Você está na página 1de 1

PUCPR - O.r.t.o.d.o.n.t.i.

a - G r a m p o s o r t o d ô n t i c o s
Msd 6ª Turma [2007-08]: Bruno, Fernanda, Jucienne, Luciana, Luégya, Luis, Marcos, Mariana, Raul, Ricardo, Saulo, Taís. Monitora: Ana Letícia
Profs. Drs.: Elisa, Hiroshi, Odilon, Tanaka

Introdução: Os grampos ortodônticos têm a função de manutenção, retenção ou fixação do aparelho removível em posição na cavidade bucal. Os
grampos devem ser distribuídos para resistir às forças com componentes verticais que tendem a deslocar o aparelho de sua posição. Portanto, a escolha dos
dentes e a confecção dos grampos são fatores importantes na estabilidade, retenção e efetividade do aparelho. Dentre os diversos tipos de grampos
desenvolvidos, dois serão empregados na prática clínica: 1. Circular ou circunferencial e 2. Arandela ou interproximal, ambos confeccionados com fio
ortodôntico com 0,7mm de espessura.

Grampo circular ou circunferencial

Sequência: 1- Materiais necessários. Vistas das faces vestibular, oclusal e palatina da confecção do grampo circular; 2. Definir a margem gengival do 1º
molar como a espátula Le Cron; 3. Contornar um segmento de fio de 5,0cm na face vestibular, em toda largura mésio-distal, utilizando a ponta cônica do
alicate nº 139 (bird beak); 4. Adaptar a curvatura do fio, exatamente no terço cervical (vestibular); 5. Na oclusal, na passagem do grampo sobre os pontos
de contato em direção palatina, inserir uma curvatura suave para não interferir nos pontos de contatos e na oclusão; 6. Na região palatina e cervical, inserir
a dobra em baioneta para afastar o fio ortodôntico em 1mm do palato para permitir o escoamento e envolvimento do acrílico por baixo do grampo,
garantindo máxima fixação. 7. Inserir uma dobra em 90º na extremidade do grampo, em direção mesial para a retenção no acrílico.

Grampo arandela ou inter-proximal

Sequência: 1- Materiais necessários; 2 Remoção da papila interdental por vestibular, para acomodar o grampo; 3. Dobrar uma das extremidades de um fio
com 5,0 cm de comprimento, formando uma gota com a ponta cônica do alicate nº 139 (bird beak); 4. Centralização da gota; 5. Remoção de uma pequena
parte na extremidade da gota, diminuindo-a; 7. Adaptação da gota no local onde foi removido a papila interdentária; 8. A gota deve estar a 45º do plano oclusal;
9. O fio ortodôntico deve voltar para o modelo, adaptando-se na região interproximal.; 10. O grampo deve estar bem adaptado por palatino; 11. Dobrar em
baioneta na região cervical dos dentes envolvidos com o objetivo de afastar o grampo do palato em 1,0mm do palato para permitir o escoamento e envolvimento
do acrílico por baixo do grampo, garantindo máxima fixação.

Considerações: Os grampos circular e arandela devem ter a maior adaptação possível em toda a extensão cervical e interproximal, pois são regiões que
proporcionam retenção e estabilidade do aparelho removível na cavidade bucal. O aparelho, Bom senso, Cooperação e o Diagnóstico (A,B,C,D da Ortodontia)
são imprescindíveis para o sucesso do tratamento ortodôntico.
Powered by orthodontics PUCPR, 24/11/2008