Você está na página 1de 7

Professor Lucas Gonçalves Professor Régis Soares

(contato: Lucasgoncalveslemos@gmail.com) (contato: falecomregis@hotmail.com)

QUESTÕES DE CONCURSOS
Questão 01 - (TJ-AC/ ANALISTA JUDICIÁRIO/ CESPE/ 2012) As palavras “negligência”, “reservatórios”, “espécie” e
“equilíbrio” apresentam acentuação gráfica em decorrência da mesma regra gramatical.
Questão 02 - (PRF/ AGENTE ADM/ CESPE/ 2012) As palavras “Polícia”, “Rodoviária” e “existência” recebem acento gráfico
porque são paroxítonas terminadas em ditongo crescente.
Questão 03 - (ANAC/ TÉCNICO ADM/ CESPE/ 2012) As palavras “início” e “série” recebem acento gráfico com base em regras
gramaticais distintas.
Questão 04 - (ANCINE/ TÉCNICO ADM/ CESPE/ 2012) Os vocábulos “indivíduo”, “diária” e “paciência” recebem acento gráfico
com base na mesma regra de acentuação gráfica.
Questão 05 - (MPE-PI/ ANALISTA/ CESPE/ 2012) De acordo com a ortografia oficial vigente, o vocábulo “órgãos” segue a
mesma regra de acentuação que o vocábulo “últimos”.
Questão 06 - (MPE-PI/ ANALISTA/ CESPE/ 2012) Os verbos “comunicar”, “ensinar” e “comandar”, quando complementados
pelo pronome “a”, acentuam-se da mesma forma que “constatá-las”, “designá-las” e “elevá-las”.
Questão 07 - (TJ-RR/ TÉCNICO/ CESPE/ 2012) Os vocábulos “jurídicas”, “econômicas” e “físico” recebem acento gráfico com
base em regras gramaticais diferentes.
Questão 08 - (TJ-RR/ AUX ADM/ CESPE/ 2012) As palavras “mídias”, “número” e “possível” são acentuadas de acordo com a
mesma regra gramatical.
Questão 09 - (PC-ES/ PERITO/ CESPE/ 2011) Os vocábulos “espécies”, “difíceis” e “históricas” são acentuados de acordo com a
mesma regra de acentuação gráfica.
Questão 10 - (MMA/ AGENTE ADM/ CESPE/ 2009) A palavra “uso” está empregada como adjetivo. TEXTO: Floresta nacional,
floresta estadual e municipal: é uma área com uma cobertura florestal de espécies predominantemente nativas e tem como
objetivo básico o uso múltiplo sustentável dos recursos florestais de florestas nativas.
Questão 11 - (MMA/ AGENTE ADM/ CESPE/ 2009) Os termos “florestal” e “nativas” são adjetivos que qualificam,
respectivamente, os substantivos “cobertura” e “espécies”. TEXTO: Floresta nacional, floresta estadual e municipal: é uma área
com uma cobertura florestal de espécies predominantemente nativas.
Questão 12 - (PF/ DELEGADO/ CESPE/ 2004) No período de que faz parte, o termo “Independente” exerce a função de adjetivo
e está no singular porque se refere a “debate”. TEXTO: Independente de quão caloroso seja o debate, as estatísticas estão
corretas: mais armas potencializam a ocorrência de crimes, sobretudo em um ambiente em que essas sejam obtidas por meios
clandestinos.
Questão 13 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) O adjetivo “inconstitucional” pode ser anteposto ao termo “a lei”, sem prejuízo
para a correção gramatical do texto. TEXTO: Caso o STF considere a lei inconstitucional, ela será definitivamente revogada.
Questão 14 - (PF/ DELEGADO/ CESPE/ 2004) De acordo com o desenvolvimento das ideias no texto, o advérbio “daí” marca o
momento do debate. TEXTO: A partir daí, qualquer fato corriqueiro pode tornar-se letal.
Questão 15 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) Considerando-se que o adjunto adverbial não tem posição fixa na oração o termo
“na terça-feira”, sem que houvesse prejuízo para a informação expressa, poderia vir posposto ao núcleo do objeto direto, desde
que mantidas as vírgulas que o isolam. TEXTO: A Organização das Nações Unidas (ONU) e o Banco Mundial anunciaram, na
terça-feira, a criação de uma força-tarefa para combater a inflação global relativa ao preço de alimentos.
Questão 16 - (ANP/ ANALISTA/ CESPE/ 2012) As expressões “Hoje” (ℓ.1), “No fim do século XIX” (ℓ.12), “Na época” (ℓ.17) e
“No futuro” (ℓ.24) estabelecem, no texto, encadeamento de ideias de temporalidade. TEXTO:
Hoje, o petróleo e o carvão são responsáveis pela maior parte da geração de energia no mundo e há poucas perspectivas de
mudanças da matriz energética mundial, em um futuro próximo.
Sabe-se que o processo de combustão de combustíveis fósseis atualmente empregado é bastante ineficiente e é perdida boa parte
da energia gerada. Relativamente ao petróleo, enquanto uma revolução tecnológica na área de energia não chega, busca-se
conhecer melhor essa matéria-prima e trabalha-se para torná-la mais eficiente.
No fim do século XIX, o aumento da procura do petróleo decorreu principalmente da necessidade de querosene para iluminação
em substituição ao óleo de baleia, que se tornava cada vez mais caro. Produtos como a gasolina ou o dísel eram simplesmente
descartados.
Na época, o querosene de qualidade era aquele que não incorporava frações correspondentes a gasolina, pois haveria probabilidade
de explosão, ou a dísel, que geraria uma chama fuliginosa. A título de curiosidade, a cor azul preponderante em companhias de
petróleo derivou da cor das latas de querosene que não explodiam, como representação de seu selo de qualidade.
No futuro, talvez daqui a 50 ou 100 anos, olhando para trás, perceba-se o desperdício da queima dessa matéria-prima tão rica!

Produzindo resultados positivos 1


Professor Lucas Gonçalves Professor Régis Soares
(contato: Lucasgoncalveslemos@gmail.com) (contato: falecomregis@hotmail.com)

Questão 17 - (MJ/ DPF/ ESCRIVÃO/ CESPE/ 2009) Preservam-se a correção gramatical e a coerência textual ao se optar pela
determinação do substantivo “respeito”, juntando-se o artigo definido à preposição “a”, escrevendo-se ao respeito. TEXTO:
Penso que temos de refletir um pouco a respeito do que significa democracia.
Questão 18 - (ABIN/ OFICIAL/ CESPE/ 2008) A flexão de singular na forma verbal “consiste” deve-se à obrigatoriedade da
concordância do verbo com o sujeito da oração: “ser humano”. TEXTO: Tornar-se um ser humano consiste em participar de
processos sociais compartilhados, nos quais emergem significados, sentidos, coordenações e conflitos.
Questão 19 - (TJRR/ ANALISTA DE SISTEMAS/ CESPE/ 2011) Seria mantida a correção gramatical do texto caso a forma verbal
“Faltam” fosse substituído por Falta. TEXTO: Na Amazônia, a lei é a da selva. Faltam justiça e polícia, e os crimes são
castigados em proporção ainda menor do que o resto do Brasil.
Questão 20 - (MDS/ MÉDIO/ CESPE/ 2009) A forma nominal “articuladas” está no feminino plural porque concorda com o
antecedente “ações integradas”. TEXTO: É possível erradicar a fome por meio de ações integradas que aliviem as condições de
miséria e que estejam articuladas com uma política econômica que garanta a expansão do Produto Interno Bruto de, pelo menos,
4% ao ano.
Questão 21 - (MI/ ASS. TÉC./ CESPE/ 2009) Em “mandar vir da Europa alguns pássaros”, a forma verbal “vir” poderia
concordar com a expressão nominal “alguns pássaros”, que é o sujeito desse verbo. TEXTO: A primeira ideia do Pádua, quando
lhe saiu o prêmio, foi comprar um cavalo do Cabo, um adereço de brilhantes para a mulher, uma sepultura perpétua de família,
mandar vir da Europa alguns pássaros etc.
Questão 22 - (IJSN-ES/ SUPERIOR/ CESPE/ 2010) O termo “capaz” poderia ser corretamente empregado no plural, caso em que
concordaria com “exames”. TEXTO: Um deles é uma combinação de exames capaz de confirmar a presença da artrite
reumatoide o mais cedo possível.
Questão 23 - (MMA/ AGENTE ADM/ CESPE/ 2009) Na oração “Há vinte meses que o Decreto foi revogado”, a forma verbal
“Há” poderia ser corretamente substituída por Faziam.
Questão 24 - (MMA/ AGENTE ADM/ CESPE/ 2009) Na oração “Segue anexa a nota editorial”, foi atendida regra de
concordância nominal, visto que o adjetivo “anexa” está no feminino para concordar com a expressão no feminino “a nota
editorial”, que exerce a função de sujeito da oração.
Questão 25 - (MMA/ AGENTE ADM/ CESPE/ 2009) O vocábulo “públicos” está no plural por se tratar de caso de regência
nominal. TEXTO: É de posse e domínio públicos.
Questão 26 - (PF/ DELEGADO/ CESPE/ 2004) A locução verbal “pode trazer” está empregada no singular porque deve
concordar com “população”. TEXTO: Desarmar a população só pode trazer dois resultados.
Questão 27 - (PMDF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) A substituição do verbo impessoal haver, na sua forma flexionada “houve”,
pelo verbo pessoal existir exige que se faça a concordância verbal com “liberdade” e “crescimento”, de modo que, fazendo-se a
substituição, deve-se escrever existiram. TEXTO: Jamais houve tanta liberdade e o crescimento das democracias foi
extraordinário.
Questão 28 - (PMDF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) A flexão de plural na forma verbal “eram” deve-se à concordância com “os
pregos”; mas as regras gramaticais permitiriam usar também a flexão de singular, era. TEXTO: Sua maior riqueza eram os pregos
de sua casa.
Questão 29 - (PMDF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) Mantendo-se o respeito às regras gramaticais, é admitido, no desenvolvimento
do texto, o uso do verbo “prevalecer” em flexão de plural para concordar com “atmosferas”: prevalecerem. TEXTO: As
mensagens publicitárias passaram a buscar especialmente construir atmosferas fantasiosas, de modo a prevalecer sobre a face
material das coisas um substrato onírico, sonho fabricado.
Questão 30 - (MJ/ DPF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) A flexão de singular em “não se trata” deve-se ao emprego do singular em
“um regime”. TEXTO: Para mim, não se trata de um regime com características fixas, mas de um processo que, apesar de
constituir formas institucionais, não se esgota nelas.
Questão 31 - (MJ/ DPF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) Respeitam-se a coerência da argumentação do texto e a sua correção
gramatical, se, em vez de se empregar “do espaço público”, no singular, esse termo for usado no plural: dos espaços públicos.
TEXTO: O uso do espaço público nas grandes cidades é um desafio.
Questão 32 - (SEGER/ ES/ CESPE/ 2011) A flexão de plural em “estão” é exigida pela concordância com “dois terços”; se os
dados fossem alterados e se referissem a um terço dos norte-americanos, seria correto flexionar o verbo estar no singular, fazendo-
se a concordância com o numeral e escrevendo-se está. TEXTO: Uma pesquisa anual sobre gastos do consumidor indica que dois
terços dos norte-americanos estão reduzindo o padrão e comprando produtos mais baratos.

Produzindo resultados positivos 2


Professor Lucas Gonçalves Professor Régis Soares
(contato: Lucasgoncalveslemos@gmail.com) (contato: falecomregis@hotmail.com)

Questão 33 - (MJ/ AG. PENITENCIÁRIO/ CESPE/ 2005) Estaria também correta a flexão do verbo ficar na primeira pessoa do
singular, em concordância com o pronome “eu”. TEXTO: Por acaso, um dos habitantes da cidade — eu — ficou em casa, e com
isso a aranha não contava.
Questão 34 - (STF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2008) Preservando-se a correção gramatical do texto, bem como sua coerência
argumentativa, a forma verbal “mudam-se” poderia ser empregada também no singular. TEXTO: Na economia, por exemplo,
mudam-se os valores de uso concreto e qualitativo para os valores de troca geral e quantitativa.
Questão 35 - (STF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2008) A substituição de primeira pessoa do plural em “aceitarmos” pela forma
correspondente não-flexionada, aceitar, manteria coerente a argumentação, mas provocaria incorreção gramatical. TEXTO:
Significa aceitarmos que há algo muito precário na condição humana.
Questão 36 - (CBM-DF/ MÉDIO/ CESPE/ 2011) O emprego do acento circunflexo na forma verbal “têm” justifica-se pelo fato de
essa forma verbal concordar com a expressão no plural “inúmeras vantagens”. TEXTO: Produtos orgânicos têm inúmeras
vantagens e, sob diversos aspectos, são, sim, mais saudáveis do que os tradicionais.
Questão 37 - (ANATEL/ TÉCNICO ADM/ CESPE/ 2012) A forma verbal “têm” está no plural porque concorda com o antecedente
do pronome relativo. TEXTO: Em decorrência do fenômeno da expansão dos que só têm celular, houve uma diminuição dos
telefones fixos.
Questão 38 - (MJ/ DPF/ ESCRIVÃO/ CESPE/ 2009) No último período do texto, o emprego do conectivo “por isso” evidencia a
relação de causa e consequência estabelecida entre as “últimas palavras da modernidade” — a “dominação e a colonização” —
e o questionamento sobre o preço a pagar pela modernidade e globalização. TEXTO: A dominação e a colonização do mundo são,
portanto, as últimas palavras da modernidade, e por isso temos de nos perguntar qual é o preço a pagar para sermos modernos e
entrarmos no mundo global.
Questão 39 - (ABIN/ OFICIAL/ CESPE/ 2008) A organização do período admite a substituição do sinal de dois-pontos,
empregado logo após “registro”, pela conjunção portanto, entre vírgulas, sem que se prejudique a coerência textual. TEXTO: Um
dia chegará em que todos os cidadãos terão seu número de registro: esta é a meta dos serviços de identidade.
Questão 40 - (ABIN/ OFICIAL/ CESPE/ 2008) A relação que a oração iniciada por “e as respostas” mantém com a anterior
mostra que a função da conjunção “e” corresponde à função de por isso. TEXTO: O mundo tornou-se intensamente complexo e as
respostas não são diretas nem estáveis.
Questão 41 - (MI/ ASS. TÉC./ CESPE/ 2009) O sentido original do texto seria mantido com a substituição do conector “afinal”
por portanto, em “Pádua hesitou muito; afinal, teve de ceder aos conselhos de minha mãe”.
Questão 42 - (MI/ ASS. TÉC./ CESPE/ 2009) O sentido original do texto seria mantido com a substituição dos conectivos “ou (...)
ou (...)” por tanto (...) quanto (...), em “Pádua, ou por ordem regulamentar, ou por especial designação, ficou substituindo o
administrador”.
Questão 43 - (MI/ ASS. TÉC./ CESPE/ 2009) O sentido original do texto seria mantido com a substituição do conector “e” pela
conjunção porque, em “mas a mulher gastava pouco, e a vida era barata”.
Questão 44 - (MMA/ ANALISTA/ CESPE/ 2008) O termo “mas” corresponde a qualquer um dos seguintes: todavia, entretanto,
no entanto, conquanto. TEXTO: Por ironia, as notícias mais frequentes produzidas pelas pesquisas científicas relatam não a
descoberta de novos seres ou fronteiras marinhas, mas a alarmante escalada das agressões impingidas aos oceanos pela ação
humana.
Questão 45 - (PMDF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) As relações entre os argumentos do texto mostram que a oração iniciada por
“Nos conflitos” fornece uma justificativa, uma razão para o que se afirma na oração anterior; por isso, seria correto e coerente
ligá-las em um só período pela conjunção pois, do seguinte modo: Entre elas já não há guerras, pois, nos conflitos recentes,
pelo menos um lado é ditatorial. TEXTO: O mundo hoje está pior? Vamos compará-lo com o de um século atrás. Jamais houve
tanta liberdade e o crescimento das democracias foi extraordinário. Entre elas já não há guerras. Nos conflitos recentes, pelo
menos um lado é ditatorial.
Questão 46 - (MJ/ DPF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) Ao ligar dois períodos sintáticos, o conectivo “Mas” introduz a oposição
entre a ideia de um sujeito único e indivisível e a ideia de um sujeito moldado por teias de relações sociais. TEXTO: A visão do
sujeito indivíduo — indivisível — pressupõe um caráter singular, único, racional e pensante em cada um de nós. Mas não há
como pensar que existimos previamente a nossas relações sociais: nós nos fazemos em teias e tensões relacionais que
conformarão nossas capacidades, de acordo com a sociedade em que vivemos.
Questão 47 - (MJ/ DPF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) A presença da conjunção “e” torna desnecessário o uso do travessão, que tem
apenas a função de enfatizar a aplicação de “multas”; por isso, a retirada esse sinal de pontuação não prejudicaria a correção nem
a coerência do texto. TEXTO: Convencidos disso, empresas e governos estão bombardeando a população com campanhas de
conscientização — e multas, quando só as advertências não funcionarem.

Produzindo resultados positivos 3


Professor Lucas Gonçalves Professor Régis Soares
(contato: Lucasgoncalveslemos@gmail.com) (contato: falecomregis@hotmail.com)

Questão 48 - (SEGER/ ES/ CESPE/ 2011) Seria mantida a correção gramatical do texto caso a vírgula logo após “humano” fosse
retirada, o que, entretanto, tornaria menos claras as relações sintáticas estabelecidas pela conjunção “e”, em sua segunda
ocorrência. TEXTO: Sabe-se que o desenvolvimento pressupõe a acumulação de capital físico e humano, e ganhos permanentes
de produtividade.
Questão 49 - (SEGER/ ES/ CESPE/ 2011) A inserção do termo também logo depois de “mas” preservaria tanto as relações de
coerência entre os argumentos quanto a correção gramatical do texto, com a vantagem de que reforçaria os aspectos utilizados no
tipo de previsão mencionado. TEXTO: A diferença é que, nesse caso, a previsão não se vale de dados, mas de sentimentos; algo
que poderia também ser chamado de intuição, mas que deriva da experiência de vida.
Questão 50 - (STF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2008) Dadas as relações de sentido do texto, os dois períodos seguintes poderiam ser
ligados pelo termo porque. Nesse caso, o ponto final que encerra o primeiro desses períodos deveria ser retirado e o termo “Ela”
deveria ser escrito com letra minúscula. TEXTO: Porém nem mesmo a liberdade é tão valorizada quanto se imagina. Ela implica
responsabilidades.
Questão 51 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) O emprego da vírgula em “Mas, esse norteado tem” atende à prescrição gramatical
no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da língua portuguesa.
Questão 52 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) A conjunção coordenativa, na introdução dos trechos “Se não, a vida de todos
ficava sendo sempre o confuso dessa doideira que é. E que: para cada dia, e cada hora, só uma ação possível da gente é que
consegue ser a certa” e “Com essa sonhação minha, compadre meu Quelemém concorda, eu acho. E procurar encontrar aquele
caminho certo, eu quis, forcejei”, expressa uma relação semântica contextual de oposição.
Questão 53 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) O trecho “porque lhe é imposto o dever de optar” poderia ser corretamente
substituído por: porquanto o impõem ao dever de optar.
Questão 54 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) A conjunção “pois” está entre vírgulas porque estabelece, entre a oração que
introduz e a anterior, relação lógico-sintática de conclusão. TEXTO: Não se conclua daí, porém, qualquer sorte de determinismo,
pois, se não escolhe as condições em que é chamado a escolher, determinadas pelo processo histórico, cabe ao indivíduo escolher
nas circunstâncias dadas.
Questão 55 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) A correção gramatical seria mantida se a forma verbal “julgam” fosse empregada
na terceira pessoa do singular. TEXTO: Evidentemente, as várias culturas e sociedades não definiram nem definem a violência da
mesma maneira, ao contrário, dão-lhe conteúdos diferentes, segundo os tempos e os lugares, de tal maneira que o que uma
cultura ou uma sociedade julgam violento pode não ser avaliado assim por uma outra.
Questão 56 - (MI/ ASS. TÉC./ CESPE/ 2009) O sentido original do texto seria mantido com a substituição do conector “posto
que” por embora, em “a casa em que morava, assobradada como a nossa, posto que menor, era propriedade dele”.
Questão 57 - (MI/ ASS. TÉC./ CESPE/ 2009) O sentido original do texto seria mantido com a substituição do conector “para” por
a fim de, em “e guardar o que sobrasse para acudir às moléstias grandes”.
Questão 58 - (MMA/ ANALISTA/ CESPE/ 2008) No trecho “até hoje se sabe”, o elemento linguístico “se” tem valor condicional.
TEXTO: Os oceanos ocupam 70% da superfície da Terra, mas até hoje se sabe muito pouco sobre a vida em suas regiões mais
recônditas.
Questão 59 - (MJ/ DPF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) A substituição de “Caso” pela conjunção Se preservaria a correção
gramatical da oração em que se insere, não demandaria outras modificações no trecho e respeitaria a função condicional dessa
oração. TEXTO: As iniciativas são louváveis. Caso a população, porém, se sinta apenas punida ou obrigada a uma atitude, e não
parte da comunidade, os benefícios não se tornarão duradouros.
Questão 60 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) Mantendo-se o sentido e a coesão do texto, o trecho “Já que sua vocação é reunir o
maior número de homens possível” poderia ser reescrito da seguinte forma: Dado que sua vocação é a de reunir o maior
número possível de homens.
Questão 61 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) Como o termo “malgrado” pode ser classificado tanto como adjetivo quanto como
preposição, estaria igualmente correto o emprego da forma malgradas em vez de “malgrado”. TEXTO: No entanto, malgrado as
diferenças, certos aspectos da violência são percebidos da mesma maneira nas várias culturas e sociedades, formando o fundo
comum contra o qual os valores éticos são erguidos.
Questão 62 - (TJ-AC/ ANALISTA JUDICIÁRIO/ CESPE/ 2012) O elemento “Embora” poderia ser substituído por Desde que,
sem que se prejudicassem a correção gramatical e o sentido original do texto. TEXTO: Embora se observe pelo mundo tanta
negligência e falta de visão com relação a esse bem vital, é de se esperar que os seres humanos procurem preservar e manter os
reservatórios naturais desse líquido precioso.
Questão 63 - (ANAC/ TÉCNICO ADM/ CESPE/ 2012) Mantêm-se a correção gramatical do período e suas relações sintáticas
originais ao se substituir o termo “Entretanto” por qualquer um dos seguintes: Porém, Contudo, Todavia, Conquanto. TEXTO:
A taxa de ocupação dos voos internacionais operados por empresas brasileiras alcançou 82,80% em setembro de 2012, ao passo

Produzindo resultados positivos 4


Professor Lucas Gonçalves Professor Régis Soares
(contato: Lucasgoncalveslemos@gmail.com) (contato: falecomregis@hotmail.com)

que, no mesmo mês, em 2011, a taxa foi de 82,60%, o que representa uma variação positiva de 0,23%. Entretanto, a demanda do
transporte aéreo internacional de passageiros das empresas aéreas brasileiras apresentou redução de 2,43% em setembro de 2012
em relação ao mesmo mês de 2011.
Questão 64 - (TCU/ TÉCNICO/ CESPE/ 2012) Seriam mantidos a correção gramatical do período e o seu sentido original se a
conjunção “pois” fosse substituída por qualquer uma das seguintes: porque, visto que, uma vez que, conquanto. TEXTO: O
tribunal observou que o desempenho das atribuições inerentes ao poder de polícia da SUSEP sobre o mercado de corretagem de
seguros precisava ser melhorado, pois não cabiam a essa superintendência, mas à Federação Nacional dos Corretores de Seguros
Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada, das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros
(FENACOR), o controle das informações e a arrecadação de taxas referentes aos serviços decorrentes do exercício do referido
poder.
Questão 65 - (ANATEL/ TÉCNICO ADM/ CESPE/ 2012) Mantém-se a correção gramatical do período ao se substituir “mas” por
embora. TEXTO: Dificuldades à parte, o fato é que todos os segmentos das telecomunicações influenciam hoje não só o
desenvolvimento e a inclusão social do país, mas representam também um setor econômico de peso, que movimenta mais de R$
180 bilhões por ano, correspondendo a aproximadamente 6% do produto interno bruto.
Questão 66 - (MP-PI/ TÉCNICO ADM/ CESPE/ 2012) No quarto período do primeiro parágrafo, a conjunção “Enquanto” introduz
oração de valor consecutivo. TEXTO: Enquanto os especialistas analisam o assunto na tentativa de apontar soluções para o
problema, o Psicólogos do Trânsito, um grupo de jovens paulistanos, decidiu levar bom humor à rua, mostrando que um simples
gesto pode melhorar o caos do trânsito.
Questão 67 - (ABIN/ OFICIAL/ CESPE/ 2008) Em “à do experimento”, o sinal indicativo de crase está empregado de forma
semelhante ao emprego desse sinal em expressões como à moda, às vezes, em que o uso do sinal é fixo. TEXTO: Mudado seu
modo de pensar, o pesquisador já não concebe aquele tema da mesma forma e, assim, já não é capaz de estabelecer uma relação
exatamente igual à do experimento original.
Questão 68 - (DETRAN-ES/ SUPERIOR/ CESPE/ 2010) O emprego do sinal indicativo de crase em “à vida” deve-se à presença
do substantivo “sentido”, cujo complemento deve ser introduzido pela preposição a. TEXTO: Por não sermos só um corpo que
precisa de água e comida, mas seres movidos pelo desejo de dar sentido à vida, estamos em constante transformação.
Questão 69 - (MDS/ MÉDIO/ CESPE/ 2009) Em “à fome”, o emprego do acento grave justifica-se pela regência de “combate” e
pela presença de artigo definido feminino antes de “fome”. TEXTO: O Brasil foi considerado líder no combate à fome entre os
países em desenvolvimento.
Questão 70 - (MDS/ MÉDIO/ CESPE/ 2009) Se “às”, em “às doações”, fosse substituído por a, a correção gramatical do período
seria prejudicada. TEXTO: Para combater a fome, não nos podemos limitar às doações, bolsas e caridade.
Questão 71 - (PF/ DELEGADO / CESPE/ 2004) Por ser opcional o emprego do sinal indicativo de crase no termo regido por
“frente”, sua inserção preservaria a correção gramatical do texto. TEXTO: O resultado mais remoto é deixar a população indefesa
frente a aventuras políticas.
Questão 72 - (PMDF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) Devido à presença da expressão “em relação”, o uso do sinal indicativo de
crase em “a esses direitos” é facultativo. TEXTO: Mas, também em relação a esses direitos e valores, é preciso ter em conta que
todos são iguais, devendo merecer a mesma proteção.
Questão 73 - (PMDF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) O sinal indicativo de crase em “às competências” é exigido pela expressão
“dar primazia”, e retirá-lo provocaria erro gramatical no texto. TEXTO: caprichosamente não procurou dar primazia às
competências funcionais dos produtos.
Questão 74 - (POLÍCIA FEDERAL/ CESPE/ 2009) A inserção do sinal indicativo de crase em “existimos previamente a nossas
relações sociais” preservaria a correção gramatical e a coerência do texto, tornando determinado o termo “relações”.
Questão 75 - (TCU/ SUPERIOR/ 2007) O emprego do sinal indicativo de crase em “às necessidades” é obrigatório; a omissão
desse sinal provocaria erro gramatical por desrespeitar as regras de regência estabelecidas pelo padrão culto da linguagem.
TEXTO: A compreensão sistêmica do ecossistema hipercomplexo em que vivemos e a necessidade de uma mudança nos
comportamentos predatórios e irresponsáveis, individuais e coletivos, a fim de permitir um desenvolvimento sustentável, capaz de
atender às necessidades do presente, sem comprometer a vida futura sobre a Terra.
Questão 76 - (TJRR/ ANALISTA DE SISTEMAS/ CESPE/ 2011) O acento grave indicativo de crase empregado no trecho
"estendendo àquelas paragens sua autoridade" seria corretamente mantido caso esse trecho tivesse sido escrito da seguinte
forma: estendendo à essas paragens sua autoridade. TEXTO: Os portugueses fundaram, em volta do forte, vários centros
habitacionais e, para povoá-los, foram buscar indígenas até mesmo além da linha oriental do território contestado, estendendo
àquelas paragens sua autoridade.

Produzindo resultados positivos 5


Professor Lucas Gonçalves Professor Régis Soares
(contato: Lucasgoncalveslemos@gmail.com) (contato: falecomregis@hotmail.com)

Questão 77 - (MJ/ DPF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) A inserção do sinal indicativo de crase em “existimos previamente a nossas
relações sociais” preservaria a correção gramatical e a coerência do texto, tornando determinado o termo “relações”. TEXTO:
Não há como pensar que existimos previamente a nossas relações sociais.
Questão 78 - (SEGER/ ES/ CESPE/ 2011) No trecho “esta última crise foi pior que a maioria das antecessoras” (R.12-13), a
expressão “maioria das antecessoras” está empregada de forma indefinida; caso fosse empregada de forma definida, precedida de
artigo, seria obrigatório o uso do sinal indicativo de crase, devendo-se escrever à maioria. TEXTO: Historicamente as grandes
crises financeiras foram seguidas por longos períodos de crescimento lento e apatia econômica, e esta última crise foi pior que a
maioria das antecessoras.
Questão 79 - (ANATEL/ TÉCNICO ADM/ CESPE/ 2012) O acento grave, que é sinal indicativo de crase em “acesso à Internet”
(R.9), justifica-se porque a regência do termo “acesso” exige complemento antecedido pela preposição a e a palavra “Internet” está
antecedida por artigo definido feminino. TEXTO: Assim é o setor de telecomunicações no Brasil, que envolve segmentos de
extrema relevância para o desenvolvimento do país, tais como: telefonia fixa e móvel, acesso à Internet, TV por assinatura,
serviços de comunicação por rádio, teledifusão, transmissões por satélite, entre outros.
Questão 80 - (IBAMA/ TÉCNICO ADM/ CESPE/ 2012) Sem prejuízo para os sentidos do texto o vocábulo “fabricantes” poderia
ser substituído por fábricas, sendo, nesse caso, necessário substituir “aos”, em “garante aos fabricantes”, por às. TEXTO: Esse
processo garante aos fabricantes uma venda muito maior de seus produtos.
Questão 81 - (TCU/ TÉCNICO/ CESPE/ 2012) A substituição de “aos” por “a” prejudica a correção gramatical do período.
TEXTO: (…) o controle das informações e a arrecadação de taxas referentes aos serviços decorrentes do exercício do referido
poder.
Questão 82 - (TCU/ TÉCNICO/ CESPE/ 2012) O emprego de sinal indicativo de crase em “à aplicação” justifica-se porque a
palavra “relativos” exige complemento regido pela preposição “a” e a palavra “aplicação” está antecedida por artigo definido
feminino. TEXTO: O Tribunal de Contas da União (TCU) fez uma série de recomendações à Superintendência de Seguros
Privados (SUSEP) para aperfeiçoamento dos processos relativos à arrecadação e à aplicação das receitas próprias da entidade.
Questão 83 - (MPE-PI/ ANALISTA/ CESPE/ 2012) O emprego do sinal indicativo de crase em “ligados à globalização” é
facultativo, pois o termo “globalização” poderia ser empregado, nesse contexto, de forma indeterminada, indefinida e,
consequentemente, sem o artigo definido. TEXTO: Eles estão inextricavelmente ligados à globalização.
Questão 84 - (TER-RJ/ TÉCNICO/ CESPE/ 2012) O sinal indicativo de crase em “restritas às cidades” justifica-se porque a
palavra “restritas” exige complemento regido pela preposição “a” e a palavra “cidades” vem antecedida por artigo definido
feminino, no plural. TEXTO: Os 68.544 vereadores que serão eleitos, em 7 de outubro, por 138.242.323 eleitores, nos mais de
5.500 municípios brasileiros, terão a tarefa de fiscalizar as prefeituras, além de criar e modificar leis restritas às cidades.
Questão 85 - (IJSN-ES/ SUPERIOR/ 2010) A retirada do acento grave de “à sorte” e a substituição de “ao” por a preservariam a
correção e o sentido do período. TEXTO: Há ainda duas maneiras de se tornar príncipe, que não podem ser atribuídas
exclusivamente à sorte ou ao merecimento.
Questão 86 - (STF/ REVISOR/ CESPE/ 2008) Há falha quanto ao paralelismo sintático, a qual seria eliminada suprimindo-se o
artigo “a” que precede o substantivo “invasão”. TEXTO: Também consideramos violência a profanação das coisas sagradas,
como a invasão e roubo de igrejas, templos, sinagogas; destruição de textos, imagens e símbolos religiosos; invasão e destruição
de túmulos.
Questão 87 - (MJ/ DPF/ ESCRIVÃO/ CESPE/ 2009) A repetição da preposição de antes de “superação”, “particular” e
“afirmação” indica que esses três termos estão empregados como complemento do nome “processo”, caracterizando-o como
acontecimento na história. TEXTO: A história é o lugar onde acontece o processo da superação do particular e da afirmação do
geral.
Questão 88 - (PMDF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) A repetição da preposição de antes de “sua liberdade”, “sua integridade” e
“outros bens” indica que se trata de três expressões que complementam “proteção”, e não “direito”. TEXTO: Todo indivíduo tem
direito à proteção de sua liberdade, de sua integridade física e de outros bens que são necessários para que uma pessoa não seja
rebaixada de sua natureza humana.
Questão 89 - (ANP/ ANALISTA/ CESPE/ 2012) Em “o querosene de qualidade era aquele que não incorporava frações
correspondentes a gasolina, pois haveria probabilidade de explosão, ou a dísel, que geraria uma chama fuliginosa” (ℓ.17-20), sem
provocar incorreção gramatical, poder-se-ia empregar o acento indicativo de crase em “a gasolina”, desde que a expressão “a
dísel” fosse alterada para ao dísel, para manter o paralelismo.
Questão 90 - (ABIN/ OFICIAL/ CESPE/ 2008) Logo após “pesquisa”, estaria gramaticalmente correto e coerente com o
desenvolvimento das ideias do texto o emprego do travessão simples no lugar da vírgula. TEXTO: Não se podendo repetir a
relação sujeito-objeto, é forçoso afirmar que seria impossível a reprodução exata de qualquer situação de pesquisa, o que
ressalta a importância da descrição do fenômeno e o caráter vivo dos postulados teóricos.

Produzindo resultados positivos 6


Professor Lucas Gonçalves Professor Régis Soares
(contato: Lucasgoncalveslemos@gmail.com) (contato: falecomregis@hotmail.com)

Questão 91 - (MDS/ MÉDIO/ CESPE/ 2009) O termo “a fome” está entre vírgulas porque funciona, no trecho, como um vocativo.
TEXTO: Hoje, há amplo consenso de que o mais terrível dos efeitos da miséria, a fome, não é consequência da baixa produção de
alimentos, mas da falta de renda das famílias para adquirir os alimentos na quantidade necessária e com a qualidade adequada.
Questão 92 - (MDS/ MÉDIO/ CESPE/ 2009) A substituição do travessão por vírgula prejudica a correção gramatical do período.
TEXTO: “O Fome Zero lançou um pacote de políticas para ajudar a reduzir a fome — incluindo transferências de dinheiro,
bancos de alimentação e cozinhas comunitárias”.
Questão 93 - (MDS/ MÉDIO/ CESPE/ 2009) As vírgulas após “populares”, “alimentos”, “abastecimento” e “urbana” isolam
elementos de mesma função sintática componentes de uma enumeração. TEXTO: (…) e, finalmente, apoio aos inúmeros
programas criados por governos estaduais, municipais e pela sociedade civil organizada que buscam combater a fome por meio
de restaurantes populares, bancos de alimentos, modernização do abastecimento, incentivo à agricultura urbana, apoio ao auto
consumo alimentar e à agricultura familiar.
Questão 94 - (MI/ ASS. TÉC./ CESPE/ 2009) A vírgula empregada imediatamente antes da expressão “dez contos de réis” pode
ser substituída por dois-pontos ou por travessão, sem prejuízo para a coerência e a correção do texto. TEXTO: Comprou-a com a
sorte grande que lhe saiu num meio bilhete de loteria, dez contos de réis.
Questão 95 - (PF/ DELEGADO/ CESPE/ 2004) O aposto “como ser histórico” esclarece ou justifica as razões das características
de homem que o período sintático apresenta a seguir. TEXTO: O homem, como ser histórico, é o construtor da sociedade e o
responsável pelo rumo que ela venha a tomar.
Questão 96 - (PMDF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2009) A substituição das vírgulas que demarcam a expressão “sobretudo a partir dos
anos cinquenta” por parênteses preservaria a coerência das ideias e a correção gramatical do texto. TEXTO: linguagem
publicitária que se estabeleceu como norma competente, sobretudo a partir dos anos cinquenta, caprichosamente não procurou
dar primazia às competências funcionais dos produtos.
Questão 97 - (MJ/ DPF/ SUPERIOR/ CESPE 2009) O emprego das aspas nos termos sublinhados a seguir ressalta, no contexto, o
valor significativo não usual desses termos. TEXTO: A sociologia trabalha com a concepção dessa relação entre o que é “meu” e
o que é “nosso”. A pergunta que propõe é: como nos fazemos e nos refazemos em nossas relações com as instituições e nas
relações que estabelecemos com os outros? Não há, assim, uma visão de homem como uma unidade fechada em si mesma, como
Homo clausus. Estaríamos envolvidos, constantemente, em tramas complexas de internalização do “exterior” e, também, de
rejeição ou negociação próprias e singulares do “exterior”.
Questão 98 - (MJ/ AG. PENITENCIÁRIO/ CESPE/ 2005) No trecho “No egoísmo, eu sou tudo, e os outros são nada”, seria
correto suprimir a segunda ocorrência do verbo ser; nesse caso, o emprego da vírgula logo após “outros” seria necessário para
marcar a elipse do verbo. TEXTO: Assim, o sujeito oscila entre o egoísmo e o altruísmo. No egoísmo, eu sou tudo, e os outros são
nada; mas, no altruísmo, eu me dou, me devoto, sou inteiramente secundário para aqueles aos quais me dou.
Questão 99 - (TELEBRAS/ MÉDIO/ CESPE/ 2013) A vírgula empregada logo após “brasileiro” poderia ser suprimida, sem
prejuízo para a correção gramatical e o sentido original do texto. TEXTO: A crescente inter-relação entre acesso às tecnologias de
informação e comunicação (TIC), propriedades cognitivas para uso social das tecnologias da informação, desigualdades sociais e
regionais e políticas públicas de inclusão digital nos levam a problematizar as condições materiais e cognitivas de inserção do
cidadão brasileiro, oriundo de diferentes estratos sociais e universos culturais, na chamada sociedade da informação e do
conhecimento.
Questão 100 - (STF/ SUPERIOR/ CESPE/ 2008) O deslocamento do travessão para logo depois de “profissionalmente”
preservaria a correção gramatical do texto e a coerência da argumentação, com a vantagem de não acumular dois sinais de
pontuação juntos. TEXTO: Por isso, quando entra ele em crise — quando minha liberdade de escolher amorosa ou política ou
profissionalmente resulta em sofrimento —, posso aliviar-me procurando uma solução que substitua meu papel de sujeito pelo de
objeto.
GABARITO
01 – C 11 – C DICA: SÓ CONFIRA O GABARITO APÓS RESOLVER TODOS OS ITENS 84 – C 94 – C
02 – C 12 – E 21 – E 30 – E 39 – E 48 – C 57 – C 66 – E 75 – C 85 – C 95 – C
03 – E 13 – C 22 – C 31 – C 40 – C 49 – E 58 – E 67 – E 76 – E 86 – C 96 – C
04 – C 14 – E 23 – E 32 – C 41 – C 50 – C 59 – E 68 – E 77 – E 87 – E 97 – E
05 – E 15 – E 24 – C 33 – E 42 – E 51 – E 60 – C 69 – C 78 – E 88 – C 98 – C
06 – C 16 – C 25 – E 34 – E 43 – C 52 – E 61 – E 70 – E 79 – C 89 – C 99 – E
07 – E 17 – E 26 – E 35 – E 44 – E 53 – E 62 – E 71 – E 80 – C 90 – C 100 – E
08 – E 18 – E 27 – E 36 – E 45 – E 54 – E 63 – E 72 – E 81 – E 91 – E
09 – E 19 – C 28 – C 37 – C 46 – C 55 – C 64 – E 73 – C 82 – C 92 – E FIM
10 – E 20 – C 29 – C 38 – E 47 – C 56 – C 65 – E 74 – E 83 – E 93 – C

Produzindo resultados positivos 7