 bar na válvula
proporcional?

Temperatura da água: °C

Temperatura do óleo: °C

Tarefa/pergunta Mude a alavanca do freio contínuo para a posição 5!


Quanta pressão de controle é exercida no Retarder?
Quantos milliamperes são usados para ativar a válvula proporcional?
Preencha a tabela!

Corrente de comando Pressão de controle


Valor especificado mA bar
Valor real mA bar

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Trabalho Prático <> R115H Diagnóstico off board 44
Trabalho Prático – Teste Dinâmico com STAR DIAGNOSIS

Comece o programa de teste!

Tarefa/pergunta Quais pré-requisitos precisam ser atendidos para o teste guiado com o STAR DIAGNOSIS?

Tarefa/pergunta Faça o teste hidráulico do retarder!


Preencha a tabela!

Posição da alavanca Estágios da Velocidade rotacional


do freio contínuo transmissão no eixo articulado
Teste passo 1
Teste passo 2

Tarefa/pergunta P Qual a pressão máxima que pode ser usada para realizar o teste de vazamento do trocador de calor?
1 bar E
5 bar F
10 bar

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Trabalho Prático <> R115H Diagnóstico off board 45
Tarefa/pergunta Qual é o peso do ponto flutuante no qual o peso especificado não é excedido?
5 g E
12 g
15 g

Tarefa/pergunta Verifique o sensor de temperatura, que valor medido você encontra?

Valores: 10 -50 °C = 1039 – 1117


50 -70 °C = 1194 – 1271
70 -90 °C = 1271 – 1347

Tarefa/pergunta Aperte a tampa superior e inferior do reservatório de óleo.


Em que estágios você aperta os parafusos?
Aloque os torques de aperto para os estágios!

25 Nm

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Trabalho Prático <> R115H Diagnóstico off board 46
Árvore de resolução de problemas para o Retarder 15.08.2005

O processamento orientado por objetivos requer que se faça perguntas detalhadas ao cliente.

Reclamações da ação do freio

Nenhuma ação do freio Ação do freio muito fraca A ação do freio não é uniforme

O nível do óleo não está OK O nível do óleo não está OK O nível do óleo não está OK.

Interrupção do fornecimento de ar comprimido para A placa de amortecimento do Retarder Líquido de arrefecimento no Retarder está vazando
o Retarder devido a um WAT com defeito

Comando do motor/alavanca atuadora do Comando do motor/alavanca atuadora do Tubo de alimentação para a válvula
freio contínuo freio contínuo proporcional e/ou conectores
- Corrente para a válvula proporcional
- Corrente para a válvula proporcional Sensores de temperatura
- Válvula proporcional (py)
- Válvula proporcional (py) óleo/água

Ajuste de temperatura Ajuste de temperatura Retarder - ECU

Sensor de temperatura Sensores de temperatura Sinal errado por meio do bus


óleo/água óleo/água do CAN do veículo

Sinal errado por meio do bus Sinal errado por meio do Teste dinâmico do Retarder com STAR
do CAN do veículo bus do CAN do veículo DIAGNOSIS

Teste dinâmico do Retarder com STAR DIAGNOSIS

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Árvore de resolução de problemas para o Retarder 47
Reclamações da ação do freio

O Retarder não desliga após uma freada O retarder desliga com atraso após uma freada

Silencioso do retarder (saída de ar) muito sujo


- Corrente para a válvula proporcional
- Válvula proporcional (py)

A válvula de entrada e saída de ar do Retarder não


A válvula de entrada e saída de ar do Retarder não abre após uma freada
abre após uma freada

Comando do motor/alavanca atuadora do


freio contínuo

Sinal errado por meio do bus


do CAN do veículo

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Árvore de resolução de problemas para o Retarder 48
Controle de temperatura e do Retarder

O Limitador de temperatura do Nem todos os estágios do freio do Exibição de uma falha do Retarder
Retarder é ativado muito cedo Retarder podem ser ativados sem código de falha

Erro de operação Comando do motor/alavanca Erro de comunicação do Retarder do


atuadora do freio contínuo bus do CAN

Ajuste de temperatura Retarder - ECU

Sensores de temperatura Sinal errado por meio do bus do


óleo/água CAN do veículo

Temp. do liq. de arrefecimento muito alta devido ao sist.


de refr. estar calcificado ou com excesso de óleo

- Núcleo do radiador
- Bomba d’água
- Termostato

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Árvore de resolução de problemas para o Retarder 49
Perda de óleo no Retarder

Perda de óleo por meio Molhamento do óleo na área da Ejeção de óleo por meio do filtro de
do silencioso carcaça do rotor/Retarder ventilação de ar PE

O nível do óleo não está OK Coleta de óleo no furo de equilíbrio (anel Vedação da tampa da válvula de entrada e
de vedação do eixo radial) saída de ar montada errada/com defeito

Líquido de arrefecimento no Retarder Válvula de entrada e saída de ar


devido a WAT com defeito

Vedação da tampa da válvula de entrada e


saída de ar montada errada/com defeito

Válvula de saída

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Árvore de resolução de problemas para o Retarder 50
Vazamento do Retarder no lado da ventilação (formação de gotas) 15.08.2005

Em geral, o nível do óleo no Retarder sempre deve ser verificado neste caso.
O Retarder mostra óleo ejetado no lado da ventilação (discos pulverizados), se for preenchido com
muito ou pouco óleo.
Se o Retarder ainda tiver uma tampa de válvula de entrada e saída de ar sem ventilação, então, a tampa
precisa ser trocada.
Neste caso instale o kit de peças A 004 430 21 81.
Este kit de peças contém uma nova tampa com ventilação, uma nova vedação (observe a posição de
instalação!), bem como a luva (tubo de subida) que também deve estar vedada (com Loctite).

Aviso! Não direcione ar comprimido ao furo! Caso contrário, os elementos de


vedação no Retarder podem ser danificados!

Novo VELHO Novo VELHO Novo kit de peças

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Vazamento do Retarder no lado da ventilação (formação de gotas) 51
Vazamento do Retarder entre o rotor e a placa do estator 15.08.2005

Reclamação Vazamento no Retarder na parte inferior entre a o rotor e a placa do estator (veja a ilustração).

Somente se refere ao Retarder com tampa da válvula de entrada e saída de ar com ventilação.

A vedação da tampa da válvula de entrada e saída de ar precisa ser trocada e uma bucha (A 000 432
00 53) deve ser fixada no furo de ventilação na carcaça do Retarder.

(Consulte o ponto anterior).

Atenção:

Não direcione ar comprimido ao furo! Caso contrário, os elementos de vedação no


Retarder podem ser danificados!

É imprescindível observar a posição de instalação da vedação!

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Vazamento do Retarder entre o rotor e a placa do estator 52
Substituição do Trocador de Calor de Alumínio por um Trocador de Calor de Aço Inoxidável para o Actros com R 115 H

Quando o trocador de calor estiver muito desgastado (ex. rápida redução de potência), como em caminhões para transporte de toras (sobrecarregado), uma
substituição deve ser considerada. Neste caso, é melhor usar um refrigerador de aço inoxidável para controlar o desgaste.

Durante a modificação, não somente o trocador de calor deve ser trocado, mas também o reservatório de óleo (devido à distância do chassi), e a válvula de
saída.

O kit de substituição somente pode ser adquirido através da organização Voith, bem como as instruções para a substituição.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Vazamento do Retarder entre o rotor e a placa do estator 53
Troca do retarder padrão R 115 H (código BA 9) 15.08.2005

Se o Retarder apresentar uma falha mecânica (rolamento do eixo do Retarder) ou não mais tiver
qualquer saída, a Voith oferece um retarder padrão em troca. Ele consiste na parte dianteira do Retarder
e na válvula de entrada e saída, juntamente com as instruções para substituição.

Se for detectado que o óleo contém cavacos de metal ao drenar o óleo no Retarder com defeito, o
trocador de calor também precisa ser substituído e o reservatório de óleo deve ser totalmente limpo.

Atenção:
Verifique a relação de transmissão (plaqueta de tipo) antes da montagem ou compare o número de
dentes na marcha de partida.

GT43_30_0026_C02

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Troca do Retarder padrão R 115 H, código BA 9 54
Troca completa do Retarder VR 115 H 15.08.2005

Troca completa do Retarder VR 115 H

Compare a relação de transmissão do Retarder em ambas as plaquetas de tipo.

W43.30-0065-11

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Troca completa do Retarder VR 115 H 55
Novo Retarder Voith VR 115 HV (código BA1) 15.08.2005

A partir de 10/2004, o Retarder Voith R115 HV com saída otimizada e


código BA1 foi entregue pela fábrica Wörth com volumes limitados nos
meses de outubro a dezembro de 2004.
A partir de 2005, somente a nova versão com saída otimizada e código
BA1 estará disponível.

Vantagens e novos recursos:


* Aumento do torque do freio de 3300 para 3500 Nm
* Perda de potência reduzida devido ao deslocamento do rotor automático
em relação ao estator logo que o Retarder é desligado
* Aperfeiçoada tecnologia de válvula com monitoramento de pressão
porque o ar de controle é separado do óleo do Retarder
* Trocador de calor de aço inoxidável
* 2 transmissões de alta velocidade de i = 2,13 e 1,68 (i = 1,68 somente com
G240 ou 260)
* A tecnologia de membrana assegura que não haja óleo na ventilação

GT43_30_0004_C81

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Novo Retarder Voith VR 115 HV (código BA1) 56
Disposição de componentes

Ventilação da pressão de controle


O óleo nunca poder vazar daqui, exceto quando uma membrana estiver com defeito
Separador de óleo e Válvula de 2/2 vias
ventilação para a
válvula de entrada e
saída de ar

Sensor de
Parafuso de
Bloco de válvulas temperatura do óleo abastecimento

Sensor de
temperatura do
líquido de
arrefecimento

Retarder Ponto de medição


de serviço
Pinhão
Saída de água
Válvula de entrada

Entrada de
Trocador de calor Parafuso de drenagem de óleo/água
água
GT43_30_0011_C81 GT43_30_0012_C81
Válvula de saída

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Novo Retarder Voith VR 115 HV (código BA1) 57
Tecnologia da membrana

Parede da carcaça

Volume de óleo

Membrana para separação de óleo e ar de controle


A ejeção de óleo por meio do ar de controle não é possível

Lado do ar de controle

GT43_30_0013_C81

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Novo Retarder Voith VR 115 HV (código BA1) 58
Retarder Voith R115 HV 15.08.2005

Deslocamento do rotor Rotor

Marcha lenta:
Q
O rotor é movido para sua posição intermediária através dos dentes
espiralados usando a força das molas.

Funcionamento do freio:
O torque de freio que segue puxa imediatamente o rotor em sua
posição de freio por meio dos dentes espiralados. Eixo do pinhão

Dentes espiralados no
eixo do pinhão

Parada

Mola

Estator

GT43_30_0016_C81

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith R115 HV 59
Funcionamento 2
do freio

Eixo de
entrada

Rotor

Marcha lenta
Estator 1=
2=

GT43_30_0014_C73 GT43_30_0015_C81

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith R115 HV 60
Esquema de Controle R 115 HV

1 Volume do buffer
2 Válvula de saída
3 Válvula de entrada
4 Separador de óleo
5 Refrigeração direta da carcaça do rotor
6 Estrangulador de entrada
7 Estrangulador de saída
8 Válvula de entrada e saída de ar
9 Aceleração do canal de saída (borda de
transbordamento)
10 Reservatório de óleo
11 Trocador de calor
12 Bloco de válvulas
14 Membrana de separação
15 Sensor de temp. do liq. de arrefecimento
16 Não existe
17 Unidade de comando
18 Mecânica do deslocamento do rotor
19 Ventilação de metal pulverizado
20 Válvula de 2/2 vias
21 Entrada de ar
22 Sensor de temperatura do óleo
23 Estrangulador do separador de óleo
24 Vedação de água
25 Proteção espiralada
26 Estrangulador do reservatório de óleo
GT43_30_0010_C76

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith R115 HV 61
Tarefas dos componentes individuais:

Saída da válvula de retenção (2)


A pressão do óleo na câmara de serviço abre a saída da válvula de retenção, conseqüentemente, o óleo alcança o trocador de calor, onde é resfriado e
fornecido novamente à câmara de serviço.

Entrada da válvula de retenção (3)


Quando o Retarder é ligado, o óleo é pressurizado por meio das membranas (14); o óleo liberado abre a entrada da válvula de retenção e alcança a câmara de
serviço.

Válvula de entrada e saída de ar (8)


O ar no circuito de operação é deslocado pelo óleo no começo da freada por meio da válvula de entrada e saída de ar e pelo separador de óleo (4) do
circuito. Uma vez que o circuito de operação é purgado, um ponto flutuante fecha a válvula de entrada e saída de ar.

Separador de óleo (4)


O separador de óleo separa o óleo do ar de saída. O ar de saída que contém uma quantidade mínima de óleo sai diretamente do circuito de operação por meio da
entrada e saída de ar em uma via e do reservatório de óleo por outra via.

Sensor de temperatura do líquido de arrefecimento (15), óleo (22)


Os sensores de temperatura são instalados no sistema de arrefecimento do veículo (tubo de retorno do Retarder para o motor) e no tubo de óleo do
Retarder e enviam informações sobre a temperatura para a unidade de comando do Retarder. Para evitar que as temperaturas do líquido de
arrefecimento e do óleo especificadas na unidade de comando sejam excedidas, o torque de freio do retarder é correspondentemente
ajustado para proteger o sistema de refrigeração do veículo.
O torque do freio e o calor que ocorrem durante o processo são ajustados até que haja equilíbrio entre a energia incidente do freio do retarder e a energia térmica
que pode ser dissipada através do sistema de refrigeração do veículo.
Quando o valor limite de temperatura for excedido enquanto se pressiona o freio, o torque de freio será ajustado para proteger o sistema de
refrigeração do veículo e o Retarder. Quando a faixa de limite de temperatura for excedida, o torque do freio não será mais fornecido. Além disso, a
unidade de comando ajustará o torque de freio quando a temperatura do óleo aumentar muito rapidamente, independente da temperatura real do óleo.
Enquanto o limitador de temperatura estiver ativo ou quando o Retarder falhar, a velocidade do veículo deverá ser ajustada com o freio de serviço.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith R115 HV 62
Bloco de válvulas (12) (consistindo em 2 válvulas solenóides e um sensor de pressão)
A válvula proporcional representa a interface entre a unidade de comando e o sistema mecânico do Retarder. Sua tarefa é converter o sinal elétrico da unidade
de comando em pressão de controle pneumático. Esta pressão de controle permite a medição contínuamente variável da ação do freio do Retarder. O
ar do reservatório do circuito do consumidor auxiliar é usado como um meio de controle.
Um sensor de pressão integrado monitora a pressão de controle pneumático, bem como o funcionamento de todo o sistema de válvulas. No caso de um desvio
da tolerância de pressão permitida, a unidade de comando armazena um erro. A segunda válvula solenóide opera a válvula de 2/2 vias (20) quando o Retarder é
ligado para evitar que o óleo entre no reservatório de compensação.

Membrana (14)
O cárter de óleo do Retarder está localizado entre as membranas. As membranas são usadas para a separação do óleo do Retarder e a pressão de controle.
Quando o Retarder é desligado, o ar nas membranas é conduzido através do bloco de válvulas e sai na ventilação de metal pulverizado (19). A ventilação não
tem conexão com o cárter de óleo ou com o circuito do óleo do Retarder.

Válvula de 2/2 vias (20) com proteção espiralada integrada (25)


A válvula de 2/2 vias é comutada pela segunda válvula solenóide no bloco de válvulas quando o Retarder é operado e fecha a câmara da membrana (14)
para o reservatório de óleo (10). Quando o Retarder é desligado, a válvula é aberta novamente. A válvula de 2/2 vias evita que uma quantidade excessiva de
óleo que sai do circuto de operação de volta para câmara da membrana alcance o reservatório de óleo (efeito de estrangulamento).
O óleo coletado no reservatório de óleo flui por meio da válvula de 2/2 vias aberta de volta para a câmara da membrana (quando o Retarder estiver na condição
desligado). O ar coletado na câmara da membrana durante uma freada pode escapar através da válvula de 2/2 vias aberta no reservatório de óleo e através da
ventilação na carcaça do filtro.

Trocador de calor (11)


O calor formado durante uma freada é dissipado no sistema de refrigeração do veículo por meio do trocador de calor.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith R115 HV 63
Descrição da Função

Ligar o Retarder
A eletrônica do Retarder ativa a válvula proporcional no bloco de válvulas. O ar presente do circuito de consumo secundário é fornecido por meio da válvula
proporcional no bloco de válvulas (12) no A1. A segunda válvula solenóide no bloco de válvulas fornece pressão a A2 para que a válvula de 2/2 vias (20) feche a
passagem para o reservatório de óleo (10).
A válvula proporcional exerce pressão nas membranas. Isso faz com que o óleo presente entre as membranas seja pressionado entre o rotor e o estator por meio
entrada da válvula de retenção (3).

O ar presente na câmara de serviço entre o rotor e o estator é dissipado via entrada e saída de ar (8) até que o elemento flutuante feche a passagem. Ele alcança
a atmosfera por meio do separador de óleo (filtro) e por meio da ventilação na carcaça do filtro de óleo.

O rotor acionado pelo eixo de saída de transmissão pressiona o óleo contra o estator, que desvia o óleo ao rotor. Uma força (torque de freio) é formada através
deste fluxo de óleo. Como resultado desta força formada, o rotor é deslocado na direção oposta da carga da mola, por meio de dentes espiralados no eixo do
rotor na direção do estator (aprox. 10 mm) e a eficiência do torque do freio é aumentada. A pressão de comando nas membranas é medida por um sensor de
pressão na unidade de válvula e enviada para a eletrônica do Retarder. A válvula proporcional é pulsada (ventilação via R2).

Dependendo da exigência, a pressão que age sobre as membranas por meio da A1 é controlada pela eletrônica do Retarder por meio da válvula proporcional no
bloco de válvulas.

Uma vez que o fluxo de óleo é aquecido como resultado de uma freada, parte do óleo é devolvida para a câmara de serviço por meio da válvula de escape.
Se o óleo ou o líquido de arrefecimento (realimentação dos 2 sensores de temperatura à eletrônica do Retarder) ficar muito quente, a pressão na saída A1 é
conseqüentemente corrigida ou o torque de freio é reduzido ou o Retarder é totalmente desligado.
Desligar o Retarder:
A eletrônica do Retarder desliga a válvula proporcional. As membranas são ventiladas por meio de A1 e R1 na ventilação de metal pulverizado (19). A válvula
de 2/2 vias é ventilada da mesma maneira por meio de A2. (O óleo pode alcançar o reservatório de óleo dessa forma, entretanto, com um efeito de
estrangulamento).
O fluxo de óleo que vem da câmara de serviço através da válvula de retenção (saída) e do trocador de calor, agora preenche o espaço entre as membranas. A
câmara de servço é ventilada novamente por meio da válvula de entrada e saída de ar e da ventilação na carcaça do filtro. A distância do rotor ao estator aumenta
devido à força da mola. A mola desloca o rotor por meio dos dentes espiralados do eixo do rotor para longe do estator (aprox. 10 mm). Isto ajuda a obter uma
melhor eficiência de transmissão.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith R115 HV 64
Manutenção

Capacidade de 7.0 l No caso de reabastecimento ou ao substituir o trocador de calor


abastecimento de 5.6 l para troca de óleo
óleo Intervalos de
manutenção Sistema de manutenção Telligent® (WS)
Classificações
de óleo
Somente óleos com uma única classificação, como no Voith R115 H
Verificação do
nível do óleo Método de medição volumétrica
Uma verificação do nível de óleo (medição volumétrica) = 5,61 – 0,2 1) é somente feita quando o cliente reclamar da
ação do Retarder ou de vazamento de óleo.

Serviço de manutenção a cada troca de óleo


* Verifique se os parafusos de suporte do trocador de calor estão firmes.
* Verifique todos os tampões com rosca (grupo de Retarder padrão e trocador de calor) quanto a hermeticidade e se estão firmes.
* Faça uma inspeção visual completa quanto a vazamentos no Retarder.

Serviço de manutenção adicional a cada duas troca de óleo


* Subsitua o elemento do filtro do conjunto do separador de óleo.

Troca de óleo

Para o correto funcionamento do Retarder, é importante que o serviço de abastecimento


especificado seja observado. Para drenar o óleo do Retarder, o óleo deve estar quente (>
60 °C).
Durante toda a troca de óleo, nenhuma pressão de controle deverá ser fornecida ao Retarder, ou seja, o Retarder não deverá ser ligado!

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith R115 HV 65
1 Coloque o recipiente de recuperação de óleo sob o Retarder.
2 Desparafuse o tampão com rosca (801) do trocador de calor e drene o óleo; o tampão com rosca
(3700) para o furo de abastecimento de óleo ainda não deve ser removido.
3 Remova lentamente o tampão com rosca para o ponto de medição de serviço (3600) (ainda pode
haver um pouco de óleo) e conecte o adaptador.
4 Conecte a bomba pneumática manual no adaptador e aplique breves pulsos de ar no ponto de
medição de serviço do Retarder. Repita o processo até que haja somente névoa de óleo no furo de
óleo do tampão com rosca (801).
Não aplique pressão de ar contínua. Somente pulsos de ar curtos e intermitentes! Este processo é
necessário para drenar totalmente a circulação do Retarder.
5 Parafuse o tampão com rosca (801) no trocador de calor e aperte com o torque especificado (30 Nm).
6 Desparafuse o adaptador e a bomba pneumática manual e aperte o tampão com rosca para o ponto
de medição de serviço (3600)
com o torque de aperto especificado (30 Nm). Desparafuse o tampão com rosca (3700) para o furo GT43_30_0009_C11
de abastecimento de óleo.
7 Lentamente abasteça a capacidade de óleo especificada através do furo do tampão com rosca (3700).
8 Aperte o tampão com rosca para o parafuso de abastecimento de óleo (3700) no torque de aperto
especificado (100 Nm).

GT43_30_0008_C11

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith R115 HV 66
Remover/Instalar o Retarder Voith VR115 HV 15.08.2005

Remover o retarder Voith verticalmente: Substituir o retarder:

É imprescindível usar a placa de suporte de transmissão do veículo


comercial, que é maior que o trocador de calor do Retarder, e tensionar
firmemente sobre ela, do contrário, o trocador de calor do Retarder pode ser
danificado.

Para levantar o Retarder da caixa, existe um furo cilíndrico roscado


(10x1,5) próximo da tampa da extremidade do separador de óleo (filtro), na
qual um ilhó pode ser parafusado.

N43.30-2041-11

VR115 HV:
Compare o número da peça de reposição na carcaça do Retarder (consulte a
figura) ou compare o número de dentes do pinhão do Retarder.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Remover/instalar o Retarder Voith VR115 HV 67
Prática 15.08.2005

Visão geral dos componentes

800 Trocador de calor


2300 Válvula de entrada e saída de ar
2301 Anel de vedação redondo 55x3
3101 Separador de óleo
3200/2 Sensor de temp. do liq. de arrefecimento
M14x1.5, sextavado externo, WAF 27,
28 Nm
3300 Anel de vedação redondo 37,46x5,33
3400 Anel de vedação redondo 60x5
3500 Válvula de 2/2 vias
3501 Anel de vedação A36x42
3800 Válvula de retenção
4800 Tampa A20
5000 Anel de vedação A14x20
5200 Anel de vedação A48x55
5400 Parafuso sextavado com flange M10x40,
sextavado externo, WAF 16, 38 Nm
5500 Parafuso sextavado com flange M10x40,
sextavado externo, WAF 16, 25 Nm

GT43_30_0027_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 68
300 Junta
900 Tampa da carcaça da membrana
1000 Membrana
1200 Bloco de válvulas
2200 Anel de vedação redondo 125x2,5
2700 Arruela de amortecimento 42x2
2800 Anel de vedação redondo 38x3
2900 Anel de retenção 42x1,75
3000 Anel de vedação redondo 6x3
3200/1 Sensor de temperatura do óleo, M14x1,5,
sextavado externo, WAF 27, 28 Nm
3900 Anel de vedação redondo 253,6x3,53
4000 Anel intermediário 270/220x52,5
4100 Parafuso sextavado M8x20, sextavado
externo, WAF 13, 22 Nm
4200 Parafuso sextavado M8x75, sextavado
externo, WAF 13, 25 Nm
4300 Parafuso sextavado com flange M10x40,
sextavado externo, WAF 16, 38 Nm
4500 Anel de vedação redondo 200x3
5000 Anel de vedação A14x20

GT43_30_0027_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 69
Tarefa/pergunta P Desmonte e monte o Retarder! Use o documento WIS correspondente para este fim!
Execute todo o trabalho listado!
Remova e instale as válvulas unidirecionais (válvula de admissão e de escape)!

Entrada da válvula de retenção

Operações anteriores:
• Ignição desligada
• Óleo do Retarder drenado

3800 Entrada da válvula de retenção M48x1,5,


sextavado externo, WAF 55, 230 Nm
(revestir rosca com Loctite 241)
3800/1 Guia
3800/2 Mola
3800/3 Verificar pistão quanto a possíveis
danos e resíduos
5200 Troque o anel de vedação A48x55

GT43_30_0028_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 70
Saída da válvula de retenção
Operações anteriores:
• Ignição desligada
• Óleo do Retarder drenado

3800 Entrada da válvula de retenção M48x1,5,


sextavado externo, WAF 55, 230 Nm
(revestir rosca com Loctite 241)
3800/1 Guia
3800/2 Mola
3800/3 Verificar pistão quanto a possíveis
danos e resíduos
5200 Troque o anel de vedação A48x55

GT43_30_0029_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 71
Tarefa/pergunta P Como é verificada a ventilação proporcional?
Remova e instale a ventilação proporcional!

Grupo de construção do separador de óleo

Operações anteriores:
• Retarder desligado
• Ignição desligada

3100 Grupo de construção do separador de óleo


3101 Separador de óleo, troque a cada duas
trocas de óleo
5500 Parafuso sextavado com flange M10x40,
sextavado externo, WAF 16, 25 Nm

GT43_30_0030_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 72
Válvula de entrada e saída de ar
Operações anteriores:
• Retarder desligado
• Ignição desligada
• Grupo de construção do separador de óleo
removido
2300 Válvula de entrada e saída de ar
2300/1 Elemento da válvula
2300/2 Ponto flutuante, peso especif.: max. 12 g
2300/3 Gaiola do ponto flutuante
2301 Troque o anel de vedação redondo 55x3;
cubra com silicone e graxa sem ácido antes
de instalar

GT43_30_0031_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 73
Tarefa/pergunta P Remova a válvula de 2/2 vias!

Válvula de 2/2 vias


Operações anteriores:
• Ignição desligada
• Retarder desligado

3500 Válvula de 2/2 vias, M36x1,5


soquete sextavado, WAF 19, 130
Nm
3501 Troque o anel de vedação A36x42
3502 Troque o anel de vedação redondo 28x2;
cubra com silicone e graxa sem ácido
antes de instalar
3503 Troque o anel de vedação redondo 24x2;
cubra com silicone e graxa sem ácido
antes de instalar
4800 Tampa A20

Não remova ou instale a válvula de 2/2 vias


(3500) usando uma chave de impacto.
GT43_30_0032_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 74
Tarefa/pergunta P Remova o trocador de calor!

Trocador de calor

Operações anteriores:
• Retarder desligado
• Ignição desligada
• Óleo do Retarder drenado
• Líquido de arrefecimento drenado

800 Trocador de calor


3200 Sensor de temperatura para o líquido de
arrefecimento M14x1.5, sextavado externo,
WAF 27, 28 Nm
3300 Troque o anel de vedação redondo 55x3;
cubra com silicone e graxa sem ácido
antes de instalar
3400 Troque o anel de vedação redondo 55x3;
cubra com silicone e graxa sem ácido
antes de instalar
5000 Troque o anel de vedação A14x20
5400 Parafuso sextavado com flange M10x40,
sextavado externo, WAF 16, 50 Nm

GT43_30_0033_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 75
Tarefa/pergunta P Remova o bloco de válvulas!

Bloco de válvulas

Operações anteriores:
• Retarder desligado
• Ignição desligada
• Pressão do reservatório aliviada
• Tubo de ar comprimido removido do bloco de válvulas
• Conexão elétrica removida do bloco de válvulas.
Conector e conector de união verificados quanto a
danos ou desgastes (ranhuras no chanfro) e
substituídos, se necessário.

1200 Bloco de válvulas


1201 Conjunto de vedação para bloco de válvulas
1201/1 Troque o anel de vedação redondo;
cubra com silicone e graxa sem ácido
antes de instalar
1201/2 Troque a vedação da válvula de entrada
e saída de ar
4100 Parafuso sextavado M8x20, sextavado
externo, WAF 13, 22 Nm

GT43_30_0034_C03

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 76
Tarefa/pergunta Remova o sensor de temperatura e o inspecione!
Qual foi a medida obtida?
Temperatura do óleo °C, temperatura da água °C

Sensor de temperatura do óleo

Operações anteriores:
• Retarder desligado
• Ignição desligada
• Conexão elétrica removida do sensor de
temperatura de óleo. Conector e conector de
união verificados quanto a danos ou desgastes
(ranhuras no chanfro) e substituídos, se
necessário.

3200 Sensor de temperatura do óleo M14x1,5,


sextavado externo, WAF 27, 28 Nm
5000 Troque o anel de vedação A14x20

Valores especificados para o sensor de temperatura:


10 °C.0,30 °C corresponde a 1039 ..0,1117 .
50 °C.0,70 °C corresponde a 1194 ..0,1271 .
70 °C..90 °C corresponde a 1271 ...1347 .

GT43_30_0035_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 77
Sensor de temperatura do líquido de arrefecimento

Operações anteriores:
• Retarder desligado
• Ignição desligada
• Líquido de arrefecimento drenado
• Conexão elétrica removida do sensor de
temperatura do líquido de arrefecimento.
Conector e conector de união verificados
quanto a danos ou desgastes (ranhuras no
chanfro) e substituídos, se necessário.

3200 Sensor de temperatura do óleo M14x1,5,


sextavado externo, WAF 27, 28 Nm
5000 Troque o anel de vedação A14x20

Valores especificados para o sensor de temperatura:


10 °C...30 °C corresponde a 1039 ...1117 .
50 °C...70 °C corresponde a 1194 ...1271 .
70 °C...90 °C corresponde a 1271 ...1347 .

GT43_30_0036_C06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 78
Tarefa/pergunta Remova e instale as duas membranas!

Tampa da carcaça da membrana Seqüência de aperto

Operações anteriores:
• Ignição desligada
• Retarder removido
• Bloco de válvulas removido

300 Troque a junta


900 Tampa da carcaça da membrana
4300 Parafuso sextavado com flange M10x40,
sextavado externo, WAF 16, 38 Nm

GT43_30_0038_C01

1. Parafuse uniformemente na tampa da carcaça da


membrana (900) com parafusos sextavados (4300)
1 - 4 dedos de aperto.
Para instalar/remover a tampa da carcaça da 2. Aperte os parafusos sextavados (4300) 5 -
membrana, o Retarder deve ser retirado e deixado 13 dedos de aperto.
de lado. 3. Aperte os parafusos sextavados (4300)
1 -4 com torque de aperto de 38 Nm.
Antes da instalação, dois parafusos prisioneiros 4. Aperte os parafusos sextavados (4300)
M10 devem ser parafusados à carcaça do 5 -13 com torque de aperto de 38 Nm.
Retarder como um suporte à montagem

Monte a tampa da carcaça da membrana (900)


seca e esterilizada.
GT43_30_0037_C03

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 79
NOTA AVISO
O anel intermediário (4000) deverá ser somente Observe durante a instalação:
removido com um gancho de remoção e um Insira a primeira membrana (1000), preste
extrator de impacto adequado! atenção ao módulo levantado. Pressione
levemente o anel intermediário
(4000) com a mão. Observe a posição de
instalação ao fazer isso: O pino no anel
intermediário deve ser encaixado na saída da
Ferramentas especiais carcaça do Retarder. Coloque a segunda
membrana
(1000), preste atenção ao módulo levantado e o
traga para sua posição final/aperte
uniformemente juntamente com a tampa da
carcaça da membrana (900) usando os parafusos
sextavados (4300).

GT43_30_0039_C01 Se este aviso for ignorado, as membranas


Gancho de remoção (1000) podem ser danificadas!

GT43_30_0040_C01

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 80
Membranas AVISO
Risco de lesão!
Operações anteriores: Os componentes e líquidos de serviço podem estar quentes!
• Ignição desligada
• Retarder removido
• Tampa da carcaça da membrana NOTA
removida Para instalar/remover as membranas, o
• Válvula de 2/2 vias removida retarder deve ser retirado e deixado de lado.
1000 Membrana
Monte as membranas (1000) secas e esterilizadas.
3900 Troque o anel de vedação redondo
253,6x3,53; cubra com silicone e graxa
sem ácido antes de instalar
4000 Anel intermediário

GT43_30_0041_C03

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 81
Remover/Instalar o Cartucho do Retarder

NOTA
Para remover o cartucho do Retarder (33), o
trocador de calor deve ser removido.

Quando o cartucho do Retarder (33) é removido,


o estator poderá não ficar fixo na carcaça,
consulte a Voith, se necessário!

Quando o cartucho do Retarder (33) é


substituído, o estrangulador de saída
(4700) também deve ser trocado.

No caso de defeito mecânico no cartucho


do Retarder, o trocador de calor (800) deve
ser substituído.
Antes de instalar o cartucho do Retarder (33)
o material de vedação Hylomar deve ser aplicado
na área de contato da carcaça do Retarder como
um módulo com uma altura máxima de 0,5 mm e
uma largura máxima de 1,5 mm (consulte o tubo
quebrado/figura). Hylomar não deverá ser aplicado
na seção inferior do cartucho do Retarder (consulte o
dimensionamento/figura)!
Em Retarders com números de objeto Voith
67.3861.03, 67.3861.04 e 67.3862.04 (consulte
a identificação do Retarder), o cartucho do
Retarder (33) não deve ser substituído, consulte
N43.30-2044-03
a Voith, se necessário!

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 82
Tarefa/pergunta Remova e instale o cartucho do Retarder! Ao fazer isso, preste atenção ao estrangulador da saída!

Cartucho do Retarder

Operações anteriores:
• Retarder solto
• Trocador de calor removido

33 Cartucho do Retarder
2200 Troque o anel de vedação redondo
125x2,5; cubra com silicone e graxa
sem ácido antes de instalar
3000 Troque o anel de vedação redondo 6x3;
cubra com silicone e graxa sem ácido
antes de instalar
3400 Troque o anel de vedação redondo 60x5;
cubra com silicone e graxa sem ácido
antes de instalar
4200 Parafuso sextavado M8x75, sextavado
externo, WAF 13, 25 Nm
4500 Troque o anel de vedação redondo
200x3; cubra com silicone e graxa sem
ácido antes de instalar
5400 Parafuso sextavado com flange M10x40,
sextavado externo, WAF 16, 50 Nm
50300 Troque o anel de vedação redondo
198x3; cubra com silicone e graxa sem
ácido antes de instalar

N43.30-2043-06

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 83
Estrangulador de saída

Operações anteriores:
• • Retarder removido
• Trocador de calor removido
• Cartucho do Retarder removido

4400 Parafuso do cabeçote do cilindro M8x20,


soquete sextavado, WAF 5, 17 Nm
4700 Estrangulador de saída

GT43_30_0042_C06

Tarefa/pergunta P Monte o Retarder novamente!

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Prática 84
Trabalho Prático <> Diagnóstico R115 HV 15.08.2005

Tarefa/pergunta Mude a alavanca do freio contínuo para a posição máxima!


- Quanta pressão de controle é exercida no Retarder?
Quantos milliamperes são usados para ativar a válvula
proporcional? Preencha a tabela!

Corrente de comando Pressão de controle

Valor especificado 471 – 771 mA 2,6 – 3,1 bar

Valor real mA bar

Tarefa A que temperatura da água e do óleo a pressão de controle é comutada por 0,5 bar na válvula
proporcional ?

Temperatura da água:

Temperatura do óleo:

Tarefa P A que temperatura da água e do óleo o Retarder é desligado?

Temperatura da água:
Temperatura do óleo:

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Trabalho Prático <> Diagnóstico R115 HV 85
Tarefa Verifique os sensores de temperatura com o ohmímetro!
Quais valores medidos são encontrados?

Água:

Óleo:

10 -30 °C = 1039 – 1117 ?

50 -70 °C = 1194 – 1271 ?

70 -90 °C = 1271 – 1347 ?

Tarefa P Faça o teste dinâmico do Retarder!


Sigas as especificações no DAS do STAR DIAGNOSIS!

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Trabalho Prático <> Diagnóstico R115 HV 86
Retarder Voith VR115 HV – Árvore de resolução de problemas 15.08.2005

GT43_30_0017_C79

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith VR115 HV – Árvore de resolução de problemas 87
OK = OK
NOK = NÃO OK

GT43_30_0022_C79

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith VR115 HV – Árvore de resolução de problemas 88
GT43_30_0019_C79

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith VR115 HV – Árvore de resolução de problemas 89
GT43_30_0020_C79

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith VR115 HV – Árvore de resolução de problemas 90
GT43_30_0021_C79

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Retarder Voith VR115 HV – Árvore de resolução de problemas 91
Reclamações sobre o freio de serviço 15.08.2005

Em veículos com o sistema de freio (BS) Telligent, o freio contínuo é sempre incorporado ao sistema de freio pela fábrica.

Se um cliente reclamar do freio de serviço, você deve definir os parâmetros correspondentes para o freio continuo no BS para não existente e sair com o cliente
para um percurso de teste.
Isso ajuda a detectar se a falha está no sistema do freio de serviço (BS) ou no freio contínuo.

08/05 Caminhão • Veículo Completo <> Retarder Voith • Treinamento Básico


Reclamação sobre o freio de serviço 92
» ... Die Mitarbeiter werden zukünftig in die Rolle persönlicher Wissensmanager hineinwachsen
müssen, die aktiv die Verantwortung für ihre Qualifizierung übernehmen ... « Jürgen E. Schrempp

» ... Nossos funcionários terão que cultivar a idéia do aprendizado contínuo, pois ativamente se
responsabilizam por sua própria qualificação... « Jürgen E. Schrempp

Global Training.
The finest automotive learning

DaimlerChrysler AG
Global Training
HPC Z480
D-70546 Stuttgart

Intranet: http://intra-gt.daimlerchrysler.com

1511 1658 02 1ª Edição 08.05 100