Você está na página 1de 16

Estruturas de deformação

Falhas e Dobras
Biologia e Geologia
11º ano
Deformação nas rochas:
Manifestação da dinâmica interna da Terra
As deformações surgem por tensões
que alteram a forma e/ou o volume
das rochas.

As rochas estão sujeitas a tensões


provocadas pela:
1.mobilidade das placas litosféricas.
2.pressão das camadas suprajacentes.

O comportamento das rochas em relação


à tensão que lhes é aplicada é variável e
depende:
1. do tipo de rocha.
2. das condições de pressão e
temperatura a que a rocha está sujeita.
3. da intensidade da tensão.

Tensão – força exercida por unidade de superfície.


Variação da deformação dos materiais em função da tensão suportada

Limite de
plasticidade
Limite de
Rutura
elasticidade Os materiais podem experimentar
diversos tipos de deformações em
resposta às tensões que suportam.

Elástica Plástica/dúctil Frágil

DEFORMAÇÕES Força aplicada Comportamento do material

ELÁSTICA menor do que o limite de Deforma-se, mas pode recuperar a sua


( reversível) elasticidade. forma original, quando a tensão cessa.

PLÁSTICA/ DÚCTIL maior do que o limite de elasticidade Deforma-se, e não recupera a forma
(permanente/ mas menor ao limite de plasticidade. original, quando a tensão cessa.
irreversível)
maior do que o limite de Fratura, quando superado o limite de
FRÁGIL plasticidade. plasticidade.
Qual a importância dos fatores ambientais nas deformações das rochas?
Os gráficos A e B traduzem os efeitos experimentais relativos à influência de alguns
fatores ambientais na intensidade das deformações experimentadas pelos materiais
rochosos.
1. Identifique os fatores, referidos nos gráficos, que
interferem na deformação das rochas.
Temperatura, teor em água da rocha
(hidratação) e intensidade da tensão.
2. Para que o calcário atinja uma deformação de 2%, qual a
tensão a que deve ser submetido quando se considera,
respetivamente, a temperatura de 300ºC e 500ºC?
4000 kg/cm2 a 300ºC e 2600 kg/cm2 a 500 ºC

3. Em que condições essa rocha pode atingir uma


Deformações de um calcário submetido a diversas
temperaturas e diferentes condições de tensão. deformação de 8%?
Quando a temperatura é de 600ºC
4. Justifique, com base nos dados, que um
aumento de temperatura torna a rocha mais plástica
Quanto maior a temperatura, maior a
percentagem de deformação que uma rocha
suporta antes de sofrer rutura.
5. Refira a influência da água na deformação da rocha.
A presença de água faz aumentar a
Deformações de um calcário com quantidades variáveis
de água em função da tensão a que está submetida.
plasticidade dos materiais, facilitando a sua
deformação.
COMPORTAMENTO
DAS ROCHAS SUJEITAS A TENSÕES

FRÁGIL DÚCTIL

A rocha fratura facilmente em Em condições de elevadas pressão e


condições de baixa pressão e temperatura as rochas deformam-se
baixa temperatura permanentemente (alteram a sua forma e o
seu volume) mas sem fraturar.
Relaciona-se com a
Relaciona-se com a
formação de
formação de
FALHAS DOBRAS

fratura das rochas acompanhada do encurvamento de superfícies originalmente


movimento relativo de um dos blocos planas, em que não se verifica
fraturados. deslocação de blocos rochosos.
TIPO DE
LIMITE TIPOS de TENSÕES TIPO DE DEFORMAÇÃO
TECTÓNICO

COMPRESSÃO (COMPRESSIVAS)
As forças tendem a reduzir o volume das rochas. DÚCTIL – DOBRA
(deformação contínua)

CONVERGENTE

FRÁGIL – FALHA INVERSA


(deformação descontínua)

DISTENSÃO OU TRAÇÃO (DISTENSIVAS)


As forças tendem a alongar a rocha. DÚCTIL – estiramento

DIVERGENTE

FRÁGIL – FALHA NORMAL


(deformação descontínua)

CISALHAMENTO (CISALHANTES)
As forças provocam movimentos paralelos, mas em DÚCTIL – cisalhamento
sentidos opostos.
TRANSFORMANTE

FRÁGIL – FALHA DE DESLIGAMENTO


(deformação descontínua)
FALHAS
Complete o seguinte texto acerca das características das falhas:
As falhas são deformações _________________
descontínuas , em que se verifica uma
interrupção da________________
continuidade das camadas rochosas. São fraturas das
rochas acompanhadas do______________
movimento relativo dos blocos fraturados.
Ocorrem quando o _____________________________é
limite de plasticidade ultrapassado.
Resultam da atuação de qualquer tipo de______________
força / tensão em rochas com
comportamento_______________.
frágil
ELEMENTOS QUE CARACTERIZAM UMA FALHA

Identifique os números
da figura

5 Plano de Falha superfície de fratura.


2 Teto bloco imediatamente acima do plano de falha.
1 Muro bloco imediatamente por baixo do plano de falha.
6 Rejeito ou rejecto movimento relativo entre os dois blocos da falha.
4 Inclinação ângulo formado entre o plano de falha e um plano horizontal
que o interceta.
3 Direção Ângulo formado entre a linha de interseção do plano de
falha com um plano horizontal e uma coordenada geográfica.
TIPOS DE FALHAS
Tipo Posição do
teto Força
de
causadora
Rejeito Local de ocorrência
FALHA e do muro

Separação de placas continentais ou oceânicas

O teto
NORMAL

desce
FALHA

relativa- Distensiva Vertical


mente ao
muro

Ex. Rifte Valley Africano


Colisão de placas tectónicas

O teto
INVERSA

Compres-
FALHA

sobe
Vertical
relativa- siva
mente ao
muro
Ex. Himalaias e Andes
Falhas transformantes de zonas oceânicas; limites
Blocos têm conservativos
movimentos
FALHA DE
DESLIGA-

De
MENTO

horizontais,
paralelos à cisalha- Horizontal
direção do mento
plano de falha
Ex. Falha de Sto André (Califórnia)
1.As rochas quando sujeitas a forças, 1.As rochas quando sujeitas a forças,
deformam. deformam.
2. Em regime frágil e quando sofrem 2. Em regime frágil e quando sofrem
forças distensivas, as rochas fraturam forças compressivas, as rochas partem

formando-se falhas normais. formando-se falhas inversas.


3. Um dos blocos desce em relação ao 3. Um dos blocos sobe em relação ao
plano de falha. plano de falha.
Os blocos têm movimentos horizontais,
paralelos à direção do plano de falha

A falha de Santo André


marca um LIMITE
TRANSFORMANTE entre a
Placa do Pacífico e a Placa
Norte-Americana.

A Placa do Pacífico, onde


está situada a cidade de Los
Angeles, desloca-se para
NNW, enquanto a Placa
Norte-Americana, contendo
a cidade de São Francisco,
movimenta-se para SSE.
Qual o tipo de falha?

Falha normal Falha de desligamento horizontal (esq.)


DOBRAS
Complete o seguinte texto acerca das características das dobras:

As dobras são deformações


_________________
contínuas , em que não
se verifica uma
movimentação
___________________ de um
bloco em relação ao outro. Verifica-
se um enrugamento/
___________________
encurvamento de

superfícies originalmente planas.


Resultam da atuação de
______________
forças compressivas em rochas com
comportamento_______________.
dúctil
Elementos que caracterizam uma Dobra:

Identifique os números
da figura

5 Charneira linha que une os pontos de máxima curvatura da dobra.

3 Flancos da são as vertentes da dobra; situam-se de um e de outro


dobra lado da charneira.
Superfície ou plano de simetria da dobra, que a divide em dois flancos
1 plano axial aproximadamente simétricos, com inclinações opostas.
4 Eixo da dobra linha imaginária de interseção da charneira com a
superfície axial.
2 Núcleo conjunto das camadas mais internas da dobra.
TIPOS DE DOBRAS

Nome Características
Quanto à Dobra cuja abertura está voltada para
Antiforma
baixo
posição
Dobra cuja abertura está voltada para
no espaço Sinforma cima
Dobra Dobra cuja abertura se encontra
neutra lateralmente

Nome Características

No núcleo da dobra encontram-se as


Quanto à
Anticlinal rochas mais antigas
disposição da
sequência Rochas mais antigas
estratigráfica
(idade dos Rochas mais recentes
estratos) No núcleo da dobra encontram-se as
Sinclinal
rochas mais recentes
Direção e inclinação das camadas da dobra
Posição das camadas de rochas da dobra no espaço (atitude das camadas)

DIREÇÃO das camadas INCLINAÇÃO das camadas


ângulo formado pela diretriz com a ângulo formado pela pendente com
direção N-S geográfica dada pela o plano horizontal.
bússola.

Diretriz – linha
horizontal definida
pela interseção do
plano da camada
com um plano
horizontal.