Você está na página 1de 32

s

Disjuntores a vácuo 3AH

Equipamentos
de Média Tensão
2001
Edição Maio 01
s

Disjuntores a vácuo 3AH Equipamentos de


Média Tensão

Disjuntores a vácuo 3AH


Descrição
1
Disjuntores a vácuo 3AH3

2
Disjuntores a vácuo 3AH5

3
Disjuntores a vácuo 3AH

Aplicação

Os disjuntores tripolares a Tensões nominais: 15, 24 e 36 kV


vácuo 3AH são apropriados
Correntes nominais: 1250, 1600, 2000, 2500, 3150 A
para uso em instalações de
manobra abrigadas em média Freqüência: 50 e 60 Hz
tensão. Os disjuntores 3AH Normas técnicas: ABNT, IEC, ANSI e VDE
trabalham com base no
Correntes de interrupção simétricas nominais: até 15 kV: 15, 25, 31,5 e 40 kA
princípio de extinção de arco
até 17,5 kV: 25 kA
no vácuo e se distinguem pela
até 24 kV: 16 e 25 kA
elevada economia operacional.
até 36 kV: 16 e 31,5 kA
A combinação de uma
geometria de contatos Acionamento: manual ou motorizado
especial com material de Instalação: fixa, com suporte com rodas e extraível
contato desenvolvido
Tabela 1 – Características Principais
especialmente para este
tipo de disjuntor permite o Quando pequenas correntes mecanismo de operação. montado em carrinho
emprego universal do indutivas são interrompidas A forma delgada das extraível pode ser
1 mesmo. Os disjuntores
3AH são particularmente
apropriados para uso em
surgem apenas
sobretensões reduzidas.
O disjuntor a vácuo é
câmaras de interrupção a
vácuo desenvolvidas pela
Siemens permite a
intercambiável com um
disjuntor a pequeno volume
de óleo 3AC.
sistemas com linhas aéreas composto por três câmaras instalação do disjuntor em Os disjuntores 3AH são os
sujeitas a freqüentes de interrupção a vácuo, painéis já existentes. primeiros disjuntores a
descargas atmosféricas, suportes das câmaras de vácuo do mundo isentos de
para manobra de grandes Com isso, por exemplo, um
interrupção e pelo disjuntor a vácuo 3AH manutenção.
motores e capacitores.

Extinção do arco
Quando os contatos se Arco difuso Arco contraído
separam, uma descarga em
forma de vapor metálico é
estabelecida pela corrente a
ser interrompida, a qual flui
através deste plasma até a 10 kA 40 kA
próxima passagem por zero.
A B
O arco é então extinto e o
vapor metálico condutivo A: Corrente nominal até 3150 A
B: Corrente nominal de interrupção
condensa sobre superfícies Até aproximadamente 10 kA, o arco permanece difuso entre os contatos
metálicas em poucos em forma de vapor metálico sobre a superfície total dos contatos.
microssegundos,
Fig. 1 – Arco contraído em Fig. 2 – Comportamento do arco
restabelecendo rapidamente movimento
a rigidez dielétrica entre os
contatos. contatos possibilita a
Os contatos são projetados extinção segura do arco,
de tal modo que o campo mesmo quando a separação
Isolador
magnético gerado pelo de contatos ocorre
próprio arco provoque imediatamente antes da
deslocamento do mesmo, passagem da corrente pelo
evitando sobreaquecimento zero. Contato fixo
excessivo em determinado O arco que se forma nos
ponto do contato ao serem disjuntores a vácuo não é
interrompidas correntes resfriado. O plasma de
elevadas. vapor metálico é altamente
Para manutenção da condutivo. Disto resulta uma
descarga em forma de vapor tensão de arco Contato móvel
metálico é necessária uma excepcionalmente baixa com
determinada corrente valores entre 20 e 200 V. Por
Câmara de
mínima. Correntes que não este motivo, e devido à interrupção
atinjam este nível são pequena duração do arco, a
cortadas antes da passagem energia dispersada no local
pelo zero. A corrente de de extinção é muito
reduzida. Isto explica a Fole metálico
corte deve ser limitada aos
valores mínimos possíveis, elevada expectativa de vida
para evitar sobretensões elétrica dos contatos.
inadmissíveis ao se desligar Em conseqüência do alto Guia
circuitos indutivos. O uso de vácuo (até 10-9 bar) nas
material especial nos câmaras de interrupção,
contatos limita a corrente de distâncias de 6 a 20 mm
corte em 2 a 4 A. entre contatos são
O rápido restabelecimento suficientes para se obter
da rigidez dielétrica entre elevada rigidez dielétrica,
conforme necessário.
Fig. 3 – Corte de uma câmara a vácuo

4 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH

Mecanismo de operação

Tendo em vista que a Mecanismo de operação e acionamento


energia para a operação dos
disjuntores a vácuo é
1 6
significativamente menor 1. Placa de Identificação
que a requerida pelos 2. Abertura para manivela de carga de mola
demais tipos de disjuntores 3. Indicador de mola carregada
de média tensão, as 4. Contador de manobras
5. Indicador ligado/desligado
válvulas de interrupção a 6. Dispositivo de conexão de circuito de comando
2
vácuo são capazes de 7. Botão liga
realizar de 10.000 a 30.000 7 8. Botão desliga
manobras sem necessidade 3
de manutenção. 8
4
A construção básica e o
princípio de funcionamento 5
do mecanismo de operação
é o mesmo para todos os
tipos de disjuntores a vácuo
3AH a saber:
1
• é do tipo por molas pré-
Disjuntor a vácuo 3AH3
carregadas, isto é, a Lado frontal com os elementos
operação de carga da de comando
mola não é
automaticamente seguida
da alteração da posição
dos contatos principais, 9. Redutor com Motor
permitindo livre escolha 10. Mola de abertura
do instante da operação 11. Bobina de ligamento
de fechamento (exceto 12. Bobina de desligamento
para disjuntores 3AH5
versão básica); 9
• disponível em duas
execuções (manual ou
10
motorizado);
• molas de fechamento e 11
abertura armazenam a 12
energia necessária para
executar mecanicamente
a seqüência de operação
O-0,3s-CO requerida para
religamento automático.
O modelo básico do Disjuntor a vácuo 3AH5
Lado frontal aberto com vista da caixa de
acionamento manual pode mecanismo de acionamento
ser convertido facilmente
em acionamento
motorizado.
Fig. 4 – Mecanismo de operação e acionamento

Os componentes chave de contatos secundários, trava elétrica


mecânicos necessários para auxiliares, uma bobina de de ligação, chave de
executar um comando de estabelecimento, um supressão, contador de
manobra (redutor, eixos, disparador secundário manobra, chave fim-de-
molas de fechamento e 3AY1510 e uma tomada curso para identificação de
abertura, indicador múltipla ou bloco de condição de carga da mola,
“LIGADO/DESLIGADO” e conetores unipolares. comando LIGA elétrico e
indicador de mola Dependendo da aplicação uma chave de contatos
“CARREGADA”) fazem desejada, o mecanismo de auxiliares prolongada.
parte do modelo básico acionamento pode ser
juntamente com os completado por
seguintes componentes de acionamento motorizado,
comando e controle: uma dois disparadores

Siemens Ltda 5
Componentes de comando

Acionamento motorizado EU, EK

Os motores utilizados nos Os consumos indicados na Tensão nominal Consumo máximo


disjuntores podem operar tabela são valores máximos do motor Disjuntor 3AH3/5
momentaneamente em registrados em operação (a (V) (W/VA)
sobrecarga durante o corrente na partida é 24 CC 550/–
carregamento da mola. desprezada devido a sua
48 CC 550/–
Com isso, os dados sobre curta duração).
tensão nominal e corrente 60 CC 550/–
A faixa de tensão de
nominal que constam na operação do motor é de 110 CC 550/–
placa do motor, nem 85% a 110% da tensão 125 CC 550/–
sempre estão de acordo nominal. 220 CC 550/–
com a tensão utilizada.
110 CA –/700
220 CA –/700
Outra */*
Disjuntores sem motor (Acion HN, HK)

1 * Fornecimento sujeito a confirmação

Tabela 2 – Dados técnicos do acionamento motorizado

Disparadores secundários O disjuntor pode ser Disparadores em Disparadores de


3AX11 equipado com até 3 derivação 3AX1101 subtensão 3AX1103
A função dos disparadores é disparadores em qualquer Para desligamento Para desligamento
ampliar o impulso de combinação de versões, automático do disjuntor automático do disjuntor,
desligamento (elétrico ou porém a utilização de um através de relés de quando a tensão no circuito
mecânico), transmitindo-o à disparador 3AY1510 (f) nos proteção secundária e principal cai abaixo de 65%
trava da mola de abertura do disjuntores 3AH é desligamento intencional da tensão nominal. São
disjuntor para sua operação. obrigatória. Na tabela 7 através de comando alimentados por
Os disparadores são estão indicadas as elétrico ou mecânico. transformadores de
disponíveis nas versões (f) combinações padronizadas Requerem tensão auxiliar potencial, mas podem ser
em derivação, (r) de de disparadores (contínua ou alternada) fornecidos para corrente
subtensão e (w) operados secundários. independente da rede, contínua, servindo neste
por TC. podendo ser alimentados caso para supervisão
excepcionalmente por um permanente dos circuitos
Tensão Frequência Consumo
transformador de potencial. auxiliares.
nominal 3AX1101 3AX1103 Permitem desligamento
do Disparadores operados intencional elétrico através
disparador de contato abridor em série
(V) (Hz) — —
por TC 3AX1102
Para desligamento com a bobina do mesmo,
24 CC 60 W 11 W
automático do disjuntor ou através de contato
48 CC 62 W 12 W através de relés de fechador para curto-circuitar
60 CC 63 W 14 W proteção secundária e a bobina do disparador,
desligamento intencional sendo neste caso a
110 CC 51 W 14 W corrente limitada pela
mecânico local.
125 CC 52 W 18 W resistência em série com a
Não requerem tensão bobina do disparador.
220 CC 54 W 18 W
auxiliar, sendo alimentados
110 50 110 VA 27 VA por um transformador
220 50 73 VA 26 VA intermediário 4AM5070-
110 60 100 VA 27 VA 8AB conectado nos
secundários dos TC’s do
220 60 100 VA 27 VA
circuito a ser protegido.
3AX1102 50 0,5 A/18,5 VA
21 23 25 27 31 33
60 0,5 A/18,5 VA
* Fornecimento sujeito a confirmação
** Para fornecimento avulso; também os disparadores, bobina de estabelecimento e
trava de ligação possuem designação do tipo MLFB, porém com apenas 9
posições, sendo que as duas últimas identificam a tensão nominal e frequência do
componente, conforme aparece na última coluna da tabela 6

Tabela 3 – Dados técnicos dos disparadores 3AX11

1. Núcleo magnético 15. Pino de disparo


3. Carcaça 21. Pino de travamento
5. Furos passantes para os 23. Percussor
parafusos de fixação 25. Alavanca de travamento
7. Bobina magnética 27. Mola
9. Armadura magnética 31. Mola do percussor
15 13 11 9 7 5 3 1
11. Mola de tração 33. Bornes terminais
13. Parafuso de ajuste para 11 Fig. 5 – Construção do disparador 3AX1101

6 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH

Componentes de comando

Disparador secundário estabelecimento 3AY1510 A trava elétrica de ligação Disjuntores com disparador
3AY1510 com a mesma tensão atua mecanicamente e de subtensão (H86r) e sem
Neste tipo de disparador o auxiliar do primeiro eletricamente sobre a trava elétrica de ligação,
impulso elétrico de disparador secundário bobina de estabelecimento mesmo com a tensão
desligamento é transmitido (3AY1510) uma vez que ou apenas mecanicamente abaixo dos valores
sem ampliação à trava da todos os acionamentos são sobre o botão LIGA quando admissíveis, podem ser
mola de abertura do apropriados para o disjuntor não possui ligados, mas desligam-se
disjuntor para sua operação. religamento automático. bobina de estabelecimento imediatamente após,
Este tipo de disparador é O consumo do 3AY1510 (acionamento HN). Em através do disparador H86r.
utilizado sempre no atuando como bobina de disjuntores equipados com A trava elétrica de ligação é
disjuntor a vácuo 3AH como estabelecimento é o disparadores de subtensão, fornecida com fiação,
primeiro disparador e como mesmo que o indicado para com a utilização desse tipo regulada e lacrada pela
bobina de estabelecimento. funcionamento como de trava, consegue-se: fábrica.
O consumo do disparador disparador secundário. • que o disjuntor só possa As travas elétricas são
3AY1510 é de 100 W em ser ligado quando o disponíveis nas tensões
disparador de subtensão
CC incluindo o consumo
dos retificadores e de 100
VA em CA.
Trava elétrica de ligação
3AX1105
A trava elétrica de ligação
(H86r) esteja armado,
logrando-se com isso
indicadas na tabela 6,
sendo o seu consumo de
aproximadamente 25 W
1
manobra correta. (em CC) ou 25 VA (em CA).
consiste em um sistema
Bobina de eletromagnético com • que o disjuntor não possa
estabelecimento 3AY1510 alimentação em CA ou CC ser ligado quando a
para intertravamento dos tensão auxiliar tenha
Os disjuntores a vácuo 3AH caído demasiadamente ou
são normalmente elementos de manobra, que
dependem de tensão. falte totalmente.
fornecidos com bobina de
Definições

Corrente Nominal (In): Pcc = 20 kV x 21,7 kA x  transitório que se segue ao A duração nominal da
3 =
Valor eficaz da corrente de 751,7 MVA = 750 MVA
instante do estabelecimento corrente de curto-circuito
regime contínuo, que o da corrente, durante uma dos disjuntores 3AH (tcc) é
disjuntor deve ser capaz de operação de fechamento. 3 segundos. Para cálculo da
Corrente de interrupção duração admissível temos:
conduzir indefinidamente, e assimétrica: Corrente suportável de
sem que a elevação de curta duração: Icc2 x tcc = Ia2 x t, onde:
temperatura das suas Para cálculo da corrente de
interrupção assimétrica Valor eficaz da corrente que Icc = corrente nominal de
diferentes partes exceda os um disjuntor pode suportar interrupção simétrica
valores especificados nas Ik = Isc x a, onde a = fator
de assimetria obtido na posição fechada, durante tcc = duração nominal da
condições especificadas na um curto intervalo de tempo corrente de curto-
respectiva Norma. Mais conforme indicado abaixo.
especificado, nas condições circuito (3s)
detalhes no item “Corrente Porcentagem da prescritas de emprego e de
em função da temperatura componente contínua: Ia = corrente de interrupção
funcionamento. presumida
ambiente”. Relação percentual entre a Duração nominal da
Corrente de interrupção: componente contínua e a t = duração admissível da
corrente de curto-circuito corrente de curto-
Corrente num pólo de um componente alternada da (tcc):
corrente de interrupção circuito Ia.
disjuntor no instante do A duração nominal da
início do arco durante uma nominal em curto-circuito. Exemplo:
operação de abertura. 24 kV; 25 kA (3AH3254)
% para operação em 20 kV
Corrente de interrupção
simétrica nominal (Icc): com 26 kA
50
Componente CC

Valor eficaz da componente


t = Icc x tcc = 25 kA
2 2

alternada da corrente de
interrupção nominal em
40
( )
Ia ( 26 kA ) x 3s
30 t = 2,77s
curto-circuito.
A corrente de interrupção 20
Tensão nominal (Un):
simétrica é utilizada em
substituição à potência de 10 Valor eficaz da tensão pelo
interrupção utilizada qual o disjuntor é
anteriormente. 0 1,05 1,10 1,15 1,20 1,25
designado, e ao qual são
referidos outros valores
As correntes indicadas são 1,097 Fator a nominais. A tensão nominal
os valores máximos até a do disjuntor é a tensão
tensão nominal, salvo Fig. 6 – Determinação do fator a
máxima de operação do
indicação em contrário. corrente de curto-circuito é sistema para o qual o
Para cálculo de potência de Corrente de aquela a qual o disjuntor, disjuntor é previsto.
interrupção estabelecimento (Ie): quando fechado, pode
Pcc = U x Icc x ,3 onde U Valor de crista da primeira suportar a corrente de
é a tensão de operação e Icc grande alternância de interrupção simétrica
a corrente de interrupção. corrente num pólo de um nominal.
disjuntor, durante o período

Siemens Ltda 7
Disjuntores a vácuo 3AH
3800
A
In=3150A
3400

Corrente de carga
In=2500A
3000
Corrente em função da temperatura ambiente
2600
In=2000A

Os disjuntores 3AH podem Em muitos casos o projeto As correntes de carga 2200


operar com temperatura do disjuntor é determinado aplicam-se a instalações In=1600A
1800
ambiente entre -25°C e pela corrente de interrupção abertas. Em cubículos In=1250A
+40°C. As correntes e não pela nominal. Disto blindados há uma redução 1400
nominais indicadas são resulta reserva térmica da capacidade de carga do
valores normalizados maior ou menor em relação disjuntor. Esta redução 1000
considerando uma a corrente de carga depende das características
temperatura ambiente de conforme indicado nos técnicas/construtivas do 600
20 30 40 50 60 °C
40°C. diagramas abaixo. cubículo. Temperatura ambiente

Fig. 7 – Corrente de carga em função da


temperatura
Definições Nível de isolamento em função da altitude

Nível de isolamento: Os valores nominais das Na escolha dos Fator de correção “k”

1 Conjunto de valores de
tensões suportáveis
nominais que caracterizam
tensões suportáveis à
freqüência industrial e de
impulso especificados para
equipamentos deve ser
utilizada a seguinte fórmula:
Vs ≥ Ve
(conforme fig. 36): 0,8
Nível de impulso para
ensaio: 110 kV = 125 kV
o isolamento de um cada nível de isolamento, (1,1 x 0,8)
1,1k
disjuntor em relação a sua de acordo com a NBR 6936,
capacidade de suportar IEC-Pubf. 71 e VDE0111, Onde:
esforços dielétricos. são válidos para condições Equipamentos para 24 kV
Vs = Valor que deve ser (Lista 2) ou 25,8 kV (Lista 1)
Tensão suportável à atmosféricas normais (1013 aplicado no ensaio da
mbar; 20°C; e umidade do com Nl = 125 kV atendem
freqüência industrial: tensão suportável as necessidades deste
ar 11g/cm3), ou seja, nominal à freqüência
Valor eficaz da tensão referida ao nível do mar. caso. No entanto, caso seja
senoidal de freqüência industrial e/ou de desejado determinar os
industrial que um disjuntor A capacidade de isolação impulso atmosférico;
de um isolamento no ar valores de isolamento reais
deve suportar, em condições Ve = Valor especificado para para determinado local de
de ensaio especificadas. decresce com o aumento tensão suportável
da altitude, devido alteração instalação, (por exemplo
Tensão suportável de nominal à freqüência para compará-los com os
da densidade do ar. Normas industrial e/ou de
impulso: técnicas da ABNT, IEC, VDE valores dos pára-raios),
Valor do impulso impulso atmosférico deve ser calculada a
e outras desprezam esta (referido ao nível do
normalizado, atmosférico redução da capacidade de redução de capacidade de
pleno ou de manobras, que mar); isolação a partir do nível do
isolação para altitudes de
um disjuntor suporta, em até 1.000 m, em outras k = Fator de correção para mar como indicado a
condições prescritas de palavras, de acordo com capacidade de seguir: Vr = k x Ve
ensaios. ABNT, IEC e VDE, uma isolamento em função
Tensão de redução de da altitude de instalação Onde:
restabelecimento (TR): aproximadamente 9% é – Vide figura 36.
Vr = Valor real para tensão
Tensão que aparece entre permitida. Exemplo suportável nominal à
os terminais de um pólo de As normas não fornecem Altitude da instalação acima freqüência industrial
um disjuntor, depois da prescrições para altitudes do nível do mar: 2.000 m e/ou de impulso
interrupção da corrente. acima de 1.000 m, Nível de impulso especificado atmosférico para dada
Tensão de deixando isto para ser (Un = 15 kV): 110 kV altitude.
restabelecimento acertado mediante acordo
transitória (TRT): especial entre o fabricante
Tensão de restabelecimento e usuário. 1,0
no intervalo de tempo em Nossa recomendação é a
seguinte: 0,9
que ela tem uma
k

característica transitória Uma vez que o método 0,8


apreciável. para se estabelecer a
capacidade de isolação 0,7
Taxa de crescimento da
tensão de conforme IEC, VDE e 0,6
restabelecimento outras normas, para
transitória2) (TCTRT): altitudes até 1.000 m é 0,5
Relação entre o valor de satisfatório, ele deve ser
aplicado também para 0,4
crista da TRT e o tempo
gasto para atingir esta tensão. altitudes maiores. 0,3
1) Conforme NBR 7118 (ABNT) O fator de correção para
2) Definição não aplicável quando se altitude “K” deve, 0,2
adota a representação TRT por quatro portanto, se basear na
parâmetros (Un ≥ 92 kV) 0,1
capacidade de isolação a
1.000 m, a qual é 9% 0
menor (correspondente a 1000 2000 3000 4000 5000m
0,91 ou 1/1,1) que a
h
capacidade ao nível do mar.
Fig. 8 – Fator de correção “k” para a capacidade de isolamento em função da altitude de
instalação “h”.

8 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH

Normas técnicas

Brasil (ABNT) Dispomos de modernos de interrupção e umidade). Para assegurar


NBR 7118/1994: laboratórios próprios, com estabelecimento dos resultados confiáveis, são
Disjuntores de alta tensão - elevada capacidade, que disjuntores. São realizados realizadas séries completas
Especificação são utilizados no também ensaios para e intensivas de ensaios de
Internacional: desenvolvimento e para verificar a condição do tipo, seguindo as
ensaios de tipo em isolamento, funcionamento prescrições das normas
IEC Publ. 56 equipamentos de manobra. e confiabilidade mecânica. internacionais aplicáveis.
Alemanha: Nesses laboratórios podem Câmaras climáticas
VDE 0670 ser realizados ensaios de permitem reproduzir as
EUA: potência, onde é mais variadas condições de
ANSI C37 comprovada a capacidade ambiente (temperatura e

Tempos de operação

Tempo de fechamento
Intervalo de tempo desde o
início do comando até
Tipo do disjuntor
Tempo de fechamento ms
3AH5
≤ 75 #
1
ocorrer contato galvânico Tempo de carregamento da mola com acionamento EU, EK s ≤ 15 +1
em todos os pólos.
Tempo de abertura Tempo de abertura ms 65/50 ±5
Intervalo de tempo desde o Tempo de arco ms < 15 ± 10%
início do comando até a
separação galvânica dos Tempo de interrupção ms 80/65 ± 10%
contatos em todos os Tempo de religamento automático com acionamento HK, EK ms 300
pólos.
Tempo de fechamento/abertura ms 80/60*
Tempo de arco
Intervalo de tempo desde o Duração mínima do comando
instante da separação dos • Desliga ms 60/20*
contatos no primeiro pólo • Liga, HK, EU, EK ms 60
até o fim da circulação de * Os tempos mais curtos aplicam-se a desligamentos através do 2° ou 3° disparador 3AX11 # p/ disjuntor 3AH3 ≤ 80 ms
corrente em todos os
pólos. Tabela 4 – Tempos de operação
Tempo de interrupção
Intervalo de tempo desde o
início do tempo de abertura
até o fim do tempo de arco.

Tipos de acionamentos e manobra

Tipos de acionamento cada tipo de manobra. A Tipos de manobra Seqüência nominal de


segunda letra no tipo do operação: O-3 min-CO-3
Carga da mola mecanismo indica a Sincronização min-CO
seqüência nominal de Normas: NBR 7118 (ABNT);
O mecanismo de operação do disjuntor, Os tempos de
acionamento dos estabelecimento IEC56-2; VDE 0670
onde:
disjuntores 3AH é de molas (acionamentos U e K) são
pré-carregadas H = Acionamento normal. tão curtos, que no
manualmente ou através de O comando para ligar momento em que os
um motor elétrico. No tipo só é possível ser dado contatos se tocam, ainda há
de acionamento, a primeira manualmente, direto sincronismo suficiente
letra indica como é feita a no disjuntor. Não há entre os circuitos a serem
carga da mola: seqüência de operação ligados em paralelo.
pré-determinada, sendo
H = Manualmente Comutação rápida Seqüência nominal de
apropriado para casos,
E = Motorizado Comutação de operação: CO-15s-CO
onde não é feita
Características operacionais nenhuma exigência em consumidores de uma Normas: NBR 7118 (ABNT);
relação ao tempo de entrada para outra sem ANSI C37
Os disjuntores 3AH podem
ser utilizados para todos os estabelecimento. interrupção de operação.
tipos de manobras U = Acionamento para Os tempos de
requeridos em redes sincronização e estabelecimento e abertura
elétricas. Há diferentes comutação rápida dos disjuntores 3AH
execuções de mecanismo (Tempo de (acionamentos U e K) são
de operação capazes de estabelecimento ≤ 90 muito curtos, como é
executar a seqüência de ms); exigido para este tipo de
operação requerida para manobra. Com
K = Acionamento para acionamento U os
religamento automático. disjuntores atendem:

Siemens Ltda 9
Disjuntores a vácuo 3AH

Tipos de acionamento e manobra

Religamento automático Interrupção de correntes Ao se ligar capacitores em Os disjuntores 3AH


Utilizado em redes aéreas de curto-circuito com paralelo podem ocorrer atingem 10.000 a 30.000
para eliminar faltas elevada TCTRT (Taxa de elevadas correntes de manobras mecânicas e a
passageiras provocadas, crescimento da tensão de estabelecimento (da ordem duração dos seus contatos
por exemplo, por vendavais, restabelecimento de grandeza das correntes é extremamente alta.
temporais ou animais. transitória) de curto-circuito) com Os disjuntores 3AH devido
Mesmo com capacidade de Na interrupção de correntes elevada taxa de a baixa corrente de corte
interrupção plena, os de curto-circuito resultantes crescimento que podem que apresentam não
disjuntores 3AH com de faltas imediatamente causar danos em provocam sobretensões
acionamento K permitem após transformadores, componentes do sistema. inadmissíveis em
pausa entre abertura e geradores ou reatores Por este motivo as normas praticamente todas as
fechamento tão curtas, que limitadores de corrente prevêem a utilização de situações encontradas na
o instante sem tensão não pode ocorrer corrente plena meios para atenuar esta prática, quando se manobra
é percebido pelos de curto-circuito e a TCTRT corrente. Os disjuntores motores. No entanto, ao se
consumidores. pode exceder 3AH são capazes de desligar motores de média
significativamente os estabelecer correntes com tensão e pequena potência
1 No caso de insucesso, o
ramal atingido volta a ser
desligado. A sequência
valores previstos em
normas. TCTRT de até 10
amplitude e taxa de
crescimento
significativamente acima
durante a partida, podem
ocorrer surtos de manobra
nominal de operação para o kV/µs (ou até maiores no que podem ser reduzidos a
acionamento K pode ser: caso de curto-circuitos no dos limites estabelecidos níveis inócuos para a
lado da carga de reatores) pelas normas técnicas. isolação, utilizando-se
podem ocorrer. Os Consulte nosso limitadores de
• Seqüência nominal de disjuntores 3AH atendem representante mais próximo sobretensões adequados,
operação: O-0,3s-CO-3 os requisitos necessários para obter informações por exemplo, tipo 3EF da
min-CO para este tipo de manobra. adicionais sobre a utilização Siemens.
Normas: NBR 7118 dos disjuntores 3AH para
(ABNT); VDE 0670; IEC Recomenda-se a utilização
manobra de bancos de destes limitadores caso a
56-2 Manobra de linhas aéreas capacitores em paralelo.
e cabos corrente de partida do
Baixas correntes capacitivas motor manobrada pelo
• Sequência nominal de Manobra de motores disjuntor (valor da corrente
operação: O-0,3s-CO-15 na interrupção de linhas de
transmissão aéreas ou Em várias circunstâncias, a que realmente circula pelo
s-CO
cabos a vazio são utilização de contatores de disjuntor) seja ≤ 600 A. Para
Normas: NBR 7118 média tensão é mais informações, consultar
(ABNT); ANSI C37 desligadas pelos disjuntores
3AH sem reacendimento e, tecnicamente inviável, por nosso representante mais
portanto, sem exemplo quando a tensão próximo.
Religamento automático sobretensões. de operação for muito alta
múltiplo ou quando a corrente Manobra de fornos
Os disjuntores 3AH são Manobra de capacitores nominal e/ou corrente de elétricos
apropriados também para partida ultrapassa os limites A elevada vida útil do
Para manobra de admissíveis para contatores
religamentos automáticos capacitores é mecanismo e contatos dos
mútiplos utilizado em e/ou fusíveis a eles disjuntores a vácuo 3AH
imprescindível que o obrigatoriamente
alguns países, disjuntor seja capaz de fazem do mesmo uma
principalmente de influência associados. alternativa economicamente
interromper a corrente de
britânica, com seqüência de bancos de capacitores das Nestes casos é importante vantajosa para manobra de
operação como por mais elevadas potências também considerar a duração fornos elétricos. Este tipo
exemplo: sem reacendimento e, da corrente de partida. Além de aplicação requer um
O-0,3s-CO-15s-CO-15s-CO- conseqüentemente, sem destes casos, a utilização dos estudo específico para cada
15s-CO sobretensões. disjuntores 3AH pode ser caso (sob consulta).
alternativamente vantajosa
Obs: vide características Os disjuntores a vácuo 3AH para manobra de motores de
específicas de cada tipo de são particularmente média tensão se a freqüência
3AH adequados para manobra de manobras não for muito
de correntes capacitivas elevada, tendo em vista a
Manobra de mais elevadas, sem risco sua elevada vida mecânica
transformadores de ocorrer reacendimentos. (10.000 a 30.000 manobras)
Devido ao material especial Também devido à limitação e alta durabilidade dos
dos contatos dos das capacidades dos contatos, que permitem
disjuntores a vácuo 3AH a campos de prova foram maior tempo de operação
corrente de corte do arco é ensaiados com sucesso na sem manutenção, reduzindo
de apenas 2 a 4 A. Por este interrupção de correntes consideravelmente o custo
motivo, ao se desligar capacitivas de até 600 A de operação.
transformadores, mesmo a em 12 kV e de até 420 A
vazio, não ocorrem em 13,8 kV e 24 kV.
sobretensões perigosas.

10 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH

Solicitações encontradas em serviço

Solicitações encontradas aplicação desejada, é solicitações impostas pelo encontrados mais


em serviço necessário analisar tanto as tipo de serviço. A tabela 5 comumente na prática,
Para escolha do características técnicas contém um sumário dos em condições normais e
equipamento de manobra nominais quanto as tipos de serviço em condições de falta.
mais adequado para a

Item Tipo de manobra Operação Condições que ocorrem Natureza


a) principal do problema
Fator de Corrente TRT TCTRT
potência b) c) b)
1 Transformadores O 0,15–0,3 0,1 x In ≤ 0,1 kV/µs Sobretensão devido corte de
a vazio indutivo 1,4 x  (
2 1,5
Un

3 ) pequenas correntes

2 Transformadores O 0,7–1,0 In ≤ 0,2 kV/µs —


2 (1,5
3 )
Un
com carga indutivo 1,4 x 

3 Transformadores O 0,7–1,0 1,2 x In ≤ 0,2 kV/µs —

4
com sobrecarga

Transformadores O
indutivo

0,15 10 x In
2 (1,5
1,4 x 
3 )
Un

≤ 0,2 kV/µs Interrupção de 10 x In com
1
2 (1,5
3 )
Un
na energização indutivo 1,4 x  cos  = 0,15 e sobretensões

(inrush) devido corte da corrente
5 Transformador C, O 0,2–0,9 2 x In ≤ 0,2 kV/µs Elevada freqüência de
de forno 1,4 x  (
2 1,5
Un

3 ) manobra

6 Bobina de Petersen O 0,15 10 A 0,1 Un ≤ 0,2 kV/µs —


indutivo

7 Bobina de O 0,15 2000 A ≤ 0,8 kV/µs Interrupção com elevada


Compensação indutivo 1,4 x  (
2 1,5
Un

3 ) TCTRT

8 Motores operação O 0,8–0,9 In ≤ 0,2 kV/µs —


2 (1,5
3 )
Un
normal indutivo 1,4 x 

9 Motores na partida O 0,2–0,3 6 x In ≤ 0,2 kV/µs Interrupção de 6 x In com
2 (1,5
3 )
Un
indutivo 1,4 x  cos  = 0,2 ou TRT elevada

devido tensão residual dos
motores
10 Banco de capacitores O capacitivo 1,8 x In freqüência do TRT elevada

2 [ 
Un +
3 (1,5 
3 )]
Un
do sistema

11 Cabos a vazio O capacitivo 100 A freqüência do TRT elevada


2 [ (1,5 
3 )]
Un + Un
 do sistema

3
12 Linhas aéreas a vazio O capacitivo 10 A freqüência do TRT elevada
2 [ (1,5 
3 )]
Un + Un
 do sistema

3
13 Circuitos de filtro O capacitivo 500 A freqüência do TRT elevada
2 [ (1,5 
3 )]
Un + Un
 do sistema

3

Notas: Vide notas tabela

Tabela 5 – Tipos de serviço em condições normais de operação e de falta

Notas Tabela 5
a) Nesta coluna está indicado se a solicitação ocorre durante o fechamento (C) ou abertura (O).
b) Ver definições e respectivos símbolos nas págs. 7 e 8.
c) Os termos da fórmula para cálculo da TRT têm os seguintes significados
(1,5 x Un) = Tensão de restabelecimento à frequência industrial no primeiro pólo a interromper (Un = tensão máxima de operação)
3
1,4 = fator de amplitude.
2 = conversão de valor eficaz (rms) para valor de pico.
1,5 = fator de primeiro pólo.
3 = conversão tensão entre fases para fase-terra.

Item nº 6 Item nº 9 Itens nºs 10, 11, 12 e 13


A tensão de 0,1 Un é a O fator 2 leva em O primeiro valor Un 3 dá a
máxima que pode ocorrer consideração que a tensão tensão que no caso mais
em operação normal. No residual do motor, no caso desfavorável pode
caso de falta para a terra, de defasagem de 180° em permanecer carregada na
pode aparecer entre os relação a tensão da fonte, capacitância do sistema. O
contatos abertos a tensão pode provocar um aumento valor entre parênteses é a
nominal plena. da TRT até aquele fator. tensão de restabelecimento
à freqüência industrial.

Siemens Ltda 11
Disjuntores a vácuo 3AH

Solicitações encontradas em serviço

Item Tipo de manobra Operação Condições que ocorrem Natureza


a) principal do problema
Fator de Corrente TRT TCTRT
potência b) c) b)
14 Conexão de bancos de O capacitivo 15 x In — — Corrente de
capacitores em paralelo estabelecimento elevada e
com alta taxa de crescimento
15 Fechar sobre C 0,15 Ie — ≤ 1,0 kV/µs A corrente de curto-circuíto
curto-circuíto indutivo de pico flui durante
fechamento
16 Curto-circuíto O 0,15 Icc — Corrente de interrupção
nos terminais indutivo 1,4 x  (
2 1,5
Un

3 ) plena

17 Religamento O-to-C-O 0,1 Icc ≤ 1,0 kV/µs Duas aberturas e um


2 (1,5
3 )
Un
automático indutivo 1,4 x  fechamento em aprox. 300 ms

18 Curto-circuíto O 0,15 Icc ≤ 2,0 kV/µs Interrupção com elevada
2 (1,5
3 )
Un
1,4 x 

1 19
após gerador

Curto-circuíto no lado O
indutivo

0,15 Icc
2 (1,5

≤ 10,0 kV/µs
TCTRT

Interrupção com elevada


3 )
Un
de carga de reatores indutivo 1,4 x  TCTRT

20 Curto-circuíto O 0,15 Icc ≤ 4,0 kV/µs Interrupção com elevada
2 (1,5
3 )
Un
após trafo indutivo 1,4 x  TCTRT

21 Motor com rotor O 0,2 ≤ 6 In ≤ 1,0 kV/µs Interrupção de 6 x In com
2 (1,5
3 )
Un
bloqueado indutivo 1,4 x  cos  = 0,2

22 Duplo contato O 0,15 0,87 . Icc ≤ 1,0 kV/µs TRT elevada
a terra indutivo 1,2 x 
2 (Un)

23 Discordância de O 0,15 0,25 . Icc ≤ 2,0 kV/µs TRT muito elevada


fases indutivo 2 x 1,4 x  (
2 1,5
Un

3 )
24 Circuitos sob carga O 0,7–1,0 ≤ In ≤ 0,2 kV/µs —
indutivo 1,4 x  (
2 1,5
Un

3 )
25 Circuito com O capacitivo ≤ 300 A freqüência do TRT elevada
contato a terra 
2 [Un + (Un)] do sistema

26 Comutação O 0,15–1,0 ≤ Icc ≤ 0,2 kV/µs Transferência de potência


rápida indutivo 1,4 x  (
2 1,5
Un

3 ) em menos de 150 ms

27 Comutação C 0,7–1,0 ≤ In — — —
rápida

28 Transformador com O 0,15–0,3 Icc até Icc ≤ 2,0 kV/µs TCTRT elevada
espiras em curto indutivo 1,4 x  (
2 1,5
Un

3 )
Tabela 5 – Tipos de serviço em condições normais de operação e de falta

Notas Tabela 5 -
continuação

Item nº 22 Item nº 23 Item nº 25


No caso de duplo contato a O fator 2 leva em O primeiro valor (Un) dá a
terra, o fator de amplitude g consideração a condição tensão que no caso mais
é de apenas 1,2. menos favorável na qual as desfavorável pode
duas partes do sistema permanecer carregada na
estão defasadas de 180°. capacitância do sistema. O
valor entre parênteses é a
tensão de restabelecimento
à freqüência industrial.

12 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH

Chave de contatos auxiliares Intertravamentos

Na versão normal os Sob encomenda podem ser Intertravamento Bloqueio KIRK


disjuntores 3AH5 e 3AH3 são fornecidos com 12 contatos mecânico O disjuntor poderá ser
fornecidos com 2 e 6 normalmente abertos e 12 O disjuntor pode ser equipado com um sistema
contatos auxiliares normalmente fechados. equipado com um de travamento mecânico
normalmente fechados (NF) dispositivo que ao ser provido de chave.
e, 2 e 6 normalmente abertos acionado impede Não se consegue ligar o
(NA) respectivamente. mecanicamente que o disjuntor sem esta chave,
disjuntor seja fechado. Este que só é possível ser
Capacidade de interrupção em 220 VCC 200 W (carga indutiva)
dispositivo só pode ser retirada com o disjuntor
Capacidade de interrupção em CA e CC 2200 W (carga ohmica) acionado com o disjuntor desligado.
Corrente de estabelecimento 30A desligado. Para completar o Sob encomenda poderão
Corrente nominal 16A sistema de intertravamento, ser fornecidos cadeados de
são previstos pontos de travamento com mesmo
Tensão máxima de operação 600 VCA / 220 VCC
interconexão mecânica para segredo para montar em
impedir acionamento de outros equipamentos com
outros dispositivos de
Conexão dos circuitos de baixa tensão manobra (seccionadora,
carrinho extraível, etc) com
os quais o disjuntor deve
ser intertravado. 1
o disjuntor fechado.
Na versão normal os A fiação adicional da chave
disjuntores são fornecidos de contatos auxiliares pode
com fiação dos também ser levada
componentes de comando diretamente a tomada
levadas a tomadas múltipla, se requisitado.
múltiplas.

Disjuntores ensaiados com equipamentos de última geração e procedimentos de fabricação conforme norma NBR 7118/94, a saber: sincronismo, tempo de
abertura e fechamento dos contatos principais, curva de velocidade angular, etc.

Siemens Ltda 13
1

14
Legenda
– DM Comando manual - desliga – S21 / S22 Chave fim de curso (Desliga o acionamento
– K1 Relé anti - pumping motorizado após o tensionamento da mola)
– LM Comando manual - liga – S50 Chave de travamento da gaveta nas posições
– M1 Motor p/ carga da mola inserido ou teste (b) DETALHE “X”
– S01 Chave fim de curso (Impede o ligamento – Y1 Disparador “F” desliga

Siemens Ltda
do disj. com a gaveta destravada) – Y7 Disparador mínina tensão
A6 C6
– S1 Chave de cont. auxiliares (6NA + 6NF) (b) – Y9 Bobina de estabelecimento
– S3 Chave fim de curso (Comando de K1, bloqueio – X0 Tomada múltipla de 64 pinos
de estabelecimento com mola não tensionada)
– S4 Chave fim de curso (Indicação de mola carregada)

(a) Para 3AH3 S41, S42 chave fim de curso (Indicação de mola carregada)
Disjuntores a vácuo (exemplo)

13 21
- S41 - S42
14 22

B6 D6
Disjuntores a vácuo 3AH3 / 3AH5

-X0 A1 A2 C2 C3 A6 C5 D5 C4 C7 A3 A8 C8 A9 B1 A5
-Q0

22
13
- S3
14 21
21 11 23 43 13 31 33 41 51 53 61 63
-S21 - S1
22 12 24 44 14 32 34 42 52 54 62 64
21 14
PÓS TESTE
TRANSLAÇÃO
INSERIDO

- K1
1 9 3 11
22 11 - S50
-M1 M 31 13 21 - Y7 A1 2 10 4 12
- K1 - S4
A1

GAVETA EXTRAÍVEL
32

DISJUNTOR – 3AH3
- K1 A2
LM DM 14 22
22 - Y9 A1 T T
A2 - Y1 A1 U<
-S22 1
-R
21 1 A2 A2 2

S01
2
-X0 D16 B2 D2 B6 D6 B5 D4 D7 B3 B8 D8 D9 B9 C9 C1 D1 C15 C16

(a) (b)

(a) PARA 3AH3, VIDE DETALHE “X” (b) PARA CUBÍCULOS 8BK20
Diagrama funcional típico c/ chave de contatos auxiliares 6NA + 6NF
Legenda
– DM Comando manual - desliga
– K1 Relé anti - pumping
– LM Comando manual - liga
-X0 A1 A2 C2 C3 A6 C5 D5 – M1 Motor p/ carga da mola
-Q0
– S01 Chave fim de curso (Impede o ligamento
22 do disj. com a gaveta destravada) (b)
13
- S3 – S1 Chave de cont. auxiliares (12NA + 12NF)
14 21
21 11 23 43 – S3 Chave fim de curso (Comando de K1, bloqueio
-S21 - S1 de estabelecimento com mola não tensionada)
22 12 24 44 – S4 Chave fim de curso (Indicação de mola carregada)
21 14
- K1
22 - Y7 A1
11 (a) Para 3AH3 S41, S42 chave fim de curso (Indicação de mola
Disjuntores a vácuo (exemplo)

-M1 M 31 13 21
- K1 A2 carregada)
- S4
A1

GAVETA EXTRAÍVEL
32

DISJUNTOR – 3AH3
- K1 U<
LM DM 14 22 1 – S21 / S22 Chave fim de curso (Desliga o acionamento
22 - Y9 A1 T T
A2 - Y1 A1
- R1 motorizado após o tensionamento da mola)
-S22
21 1 A2 A2 2 – S50 Chave de travamento da gaveta nas posições

S01
2 inserido ou teste (b)
– Y1 Disparador “F” desliga
-X0
Disjuntores a vácuo 3AH3 / 3AH5

D16 B2 D2 B6 D6 B5
– Y7 Disparador mínina tensão
– Y9 Bobina de estabelecimento
(a) – X0 Tomada múltipla de 64 pinos
(a) PARA 3AH3, VIDE DETALHE “A”

DETALHE “A”
-X0 C4 C7 A3 A8 C8 A9 A10 C10 A11 C11 C13 A12 C12 B1 A5

A6 C6

13 31 33 41 51 53 61 63 71 73 81 83 91 93 103
-S1
14 32 34 42 52 54 62 64 72 74 82 84 92 94 104

PÓS TESTE
TRANSLAÇÃO
INSERIDO
Diagrama funcional típico c/ chave de contatos 12NA + 12NF

1 9 3 11
- S50
2 10 4 12
13 21
- S41 - S42
14 22

-X0 D4 D7 B3 B8 D6 D9 B9 C9 B10 D10 B11 D11 D13 B12 D12 C1 D1 C15 C16
B6 D6
(b)

(b) PARA CUBÍCULOS 8BK20

Siemens Ltda
15
1
Disjuntores a vácuo 3AH3

Dados nominais

Tensão nominal: 15 kV

Tensão suportável (nominal de impulso


atmosférico): 95 kVb)

Tensão suportável (nominal à freqüência


industrial): 36 kV (aplicada)

Duração nominal da corrente de curto-circuito


(tcc): 3s

Corrente nominal de interrupção simétrica:


vide tabela
3AH3 166-7
40 kA, 3150 A
Corrente nominal de estabelecimento:
vide tabela

Para tensões até 42 kV (sob consulta)

2
Dados para escolha e pedido

15 kV
Tensão nominal, Ur 15 kV
Tensão suportável nominal de impulso atmosférico, Up até 95 kVb)
Tensão suportável nominal à freqüência indstrial, Ud 36 kV (até 42 kV sob consulta)
Componente contínua da corrente de curto-circuito, DC = 36%
O
-C
a
ric

5s
ét

-1

to
rre n - - 5s CO era sim

a)
a

en
CO

ric

a:
m

ai
o:
Co mi - CO - 1 s - op ão

im
é

in
ci
-
çã

im

ín
rm
s

le
5

m
s

be
O 0,3 - C - al d rru

te
as
pç O

a:
O
de - 3 in - -

ta

to
da
te

rru - C

tre

m
O

ão
C

en
in

en
e
nt CO 3m - C
- 3 s O 15 e

e ni

al
en
s
n

am
- 0 s no de

de

co fas mí

on
lo

m
i
m

o
po

co

a
co

si
- s O in
al

al

el il
a o
at

rra

ra
na

is

ric
te

e út
c

en
in

in
O ,3 - C m

en

es
nt
na

er
tre

nt ar

ét
i
in

te
m

ica ida
m
co

t
io
en

ar de

co de
de
qü no

no

no

ra

ra

di
ic

ân v
r
O 0,3 cia

de

nt

nt
ad
a

m ia

se ia

ho

ec e
Se te

o
i

co
- n

m ad
a
nt

nc

nt

Câ nc

Fa ânc
er

ão
n

en
O ê

os
rre

rre

rre

úm


so

se

se

.
ns

rv

bs
ad

es
is

is

is
Co

Co

Co

Cu
Pe

Fa

Fa
Te
N

O
D

kA kA kA mm A kg mV mm mm mm mm
31,5 • • • • 35,4 80 210 1250 3AH3 165-2 ....-....-q qqq 100 2,5 129 170 108 130 3M325 00035 1 b)
2000 3AH3 165-4 ....-....-q qqq 105 2,0 129 170 90 130 3M325 00036 1 b)
40 •c) • 44,9 100 210 1600 3AH3 166-3 ....-....-q qqq 142 1,9 140 170 90 130 3M325 00037 2 b)
2000 3AH3 166-4 ....-....-q qqq 142 1,6 140 170 90 130 3M325 00038 2 b)
3150 3AH3 166-7 ....-....-q qqq 142 1,6 140 170 90 130 3M325 00039 2 b)

Tabela de escolha (dados secundários)


vide páginas 22 e 23

a) Conforme IEC 694 aplicando


100 A, CC, para determinação
da resistência de contato
b) Opcionalmente NBI: 110 kV
c) Possível até 31,5 kA

16 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH3

Vida útil (mecânica e elétrica) Dimensões e pesos

100 000
a 606
Vida útil mecânica do disjuntor: 210 210 c
50 000
Número admissível de manobra

30 000 manobras
30 000

104
20 000

10 000

5 000 211

494

715
b
2 000

1 000
Peso: de

145
500 100 kg a 142 kg
610 d
200
1
100
85
50 Dimensões (mm)
Disjuntor
2 a b c d
20
3AH3 165-2 520 572 570 570
10
3AH3 165-4 540 589 560 560

2
1 2 5 10 20 31,5 50 kA 100
40
3AH3 166-3 540 589 562 562
Corrente de interrupção (valor eficaz)
3AH3 166-4 540 589 562 562
3AH3 166-7 540 589 562 572

Siemens Ltda 17
Disjuntores a vácuo 3AH3

Dados nominais

Tensão nominal: 24 kV

Tensão suportável (nominal de impulso


atmosférico): 125 kV

Tensão suportável (nominal à freqüência


industrial): 50 kV (aplicada)

Duração nominal da corrente de curto-circuito


(tcc): 3s

3AH3 264-4 Corrente nominal de interrupção simétrica:


25 kA, 2000 A
vide tabela

Corrente nominal de estabelecimento:


vide tabela

2
Dados para escolha e pedido

24 kV
Tensão nominal, Ur 24 kV
Tensão suportável nominal de impulso atmosférico, Up até 125 kV
Tensão suportável nominal à freqüência indstrial, Ud 50 kV
Componente contínua da corrente de curto-circuito, DC = 36%
O
-C
a
ric

5s
ét

-1

to
rre n - - 5s CO era sim

a)
a

en
CO

ric

a:
m

ai
o:
Co mi - CO - 1 s - op ão

im
é

in
ci
-
çã

im

ín
rm
s

le
5

m
s

be
O 0,3 - C - al d rru

te
as
pç O

a:
O
de - 3 in - -

ta

to
da
te

rru - C

tre

m
O

ão
C

en
in

en
e
nt CO 3m - C
- 3 s O 15 e

e ni

al
en
s
n

am
- 0 s no de

de

co fas mí

on
lo

m
i
m

o
po

co

a
co

si
- s O in
al

al

el il
a co
at

rra

ra
na

is

ric
te

e út
en
in

in
O ,3 - C m

en

es
nt
na

er
tre

nt ar

ét
i
in

te
m

ica ida
m
co

t
io
en

ar de

co de
de
qü no

no

no

ra

ra

di
ic

ân v
r
O 0,3 cia

de

nt

nt
ad
a

m ia

se ia

ho

ec e
Se te

o
i

co
- n

m ad
a
nt

nc

nt

Câ nc

Fa ânc
er

ão
n

en
O ê

os
rre

rre

rre

úm


so

se

se

.
ns

rv

bs
ad

es
is

is

is
Co

Co

Co

Cu
Pe

Fa

Fa
Te
N

O
D

kA kA kA mm A kg mV mm mm mm mm
25 • • • • 28,0 63 210 1250 3AH3 254-2 ....-....-q qqq 112 2,5 200 215 162 175 3M325 00040 1
2000 3AH3 254-4 ....-....-q qqq 131 2,0 200 215 162 175 3M325 00041 1
• • • • 28,0 63 275 1250 3AH3 264-2 ....-....-q qqq 112 2,5 200 215 157 175 3M325 00042 1
2000 3AH3 264-4 ....-....-q qqq 131 2,0 200 215 155 175 3M325 00043 1

Tabela de escolha (dados secundários)


vide páginas 22 e 23

a) Conforme IEC 694 aplicando


100 A, CC, para determinação
da resistência de contato

18 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH3

Vida útil (mecânica e elétrica) Dimensões e pesos

100 000 b 679


Vida útil mecânica do disjuntor: a a 602
50 000
Número admissível de manobras

30 000 manobras
30 000

104
20 000

10 000

5 000 211

494

d
c
2 000

1000

143
Peso: de
500 112 kg a 131 kg
610 602
200
100
90
50
Dimensões (mm)
Disjuntor
1
20 a b c d
10 3AH3 254-2 210 530 750 580

2
1 2 5 10 20 50 kA 100
25 3AH3 254-4 210 540 750 623
Corrente de interrupção (valor eficaz) 3AH3 264-2 275 660 — 580
3AH3 264-4 275 670 750 623

Siemens Ltda 19
Disjuntores a vácuo 3AH3

Dados nominais

Tensão nominal: 36 kV

Tensão suportável (nominal de impulso


atmosférico): 170 kV

Tensão suportável (nominal à freqüência


industrial): 70 kV (aplicada)

Duração nominal da corrente de curto-circuito


(tcc): 3s

Corrente nominal de interrupção simétrica:


vide tabela

Corrente nominal de estabelecimento:


vide tabela
3AH3 305-6
31,5 kA, 2500 A

2
Dados para escolha e pedido

36 kV
Tensão nominal, Ur 36 kV
Tensão suportável nominal de impulso atmosférico, Up até 170 kV
Tensão suportável nominal à freqüência indstrial, Ud 70 kV
Componente contínua da corrente de curto-circuito, DC = 36%
O
-C
a
ric

5s
ét

-1

to
rre n - - 5s CO era sim

a)
a

en
CO

ric

a:
m

ai
o:
Co mi - CO - 1 s - op ão

im
é

in
ci
-
çã

im

ín
rm
s

le
5

m
s

be
O 0,3 - C - al d rru

te
as
pç O

a:
O
de - 3 in - -

ta

to
da
te

rru - C

tre

m
O

ão
C

es

en
in

en
nt CO 3m - C
- 3 s O 15 e

e ni

al
en
s
n

am
- 0 s no de

de

co fas mí

on
lo

m
i
m

o
po

co

a
co

si
- s O in
al

al

al

el il
a co
at

rra

ra
is

ric
te

e út
en
in

in

in
O ,3 - C m

en

es
nt
na

r
tre

nt ar

ét
in

te

te
O üê om

ica ida
m
co
io
en

ar de

co de
de
no

no

ra

ra

di
ic

ân v
n

r
O ,3 ia

de

nt

nt
ad
a

m ia

se ia

ho

ec e
- 0 nc
Se te

o
i

co

m ad
a
nt

nc

nt

Câ ânc

Fa ânc
er

ão
n

en
os
rre

rre

rre

úm

so

se

se

.
ns

rv

bs
ad

es
q

is

is

is
Co

Co

Co

Cu
Pe

Fa

Fa
Te
N

O
D

kA kA kA mm A kg mV mm mm mm mm
31,5 • • • • 35,4 80 340 1250 3AH3 305-2 ....-....-q qqq 170 2,6 360 309 314 260 3M325 00008 1
2000 3AH3 305-4 ....-....-q qqq 175 2,6 360 309 314 260 3M325 00008 1
2500 3AH3 305-6 ....-....-q qqq 175 2,6 360 309 314 260 3M325 00009 1

Tabela de escolha (dados secundários)


vide páginas 22 e 23

a) Conforme IEC 694 aplicando


100 A, CC, para determinação
da resistência de contato

20 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH3

Vida útil (mecânica e elétrica) Dimensões e pesos

100 000 a 823


Vida útil mecânica do disjuntor: 350 350 737
50 000
Número admissível de manobras

30 000 manobras
30 000
20 000

104
10 000

5 000

1000
494
211

b
2 000

1000

238
500 Peso:
aprox. 175 kg
830 c
200
100

50
Dimensões (mm)
1 Disjuntor
20 a b c
10 3AH3 305-2 820 733 737

2
0,5 2 5 10 20 50 kA 100
31,5 3AH3 305-4 820 733 737
Corrente de Interrupção (valor eficaz) 3AH3 305-6 830 792 747

Siemens Ltda 21
Disjuntores de
potência a vácuo Disjuntores a vácuo 3AH3
3AH

Lista de encomenda (dados secundários)

Combinação de disparador, varistor Tensão de comando do 1º disparador (Y1)


Posição 9 da lista Posição 11 da lista

ro
de encomenda de encomenda

ad
ar

q s
ic s
q ai
sp
is

ad ado
ic os

q ion
na

di
ad ad

D
io


7)

D
(Y

do
o

... a nº
.q a nº

od
en

..- d o
..- d o

an

. . en d
3. en d
bt

...
..

H m to
H m to
r d 2)

m
)
su

-..
W

.-.
do (Y

3A nco en
3A co en

co
...
(

q
e
r

or

e him
en him
pa do

de
ad
is ara

ar

de nc
de nc

o
ra
r
co

sp

sp
to

ee
e
ris
si

di

di

n

Pr
Pr

Te
Va


D

Bobina de liga sem ____________________________________ A DC 24 V ____________________________________________ 1


+ 1º disparador ____________________________________
• B DC 48 V ____________________________________________ 2
____________________________________
• F DC 60 V ____________________________________________ 3
____________________________________ J DC 110 V ____________________________________________ 4

DC 220 V ____________________________________________ 5
com ____________________________________ M AC 100 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 6
____________________________________
• N AC 110 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 7
____________________________________
• R AC 220 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 8
____________________________________ V
• DC 30 V ____________________________________________ 9 _____ L1A
Tensão especial
DC 32 V ____________________________________________ 9 _____ L1B
DC 120 V ____________________________________________ 9 _____ L1C
DC 125 V ____________________________________________ 9 _____ L1D

2 DC 127 V
DC 240 V
AC 120 V
AC 125 V
____________________________________________
____________________________________________
Freqüência, veja posição 16 ___________________
Freqüência, veja posição 16 ___________________
9
9
9
9
_____
_____
_____
_____
L1E
L1F
L1K
L1L
AC 240 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 9 _____ L1M

Tensão de comando da bobina de liga (abertura) Tensão de comando do 2º disparador (Y2 ou Y7)
Posição 10 da lista Posição 12 da lista
a

or
lig

de encomenda de encomenda
ad
de

ar

q s
q s

ic s
ic s

q ai
q ai

sp
na

ad ado
ad ado

q ion
q ion

di
bi

D
D
bo


do
da

... a nº
..q a nº

do
do

..- d o
..- d o

an
an

. . en d
. . en d

..
.

H m to
H m to

m
...
m

-..
ar

3A nco en
..-
3A nco en

co
co

.q
lig

e him
e him

de
de
de

de nc
de nc

ão
ão
o

ee
ee

ns
ns
od

Pr
Te
Pr
Te
M

Liga mecânica DC 24 V ____________________________ A Disparador como 2º disparador


DC 48 V ____________________________ C
DC 60 V ____________________________ D sem ____________________________________________ 0
DC 110 V ____________________________ E DC 24 V ____________________________________________ 1
DC 220 V ____________________________ F DC 48 V ____________________________________________ 2
AC 100 V Freqüência, veja posição 16 ___ H DC 60 V ____________________________________________ 3
AC 110 V Freqüência, veja posição 16 ___ J DC 110 V ____________________________________________ 4
AC 220 V Freqüência, veja posição 16 ___ K DC 220 V ____________________________________________ 5
AC 100 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 6
DC 30 V ____________________________ Z _____ K1A AC 110 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 7
Tensão especial

DC 32 V ____________________________ Z _____ K1B AC 220 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 8


DC 120 V ____________________________ Z _____ K1C
DC 125 V ____________________________ Z _____ K1D DC 30 V ____________________________________________ 9 _____ M1A
Tensão especial

DC 127 V ____________________________ Z _____ K1E DC 32 V ____________________________________________ 9 _____ M1B


DC 240 V ____________________________ Z _____ K1F DC 120 V ____________________________________________ 9 _____ M1C
AC 120 V Freqüência, veja posição 16 ___ Z _____ K1K DC 125 V ____________________________________________ 9 _____ M1D
AC 125 V Freqüência, veja posição 16 ___ Z _____ K1L DC 127 V ____________________________________________ 9 _____ M1E
AC 240 V Freqüência, veja posição 16 ___ Z _____ K1M DC 240 V ____________________________________________ 9 _____ M1F
AC 120 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 9 _____ M1K
Liga manual e DC 24 V ____________________________ M AC 125 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 9 _____ M1L
elétrica DC 48 V ____________________________ N AC 240 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 9 _____ M1M
DC 60 V ____________________________ P
DC 110 V ____________________________ Q
DC 220 V ____________________________ R
AC 100 V Freqüência, veja posição 16 ___ T
AC 110 V Freqüência, veja posição 16 ___ U
AC 220 V Freqüência, veja posição 16 ___ V
DC 30 V ____________________________ Z _____ K2A
Tensão especial

DC 32 V ____________________________ Z _____ K2B


DC 120 V ____________________________ Z _____ K2C
DC 125 V ____________________________ Z _____ K2D
DC 127 V ____________________________ Z _____ K2E
DC 240 V ____________________________ Z _____ K2F
AC 120 V Freqüência, veja posição 16 ___ Z _____ K2K
AC 125 V Freqüência, veja posição 16 ___ Z _____ K2L
AC 240 V Freqüência, veja posição 16 ___ Z _____ K2M

22 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH3 Disjuntores de
potência a vácuo
3AH

Seqüência

Tensão de comando do 3º disparador (W) Intertravamento mecânico, contatos auxiliar, tomada múltipla
Posição 13 da lista Posição 15 da lista
ro

de encomenda de encomenda
ad
ar

q is
ic s
sp

q a
ad ado
q ion
di

o

ic
ân
do

... a nº

... a nº
ec
od

m
..- d o

..- d o
an

. . en d

. . en d
to
H m to

H m to
...

.
m

.q
F
en
.-q
3A nco en

3A nco en
co

.-.
F
am

2
e him

e him
N
de

+1

s
+6
av

no

no
de nc

de nc
o

A
rtr

pi

pi
N
ee

ee
te

N
n

12

64

24
Pr

Pr
Te

In

6
sem ____________________________________________ 0 sem ____________________________________________________
• • A
DC 24 V ____________________________________________ 1 ____________________________________________________
• • E
DC 48 V ____________________________________________ 2 ____________________________________________________
• • C
DC 60 V ____________________________________________ 3 ____________________________________________________
• M

DC 110 V ____________________________________________ 4
DC 220 V ____________________________________________ 5 com ____________________________________________________
• • B
AC 100 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 6 ____________________________________________________
• • F
AC 110 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 7 ____________________________________________________
• • D
AC 220 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 8 ____________________________________________________
• • N
Especial ____________________________________________________ Z
DC 30 V ____________________________________________ 9 ____ N1A
Tensão especial

DC 32 V ____________________________________________ 9 ____ N1B


DC 120 V ____________________________________________ 9 ____ N1C
DC 125 V
DC 127 V
DC 240 V
AC 120 V
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
Freqüência, veja posição 16 ___________________
9
9
9
9
____
____
____
____
N1D
N1E
N1F
N1K
2
AC 125 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 9 ____ N1L
AC 240 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ 9 ____ N1M

Tensão de comando do motor Freqüência nominal


Posição 14 da lista Posição 16 da lista
de encomenda de encomenda
q is
ic s
q a
ad ado
or

q ion
ot

D
m
do

... a nº

... a nº
do

..- d o

..- d o
an

. . en d

. . en d
H m to

H m to
..

..
m

q
3A nco en

3A nco en
co

.-.

.-.
ia
e him

e him
de

nc
de nc

de nc
ão

üê
ee

ee
ns

eq
Pr

Pr
Te

Fr

Manual _____________________________________________ A 50 Hz ________________________________________________ 8


DC 24 V _____________________________________________ B
DC 48 V _____________________________________________ C 60 Hz ________________________________________________ 9
DC 60 V _____________________________________________ D
DC 110 V _____________________________________________ E
DC 220 V _____________________________________________ F
AC 100 V Freqüência, veja posição 16 ____________________ H
AC 110 V Freqüência, veja posição 16 ____________________ J
AC 220 V Freqüência, veja posição 16 ____________________ K
DC 30 V _____________________________________________ Z ____ P1A
Tensão especial

DC 32 V _____________________________________________ Z ____ P1B


DC 120 V _____________________________________________ Z ____ P1C
DC 125 V _____________________________________________ Z ____ P1D
DC 127 V _____________________________________________ Z ____ P1E
DC 240 V _____________________________________________ Z ____ P1F
AC 120 V Freqüência, veja posição 16 ____________________ Z ____ P1K
AC 125 V Freqüência, veja posição 16 ____________________ Z ____ P1L
AC 240 V Freqüência, veja posição 16 ____________________ Z ____ P1M

Siemens Ltda 23
Disjuntores a vácuo 3AH5

Dados nominais

Tensão nominal: 15 kV (17,5 kV)

Tensão suportável (nominal de impulso


atmosférico): 95 kVc)

Tensão suportável (nominal à freqüência


industrial): 36 kV (aplicada)

Duração nominal da corrente de curto-circuito


(tcc): 3s

Corrente nominal de interrupção simétrica:


3AH5 113-2
15 kA, 1250 A vide tabela

Corrente nominal de estabelecimento:


vide tabela

Para tensões até 42 kV (sob consulta)

Dados para escolha e pedido


3
15 kV
Tensão nominal, Ur 15 kVb)
Tensão suportável nominal de impulso atmosférico, Up até 95 kVc)
Tensão suportável nominal à freqüência indstrial, Ud 36 kV
Componente contínua da corrente de curto-circuito, DC = 36%
O
-C
a
ric

5s
ét

-1

to
rre n - - 5s CO era sim

a)
a

en
CO

ric

a:
m

ai
o:
Co mi - CO - 1 s - op ão

im
é

in
ci
-
çã

im

ín
rm
s

le
5

m
s

be
O 0,3 - C - al d rru

te
as
pç O

a:
O
de - 3 in - -

ta

o
da
te

rru - C

tre

m
O

t
ão
C

es

en
in

en
nt CO 3m - C
- 3 s O 15 e

nt se íni

al
en
s
n

am
- 0 s no de

de

on
lo

a m
i
m

o
po

co

a
co

si
- s O in
al

al

al

el il
ra co
at

ra

rra
is

ric
te

e út
en
in

in

in
O ,3 - C m

en

es
nt
na

r
tre

Fa ont e ar

ét
in

te

te
O üê om

ica ida
m
co

f
io
en

ar de
de
no

no

ra

di
ic

c d

ân v
n

r
O ,3 ia

de

nt
ad
a

m ia

se ia

ho

ec e
- 0 nc
Se te

o
i

co

co

m ad
a
nt

nc

nt

Câ ânc

Fa ânc
er

ão
n

en
os
rre

rre

rre

úm

so

se

se

.
ns

rv

bs
ad

es
q

is

is

is
Co

Co

Co

Cu
Pe

Fa
Te
N

O
D

kA kA kA mm A kg mV mm mm mm mm
15 • • • • 28 63 210 1250 3AH5 113-2 ....-....-q qqq 45 4,5 129 180 108 130 G60566-Y9516-A1 1
25 • • • • 28 63 210 1250 3AH5 214-2 ....-....-q qqq 45 3,4 129 180 108 130 3M441 00706 2 b)
25 • • • • 28 63 210 1250 3AH5 424-2 ....-....-q qqq 55 3,4 129 180 108 130 3M441 00757 2 b) c)

Tabela de escolha (dados secundários)


vide páginas 30 e 31

a) Conforme IEC 694 aplicando


100 A, CC, para determinação
da resistência de controle
b) Opcionalmente 17,5 kV
c) Opcionalmente NBI 110 kV

24 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH5

Vida útil (mecânica e elétrica) Dimensões e pesos

100 000
534 a
Vida útil mecânica do disjuntor:
50 000 210 210
Número admissível de manobra

10 000 manobras

90
20 000

10 000
191

435

482
5 000

2 000 Peso: de
45 kg a 55 kg
1000

30
592
500

200

100 Dimensões (mm)


Disjuntor
50 a

25
3AH5 113-2 491
20
1 3AH5 214-2 491
10
0,5 1 2 5 10 20 kA 50
3AH5 424-2 532
15
Corrente de interrupção (valor eficaz)

8 Acessórios
1
100 000
S1
1 Redutor

50 000
Vida útil mecânica do disjuntor: 2
3
Chave auxiliar
Mola de fechamento 3
Número admissível de manobra

10 000 manobras
3 10
4 Motor
20 000 5 Indicador de mola carregada
10 000 6 Contador de manobras
12 7 Bobina de fechamento
5 000
8 Chave de contatos auxiliares
9 Botão de ligamento
2 000
10 Botão de desligamento
1000 11 2º disparador
Versão básica 12 1º disparador
500
14 13 Intertravamento mecânico
200
8 14 Tomada múltipla
1 S1

100

50 2 9
S21

S22

10
S3

S4

25 3
20
2 4 11
10 5
0,5 1 2 5 10 20 kA 50 09981

25 6 12
Corrente de interrupção (valor eficaz) 7

13
Versão com máximo de acessórios

Obs: na versão básica, o ligamento é direto após o término de carga da mola de


fechamento. Não há possibilidade de instalação de botão de ligamento.

Siemens Ltda 25
Disjuntores a vácuo 3AH5

Dados nominais

Tensão nominal: 24 kV

Tensão suportável (nominal de impulso


atmosférico): 125 kV

Tensão suportável (nominal à freqüência


industrial): 50 kV (aplicada)

Duração nominal da corrente de curto-circuito


(tcc): 3s

Corrente nominal de interrupção simétrica:


vide tabela

Corrente nominal de estabelecimento:


3AH5 252-2 vide tabela
16 kA, 1250 A

Dados para escolha e pedido


3
24 kV
Tensão nominal, Ur 24 kV
Tensão suportável nominal de impulso atmosférico, Up até 125 kV
Tensão suportável nominal à freqüência indstrial, Ud 50 kV
Componente contínua da corrente de curto-circuito, DC = 36%
5s CO
O
-C
a

-1 s-
ric

5
nt CO 3m - C - 1 ção ét

CO - 1

to
rre n - - 5s CO era sim

a)
a

en
in min CO 15s - CO

ric

a :
m

ai
de - 3 in - - 5s :
Co mi - CO - 1 s - op ão

im
é

in
ci
-

im

ín
rm
le

m
ss

be
O 0,3 - C - al d rru

te
pç O

a:
a

ta

o
da
te

rru - C

tre

m
O

t
ão

es

en
in

en
- 3 s O 15 e

e íni

al
en
s

am
- 0 s no de

de

on
lo

co fas m
o
po

co

a
co

si
- s O in
al

al

al

el il
se tra rco
at

ra

rra
is

ric
te

e út
en
in

in

in
O ,3 - C m

en

es
nt
na

r
e

ét
te

te
n a
O üê om

m
r

ica ida
m
co
nt

io

ar de

co e
de
no

no

ra

di
Co ia e

ic

ân v
n

r
O ,3 ia

de

nt

nt
ad

m ia

se ia

ho

ec e
- 0 nc
Se te

co

m ad
a
nt

nc

nt

Câ ânc

Fa ânc
er

ão
n

en
os
rre

rre

rre

úm

so

se

.
ns

rv

bs
ad

es
q

is

is

is
Co

Co

Cu
Pe

Fa

Fa
Te
N

O
D

kA kA kA mm A kg mV mm mm mm mm
16 • • • • 17,9 40 210 1250 3AH5 252-2 ....-....-q qqq 55 3,6 200 340 300 210 3M441 00709 1

Tabela de escolha (dados secundários)


vide páginas 30 e 31

a) Conforme IEC 694 aplicando


100 A, CC, para determinação
da resistência de controle

26 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH5

Vida útil (mecânica e elétrica) Dimensões e pesos

100 000 531 700


Vida útil mecânica do disjuntor: 210 210 567
50 000
Número admissível de manobra

10 000 manobras

20 000

90
10 000
171
5 000

767
435
2 000

1000
Peso:

123
500 aprox. 55 kg
592 567
200
100

50

25 8 Acessórios
20
1
1
10 S1
1 Redutor
0,5 1 2 5 10 20 kA 50 2 Chave auxiliar
16
3 Mola de fechamento
Corrente de interrupção (valor eficaz) 3 10
4 Motor
5 Indicador de mola carregada
6 Contador de manobras
12 7 Bobina de fechamento
8
9
10
Chave de contatos auxiliares
Botão de ligamento
Botão de desligamento
3
11 2º disparador
Versão básica 12 1º disparador
14 13 Intertravamento mecânico
8 14 Tomada múltipla
1 S1

2 9
S21

S22

10
S3

S4

3
4 11
5
09981
6 12
7

13
Versão com máximo de acessórios

Obs: na versão básica, o ligamento é direto após o término de carga da mola de


fechamento. Não há possibilidade de instalação de botão de ligamento

Siemens Ltda 27
Disjuntores a vácuo 3AH5

Dados nominais

Tensão nominal: 36 kV

Tensão suportável (nominal de impulso


atmosférico): 170 kV

Tensão suportável (nominal à freqüência


industrial): 70 kV (aplicada)

Duração nominal da corrente de curto-circuito


(tcc): 3s

Corrente nominal de interrupção simétrica:


vide tabela

3AH5 302-2 Corrente nominal de estabelecimento:


16 kA, 1250 A
vide tabela

Dados para escolha e pedido


3
36 kV
Tensão nominal, Ur 36 kV
Tensão suportável nominal de impulso atmosférico, Up até 170 kV
Tensão suportável nominal à freqüência indstrial, Ud 70 kV
Componente contínua da corrente de curto-circuito, DC = 36%
O
-C
a
ric

5s
ét

-1

to
rre n - - 5s CO era sim

a)
a

en
CO

ric

a:
m

ai
o:
Co mi - CO - 1 s - op ão

im
é

in
ci
-
çã

im

ín
rm
s

le
5

m
s

be
O 0,3 - C - al d rru

te
as
pç O

a:
O
de - 3 in - -

ta

o
da
te

rru - C

tre

m
O

t
ão
C

en
in

en
e
nt CO 3m - C
- 3 s O 15 e

nt se íni

al
en
s
n

am
- 0 s no de

de

on
lo

a m
i
m

o
po

co

a
co

si
- s O in
al

al

al

el il
ra co
at

ra

rra
is

ric
te

e út
en
in

in

in
O ,3 - C m

en

es
nt
na

r
tre

Fa ont e ar

ét
in

te

te
m

ica ida
m
co

f
io
en

ar de
de
qü no

no

no

ra

di
ic

c d

ân v
r
O 0,3 cia

de

nt
ad
a

m ia

se ia

ho

ec e
Se te

o
i

co

co
- n

m ad
a
nt

nc

nt

Câ nc

Fa ânc
er

ão
n

en
O ê

os
rre

rre

rre

úm


so

se

se

.
ns

rv

bs
ad

es
is

is

is
Co

Co

Co

Cu
Pe

Fa
Te
N

O
D

kA kA kA mm A kg mV mm mm mm mm
16 • • • • 17,9 40 350 1250 3AH5 302-2 ....-....-q qqq 85 3,8 240 450 385 300 3M441 00708 1

Tabela de escolha (dados secundários)


vide páginas 30 e 31

a) Conforme IEC 694 aplicando


100 A, CC, para determinação
da resistência de controle

28 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH5

Vida útil (mecânica e elétrica) Dimensões e pesos

100 000 815 786


Vida útil mecânica do disjuntor: 350 350 673
50 000
Número admissível de manobra

10 000 manobras

20 000

10 000

90
5 000

973
645
2 000 171

435
1000

500 Peso:

150
aprox. 85 kg
200 868 673
100

50

25
8 Acessórios
20
1 1
10 S1 1 Redutor
0,5 1 2 5 10 20 kA 50 2 Chave auxiliar
16
3 Mola de fechamento
Corrente de interrupção (valor eficaz) 3 10 4 Motor
5 Indicador de mola carregada
6 Contador de manobras
7 Bobina de fechamento
12
8
9
10
Chave de contatos auxiliares
Botão de ligamento
Botão de desligamento
3
11 2º disparador
Versão básica 12 1º disparador
14 13 Intertravamento mecânico
8 14 Tomada múltipla
1 S1

2 9
S21

S22

10
S3

S4

3
4 11
5
09981
6 12
7

13
Versão com máximo de acessórios

Obs: na versão básica, o ligamento é direto após o término de carga da mola de


fechamento. Não há possibilidade de instalação de botão de ligamento.

Siemens Ltda 29
Disjuntores a vácuo 3AH

Lista de encomenda (dados secundários)

Combinação de disparador, varistor Bobina de fechamento


Posição 9, 11 e Posição 10 da
12 da lista de lista de

q is

q s
encomenda encomenda

- q ic s

ic s
q ai
q na
... ad ado

ad ado
q ion
q
io
D

D
7)
(Y

to
o

º
en

.q a n

..q a n
en

..- d o

..- d o
am
5. en d

5. en d
-.
bt
r d 2)

H m to

H m to
pa ado 1)

ch
)
su

(W
do (Y
D par r (Y

.q
3A nco en

3A nco en
fe
e
r

or

e him

e him
o

de
ad
di ad

ar
2º par
r

de nc

de nc
na
ra
to

sp
s
s

ee

ee
ris

bi
di
di

is

Bo
Va

Pr

Pr

sem ____________________________________________________
• A__0
____________________________________________________
• • B
____________________________________________________
• • K00
____________________________________________________
• • F
com ____________________________________________________
• M__0
____________________________________________________
• • N
____________________________________________________
• W_00

____________________________________________________
• R
• Tensão de comando da bobina de advertência (Pos. 10)
DC 24 V ____________________________________________ B
DC 48 V ____________________________________________ C
DC 60 V ____________________________________________ D
DC 110 V ____________________________________________ E
DC 220 V ____________________________________________ F
AC 100 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ H
AC 110 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ J
AC 220 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ K
DC 30 V ____________________________________________ Z _____ K1A
Tensão especial

DC 32 V ____________________________________________ Z _____ K1B

3 DC 120 V
DC 125 V
DC 127 V
DC 240 V
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
Z
Z
Z
Z
_____
_____
_____
_____
K1C
K1D
K1E
K1F
Tensão de comando do 1º disparador (Y1) (Pos. 11) AC 120 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ Z _____ K1K
AC 125 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ Z _____ K1L
DC 24 V ______________________________________________ 1 AC 240 V Freqüência, veja posição 16 ___________________ Z _____ K1M
DC 48 V ______________________________________________ 2
DC 60 V ______________________________________________ 3
DC 110 V ______________________________________________ 4
DC 220 V ______________________________________________ 5
AC 100 V Freqüência, veja posição 16 _____________________ 6 Motor
AC 110 V Freqüência, veja posição 16 _____________________ 7
AC 220 V Freqüência, veja posição 16 _____________________ 8 Posição 14 da
DC 30 V ______________________________________________ 9 _____ L1A lista de

q s
Tensão especial

encomenda

di os
DC 32 V ______________________________________________ 9 _____ L1B

q ai
q ion
.. a ad
DC 120 V ______________________________________________ 9 _____ L1C D
c
DC 125 V ______________________________________________ 9 _____ L1D
DC 127 V ______________________________________________ 9 _____ L1E
º
.. a n

DC 240 V ______________________________________________ 9 _____ L1F


..- d o
5. en d

..q

AC 120 V Freqüência, veja posição 16 _____________________ 9 _____ L1K


H m to
3A nco en

..-

AC 125 V Freqüência, veja posição 16 _____________________ 9 _____ L1L


do

e him

AC 240 V Freqüência, veja posição 16 _____________________ 9 _____ L1M


iza

de nc
or

or

ee
ot

ot

Pr
M

Tensão de comando do 2º disparador (Y2, Y7 ou W) (Pos. 12) Tensão de comando do motor (Pos. 14)

DC 24 V _______________________________________________ 1 DC 24 V ________________________________________________ B
DC 48 V _______________________________________________ 2 DC 48 V ________________________________________________ C
DC 60 V _______________________________________________ 3 DC 60 V ________________________________________________ D
DC 110 V _______________________________________________ 4 DC 110 V ________________________________________________ E
DC 220 V _______________________________________________ 5 DC 220 V ________________________________________________ F
AC 100 V Freqüência, veja posição 16 ______________________ 6 AC 100 V Freqüência, veja posição 16 _______________________ H
AC 110 V Freqüência, veja posição 16 ______________________ 7 AC 110 V Freqüência, veja posição 16 _______________________ J
AC 220 V Freqüência, veja posição 16 ______________________ 8 AC 220 V Freqüência, veja posição 16 _______________________ K

DC 30 V _______________________________________________ 9 ___ M1A DC 30 V ________________________________________________ Z __ P1A


Tensão especial

DC 32 V ________________________________________________ Z __ P1B
Tensão especial

DC 32 V _______________________________________________ 9 ___ M1B


DC 120 V _______________________________________________ 9 ___ M1C DC 120 V ________________________________________________ Z __ P1C
DC 125 V _______________________________________________ 9 ___ M1D DC 125 V ________________________________________________ Z __ P1D
DC 127 V _______________________________________________ 9 ___ M1E DC 127 V ________________________________________________ Z __ P1E
DC 240 V _______________________________________________ 9 ___ M1F DC 240 V ________________________________________________ Z __ P1F
AC 120 V Freqüência, veja posição 16 ______________________ 9 ___ M1K AC 120 V Freqüência, veja posição 16 _______________________ Z __ P1K
AC 125 V Freqüência, veja posição 16 ______________________ 9 ___ M1L AC 125 V Freqüência, veja posição 16 _______________________ Z __ P1L
AC 240 V Freqüência, veja posição 16 ______________________ 9 ___ M1M AC 240 V Freqüência, veja posição 16 _______________________ Z __ P1M

30 Siemens Ltda
Disjuntores a vácuo 3AH

Seqüência

Contador de manobras
Posição 13 da lista
de encomenda )
S7
+
6
s

(S
ra

º
ob

..- d o n
o
rs
an

. . en d
cu

...
m

H m to
... a
q
de

3A nco en
de

.. -
e im
fim
or

de nch
ad

e
av
nt

ee
Co

Ch

Pr

sem_____________________________________________________________ 0
_________________________________________________________________
• 1
_________________________________________________________________
• • 2

Intertravamento mecânico, contatos auxiliares,


tomada múltipla
Posição 15 da lista
de encomenda
o
ic
ân
ec

º
..- d o n
s
m

12 + NF iare

. . en d
la

la

.
to

..q
F

H m to
s ltip

s ltip

... a
l
en

N
N 2 xi

3
3A nco en
+ F

.. -
6 A + au

no ú

no ú
12
am

N 6N

e im
pi a m

pi a m
N s
av

de nch
o

24 ad

64 ad
2 t

A
rtr

A
nt

ee
m

m
te

Co

To

To

Pr
In

sem ____________________________________________________________
• A
____________________________________________________________
• C
____________________________________________________________
• • G
____________________________________________________________
• • J
____________________________________________________________
• • L
com ____________________________________________________________
• B
____________________________________________________________
• D
____________________________________________________________
• • H
____________________________________________________________
• • K
____________________________________________________________
• • M

Freqüência
Posição 16 da lista
de encomenda
º
..- d o n
. . en d

q
H m to
... a
...
3A nco en

.. -
ia

e im
nc

de nch
üê

ee
eq

Pr
Fr

50 Hz ____________________________________________________________ 8
60 Hz ____________________________________________________________ 9

Siemens Ltda 31
Siemens mais perto de você

Produtos e Sistemas em Média Tensão Regional Curitiba Regional Salvador


Rua Cel. Bento Bicudo, 111 Rua Claudio Chatagnier, 112 Rua M, 191 – Pq. Bela Vista – Brotas
05069-900 – São Paulo/SP Bacacheri 40275-350 – Salvador – BA
Tels.: (11) 3833-4017/4071 82520-590 – Curitiba/PR Tel.: (71) 352-1855
Fax: (11) 3833-4351 Tel.: (41) 360-1182 Fax: (71) 352-1895
E-mail: mediatensao@siemens.com.br Fax: (41) 360-1186 E-mail: vinicius.moraes@siemens.com.br
E-mail: arno-e@siemens.com.br
Regional Belo Horizonte Regional São Paulo
Av. do Contorno, 5919 Regional Porto Alegre Praça São Marcos, 766 / 774
3º andar – Funcionários Av. Amazonas, 477 – Navegantes Alto de Pinheiros
30110-100 – Belo Horizonte/MG 90240-540 – Porto Alegre/RS 05455-050 – São Paulo – SP
Tel.: (31) 3289-4458 Tel.: (51) 358-1785 Tel.: (11) 3833-6923
Fax: (31) 3289-4422 Fax: (51) 358-1736 Fax: (11) 3833-4095
E-mail: dimas.mf@siemens.com.br E-mail: marcos.piccoli@siemens.com.br E-mail: stanlley.alkmin@siemens.com.br

Regional Brasília Regional Recife Representantes:


SCLN 211– Bl. B Av. Marechal Mascarenhas de Moraes, 4861 Hansa Ltda.
Entrada 10 – salas 201/204 – Centro Imbiribeira Calle Yanacocha, esq. Mercado, 1004
70863-520 – Brasília/DF 51150-003 – Recife/PE Cajón Postal 10800
Tel.: (61) 348-7625 Tels.: (81) 3461-6243/6261 La Paz – Bolívia
Fax: (61) 348-7695 Fax: (81) 3461-6213 Tel.: 591 2 407777
E-mail: mnunes@siemens.com.br E-mail: franklin.delano@siemens.com.br Fax: 591 8 112283
E-mail: atrepp@hansa.com.bo
Regional Campinas Regional Rio de Janeiro
Rua Maria Monteiro, 752 – Cambuí Av. Dom Helder Câmara, Rieder&Cia S.A C.I.
13025-151 – Campinas/SP (ex-Av. Suburbana), 3443 Calle Mcal. López, 1039/1047
Tels.: (19) 3754-6118/6119 Del Castilho Casilla de Correo, 586
Fax: (19) 3754-6138 21050-451 – Rio de Janeiro/RJ Assunción – Paraguay
E-mail: walterja@siemens.com.br Tels.: (21) 583-3327/3321 Tel.: 595 21 214114
Fax: (21) 583-3386 Fax: 595 21 212021
E-mail: paulojose@siemens.com.br E-mail: riesi@rieder.net.py

Visite nosso site: www.siemens.com.br/energia


Power
to the
Siemens Ltda As informações aqui contidas correspondem ao estado atual da técnica, e estão sujeitas a alterações PTD M/1761-CA
Reimpresso em maio de 2001