Você está na página 1de 4

1

Universidade Federal do Pará foram o desfecho do processo de institucionalização da


Instituto de Ciências Jurídicas democracia social, iniciado por essas duas constituições.
Faculdade de Direito b. Estrutura da Constituição de Weimar:
➢ Estrutura dualista:
▪ A primeira parte tem por objeto a organização do Estado; e
Marcos Jonathan Gonçalves Nunes 1 ▪ A segunda parte apresenta a declaração dos direitos e deveres
fundamentais, acrescentando às clássicas liberdades individuais
PLANO DE EXPOSIÇÃO os novos direitos de conteúdo social.
c. Novos direitos de conteúdo social da Constituição de Weimar:
EMENTA: CONSTITUIÇÃO ALEMÃ DE 1919. CONSTITUIÇÃO MEXICANA DE 1917. ➢ Os direitos sociais têm por objeto não uma abstenção, mas sim uma atividade
DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS DE 1948. PACTO INTERNACIONAL positiva do Estado, pois estes direitos sociais só se realizam por meio de
SOBRE DIREITOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E CULTURAIS. políticas públicas (programas de ação governamental):
▪ Grupos sociais inteiros e não apenas indivíduos passam a exigir
BIBLIOGRAFIA: COMPARATO, Fábio Konder: A afirmação histórica dos direitos humanos. Editora
dos Poderes Públicos uma orientação determinada na política de
Saraiva, 3ª ed.
investimentos e de distribuição de bens: o que implica uma
intervenção estatal no livre jogo do mercado e uma redistribuição
de renda pela via tributária.
I – A CONSTITUIÇÃO ALEMÃ DE 1919: ➢ No campo da vida familiar: duas inovações importantes:
▪ Estabeleceu, pela primeira vez na história do direito ocidental, a
1. Contexto histórico: regrada igualdade jurídica entre marido e mulher (art.119).
a. Produto da I GM que encerrou o longo século XIX: ▪ Equiparou os filhos ilegítimos havidos durante o matrimônio, no
➢ Descrença de todos os valores tradicionais e inclinação do povo alemão para que diz respeito à política social do Estado (art. 1210.
soluções extremas. d. Como a Constituição de Weimar organizou as bases da democracia social?
➢ O texto constitucional é equilibrado e prudentemente inovador, mas não ➢ Foi, sem dúvida, pelo conjunto das disposições sobre a educação pública e o
houve tempo suficiente para que as novas ideias amadurecessem nos direito trabalhista:
espíritos e as instituições democráticas começassem a funcionar a contento. ▪ Essa atribuição ao Estado do dever fundamental de educação
➢ A Constituição de Weimar foi votada ainda no rescaldo da derrota. escolar, teve diretrizes como: gratuidade do ensino e material
Obscuridade dos novos valores sociais. Ambiguidades e imprecisões: das didático (art. 145); concessão de subsídios públicos aos pais de
Deutsche Reich é uma República. alunos considerados aptos a cursar o ensino médio e o superior
➢ A Constituição de Weimar se estruturava contraditoriamente, procurando (art. 145).
conciliar ideias pré-medievais com exigências socialistas ou liberais- ➢ Tal como na Constituição Mexicana de 1917, os direitos trabalhistas e
capitalistas da civilização industrial. previdenciários são elevados ao nível constitucional de direitos
2. Importância histórica: fundamentais (art. 157 e s.). Desse conjunto de normas, destaque para duas:
a. Apesar das fraquezas e ambiguidades, a Constituição de Weimar exerce decisiva ▪ A do art. 162 que chama a atenção pela sua extraordinária
influência sobre a evolução das instituições políticas em todo o Ocidente: antecipação histórica: a preocupação em estabelecer padrões
➢ O Estado da democracia social, cujas linhas-mestras já haviam sido traçadas mínimos de regulação internacional do trabalho assalariado,
pela Constituição Mexicana de 1917, adquiriu na Alemanha de 1919 uma tendo em vista a criação, à época ainda incipiente, de um mercado
estrutura mais elaborada: internacional de trabalho.
▪ A democracia social representou efetivamente, até o final do ▪ No art. 163 é assentado o direito ao trabalho, que o sistema
século XX, a melhor defesa da dignidade humana, ao liberal-capitalista sempre negou (implica no dever do Estado de
complementar os direitos civis e políticos – que o sistema desenvolver a política de pleno emprego).
comunista negava – com os direitos econômicos e sociais, ▪ Nos arts. 165 e seguintes foi instituída a participação de
ignorados pelo liberal-capitalismo. empregados e empregadores na regulação estatal da economia.
▪ Os dois grandes pactos internacionais de direitos humanos,
votados pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1966, II – A CONSTITUIÇÃO MEXICANA DE 1917:

1
Graduando em Direito pela Universidade Federal do Pará. Pesquisador no Grupo de Pesquisa “Tradição da Lei
Natural” CNPq & quot. Funcionário Público. E-mail: mrcufpa@gmail.com
2

1. Contexto histórico: ▪ E1: elaborar uma declaração de direitos humanos, de acordo com
a. Fonte ideológica: o disposto no artigo 55 da Carta das Nações Unidas:
➢ Doutrina anarcossindicalista difundida no último quartel do século XIX em ✓ Concluída pela Comissão de Direitos Humanos em
toda a Europa, mas principalmente na Rússia, na Espanha e na Itália. 1948, com um projeto de Declaração Universal de
➢ O pensamento de Mikhail Bakunin muito influenciou Ricardo Flores Direitos Humanos, aprovado pela AGNU.
Magón, líder do grupo regeneración, que reunia jovens intelectuais ▪ E2: produzir um documento juridicamente mais vinculante do
contrários à ditadura de Porfírio Diaz. que uma mera declaração (tratado ou convenção internacional):
➢ O grupo lançou clandestinamente, em 1906, um manifesto de ampla ✓ Completou-se em 1966 com a aprovação de dois
repercussão, no qual se apresentaram as propostas que viriam a ser as linhas- Pactos, um sobre direitos civis e políticos, e outro
mestras do texto constitucional de 1917: sobre direitos econômicos, sociais e culturais.
▪ A proibição da reeleição do Presidente da República. ▪ E3: criar uma maquinaria adequada para assegurar o respeito aos
▪ Garantias para as liberdades individuais e políticas. direitos humanos e tratar os casos de sua violação:
▪ Quebra do poderia da Igreja Católica. ✓ Etapa ainda não concluída. Por enquanto, o que se
▪ Expansão do sistema de educação púbica. conseguiu foi instituir um processo de reclamações
▪ Reforma agrária. junto à CDHNU, objeto de um protocolo facultativo,
▪ E proteção do trabalho assalariado. anexo ao Pacto sobre direitos civis e políticos.
2. Importância histórica: b. A DUDH, retomando os ideais da revolução Francesa, representou a manifestação
a. A Carta Política mexicana de 1917 foi a primeira a atribuir aos direitos trabalhistas a histórica de que se formara, enfim, em âmbito universal, o reconhecimento dos valores
qualidade de direitos fundamentais, juntamente com as liberdades individuais e os supremos da igualdade, da liberdade e da fraternidade entre os homens, como ficou
direitos políticos (arts. 5º e 123): consignado em artigo I.
➢ Na Europa a consciência de que os direitos humanos têm também uma 2. A força jurídica do documento:
dimensão social só veio a se afirmar após a I GM. a. Tecnicamente a DUDH é uma recomendação, que a AGNU faz aos seus membros
➢ Nos EUA, a extensão dos direitos humanos ao campo socioeconômico ainda (CNU, artigo 10):
é largamente contestada. ➢ Nessas condições, costuma-se a sustentar que o documento não tem força
➢ A Constituição de Weimar, em 1919, trilhou a mesma via da Carta mexicana. vinculante
➢ Todas as convenções aprovadas na OIT, em 1919, regularam matérias que ➢ Entendimento atual:
já constavam na Constituição mexicana, como: ▪ A vigência dos direitos humanos independe de sua declaração em
▪ A limitação da jornada de trabalho. constituições, leis e tratados internacionais, exatamente porque
▪ O desemprego. se está diante de exigências de respeito à dignidade humana,
▪ A proteção da maternidade. exercida contra todos os poderes estabelecidos, oficiais ou não.
▪ A idade mínima de admissão de empregados nas fábricas. ➢ Doutrina jurídica contemporânea:
▪ E o trabalho noturno dos menores na indústria. ▪ Distingue os direitos humanos dos direitos fundamentais, na
b. Revolução Russa: medida em que os direitos fundamentais são justamente os
➢ Eclodiu entre a Constituição mexicana e a de Weimar. direitos humanos consagrados pelo Estado como regras
➢ O III Congresso Pan-Russo dos Sovietes, de Deputados Operários, Soldados constitucionais escritas (essa mesma distinção há de ser admitida
e Camponeses, reunidos em Moscou, adotou a Declaração dos Direitos do no âmbito do direito internacional).
Povo Trabalhador e Explorado: ➢ Estatuto da Corte Internacional de Justiça (artigo 38):
▪ Nesse documento são afirmadas e levadas às suas últimas ▪ A par dos tratados ou convenções, o direito internacional é
consequências, agora com apoio da doutrina marxista, várias também constituído pelo costume e princípios gerais de direito.
medidas constantes da Constituição mexicana, tanto no campo ▪ Os direitos definidos na Declaração de 1948 correspondem,
socioeconômico quanto no político. integralmente, ao que o costume e os princípios jurídicos
internacionais reconhecem, hoje, como exigências básicas de
III – A DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS DE 1948: respeito à dignidade humana.
b. A Declaração Universal de 1948 representa a culminância de um processo ético que,
1. Sentido histórico: iniciado com a Declaração de Independência dos Estados Unidos e a Declaração dos
a. Sessão do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas de 1946: Direitos do Homem e do Cidadão, da Revolução francesa, levou ao reconhecimento da
➢ Ficou assentado nessa sessão que a Comissão de Direitos Humanos, a ser igualdade essencial de todo ser humano em sua dignidade de pessoa, isto é, como fonte
criada, desenvolveria seus trabalhos em três etapas: de todos os valores, independentemente de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião, etc.,
como preceituado em seu artigo II.
3

3. O teor do documento: ▪ As violações de direito ocorrem por interferências abusivas do


a. No artigo I a Declaração proclama três princípios axiológicos fundamentais em matéria Poder Público na vida privada e no exercício dos direitos
de direitos humanos: liberdade, igualdade e fraternidade. políticos.
➢ A formação histórica dessa tríade remonta à Revolução Francesa, mas a b. No presente Pacto, o elemento comum ao conjunto dos direitos declarados é a proteção
consagração oficial em textos jurídicos se fez tardiamente: das classes ou grupos sociais desfavorecidos, contra a dominação socioeconômica
▪ A Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789, tal exercida pela maioria rica e poderosa (luta contra a dominação de classe):
como o Bill of Rights de Virgínia de 1776, só se referem à ➢ A antijuridicidade consiste na inércia estatal:
liberdade e à igualdade. ▪ Negligência ou recusa dos órgãos públicos em limitar ou
▪ A fraternidade veio a ser mencionada, pela primeira vez – e, controlar o poder econômico privado.
ainda assim, não como princípio jurídico, mas como virtude c. Os direitos humanos constantes de ambos os Pactos formam um conjunto uno e
cívica –, na Constituição francesa de 1791. indissociável:
▪ Foi somente no texto constitucional da segunda república ➢ A liberdade individual é ilusória, sem um mínimo de igualdade social.
francesa, em 1848, que veio a ser oficialmente declarado. ➢ A igualdade social imposta com sacrifícios dos direitos civis e políticos
b. Na DUDH, o princípio da liberdade compreende tanto a dimensão política, quanto a acaba engendrando novos privilégios econômicos e sociais.
individual: ➢ É o princípio da solidariedade que constitui o desfecho de abóbada de todo
➢ A dimensão política vem declarada no artigo XXI: o sistema de direitos humanos.
➢ A dimensão individual está prevista nos artigos VII a XIII e XVI a XX. d. Os direitos declarados no presente Pacto têm por objeto políticas públicas ou programas
➢ Reconhece-se essas dimensões da liberdade são complementares e de ação governamental (e políticas públicas coordenadas entre si):
interdependentes: ➢ Exemplo: a elevação do nível de vida e da qualidade de vida das populações
▪ A liberdade política, sem as liberdades individuais, não passa de carentes:
engodo demagógico de Estados autoritários ou totalitários. E o ▪ Programa conjugado de medidas governamentais no campo do
reconhecimento das liberdades individuais, sem efetiva trabalho, da saúde, da previdência social, da educação e da
participação do povo no governo, mal esconde a dominação habitação popular.
oligárquica dos mais ricos. ▪ Os objetivos sociais são interdependentes, de sorte que a não-
c. O princípio da solidariedade está na base dos direitos econômicos e sociais, que a realização de um deles compromete a realização de todos os
Declaração afirma nos artigos XXII a XXVI: outros:
➢ Trata-se de exigências elementares às classes ou grupos sociais mais fracos ✓ Tudo isso realça a grande dificuldade para a
ou necessitados, como: efetivação dos direitos humanos de conteúdo
▪ O direito à seguridade social. econômico, social e cultural.
▪ O direito ao trabalho e à proteção contra o desemprego. ✓ Uma política pública não é um ato isolado, nem a
▪ Os principais direitos ligados ao contrato de trabalho como, p. abstenção de praticar determinados atos.
ex., a remuneração igual por trabalho igual, o salário mínimo, o ✓ Política pública: série de atos, do mais variado tipo,
repouso e o lazer, a limitação horária da jornada de trabalho, as unificados pela comunhão de escopo e organizados
férias remuneradas. num programa de longo prazo.
▪ A livre sindicalização dos trabalhadores. e. Os direitos econômicos, sociais ou culturais surgiram, historicamente, como criações
▪ O direito à educação. do movimento socialista, que sempre colocou no pináculo da hierarquia de valores a
d. A OIT, em particular, tem desenvolvido por meio de várias convenções os direitos do igualdade de todos os grupos ou classes sociais, no acesso a condições de vida digna:
trabalhador declarados no artigo XXIII. ➢ Isso pressupõe a constante e programada interferência do Poder Público na
esfera privada, para a progressiva eliminação das desigualdades sociais.
IV – PACTO INTERNACIONAL SOBRE DIREITOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E ➢ Por isso mesmo, os direitos econômicos, sociais e culturais obedecem,
CULTURAIS: primordialmente, ao princípio da solidariedade, a qual impõe, segundo os
ditames da justiça redistributiva ou proporcional, a repartição das vantagens
1. Objeto do Pacto: ou encargos sociais em função das carências de cada grupo ou estrato da
a. O núcleo original dos direitos declarados no Pacto sobre Direitos Civis e Políticos sociedade.
constituiu um meio de defesa de indivíduos ou grupos sociais contra os privilégios f. Dificuldade para efetivação dos direitos econômicos, sociais e culturais:
privados e o abuso de poder estatal (defesa contra a oligarquia política): ➢ Programa conjugado de medidas governamentais;
➢ Para fruição das liberdades civis, o que se exige é a abstenção estatal: ➢ Muitos sustentam que esse Pacto contém meras exortações aos Estados
signatários, ou seja, programas não vinculantes de ação estatal:
4

▪ Essa posição denegatória da juridicidade das declarações ➢ A pressão a ideologia neoliberal globalizante tem levado alguns países a
contidas no Pacto é, porém, insustentável: reduzir ou suprimir os direitos trabalhistas fundamentais, universalmente
✓ O núcleo essencial dos direitos subjetivos não está na reconhecidos, sob pretexto da flexibilização das condições de trabalho em
garantia de sua realização forçada com o concurso dos função da concorrência internacional.
órgãos do Estado, mas sim na devida atribuição a cada
qual dos bens da vida que lhe pertencem (dar a cada
um o que é seu).
✓ A todos os seres humanos sem exceção, devem ser
atribuídas condições sociais de um avida digna.
✓ As garantias de realização coativa dessa atribuição de
bens constituem um acessório, importantíssimo sem
dúvida, mas não indispensável ao reconhecimento da
existência dos direitos subjetivos.
✓ O mesmo deve ser reconhecido em matéria de direitos
econômicos, sociais e culturais. A ausência ou
insuficiência de garantias jurídicas para a sua
realização não significa que se está diante de meras
exortações à ação estatal.
g. A verdade é que a elaboração das garantias e dos direitos econômicos, sociais e
culturais, afora o campo restrito dos direitos derivados do contrato de trabalho e da
liberdade sindical, ainda está em grande parte por fazer-se:
➢ Ela deve concentrar-se em torno dos instrumentos próprios de realização de
políticas públicas, que são os orçamentos.
➢ Levando-se em conta que tais direitos dizem respeito a grupos humanos que
nem sempre se organizam em associações ou sindicatos, seria preciso
igualmente alargar a legitimidade ativa para o exercício das garantias
judiciais tendentes à sua realização, reconhecendo como partes legítimas
para a propositura das ações judiciais não somente o MP, mas também as
organizações não governamentais, ou mesmo os indivíduos que integram
determinado grupo social, agindo de acordo com o interesse social do grupo.
2. Implementação do direito ao trabalho:
a. Não será obtida por meio da simples realização de uma política pública igual às demais:
➢ Ela pressupõe a instauração de uma nova ordem econômica, em que o
trabalho não esteja sujeito à dominação dos proprietários ou capitalistas.
➢ Em 1946 a OIT aprovou a Convenção n. 122 sobre política de emprego:
▪ De acordo com o disposto em seu artigo 1º, todos os membros da
OIT que adotarem a Convenção deverão formular e aplicar uma
política ativa, visando a “promover o pleno emprego, produtivo
e livremente escolhido”.
▪ Essa política deverá procurar garantir:
✓ Que haja trabalho para todas as pessoas disponíveis e
em busca de trabalho;
✓ Que este trabalho seja o mais produtivo possível;
✓ Que haja livre escolha de emprego e que cada
trabalhador tenha todas as possibilidades de adquirir
e utilizar, neste emprego, suas qualificações, seus
dons, independentemente de qualquer discriminação.
b. Flexibilização das condições de trabalho: