Você está na página 1de 23

22/01/2018

DIREITO
CONSTITUCIONAL
Curso Regular
PROFESSOR PAULO LÉPORE
• Pós-Doutor em Direito pela UFSC
• Pós-Graduado em Direitos Humanos pela
Universidade de Coimbra, Portugal
• Autor e Coordenador das Editoras Saraiva,
Juspodivm, Revista dos Tribunais e Método

1
22/01/2018

•Professor Paulo Lépore

Paulo Lépore
@paulolepore
@paulolepore
@paulolepore
www.paulolepore.com.br

• Professor Paulo Lépore

Paulo Lépore
Direito Constitucional com Paulo Lépore
@paulolepore
@paulolepore
@paulolepore
www.paulolepore.com.br

2
22/01/2018

3
22/01/2018

1. Conceito de Constituição e Supremacia Constitucional


• 1.1. Sentido Sociológico
– Ferdinand Lassale

• 1.2. Sentido Político


– Carl Schmitt

• 1.3. Sentido Jurídico


– Hans Kelsen

“Pirâmide de Kelsen”

4
22/01/2018

1. Conceito de Constituição e Supremacia Constitucional

• 1.3. Sentido Jurídico – Hans Kelsen


• A) Sentido lógico-jurídico: norma
hipotética fundamental: Constituição
pressuposta.

• B) Sentido jurídico-positivo: norma


positiva suprema – fundamento máximo
de validade: Constituição posta.

1. Conceito de Constituição e Supremacia Constitucional

• 1.4. Sentido Culturalista


– Michele Ainis

• 1.5. Sentido Aberto


– Gomes Canotilho e Peter Häberle

5
22/01/2018

2. Poder Constituinte
• 2.1 Ideia ou teoria clássica
• Emmanuel Joseph Sieyès

• 2.2. Espécies
• 2.2.1. Poder Constituinte Originário
(Genuíno, Primário, De Primeiro Grau)
• Inicial
• Autônomo
• Ilimitado
• Incondicionado
• Permanente

2. Poder Constituinte
• 2.2.2. Poder Constituinte Derivado
Reformador (De Reforma,
Secundário, De Segundo Grau,
Instituído ou Constituído)
• Limitações:
• 1. Temporais
• 2. Circunstanciais
• 3. Formais
• 4. Materiais
• 5. Implícitas

• 2.2.3. Poder Constituinte Derivado


Decorrente

6
22/01/2018

PODER CONSTITUINTE
1. Poder Constituinte - Inicial
Originário, Genuíno, - Autônomo
Primário ou de Primeiro - Ilimitado
Grau - Incondicionado
- Permanente
2. Poder Constituinte Limitações:
Derivado Reformador, a) Temporais
De Reforma, b) Circunstanciais
Secundário, De Segundo c) Formais
Grau, Instituído ou c.i) Formal Subjetiva
Constituído c.ii) Formal Objetiva
d) Materiais
e) Implícitas

3. Poder Constituinte - Constituições Estaduais


Derivado Decorrente - Lei Orgânica do DF*
13

• (Técnico Judiciário – Área Administrativa TRE/PR – 2017 – FCC) À luz do direito


vigente, as emendas à Constituição Federal, aprovadas pela Câmara dos Deputados
e pelo Senado Federal, são atos normativos que decorrem do poder
• (A) constituinte originário, podendo alterar a Constituição sem encontrar limites
jurídicos para tanto, uma vez que o poder constituinte, cujo titular é o povo, é
soberano e ilimitado.
• (B) constituinte derivado, podendo alterar a Constituição desde que sejam
respeitados os limites jurídicos nela originariamente previstos.
• (C) constituinte originário, podendo alterar a constituição desde que sejam
respeitados os limites nela previstos.
• (D) legislativo, mas não do poder constituinte, uma vez que os parlamentares que
as aprovam não são especialmente eleitos para o fim de alterarem a Constituição,
motivo pelo qual as emendas constitucionais são hierarquicamente inferiores às
normas constitucionais originariamente editadas pelo poder constituinte.
• (E) legislativo, estando sujeitas aos mesmos limites jurídicos que devem ser
observados no processo de elaboração das leis complementares e ordinárias. 14

7
22/01/2018

• (Técnico Judiciário – Área Administrativa TRE/PR – 2017 – FCC) À luz do direito


vigente, as emendas à Constituição Federal, aprovadas pela Câmara dos Deputados
e pelo Senado Federal, são atos normativos que decorrem do poder
• (A) constituinte originário, podendo alterar a Constituição sem encontrar limites
jurídicos para tanto, uma vez que o poder constituinte, cujo titular é o povo, é
soberano e ilimitado.
• (B) constituinte derivado, podendo alterar a Constituição desde que sejam
respeitados os limites jurídicos nela originariamente previstos.
• (C) constituinte originário, podendo alterar a constituição desde que sejam
respeitados os limites nela previstos.
• (D) legislativo, mas não do poder constituinte, uma vez que os parlamentares que
as aprovam não são especialmente eleitos para o fim de alterarem a Constituição,
motivo pelo qual as emendas constitucionais são hierarquicamente inferiores às
normas constitucionais originariamente editadas pelo poder constituinte.
• (E) legislativo, estando sujeitas aos mesmos limites jurídicos que devem ser
observados no processo de elaboração das leis complementares e ordinárias. 15

• (Analista Judiciário – Área Judiciária – TRT 8 – 2016 – Cespe)


• Acerca do poder constituinte e dos princípios fundamentais da CF, julgue
os itens a seguir.
• O titular do poder constituinte é aquele que, em nome do povo,
promove a instituição de um novo regime constitucional ou promove a
sua alteração.
• Embora seja, em regra, ilimitado, o poder constituinte originário pode
sofrer limitações em decorrência de ordem supranacional, sendo
inadmissível, por exemplo, uma nova Constituição que desrespeite as
normas internacionais de direitos humanos.

8
22/01/2018

• (Analista Judiciário – Área Judiciária – TRT 8 – 2016 – Cespe)


• Acerca do poder constituinte e dos princípios fundamentais da CF, julgue
os itens a seguir.
• ERRADO. O titular do poder constituinte é (o povo) aquele que, em nome
do povo, promove a instituição de um novo regime constitucional ou
promove a sua alteração.

• ERRADO. Embora seja, em regra, ilimitado, o poder constituinte originário


pode sofrer limitações em decorrência de ordem supranacional, sendo
inadmissível, por exemplo, uma nova Constituição que desrespeite as
normas internacionais de direitos humanos.

• (Analista Judiciário – Área Administrativa – TRE/RS – 2015 – Cespe)


• Julgue os itens a respeito do poder constituinte.
• A característica de originariedade conferida ao poder constituinte faz
com que esse deixe de existir, uma vez elaborada e posta em vigor nova
constituição.
• A doutrina constitucional moderna atribui à nação a titularidade do
poder constituinte.

9
22/01/2018

• (Analista Judiciário – Área Administrativa – TRE/RS – 2015 – Cespe)


• Julgue os itens a respeito do poder constituinte.
• ERRADO. A característica de originariedade conferida ao poder
constituinte faz com que esse deixe de existir, uma vez elaborada e
posta em vigor nova constituição (permanente).
• ERRADO. A doutrina constitucional moderna atribui à nação (povo) a
titularidade do poder constituinte.

• (Técnico Judiciário – Área Administrativa – TRE/PB – 2015 – FCC)


• O Poder Constituinte conferido pela Constituição Federal aos Estados-
membros, para que elaborem as suas próprias Constituições, é
denominado:
• a) Derivado decorrente.
• b) Originário material.
• c) Derivado reformador.
• d) Originário formal.
• e) Originário limitado.

10
22/01/2018

• (Técnico Judiciário – Área Administrativa – TRE/PB – 2015 – FCC)


• O Poder Constituinte conferido pela Constituição Federal aos Estados-
membros, para que elaborem as suas próprias Constituições, é
denominado:
• a) Derivado decorrente.
• b) Originário material.
• c) Derivado reformador.
• d) Originário formal.
• e) Originário limitado.

3. Classificação das Constituições


CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES
1. Quanto a) Democrática/Promulgada/Popular
à origem b) Outorgada
c) Cesarista/Bonapartista/Plebiscitária/Referendária
d) Pactuada
2. Quanto a) Formal/Procedimental
ao b) Material/Substancial
conteúdo
3. Quanto a) Escrita/Instrumental
à forma a.i) Escrita legal
a.ii) Escrita codificada
b) Não escrita/Costumeira/Consuetudinária

11
22/01/2018

3. Classificação das Constituições


4. Quanto à a) Imutável
estabilidade, b) Fixa
mutabilidade c) Super-rígida
ou d) Rígida
alterabilidade e) Flexível
f) Semirrígida/Semiflexível/mista
5. Quanto à a) Sintética
extensão b) Analítica
6. Quanto à a) Garantia/Liberal/Defensiva/Negativa
finalidade b) Dirigente
c) Balanço
7. Quanto ao a) Dogmática (Sistematizada)
modo de b) Histórica
elaboração

3. Classificação das Constituições


8. Quanto à a) Ortodoxa
ideologia b) Eclética
9. Quanto ao a) Normativa
valor, essência b) Nominal
ou ontologia c) Semântica
(Karl
Loewenstein)

I. Toda constituição rígida é escrita


MÁXIMAS II. Nem toda constituição escrita é rígida
III. Toda Constituição costumeira é, ao menos
conceitualmente, flexível

12
22/01/2018

• (Cespe – Analista Judiciário – Área Administrativa – TRE/RS – 2015)


• Acerca da classificação das constituições, assinale a opção correta.
• A) As constituições não escritas se assentam essencialmente em
costumes e pressupõem a inexistência de normas constitucionais em
documentos escritos, sejam consolidados, sejam esparsos.
• B) Constituições semirrígidas ou semiflexíveis são aquelas que são
parte imutáveis e parte suscetíveis de alteração por processo
legislativo mais dificultoso que o ordinário.
• C) As constituições-garantia ou estatutárias contrapõem-se às
programáticas ou dirigentes por concentrarem suas disposições na
estrutura do poder, sem enveredar por objetivos socioeconômicos e
culturais.
• D) A forma escrita ou não escrita de uma constituição é critério de
classificação que não se associa a maior ou menor normatividade e
segurança jurídica das disposições constitucionais.
25

• (Cespe – Analista Judiciário – Área Administrativa – TRE/RS – 2015 -


Adaptada)
• Acerca da classificação das constituições, assinale a opção correta.
• A) As constituições não escritas se assentam essencialmente em costumes
e pressupõem a inexistência de normas constitucionais em documentos
escritos, sejam consolidados, sejam esparsos.
• B) Constituições semirrígidas ou semiflexíveis são aquelas que são parte
imutáveis e parte suscetíveis de alteração por processo legislativo mais
dificultoso que o ordinário.
• C) As constituições-garantia ou estatutárias contrapõem-se às
programáticas ou dirigentes por concentrarem suas disposições na
estrutura do poder, sem enveredar por objetivos socioeconômicos e
culturais.
• D) A forma escrita ou não escrita de uma constituição é critério de
classificação que não se associa a maior ou menor normatividade e
segurança jurídica das disposições constitucionais.

26

13
22/01/2018

• (FCC – Técnico Judiciário – Área Administrativa - TRT 4/2015)


Em relação à sua mutabilidade ou alterabilidade, as Cons-
tituições podem ser classificadas em:

• (A) flexíveis, rígidas, semirrígidas ou semiflexíveis, e
superrígidas.
• (B) delegadas, outorgadas ou consensuais.
• (C) analíticas ou sintéticas.
• (D) escritas, costumeiras ou mistas.
• (E) originárias ou derivadas.

• (FCC – Técnico Judiciário – Área Administrativa - TRT 4/2015)


Em relação à sua mutabilidade ou alterabilidade, as Cons-
tituições podem ser classificadas em:

• (A) flexíveis, rígidas, semirrígidas ou semiflexíveis, e
superrígidas.
• (B) delegadas, outorgadas (origem) ou consensuais.
• (C) analíticas ou sintéticas (extensão).
• (D) escritas, costumeiras (forma) ou mistas.
• (E) originárias ou derivadas.

14
22/01/2018

• (IBFC - Analista Judiciário – Área Judiciária– TRE-AM/2014) Analise as


seguintes afirmativas, referentes à classificação das Constituições, e indique a
alternativa CORRETA:

• a) "Constituições cesaristas" são aquelas impostas por quem não recebeu
poder para tanto.
• b) "Constituições promulgadas" são aquelas que se restringem apenas aos
elementos substancialmente constitucionais, emitindo, especialmente,
princípios, organizando e limitado o poder.
• c) "Constituições outorgadas" são originadas de um plebiscito popular sobre
um projeto elaborado por um Imperador ou um Ditador.
• d) "Constituições pactuadas" são aquelas originadas de um compromisso
instável de duas forças políticas rivais, de maneira que o equilíbrio fornecido por
tal espécie de Carta é precário.
29

• (IBFC - Analista Judiciário – Área Judiciária– TRE-AM/2014) Analise as


seguintes afirmativas, referentes à classificação das Constituições, e
indique a alternativa CORRETA:

• a) "Constituições cesaristas" são aquelas impostas por quem não
recebeu poder para tanto.
• b) "Constituições promulgadas" são aquelas que se restringem apenas
aos elementos substancialmente constitucionais, emitindo,
especialmente, princípios, organizando e limitado o poder. (Constituições
materiais/substanciais ou Constituições Sintéticas)
• c) "Constituições outorgadas" são originadas de um plebiscito popular
sobre um projeto elaborado por um Imperador ou um Ditador.
(Constituições Cesaristas, Bonapartistas, Plebiscitárias ou Referendárias)
• d) "Constituições pactuadas" são aquelas originadas de um
compromisso instável de duas forças políticas rivais, de maneira que o
equilíbrio fornecido por tal espécie de Carta é precário.
30

15
22/01/2018

• (Cespe – Técnico – Administração – MPU/2013) No


que se refere à CF, julgue o item a seguir.

• Todas as normas presentes na CF, independentemente


de seu conteúdo, possuem supremacia em relação à lei
ordinária, por serem formalmente constitucionais.

31

• (Cespe – Técnico – Administração – MPU/2013) No


que se refere à CF, julgue o item a seguir.

• CERTO. Todas as normas presentes na CF,


independentemente de seu conteúdo, possuem
supremacia em relação à lei ordinária, por serem
formalmente constitucionais.

32

16
22/01/2018

4. Componentes e Elementos da Constituição


COMPONENTES E ELEMENTOS DA CONSTITUIÇÃO
I. COMPONENTES 1. Preâmbulo
2. Corpo/Articulado
3. ADCT
II. ELEMENTOS 1. Orgânicos
(O-S-E-L-F) 2. Socioideológicos
3. (de) Estabilização Constitucional
4. Limitativos
5. Formais de Aplicabilidade

5. Eficácia e Aplicabilidade das Normas Constitucionais


CLASSIFICAÇÃO DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS
QUANTO À EFICÁCIA E À APLICABILIDADE
1. Normas de Eficácia
Plena
2. Normas de Eficácia
Contida
3. Normas de Eficácia a) de Princípio
Limitada Institutivo
* Eficácia negativa b) de Princípio
- Paralisante Programático
- Impeditiva
34

17
22/01/2018

• (Analista Judiciário – Área Judiciária TRE/PR – 2017 – FCC) Ao julgar arguição


de descumprimento de preceito fundamental tendo por objeto lei editada
anteriormente à entrada em vigor da Constituição Federal (CF) de 1988,
considerada não recepcionada em face do regime constitucional da liberdade
de imprensa, o Supremo Tribunal Federal consignou que “o direito de resposta,
que se manifesta como ação de replicar ou de retificar matéria publicada, é
exercitável por parte daquele que se vê ofendido em sua honra objetiva, ou
então subjetiva, conforme estampado no inciso V do art. 5º da CF”, segundo o
qual é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da
indenização por dano material, moral ou à imagem. Nesse sentido, o direito de
resposta está consubstanciado em norma constitucional de
• (A) aplicabilidade imediata e eficácia contida.
• (B) aplicabilidade imediata e eficácia plena.
• (C) aplicabilidade mediata e eficácia limitada.
• (D) princípio programático.
• (E) princípio institutivo.
35

• (Analista Judiciário – Área Judiciária TRE/PR – 2017 – FCC) Ao julgar arguição


de descumprimento de preceito fundamental tendo por objeto lei editada
anteriormente à entrada em vigor da Constituição Federal (CF) de 1988,
considerada não recepcionada em face do regime constitucional da liberdade
de imprensa, o Supremo Tribunal Federal consignou que “o direito de resposta,
que se manifesta como ação de replicar ou de retificar matéria publicada, é
exercitável por parte daquele que se vê ofendido em sua honra objetiva, ou
então subjetiva, conforme estampado no inciso V do art. 5º da CF”, segundo o
qual é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da
indenização por dano material, moral ou à imagem. Nesse sentido, o direito de
resposta está consubstanciado em norma constitucional de
• (A) aplicabilidade imediata e eficácia contida.
• (B) aplicabilidade imediata e eficácia plena.
• (C) aplicabilidade mediata e eficácia limitada.
• (D) princípio programático.
• (E) princípio institutivo.
36

18
22/01/2018

• (Consulplan – Analista Judiciário – Área Administrativa –


TRF 2/2017) “De acordo com o Art. 5º, XIII, da Constituição
da República, ‘é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício
ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a
lei estabelecer’. Ednaldo e Túlio, estudantes de direito,
travaram intenso debate a respeito da natureza da norma
constitucional delineada a partir desse preceito normativo.”
À luz da narrativa anterior, é correto afirmar que do referido
preceito normativo se obtém uma norma:
• a) Programática.
• b) De eficácia plena.
• c) De eficácia contida.
• d) De aplicabilidade indireta e mediata.
37

• (Consulplan – Analista Judiciário – Área Administrativa –


TRF 2/2017) “De acordo com o Art. 5º, XIII, da Constituição
da República, ‘é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício
ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a
lei estabelecer’. Ednaldo e Túlio, estudantes de direito,
travaram intenso debate a respeito da natureza da norma
constitucional delineada a partir desse preceito normativo.”
À luz da narrativa anterior, é correto afirmar que do referido
preceito normativo se obtém uma norma:
• a) Programática.
• b) De eficácia plena.
• c) De eficácia contida.
• d) De aplicabilidade indireta e mediata.
38

19
22/01/2018

• (FGV – Técnico Judiciário – Área Administrativa – TRT 7-


SC/2017) Álvaro, Deputado Federal, solicitou à sua assessoria
jurídica um parecer a respeito da aplicabilidade do disposto no
art. 5º, XIII, da Constituição Federal de 1988, que assegura, aos
brasileiros e aos estrangeiros residentes no País, o livre “exercício
de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as
qualificações profissionais que a lei estabelecer”. De acordo com
sua assessoria, esse tipo de comando, que dispõe sobre a
possibilidade de o seu alcance ser restringido pela legislação
infraconstitucional, é considerado uma norma:
• (A) de eficácia plena;
• (B) programática;
• (C) de eficácia limitada, de princípio institucional;
• (D) de eficácia variável;
• (E) de eficácia contida.
39

• (FGV – Técnico Judiciário – Área Administrativa – TRT 7-


SC/2017) Álvaro, Deputado Federal, solicitou à sua assessoria
jurídica um parecer a respeito da aplicabilidade do disposto no
art. 5º, XIII, da Constituição Federal de 1988, que assegura, aos
brasileiros e aos estrangeiros residentes no País, o livre “exercício
de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as
qualificações profissionais que a lei estabelecer”. De acordo com
sua assessoria, esse tipo de comando, que dispõe sobre a
possibilidade de o seu alcance ser restringido pela legislação
infraconstitucional, é considerado uma norma:
• (A) de eficácia plena;
• (B) programática;
• (C) de eficácia limitada, de princípio institucional;
• (D) de eficácia variável;
• (E) de eficácia contida.
40

20
22/01/2018

• (FCC – Analista Judiciário – Área Administrativa – TRF 3ª Região/2016) Uma das


classificações das normas constitucionais quanto a sua aplicabilidade foi proposta por
José Afonso da Silva.
• Segundo a classificação desse autor, entende-se por norma constitucional de eficácia
contida aquela que possui aplicabilidade
• (A) direta e imediata, produzindo de logo todos os seus efeitos, os quais, no entanto,
podem ser limitados por outras normas jurídicas, constitucionais ou
infraconstitucionais.
• (B) direta, imediata e integral, não estando sujeita a qualquer tipo de limitação
infraconstitucional.
• (C) indireta e mediata, vez depender a sua plena efetividade de regulamentação
infraconstitucional.
• (D) direta, imediata e integral, competindo ao Poder Público apenas regrar a forma de
seu exercício por meio de normas administrativas infralegais, vedada qualquer
limitação.
• (E) indireta e mediata, vez depender a sua plena efetividade da aplicação de outras
normas constitucionais.
41

• (FCC – Analista Judiciário – Área Administrativa – TRF 3ª Região/2016) Uma das


classificações das normas constitucionais quanto a sua aplicabilidade foi proposta por
José Afonso da Silva.
• Segundo a classificação desse autor, entende-se por norma constitucional de eficácia
contida aquela que possui aplicabilidade
• (A) direta e imediata, produzindo de logo todos os seus efeitos, os quais, no entanto,
podem ser limitados por outras normas jurídicas, constitucionais ou
infraconstitucionais.
• (B) direta, imediata e integral, não estando sujeita a qualquer tipo de limitação
infraconstitucional.
• (C) indireta e mediata, vez depender a sua plena efetividade de regulamentação
infraconstitucional.
• (D) direta, imediata e integral, competindo ao Poder Público apenas regrar a forma de
seu exercício por meio de normas administrativas infralegais, vedada qualquer
limitação.
• (E) indireta e mediata, vez depender a sua plena efetividade da aplicação de outras
normas constitucionais.
42

21
22/01/2018

• (FCC – Analista Judiciário – Área Administrativa - TRT 4/2015) O direito


de greve no serviço público, a inadmissibilidade de provas obtidas por
meios ilícitos no processo e a liberdade de exercício de qualquer profissão
constituem, respectivamente, normas constitucionais de eficácia

• (A) limitada, contida e plena.
• (B) contida, plena e limitada.
• (C) contida, limitada e plena.
• (D) limitada, plena e contida.
• (E) plena, limitada e contida.

• (FCC – Analista Judiciário – Área Administrativa - TRT 4/2015) O direito


de greve no serviço público, a inadmissibilidade de provas obtidas por
meios ilícitos no processo e a liberdade de exercício de qualquer profissão
constituem, respectivamente, normas constitucionais de eficácia

• (A) limitada, contida e plena.
• (B) contida, plena e limitada.
• (C) contida, limitada e plena.
• (D) limitada, plena e contida.
• (E) plena, limitada e contida.

22
22/01/2018

• (Cespe – Técnico – Administração – MPU/2013) Com relação


às normas constitucionais programáticas, julgue o item
abaixo.

• As normas programáticas, por sua natureza, não geram para


os jurisdicionados o direito de exigir comportamentos
comissivos, mas lhes facultam de demandar dos órgãos
estatais que se abstenham de atos que infrinjam as diretrizes
nelas traçadas.

45

• (Cespe – Técnico – Administração – MPU/2013) Com relação


às normas constitucionais programáticas, julgue o item
abaixo.

• CERTO. As normas programáticas, por sua natureza, não


geram para os jurisdicionados o direito de exigir
comportamentos comissivos, mas lhes facultam de
demandar dos órgãos estatais que se abstenham de atos que
infrinjam as diretrizes nelas traçadas.

46

23