Você está na página 1de 156

Aula 04

Raciocínio Crítico p/ ICMS/SP - 2016 (Com videoaulas)


Professores: Arthur Lima, Luiz Gonçalves
RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04

AULA 04: PLANOS DE AÇÃO

SUMÁRIO PÁGINA
1. Teoria: planos de ação 01
2. Resolução de questões 14
3. Lista das questões apresentadas na aula 112
4. Gabarito 155

Olá!

Em nossa 4ª aula, vamos prosseguir o estudo de Raciocínio Crítico,


trabalhando mais alguns conceitos que vão te ajudar a realizar uma comunicação
mais eficiente e, principalmente, os chamados Planos de Ação!

Tenha uma boa aula!

1. TEORIA:
1.1 OBJETIVOS DA ARGUMENTAÇÃO
Em regra, podemos dizer que o objetivo que leva alguém a formular um
argumento é, simplesmente, apresentar uma ideia (conclusão) e os fundamentos
que levaram àquele entendimento (premissas), em bases racionais e claras, para
submeter aquele argumento à apreciação dos demais. Na ciência é basicamente
isso o que ocorre: em uma tese de doutorado, você apresenta um argumento, e
procura defendê-lo de forma racional. A ideia é que o seu raciocínio seja consistente
e não possua falhas, podendo ser aceito por outras pessoas com senso crítico
aguçado.
No dia-a-dia, muitas vezes a argumentação possui outros objetivos, que você
precisa conhecer. Muitas vezes os objetivos são simplesmente convencer alguém
de uma ideia, persuadir essa pessoa, para levá-la a aderir a uma ideia que você
esteja querendo “impor”. Veja esta fala da mãe para uma criança durante o almoço:
“Coma tudo, assim você ganha a sobremesa”

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 1


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Veja que a mãe quer simplesmente que a criança termine de comer tudo. Ela
não está preocupada em explicar, em bases racionais, quais são as vantagens de
se comer tudo, ou se comer adequadamente, mas simplesmente ela apresenta um
argumento com função de persuadir a criança a aderir à ideia. No dia-a-dia
argumentos como este são comuns, e a princípio não há problema nisso (alguns
psicólogos podem discordar). Mas para você, que está se preparando para um
concurso, é muito importante ser capaz de detectar este tipo de linha argumentativa
e evitar utilizá-la em um contexto mais formal.
Nesta mesma linha, também é comum que o objetivo seja a obtenção de um
ganho imediato. Veja essa propaganda de desodorante:
“Use esse desodorante porque você ganhará várias mulheres”
Veja que o argumento é tão absurdo que, quando ele é normalmente utilizado
nas propagandas de desodorante, não é dito explicitamente. Ele aparece implícito
na “história” apresentada na propaganda. Este tipo de argumento tem uma função
pragmática, isto é, busca um ganho imediato convencendo o seu público da ideia
apresentada ao apelar para emoções e desviar/enganar o senso crítico.
Um outro objetivo dos nossos argumentos é, simplesmente, refutar ou contra
argumentar algo de que discordamos. Neste caso, é importante você ter em mente
que o mais importante é se concentrar nas PREMISSAS do argumento que você
quer derrubar, e não em sua conclusão. É importante que você demonstre que
existem informações erradas nas premissas, levantar premissas adicionais que
coloquem em dúvida o “salto” das premissas para a conclusão, questionar a própria
estrutura (validade) do argumento com base na lógica formal, e não focar
simplesmente em negar a conclusão apresentada.
Para analisar um argumento, devemos realizar uma leitura crítica, que
consiste basicamente em 4 níveis:
- denotação: leitura buscando a compreensão geral do texto, sua estrutura e
os significados das palavras;
- interpretação: leitura buscando significados implícitos, as ideias principais,
as premissas e as conclusões, SEM realizar um julgamento de valor;
- análise crítica: verificação do encadeamento lógico das ideias, confirmando
(ou não) se as premissas reforçam adequadamente a conclusão;
- problematização: extrapolar o assunto ou problema tratado no texto a partir
do nosso conhecimento prévio, da imaginação, análise, racionalidade etc.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 2


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
1.2 CONCEITOS
Você já deve ter percebido que os conceitos das palavras são extremamente
importantes para o correto entendimento de um argumento. No dia a dia não somos
muito rigorosos, e costumamos assumir que o nosso interlocutor interpreta as
palavras da mesma forma que nós. Isso costuma gerar vários desentendimentos.
Por exemplo, suponha que eu anuncie um produto à venda pela internet. No
meu anúncio, eu digo se tratar de uma bicicleta em bom estado. Você se interessa
pela bicicleta, entra em contato comigo pela internet, e eu confirmo que ela
realmente está em bom estado. Fechamos a venda, você me envia o dinheiro e
combinamos o local da entrega da bicicleta. No momento de receber, você se
recusa a aceitá-la, pois percebe que a bicicleta tem alguns arranhados e algumas
partes da pintura estão descascando. Eu argumento que, para mim, a bicicleta está
em bom estado, afinal ela está funcionando normalmente, os freios estão bons, as
marchas estão reguladas etc.
Na situação mencionada acima, o problema reside no conceito de “bom
estado”. Na minha cabeça, bom estado referia-se ao funcionamento do produto.
Para você, além do funcionamento, entravam também fatores estéticos. Eu entendia
que qualquer bicicleta usada tinha alguns arranhados, então eu nem precisava
mencionar isso explicitamente. Já você não via da mesma forma. Enfim, temos um
“impasse conceitual”.
O exemplo acima ilustra que, mesmo na argumentação cotidiana, é muito
importante nos preocuparmos com os conceitos por trás das palavras que
pronunciamos, para ter certeza que o nosso interlocutor captou a ideia que
queríamos expressar. Na argumentação profissional, é ainda mais relevante ter esta
preocupação. Imprecisões nos conceitos utilizados podem levar a argumentos
pouco fundamentados e equivocados. A propósito, temos os:

- conceitos concretos: tratam de objetos concretos, tangíveis ou verificáveis no


mundo real. Uma pedra, por exemplo, é um conceito concreto, visto que se trata de
um objeto tangível. Já a lei da gravidade, embora não seja tangível (não podemos
tocá-la ou vê-la), é facilmente verificável (basta soltar qualquer objeto de uma
determinada altura). Assim, a gravidade também é um conceito concreto.

- conceitos abstratos: aqueles que não são verificáveis, consistindo em abstrações


intangíveis. Como exemplos, imagine os conceitos de lealdade ou patriotismo.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 3


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
O entendimento de um conceito depende muito das nossas referências
culturais, que vamos desenvolvendo ao longo da vida. O conceito de “bom estado”
para um carro, por exemplo, pode ser totalmente diferente se você pegar uma
pessoa que sempre teve carros “do ano” e outra pessoa que sempre andou em
carros mais velhinhos. Se você mostrar um carro com 3 anos de uso para essas
duas pessoas, provavelmente elas terão impressões bem diferentes quanto ao
estado de conservação do veículo. Chamamos de “realismo ingênuo” o erro
cometido por uma pessoa que desconsidera a existência dessas diferenças de
percepção. Para um realista ingênuo, a definição de um carro em “bom estado”
depende apenas de critérios objetivos (idade, quilometragem, etc), e não da
percepção de cada pessoa.

Para evitarmos problemas com as diferenças conceituais, é importante


apresentarmos em nossos argumentos a nossa:
- definição conceitual: trata-se de deixar explícito o significado que pretendemos dar
a cada palavra-chave do nosso argumento (obviamente você não fará isso com
todas as palavras);
- definição operacional: trata-se de deixar explícito a maneira como determinado
conceito será avaliado, quais os procedimentos serão adotados para avaliar aquele
conceito.

Para ficar mais claro a diferença entre as duas definições acima, imagine que
eu pretenda defender que o meu carro está em bom estado de conservação. Neste
caso, eu devo definir claramente o que eu entendo ser um “bom estado de
conservação” (esta é a definição conceitual), e também preciso definir quais serão
os procedimentos utilizados para constatar que o carro realmente tem essa
característica (esta é a definição operacional). Exemplificando:

- definição conceitual: entende-se por “carro em bom estado de conservação” o


veículo que se encontra em condições adequadas de segurança para trafegar, de
acordo com a legislação vigente (ainda que você discorde dessa definição, e
acredite que um carro em bom estado deve ter outros atributos, o fato é que eu
explicitei qual é a minha definição, o meu entendimento).

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 4


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
- definição operacional: o carro será levado a um mecânico da rede autorizada da
marca, para que ele faça uma inspeção e comprove se o carro está em condições
de trafegar ou não (veja que aqui foi descrito o procedimento que será utilizado para
a avaliação do conceito).

Para finalizar, outro aspecto relevante é a distinção entre questões de fato e


questões de valor. Em uma argumentação, podemos nos deparar com uma
discussão sobre algo facilmente verificável no mundo real, bastando ter em mãos
uma informação objetiva. Por exemplo, a informação “o Brasil tem a 3ª maior
população carcerária do mundo” é facilmente comprovável (ou refutável), bastando
ter acesso a uma fonte confiável que apresente a quantidade de presos de cada
país. Esta é uma questão de fato. Já a informação “o Brasil está prendendo gente
demais” é uma questão de valor, afinal essa afirmação depende do julgamento
subjetivo de cada um.
Observe a relação entre questões de fato e argumentos formais, e questões
de valor e argumentos quase-formais, que havíamos definido anteriormente.

1.3 PLANOS DE AÇÃO


Os argumentos podem ser apresentados de diversas formas. Normalmente
um argumento não é formado por 3 ou 4 frases, como estamos trabalhando, mas
por algo bem mais complexo. Uma palestra, por exemplo, muitas vezes pode ser
considerada um argumento. Afinal, se você assistir uma palestra sobre “Os motivos
para a redução da maioridade penal”, você poderá resumi-la em uma série de
premissas que serão apresentadas pelo palestrante ao longo da explanação, todas
essas premissas suportando uma conclusão (a redução da maioridade), que pode
ser apresentada no início, no meio ou no final da fala. Da mesma forma, artigos
jornalísticos muitas vezes são argumentativos, isto é, defendem uma determinada
ideia e apresentam as premissas para isso. De maneira geral, podemos dizer que
os meios utilizados para expressar um argumento são as chamadas “produções”
verbais ou não, isto é: textos, discursos, obras de arte etc.

Quando temos um problema que precisa ser resolvido, chamamos de plano


de ação o conjunto formado pelo encadeamento lógico de ideias (premissas) e a
solução para este problema (conclusão). Veja um exemplo:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 5


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
A fábrica de pisos cerâmicos Brasil Cerâmicas tem sofrido bastante com a
concorrência dos produtos importados da China, cujos preços de venda são
inferiores e a qualidade é similar à dos produtos da Brasil Cerâmicas. Como não vê
possibilidade de reduzir os seus preços sem afetar significativamente as margens
de lucro, e também não vislumbra uma forma de aumentar sensivelmente a escala
de produção visando reduzir o custo unitário, o diretor da empresa propôs a
migração para o segmento de luxo. Neste segmento ele crê ser possível ter boa
rentabilidade, pois os produtos chineses importados atualmente não atendem este
mercado mais exigente.

Repare que podemos esquematizar este texto assim:

1. Problema: A fábrica de pisos cerâmicos Brasil Cerâmicas tem sofrido bastante


com a concorrência dos produtos importados da China, cujos preços de venda são
inferiores e a qualidade é similar à dos produtos da Brasil Cerâmicas.

2. Premissas:
- não há possibilidade de reduzir os seus preços sem afetar significativamente as
margens de lucro
- não há uma forma de aumentar sensivelmente a escala de produção visando
reduzir o custo unitário
- no mercado de luxo é possível ter boa rentabilidade, pois os produtos chineses
importados atualmente não atendem este mercado mais exigente.

3. Solução proposta (conclusão): o diretor da empresa propôs a migração para o


segmento de luxo

Note que o objetivo de um argumento (plano de ação) como este é convencer


outras pessoas de que a melhor solução para o problema a ser enfrentado é aquela
exposta. Entretanto, todo plano é sujeito a falhas. Quanto mais evidentes são essas
falhas, mais frágil é o plano, e menor é a sua chance de sucesso.
No exemplo acima, um gerente poderia contestar: “A China já fabrica pisos
cerâmicos para o segmento de luxo, eles apenas não são importados para o Brasil
ainda. Se migrarmos para este segmento, os importadores vão perceber que este
mercado é atrativo, e logo estarão importando pisos de luxo da China”. Se esta
informação for verdade, isto significa que o plano proposto pelo diretor é frágil,

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 6


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
vulnerável, pois há boa chance de insucesso (basta que alguém comece a importar
pisos de luxo da China).
Por outro lado, um funcionário poderia dizer: “Atualmente já há um enorme
volume de importações da China de pisos de luxo, e os preços praticados são bem
inferiores ao que poderíamos competir”. Aqui o problema do argumento do diretor é
ainda mais grave: uma premissa usada pelo diretor (de que os pisos importados da
China não atendem o mercado de luxo) é considerada falsa. Como a conclusão
deste argumento se apoia nesta premissa, já temos praticamente certeza de que o
plano do diretor não chegará aos resultados pretendidos.
Já um consultor poderia dizer: “Até seria possível a migração para o mercado
de luxo, mas a empresa teria que gastar muito dinheiro em novas máquinas e
tecnologias. Seria mais rentável parar de produzir no Brasil e simplesmente importar
peças de luxo da China”. Note que este consultor não está dizendo que o plano do
diretor é falho. Está dizendo que há uma alternativa melhor, mais interessante para
a empresa.
Ao apontar uma possível vulnerabilidade (chance de insucesso) do plano do
diretor, o gerente fez uma análise da conveniência da implementação do plano. Por
sua vez, ao afirmar que o plano não obteria os resultados pretendidos, o funcionário
fez uma análise da eficácia do plano (neste caso, julgando-o ineficaz). Por fim, ao
levantar uma forma de obter melhores resultados com o dispêndio de menos
recursos, o consultor apontou uma alternativa mais eficiente para a empresa.
Guarde esses conceitos pois eles serão muito importantes na resolução de
exercícios de prova:
a) um plano é eficaz quando ele é capaz de atingir o objetivo que ele se propõe
(trata-se de dizer se o plano “funciona ou não”);
b) um plano é eficiente quando consegue atingir o objetivo de forma menos onerosa
e/ou trazendo melhores resultados (trata-se de uma relação de “custo-benefício”);
Algumas questões de prova estarão preocupadas apenas com a eficácia de
certo plano. Aqui você não deve se preocupar se há maneiras mais baratas de se
atingir o objetivo, nem se haveria um momento ainda mais adequado para a
aplicação do plano, e muito menos se seria mais interessante perseguir outro
objetivo. Quando analisamos a eficácia, só queremos saber uma resposta: o plano
atingirá ou não atingirá o objetivo proposto?
Veja um exemplo:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 7


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
1. GMAT) Tulu, uma planta ornamental popular, não se reproduz naturalmente, e só
é criada e vendida por empresas de horticultura especializadas. Infelizmente, a Tulu
é facilmente devastada por um contagioso fungo. O ministro do governo planeja
tranquilizar os compradores da Tulu obrigando todas as plantas a serem testadas
para detecção do fungo antes de serem vendidas. Entretanto, plantas infectadas
com menos de 30 semanas de idade geralmente não possuem quantidade de
fungos suficiente para ser detectada confiavelmente. E várias plantas Tulu são
vendidas com menos de 24 semanas de idade.
Qual das seguintes ações, se levada a cabo pelo ministro do governo, poderia
logicamente resolver o problema do plano de testar as plantas?
a) Liberar um anúncio público dizendo que plantas Tulu com menos de 30 meses de
idade não podem ser efetivamente testadas para detecção de fungos.
b) Requerer que todas as plantas Tulu com menos de 30 semanas sejam marcadas
com uma etiqueta.
c) Pesquisar possíveis formas de testar as plantas Tulu com menos de 24 semanas
quanto à presença de fungos.
d) Assegurar que as plantas Tulu não sejam vendidas antes de 30 semanas de
idade.
e) Colocar em isolamento todas as plantas Tulu de empresas de horticultura nas
quais um caso de contaminação por fungo tenha sido detectado até que todas as
plantas possam ser testadas.
RESOLUÇÃO:
O exercício nos apresenta um plano que contém um problema: o seu
objetivo é impedir a comercialização de plantas contaminadas pelo fungo, mas boa
parte dessas plantas é comercializada antes de 24 meses, quando os testes ainda
não são confiáveis. Somos solicitados a encontrar uma solução para este problema,
ou seja, encontrar um meio de garantir que o plano obtenha o resultado pretendido.
Em outras palavras, o enunciado pede uma forma de tornar o plano eficaz. Vejamos
as opções.

a) Liberar um anúncio público dizendo que plantas Tulu com menos de 30 meses de
idade não podem ser efetivamente testadas para detecção de fungos.
ERRADO. Um mero anúncio não é capaz de resolver o problema – ainda
assim poderão continuar sendo comercializadas plantas contendo o fungo.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 8


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Requerer que todas as plantas Tulu com menos de 30 semanas sejam marcadas
com uma etiqueta.
ERRADO. Novamente, essa etiquetagem não é suficiente para garantir que
não serão comercializadas plantas contendo o fungo.

c) Pesquisar possíveis formas de testar as plantas Tulu com menos de 24 semanas


quanto à presença de fungos.
ERRADO. Efetuar essas pesquisas não garante que será encontrada uma
forma de testar as plantas com menos de 24 meses. Pode ser que as pesquisas não
obtenham sucesso.

d) Assegurar que as plantas Tulu não sejam vendidas antes de 30 semanas de


idade.
CORRETO. Fazendo isto, será possível testar confiavelmente todas as
plantas antes de serem vendidas. Assim, o plano se tornará eficaz.

e) Colocar em isolamento todas as plantas Tulu de empresas de horticultura nas


quais um caso de contaminação por fungo tenha sido detectado até que todas as
plantas possam ser testadas.
ERRADO. Isto não é suficiente para garantir que não sejam comercializadas
plantas contendo o fungo. E pode induzir os comerciantes a venderem as plantas
cada vez mais novas, para evitar que fungos sejam detectados e, com isso, que
suas empresas fiquem sob isolamento.
Resposta: D

Outras questões de sua prova podem demonstrar a preocupação com a


eficiência de determinado plano. Neste caso, o interesse é saber se a forma de
implementação do plano é a mais adequada para atingir o objetivo pretendido, no
que se refere à minimização dos custos envolvidos e maximização dos resultados.
Dê uma atenção especial às alternativas B e E da questão abaixo:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 9


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
2. GMAT) De acordo com uma previsão de futuro publicada em 1940, a eletricidade
iria revolucionar a agricultura. Eletrodos seriam inseridos no solo, e a corrente
elétrica entre eles mataria insetos e ervas daninhas, e faria a plantação crescer mais
forte.
Qual das seguintes opções, se verdadeira, mais indica que a lógica dessa previsão
acima é falha?
a) Para que os fazendeiros evitem choque elétrico durante o trabalho nos campos, a
corrente deve ser desligada nestes momentos, sem reduzir os efeitos pretendidos
b) Se o plano proposto de uso da eletricidade no campo fosse colocado em prática,
fazendeiros iriam economizar na compra de produtos químicos que atualmente são
misturados ao solo
c) Não é correto considerar que o uso da eletricidade é sempre benéfico
d) Como ervas daninhas também são plantas, a eletricidade as afeta da mesma
forma que afeta as plantas cultivadas
e) Como as máquinas de plantio não poderiam entrar em contato com os eletrodos,
novos componentes para as máquinas precisariam ser projetados
RESOLUÇÃO:
a) Para que os fazendeiros evitem choque elétrico durante o trabalho nos campos, a
corrente deve ser desligada nestes momentos, sem reduzir os efeitos pretendidos
ERRADO. Isto não torna falha a previsão de que eletrodos serviriam para
eliminar insetos e ervas daninhas, e fazer as plantas crescerem mais fortes.

b) Se o plano proposto de uso da eletricidade no campo fosse colocado em prática,


fazendeiros iriam economizar na compra de produtos químicos que atualmente são
misturados ao solo
ERRADO. Redução de custos aumenta a eficiência do plano previsto, mas
não altera a sua eficácia (tornando-o mais ou menos falho).

c) Não é correto considerar que o uso da eletricidade é sempre benéfico


ERRADO. Afirmativa vaga, que não se opõe diretamente à possibilidade de
que os eletrodos tragam os benefícios alegados.

d) Como ervas daninhas também são plantas, a eletricidade as afeta da mesma


forma que afeta as plantas cultivadas

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 10


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
CORRETO. Se as ervas daninhas forem estimuladas pelos eletrodos a
crescer mais fortes (assim como as demais plantas), o efeito do uso desses
dispositivos pode ser maléfico. Isto aponta uma falha da previsão.

e) Como as máquinas de plantio não poderiam entrar em contato com os eletrodos,


novos componentes para as máquinas precisariam ser projetados
ERRADO. O fato de ser preciso desenvolver novos componentes não torna o
plano falho, mas apenas aumenta o custo de sua implementação – torna-o menos
eficiente, porém não o torna ineficaz!
Resposta: D

Lembrando ainda do conceito de hipóteses subjacentes que vimos na aula


passada, você pode ser questionado se há alguma premissa subjacente em um
determinado plano. Isto é, se precisamos considerar alguma outra informação
verdadeira, além daquelas dadas explicitamente como premissas, para que o plano
tenha chances de sucesso. Relembrando o exemplo das cerâmicas:

A fábrica de pisos cerâmicos Brasil Cerâmicas tem sofrido bastante com a


concorrência dos produtos importados da China, cujos preços de venda são
inferiores e a qualidade é similar à dos produtos da Brasil Cerâmicas. Como não vê
possibilidade de reduzir os seus preços sem afetar significativamente as margens
de lucro, e também não vislumbra uma forma de aumentar sensivelmente a escala
de produção visando reduzir o custo unitário, o diretor da empresa propôs a
migração para o segmento de luxo. Neste segmento ele crê ser possível ter boa
rentabilidade, pois os produtos chineses importados atualmente não atendem este
mercado mais exigente.

Aqui uma premissa subjacente seria: “Nossa empresa tem capacidade


técnica e financeira de migrar para o segmento de luxo”. Essa premissa deve ter
sido assumida como verdadeira “na cabeça do diretor”, pois caso contrário o
argumento desmoronaria.

Por fim, um tipo de questão comum sobre planos de ação é aquela onde são
apresentados fatores que reforçam ou enfraquecem as perspectivas de sucesso de
um plano proposto. Trata-se de algo similar ao que já trabalhamos na aula passada,
quando vimos fatores que reforçam ou enfraquecem um dado argumento. Veja um
exemplo:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 11


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
3. FGV – CEAG/SP – 2012) Uma companhia fabril localizada no Estado de Santa
Catarina precisa decidir sobre a automatização de processos produtivos. Enquanto
a adoção de novas tecnologias acarretará demissão de dezenas de funcionários e
pressão dos sindicatos de trabalhadores, a companhia acredita que, com a medida,
poderá diminuir em 50% o custo unitário de produção de roupões, um de seus itens
mais comercializados. As consequências positivas, decorrentes da possibilidade de
redução de preços, seriam ganho de mercado e aumento dos lucros.
Qual das afirmações seguintes, se verdadeira, proveria maior suporte à adoção das
novas tecnologias por essa empresa?
A) A demanda pelos roupões dessa empresa é extremamente sensível a variações
de preços, havendo grande incremento na quantidade demandada, em função de
leves decréscimos no preço de venda.
B) A pressão dos sindicatos de trabalhadores deverá ganhar projeção municipal,
ferindo a imagem da empresa.
C) Se os funcionários percebem que a adoção de novas tecnologias pode causar
demissões, passam a ser menos produtivos, como forma de prejudicar a percepção
de que as novas tecnologias aumentam a produtividade.
D) Em outra empresa do ramo que se modernizou, os sindicatos de trabalhadores
que lá atuavam nada de concreto fizeram para frear as demissões.
E) A proporção de custos fixos é baixa, se comparada à proporção de custos
variáveis na produção dos roupões.
RESOLUÇÃO:
Temos aqui um plano de ação que consiste na automação dos processos
produtivos. Alega-se que isto permitirá aumentar a participação no mercado e os
lucros. Vejamos qual afirmativa mais aumenta as chances de sucesso do plano (isto
é, reforça a ideia de adotá-lo):

A) A demanda pelos roupões dessa empresa é extremamente sensível a variações


de preços, havendo grande incremento na quantidade demandada, em função de
leves decréscimos no preço de venda.
CORRETO. Se pequenos decréscimos no preço permitem grande aumento
na demanda, o plano tem grandes chances de atingir seu objetivo (ganho de
mercado e aumento dos lucros), pois como o custo de produção dos roupões cairá

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 12


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
em 50%, será possível efetuar alguma redução no preço de venda e, com isso,
aumentar significativamente a demanda pelos produtos.

B) A pressão dos sindicatos de trabalhadores deverá ganhar projeção municipal,


ferindo a imagem da empresa.
ERRADO. Se isto ocorrer, o plano se encontrará ameaçado.

C) Se os funcionários percebem que a adoção de novas tecnologias pode causar


demissões, passam a ser menos produtivos, como forma de prejudicar a percepção
de que as novas tecnologias aumentam a produtividade.
ERRADO. Se isto ocorrer, a queda de produtividade pode ferir os objetivos
do plano.

D) Em outra empresa do ramo que se modernizou, os sindicatos de trabalhadores


que lá atuavam nada de concreto fizeram para frear as demissões.
ERRADO. Esta informação não reforça a ideia de que com a automação será
possível aumentar os lucros e a participação no mercado.

E) A proporção de custos fixos é baixa, se comparada à proporção de custos


variáveis na produção dos roupões.
ERRADO. Não temos uma informação clara que reforce a chance de sucesso
do plano.
Resposta: A

Passemos agora a mais uma série de exercícios para você praticar o que
vimos até aqui.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 13


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
2. RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
Nesta série de exercícios, começaremos resolvendo questões específicas
sobre Planos de Ação. A seguir veremos questões variadas de Raciocínio Crítico da
ANPAD e FGV, bancas que cobravam esta matéria há mais tempo que a FCC.
Veremos também as questões da prova de Auditor do TCU 2015, que recentemente
cobrou essa mesma disciplina com o nome Raciocínio Analítico. Sempre tente
resolver antes de ler a minha solução. E lembre-se das 4 dicas:
1 – antes de ler o texto longo, passar os olhos rapidamente na pergunta;
2 – começar eliminando as alternativas absurdas;
3 – sempre ler todas as alternativas;
4 – voltar ao enunciado para se certificar de que você marcou o que foi pedido.

E sempre que for o caso, leia o texto tentando identificar qual a ideia central
defendida (conclusão) e quais são os fatos levantados para suportar essa ideia
(premissas). Nas questões de Planos de Ação, fique esperto com as questões que
querem avaliar a eficácia (se o plano atinge ou não o objetivo), mas colocam
alternativas relacionadas com a eficiência (dizendo, por exemplo, que a solução
proposta no plano tem custo alto, apresentando uma solução mais barata).

4. GMAT) A quantidade de tempo que as habilidades ocupacionais levam para


ficarem obsoletas tem reduzido devido à introdução de tecnologias avançadas de
fabricação. Dada a velocidade com que essas tecnologias estão atualmente sendo
introduzidas nas linhas de fábrica, as habilidades antigas dos trabalhadores se
tornam obsoletas e novas habilidades são requeridas, em média, a cada 5 anos.
Qual dos seguintes planos, se factível, permitiria uma empresa se preparar mais
efetivamente para a rápida obsolescência de habilidades descrita acima?
a) A empresa desenvolver um programa para oferecer, a empregados selecionados,
um treinamento 6 anos após a contratação
b) A empresa aumentar os seus investimentos em tecnologia a cada ano, por um
período de pelo menos 5 anos
c) A empresa periodicamente entrevistar seus empregados para determinar como a
introdução de tecnologias tem os afetado
d) Antes de introduzir essas tecnologias, a empresa instituir um programa
educacional para informar seus empregados das prováveis consequências dessa
introdução

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 14


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) A empresa assegurar a oferta aos seus empregados de todo o treinamento
necessário para o desempenho de suas atividades
RESOLUÇÃO:
Vejamos qual dos planos permitiria uma empresa se preparar mais
efetivamente para a rápida obsolescência de habilidades ocupacionais.

a) A empresa desenvolver um programa para oferecer, a empregados selecionados,


um treinamento 6 anos após a contratação
ERRADO. Não basta treinar as pessoas uma vez após 6 anos de
contratação. A cada 5 anos as habilidades se tornam obsoletas, logo seriam
necessários treinamentos periódicos a cada 5 anos ou menos.

b) A empresa aumentar os seus investimentos em tecnologia a cada ano, por um


período de pelo menos 5 anos
ERRADO. O problema a ser resolvido é a obsolescência das habilidades dos
empregados, e não a falta de investimentos em tecnologia.

c) A empresa periodicamente entrevistar seus empregados para determinar como a


introdução de tecnologias tem os afetado
ERRADO. Meras entrevistas não vão resolver o problema da obsolescência
das habilidades.

d) Antes de introduzir essas tecnologias, a empresa instituir um programa


educacional para informar seus empregados das prováveis consequências dessa
introdução
ERRADO. Não basta os empregados serem informados das prováveis
consequências – eles precisam aprender novas habilidades.

e) A empresa assegurar a oferta aos seus empregados de todo o treinamento


necessário para o desempenho de suas atividades
CORRETO. Isto vai garantir que os empregados sempre dominem as
habilidades para lidar com a tecnologia envolvida em suas atividades.
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 15


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
5. GMAT) Enquanto várias pessoas acham que a manipulação genética de vegetais
tem por objetivo desenvolver variedades cada vez maiores dessas plantas, alguns
produtores concentram-se em descobrir ou produzir variedades anãs, que tem
pouco mais da metade do tamanho das espécies normais.
Qual das seguintes afirmativas, se verdadeira, mais ajuda a explicar a estratégia
dos produtores mencionados acima?
a) Variedades de plantas usadas para alimentação por alguns são usadas para
ornamentação por outros
b) Os preços de um vegetal caem quando a oferta aumenta
c) Vegetais antes produzidos exclusivamente para consumo humano agora são
frequentemente usados para alimentação animal
d) Plantas pequenas são menos vulneravéis a ventos fortes e chuvas torrenciais
e) Nações com setor industrial desenvolvido tendem a consumir mais grãos
processados
RESOLUÇÃO:
Busquemos uma explicação plausível para que alguns produtores se
concentrem na produção de plantas anãs.

a) Variedades de plantas usadas para alimentação por alguns são usadas para
ornamentação por outros
ERRADO. Plantas usadas para ornamentação não precisam,
necessariamente, ser menores.

b) Os preços de um vegetal caem quando a oferta aumenta


ERRADO. Não há uma ligação direta entre a produção de plantas anãs e a
dinâmica de preços do mercado.

c) Vegetais antes produzidos exclusivamente para consumo humano agora são


frequentemente usados para alimentação animal
ERRADO. A princípio não há necessidade de produzir plantas anãs para que
os animais se alimentem – eles poderiam utilizar as plantas de tamanho normal.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 16


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
d) Plantas pequenas são menos vulneravéis a ventos fortes e chuvas torrenciais
CORRETO. Se esta informação for verdadeira, temos uma grande vantagem
das plantas anãs, que poderia estimular a sua produção: elas são menos
vulneráveis ao mal tempo.
e) Nações com setor industrial desenvolvido tendem a consumir mais grãos
processados
ERRADO. Não há relação entre esta informação e o estímulo à produção de
plantas anãs.
Resposta: D

6. GMAT) O Conselho da cidade de Traverton quer reduzir as despesas anuais do


município com as lâmpadas dos semáforos, e para tanto está avaliando a
substituição das lâmpadas incandescentes atualmente utilizadas por diodos
emissores de luz (LEDs), a medida que as lâmpadas forem queimando. Em
comparação com as lâmpadas incandescentes, as de LED consomem
significativemente menos energia e seu custo de aquisição não é maior. Além disso,
os custos associados à conversão da fiação existente para a utilização de LED
seriam desprezíveis.
Qual das seguintes informações seria mais útil para determinar se a alteração para
lâmpadas de LED levaria a uma redução dos custos anuais de manutenção de
Traverton?
a) Se o tempo de vida útil das lâmpadas de LED é pelo menos igual ao das
lâmpadas incandescentes utilizadas atualmente
b) Se alguma cidade mudou de lâmpadas incandescentes nos semáforos para
outros elementos de iluminação, que não lâmpadas de LED
c) Se a empresa da qual Traverton compra lâmpadas incandescentes para os
semáforos também vende lâmpadas de LED
d) Se o Conselho da cidade de Traverton planeja aumentar o número de semáforos
no munícipio
e) Se as equipes que atualmente fazem a substituição das lâmpadas
incandescentes nos semáforos de Traverton sabem como converter a fiação
existente para que esta aceite lâmpadas de LED
RESOLUÇÃO:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 17


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
a) Se o tempo de vida útil das lâmpadas de LED é pelo menos igual ao das
lâmpadas incandescentes utilizadas atualmente
CORRETO. Já sabemos que as lâmpadas de LED tem o mesmo custo de
aquisição. Entretanto, se a vida útil delas for significativamente menor, pode ser
preciso trocá-las com mais frequência, e assim o custo de manutenção do município
pode subir. Portanto, avaliar o tempo de vida útil das lâmpadas de LED em
comparação com o das incandescentes é uma informação bastante útil na
avaliação.

b) Se alguma cidade mudou de lâmpadas incandescentes nos semáforos para


outros elementos de iluminação, que não lâmpadas de LED
ERRADO. Estamos fazendo uma avaliação comparativa entre as lâmpadas
de LED e as incandescentes. Não fazem parte da análise outros métodos de
iluminação (ainda que haja uma alternativa mais eficiente que essas duas).

c) Se a empresa da qual Traverton compra lâmpadas incandescentes para os


semáforos também vende lâmpadas de LED
ERRADO. Estamos fazendo uma análise de custos apenas, e já nos foi dito
que as lâmpadas de LED têm custo de aquisição similar ao das incandescentes.
Para nossa análise não é relevante saber quem será o fornecedor.

d) Se o Conselho da cidade de Traverton planeja aumentar o número de semáforos


no munícipio
ERRADO. Esta informação é irrelevante para concluirmos se as lâmpadas de
LED reduzirão ou não o custo total de manutenção.

e) Se as equipes que atualmente fazem a substituição das lâmpadas


incandescentes nos semáforos de Traverton sabem como converter a fiação
existente para que esta aceite lâmpadas de LED
ERRADO. Só nos interessa avaliar custos de manutenção, e o texto já disse
que os custos associados à conversão da fiação existente para a utilização de LED
seriam desprezíveis.
Resposta: A

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 18


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
7. GMAT) Um certo fabricante de automovéis pretende aumentar sua participação
no mercado dando grandes descontos nos preços de seus veículos, nos próximos
meses. Os descontos vão reduzir os lucros, mas como eles serão altamente
divulgados, o fabricante espera atrair possíveis compradores de carros dos
fabricantes rivais. No longo prazo, o fabricante imagina que clientes inicialmente
atraídos pelos descontos se tornem clientes fiéis.
Para avaliar as chances deste plano atingir o seu objetivo, seria mais útil saber qual
das seguintes informações?
a) Se os concorrentes deste fabricante reagirão oferecendo grandes descontos em
seus produtos
b) Se as campanhas publicitárias serão criadas pela atual agência de propaganda
do fabricante
c) Se alguns dos modelos deste fabricante terão mais desconto do que outros
d) Se o fabricante será capaz de cortar custos suficientemente para manter as
margens de lucro mesmo quando os descontos estiverem sendo praticados
e) Se uma estratégia alternativa permitiria o fabricante aumentar sua lucratividade
enquanto mantém ou reduz sua participação no mercado
RESOLUÇÃO:
O objetivo do plano do fabricante é aumentar sua participação no mercado
por meio de descontos, visando futuramente ter mais clientes fiéis. Vejamos qual
informação é mais relevante para avaliar as chances deste objetivo ser atingido:
a) Se os concorrentes deste fabricante reagirão oferecendo grandes descontos em
seus produtos
CORRETO. É importante saber se os concorrentes vão reagir desta forma,
pois caso eles também ofereçam grandes descontos, a estratégia de aumento de
participação do fabricante sob análise pode falhar. Afinal, os potenciais
consumidores serão igualmente estimulados a comprar carros deste ou de outros
fabricantes.

b) Se as campanhas publicitárias serão criadas pela atual agência de propaganda


do fabricante
ERRADO. A princípio esta informação é irrelevante para saber se os
descontos vão ou não provocar o objetivo pretendido.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 19


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
c) Se alguns dos modelos deste fabricante terão mais desconto do que outros
ERRADO. Este é um detalhe que pouco nos ajuda a avaliar se a campanha
terá ou não chances de sucesso.

d) Se o fabricante será capaz de cortar custos suficientemente para manter as


margens de lucro mesmo quando os descontos estiverem sendo praticados
ERRADO. A manutenção ou não das margens de lucro do fabricante não
afeta o interesse de compra dos consumidores. Eles estão preocupados com o
preço que eles irão pagar, e não se o fabricante terá lucro.

e) Se uma estratégia alternativa permitiria o fabricante aumentar sua lucratividade


enquanto mantém ou reduz sua participação no mercado
ERRADO. Não foi nos pedido para avaliar se existe outra alternativa mais
eficiente / interessante, mas simplesmente se o plano proposto tem chances ou não
de cumprir o seu objetivo, isto é, ser ou não ser eficaz.
Resposta: A

8. GMAT) Em Washington, a audiência dos cinemas é tal que os operadores de


cinemas auferem lucros modestos. O tamanho da população do munícipio é estavél
e não se espera que aumente muito. Ainda assim, existem investidores interessados
em dobrar o número de salas de cinema no munícipio nos próximos 5 anos, e estão
prevendo lucratividade sólida para eles e para os atuais operadores de cinema.
Qual das seguintes afirmativas, se verdadeira sobre Washington, mais ajuda a
justificar a previsão dos investidores?
a) Ao longo dos próximos 10 anos, a proporção de pessoas na adolescência,
principal faixa etária que frequenta cinemas, crescerá rapidamente em relação à
população do munícipio
b) Ao contrário dos cinemas atuais, a maioria dos cinemas sendo planejados serão
localizados na área central, visando estimular a revitalização econômica desta área
c) O gasto na compra de vídeos, assim como o gasto na locação de vídeos, tem
aumentado discretamente a cada ano nos últimos 10 anos
d) O número médio de salas por cinema é menor nos cinemas atuais do que nos
cinemas sendo planejados

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 20


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) A venda de lanches e bebidas em cinemas tem participado de maneira crescente
nos lucros dos operadores de cinema
RESOLUÇÃO:
Precisamos encontrar uma justificativa plausível para a previsão de
lucratividade dos cinemas novos e dos antigos, mesmo sabendo que a população
permanecerá estável e que os cinemas atuais auferem lucros modestos.
a) Ao longo dos próximos 10 anos, a proporção de pessoas na adolescência,
principal faixa etária que frequenta cinemas, crescerá rapidamente em relação à
população do munícipio
CORRETO. Se esta informação for verdadeira, ela explica como pode ser
esperado um grande aumento na audiência dos cinemas (a ponto de gerar lucros
sólidos para os cinemas novos e antigos) sem um aumento no tamanho total da
população: espera-se uma mudança na composição da população, com aumento da
proporção de adolescentes, principais clientes dos cinemas.

b) Ao contrário dos cinemas atuais, a maioria dos cinemas sendo planejados serão
localizados na área central, visando estimular a revitalização econômica desta área
ERRADO. Se isto fosse verdade, seria esperado que os cinemas novos
tivessem bons lucros, mas não os antigos.

c) O gasto na compra de vídeos, assim como o gasto na locação de vídeos, tem


aumentado discretamente a cada ano nos últimos 10 anos
ERRADO. Se estas alternativas ao cinema (comprar ou locar vídeos)
tivessem sofrido apenas aumentos discretos, poderíamos supor que elas estariam
se tornando mais atrativas que o cinema, o que iria contra a previsão de
lucratividade sólida para os cinemas.

d) O número médio de salas por cinema é menor nos cinemas atuais do que nos
cinemas sendo planejados
ERRADO. Isto não explica como tanto os cinemas novos como os atuais
terão lucratividade sólida.

e) A venda de lanches e bebidas em cinemas tem participado de maneira crescente


nos lucros dos operadores de cinema

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 21


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
ERRADO. Esta informação não fornece uma explicação clara para sustentar
a previsão de lucratividade dos cinemas novos e antigos, ainda mais considerando
que a população permanecerá estável.
Resposta: A

9. GMAT) Uma redução de 10% no número de voos programados no aeroporto de


Greentown permitirá que os atrasos, atualmente tão comuns, sejam reduzidos. A
pista de pouso de Hevelia, a 60 km de distância, seria, se modernizada e
expandida, uma alternativa interessante para 20% dos passageiros que utilizam o
aeroporto de Greentown. Apesar disso, especialistas rejeitam a afirmação de que
tornar o aeroporto de Hevelia operacional acabaria com os atrasos crônicos em
Greentown.
Qual das seguintes afirmações, se verdadeira, mais ajuda a justificar a posição dos
especialistas?
a) Transformar Hevelia em um aeroporto operacional iria requerer não apenas
construções no aeroporto, mas também de novas vias de acesso
b) Um segundo aeroporto pouco desenvolvido, próximo ao de Greentown, seria uma
alternativa mais interessante para vários passageiros que hoje utlizam Greentown
c) O aeroporto de Hevelia se encontra numa região relativamente subdesenvolvida,
mas, caso se torne um aeroporto operacional, será um chamariz para o
desenvolvimento comercial e residencial
d) Se um avião precisa esperar para pousar um gasto extra de combustível é
necessário, aumentando significativamente o custo das companhias aéreas
e) Algumas companhias aéreas usam Greentown como um aeroporto central, de
modo que a maioria dos voos pousando em Greentown tem vários passageiros que
pegam outros voos para chegarem em seus destinos finais
RESOLUÇÃO:
a) Transformar Hevelia em um aeroporto operacional iria requerer não apenas
construções no aeroporto, mas também de novas vias de acesso
ERRADO. Ainda que sejam necessárias novas vias de acesso para tornar o
aeroporto de Hevelia operacional, não temos elementos para dizer o porquê de os
atrasos em Greentown se manterem, mesmo tendo esta outra alternativa
funcionando.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 22


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Um segundo aeroporto pouco desenvolvido, próximo ao de Greentown, seria uma
alternativa mais interessante para vários passageiros que hoje utlizam Greentown
ERRADO. Ainda que exista uma alternativa ainda melhor que Hevelia, isto
não justifica o porquê de, mesmo com o aeroporto de Hevelia funcionando, os
atrasos em Greentown se manterem. Não estamos buscando uma alternativa mais
eficiente, mas sim buscando uma explicação para a ineficácia da solução proposta.

c) O aeroporto de Hevelia se encontra numa região relativamente subdesenvolvida,


mas, caso se torne um aeroporto operacional, será um chamariz para o
desenvolvimento comercial e residencial
ERRADO. Novamente temos uma alternativa que foge da questão central:
explicar o porquê da manutenção dos atrasos em Greentown.

d) Se um avião precisa esperar para pousar um gasto extra de combustível é


necessário, aumentando significativamente o custo das companhias aéreas
ERRADO. Isto também não explica o porquê da manutenção dos atrasos em
Greentown.

e) Algumas companhias aéreas usam Greentown como um aeroporto central, de


modo que a maioria dos voos pousando em Greentown tem vários passageiros que
pegam outros voos para chegarem em seus destinos finais
CORRETO. Uma companhia aérea que use este aeroporto como centro de
operações precisa concentrar todos os seus vôos neste mesmo local (ainda que
para alguns passageiros seja mais interessante embarcar/desembarcar em
Hevelia). Isto porque é preciso permitir que a maioria dos passageiros faça suas
conexões, trocando de aeronave e seguindo para outro destino. Assim, mesmo que
Hevelia se torne um aeroporto operacional, as empresas que tem vários
passageiros em conexão precisam concentrar todos os vôos no mesmo aeroporto.
Resposta: E

10. GMAT) Plano: preocupado com a situação ecônomica dos idosos, o governo de
Runagia decidiu dois anos atrás aumentar em 20% a pensão governamental paga
aos residentes em Runagia com 65 anos de idade ou mais.
Resultado: vários idosos de Runagia não estão em melhor situação econômica do
que estavam antes do aumento.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 23


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Informação adicional: a taxa anual de inflação desde que a pensão aumentou foi
menor que 5%, e a pensão tem sido paga corretamente aos idosos de Runagia.
Com base na informação adicional, qual das seguintes afirmações, se verdadeira,
mais ajuda a explicar o resultado obtido com a implementação do plano?
a) A maioria dos idosos cuja situação econômica não melhorou dependem
integralmente da pensão do governo
b) O sistema bancário de Runagia é tão ineficiente que o tempo para depositar o
cheque da pensão pode ser de até 3 semanas
c) O preço dos bens e serviços que atendem as necessidade da maioria dos idosos
aumentou a uma taxa bem mais alta que a inflação
d) O aumento da pensão ocorreu em um momento no qual o número de cidadãos
de Runagia, com 65 anos ou mais, que viviam abaixo da linha de pobreza, estava
em seu valor mais alto
e) O último aumento na pensão foi apenas o segundo aumento dado nos últimos 10
anos
RESOLUÇÃO:
Devemos encontrar uma explicação plausível para que o aumento na pensão
não tenha melhorado a situação econômica dos idosos de Runagia. Vejamos as
opções.

a) A maioria dos idosos cuja situação econômica não melhorou dependem


integralmente da pensão do governo
ERRADO. Ainda que isto seja verdade, a pensão dessas pessoas aumentou
em 20%, bem acima da inflação, o que deveria ter motivado uma melhora na
situação econômica em relação à situação antes do aumento. Não temos aqui uma
explicação para a falha do plano.

b) O sistema bancário de Runagia é tão ineficiente que o tempo para depositar o


cheque da pensão pode ser de até 3 semanas
ERRADO. A princípio essa demora para depositar os cheques já ocorria
mesmo antes do aumento, não se tratando de algo novo. Assim, ela não explica o
porquê de a situação econômica dos idosos não ter melhorado mesmo após o
aumento de 20%.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 24


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
c) O preço dos bens e serviços que atendem as necessidade da maioria dos idosos
aumentou a uma taxa bem mais alta que a inflação
CORRETO. Se esta informação for verdadeira, temos uma explicação para
que o aumento de 20% não tenha surtido o efeito desejado: se os preços dos
produtos e serviços que os idosos necessitam subiram mais que 20% no período,
pode ter havido perda de poder de compra para os idosos.

d) O aumento da pensão ocorreu em um momento no qual o número de cidadãos


de Runagia, com 65 anos ou mais, que viviam abaixo da linha de pobreza, estava
em seu valor mais alto
ERRADO. Se isto fosse verdade, seria esperado que o aumento na pensão
reduzisse o número de idosos abaixo da linha de pobreza, isto é, melhorasse a
situação econômica deles.

e) O último aumento na pensão foi apenas o segundo aumento dado nos últimos 10
anos
ERRADO. Informações sobre reajustes anteriores são irrelevantes, visto que
estamos apenas avaliando a situação econômica antes e após este aumento de
20%.
Resposta: C

11. GMAT) O Ruffe, uma espécie de peixe introduzida por acaso nos Grandes
Lagos dos EUA nos últimos anos, se alimenta de ovos de um peixe branco, uma
espécie nativa, ameaçando assim o ecossistema natural do lago. Para ajudar a
acompanhar a proliferação do Ruffe, agências do governo produziram panfletos
sobre esse peixe. Os panfletos contém imagens do Ruffe e explicam o perigo que
ele gera. Os cartões também solicitam que os pescadores informem a captura de
qualquer Ruffe.
Qual das seguintes afirmativas, se verdadeira, mais fortaleceria a previsão de que a
ação das agências atingirá o objetivo pretendido?
a) O Ruffe tem uma barbatana espinhosa que o torna uma presa pouco atrativa
b) O Ruffe normalmente se alimenta a noite, mas a maioria das pescas esportivas
nos Grandes Lagos é feita durante o dia

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 25


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
c) A maioria das pessoas que pescam por esporte nos Grandes Lagos se
interessam pela preservação do peixe branco, porque este é um peixe altamente
apreciado
d) O Ruffe é uma das várias espécies não nativas nos Grandes Lagos cuja a
existência ameaça a sobrevivência das populações de peixe branco
e) A isca que a maioria das pessoas usa para pescar o peixe branco nos Grandes
Lagos não atrai o Ruffe
RESOLUÇÃO:
Precisamos encontrar uma informação que reforça a expectativa de que o
plano das agências (distribuir panfletos para estimular os pescadores a informar a
captura de qualquer Ruffe) terá sucesso. Vejamos:
a) O Ruffe tem uma barbatana espinhosa que o torna uma presa pouco atrativa
ERRADO. Ainda que esta informação seja verdadeira, ela não reforça a
expectativa de que os pescadores informem a captura do Ruffe.

b) O Ruffe normalmente se alimenta a noite, mas a maioria das pescas esportivas


nos Grandes Lagos é feita durante o dia
ERRADO. Não estamos preocupados em saber se o Ruffe será muito ou
pouco pescado, mas sim se, quando ele for pescado, esta pesca será ou não
informada às agências.

c) A maioria das pessoas que pescam por esporte nos Grandes Lagos se
interessam pela preservação do peixe branco, porque este é um peixe altamente
apreciado
CORRETO. Aqui vemos que os pescadores têm interesse pessoal em fazer
com que a proliferação do Ruffe seja acompanhada. Assim, eles têm um estímulo a
mais para contribuir com a campanha do governo.

d) O Ruffe é uma das várias espécies não nativas nos Grandes Lagos cuja a
existência ameaça a sobrevivência das populações de peixe branco
ERRADO. Ainda que existam outras espécies ameaçando o peixe branco, a
nossa questão é: quando o Ruffe for pescado, esta pesca será ou não informada ao
governo? A uma primeira vista, isto independe da existência de outros peixes
ameaçando espécies nativas.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 26


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) A isca que a maioria das pessoas usa para pescar o peixe branco nos Grandes
Lagos não atrai o Ruffe
ERRADO, pelos mesmos motivos da alternativa B.
Resposta: C

12. GMAT) Qual das seguintes opções completa o argumento abaixo mais
logicamente?
Apesar do número de satélites artificiais orbitando a Terra ser pequeno quando
comparado ao número de pequenos detritos em órbita, os grandes satélites causam
mais interferência nas observações feitas através de telescópio, devido à forte
reflexão que eles produzem. Como vários desses grandes satélites deixaram de
funcionar, recentemente foi feita uma proposta para eliminar a interferência destes
satélites inoperantes, explodindo-os no espaço. Essa proposta, entretanto, é mal
concebida, uma vez que...
a) Vários satélites inoperantes permanecem em órbita por anos
b) Para satélites que param de funcionar, o conserto em órbita seria extremamente
caro
c) Não há exemplos previamente conhecidos de satélites que foram explodidos por
este motivo
d) A única forma de fazer observações telescópicas sem a interferência de detritos
em órbita é utilizar telescópios lançados para órbitas extremamente elevadas ao
redor da Terra
e) Uma grande elevação do número de pequenas partículas na órbita da Terra
resultaria em uma manta refletiva que tornaria certas observações telescópicas
impossíveis
RESOLUÇÃO:
Precisamos encontrar uma razão plausível para que a ideia de explodir os
satélites inoperantes em órbita para melhorar as observações de telescópio seja
falha. Vejamos:
a) Vários satélites inoperantes permanecem em órbita por anos
ERRADO. Esta informação não nos ajuda a crer que a ideia de explodi-los
em órbita seja falha.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 27


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Para satélites que param de funcionar, o conserto em órbita seria extremamente
caro
ERRADO. Não queremos saber qual seria o custo de conserto em órbita,
mas simplesmente se explodi-los em órbita resolve o problema.

c) Não há exemplos previamente conhecidos de satélites que foram explodidos por


este motivo
ERRADO. O fato de satélites nunca terem sido explodidos por este motivo
não é subsídio suficiente para acreditarmos que isto não dará certo. Este é o
famoso apelo à ignorância!

d) A única forma de fazer observações telescópicas sem a interferência de detritos


em órbita é utilizar telescópios lançados para órbitas extremamente elevadas ao
redor da Terra
ERRADO. Isto não dá subsídios para entendermos que as explosões não
resolverão o problema da reflexão gerada pelos grandes satélites inoperantes, mas
somente informa como as observações telescópicas precisam ser feitas hoje.

e) Uma grande elevação do número de pequenas partículas na órbita da Terra


resultaria em uma manta refletiva que tornaria certas observações telescópicas
impossíveis
CORRETO. Aqui temos um motivo para crer que as explosões não
resolverão o problema das observações telescópicas, podendo até agravá-lo devido
à formação de uma manta refletiva.
Resposta: E

13. GMAT) A Trancorp atualmente transporta todos as suas mercadorias para a ilha
Burland de caminhão. A única ponte sobre o canal que separa Burland do
continente é congestionada, e os caminhões normalmente gastam horas para
atravessá-la. Trens podem chegar ao canal mais rápido do que os caminhões, e os
vagões podem ser transportados para Burland através de balsas que normalmente
atravessam o canal em uma hora. Assim, para reduzir o tempo de embarque, a
Trancorp planeja mudar para trens e balsas o transporte de mercadorias para
Burland.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 28


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Qual das seguintes informações seria mais relevante para determinar se o plano da
Trancorp, se implementado, tem boa chance de atingir seu objetivo?
a) Se o transporte de trem e balsa seria significativamente mais barato do que o
transporte de caminhão
b) Se existem barcos que podem fazer a viagem entre o continente e Burland mais
rápido que as balsas
c) Se o processo de carregamento dos vagões nas balsas consome muito tempo
d) Se o número médio de veículos que atravessam a ponte para Burland tem se
mantido relativamente constante nos últimos anos
e) Se a maioria dos caminhões transportando bens para Burland retornam para o
continente vazios
RESOLUÇÃO:
a) Se o transporte de trem e balsa seria significativamente mais barato do que o
transporte de caminhão
ERRADO. O objetivo do plano é reduzir o tempo de viagem, e não reduzir
custos.

b) Se existem barcos que podem fazer a viagem entre o continente e Burland mais
rápido que as balsas
ERRADO. Não queremos saber se há uma alternativa ainda mais rápida,
mas simplesmente comparar o tempo de viagem atual (caminhão) com o proposto
(trem-balsa).

c) Se o processo de carregamento dos vagões nas balsas consome muito tempo


CORRETO. Se a colocação dos vagões nas balsas for muito demorada, pode
ser que o tempo economizado no trajeto de trem seja desperdiçado, deixando a
alternativa trem-balsa mais demorada e, portanto, reduzindo as chances de sucesso
deste plano.

d) Se o número médio de veículos que atravessam a ponte para Burland tem se


mantido relativamente constante nos últimos anos
ERRADO. A uma primeira vista, essa informação não nos permite avaliar se
o trajeto de trem e balsa será mais rápido ou não que o de caminhão.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 29


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) Se a maioria dos caminhões transportando bens para Burland retornam para o
continente vazios
ERRADO. Informação irrelevante para a análise do tempo do trajeto.
Resposta: C

14. FGV – CEAGSP – 2012) Cientistas dizem ter encontrado uma associação entre
a sociabilidade de um indivíduo e o tamanho de sua amígdala - pequena estrutura
de forma amendoada encontrada no cérebro, e não o órgão na garganta. "Sabemos
que primatas que vivem em grupos sociais maiores têm uma amígdala maior,
mesmo quando se leva em conta o tamanho total do cérebro e do corpo", disse Lisa
Feldman Barrett, que chefiou o estudo. "Consideramos uma única espécie de
primata - a humana - e descobrimos que o volume da amígdala se correlacionou
positivamente com o tamanho e complexidade de redes sociais em humanos
adultos." Os pesquisadores também analisaram outras estruturas subcorticais
dentro do cérebro e não encontraram evidências de um relacionamento similar entre
essas estruturas e a vida social de humanos. Também não foram encontradas
associações entre o volume da amígdala e outras variáveis sociais na vida de
humanos - como índices de satisfação social, por exemplo.
Estudo associa estrutura do cérebro a sociabilidade. O Estado de S. Paulo, 27 de dezembro
de 2010 (Adaptado).
A partir do texto acima, é correto afirmar que:
A Existe associação entre várias estruturas subcorticais e a sociabilidade dos
indivíduos.
B A complexidade da rede social dos humanos adultos está relacionada com o
tamanho de uma pequena estrutura de forma amendoada no cérebro.
C A única espécie de primatas para a qual existe uma associação entre o tamanho
da amígdala e a vida social é a espécie humana.
D A satisfação social depende do tamanho da amígdala.
E Indivíduos com corpo e cérebro maiores possuem uma vida social mais rica.
RESOLUÇÃO:
A Existe associação entre várias estruturas subcorticais e a sociabilidade dos
indivíduos.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 30


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
ERRADO. O texto menciona que “pesquisadores também analisaram outras
estruturas subcorticais dentro do cérebro e não encontraram evidências de um
relacionamento similar entre essas estruturas e a vida social”.

B A complexidade da rede social dos humanos adultos está relacionada com o


tamanho de uma pequena estrutura de forma amendoada no cérebro.
CORRETO. O texto começa dizendo “Cientistas dizem ter encontrado uma
associação entre a sociabilidade de um indivíduo e o tamanho de sua amígdala -
pequena estrutura de forma amendoada encontrada no cérebro”, e a seguir
apresenta elementos que sustentam esta afirmação dos cientistas.

C A única espécie de primatas para a qual existe uma associação entre o tamanho
da amígdala e a vida social é a espécie humana.
ERRADO. O texto cita: “Sabemos que primatas que vivem em grupos sociais
maiores têm uma amígdala maior”. Logo, tal característica não é exclusiva dos
humanos.

D A satisfação social depende do tamanho da amígdala.


ERRADO. O texto diz: “não foram encontradas associações entre o volume
da amígdala e outras variáveis sociais na vida de humanos - como índices de
satisfação social”.

E Indivíduos com corpo e cérebro maiores possuem uma vida social mais rica.
ERRADO. O texto correlaciona o tamanho da amígdala com a vida social,
mas não o tamanho do corpo ou do cérebro como um todo.
Resposta: B

15. FGV – CEAGSP – 2012) Qual a quantidade de lentilhas necessária para


erradicar a polimielite? A pergunta pode parecer absurda. Certamente, melhor seria
ampliar o acesso a vacinas baratas e eficazes. Mas, em 2003, uma instituição
beneficente que atua na Índia rural pôs essa percepção geral à prova. Como Abhijit
Banerjee e Esther Duflo explicam, "mesmo com serviços de imunização de alta
qualidade disponíveis, oito entre cada dez crianças continuavam sem imunização”.
Então, os dois economistas convenceram a instituição a experimentar maneiras
diferentes de levar os pais a concluir o tratamento de seus filhos. De longe, a mais

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 31


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
eficiente foi a distribuição gratuita de 1 kg de daal [lentilhas secas]. O incentivo
aumentou a aceitação plena da imunização em sete vezes. Os resultados deste tipo
de trabalho são fascinantes. Ao perceber, por exemplo, a carência extrema de
professores na Índia rural, Esther criou um esquema para prover salas de aulas de
câmeras. A remuneração foi associada à frequência com que o professor conseguia
produzir uma foto com sua classe, no fim do dia.
James Crabtree. Uma porção de lentilhas pode fazer grande diferença. Financial
Times reproduzido no Valor Econômico (Adaptado).
A partir do texto acima, é correto afirmar que:
A Os alunos da Índia rural ficam até o final da aula porque gostam de sair em fotos
grupais.
B As lentilhas potenciam o efeito da vacina, fazendo com que esta consiga proteger
as crianças contra a poliomielite.
C Contrariando as opiniões estabelecidas, experiências recentes na Índia rural
demonstram que comer lentilhas secas é uma forma melhor de prevenir a
poliomielite do que as vacinas utilizadas até agora.
D No texto, o uso apresentado das lentilhas secas e das câmeras de fotos são
exemplos de um tipo de trabalho que pode parecer um tanto absurdo e ter
resultados fascinantes.
E Com o novo programa de incentivo à vacinação, sete de cada dez crianças são
imunizadas contra a poliomielite.
RESOLUÇÃO:
A Os alunos da Índia rural ficam até o final da aula porque gostam de sair em fotos
grupais.
ERRADO. Não temos elementos para afirmar se os alunos gostam ou não
das fotos. As fotos são utilizadas como instrumento de controle de frequência dos
professores, influenciando em sua remuneração.

B As lentilhas potenciam o efeito da vacina, fazendo com que esta consiga proteger
as crianças contra a poliomielite.
ERRADO. O texto não afirma que as lentilhas têm algum efeito
potencializador da vacina, mas simplesmente que elas servem de incentivo para
que os pais completem a imunização dos filhos.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 32


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
C Contrariando as opiniões estabelecidas, experiências recentes na Índia rural
demonstram que comer lentilhas secas é uma forma melhor de prevenir a
poliomielite do que as vacinas utilizadas até agora.
ERRADO, pelos mesmos motivos do item anterior.

D No texto, o uso apresentado das lentilhas secas e das câmeras de fotos são
exemplos de um tipo de trabalho que pode parecer um tanto absurdo e ter
resultados fascinantes.
CORRETO. O texto apresenta dois exemplos de campanhas onde foram
utilizados estímulos aparentemente absurdos (dar lentilhas para que os pais
imunizem as crianças, ou tirar fotos para que os professores sejam mais assíduos)
que podem dar ótimos resultados (como a melhora na imunização das crianças).

E Com o novo programa de incentivo à vacinação, sete de cada dez crianças são
imunizadas contra a poliomielite.
ERRADO. O texto disse apenas que a aceitação plena da imunização
aumentou em 7 vezes.
Resposta: D

16. FGV - CEAG/SP - 2010) Em ano eleitoral, é comum políticos promoverem


comícios, e um dos principais motivos da organização desses eventos é a crença de
que haverá repercussão positiva de sua imagem perante grupos de eleitores.
Considerando que o político P optou por não realizar comícios, podemos concluir
que:
a) O político P não se preocupa com a repercussão positiva de sua imagem.
b) O político P não se preocupa com grupos de eleitores.
c) Talvez o político P não se preocupe com a repercussão positiva de sua imagem.
d) O político P não se preocupa nem com a repercussão positiva de sua imagem,
nem com grupos de eleitores.
e) O político P preocupa-se com a repercussão positiva de sua imagem, mas acha
conveniente adotar outras estratégias para atingir os grupos de eleitores.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 33


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
RESOLUÇÃO:
a) O político P não se preocupa com a repercussão positiva de sua imagem.
ERRADO. Não podemos afirmar que P não se preocupa com a repercussão
positiva de sua imagem. Pode ser que ele se preocupe, mas utilize outros métodos
para manter uma boa imagem.

b) O político P não se preocupa com grupos de eleitores.


ERRADO. Não temos elementos para afirmar isso. Como disse acima, pode
ser que o político P prefira usar outros métodos para demonstrar sua preocupação
com os seus eleitores.

c) Talvez o político P não se preocupe com a repercussão positiva de sua imagem.


CORRETO. A diferença dessa alternativa para a letra A é a palavra “talvez”.
De fato, não temos elementos para afirmar conclusivamente essa falta de
preocupação, mas podemos inferir (sem certeza total) que P não se preocupa com a
repercussão positiva de sua imagem.

d) O político P não se preocupa nem com a repercussão positiva de sua imagem,


nem com grupos de eleitores.
ERRADO. Como já vimos acima, não temos elementos para afirmar
conclusivamente a falta de preocupação de P.

e) O político P preocupa-se com a repercussão positiva de sua imagem, mas acha


conveniente adotar outras estratégias para atingir os grupos de eleitores.
ERRADO. Também não temos elementos para afirmar conclusivamente que
P prefere adotar outros métodos para atingir os eleitores. Pode ser que ele
realmente não se preocupe com a sua imagem.
Resposta: C

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 34


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
17. FGV - CEAG/SP - 2010) Chegar a uma decisão sobre qualquer assunto e
resolver qualquer conflito não é possível sem que o homem elimine, primeiro, todas
as decisões que não correspondam aos seus valores e à sua personalidade. Assim,
restam poucas soluções possíveis, e escolher a correta é relativamente simples.
Uma pessoa que não esteja bem integrada, que não siga um padrão de valores
consistente, não pode avaliar corretamente um amplo número de opções que vão
contra seus valores e interesses, não podendo, portanto, reduzir o problema a
dimensões que lhe permitam resolvê-lo. Tal pessoa sente-se esmagada por
qualquer nova necessidade de tomar decisão. Por estranho que pareça, quando
uma pessoa se vê diante de muitas possibilidades igualmente atraentes, é
teoricamente uma manifestação de liberdade escolher uma delas; mas,
psicologicamente, ela não o experimenta dessa forma. Fica, antes, vagamente
insatisfeita. Por outro lado, saber definitivamente que não se quer isso ou aquilo, e
aí selecionar outra coisa melhor e mais apropriada para si, é uma experiência
gratificante. Ainda que implique fazer uma escolha efetiva inferior, isso deixa o
indivíduo com uma sensação de realização e bem-estar.
Bruno Bettelheim, O coração informado, 1985. Adaptado.

Com base no conteúdo do texto apresentado, é correto afirmar que:


a) É mais fácil resolver um conflito quando existem diversas possibilidades
igualmente atraentes, embora, nestas situações, o indivíduo fique insatisfeito.
b) Variáveis de natureza psicológica não ajudam os indivíduos a tomar decisões.
c) Experimentar sensações de realização e bem-estar implica fazer uma escolha
efetiva inferior.
d) Se um indivíduo não consegue chegar a uma decisão sobre qualquer assunto, é
porque não existe solução que corresponda aos seus valores e à sua
personalidade.
e) Para que um indivíduo possa chegar a uma decisão sobre qualquer assunto e
resolver qualquer conflito, é condição necessária a existência de uma solução que
corresponda aos seus valores e à sua personalidade.
RESOLUÇÃO:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 35


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
a) É mais fácil resolver um conflito quando existem diversas possibilidades
igualmente atraentes, embora, nestas situações, o indivíduo fique insatisfeito.
ERRADO. O texto diz que neste caso a “pessoa sente-se esmagada por
qualquer nova necessidade de tomar decisão”.

b) Variáveis de natureza psicológica não ajudam os indivíduos a tomar decisões.


ERRADO. O texto mostra que os valores, que são variáveis de natureza
psicológica, fazem parte do processo de tomada de decisão, ajudando a eliminar
várias das soluções possíveis e restringindo a decisão a um número menor de
opções (o que facilita o processo).

c) Experimentar sensações de realização e bem-estar implica fazer uma escolha


efetiva inferior.
ERRADO. O texto diz apenas que em ALGUMAS situações fazemos
escolhas efetivas inferiores mas, ainda assim, experimentamos sensações de
realização e bem-estar.

d) Se um indivíduo não consegue chegar a uma decisão sobre qualquer assunto, é


porque não existe solução que corresponda aos seus valores e à sua
personalidade.
ERRADO. Pode ser que existam várias soluções que correspondam aos
valores e à personalidade do indivíduo, e este grande número de opções dificulte
(ou talvez impossibilite) a tomada de decisão.

e) Para que um indivíduo possa chegar a uma decisão sobre qualquer assunto e
resolver qualquer conflito, é condição necessária a existência de uma solução que
corresponda aos seus valores e à sua personalidade.
CORRETO. O texto afirma que não é possível resolver um conflito sem antes
eliminar as soluções que vão contra seus valores e sua personalidade. Assim, se
não houver uma solução que NÃO vá contra os valores e a personalidade, não é
possível chegar a uma decisão. Em outras palavras, para que um indivíduo tome
uma decisão É NECESSÁRIO que exista uma solução que não seja contrária aos
seus valores e a personalidade (caso contrário, é impossível decidir).
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 36


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
18. FGV - CEAG/SP - 2010) O poder de coerção é, em si mesmo, ilegítimo. O
melhor governo não possui mais direito a ele que o pior. É tão ou mais nocivo
quando exercido em conformidade com a opinião pública do que quando em
oposição a ela. Se todos os homens menos um partilhassem a mesma opinião, e
apenas uma única pessoa fosse de opinião contrária, a humanidade não teria mais
legitimidade em silenciar essa única pessoa do que ela, se poder tivesse, em
silenciar a humanidade. Fosse uma opinião a posse pessoal de valor apenas para o
dono, se o impedimento ao gozo dela constituísse simples ofensa privada, não faria
diferença se a ofensa fosse infligida apenas a poucas ou a muitas pessoas. Mas o
que há de particularmente mau em silenciar a expressão de uma opinião é o roubo
à raça humana – à posteridade, bem como à geração existente, mais aos que
discordam de tal opinião do que aos que a mantêm. Se a opinião é correta, privam-
nos da oportunidade de trocar o erro pela verdade; se errada, perdem, o que
importa em benefício quase tão grande, a percepção mais clara da verdade,
produzida por sua colisão com o erro.
É preciso considerar essas duas hipóteses separadamente, porque a cada uma
delas corresponde uma ramificação distinta da argumentação. Nunca podemos ter
certeza de que seja falsa a opinião a qual tentamos sufocar; e, se tivéssemos
certeza, sufocá-la seria, ainda assim, um mal.
John Stuart Mill, A Liberdade / Utilitarismo (séc. XIX). Adaptado.
Com base no texto acima, podemos afirmar que:
a) Aos governos, cabe exercer o poder de coerção apenas quando amparados por
verdades absolutas.
b) A exemplo da condenação do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, o
poder de coerção, quando utilizado pela justiça, representa os interesses da
sociedade.
c) As duas hipóteses a que se refere o texto dizem respeito a tipos de erros que
podem ser cometidos ao silenciar a expressão de uma opinião.
d) Como nunca representará os interesses de uma sociedade, o poder de coerção
não deve existir.
e) Por ser ilegítimo, o poder de coerção não deve existir.
RESOLUÇÃO:
a) Aos governos, cabe exercer o poder de coerção apenas quando amparados por
verdades absolutas.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 37


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
ERRADO. O texto mostra que o poder de coerção é sempre ilegítimo, e
também que não há verdades absolutas (“Nunca podemos ter certeza de que seja
falsa a opinião a qual tentamos sufocar”).

b) A exemplo da condenação do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, o


poder de coerção, quando utilizado pela justiça, representa os interesses da
sociedade.
ERRADO. O texto vê o poder de coerção como sendo sempre ilegítimo,
mesmo quando representa a opinião pública.

c) As duas hipóteses a que se refere o texto dizem respeito a tipos de erros que
podem ser cometidos ao silenciar a expressão de uma opinião.
CORRETO. O texto mostra que são cometidos erros ao silenciar a opinião da
minoria ou da maioria.

d) Como nunca representará os interesses de uma sociedade, o poder de coerção


não deve existir.
ERRADO. O texto entende que a coerção é sempre ilegítima, mesmo quando
representa os interesses da sociedade (opinião pública).

e) Por ser ilegítimo, o poder de coerção não deve existir.


ERRADO. O texto afirma que o poder de coerção é sempre ilegítimo, mas
não diz que ele não deveria existir.
Resposta: C

O texto seguinte serve de base para as duas próximas questões.


Nos anos 1970, um professor de psicologia de Harvard tinha um estranho aluno de
meia-idade em sua classe. Depois das primeiras aulas, ele se aproximou do
professor para explicar por que se matriculara naquele curso. Em minha experiência
de ensino, embora eu tenha tido alguns alunos educados que se aproximaram para
explicar por que estavam largando o meu curso, nunca vi alunos com necessidade
de explicar por que se matricularam. Por isso me sinto à vontade para presumir que,
se questionados, eles responderiam: “Porque somos fascinados pela disciplina, e o
senhor é um ótimo professor”. Mas o estudante em questão tinha outros motivos.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 38


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Ele disse que precisava de ajuda, porque coisas estranhas estavam acontecendo
com ele: sua mulher falava as palavras em que ele estava pensando logo antes que
ele pudesse dizê-las, e ela agora havia pedido o divórcio; um colega fizera um
comentário casual sobre cortes de pessoal, e dois dias depois ele perdera o
emprego. Com o tempo, afirmou, passara por dezenas de situações de má sorte,
que considerava serem coincidências perturbadoras. A princípio, ficou confuso com
a situação. Depois, como a maioria de nós faria, formou um modelo mental para
reconciliar os fatos com suas crenças sobre o comportamento do mundo. A teoria
que engendrou, no entanto, era muito diferente do que ditaria o senso comum: ele
estava sendo usado como cobaia de um experimento científico complexo e secreto.
Acreditava que o experimento era executado por um grande grupo de
conspiradores, liderado pelo famoso psicólogo B. F. Skinner. Também acreditava
que, quando o experimento estivesse concluído, ele ficaria famoso e talvez fosse
eleito a um alto cargo público. Esse, afirmou, era o motivo pelo qual se matriculara.
Leonard Mlodinow, O andar do bêbado, 2008. Adaptado.

19. FGV - CEAG/SP – 2010) De acordo com o texto acima, podemos afirmar que o
aluno a que se refere o texto
a) sofria de alucinações.
b) estava prestes a assumir um cargo público.
c) estava participando de um experimento conduzido por B. F. Skinner.
d) não gostava do professor, mas mesmo assim se matriculara na disciplina.
e) possuía uma maneira pouco usual de interpretar situações de seu cotidiano.
RESOLUÇÃO:
a) sofria de alucinações.
ERRADO. Por mais estranhas que pareçam as ideias do aluno, não podemos
afirmar que ele sofria de alucinações.

b) estava prestes a assumir um cargo público.


ERRADO. O aluno acreditava que assumiria um cargo público, mas isto não
necessariamente é uma verdade.

c) estava participando de um experimento conduzido por B. F. Skinner.


ERRADO. O aluno acreditava estar participando desta experiência, mas isto
não necessariamente é uma verdade.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 39


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
d) não gostava do professor, mas mesmo assim se matriculara na disciplina.
ERRADO. De fato o aluno se matriculou na disciplina por motivo não
relacionado com seu apreço pelo professor, mas isto não significa que ele não
gostava do professor.

e) possuía uma maneira pouco usual de interpretar situações de seu cotidiano.


CORRETO. Diante de uma série de coincidências que ocorreram em sua
vida, o aluno teve uma interpretação bem diferente do que seria considerado
“usual”.
Resposta: E

20. FGV - CEAG/SP – 2010) De acordo com o texto, é correto dizer que:
a) Os alunos que se matriculam em uma disciplina podem ser educados.
b) Se um aluno se matricula em uma disciplina, é porque é fascinado por ela.
c) Se um aluno abandona um curso, ou não gostou do professor, ou não gostou da
disciplina.
d) Se um aluno abandona um curso, é porque não gostou do professor, nem da
disciplina.
e) Os alunos que abandonam um curso são educados.
RESOLUÇÃO:
a) Os alunos que se matriculam em uma disciplina podem ser educados.
ERRADO. Não foram fornecidos elementos que amparam essa afirmação.

b) Se um aluno se matricula em uma disciplina, é porque é fascinado por ela.


CORRETO. É citado no texto o motivo pelo qual os alunos se matriculam:
“Porque somos fascinados pela disciplina, e o senhor é um ótimo professor”. O caso
do aluno deste texto é tratado como uma exceção.

c) Se um aluno abandona um curso, ou não gostou do professor, ou não gostou da


disciplina.
ERRADO. Não são discutidos os motivos pelo qual um aluno abandona o
curso, mas somente os motivos da matrícula.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 40


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
d) Se um aluno abandona um curso, é porque não gostou do professor, nem da
disciplina.
ERRADO, pelos mesmos motivos do item anterior.

e) Os alunos que abandonam um curso são educados.


ERRADO, pelos mesmos motivos dos dois itens anteriores.
Resposta: B

O texto seguinte serve de base para as duas próximas questões.


Mas, como o ouro e a prata são de pouca utilidade para a vida humana em
comparação com alimentos, vestuário e transporte, tendo valor somente pelo
consenso dos homens, é evidente que os homens concordaram com a posse
desigual e desproporcionada da terra, tendo descoberto, mediante consentimento
tácito e voluntário, a maneira de um homem possuir licitamente mais terra do que
aquela cujo produto pode utilizar, recebendo em troca, pelo excesso, ouro e prata
que podem guardar sem causar dano a terceiros, uma vez que estes metais não se
deterioram nem se estragam nas mãos de quem os possui. Os homens tornaram
praticável semelhante partilha em desigualdade de posses particulares fora dos
limites da sociedade e sem precisar de pacto, atribuindo valor ao ouro e à prata, e
concordando tacitamente com respeito ao uso do dinheiro; porque, nos governos, as
leis regulam o direito de propriedade, e constituições positivas determinam a posse
da terra.
J. Locke (séc. XVII). Adaptado.
21. FGV - CEAG/SP - 2010) Com base no texto acima, podemos afirmar que:
a) O ouro e a prata não possuem valor, pois são de pouca utilidade para a vida
humana.
b) Ouro e prata são mais importantes à vida humana, em sociedade, do que
alimentos, vestuário e transporte.
c) Um homem pode possuir mais prata e ouro que outro, assim como pode possuir
mais terra; no entanto, no que diz respeito a alimentos, vestuário e transporte, todos
deveriam possuir direitos iguais.
d) Propriedades físicas da prata e do ouro associadas a acordos partilhados pelos
homens permitem a esses metais serem utilizados como moeda de troca.
e) Nas sociedades em que leis regulam o direito de propriedade, a prata e o ouro
não possuem mais valor que alimentos, vestuário e transporte.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 41


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
RESOLUÇÃO:
a) O ouro e a prata não possuem valor, pois são de pouca utilidade para a vida
humana.
ERRADO. O texto diz que o ouro e a prata têm pouca utilidade em
comparação com outras coisas (alimentos, vestuário e transporte), mas não que
esses metais não possuem qualquer valor.

b) Ouro e prata são mais importantes à vida humana, em sociedade, do que


alimentos, vestuário e transporte.
ERRADO. O texto diz justamente o contrário.

c) Um homem pode possuir mais prata e ouro que outro, assim como pode possuir
mais terra; no entanto, no que diz respeito a alimentos, vestuário e transporte, todos
deveriam possuir direitos iguais.
ERRADO. O texto não afirma que todos deveriam possuir direitos iguais. Ele
diz apenas que é possível um homem possuir mais metais (ouro e prata) ou terras
sem causar danos aos demais.

d) Propriedades físicas da prata e do ouro associadas a acordos partilhados pelos


homens permitem a esses metais serem utilizados como moeda de troca.
CORRETO. O texto mostra que propriedades físicas da prata e do ouro
(“estes metais não se deterioram nem se estragam nas mãos de quem os possui”) e
acordos entre os homens (“consentimento tácito e voluntário”) permitem a esses
metais serem usados como moeda de troca (“recebendo em troca, pelo excesso,
ouro e prata”).

e) Nas sociedades em que leis regulam o direito de propriedade, a prata e o ouro


não possuem mais valor que alimentos, vestuário e transporte.
ERRADO. O texto afirma apenas que nessas sociedades a prata e o ouro
podem ser usados como moeda de troca.
Resposta: D

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 42


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
22. FGV - CEAG/SP - 2010) O sentido de “tácito” (palavra destacada em negrito no
texto) é mais próximo de:
a) complexo.
b) clandestino.
c) abstruso.
d) implícito.
e) explícito.
RESOLUÇÃO:
O texto fala em um “consentimento tácito e voluntário” que permite um
homem possuir licitamente mais terra do que aquela cujo produto pode utilizar. Esse
consentimento tácito pode ser reescrito como consentimento implícito, isto é, os
homens concordam com aquela prática sem precisar exteriorizar essa concordância
de maneira direta.
Resposta: D

23. FGV - CEAG/SP - 2010) Em 1958, R. A. Fisher publicou um artigo intitulado


“Cigarros, câncer e estatística” na Centennial Review, e dois artigos na Nature,
intitulados “Câncer de pulmão e cigarros?” e “Câncer e fumar”. Depois, reuniu esses
textos, mais um extenso prefácio, em um panfleto intitulado “Fumar: a controvérsia
sobre o câncer. Algumas tentativas de avaliar as evidências”. Nesses artigos, Fisher
insistia que a evidência usada para mostrar que fumar causava câncer de pulmão
era cheia de imperfeições. Fisher não falava sozinho em suas críticas aos estudos
sobre a relação entre o fumo e câncer naquela época. Joseph Berkson, estatístico
chefe da Clínica Mayo e líder entre os bioestatísticos norteamericanos, também
questionava os resultados. Jerzy Neyman levantara objeções ao raciocínio utilizado
nos estudos que associavam câncer de pulmão ao hábito de fumar. Fisher era o
mais contundente em suas críticas. Enquanto as evidências se acumulavam nos
anos seguintes – e tanto Berkson quanto Neyman se mostravam satisfeitos com a
prova da correlação –, Fisher permanecia inflexível, acusando alguns dos principais
pesquisadores de manipular seus dados, o que se tornou um embaraço para muitos
estatísticos. Naquele tempo, as companhias de cigarro negavam a validade dos
estudos, mostrando que eram apenas “correlações estatísticas”, não havendo
provas de que os cigarros causavam câncer de pulmão.
David Salsburg, Uma senhora toma chá..., 2009. Adaptado.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 43


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
De acordo com o texto, é correto afirmar que:
a) A crítica de R. A. Fisher aos estudos sobre ato de fumar e câncer de pulmão
consistia na ausência de prova válida e contundente acerca da relação entre o
hábito e a doença.
b) Revistas de prestígio, como Nature e Centennial Review, conseguiam obter lucro
financeiro ao publicar artigos que causariam polêmica e teriam ampla circulação.
c) Provavelmente, R. A. Fisher estava sendo financiado pelas companhias de
cigarro para atacar estudos que afirmavam ser o ato de fumar um dos causadores
do câncer de pulmão.
d) Para que o ato de fumar possa ser estabelecido como agente causador do câncer
de pulmão, é necessário e suficiente que sejam obtidas correlações estatísticas; no
entanto, tais correlações não foram descobertas.
e) Apenas com o apoio da indústria do tabaco é que R. A. Fisher poderia ter
publicado seus artigos em revistas de prestígio como a Nature e a Centennial
Review.
RESOLUÇÃO:
a) A crítica de R. A. Fisher aos estudos sobre ato de fumar e câncer de pulmão
consistia na ausência de prova válida e contundente acerca da relação entre o
hábito e a doença.
CORRETO. Veja que Fisher usava a falácia do “apelo à ignorância” que
estudamos na aula passada.

b) Revistas de prestígio, como Nature e Centennial Review, conseguiam obter lucro


financeiro ao publicar artigos que causariam polêmica e teriam ampla circulação.
ERRADO. Nada podemos afirmar sobre possíveis lucros das revistas.

c) Provavelmente, R. A. Fisher estava sendo financiado pelas companhias de


cigarro para atacar estudos que afirmavam ser o ato de fumar um dos causadores
do câncer de pulmão.
ERRADO. Esta seria uma “conclusão precipitada”, pois talvez Fisher
realmente tenha motivos legítimos (ainda que errados) para discordar dos
resultados das pesquisas.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 44


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
d) Para que o ato de fumar possa ser estabelecido como agente causador do câncer
de pulmão, é necessário e suficiente que sejam obtidas correlações estatísticas; no
entanto, tais correlações não foram descobertas.
ERRADO. O texto afirma que correlações foram descobertas. Além disso,
não temos elementos suficientes para afirmar conclusivamente que “é necessário e
suficiente que sejam obtidas correlações estatísticas” para afirmar que o fumo causa
câncer.

e) Apenas com o apoio da indústria do tabaco é que R. A. Fisher poderia ter


publicado seus artigos em revistas de prestígio como a Nature e a Centennial
Review.
ERRADO. Não temos elementos para afirmar tais especulações.
Resposta: A

24. FGV - CEAG/SP - 2010) Participaram de um estudo 900 pessoas amantes de


cinema. Cada indivíduo dessa amostra deveria avaliar 50 filmes selecionados,
atribuindo a cada um deles uma nota que refletisse sua preferência pessoal. A
análise dos dados revelou que a preferência por filmes de origem estrangeira era
maior entre jovens adultos do sexo masculino do que entre mulheres de 40 a 50
anos. Revelou, também, que a preferência por filmes de origem nacional era maior
entre mulheres de 40 a 50 anos do que entre jovens adultos do sexo masculino.
Quando analisados por gênero, verificou-se que, entre as mulheres de 40 a 50
anos, filmes dramáticos têm maior preferência que entre jovens adultos do sexo
masculino. Estes, por outro lado, têm elevada preferência por filmes de ação. Os
autores desse estudo explicaram os resultados argumentando que os jovens adultos
do sexo masculino, comparados às mulheres de 40 a 50 anos, não valorizam
realizações do país em que vivem, incluindo sua produção cinematográfica; assim,
rejeitam o cinema nacional e idolatram o cinema estrangeiro.
Qual dentre as alternativas abaixo, se verdadeira, mais enfraquece a ideia contida
na última frase do parágrafo anterior?
a) O número de mulheres de 40 a 50 anos era maior do que o número de jovens
adultos do sexo masculino.
b) A atitude de valorizar realizações do próprio país tem forte impacto sobre a
escolha de produtos e serviços para consumo pela sua origem.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 45


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
c) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, os filmes dramáticos
eram mais numerosos do que os de ação.
d) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, não havia filmes de ação
com origem nacional, nem filmes dramáticos com origem estrangeira.
e) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, os dramáticos e os de
ação representavam menos da metade do total de filmes.
RESOLUÇÃO:
a) O número de mulheres de 40 a 50 anos era maior do que o número de jovens
adultos do sexo masculino.
ERRADO. Isto não enfraquece a conclusão de que os jovens adultos do sexo
masculino, comparados às mulheres de 40 a 50 anos, não valorizam realizações do
país em que vivem, incluindo sua produção cinematográfica.

b) A atitude de valorizar realizações do próprio país tem forte impacto sobre a


escolha de produtos e serviços para consumo pela sua origem.
ERRADO. Mais uma afirmação que não afeta diretamente a conclusão.

c) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, os filmes dramáticos


eram mais numerosos do que os de ação.
ERRADO. A quantidade relativa de filmes não altera o fato de que os jovens
adultos do sexo masculino preferiram filmes estrangeiros, enquanto as mulheres de
40 a 50 anos preferiram filmes nacionais.

d) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, não havia filmes de ação
com origem nacional, nem filmes dramáticos com origem estrangeira.
CORRETO. Se isso for verdade, pode ser que os jovens adultos do sexo
masculino prefiram filmes de ação, independentemente de eles serem nacionais ou
estrangeiros; e que as mulheres de 40 a 50 anos prefiram dramas,
independentemente de sua nacionalidade. Como na amostra só haviam filmes de
ação estrangeiros e filmes dramáticos nacionais, houve uma falsa percepção de que
os jovens preferiam filmes estrangeiros e de que as mulheres preferiam filmes
nacionais.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 46


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, os dramáticos e os de
ação representavam menos da metade do total de filmes.
ERRADO. As quantidades relativas dos filmes não afeta a conclusão do
argumento.
Resposta: D

25. FGV - CEAG/SP - 2010) Produtores do cereal C em uma cidade longínqua


sofrem com a concentração de vendas na época do Natal, quando é necessário
contratar grandes volumes de mão de obra temporária para ajudar na colheita, no
ensacamento e no preparo da terra, para dar início ao próximo ciclo de produção. A
forte sazonalidade na demanda pelo cereal implica que as fazendas tenham
concentração de receitas no mês de dezembro e baixo faturamento durante os
demais meses. Buscando direcionar parte da demanda pelo cereal para outros
meses do ano, os produtores convenceram o órgão de proteção ao consumidor
dessa cidade longínqua a aprovar a prática de dobrar o preço desse cereal durante
o mês de dezembro.
Qual dentre as alternativas abaixo, se verdadeira, mais enfraquece a ideia contida
na última frase do parágrafo anterior?
a) O ciclo de produção desse cereal é de doze meses.
b) No mês de dezembro, dobrar os preços do cereal não altera sua demanda.
c) O ciclo de produção desse cereal é de um mês.
d) É possível exportar a produção do cereal para municípios vizinhos.
e) Não é possível exportar a produção do cereal para municípios vizinhos.
RESOLUÇÃO:
a) O ciclo de produção desse cereal é de doze meses.
ERRADO. Isto não enfraquece o plano de dobrar o preço em dezembro para
direcionar a demanda para os outros meses do ano.

b) No mês de dezembro, dobrar os preços do cereal não altera sua demanda.


CORRETO. Se esta informação for verdadeira ela enfraquece o plano, pois
mostra que mesmo dobrando o preço em dezembro a demanda não será
direcionada para os outros meses.
]

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 47


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
c) O ciclo de produção desse cereal é de um mês.
ERRADO. O tamanho do ciclo de produção não altera o objetivo do plano,
que é de direcionar parte da demanda para outros períodos.

d) É possível exportar a produção do cereal para municípios vizinhos.


e) Não é possível exportar a produção do cereal para municípios vizinhos.
ERRADOS. Esses dois itens tratam da viabilidade da exportação, que nada
tem a ver com o objetivo do plano: dobrar o preço em dezembro para direcionar a
demanda para outros meses do ano.
Resposta: B

26. FGV - CEAG/SP - 2010) O curling é uma modalidade esportiva praticada sobre
uma pista de gelo por duas equipes adversárias, cada uma composta por quatro
atletas. O elevado custo de montagem da pista de gelo é um limitador do número de
admiradores e praticantes da modalidade, principalmente no Brasil. Em função do
domínio de tecnologias e de particularidades climáticas, estima-se que, atualmente,
seja três vezes mais caro montar uma pista de gelo para a prática desse esporte no
Brasil do que na Suécia. Em termos absolutos, há dez anos o custo de instalação de
uma pista de curling no Brasil era o dobro do que é hoje. Sabe-se que o número de
admiradores e praticantes de curling, em dado país, duplica na medida em que os
custos de instalação das pistas diminuem pela metade.
De acordo com o texto acima, podemos afirmar que:
a) Há dez anos, o custo de instalação de uma pista de curling na Suécia era um
sexto do custo de instalar uma pista de curling no Brasil.
b) Nos últimos dez anos, dobrou o número de praticantes de curling no Brasil.
c) Nos próximos anos, aumentará o número de praticantes de curling no Brasil.
d) Há três vezes mais admiradores e praticantes de curling na Suécia do que no
Brasil.
e) Há seis vezes mais admiradores e praticantes de curling na Suécia do que no
Brasil.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 48


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
RESOLUÇÃO:
a) Há dez anos, o custo de instalação de uma pista de curling na Suécia era um
sexto do custo de instalar uma pista de curling no Brasil.
ERRADO. Sabemos que, há dez anos, o custo de instalação no Brasil era o
dobro do atual. Mas não sabemos qual era o custo de instalação na Suécia há dez
anos (só sabemos que, hoje, ele é um terço do custo brasileiro).

b) Nos últimos dez anos, dobrou o número de praticantes de curling no Brasil.


CORRETO. Como o custo de instalação caiu pela metade (pois há 10 anos
era o dobro do atual), e o texto afirma que neste caso o número de praticantes
duplica, então podemos fazer esta afirmação.

c) Nos próximos anos, aumentará o número de praticantes de curling no Brasil.


ERRADO. Não foram dados elementos para julgar o que ocorrerá nos
próximos anos.

d) Há três vezes mais admiradores e praticantes de curling na Suécia do que no


Brasil.
ERRADO. A estimativa de número de praticantes, conforme fornecida pelo
enunciado, só permite comparar um país com ele mesmo: na medida que o custo de
instalação cai pela metade, o número de praticantes e admiradores duplica. Não
podemos afirmar que o fato de o custo na Suécia ser 3 vezes menor que o do Brasil
implica haver 3 vezes mais admiradores e praticantes naquele país.

e) Há seis vezes mais admiradores e praticantes de curling na Suécia do que no


Brasil.
ERRADO. Aqui o item mistura as informações do texto. Podemos dizer que o
custo de instalação no Brasil há dez anos era 6 vezes maior que o custo atual de
instalação na Suécia (pois o custo do Brasil caiu pela metade neste período e,
mesmo assim, permanece 3 vezes superior ao custo sueco atual).
Resposta: B

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 49


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
27. FGV - CEAG/SP - 2010) No século XV, antes da descoberta das minas da
América, o valor do ouro puro em relação à prata pura era regulado, nas diversas
casas de moeda europeias, entre as proporções de 1 para 10 e 1 para 12, isto é,
supunha-se que 1 onça de ouro puro valia de 10 a 12 onças de prata pura. Pelos
meados do século XVII, o valor foi regulado entre as proporções de 1 para 14 e 1
para 15, isto é, 1 onça de ouro puro supunha-se igual a 14 ou 15 onças de prata
pura. O valor real dos dois metais baixou, ou seja, diminuiu a quantidade de trabalho
que tinham condições de comprar; mas a prata baixou mais que o ouro. Embora o
ouro e a prata das minas da América excedessem em abundância todas as minas
que se conheciam até então, parece que a riqueza das minas de prata era
proporcionalmente ainda maior que a das minas de ouro.
Adam Smith, A história da riqueza das nações, 1776 (tradução de 1981). Adaptado.
De acordo com o texto acima, é possível afirmar que:
a) Se, antes da descoberta das minas da América, o salário de um dado tipo de
trabalhador era de 10 gramas de ouro, no século XVII, seria de 9 gramas de ouro.
b) Se um banco tivesse trocado prata por uma determinada quantidade de ouro
antes da descoberta das minas da América e, no século XVII, tivesse trocado essa
mesma quantidade de ouro por prata, teria mais prata do que no início.
c) Os salários aumentaram entre o século XV e o século XVII, na razão de 15 para
12.
d) Uma empresa que possuísse um quilo de prata no século XV pagaria mais
trabalhadores do que no século XVII.
e) O dono de dez quilos de ouro tinha maior poder aquisitivo no século XVII do que
no século XV.
RESOLUÇÃO:
Neste questão você deve tomar cuidado para não misturar valores absolutos
e valores relativos. Repare que a proporção entre ouro e prata fornece o valor
relativo de cada um desses metais. Como a proporção aumentou, podemos dizer
que o ouro passou a valer mais do que a prata, em termos relativos. Em valores
absolutos, sabemos que ambos os metais tiveram queda em seus valores originais.

a) Se, antes da descoberta das minas da América, o salário de um dado tipo de


trabalhador era de 10 gramas de ouro, no século XVII, seria de 9 gramas de ouro.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 50


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
ERRADO. O ouro passou a valer menos ao longo do tempo, em termos
absolutos. Assim, se o salário do trabalhador era de 10 gramas de ouro, este
mesmo trabalhador deve ter passado a ganhar mais gramas de ouro como tempo, à
medida que o ouro perdia valor absoluto.

b) Se um banco tivesse trocado prata por uma determinada quantidade de ouro


antes da descoberta das minas da América e, no século XVII, tivesse trocado essa
mesma quantidade de ouro por prata, teria mais prata do que no início.
CORRETO. Em relação ao ouro, a prata se desvalorizou com o tempo.
Assim, inicialmente o banco precisou dar uma quantidade relativamente pequena de
prata para conseguir o ouro que pretendia, e ao final o banco pode exigir uma
quantidade maior de prata para entregar o ouro que possuía. Assim, ao final o
banco ficou com mais prata do que tinha no início.

c) Os salários aumentaram entre o século XV e o século XVII, na razão de 15 para


12.
ERRADO. Não temos elementos para julgar os valores absolutos dos
salários.

d) Uma empresa que possuísse um quilo de prata no século XV pagaria mais


trabalhadores do que no século XVII.
ERRADO. Não sabemos qual foi a evolução dos salários dos trabalhadores,
o que inviabiliza esta análise.

e) O dono de dez quilos de ouro tinha maior poder aquisitivo no século XVII do que
no século XV.
ERRADO. Os valores absolutos do ouro caíram neste período, na medida em
que a extração ficou mais fácil. Assim, o dono de dez quilos de ouro ao longo deste
período sofreu uma queda em seu poder aquisitivo.
Resposta: B

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 51


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
28. FGV - CEAG/SP - 2010) Meu conselho é que se case. Se você arrumar uma
boa esposa, será feliz; se arrumar uma esposa ruim, se tornará um filósofo.
(Sócrates)
De acordo com a frase acima, é possível afirmar:
a) Sócrates era infeliz no casamento.
b) O número de esposas em uma cidade é igual ao número de filósofos.
c) Ser filósofo é considerado por Sócrates um fim trágico e resultante da infelicidade
no casamento.
d) O número de filósofos é igual ao número de homens com esposas ruins mais o
número de filósofos que ainda não casaram.
e) Um homem com uma boa esposa poderá se tornar filósofo enquanto ainda for
casado.
RESOLUÇÃO:
a) Sócrates era infeliz no casamento.
ERRADO. O fato de que Sócrates era filósofo não implica que ele
necessariamente tinha uma esposa ruim. A frase do enunciado não impede um
homem casado com boa esposa ser também filósofo.

b) O número de esposas em uma cidade é igual ao número de filósofos.


ERRADO. Não temos elementos para afirmar que todos os filósofos são
casados, e que todos os casados são filósofos.

c) Ser filósofo é considerado por Sócrates um fim trágico e resultante da infelicidade


no casamento.
ERRADO. A frase dita não impede que um homem com boa esposa seja
filósofo.

d) O número de filósofos é igual ao número de homens com esposas ruins mais o


número de filósofos que ainda não casaram.
ERRADO. Devemos somar a esta quantia o número de homens com esposas
boas e que, ainda assim, se tornaram filósofos. Para não falar em viúvos,
divorciados...

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 52


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) Um homem com uma boa esposa poderá se tornar filósofo enquanto ainda for
casado.
CORRETO. Como vimos, a frase dita não gera impedimento para que um
homem casado com boa esposa seja filósofo (só sabemos que o homem casado
com esposa ruim certamente será filósofo).
Resposta: E

29. FGV - CEAG/SP - 2010) Em uma pesquisa recente feita com um influente grupo
de economistas, sociólogos, antropólogos e cientistas políticos sobre quais seriam
as obras e os autores brasileiros mais importantes do século XX, as respostas
indicaram não estudos teóricos ou empíricos executados segundo sofisticados
manuais metodológicos, mas trabalhos como Casa Grande e Senzala (1933) e
Sobrados e Mocambos (1936), de Gilberto Freyre, Formação Econômica do Brasil
(1954), de Celso Furtado, Os Donos do Poder (1958), de Raymundo Faoro, Raízes
do Brasil (1936), de Sérgio Buarque de Holanda, Coronelismo, Enxada e Voto
(1948), de Vítor Nunes Leal, Formação do Brasil Contemporâneo (1942) e Evolução
Política do Brasil (1933), de Caio Prado Jr., A Função Social da Guerra na
Sociedade Tupinambá (1952), A Integração do Negro na Sociedade de Classes
(1964) e outros, de Florestan Fernandes, Populações Meridionais do Brasil (1920) e
Instituições Políticas Brasileiras (1949), de Oliveira Vianna, e Os Sertões (1902), de
Euclides da Cunha. Pode ser que resida aqui uma anomalia. Tomando como padrão
as ciências exatas - que progridem esquecendo seus fundadores – e
desconsiderando a natureza das ciências sociais - cujo trabalho, sob certo aspecto,
se assemelha ao de Penélope, que, para atingir seus objetivos, necessita refazer
seu próprio caminho -, uma interpretação positivista não hesitaria em qualificar tal
situação como resistência à absorção dos procedimentos metodológicos e técnicos
que caracterizariam a verdadeira ciência, indicação de o quanto estamos atrasados
no terreno da profissionalização e institucionalização do saber. Gildo Marçal
Brandão, no prefácio a Bernardo Ricupero. Caio Prado Jr. e a nacionalização do
marxismo no Brasil, 2000. Adaptado.
A partir do texto acima, é possível afirmar que:
a) A anomalia a que o texto se refere consiste na ausência de livros de ciências
exatas na lista de obras mais importantes no século XX.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 53


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Os economistas, sociólogos, antropólogos e cientistas políticos pesquisados
estão desatualizados e não conhecem os textos importantes que foram publicados
no final do século XX.
c) Nas ciências exatas, o trabalho dos fundadores não é permanentemente
lembrado.
d) O resultado da pesquisa indica claramente a resistência nas ciências sociais à
absorção de procedimentos metodológicos verdadeiramente científicos.
e) As ciências sociais estão atrasadas quanto à profissionalização e
institucionalização do saber.
RESOLUÇÃO:
a) A anomalia a que o texto se refere consiste na ausência de livros de ciências
exatas na lista de obras mais importantes no século XX.
ERRADO. A anomalia consiste no fato de as obras mais influentes de
ciências sociais serem livros mais informais, e não publicações científicas.

b) Os economistas, sociólogos, antropólogos e cientistas políticos pesquisados


estão desatualizados e não conhecem os textos importantes que foram publicados
no final do século XX.
ERRADO. Não podemos fazer esta afirmação. Sabemos apenas que estes
profissionais entendem que as obras mais influentes são livros informais, e não
publicações científicas. Não podemos afirmar que eles desconheçam as
publicações científicas.

c) Nas ciências exatas, o trabalho dos fundadores não é permanentemente


lembrado.
CORRETO. O texto afirma que as ciências exatas progridem esquecendo
seus fundadores.

d) O resultado da pesquisa indica claramente a resistência nas ciências sociais à


absorção de procedimentos metodológicos verdadeiramente científicos.
ERRADO. O resultado não implica na existência de poucas publicações
científicas (talvez sejam inúmeros os autores que utilizam a metodologia científica),
mas apenas na falta de reconhecimento delas como sendo as obras mais
importantes.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 54


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) As ciências sociais estão atrasadas quanto à profissionalização e
institucionalização do saber.
ERRADO. Repare na expressão “uma interpretação positivista não hesitaria
em...”. Esta não é necessariamente uma conclusão do autor, mas uma mera citação
de uma opinião com a qual ele pode discordar.
Resposta: C

30. FGV - CEAG/SP - 2010) Pela primeira vez, cientistas conseguiram, nesta terça-
feira, fazer o maior colisor de partículas do mundo – o Grande Colisor de Hádrons
(LHC, na sigla em inglês) – funcionar e recriar uma situação similar aos instantes
posteriores ao Big Bang, a grande explosão que deu origem ao universo. A colisão
de feixes de prótons, feita a uma energia de 7 TeV (teraeletrovolts), foi alcançada
após duas tentativas fracassadas. Projeto de US$ 10 bilhões, o LHC realiza as
colisões de feixes de prótons como parte de uma ambiciosa experiência que busca
revelar detalhes sobre micropartículas e microforças teóricas. A ideia é que esses
testes ajudem a lançar luz sobre as origens do universo, além de responder a
importantes questões da física. A energia extra obtida no LHC europeu deve revelar
dados sobre algumas questões ainda não respondidas na física de partículas, como
a existência da antimatéria e a busca pelos bósons de Higgs, uma partícula
hipotética que, segundo cientistas, daria massa a outras partículas e, com isso, para
outros objetos e criaturas no universo. Os cientistas também esperam analisar, em
escala mínima, o que ocorreu nos segundos após o Big Bang, que segundo eles foi
o momento de criação do universo, cerca de 14 bilhões de anos atrás. As colisões,
porém, causaram receio a algumas pessoas, que temiam riscos para o planeta pela
criação de pequenos buracos negros – versões subatômicas de estrelas que entram
em colapso gravitacional –, cuja gravidade é tão forte a ponto de sugar planetas e
outras estrelas. O Centro Europeu de Pesquisa Nuclear e muitos cientistas rejeitam
qualquer ameaça à Terra ou às pessoas, afirmando que esses buracos negros
seriam tão fracos que se desfariam logo após serem criados, sem causar
problemas.
Acelerador do Cern recria situação pós-Big Bang, Último Segundo, 30/03/2010. Adaptado.
Segundo o texto acima, é possível afirmar que:
a) O objetivo da colisão de feixes de prótons é a criação de pequenos buracos
negros.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 55


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) A colisão de feixes de prótons gerada pelo LHC causará um novo Big Bang.
c) O LHC pode ser utilizado para entender mais sobre micropartículas com a criação
de bósons de Higgs.
d) O LHC é uma ameaça ao planeta e pode fazê-lo entrar em colapso gravitacional.
e) O LHC pode ser utilizado para entender mais sobre micropartículas, a partir dos
resultados das colisões de feixes de prótons.
RESOLUÇÃO:
a) O objetivo da colisão de feixes de prótons é a criação de pequenos buracos
negros.
ERRADO. A criação desses pequenos buracos negros seria um “efeito
colateral” indesejado, visto como uma ameaça por algumas pessoas.

b) A colisão de feixes de prótons gerada pelo LHC causará um novo Big Bang.
ERRADO. A ideia da colisão é reproduzir, em escala bastante reduzida, o
que ocorreu logo após o Big Bang.

c) O LHC pode ser utilizado para entender mais sobre micropartículas com a criação
de bósons de Higgs.
ERRADO. A ideia não é criar os bósons de Higgs. Em teoria, essas partículas
já existem, e os experimentos ajudariam apenas a buscá-las e entendê-las melhor.

d) O LHC é uma ameaça ao planeta e pode fazê-lo entrar em colapso gravitacional.


ERRADO. As colisões geraram receio em algumas pessoas, não
necessariamente cientistas. O texto afirma que muitos cientistas discordam desta
ameaça.

e) O LHC pode ser utilizado para entender mais sobre micropartículas, a partir dos
resultados das colisões de feixes de prótons.
CORRETO. O texto afirma: “A energia extra obtida no LHC europeu deve
revelar dados sobre algumas questões ainda não respondidas na física de
partículas, como a existência da antimatéria e a busca pelos bósons de Higgs”.
Resposta: E

Atenção: Considere o texto a seguir para responder às 2 questões seguintes.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 56


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
USP usa raios gama para esterilizar mosquito transmissor da dengue
Enquanto na ficção a radiação gama conferiu poderes extraordinários ao Incrível
Hulk, na vida real ela ajuda a dificultar a vida do mosquito da dengue, prejudicando
sua capacidade reprodutiva. Cientistas do CENA (Centro de Energia Nuclear na
Agricultura) da USP de Piracicaba desenvolveram uma técnica que usa radiação
para tornar o Aedes aegypti estéril. Usando uma fonte de Cobalto-60, os
pesquisadores fazem uma espécie de "bombardeio" de raios gama no inseto. A
técnica, chamada de irradiação, já tem uso consagrado em várias outras aplicações,
inclusive na indústria de alimentos. A dose de radiação usada é considerada baixa e
não mata o mosquito, mas é suficiente para torná-lo estéril. "A técnica é
perfeitamente segura. Não há risco para o ambiente, porque a radiação não deixa
nenhum tipo de resíduo perigoso", explica Valter Arthur, coordenador do estudo. A
irradiação é feita só nos mosquitos machos, quando eles atingem a chamada fase
pupa, em que já estão com todos os órgãos formados, mas ainda não são adultos.
(...) Depois do processo, os mosquitos irradiados são soltos no ambiente, onde
competirão com os machos normais pela cópula com as fêmeas. As relações
chegam a acontecer, mas os ovos decorrentes delas não eclodem, o que ajuda a
controlar a população dos insetos.
(MIRANDA, Giuliana. USP usa raios gama para esterilizar mosquito transmissor da dengue. Folha
de S. Paulo, São Paulo, p.8C, jan.2013)
31. FCC – ICMS/SP – 2013) De acordo com a continuação da reportagem, que não
foi fornecida no trecho acima, os cientistas do CENA ainda precisam realizar um
teste para verificar a efetividade da técnica descrita. Dentre os fatos abaixo, qual é o
único que poderia comprometer essa efetividade, caso fosse verificado?
(A) Os mosquitos que sofreram a irradiação passam a voar mais rapidamente que
os demais.
(B) A radiação afeta o metabolismo dos mosquitos, que passam a ter um ciclo de
vida mais longo.
(C) As fêmeas do mosquito são incapazes de distinguir os mosquitos irradiados dos
demais.
(D) A radiação afeta as fêmeas do mosquito durante a cópula, podendo torná-las
estéreis.
(E) Os exemplares estéreis do mosquito são bem menos competitivos sexualmente
do que os outros.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 57


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
RESOLUÇÃO:
Devemos encontrar a afirmativa que gera dúvidas sobre o sucesso do plano
de controlar a população de Aedes Aegypti aplicando radiação nos mosquitos
machos.
(A) Os mosquitos que sofreram a irradiação passam a voar mais rapidamente que
os demais.
ERRADO. Se eles voarem mais rapidamente, talvez até tenham uma
vantagem na disputa pelas fêmeas com os mosquitos não-estéreis, o que seria
favorável ao resultado do plano.

(B) A radiação afeta o metabolismo dos mosquitos, que passam a ter um ciclo de
vida mais longo.
ERRADO. Se os machos estéreis viverem mais, eles competirão pelas
fêmeas com os mosquitos não-estéreis por mais tempo, o que seria favorável ao
resultado do plano.

(C) As fêmeas do mosquito são incapazes de distinguir os mosquitos irradiados dos


demais.
ERRADO. Isto significa que as fêmeas poderão cruzar com os mosquitos
estéreis (irradiados), em substituição a alguns cruzamentos com machos não
estéreis, o que é favorável ao resultado do plano.

(D) A radiação afeta as fêmeas do mosquito durante a cópula, podendo torná-las


estéreis.
ERRADO. Se as fêmeas se tornarem estéreis, seria ainda melhor para o
plano, pois elas não conseguiriam se reproduzir mais, nem mesmo com os machos
não irradiados.

(E) Os exemplares estéreis do mosquito são bem menos competitivos sexualmente


do que os outros.
CORRETO. Se os machos esterilizados não conseguirem competir
sexualmente com os machos “normais”, as fêmeas continuarão cruzando com os
machos não estéreis, e com isso gerando descendentes, o que comprometeria o
plano.
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 58


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
32. FCC – ICMS/SP – 2013) A partir do texto, pode-se inferir que a dose de
radiação usada deve ser baixa porque
(A) os mosquitos irradiados devem manter sua capacidade de copular.
(B) a técnica desenvolvida poderá ser utilizada na indústria de alimentos.
(C) todos os órgãos dos mosquitos expostos a ela já estão formados.
(D) os insetos expostos à fonte de Cobalto-60 estão na fase pupa.
(E) uma dose alta de radiação gama ajudaria a vida do mosquito.
RESOLUÇÃO:
(A) os mosquitos irradiados devem manter sua capacidade de copular.
CORRETO. O próprio texto diz: “A dose de radiação usada é considerada
baixa”. E, de fato, essa dose precisa ser baixa, pois para o sucesso do plano é
primordial que esses mosquitos irradiados continuem sendo capazes de copular, de
modo a competir pelas fêmeas com os mosquitos não esterilizados.

(B) a técnica desenvolvida poderá ser utilizada na indústria de alimentos.


ERRADO. A técnica JÁ É utilizada na indústria de alimentos.

(C) todos os órgãos dos mosquitos expostos a ela já estão formados.


ERRADO. O mero fato de os órgãos dos mosquitos já serem formados não é
suficiente para concluirmos que a dose de radiação é baixa. O importante é que,
para este plano dar certo, ele necessita que os mosquitos continuem vivos e
capazes de copular. Note que o plano poderia ser diferente, consistindo no simples
extermínio dos mosquitos com o uso de radiação, ou mesmo na degeneração dos
órgãos reprodutivos, o que poderia necessitar de doses maiores de radiação.

(D) os insetos expostos à fonte de Cobalto-60 estão na fase pupa.


ERRADO. Como já disse, só podemos concluir que a dose de radiação é
baixa porque o plano consiste em mantê-los vivos e capazes de copular. Se o plano
fosse diferente, talvez fosse requerida maior dose de radiação, mesmo estando os
mosquitos na fase de pupa.

(E) uma dose alta de radiação gama ajudaria a vida do mosquito.


ERRADO. Não temos qualquer elemento no texto que permita fazer esta
inferência.
Resposta: A

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 59


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
33. FCC – ICMS/SP – 2013) Considere o texto a seguir.
Em 1928, Alexander Fleming desenvolvia pesquisas sobre estafilococos, quando
descobriu a penicilina. A descoberta deu-se em condições peculiares, graças a uma
sequência de acontecimentos imprevistos e surpreendentes. No mês de agosto
daquele ano, Fleming tirou férias e, por esquecimento, deixou algumas placas com
culturas de estafilococos sobre a mesa, em lugar de guardá-las na geladeira ou
inutilizá-las, como seria natural. Quando retornou ao trabalho, em setembro,
observou que algumas das placas estavam contaminadas com mofo. Colocou-as
então, em uma bandeja para limpeza e esterilização com lisol. Neste exato
momento, entrou no laboratório um colega, que lhe perguntou como iam suas
pesquisas. Fleming apanhou novamente as placas para explicar alguns detalhes
sobre as culturas que estava realizando,
quando notou que havia, em uma das placas, um halo transparente em torno do
mofo contaminante. O assunto foi discutido entre ambos e Fleming decidiu fazer
algumas culturas do fungo para estudo posterior. O fungo foi identificado como
pertencente ao gênero Penicilium, de onde deriva o nome de penicilina dado à
substância por ele produzida. Fleming passou a empregá-la em seu laboratório para
selecionar determinadas bactérias, eliminando das culturas as
espécies sensíveis à sua ação.
(REZENDE, J. M. À sombra do plátano. Ed. Unifesp, 2009)
De acordo com o texto, a evidência que levou Fleming a descobrir a penicilina foi o
fato de
(A) as placas contaminadas terem sido limpas e esterilizadas pelo lisol.
(B) existir, em uma das placas contaminadas, um halo transparente em torno do
mofo.
(C) Fleming, ao conversar com o colega, ter decidido fazer algumas culturas do
fungo.
(D) a penicilina ter sido utilizada no laboratório para selecionar determinadas
bactérias.
(E) algumas placas com culturas de estafilococos estarem contaminadas com mofo.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 60


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
RESOLUÇÃO:
(A) as placas contaminadas terem sido limpas e esterilizadas pelo lisol.
ERRADO. A limpeza das placas não foi a evidência, mas sim foi o momento
durante o qual Fleming percebeu a evidência (existência de um halo transparente).

(B) existir, em uma das placas contaminadas, um halo transparente em torno do


mofo.
CORRETO. As placas continham inicialmente bactérias (estafilococos),
porém com o desenvolvimento do mofo surgiu uma região transparente, dando a
ideia de que as bactérias ali presentes haviam sido exterminadas. Esta foi a
evidência, pois provavelmente Fleming supôs que esse extermínio de bactérias
possivelmente tinha relação com alguma substância produzida pelo fungo (mofo) ali
presente. Esta substância produzida pelo fungo do gênero Penicilium ficou
conhecida como penicilina.

(C) Fleming, ao conversar com o colega, ter decidido fazer algumas culturas do
fungo.
ERRADO. A decisão de fazer algumas culturas do fungo se deu como
consequência da evidência percebida por Fleming.

(D) a penicilina ter sido utilizada no laboratório para selecionar determinadas


bactérias.
ERRADO. O texto em momento algum permite inferir que a penicilina já era
usada para selecionar bactérias.

(E) algumas placas com culturas de estafilococos estarem contaminadas com mofo.
ERRADO. A existência de mofo apenas permitiu que a evidência (halos
transparentes) fosse observada.
Resposta: B

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 61


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
34. FCC – ICMS/SP – 2013) Detalhes da retórica das autoridades podem ser
presságios de estratégias do governo, suas motivações e sua solidez. O ministro
Guido Mantega tem repetido que o governo conseguiu reduzir sua principal
despesa, o pagamento de juros da dívida pública, o que finalmente permitirá a tão
demandada redução da carga de impostos do país, sem riscos para a solidez fiscal.
Seus auxiliares acrescentam que, com os credores tranquilos e a economia
andando devagar, não faz mais sentido promover tanto aperto nas contas do
Tesouro. Tudo parece muito razoável, mas, começando do começo, os juros da
dívida pública não são a principal despesa do governo federal. Há mais de uma
década, o posto, com folga, é da Previdência Social, e o quadro de pessoal disputa
a segunda colocação. (...) Em sinal de que a desoneração tributária pode ser
radicalizada, propôs-se reduzir os rigores da Lei de Responsabilidade Fiscal, pela
qual queda de receita deve ser compensada por corte de despesa. O artigo foi
incluído em um projeto sobre outro tema e enviado a um Congresso em recesso. E
ninguém falou.
(Folha de S. Paulo, 21/01/2012. Gustavo Patu. p. A2)
No texto, o articulista Gustavo Patu analisa alguns argumentos do ministro Guido
Mantega e de seus auxiliares. A partir dessa análise, pode-se inferir que Patu
(A) discorda dos argumentos, questionando a suposta tranquilidade dos credores e
indicando que, sem alterações na Previdência Social, não será possível reduzir a
carga de impostos do país.
(B) discorda dos argumentos, opondo-se à ideia, cristalizada nos governos da última
década, de que a queda da receita fiscal deva ser compensada por corte de
investimentos em infraestrutura.
(C) considera os argumentos muito razoáveis, uma vez que a redução do
pagamento de juros da dívida pública permitirá diminuir o aperto nas contas do
Tesouro.
(D) considera os argumentos muito razoáveis, uma vez que é favorável à
radicalização da desoneração tributária, desde que ela seja compensada por corte
de despesas.
(E) discorda dos argumentos, questionando a premissa de que o governo reduziu
sua principal despesa e demonstrando preocupação com a redução dos rigores da
Lei de Responsabilidade Fiscal.
RESOLUÇÃO:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 62


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
(A) discorda dos argumentos, questionando a suposta tranquilidade dos credores e
indicando que, sem alterações na Previdência Social, não será possível reduzir a
carga de impostos do país.
ERRADO. Patu não questiona a tranquilidade dos credores, nem indica que
só é possível reduzir os impostos se houver alterações na Previdência.

(B) discorda dos argumentos, opondo-se à ideia, cristalizada nos governos da última
década, de que a queda da receita fiscal deva ser compensada por corte de
investimentos em infraestrutura.
ERRADO. Em momento algum fala-se de “investimentos em infraestrutura”.
(C) considera os argumentos muito razoáveis, uma vez que a redução do
pagamento de juros da dívida pública permitirá diminuir o aperto nas contas do
Tesouro.
ERRADO. É patente que Patu discorda dos argumentos.

(D) considera os argumentos muito razoáveis, uma vez que é favorável à


radicalização da desoneração tributária, desde que ela seja compensada por corte
de despesas.
ERRADO, pelo mesmo motivo do item anterior.

(E) discorda dos argumentos, questionando a premissa de que o governo reduziu


sua principal despesa e demonstrando preocupação com a redução dos rigores da
Lei de Responsabilidade Fiscal.
CORRETO. Patu questiona a afirmação de Mantega, dizendo que os juros da
dívida não são a principal despesa, mas sim a Previdência. Além disso, ele
demonstra preocupação com a redução dos rigores da Lei de Responsabilidade
Fiscal, em especial devido à forma “discreta” com que as alterações nesta Lei estão
sendo executadas: “O artigo foi incluído em um projeto sobre outro tema e enviado a
um Congresso em recesso. E ninguém falou.”
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 63


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
35. FCC – ICMS/SP – 2013) Há 2 anos, a Universidade Delta implantou um
processo em que os alunos da graduação realizam uma avaliação da qualidade
didática de todos os seus professores ao final do semestre letivo. Os professores
mal avaliados pelos alunos em três semestres consecutivos são demitidos da
instituição. Desde então, as notas dos alunos têm aumentado: a média das notas
atuais é 70% maior do que a média de 2 anos atrás.
A causa mais provável para o aumento de 70% nas notas é
(A) a melhoria da qualidade dos alunos que entraram na Universidade Delta nos
últimos 2 anos, atraídos pelo processo de avaliação dos docentes.
(B) a demissão dos professores mal avaliados, que são substituídos por professores
mais jovens, com mais energia para motivar os alunos para o estudo.
(C) o aumento da cola durante as avaliações, fenômeno que tem sido observado,
nos últimos anos, nas principais instituições educacionais brasileiras.
(D) uma diminuição no nível de dificuldade das avaliações elaboradas pelos
professores, receosos de serem mal avaliados pelos alunos caso sejam exigentes.
(E) a melhoria da qualidade das aulas em geral, o que garante que os alunos
aprendam os conteúdos de maneira mais profunda, elevando a média das
avaliações.
RESOLUÇÃO:
Antes de avaliar as alternativas, repare que um aumento de 70% significa
que, se a nota média dos alunos anteriormente era 6 (em 10 pontos), após o
aumento a nota média passou a ser 10 (nota máxima!). Isto é, estamos diante de
um aumento muito expressivo das notas.

(A) a melhoria da qualidade dos alunos que entraram na Universidade Delta nos
últimos 2 anos, atraídos pelo processo de avaliação dos docentes.
ERRADO. Pode até ser que alunos melhores tenham sido atraídos pelo
processo mais rigoroso de avaliação dos docentes, mas é improvável que isto
justifique um aumento tão grande nas notas. Seriam necessários alunos MUITO
melhores.

(B) a demissão dos professores mal avaliados, que são substituídos por professores
mais jovens, com mais energia para motivar os alunos para o estudo.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 64


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
ERRADO. Note que a medida foi implementada há apenas 4 semestres (2
anos), e são necessários pelo menos 3 semestres completos para que os
professores mal avaliados começassem a ser demitidos. Isto é, é improvável
acreditar que os efeitos da substituição de professores estivessem sendo sentidos
de maneira tão intensa em tão pouco tempo.

(C) o aumento da cola durante as avaliações, fenômeno que tem sido observado,
nos últimos anos, nas principais instituições educacionais brasileiras.
ERRADO. Se de fato houve aumento da cola, é provável que isso tenha
influenciado um aumento das notas, mas um aumento tão expressivo como o citado
no item A (de 6 para 10 pontos) exigiria um aumento massivo da cola.

(D) uma diminuição no nível de dificuldade das avaliações elaboradas pelos


professores, receosos de serem mal avaliados pelos alunos caso sejam exigentes.
CORRETO. É possível acreditar que uma redução na dificuldade das provas
seja capaz de gerar um aumento expressivo nas notas dos alunos. Basta cobrar os
tópicos mais básicos e/ou mais intuitivos de cada disciplina. Esta tese é mais crível
que as demais.

(E) a melhoria da qualidade das aulas em geral, o que garante que os alunos
aprendam os conteúdos de maneira mais profunda, elevando a média das
avaliações.
ERRADO. Ainda que os professores, com medo da demissão, tenham
melhorado a qualidade de suas aulas, é improvável que esta melhoria de qualidade
seja responsável por uma variação tão expressiva nas notas.
Resposta: D

36. FCC – ICMS/SP – 2013) Um pesquisador da área de medicina desportiva tem


defendido mudanças radicais nas regras do futebol, por considerá-lo o mais violento
dentre todos os esportes. Ele afirma que esportes como o rugby ou o hóquei sobre o
gelo impressionam o público, pois os choques que ocorrem durante os jogos
aparentam ser muito violentos. Mas, em geral, eles não provocam lesões tão
graves. No caso do futebol, as lesões típicas levam meses para serem curadas e,

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 65


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
muitas vezes, são responsáveis por encerrar prematuramente a carreira dos atletas.
Seu principal argumento é uma estatística que, realmente, assusta: 35% das lesões
graves de atletas profissionais em todo o mundo ocorrem em partidas de futebol. O
pesquisador afirma que em nenhum outro esporte essa porcentagem é tão alta. O
argumento do pesquisador a respeito do risco de lesões em jogadores de futebol
(A) é incontestável, uma vez que o futebol lidera o ranking de atletas lesionados em
todo o mundo, com 35%, número bem mais elevado do que aqueles observados em
esportes tidos como violentos, como o rugby ou o hóquei sobre o gelo.
(B) deve ser contestado, uma vez que, caso as regras do futebol fossem alteradas
radicalmente, as partidas perderiam muito em emoção, fazendo com que o futebol
deixasse de ser o esporte mais popular do planeta.
(C) deve ser contestado, uma vez que não foi apresentada a porcentagem de
ocorrência de lesões graves por esporte, havendo a possibilidade de o percentual
35% ser o mais alto devido ao fato de o futebol ser o esporte mais praticado no
mundo.
(D) é incontestável, já que os jogadores de futebol não utilizam equipamentos de
proteção tão sofisticados quanto os dos atletas de rugby ou de hóquei sobre o gelo,
tornando o futebol muito mais arriscado que os demais esportes.
(E) é incontestável, uma vez que a imprensa tem noticiado um número cada vez
maior de jogadores de futebol que sofreram infartos durante uma partida ou
treinamento, fruto do aumento do número de jogos realizados ao longo de um ano.
RESOLUÇÃO:
O pesquisador entende que o futebol é o esporte mais violento porque 35%
das lesões graves em atletas profissionais ocorrem em praticantes deste esporte.
Isto significa que, a cada 100 atletas lesionados (de qualquer esporte), 35 sofreram
a lesão jogando futebol.
Entretanto, para avaliar qual esporte é mais violento, seria mais adequado
comparar a probabilidade de um atleta se machucar praticando cada esporte. E esta
probabilidade é dada pela razão entre o número de lesionados e o número de
praticantes de cada esporte. Temos essa contestação na alternativa C: como o
futebol é o esporte com maior número de praticantes no mundo, é natural que ele
tenha também o maior número de lesionados. Isto não implica necessariamente que
a chance de se machucar jogando futebol seja maior que em outros esportes.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 66


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Exemplificando em números: imagine que haja um total de 1000 atletas no
mundo, sendo 500 jogadores de futebol, 100 de Rugby e 400 de outros esportes.
Deste total de atletas, imagine que 100 se lesionaram, sendo 35 jogadores de
futebol (35% de 100), 10 jogadores de Rugby e 55 de outros esportes.
A probabilidade (chance) de um jogador de futebol ter sofrido lesão é de 35
em 500, ou seja, 35 / 500 = 7%. Já a probabilidade de um jogador de Rugby ter
sofrido uma lesão é de 10 em 100, ou seja, 10 / 100 = 10%. Portanto, a
probabilidade de uma pessoa se lesionar jogando Rugby é superior, sendo este
esporte mais violento que o futebol.
Resposta: C

37. FCC – ICMS/SP – 2013) Observe os dados de uma pesquisa realizada para
verificar a existência ou não de alguma relação entre o estado civil de um homem
(casado ou solteiro) e sua tendência para o consumo de doces. No universo do
Gráfico 1, os homens solteiros e casados foram escolhidos aletoriamente na
população, ao passo que o universo do Gráfico 2 é um subconjunto do universo do
primeiro.

Os gráficos mostram que


(A) o estado civil de um homem e sua tendência para o consumo de doces têm uma
relação causal: o casamento causa redução na tendência ao consumo de doces.
(B) o estado civil de um homem e sua tendência para o consumo de doces têm uma
relação causal: a redução no consumo de doces causa uma maior tendência ao
casamento.
(C) o processo de coleta de informações foi inadequado, pois os Gráficos 1 e 2
apresentam dados contraditórios entre si.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 67


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
(D) não existe qualquer relação entre o estado civil de um homem e sua tendência
para o consumo de doces.
(E) o estado civil de um homem e sua tendência para o consumo de doces estão
correlacionados, mas não existe relação causal entre eles.
RESOLUÇÃO:
Observando o gráfico 1, temos a informação de que os homens solteiros
consomem mais gramas de doces por dia que os casados (170 vs. 95 gramas, em
média). Note que neste gráfico foram entrevistados homens de todas as idades, de
modo que a idade média dos solteiros foi, como seria esperado, inferior à idade
média dos casados (27 vs. 45 anos).
No gráfico 2 foi feita uma restrição de idade, observando-se apenas homens
entre 45-50 anos, e neste caso houve um “empate técnico” no que se refere ao
consumo de doces de solteiros e casados (78g vs. 81g por dia).
Assim, podemos inferir que o estado civil do homem não é um fator
determinante para o consumo de doces, mas sim a sua idade: homens mais velhos
tendem a comer menos doces. Como os solteiros tem uma média de idade menor,
eles acabam sendo os que comem mais doces.
Em outras palavras: há uma “ligação” (correlação) entre o estado civil do
homem e o seu consumo de doces, mas o estado civil não é a causa desse maior
ou menor consumo (e sim a idade). Temos essa afirmação na alternativa E:
(E) o estado civil de um homem e sua tendência para o consumo de doces estão
correlacionados, mas não existe relação causal entre eles.
Resposta: E

38. FCC – ICMS/SP – 2013) Nos últimos cinco anos, em um determinado país,
verificou-se uma queda significante nas vendas de cigarros. Essa queda coincidiu
com a intensificação das campanhas públicas de conscientização acerca dos
malefícios à saúde provocados pelo fumo. Portanto, a queda nas vendas de cigarro
deve ter sido causada pelo receio das pessoas em relação aos graves prejuízos que
o fumo traz para a saúde.Qual dos fatos a seguir, se for verdadeiro, enfraquecerá
consideravelmente o argumento apresentado?
(A) Nos últimos anos, a indústria tabagista tem oferecido mais opções de cigarros
aos consumidores, como os com sabores especiais e teores reduzidos de nicotina.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 68


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
(B) O preço dos cigarros subiu consideravelmente nos últimos cinco anos, devido a
uma praga que afetou as plantações de tabaco ao redor do mundo.
(C) A procura por produtos ligados a tratamentos antifumo, como os chicletes e
adesivos de nicotina, cresceu muito neste país nos últimos cinco anos.
(D) O consumo de outros tipos de fumo, como o charuto e o cachimbo, caiu 30%
nos últimos cinco anos.
(E) De acordo com dados do Ministério da Saúde do país, o número de fumantes
caiu 40% nos últimos cinco anos.
RESOLUÇÃO:
Devemos buscar a afirmação que enfraquece a ideia de que a redução nas
vendas de cigarro foi devida ao aumento das campanhas de conscientização.
(A) Nos últimos anos, a indústria tabagista tem oferecido mais opções de cigarros
aos consumidores, como os com sabores especiais e teores reduzidos de nicotina.
ERRADO. Esse aumento de opções (inclusive opções mais “saudáveis”, com
menos nicotina) não explica a redução do consumo de cigarros, mas ajudaria a
explicar um eventual aumento neste consumo.

(B) O preço dos cigarros subiu consideravelmente nos últimos cinco anos, devido a
uma praga que afetou as plantações de tabaco ao redor do mundo.
CORRETO. Se houve uma forte alta no preço dos cigarros, talvez este fator
tenha sido mais importante para a redução do consumo de cigarro que as
campanhas de conscientização. Isto certamente enfraquece o argumento.

(C) A procura por produtos ligados a tratamentos antifumo, como os chicletes e


adesivos de nicotina, cresceu muito neste país nos últimos cinco anos.
ERRADO. A maior busca por tratamento não garante que esses tratamentos
estejam sendo eficazes, isto é, o consumo de cigarro por viciados esteja diminuindo.

(D) O consumo de outros tipos de fumo, como o charuto e o cachimbo, caiu 30%
nos últimos cinco anos.
ERRADO. A queda no consumo de outros tipos de fumo não fornece uma
explicação alternativa para a queda no consumo de cigarro. Continuamos podendo
acreditar que as responsáveis pela queda no consumo sejam as campanhas de
conscientização.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 69


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
(E) De acordo com dados do Ministério da Saúde do país, o número de fumantes
caiu 40% nos últimos cinco anos.
ERRADO. A queda do número de fumantes pode ter ocorrido justamente
devido à intensificação das campanhas de conscientização nos últimos 5 anos, e
assim propiciado também a queda nas vendas de cigarro.
Resposta: B

39. FCC – ICMS/SP – 2013) O coordenador de um curso universitário recebeu


recentemente um relatório que apontava que apenas 10% dos alunos do primeiro
ano eram bolsistas. Ao analisar as notas dos alunos do primeiro ano, ele constatou
que, dentre os aprovados na disciplina de Estatística, 35% eram bolsistas. Ele
concluiu, então, que os alunos bolsistas do curso têm mais chance de sucesso nos
estudos do que os demais.
Para que a conclusão acima seja verdadeira, qual das premissas a seguir deve ser
verificada?
(A) Nenhum dos alunos bolsistas do primeiro ano desse curso foi reprovado na
disciplina de Estatística.
(B) Dentre os alunos aprovados na disciplina de Estatística, o número de bolsistas é
maior do que o de não bolsistas.
(C) Dentre os alunos desse curso com mais chance de sucesso nos estudos, o
número de bolsistas é maior do que o de não bolsistas.
(D) Qualquer aluno bolsista do primeiro ano tem mais chance de sucesso nos
estudos do que os demais.
(E) Os alunos aprovados na disciplina de Estatística têm mais chance de sucesso
nos estudos do que os demais.
RESOLUÇÃO:
O argumento do enunciado pode ser resumido assim:

Premissas:
- apenas 10% dos alunos do primeiro ano eram bolsistas.
- dentre os aprovados na disciplina de Estatística, 35% eram bolsistas.

Conclusão:
- os alunos bolsistas do curso têm mais chance de sucesso nos estudos.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 70


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Repare que as premissas demonstram que, apesar de os bolsistas
representarem um percentual pequeno dos alunos (10%), eles representam um
percentual elevado dentre os aprovados em Estatística (35%). Isto certamente
permitiria inferir que os bolsistas tem mais chance de sucesso na disciplina
Estatística. Mas não é possível garantir que os bolsistas terão mais chance de
sucesso nos estudos como um todo, a menos que consideremos que ser aprovado
em Estatística é um bom indicador de sucesso nos estudos como um todo. Isto é, o
argumento precisa da seguinte premissa subjacente:
(E) Os alunos aprovados na disciplina de Estatística têm mais chance de sucesso
nos estudos do que os demais.

Alguns comentários sobre as demais alternativas:


(A) Nenhum dos alunos bolsistas do primeiro ano desse curso foi reprovado na
disciplina de Estatística.
ERRADO. Isso reforça a ideia de que os bolsistas tem mais chance de
sucesso em Estatística, mas não em relação aos estudos como um todo.

(B) Dentre os alunos aprovados na disciplina de Estatística, o número de bolsistas é


maior do que o de não bolsistas.
ERRADO. Isto contraria o restante do argumento, que afirma que 35% dos
aprovados em Estatística são bolsistas (logo, 65% não são bolsistas).

(C) Dentre os alunos desse curso com mais chance de sucesso nos estudos, o
número de bolsistas é maior do que o de não bolsistas.
ERRADO. Se isto fosse verdade, de fato poderíamos chegar à conclusão
dada. Mas não é necessário que esta premissa se confirme.
Como 1 a cada 10 alunos são bolsistas, seria natural que 1 a cada 10 alunos
com chance de sucesso também fossem bolsistas. Isto é, seria esperado que 10%
dos alunos com chance de sucesso fossem bolsistas. Se, proporcionalmente, os
alunos bolsistas representarem mais de 10% dos alunos com chance de sucesso, é
possível inferir que, de fato, os bolsistas têm mais chance de sucesso.

(D) Qualquer aluno bolsista do primeiro ano tem mais chance de sucesso nos
estudos do que os demais.
ERRADO, pelo mesmo raciocínio do item anterior.
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 71


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
40. FCC – ICMS/SP – 2013) No dia 25 de janeiro, uma 3a feira, Carlos revelou a
seus colegas de trabalho que faria aniversário ainda naquele mês. Querendo fazer
uma brincadeira, ele deu duas pistas para que eles tentassem deduzir qual seria o
dia exato.
I. A data do meu aniversário é mais próxima do primeiro dia de fevereiro do que de
hoje.
II. Neste ano, meu aniversário não cairá em um final de semana.
Para deduzir a data exata do aniversário de Carlos,
(A) a pista II sozinha é suficiente, mas a pista I sozinha não é.
(B) qualquer uma das pistas é suficiente, mesmo sem considerar a outra.
(C) as pistas I e II, em conjunto, são suficientes, mas nenhuma delas é suficiente
sem a outra.
(D) as pistas I e II, em conjunto, não são suficientes.
(E) a pista I sozinha é suficiente, mas a pista II sozinha não é.
RESOLUÇÃO:
A pista I nos deixa as seguintes alternativas: 29, 30 e 31 de janeiro. A pista II
nos deixa as seguintes alternativas: 26, 27, 28 e 31 de janeiro. O único dia que
atende às duas pistas é 31 de janeiro, sendo este o aniversário de Carlos. Note que
com apenas 1 das pistas não era possível identificar uma data única, ou seja,
nenhuma das pistas é suficiente sozinha. Mas juntas, as duas pistas são suficientes
para elucidar a questão. Temos isso na alternativa C:
(C) as pistas I e II, em conjunto, são suficientes, mas nenhuma delas é suficiente
sem a outra.
Resposta: C

41. ANPAD – 2014) Na empresa Lambda3, em uma bela manhã de segunda-feira,


foi divulgada a seguinte notícia-relâmpago no alto-falante: “Comissão de 20% para
quem fechar a primeira venda com um cliente a partir de agora.”
Dentre as alternativas a seguir, assinale aquela que não contém um fator cujo
conhecimento ou cujo desconhecimento entre os empregados presentes interfere na
interpretação da notícia.
a) A comissão habitualmente concedida pela Lambda3 é de 10% sobre o valor de
vendas superiores a R$10.000,00.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 72


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Pela política habitual da empresa Lambda3, a comissão é de 35% sobre o valor
de qualquer venda realizada.
c) A Lambda3 se destaca pela fidelidade dos clientes, mas é quase impossível
prospectar novos clientes.
d) Nas letras “miúdas” consta que 20% será sobre o lucro líquido que a Lambda3
obtiver com a venda.
e) A notícia foi divulgada às 11h, ou seja, exatamente no início do horário de
expediente da empresa Lambda3.
RESOLUÇÃO:
a) A comissão habitualmente concedida pela Lambda3 é de 10% sobre o valor de
vendas superiores a R$10.000,00.
Para quem não sabe que habitualmente a empresa já paga 10% de
comissão, a interpretação pode ser de que o pagamento de 20% agora é uma
excelente oportunidade. Já quem sabe que a empresa habitualmente paga 10%,
esta possibilidade de ganhar 20% ainda é boa (afinal é o dobro!), mas não soa tão
impactante como no primeiro caso. Portanto, o desconhecimento de que a empresa
paga habitualmente 10% interfere SIM na interpretação da notícia.

b) Pela política habitual da empresa Lambda3, a comissão é de 35% sobre o valor


de qualquer venda realizada.
Para quem não tem essa informação, a notícia da comissão de 20% soa
atraente. Já para quem sabe que normalmente a empresa paga 35%, a notícia soa
como algo ruim. Portanto, o desconhecimento dessa informação interfere SIM na
interpretação da notícia.

c) A Lambda3 se destaca pela fidelidade dos clientes, mas é quase impossível


prospectar novos clientes.
Se a empresa tem clientes fiéis (que sempre compram lá), mas é muito difícil
conseguir novos clientes, o fato de ter uma comissão de 20% não vai motivar tanto
os funcionários a buscarem mais clientes (pois eles sabem que é muito difícil). Caso
o funcionário não saiba dessa informação (de que é quase impossível prospectar
novos clientes), ele pode se entusiasmar mais do que devia com a notícia, ou seja,
essa informação interfere SIM na interpretação.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 73


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
d) Nas letras “miúdas” consta que 20% será sobre o lucro líquido que a Lambda3
obtiver com a venda.
Em uma venda de 100 reais, com margem de lucro de 15 reais, veja que um
coisa é ganhar uma comissão de 20% sobre a venda (isto é, 20 reais), e outra coisa
é ganahr uma comissão de 20% sobre o lucro líquido (isto é, 3 reais, que é 20% x
15). Fica claro que o desconhecimento dessa informação interfere SIM na
interpretação da notícia.

e) A notícia foi divulgada às 11h, ou seja, exatamente no início do horário de


expediente da empresa Lambda3.
O fato da notícia ser divulgada no início ou no meio do expediente não faz
grande diferença na interpretação da notícia. Em ambos os casos, o fato é que
provavelmente haverá uma elevação na motivação dos funcionários para
conseguirem novas vendas no tempo que lhes sobra. Este é o nosso gabarito, pois
aqui não temos uma mudança evidente na interpretação da notícia.
Resposta: E

42. ANPAD – 2014) Foi realizado um estudo de caso em uma grande multinacional
localizada em Porto Alegre. O estudo buscava compreender como os empregados
viam as lideranças da empresa. Após coletar e analisar questionários fechados
respondidos por 122 pessoas de níveis hierárquicos mais baixos, o pesquisador
tirou algumas conclusões importantes.
Assinale, dentre as alternativas a seguir, uma conclusão correta a que o
pesquisador pode ter chegado com a sua pesquisa.
a) os líderes chegam aonde estão por indicação, mas não por mérito.
b) as lideranças não fazem ideia da imagem que os empregados têm delas.
c) os respondentes acreditam que não há liderança de fato, apenas superiores.
d) a empresa não dá aos empregados a oportunidade de ascender na hierarquia.
e) a multinacional não desenvolve competências interpessoais entre as suas
lideranças.
RESOLUÇÃO:
a) os líderes chegam aonde estão por indicação, mas não por mérito.
Note que esta pode até ter sido uma conclusão com base nas entrevistas,
mas como todas as respostas foram dadas por pessoas com nível hierárquico mais

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 74


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
baixo, é possível que haja um certo “viés”, uma certa tendência a achar que quem
chega aos cargos de liderança consegue isso por outros motivos, que não o mérito.
Assim, não podemos afirmar que essa seja uma conclusão correta do estudo.

b) as lideranças não fazem ideia da imagem que os empregados têm delas.


Pode até ser que isso seja verdade, mas como as lideranças não foram
entrevistadas, não podemos afirmar se elas tem ideia ou não da imagem que os
empregados de nível hierárquico inferior têm delas. Assim, não podemos afirmar
que essa seja uma conclusão correta do estudo.

c) os respondentes acreditam que não há liderança de fato, apenas superiores.


Caso várias respostas tenham sido neste sentido (o entrevistado acredita que
não há liderança de fato), esta pode ser uma conclusão correta do estudo. Atenção:
a conclusão é de que os respondentes acreditam que não há liderança de fato, e
não que realmente não exista liderança de fato (uma coisa é a percepção dos
respondentes, outra é o fato real).

d) a empresa não dá aos empregados a oportunidade de ascender na hierarquia.


Mesmo que vários empregados acreditem que não existem oportunidades
para ascender, esta não é uma conclusão correta da pesquisa, pois para chegar
nessa conclusão deveriam ser entrevistados também aqueles que estão nos níveis
mais altos, para certificar que essas pessoas realmente não tiveram oportunidades
de ascenção, e só estão no topo por outros motivos.

e) a multinacional não desenvolve competências interpessoais entre as suas


lideranças.
Mais uma afirmação que não pode ser concluída, afinal as lideranças não
fizeram parte da pesquisa. Talvez os funcionários de nível hierárquico inferior, por
não gostarem de seus líderes, tenham essa percepção em relação aos líderes (não
desenvolvimento de competências interpessoais), mas para certificar de que a
empresa realmente não desenvolve essas competências seria preciso tratar
diretamente com os líderes ou avaliar a estrutura da empresa mais de perto.
Resposta: C

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 75


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
43. ANPAD – 2014) A revista ABC divulgou em junho de 2013:
“Levantamento do TripAdvisor revela que quase 75% dos brasileiros checam o e-
mail profissional mesmo quando estão longe do escritório.”
No mesmo dia, a revista XYZ divulgou o seguinte sobre a mesma matéria:
“O levantamento foi feito com 722 membros do site entre os dias 24 de maio e 3 de
junho deste ano.”
Sejam feitas as seguintes afirmações acerca desses dois excertos:
I. Os números revelados pela notícia da revista XYZ deixam claro que a notícia
da revista ABC é falaciosa.
II. A notícia da revista XYZ revela que o que foi divulgado na ABC consiste em
um típico caso de generalização apressada, ou seja, uma regra específica
é atribuída ao caso genérico.
III. Saber a data em que a pesquisa foi realizada não interfere em nada na
conclusão e/ou interpretação do texto da revista ABC.
É (são) INCORRETA(S)
a) apenas a afirmativa III
b) apenas as afirmativas I e II
c) apenas as afirmativas I e III
d) apenas as afirmativas II e III
e) as afirmativas I, II e III
RESOLUÇÃO:
Repare que a afirmação da revista ABC realmente é falaciosa, pois a partir
das respostas de apenas 722 membros do site foi tirada uma conclusão bastante
ampla, relativa a TODOS os brasileiros. Trata-se de uma generalização apressada,
a partir de um caso particular. Assim, estão corretas as afirmações I e II:
I. Os números revelados pela notícia da revista XYZ deixam claro que a notícia
da revista ABC é falaciosa.
II. A notícia da revista XYZ revela que o que foi divulgado na ABC consiste em
um típico caso de generalização apressada, ou seja, uma regra específica
é atribuída ao caso genérico.

Vejamos a afirmação III:


III. Saber a data em que a pesquisa foi realizada não interfere em nada na
conclusão e/ou interpretação do texto da revista ABC.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 76


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
O “perfil” das pessoas que acessam um site na internet varia ao longo do
tempo. O perfil das pessoas que acessam no final de semana ou em
feriados/períodos festivos, por exemplo, é diferente do perfil das pessoas que
acessam durante a semana (e, em especial, durante o horário comercial). Assim,
saber a data da pesquisa interfere sim na interpretação da mensagem da revista
ABC. Esta afirmação é incorreta.
Resposta: A

44. ANPAD – 2014) Ao ouvir um aluno dizer em sua aula “Eu não estou com o meu
livro de Matemática aqui”, o professor fez de conta que não ouviu e continuou a
explicação. A frase do aluno, se verdadeira, serviria para uma séria de inferências
plausíveis, exceto:
a) o aluno esqueceu o livro de Matemática em casa.
b) o livro de Matemática do aluno pode estar com um colega de outra turma.
c) o livro de Matemática do aluno pode ter sido perdido ou roubado.
d) o aluno tem o livro de Matemática, mas não o levou para a escola.
e) o aluno deixou de fazer exercícios que o professor propôs na aula anterior.
RESOLUÇÃO:
a) o aluno esqueceu o livro de Matemática em casa.
Essa pode ser uma inferência plausível (embora não possa ser afirmada com
100% de certeza). Se for verdade que o aluno não está com o livro, uma
possibilidade é que ele tenha esquecido em casa.

b) o livro de Matemática do aluno pode estar com um colega de outra turma.


Isso também é plausível, pois se é verdade que o aluno não está com o livro,
esse livro pode estar com um colega de outra turma.

c) o livro de Matemática do aluno pode ter sido perdido ou roubado.


Isso também é plausível, pois se é verdade que o aluno não está com o livro,
este pode ter sido perdido ou roubado.

d) o aluno tem o livro de Matemática, mas não o levou para a escola.


Isso também é plausível, pois se é verdade que o aluno não está com o livro,
pode ser que ele simplesmente não o tenha levado para a escola.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 77


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) o aluno deixou de fazer exercícios que o professor propôs na aula anterior.
Veja que aqui temos uma extrapolação em relação às alternativas anteriores.
Embora seja possível que um aluno não leve o livro de matemática para a escola
porque ele não fez a tarefa de casa, para considerar essa alternativa plausível
precisaríamos saber, pelo menos, que o professor passou exercícios de casa na
aula anterior (o que poderia motivar o aluno a “esquecer” o livro em casa de
propósito). Comparativamente às alternativas anteriores, esta é a menos plausível.
Resposta: E

45. ANPAD – 2014) “As instituições do Brasil não possuem disciplinas de


empregabilidade e construção de carreiras. O mínimo que elas deveriam fazer é
preparar o aluno para o mercado de trabalho. No mundo corporativo, à medida que
se cresce profissionalmente, as competências comportamentais são cada vez mais
importantes do que as técnicas, portanto, é sim papel da faculdade ensinar estes
temas”, disse em nota o diretor-executivo do IDCE, Fabrício Barbirato.
Fonte: http://classificados.folha.uol.com.br/empregos/2013/07/1304460-novos-profissionais-
tem-dificuldade-em-fazer-rede-de-contatos.shtml
Assinale a alternativa que apresenta uma conclusão possível a partir do texto.
a) determinados aprendizados na faculdade podem aumentar as chances de
egresso no mercado de trabalho.
b) as faculdades, ao se preocuparem mais com a técnica, não ensinam
competências comportamentais aos seus alunos.
c) crescer profissionalmente é desenvolver mais do que competências técnicas; é
desenvolver competências comportamentais.
d) os alunos não são capazes de desenvolver as competências comportamentais
fora dos muros das faculdades.
e) as faculdades devem repensar o seu papel social e se voltar para o mercado de
trabalho como seu principal objetivo.
RESOLUÇÃO:
a) determinados aprendizados na faculdade podem aumentar as chances de
egresso no mercado de trabalho.
O argumento sugere que as faculdades poderiam ensinar aspectos
relacionados com a empregabilidade, que é justamente a facilidade de obtenção de
emprego pelo estudante que finaliza o curso (“egresso”). Portanto, é possível

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 78


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
concluir que determinados aprendizados na faculdade podem aumentar a chance de
colocação no mercado de trabalho.

b) as faculdades, ao se preocuparem mais com a técnica, não ensinam


competências comportamentais aos seus alunos.
Não podemos concluir que as faculdades não ensinam competências
comportamentais PORQUE se preocupam com as técnicas. Pode ser que elas não
ensinem essas competências comportamentais por outros motivos (como, por
exemplo, por considerar que elas devam ser aprendidas em pós-graduações ou no
curso da vida profissional, ou mesmo com a convivência natural com as pessoas).

c) crescer profissionalmente é desenvolver mais do que competências técnicas; é


desenvolver competências comportamentais.
Esta não é uma definição que podemos concluir do texto. Foi dito que à
medida que as pessoas crescem profissionalmente elas precisam de mais
competências comportamentais, mas não podemos tratar como sinônimos “crescer
profissionalmente” e “desenvolver competências comportamentais”. Pode ser que
outros fatores sejam também determinantes para o crescimento profissional.

d) os alunos não são capazes de desenvolver as competências comportamentais


fora dos muros das faculdades.
Não há elementos no texto que permitam afirmar que as competências
comportamentais não podem ser aprendidas fora da faculdade.

e) as faculdades devem repensar o seu papel social e se voltar para o mercado de


trabalho como seu principal objetivo.
Uma coisa é dizer que “o mínimo” que as faculdades deveriam fazer é
preparar para o mercado de trabalho, outra completamente diferente é dizer que
este deve ser o principal objetivo da faculdade. Portanto, não podemos chegar a
esta conclusão.
Resposta: A

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 79


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
46. ANPAD – 2014) “As instituições do Brasil não possuem disciplinas de
empregabilidade e construção de carreiras. O mínimo que elas deveriam fazer é
preparar o aluno para o mercado de trabalho. No mundo corporativo, à medida que
se cresce profissionalmente, as competências comportamentais são cada vez mais
importantes do que as técnicas, portanto, é sim papel da faculdade ensinar estes
temas”, disse em nota o diretor-executivo do IDCE, Fabrício Barbirato.
Fonte: http://classificados.folha.uol.com.br/empregos/2013/07/1304460-
novos-profissionais-tem-dificuldade-em-fazer-rede-de-contatos.shtml
Assinale a alternativa que, se verdadeira, aponta um problema no argumento
apresentado no texto.
a) se as competências comportamentais são desenvolvidas na pratica como
resultado natural do crescimento profissional, não cabe às universidades ensiná-las
na pós-graduação.
b) se a empregabilidade e construção de carreiras são temas importantes nas
organizações em geral, essas questões já estão sendo amplamente desenvolvidas
no próprio mercado de trabalho.
c) se as competências técnicas são o que de fato conta no inicio da carreira e elas
são ensinadas nas faculdades, o aluno já conta, sim, com algum preparo para o
mercado de trabalho.
d) se o conhecimento sobre competências comportamentais é importante para o
mercado de trabalho, já está aí um filão a ser explorado por empresas que prestam
serviço como o de coaching.
e) se todas as competências podem ser desenvolvidas nas universidades, resta
muito pouco a se crescer profissionalmente, o que basicamente estaria ligado a
anos de experiência no cargo.
RESOLUÇÃO:
a) se as competências comportamentais são desenvolvidas na pratica como
resultado natural do crescimento profissional, não cabe às universidades ensiná-las
na pós-graduação.
Ainda que as competências comportamentais possam ser desenvolvidas na
prática, nada impede que as universidades acelerem esse aprendizado através de
cursos de pós-graduação. Não temos um problema do argumento aqui.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 80


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) se a empregabilidade e construção de carreiras são temas importantes nas
organizações em geral, essas questões já estão sendo amplamente desenvolvidas
no próprio mercado de trabalho.
O fato das empresas procurarem desenvolver a empregabilidade e
construção de carreiras no próprio mercado de trabalho (por uma deficiência das
instituições de ensino) não significa que o correto seja deixar esse desenvolvimento
apenas para a vida profissional – talvez seja melhor desenvolvê-los ainda durante
os estudos, para que o egresso possa entrar no mercado de trabalho mais apto.
Não temos aqui um problema do argumento.

c) se as competências técnicas são o que de fato conta no inicio da carreira e elas


são ensinadas nas faculdades, o aluno já conta, sim, com algum preparo para o
mercado de trabalho.
Aqui temos um problema do argumento. Se o que importa no início da
carreira são as competências técnicas, e elas já estão sendo ensinadas nas
faculdades, é errado afirmar que as instituições do Brasil não possuem disciplinas
relacionadas com a empregabilidade. Este é o nosso gabarito.

d) se o conhecimento sobre competências comportamentais é importante para o


mercado de trabalho, já está aí um filão a ser explorado por empresas que prestam
serviço como o de coaching.
Ainda que esse nicho (desenvolvimento de competências comportamentais)
possa ser aproveitado pelos serviços de coaching, isto não invalida a tese de que as
faculdades deveriam se preocupar com isso.

e) se todas as competências podem ser desenvolvidas nas universidades, resta


muito pouco a se crescer profissionalmente, o que basicamente estaria ligado a
anos de experiência no cargo.
O fato de um aluno aprender muito (dos pontos de vista técnico e
comportamental) durante a faculdade, e depois não precisar aprender tanto esses
aspectos durante a vida profissional, não é algo necessariamente ruim. Não temos
um problema do argumento neste item.
Resposta: C

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 81


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
47. ANPAD – 2014) Considere os seguintes tipos de conhecimento.
Conhecimento procedimental: sinônimo de “saber como”. O indivíduo é capaz de
executar com propriedade com propriedade tarefas que lhe foram ensinadas na
prática ou que aprendeu com o tempo e a experiência.
Conhecimento declarativo: sinônimo de “saber o quê”. O indivíduo sabe em que
consiste a tarefa e é capaz de descrevê-la e explicá-la com propriedade.
Com base nesses conceitos e assumindo que houve êxito no processo ensino-
aprendizagem, assinale a alternativa correta.
a) um professor, ao passar um vídeo sobre como se comportar em uma entrevista
de emprego, está desenvolvendo nos alunos primordialmente o conhecimento
procedimental.
b) um professor, ao comentar os erros cometidos por candidatos a emprego, está
desenvolvendo nos alunos conhecimento procedimental e declarativo.
c) um aluno, ao final de uma disciplina sobre liderança, em que foram discutidos
diversos estudos de caso, terá desenvolvido conhecimento procedimental e
declarativo.
d) um aluno, ao final de uma disciplina de jogos de negócios que replica diversas
condições de mercado e o leva a tomar decisões, terá desenvolvido conhecimento
procedimental.
e) um aluno, ao final de uma disciplina de empregabilidade em que teoria e prática
foram ensinadas em proporções semelhantes, terá desenvolvido conhecimento
primordialmente declarativo.
RESOLUÇÃO:
a) um professor, ao passar um vídeo sobre como se comportar em uma entrevista
de emprego, está desenvolvendo nos alunos primordialmente o conhecimento
procedimental.
Podemos sintetizar o “conhecimento procedimental” com a palavra
EXECUTAR, e o “conhecimento declarativo” com a palavra DESCREVER. Assim,
se um aluno assiste um vídeo sobre como se comportar em uma entrevista de
emprego, ele estará mais apto a DESCREVER como deve ser esse comportamento,
e não necessariamente a EXECUTÁ-LO em uma situação prática de entrevista.
Logo, o que está sendo desenvolvido primordialmente é o conhecimento declarativo.
Item ERRADO.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 82


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) um professor, ao comentar os erros cometidos por candidatos a emprego, está
desenvolvendo nos alunos conhecimento procedimental e declarativo.
Veja que esses comentários do professor levam a um conhecimento teórico,
ou seja, os alunos serão capazes de descrever os erros, não necessáriamente
serão capazes de se portar bem em uma entrevista. Trata-se, portanto, de
conhecimento declarativo. Item ERRADO.

c) um aluno, ao final de uma disciplina sobre liderança, em que foram discutidos


diversos estudos de caso, terá desenvolvido conhecimento procedimental e
declarativo.
Na discussão de casos temos um estudo teórico, que leva ao conhecimento
declarativo primordialmente. ERRADO.

d) um aluno, ao final de uma disciplina de jogos de negócios que replica diversas


condições de mercado e o leva a tomar decisões, terá desenvolvido conhecimento
procedimental.
Veja que estamos diante de uma experiência prática, uma simulação, onde o
aluno é obrigado a viver as situações e tomar decisões. Estamos diante do
desenvolvimento de conhecimento relacionado à execução, isto é, procedimental.
Item CORRETO.

e) um aluno, ao final de uma disciplina de empregabilidade em que teoria e prática


foram ensinadas em proporções semelhantes, terá desenvolvido conhecimento
primordialmente declarativo.
Se tanto teoria (que leva ao conhecimento declarativo) como prática (que
leva ao conhecimento procedimental) foram trabalhados, não podemos dizer que foi
desenvolvido promordialmente o conhecimento declarativo. Item ERRADO.
Resposta: D

48. ANPAD – 2014) Linhaça: semente é um alimento funcional e ajuda a diminuir


riscos de doenças.
Pesquisas realizadas pela Universidade de Monash, na Austrália, comprovam que
pacientes que consumiram continuamente a semente tiveram reduzidos os sintomas
de menopausa, além da diminuição do colesterol alto e do peso. “A linhaça age em
nosso organismo como potente antioxidante e anti-inflamatório, prevenindo o

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 83


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
envelhecimento das células e aumentando a atividade imunológica do organismo
por ser rica em nutrientes que fortalecem o exercito de defesa do nosso corpo”,
afirma a nutricionista Dra. Andrezza Botelho da Silva.
Fonte: http://www.itodas.com.br/corpo-e-dieta/
Do texto se conclui que
a) a linhaça previne o envelhecimento das células.
b) a nutricionista citada mostra os benefícios da linhaça.
c) os sintomas da menopausa desaparecem com o consumo da linhaça.
d) as pesquisas apontam a linhaça como um alimento altamente saudável.
e) o consumo de linhaça deve ser contínuo para produzir os efeitos relatados.
RESOLUÇÃO:
a) a linhaça previne o envelhecimento das células.
Esta alternativa é simplesmente a repetição de um trecho de uma das
premissas (a nutricionista disse que a linhaça previne o envelhecimento das
células). Portanto, não se trata de uma conclusão do texto, mas de uma das
premissas, das informações apresentadas para a defesa da ideia.

b) a nutricionista citada mostra os benefícios da linhaça.


Isto é verdade, mas não se trata de uma conclusão do texto. Trata-se apenas
da constatação de que uma das premissas foi a fala da nutricionista a respeito dos
benefícios da linhaça.

c) os sintomas da menopausa desaparecem com o consumo da linhaça.


Errado, o texto fala em redução dos sintomas, e não desaparecimento.

d) as pesquisas apontam a linhaça como um alimento altamente saudável.


Aqui temos simplesmente um resumo da premissa: “Pesquisas realizadas
pela Universidade de Monash, na Austrália, comprovam que pacientes que
consumiram continuamente a semente tiveram reduzidos os sintomas de
menopausa, além da diminuição do colesterol alto e do peso”. Não se trata de uma
conclusão do texto.

e) o consumo de linhaça deve ser contínuo para produzir os efeitos relatados.


Analisando as premissas fornecidas a respeito dos benefícios da linhaça,
podemos notar que se trata de benefícios de longo prazo, relacionados com

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 84


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
envelhecimento, colesterol, peso, menopausa... Portanto, são benefícios que, para
serem alcançados, devem requerer um consumo contínuo da linhaça. Esta é uma
conclusão plausível para o argumento.
Resposta: E

49. ANPAD – 2014) Considere o seguinte fluxograma:

Uma análise do fluxograma revela:


a) quem toma cerveja bem gelada não precisa se preocupar.
b) não há motivos para te preocupares com algo se tu tomares uma cerveja.
c) eu te sugiro que tomar cerveja bem gelada agora resolve os teus problemas.
d) com ou sem um problema agora, eu te sugiro tomar uma cerveja bem gelada.
e) eu te sugiro que bebas agora porque não existe o que chamam de preocupação.
RESOLUÇÃO:
Observe no diagrama que todos os caminhos levam à mesma conclusão:
pegar uma cerveja. Em síntese, o que o diagrama nos diz é que, tendo problema ou
não (e sendo este problema solucionável ou não), a solução acaba sendo pegar
uma cerveja. Temos esta análise na alternativa D:
d) com ou sem um problema agora, eu te sugiro tomar uma cerveja bem gelada.
Observe que outras alternativas extrapolam o que foi esquematizado no
diagrama, chegando a conclusões que não podem ser tiradas diretamente dali.
Resposta: D

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 85


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
50. ANPAD – 2014) A legislação, no país Blá, versa:
“Somente poderão tirar carteira de motorista os cidadãos que
I. não tiverem experiência anterior de condução; e/ou
II. tiverem acesso a um veículo; e/ou
III. já tiverem operado veículos motorizados.”

Assinale a alternativa que apresenta uma interpretação correta da legislação.


a) os conectores “e/ou” não se aplicam se o conceito de “condução” for diferente do
conceito de “operar veículos”.
b) para que todas as condições se apliquem simultaneamente, é necessário que o
conceito de “condução“ seja diferente do conceito de “operar veículos”.
c) a adição do conector “e/ou” ao final das condições I e II permite que tirem carteira
de motorista os cidadãos que satisfaçam a pelo menos duas das condições.
d) a condição II é redundante, pois, para fazer a prova de direção, é preciso ter um
veículo a ser conduzido.
e) a condição I é contraditória, pois o ato de tirar carteira de motorista demanda que
seja feito um exame de direção, o que pode ser contado como experiência.
RESOLUÇÃO:
a) os conectores “e/ou” não se aplicam se o conceito de “condução” for diferente do
conceito de “operar veículos”.
Se “condução” for diferente de “operar veículos”, é possível existir uma
pessoa que nunca tiveram experiência de condução (preenchendo o requisito I) e já
operaram veículos motorizados (preenchendo o requisito III). Essas pessoas
poderiam estar aptas a tirar carteira de motorista. Da mesma forma, seria possível
existir pessoas que “nunca tiveram experiência de condução OU já operaram
veículos motorizados”, que também estariam aptas. Assim, o conectivo e/ou se
aplicaria perfeitamente. Portanto, este item não reflete uma interpretação correta da
legislação.

b) para que todas as condições se apliquem simultaneamente, é necessário que o


conceito de “condução“ seja diferente do conceito de “operar veículos”.
Caso “conduzir” e “operar veículos” seja a mesma coisa, não é possível que
uma pessoa preencha simultaneamente as condições I e III. Portanto, para que
essas condições possam ser preenchidas simultaneamente, é preciso que os

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 86


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
conceitos de “conduzir” e “operar veículos” sejam diferentes entre si. Assim seria
possível que uma pessoa nunca tenha conduzido (condição I) e, ao mesmo tempo,
já tenha operado veículo (condição III). Esta é uma interpretação correta da
legislação, sendo nosso gabarito.

c) a adição do conector “e/ou” ao final das condições I e II permite que tirem carteira
de motorista os cidadãos que satisfaçam a pelo menos duas das condições.
Como temos esse conectivo ligando as 3 condições entre si, poderíamos
resumir a legislação assim:
“Somente pode tirar carteira quem:
- não tiver conduzido OU tiver acesso a veículo OU já tiver operado veículo”

Estamos diante de uma disjunção, que para ser verdadeira exige que pelo
menos 1 condição seja satisfeita (seja V). Portanto, não é necessário satisfazer 2
condições. Esta não é uma interpretação correta da legislação.
Aproveite para observar que o e/ou significa, na prática, OU. Afinal, o “ou” é
mais abrangente que o “e”.

d) a condição II é redundante, pois, para fazer a prova de direção, é preciso ter um


veículo a ser conduzido.
Errado, não podemos cravar que é preciso possuir um veículo. Bastaria ter
acesso a um veículo emprestado, por exemplo, para fazer a prova. Não foi afirmado
que é preciso ser dono de veículo. Esta não é uma interpretação correta da
legislação.

e) a condição I é contraditória, pois o ato de tirar carteira de motorista demanda que


seja feito um exame de direção, o que pode ser contado como experiência.
Errado, pois não podemos afirmar que o simples ato de fazer o exame de
direção possa ser contado como experiência. Esta não é uma interpretação correta
da legislação.
Resposta: B

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 87


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
51. ANPAD – 2014) A legislação, no país Blá, versa:
“Somente poderão tirar carteira de motorista os cidadãos que
I. não tiverem experiência anterior de condução; e/ou
II. tiverem acesso a um veículo; e/ou
III. já tiverem operado veículos motorizados.”

Assinale a alternativa que apresenta uma argumentação com um problema similar


àquele encontrado na redação da legislação.
a) uma sociedade justa é aquela em que a desigualdade social é controlada pelo
governo por meio de ações afirmativas para redução da pobreza.
b) uma sociedade é explorada sempre que a mais valia prevalece e o proprietário
dos meios de produção faz uso abusivo da massa operária que vende a sua mão de
obra.
c) uma sociedade é considerada alfabetizada se a maioria dos seus integrantes for
capaz de ler e compreender o que lê.
d) uma sociedade é livre se, e somente se, a liberdade for maximizada em sua
plenitude e as pessoas forem legalmente obrigadas a tomar a responsabilidade das
suas ações.
e) uma sociedade desumana é aquela em que valores básicos não são respeitados
e os seus integrantes são tratados desumanamente.
RESOLUÇÃO:
Em primeiro lugar, é preciso compreender qual é o problema do argumento
do enunciado. Veja que neste argumento são enumeradas as condições para que
se possa tirar carteira, entretanto pelo menos 2 dessas condições são
aparentemente contraditórias, pois se uma pessoa não teve experiência anterior
com direção (preenchendo a condição I), ela certamente já operou veículos
motorizados (não preenchendo a condição III).
Das alternativas de resposta, repare que podemos esquematizar a letra D
assim:
“Somente é livre a sociedade que:
I. a liberdade for maximizada em sua plenitude
II. as pessoas forem legalmente obrigadas a tomar responsabilidade das
suas ações”

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 88


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Note que temos as condições consideradas necessárias para uma sociedade
ser livre. Entretanto, assim como no enunciado, essas condições são
aparentemente contraditórias. Afinal, se a liberdade for máxima (condição I), a ideia
é que possamos fazer o que quisermos sem nos preocupar com nada. Entretanto, a
condição II afirma que as pessoas devem tomar responsabilidade legal de suas
ações, o que provavelmente impede que desfrutem de 100% de liberdade (afinal,
dependendo do que você fizer, poderá ter consequências desagradáveis). Assim,
temos uma argumentação com o mesmo problema daquela do enunciado.
Nos demais argumentos, repare que não temos condições contraditórias
entre si, como ocorreu neste.
Resposta: D

52. ANPAD – 2014) Um teste realizado pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de
Medicina da USP demonstrou que motoristas com idade a partir de 60 anos têm ao
volante um tempo de reação 39,6% mais lento que o de jovens. No entanto, o
mesmo estudo mostrou que, apesar do tempo de reação maior, 97% dos
participantes do estudo não se envolveram em acidentes nos cinco anos anteriores
nem haviam sido multados no último ano. Já a taxa de jovens envolvidos em
acidentes foi dez vezes maior, e a porcentagem de jovens multados foi de 50%.
Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/reportagens/geral/folga-direcao-7381125.shtml (Texto
adaptado, incluindo alguns números fictícios)
Assinale a alternativa que, se verdadeira, não explica a aparente contradição do
texto.
a) há menos idosos do que jovens andando de carro.
b) os idosos em geral dirigem mais devagar que os jovens.
c) os idosos em geral dirigem com mais cautela que os jovens.
d) a maioria dos idosos pesquisados não dirigiu no último ano.
e) os idosos percorrem em geral percursos menores e dirigem com menos
frequência.
RESOLUÇÃO:
a) há menos idosos do que jovens andando de carro.
Note que os dados no enunciado são percentuais, isto é, eles independem
das quantidades de jovens ou idosos dirigindo. Se 97% dos idosos não se
envolveram em acidentes nem tomaram multas, não interessa saber se são 1000 ou

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 89


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
1000000 idosos. O fato é que a probabilidade de um idoso se envolver em acidentes
ou tomar multas é bem menor. Portanto, essa informação não explica a aparente
contradição. Este é o gabarito.

b) os idosos em geral dirigem mais devagar que os jovens.


Se os idosos dirigem mais devagar, isto pode compensar o fato de eles terem
um tempo de reação mais lento, fazendo com que eles ainda assim dirijam com
mais segurança e, portanto, envolvam-se em menos problemas. Temos uma
explicação plausível para a aparente contradição do enunciado.

c) os idosos em geral dirigem com mais cautela que os jovens.


Se os idosos dirigem com mais cautela, isto também pode compensar pelo
fato de o tempo de reação deles ser mais lento. Temos uma explicação plausível
para a aparente contradição do enunciado.

d) a maioria dos idosos pesquisados não dirigiu no último ano.


Se a maioria dos idosos não dirigiu no último ano, então é esperado que eles
tenham tido menos chance de se envolver em acidente ou tomar multa. Temos uma
explicação plausível para a aparente contradição do enunciado.

e) os idosos percorrem em geral percursos menores e dirigem com menos


frequência.
Se os idosos fazem percursos menores e em menor frequência, também é
esperado que eles tenham tido menos chance de se envolver em acidente ou tomar
multa. Temos uma explicação plausível para a aparente contradição do enunciado.
Resposta: A

53. ANPAD – 2014) Nenhum processo industrial é exato. Para garantir que uma
garrafa de 1 litro contenha pelo menos 1 litro, empresas como a Coca-Cola têm de
ajustar suas máquinas para exagerar um pouco na quantidade de bebida que
despejam em cada embalagem. Afinal, é impossível fazer uma sincronia perfeita
entre todas as variáveis envolvidas. De garrafa em garrafa, o desperdício
acumulado é grande. Empresas como a I. Systems prometem usar a inteligência
artificial para tornar processos como esse mais eficientes. Medindo constantemente

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 90


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
a quantidade de bebida em cada tanque, a velocidade da esteira e a temperatura do
líquido, softwares inteligentes podem ajustar perfeitamente a quantidade que sai das
torneiras.
Fonte: http//exame.abril.com.br/revista-exame/edições/1038/noticias/o-projeto-
escolhido?page=1(Texto adaptado)
Uma conclusão possível a partir do texto é:
a) nenhum processo industrial é exato.
b) algumas evoluções podem superar a imprecisão de alguns processos industriais.
c) hoje em dia são os softwares os responsáveis pela exatidão dos processos
industriais.
d) os processos industriais de grandes empresas como a Coca-Cola levam a
desperdício.
e) medir constantemente a quantidade de bebida em cada tanque é uma arma
contra o desperdício.
RESOLUÇÃO:
a) nenhum processo industrial é exato.
Esta é uma premissa do argumento, não podendo ser a sua conclusão.

b) algumas evoluções podem superar a imprecisão de alguns processos industriais.


Repare que foi dado um exemplo no texto onde a evolução (utilizando
inteligência artificial) deve permitir superar a imprecisão em um processo industrial
(quantidade de bebida em cada garrafa). Assim, a partir do exemplo fornecido, de
fato podemos concluir que algumas evoluções podem superar a imprecisão. Este é
nosso gabarito.

c) hoje em dia são os softwares os responsáveis pela exatidão dos processos


industriais.
Errado. Vimos no texto que uma das possibilidades de tornar o processo
mais exato é a utilização de softwares de inteligência artificial, mas não podemos
concluir que isto está disseminado pela indústria, ou seja, que outras indústrias não
estão utilizando outros mecanismos para garantir a exatidão de seus processos.

d) os processos industriais de grandes empresas como a Coca-Cola levam a


desperdício.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 91


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
No caso da Coca-Cola, o desperdício ocorre porque decidiu garantir que
todas as garrafas tivessem pelo menos 1 litro (e com isso ela sempre coloca um
pouco mais). Mas ela poderia ter decidido diferente, isto é, calibrado as máquinas
para colocar 1 litro (e não um pouco mais), de modo que na prática algumas
garrafas teriam um pouco mais de 1 litro e outras teriam um pouco menos. Neste
caso, talvez não houvesse desperdício, e sim economia (se em média as garrafas
ficassem com pouco menos de 1 litro). Além disso, processos produtivos de outras
empresas também não necessariamente precisam levar ao desperdício. Portanto,
não podemos chegar a esta conclusão.

e) medir constantemente a quantidade de bebida em cada tanque é uma arma


contra o desperdício.
Repare que a medida da quantidade de fato é útil, mas trata-se de apenas
uma variável dentre várias outras (medir a velocidade da esteira, a temperatura)
que, juntas, permitem a tomada de alguma ação no sentido de reduzir o desperdício
(ajustando a quantidade que sai das torneiras). Portanto, a simples medida da
quantidade de bebida não pode ser intitulada uma “arma contra o desperdício”.
Resposta: B

54. ANPAD – 2014) Nenhum processo industrial é exato. Para garantir que uma
garrafa de q litro contenha pelo menos 1 litro, empresas como a Coca-Cola têm de
ajustar suas máquinas para exagerar um pouco na quantidade de bebida que
despejam em cada embalagem. Afinal, é impossível fazer uma sincronia perfeita
entre todas as variáveis envolvidas. De garrafa em garrafa, o desperdício
acumulado é grande. Empresas como a I. Systems prometem usar a inteligência
artificial para tornar processos como esse mais eficientes. Medindo constantemente
a quantidade de bebida em cada tanque, a velocidade da esteira e a temperatura do
líquido, softwares inteligentes podem ajustar perfeitamente a quantidade que sai das
torneiras.
Fonte: http//exame.abril.com.br/revista-exame/edições/1038/noticias/o-projeto-
escolhido?page=1(Texto adaptado)
Um dos pressupostos do texto é:
a) precisão na fabricação não é o forte da Coca-Cola.
b) reduzir o desperdício é um interesse das empresas.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 92


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
c) as empresas estão dispostas a comprar softwares da I. Systems.
d) a Coca-Cola tem prejuízos na maioria das garrafas de seus produtos.
e) A velocidade da esteira interfere na quantidade de bebida que sai das máquinas.
RESOLUÇÃO:
Precisamos descobrir um pressuposto, isto é, uma premissa implícita que é
necessária para o perfeito entendimento do argumento. Vejamos as alternativas.
a) precisão na fabricação não é o forte da Coca-Cola.
Errado. Foi dito que nenhum processo industrial é exato, logo a Coca-Cola
não seria uma exceção.

b) reduzir o desperdício é um interesse das empresas.


Correto. Se a redução do desperdício não fosse do interesse das empresas,
não faria sentido o investimento em soluções para tornar os processos mais
eficientes e reduzir o desperdício. Logo, esta é uma noção implícita que precisamos
ter para compreender bem o argumento.

c) as empresas estão dispostas a comprar softwares da I. Systems.


Errado. Não é preciso que as empresas estejam (ou não) dispostas a
comprar softwares desta empresa para entendermos o que o argumento nos quer
passar, isto é, que algumas evoluções (como softwares) permitem superar a
imprecisão dos processo produtivos.

d) a Coca-Cola tem prejuízos na maioria das garrafas de seus produtos.


Errado. Se a Coca-Cola tivesse prejuízos na maioria das garrafas que ela
produz, os problemas a serem tratados seriam outros, bem mais relevantes que a
pequena imprecisão na quantidade de bebidas.

e) A velocidade da esteira interfere na quantidade de bebida que sai das máquinas.


Errado. O detalhe relativo ao ajuste da velocidade da esteira tem relação com
a solução utilizada pelo software, e não com a ideia geral de que imprecisões
podem ser corrigidas com evoluções tecnológicas.
Resposta: B

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 93


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
55. ANPAD – 2014) O governo anunciou o Start-up Brasil, um projeto para
incentivar o crescimento de empresas iniciantes na área de tecnologia da
informação. Ao todo, 100 delas devem ser selecionadas para receber cerca de
200.000 reais cada uma. São passos na direção correta. A melhor notícia é que no
Plano Inova, no lugar de uma dúzia de ministérios e agencias em que se devia
procurar pelo dinheiro disponível, agora o caminho único será a Financiadora de
Estudos e Projetos (Finep).
Fonte: http://cib.org.be/revistas/?ID=77457&data=20130403 (Texto adaptado)
Pode-se supor que a existência de um caminho único de financiamento é positiva
porque
a) facilita principalmente a vida de médias e pequenas empresas, que não têm
estruturas dedicadas para mexer nessa burocracia.
b) o sistema anterior envolvia diversas instituições financiadoras, o que facilitava a
corrupção e o desvio de dinheiro
c) as agencias e os ministérios não davam conta da demanda, pois tinham de
cumprir outras obrigações de ordem política.
d) nunca existiu um sistema dessa natureza no país e inovações são vistas como
possíveis estímulos aos investimentos.
e) o governo negava anteriormente importâncias elevadas, de cerca de 200.000
reais, a empresas start-ups.
RESOLUÇÃO:
a) facilita principalmente a vida de médias e pequenas empresas, que não têm
estruturas dedicadas para mexer nessa burocracia.
Ao invés de procurar vários ministérios e agências, será possível procurar um
único lugar (Finep) para obter o dinheiro. Essa simplificação no processo
certamente beneficia empresas médias e pequenas. Assim, é plausível ser este o
benefício do caminho único de financiamento.

b) o sistema anterior envolvia diversas instituições financiadoras, o que facilitava a


corrupção e o desvio de dinheiro
Veja que esta alternativa apela para o senso comum do brasileiro, que
normalmente associa instituições públicas a corrupção e desvio de dinheiro.
Entretanto, trata-se de um “salto” em relação às informações disponibilizadas. A
alternativa anterior aponta um aspecto mais direto.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 94


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
c) as agencias e os ministérios não davam conta da demanda, pois tinham de
cumprir outras obrigações de ordem política.
Não temos elementos para supor que as agências e ministérios anteriores
não davam conta da demanda, muito menos para dizer que isto se devia a
obrigações de ordem política. Como eram mais agências e ministérios do que
agora, talvez eles até tivessem estrutura para dar conta da demanda, o mais
provável é que o problema estivesse relacionado com a burocracia de procurar
vários órgãos para resolver um problema.

d) nunca existiu um sistema dessa natureza no país e inovações são vistas como
possíveis estímulos aos investimentos.
Não temos elementos para supor que nunca houve um sistema assim no
país. E, ainda que nunca tenha havido, isto não tem relação direta com um possível
benefício do caminho único de financiamento (em comparação com a necessidade
de lidar com várias agências e ministérios).

e) o governo negava anteriormente importâncias elevadas, de cerca de 200.000


reais, a empresas start-ups.
Não temos elementos para esta suposição. Não sabemos se o governo
negava benefícios desta ordem às start-ups. E não há relação direta entre isto e o
benefício gerado pelo caminho único.
Resposta: A

56. ANPAD – 2014) O conceito inicial de doença estava relacionado a fenômenos


sobrenaturais. Acreditava-se que, para se alcançar a saúde – ou a harmonia perfeita
do corpo –, seria necessário considerar as estações do ano. Séculos depois, a
doença foi considerada como consequência das alterações ambientais. Em um
momento não muito distante da história, essa concepção foi suplantada pela teoria
de que a doença era causada pela produção de gases, que geravam disfunções
orgânicas produzidas por cheiros de coisas estragadas e podres. Nesse período, o
melhor guia para se livrar das doenças era por meio da limpeza, pela busca de
ambientes isentos de odores.
A conclusão do texto acima é que
a) a compreensão do que era doença nos séculos passados é marcada pela falta de
cientificidade para comprovação de teorias.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 95


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) o conceito de doença adotado nos séculos passados não permitia adotar práticas
que realmente levassem à saúde das pessoas.
c) o entendimento sobre o que é saúde e doença se constrói historicamente e sofreu
transformações através dos tempos.
d) a percepção do que é saúde está associada à percepção do que é doença, tendo
implicações para a sociedade contemporânea.
e) o sobrenatural foi uma ideia comum às sociedades passadas, o que explica o fato
de associarem o sobrenatural à saúde das pessoas.
RESOLUÇÃO:
a) a compreensão do que era doença nos séculos passados é marcada pela falta de
cientificidade para comprovação de teorias.
Veja que essa alternativa apela para o nosso senso comum, ao afirmar que a
compreensão de doença era marcada pela falta de cientificidade. Ainda que isto
seja verdade, não se trata de uma conclusão que possa ser tirada do texto
fornecido.

b) o conceito de doença adotado nos séculos passados não permitia adotar práticas
que realmente levassem à saúde das pessoas.
Talvez até seja verdade que os conceitos incorretos de doença pudessem
prejudar a obtenção de soluções, mas isto não é uma decorrência direta do texto.
Até porque, eventualmente, mesmo com julgamentos errados fosse possível chegar
em soluções para doenças. Para exemplificar, no caso de doenças relacionadas
com sujeira (como alergias), deixar a pessoa em um ambiente limpo (como se
acreditava antigamente, segundo o texto) poderia eventualmente resolver o
problema.

c) o entendimento sobre o que é saúde e doença se constrói historicamente e sofreu


transformações através dos tempos.
O texto nos mostra o conceito de saúde e doença em 3 períodos da história.
Podemos perceber que este conceito foi se transformando ao longo do tempo.
Portanto, de fato esta é uma conclusão plausível para o texto fornecido.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 96


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
d) a percepção do que é saúde está associada à percepção do que é doença, tendo
implicações para a sociedade contemporânea.
Ainda que você concorde que a percepção de saúde está relacionada com a
de doença, o texto não apresenta elementos que permitam inferir implicações para a
sociedade contemporânea. Não temos uma conclusão adequada ao argumento.

e) o sobrenatural foi uma ideia comum às sociedades passadas, o que explica o fato
de associarem o sobrenatural à saúde das pessoas.
A informação desta alternativa simplesmente tenta explicar a informação
relativa a um dos exemplos citados no texto (quando se fala do conceito inicial de
doença). Não se trata de uma conclusão que possa ser extraída do texto.
Resposta: C

57. ANPAD – 2014) É sabido que, em regiões altas da costa mediterrânea, há


localidades em que a expectativa média de vida de homens e mulheres supera em
vários anos a média da população em geral. Acrescente-se que os anos a mais
geralmente são vividos com mais saúde e qualidade de vida do que em outros
lugares. Analisando minuciosamente a situação, descobriu-se que a dieta alimentar
desses povos contempla consumo de azeite de oliva e vinho tinto em concentrações
atípicas. Também se constatou que as pessoas continuam exercendo atividades
laborais até idades provectas.
A partir do texto acima, pode-se afirmar com certeza:
a) a altitude costuma ser fator determinante para a longevidade humana.
b) mesmo pesquisando, não será possível determinar com certeza as causas.
c) alimentação, altitude e trabalho constante impactam a expectativa de vida.
d) o consumo de azeite de oliva e vinho tinto, sabidamente, encompridam a vida.
e) as causas diretas da longevidade dessas pessoas ainda carecem de
determinação.
RESOLUÇÃO:
Repare que o texto nos mostra que pessoas de determinado local (regiões
altas da costa mediterrânea) vivem mais tempo e com mais saúde do que a média
geral, e também mostra algumas características que diferenciam esse grupo da
média da população: maior consumo de vinho, azeite e atividades laborais até a
velhice. Vejamos as alternativas.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 97


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
a) a altitude costuma ser fator determinante para a longevidade humana.
Não temos elementos para concluir com certeza esse fator, afinal existem
outras regiões altas no mundo e não foi dito nada a respeito delas.

b) mesmo pesquisando, não será possível determinar com certeza as causas.


Errado. Pesquisando essa questão a fundo, talvez os cientistas possam
determinar com certeza as causas dessa diferença de longevidade. Não podemos
simplesmente afirmar que, mesmo pesquisando, eles não serão capazes de explicar
com certeza as causas.

c) alimentação, altitude e trabalho constante impactam a expectativa de vida.


Errado. Pode se tratar de uma mera coincidência. Talvez a explicação para a
maior longevidade seja outra que nem foi citada no texto (ex.: algo relacionado com
os hábitos de práticas esportivas desta população).

d) o consumo de azeite de oliva e vinho tinto, sabidamente, encompridam a vida.


Errado. Não temos elementos para afirmar com certeza. É possível que seja
somente uma coincidência, como mencionei anteriormente.

e) as causas diretas da longevidade dessas pessoas ainda carecem de


determinação.
Correto. De fato as causas da longevidade desta população ainda precisam
ser melhor estudadas para serem determinadas. Apenas com as informações
fornecidas no texto é impossível afirmar com certeza quais são as causas.
Resposta: E

58. ANPAD – 2014) Seja dado um teste de raciocínio lógico segundo o qual 9 + 8 =
117 e 8 + 5 = 313. Com base nesses dois resultados, diz-se que 5 +2 = 307. Nessas
condições, em que o sinal “+” cumpre um propósito distinto daquele normalmente
encontrado na matemática, tem-se um raciocínio
a) dedutivo e indutivo, com premissas e conclusões falsas.
b) indutivo, com premissas corretas, mas conclusão falsa.
c) dedutivo, com premissas corretas, mas conclusão falsa.
d) dedutivo, com premissas e conclusão que podem ser corretas.
e) indutivo, com premissas corretas, mas conclusão que pode ser falsa.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 98


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
RESOLUÇÃO:
Veja que 117 começa com um 1, que é o resultado de 9 – 8, e termina com
17, que é o resultado da soma convencional 9 + 8.
Da mesma forma, veja que 313 começa com 3, que é o resultado de 8 – 5, e
termina com 13, que é o resultado da soma convencional 8 + 5.
Note ainda que 307 começa com 3, que é o resultado de 5 – 2, e termina com
07, que é o resultado da soma convencional 5 + 2.
Repare que a lógica é a mesma nos 3 cálculos. O que nós fizemos foi aplicar
a analogia. Afinal, o argumento apresenta dois exemplos (9+8 e 8+5) e, com base
neles, estende a conclusão para outro exemplo de maneira analógica. Trata-se,
portanto, de um raciocínio INDUTIVO. Ficamos entre as opções:
b) indutivo, com premissas corretas, mas conclusão falsa.
e) indutivo, com premissas corretas, mas conclusão que pode ser falsa.

Aqui você precisa lembrar que, em uma argumentação indutiva (em especial
no caso da analogia), não podemos cravar com 100% de certeza que a conclusão é
verdadeira. Afinal, embora eu tenha encontrado a “lógica” que descrevi acima entre
as expressões matemáticas, ela pode não ser a única possibilidade existente.
Assim, o fato de que 9 + 8 = 117 e 8 + 5 = 313 não implica necessariamente que 5 +
2 = 307 (embora seja provável que isto seja a verdade). Portanto, a conclusão pode
ser falsa, mesmo as premissas sendo assumidas como corretas.
Resposta: E

59. ANPAD – 2014) Há quem diga que, embora já exista tecnologia, motores que
dispensam qualquer combustível não aparecerão tão cedo em veículos de produção
em linha. Citam-se o magnetismo e o ar comprimido como soluções por excelência,
mais ainda do que a energia elétrica. A causa maior da não entrega dessas
tecnologias ao mercado, alega-se, seria o poder econômico dos grandes produtores
mundiais de combustíveis fósseis, que interferem comprando patentes e as
engavetando ou impedindo os pesquisadores e empreendedores envolvidos o
acesso a capital ou equipamentos necessários para o desenvolvimento da inovação.
A partir da leitura do texto acima, pode-se concluir:
a) esses veículos baseados nas novas tecnologias certamente seriam sucesso de
vendas.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 99


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) as novas tecnologias só serão viáveis comercialmente quando o petróleo acabar.
c) as novas tecnologias mencionadas despertam algum interesse junto ao mercado.
d) a intervenção do governo seria suficiente para inverter esse tipo de sabotagem.
e) resistência inicial pela concorrência é comum entre novas tecnologias.
RESOLUÇÃO:
a) esses veículos baseados nas novas tecnologias certamente seriam sucesso de
vendas.
Errado. Não foram apresentados elementos que nos permitam inferir qual
seria a atratividade dos consumidores por esses produtos (se eles seriam um
sucesso de vendas ou não).

b) as novas tecnologias só serão viáveis comercialmente quando o petróleo acabar.


Errado. É possível que essas tecnologias sejam viáveis comercialmente
antes, ainda que haja um “obstáculo” a ser vencido que são os interesses dos
grandes produtores de combustíveis fosseis. Não podemos chegar à conclusão
explicitada nesta alternativa.

c) as novas tecnologias mencionadas despertam algum interesse junto ao mercado.


Correto. Podemos ver que essas novas tecnologias despertam interesse no
mercado. Tanto é que patentes vem sendo desenvolvidas (embora os grandes
produtores mundiais de combustíveis fósseis depois as comprem e “engavetem”), e
empreendedores vem demonstrando interesse no assunto (embora novamente os
grandes produtores de combustíveis fósseis atrapalhem, impedindo acesso a capital
ou equipamentos necessários).

d) a intervenção do governo seria suficiente para inverter esse tipo de sabotagem.


Errado. É possível que a intervenção do governo pudesse vencer o interesse
dos grupos de produtores de combustíveis fósseis, mas não temos elementos no
texto para afirmar que eles seriam capazes de inverter esse tipo de sabotagem.

e) resistência inicial pela concorrência é comum entre novas tecnologias.


Temos uma afirmação que apela para o senso comum. Por mais que essa
resistência possa ser comum entre novas tecnologias, não temos elementos no
texto que apontem neste sentido.
Resposta: C

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 100


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
60. ANPAD – 2014) Em uma propaganda, lê-se o nome do modelo de um veículo
seguido de “Agora com câmbio automático de oito marchas. A força da inteligência”.
Um leitor que não conhece o veículo, ao ler essa propaganda, pode inferir
corretamente que existia um modelo anterior que
a) vinha com apenas sete marchas.
b) era automático, mas tinha menos de oito marchas.
c) era idêntico ao atual, tendo como única exceção o câmbio.
d) ou não tinha câmbio automático, ou tinha mais ou menos de oito marchas.
e) não tinha câmbio automático, mas tinha exatamente oito marchas como o atual.
RESOLUÇÃO:
a) vinha com apenas sete marchas.
Errado. “Agora com 8 marchas” permite compreender que antes não eram 8
marchas, mas podiam ser 7, 6, 5, ..., ou mesmo mais (9, 10, ...).

b) era automático, mas tinha menos de oito marchas.


Errado. Talvez anteriormente fosse um câmbio manual de 9 marchas, e
agora passou a ser um câmbio automático de 8. Embora meio absurda, nada
impede que esta hipótese seja a realidade.

c) era idêntico ao atual, tendo como única exceção o câmbio.


Errado. Pode ser que existam várias diferenças entre o modelo atual e
anterior, mas a propaganda quis ressaltar apenas uma delas.

d) ou não tinha câmbio automático, ou tinha mais ou menos de oito marchas.


Correto. Ao dizer “agora com câmbio automático de 8 marchas”, podemos
concluir que esta NÃO era a realidade do veículo anterior. Portanto, ou este modelo
anterior não tinha câmbio automático, ou tinha número diferente de marchas.
Repare que essa alternativa usou um “ou exclusivo”, embora a rigor isso não fosse
necessário, pois poderíamos ter um modelo anterior que nem tinha câmbio
automático E nem tinha câmbio automático. Assim, seria mais correto usar uma
disjunção simples, dizendo que o modelo anterior “não tinha câmbio automático OU
tinha um número diferente de marchas”.

e) não tinha câmbio automático, mas tinha exatamente oito marchas como o atual.
Errado. Talvez o modelo anterior tivesse câmbio automático, mas com
número diferente de marchas.
Resposta: D

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 101


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
61. ANPAD – 2014) Nesta segunda década do século XXI, o Brasil possui um setor
cervejeiro dos mais competitivos do mundo.
A partir do trecho acima, pode-se afirmar:
a) o Brasil não expandiu; os estrangeiros é que retraíram.
b) o Brasil possui uma das maiores cervejeiras do mundo.
c) o setor de cerveja é historicamente competitivo no Brasil.
d) indiscutivelmente, é a Ambev que confere tal título ao Brasil.
e) a produção de cerveja é uma atividade de destaque do Brasil.
RESOLUÇÃO:
a) o Brasil não expandiu; os estrangeiros é que retraíram.
Errado. Não temos elementos para afirmar que o Brasil não expandiu, e nem
que os estrangeiros retraíram. Pode ser (por exemplo) que o Brasil tenha expandido
e os estrangeiros também, mas o crescimento do Brasil tenha sido maior.

b) o Brasil possui uma das maiores cervejeiras do mundo.


Errado. Essa alternativa apela para o senso comum, pois todos sabemos da
Ambev. Mas no texto não temos elementos para dizer que o Brasil tenha uma das
maiores cervejeiras. Talvez o Brasil possua um grande número de cervejeiras
médias bastante eficientes, mas a maior seja em outro país. Isto não impediria de
afirmar que o setor cervejeiro daqui é um dos mais competitivos do mundo.

c) o setor de cerveja é historicamente competitivo no Brasil.


Errado. Não podemos afirmar nada sobre o passado com base nos
elementos do texto, assim não podemos dizer que esse setor é historicamente
competitivo. Mais uma alternativa que apela ao senso comum.

d) indiscutivelmente, é a Ambev que confere tal título ao Brasil.


Errado. Novamente, um apelo ao senso comum, que foge dos elementos
fornecidos pelo texto.

e) a produção de cerveja é uma atividade de destaque do Brasil.


Correto. Afinal, se for verdade que o Brasil possui um setor cervejeiro dos
mais competitivos do mundo, é provável que esta seja uma atividade de destaque
no país.
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 102


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
62. ANPAD – 2014) Um pecuarista produz gado de corte de excelência genética, o
chamado puro de origem, ou PO. Dados históricos dão conta de que a produção
desse gado é muito rentável, mais do que a do puro por cruza, considerado
geneticamente inferior. Porém, ao “colocar as contas no papel”, o pecuarista
constatou que, quanto mais caro ele vendia os animais, menos lucro ele tinha.
Qual das seguintes alternativas não solucionaria a aparente contradição?
a) quanto mais caro o gado, mais facilidades o comprador exige – por exemplo,
transporte e garantias.
b) para vender gado muito caro, o produtor precisa expô-lo em feiras e leilões cada
vez mais distantes e dispendiosos.
c) pela qualidade e preço, o produtor vende seu gado somente em moeda
estrangeira, e isso está afetando os lucros.
d) o produtor tem dificuldades em contabilizar os seus custos de produção, o que
faz com que ele atribua preços irreais.
e) quanto mais caros os animais, menos clientes dispostos a comprar aparecem;
vendendo menos, o preço não paga os custos.
RESOLUÇÃO:
a) quanto mais caro o gado, mais facilidades o comprador exige – por exemplo,
transporte e garantias.
A contradição vista no texto do enunciado consiste no fato de que, quanto
mais caro o pecuarista vende os animais, menos lucro ele tem (seria esperado mais
lucro).
Analisando essa alternativa, vemos uma explicação plausível para a
contradição: para vender o gado mais caro, o pecuarista incorre em maiores custos
devido às facilidades exigidas pelo comprador, o que acaba por reduzir o lucro.

b) para vender gado muito caro, o produtor precisa expô-lo em feiras e leilões cada
vez mais distantes e dispendiosos.
Novamente temos uma explicação plausível para a contradição, visto que a
exposição em feiras e leilões pode elevar os custos e, portanto, reduzir o lucro.

c) pela qualidade e preço, o produtor vende seu gado somente em moeda


estrangeira, e isso está afetando os lucros.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 103


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
O mero fato de vender o gado em moeda estrangeira não é um fator de
redução de lucros. Seria preciso complementar essa alternativa, dizendo algo como
“e a troca da moeda estrangeira para reais implica em custos adicionais elevados”,
para termos uma explicação razoável para a aparente contradição do texto.

d) o produtor tem dificuldades em contabilizar os seus custos de produção, o que


faz com que ele atribua preços irreais.
A atribuição de preços irreais (muito mais altos ou muito mais baixos do que
o esperado) podem levar à redução nos lucros. No caso de preços muito mais altos,
a queda nas vendas pode ser muito acentuada, o que reduz o lucro. No caso de
preços muito mais baixos, pode-se chegar a uma situação onde os preços não
cobrem os custos.
Repare que esse problema de contabilização dos custos não ocorre apenas
para a venda de gado mais caro. Isso pode ocorrer mesmo para quem trabalha com
gado mais simples e barato. Entretanto, é preciso fazer uma análise comparativa, e
a princípio essa alternativa explica melhor a contradição do que a anterior.

e) quanto mais caros os animais, menos clientes dispostos a comprar aparecem;


vendendo menos, o preço não paga os custos.
Temos uma explicação plausível: ao vender gado mais caro, aparecem
menos clientes, e com isso o volume de vendas não é suficiente para cobrir os
custos de produção.
Resposta: C

63. ANPAD – 2014) Já há pelo menos duas décadas, especialistas em construir


cenários considerando as chamadas megatendências indicam que muitas das
guerras entre nações na segunda metade do século acontecerão por causa das
fontes de água doce do planeta. Observando o cenário atual no Brasil, a
credibilidade dessa previsão aumenta. O primeiro e o terceiro Estados mais
populosos do país ensaiaram entrar em conflito por causa da água da bacia do Rio
Paraíba do Sul, paulista de origem, mas principal fonte de abastecimento de água
do Estado do Rio de Janeiro. O ano de 2014 foi atípico em relação aos índices
pluviométricos na Região Sudeste, e os reservatórios que sustentam o consumo da

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 104


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
capital e de boa parte do território paulista atingiram os níveis mais baixos da
historia, e continuam baixando.
Leia as afirmações a seguir à luz do texto acima.
I. Com as novas fontes de hidrocarbonetos, como o pré-sal no Brasil e o xisto
betuminoso nos EUA, há uma grande probabilidade de que a era do
petróleo se estenda até o fim deste século e de que a energia seja causa
de guerras tanto quanto a água doce.
II. A conclusão de que a situação brasileira reforça aquela previsão é falaciosa,
pois a previsão trata de questões internacionais, enquanto o exemplo trata
de desentendimento entre dois Estados da federação brasileira.
III. Se considerarmos o adjetivo “atípico”, entendemos que o ano foi “fora do
normal”. Então, podemos contar que nos anos vindouros a normalidade
prevalecerá e a situação dos reservatórios voltará aos níveis normais.
IV. O texto não trata de projeções climáticas; então, não é possível saber, a
partir dele, se as guerras previstas ocorrerão por diminuição das fontes de
água doce ou pelo aumento do consumo derivado da superpopulação do
planeta, por exemplo.
São afirmações plausíveis a partir da leitura do texto:
a) I e III, apenas.
b) II e IV, apenas.
c) III e IV, apenas.
d) I, II e III, apenas.
e) I, II, III e IV.
RESOLUÇÃO:
Vejamos quais afirmações são plausíveis a partir das informações presentes
no texto do enunciado.
I. Com as novas fontes de hidrocarbonetos, como o pré-sal no Brasil e o xisto
betuminoso nos EUA, há uma grande probabilidade de que a era do
petróleo se estenda até o fim deste século e de que a energia seja causa
de guerras tanto quanto a água doce.
Note que o surgimento de novas fontes de hidrocarbonetos faz reduzir as
tensões relativas à escassez de energia. Isso reduz a probabilidade de guerras por
este motivo (ao contrário do que ocorre com a água doce). Portanto, não estamos
diante de uma afirmação plausível.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 105


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
II. A conclusão de que a situação brasileira reforça aquela previsão é falaciosa,
pois a previsão trata de questões internacionais, enquanto o exemplo trata
de desentendimento entre dois Estados da federação brasileira.

De fato o texto se apóia em uma análise mais geral, global, e a aplica a um


caso particular (entre 2 estados brasileiros). É aceitável (plausível) entender isto
como uma possível falácia da divisão, que consiste em atribuir uma característica de
uma coletividade a um indivíduo em particular.

III. Se considerarmos o adjetivo “atípico”, entendemos que o ano foi “fora do


normal”. Então, podemos contar que nos anos vindouros a normalidade
prevalecerá e a situação dos reservatórios voltará aos níveis normais.

O fato de 2014 ter sido um ano atípico permite concluir apenas que ele foi
diferente em relação aos anos anteriores, mas não permite contar (ter relativa
segurança) que os próximos anos retornarão à normalidade. Ainda que isto possa
ser considerado mais provável, não é possível ter este nível de segurança. Não
estamos diante de uma afirmação plausível.

IV. O texto não trata de projeções climáticas; então, não é possível saber, a
partir dele, se as guerras previstas ocorrerão por diminuição das fontes de
água doce ou pelo aumento do consumo derivado da superpopulação do
planeta, por exemplo.

Embora o texto fale que as guerras ocorrerão por conta da água doce, ele
não afirma que isto ocorrerá pelo fato da diminuição das fontes de água ou por
outros motivos (como o aumento de consumo). Assim, não é possível saber qual
será o motivo das guerras em torno da água doce. Esta é uma afirmação plausível.
Resposta: B

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 106


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
64. ANPAD – 2014)
Uma doença fabricada
[...] Diante do dramático aumento dos casos de diagnóstico de TDAH (um aumento
de cerca de 400 vezes entre 1989 e 2001), os pesquisadores são agora unânimes:
o TDAH [Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade] é estampado –
precipitadamente – como espada de Dâmocles para a vivacidade das crianças. Os
meninos caem com mais frequência na armadilha. Tudo deve estar em ordem para
o cartel farmacêutico.
(Disponível em: http://portugalmundial.com/2013/07/ritalina-o-monstro-da-infancia/#.
Acesso em: 25 abr. 2014. Adaptado.)
Sejam feitas as seguintes afirmações sobre esse texto.
I. É falacioso concluir que o TDAH é uma doença fabricada apenas em razão
do aumento de casos de diagnóstico.
II. Se os meninos caem com mais frequência na “armadilha”, é porque se trata
de uma doença ligada ao sexo.
III. Assumindo as premissas do texto como verdadeiras, o TDAH é uma doença
que serve aos propósitos das empresas farmacêuticas.

É (São) incorreta(s):
a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) III, apenas.
d) I e II, apenas.
e) II e III, apenas.
RESOLUÇÃO:
Vejamos cada afirmação:
I. É falacioso concluir que o TDAH é uma doença fabricada apenas em razão
do aumento de casos de diagnóstico.

De fato o texto defende que a TDAH é uma doença fabricada, e a única


informação que suporta essa conclusão é o fato de que houve um crescimento
muito alto no número de diagnósticos. Trata-se de um argumento bastante frágil,
que pode ser facilmente desconstruído com informações adicionais. Portanto, temos
uma falácia.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 107


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
II. Se os meninos caem com mais frequência na “armadilha”, é porque se trata
de uma doença ligada ao sexo.
Não é correto afirmar que a TDAH é uma doença ligada ao sexo apenas
porque mais meninos são diagnosticados. É até possível que isso seja verdade,
mas como o próprio texto levanta dúvida sobre a veracidade desses diagnósticos,
pode ser que os meninos não tenham tanto assim essa doença, mas sim que os
diagnósticos estejam errados.

III. Assumindo as premissas do texto como verdadeiras, o TDAH é uma doença


que serve aos propósitos das empresas farmacêuticas.
Se for verdade que o número de diagnósticos tem crescido tanto, é bem
provável que isto seja interessante para as indústrias farmacêuticas, que terão um
público maior para os medicamentos que desenvolverem.
Resposta: B

65. ANPAD – 2014) “Quando eu vi há alguns anos a mãe de um garoto vizinho


chorando, eu perguntei a ela o que estava acontecendo. Ela respondeu que a
instrutora do jardim de infância havia lhe participado que seu filho tinha TDAH, a
assim chamada Síndrome de Zappelphilipp, e que a criança teria que tomar o forte
remédio Ritalina. Afinal, o garoto era hiperativo. Eu fiquei pasma, pois, a meu ver,
isso era inimaginável; o menino não tinha um comportamento alterado, nem era
hiperativo, mas sim deixava uma impressão saudável de grande vivacidade. Como a
instrutora do jardim de infância sabia exatamente qual era o problema, eu perguntei
à mulher, pois ela não era nem psicóloga nem médica. A minha vizinha respondeu
que a instrutora havia participado de um curso noturno exatamente sobre este
tema.”
Sejam feitas as seguintes afirmações sobre esse texto.
I. Há um apelo à autoridade, ou à falta dela, para indicar a potencial
incapacidade da instrutora do jardim de infância em determinar a doença
da criança.
II. A autora do texto pode estar tirando uma conclusão verdadeira em cima de
premissas falsas ou insuficientes a respeito do filho da vizinha.
III. O TDAH é uma doença exclusiva de hiperativos, fácil de ser diagnosticada
por instrutores de jardins de infância.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 108


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
É (São) correta(s):
a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) III, apenas.
d) I e II, apenas.
e) II e III, apenas.
RESOLUÇÃO:
Vejamos cada afirmação:
I. Há um apelo à autoridade, ou à falta dela, para indicar a potencial
incapacidade da instrutora do jardim de infância em determinar a doença
da criança.

Veja que a autora do texto duvidou da exatidão do diagnóstico feito pela


instrutora, por ela não ser psicóloga nem médica. Assim, temos um caso de “apelo
contra o homem”, que é um apelo à “falta de autoridade” de alguém. Correto.

II. A autora do texto pode estar tirando uma conclusão verdadeira em cima de
premissas falsas ou insuficientes a respeito do filho da vizinha.

Observe que autora está tendendo a considerar que o diagnóstico está


errado, isto é, que a criança não tem a doença. Entretanto, ela está duvidando com
base em premissas insuficientes, em especial:
- o fato da instrutora não ser médica e nem psicóloga
- a impressão dela de que o menino é saudável

Assim, este item tem uma afirmação correta.

III. O TDAH é uma doença exclusiva de hiperativos, fácil de ser diagnosticada


por instrutores de jardins de infância.

Não temos elementos no texto para concluir que essa doença é exclusiva de
hiperativos, e nem para julgar a dificuldade ou facilidade de diagnóstico por pessoas
leigas (fora da área médica e da psicologia).
Resposta: D

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 109


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
66. CESPE – TCU – 2015) Julgue os itens:
( ) A superstição segundo a qual passar debaixo de escada traz azar ilustra uma
relação equivocada entre uma causa e um efeito.
( ) A pergunta complexa: “Você deixou de roubar dinheiro de seus pais?” se baseia
na pressuposição de que o interlocutor a quem essa pergunta se dirige não rouba
mais dinheiro de seus pais.
( ) A seguinte situação é um exemplo de apelo popular: “Dentro do metrô, um rapaz
começa a pedir ajuda aos demais passageiros para pagar sua passagem de volta
para casa. Sua justificativa para essa atitude é o fato de ter sido assaltado e não ter
um centavo”.
( ) Adotando-se o processo de inferência do tipo indutivo, usado em ciências
experimentais, parte-se do particular para o geral, ou seja, a partir da observação de
casos particulares, chega-se a uma conclusão que os transcende.
( ) Não estão explicitamente declaradas duas premissas do argumento que embasa
a seguinte afirmação: “A empresa Z não respeita seus funcionários porque não lhes
paga em dia”.
RESOLUÇÃO:
( ) A superstição segundo a qual passar debaixo de escada traz azar ilustra uma
relação equivocada entre uma causa e um efeito.
CERTO, pois de fato nessa superstição associa-se a causa “passar debaixo
da escada” com o efeito “ter azar”. Tratamos bastante sobre como identificar
relações de causa e efeito em nosso curso, e um dos aspectos que é preciso
observar é a ausência de explicações alternativas. Portanto, se em um determinado
dia você passou debaixo de uma escada e também bateu o seu carro ou perdeu o
emprego, é preciso verificar se esse ‘azar’ tem uma explicação alternativa (sua
desatenção no volante ou o seu mal relacionamento com o chefe, por exemplo).

( ) A pergunta complexa: “Você deixou de roubar dinheiro de seus pais?” se baseia


na pressuposição de que o interlocutor a quem essa pergunta se dirige não rouba
mais dinheiro de seus pais.
ERRADO, pois a pressuposição aqui é de que o interlocutor roubava dinheiro
dos pais anteriormente. É por isso que se pergunta se ele “deixou de roubar”. Sem
essa pressuposição, a pergunta deveria ser simplesmente “você rouba dinheiro de
seus pais?”.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 110


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
( ) A seguinte situação é um exemplo de apelo popular: “Dentro do metrô, um rapaz
começa a pedir ajuda aos demais passageiros para pagar sua passagem de volta
para casa. Sua justificativa para essa atitude é o fato de ter sido assaltado e não ter
um centavo”.
ERRADO, trata-se de um apelo à piedade. O apelo popular consiste no uso
de expressões vagas, como “elite”, “neoliberalismo”, “capitalistas”, etc., que
costumam ter uma conotação negativa para o público em geral (embora não
necessariamente sejam coisas ruins).

( ) Adotando-se o processo de inferência do tipo indutivo, usado em ciências


experimentais, parte-se do particular para o geral, ou seja, a partir da observação de
casos particulares, chega-se a uma conclusão que os transcende.
CERTO, a indução consiste justamente na observação de vários casos
particulares que leva a uma conclusão que extrapola aqueles casos. Ao observar
várias pessoas que tomaram determinado suco de frutas e reparar que grande parte
delas teve menos incidência de certa doença, podemos usar um processo de
inferência indutiva para concluir que aquele suco deve ter algum componente que
eleva a resistência à doença. Veja que as conclusões do raciocínio indutivo não
gozam de 100% de certeza, como ocorre na argumentação dedutiva, mas ainda
assim possuem boa probabilidade de estarem corretas.

( ) Não estão explicitamente declaradas duas premissas do argumento que embasa


a seguinte afirmação: “A empresa Z não respeita seus funcionários porque não lhes
paga em dia”.
O argumento aqui é:
Premissa: A empresa Z não paga seus funcionários em dia
Conclusão: A empresa Z não respeita seus funcionários
Veja que é preciso aceitarmos uma premissa implícita (de que o não
pagamento de funcionários é um sinal de desrespeito) para pularmos da premissa
fornecida para a conclusão do argumento. Como só é preciso aceitarmos 1
premissa implícita (não explicitamente declarada), o item está ERRADO.
Resposta: CEECE
***************************
Fim de aula. Até o próximo encontro!
Saudações, Prof. Arthur Lima (www.facebook.com/ProfessorArthurLima)

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 111


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
3. LISTA DAS QUESTÕES APRESENTADAS NA AULA
1. GMAT) Tulu, uma planta ornamental popular, não se reproduz naturalmente, e só
é criada e vendida por empresas de horticultura especializadas. Infelizmente, a Tulu
é facilmente devastada por um contagioso fungo. O ministro do governo planeja
tranquilizar os compradores da Tulu obrigando todas as plantas a serem testadas
para detecção do fungo antes de serem vendidas. Entretanto, plantas infectadas
com menos de 30 semanas de idade geralmente não possuem quantidade de
fungos suficiente para ser detectada confiavelmente. E várias plantas Tulu são
vendidas com menos de 24 semanas de idade.
Qual das seguintes ações, se levada a cabo pelo ministro do governo, poderia
logicamente resolver o problema do plano de testar as plantas?
a) Liberar um anúncio público dizendo que plantas Tulu com menos de 30 meses de
idade não podem ser efetivamente testadas para detecção de fungos.
b) Requerer que todas as plantas Tulu com menos de 30 semanas sejam marcadas
com uma etiqueta.
c) Pesquisar possíveis formas de testar as plantas Tulu com menos de 24 semanas
quanto à presença de fungos.
d) Assegurar que as plantas Tulu não sejam vendidas antes de 30 semanas de
idade.
e) Colocar em isolamento todas as plantas Tulu de empresas de horticultura nas
quais um caso de contaminação por fungo tenha sido detectado até que todas as
plantas possam ser testadas.

2. GMAT) De acordo com uma previsão de futuro publicada em 1940, a eletricidade


iria revolucionar a agricultura. Eletrodos seriam inseridos no solo, e a corrente
elétrica entre eles mataria insetos e ervas daninhas, e faria a plantação crescer mais
forte.
Qual das seguintes opções, se verdadeira, mais indica que a lógica dessa previsão
acima é falha?
a) Para que os fazendeiros evitem choque elétrico durante o trabalho nos campos, a
corrente deve ser desligada nestes momentos, sem reduzir os efeitos pretendidos

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 112


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Se o plano proposto de uso da eletricidade no campo fosse colocado em prática,
fazendeiros iriam economizar na compra de produtos químicos que atualmente são
misturados ao solo
c) Não é correto considerar que o uso da eletricidade é sempre benéfico
d) Como ervas daninhas também são plantas, a eletricidade as afeta da mesma
forma que afeta as plantas cultivadas
e) Como as máquinas de plantio não poderiam entrar em contato com os eletrodos,
novos componentes para as máquinas precisariam ser projetados

3. FGV – CEAG/SP – 2012) Uma companhia fabril localizada no Estado de Santa


Catarina precisa decidir sobre a automatização de processos produtivos. Enquanto
a adoção de novas tecnologias acarretará demissão de dezenas de funcionários e
pressão dos sindicatos de trabalhadores, a companhia acredita que, com a medida,
poderá diminuir em 50% o custo unitário de produção de roupões, um de seus itens
mais comercializados. As consequências positivas, decorrentes da possibilidade de
redução de preços, seriam ganho de mercado e aumento dos lucros.
Qual das afirmações seguintes, se verdadeira, proveria maior suporte à adoção das
novas tecnologias por essa empresa?
A) A demanda pelos roupões dessa empresa é extremamente sensível a variações
de preços, havendo grande incremento na quantidade demandada, em função de
leves decréscimos no preço de venda.
B) A pressão dos sindicatos de trabalhadores deverá ganhar projeção municipal,
ferindo a imagem da empresa.
C) Se os funcionários percebem que a adoção de novas tecnologias pode causar
demissões, passam a ser menos produtivos, como forma de prejudicar a percepção
de que as novas tecnologias aumentam a produtividade.
D) Em outra empresa do ramo que se modernizou, os sindicatos de trabalhadores
que lá atuavam nada de concreto fizeram para frear as demissões.
E) A proporção de custos fixos é baixa, se comparada à proporção de custos
variáveis na produção dos roupões.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 113


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
4. GMAT) A quantidade de tempo que as habilidades ocupacionais levam para
ficarem obsoletas tem reduzido devido à introdução de tecnologias avançadas de
fabricação. Dada a velocidade com que essas tecnologias estão atualmente sendo
introduzidas nas linhas de fábrica, as habilidades antigas dos trabalhadores se
tornam obsoletas e novas habilidades são requeridas, em média, a cada 5 anos.

Qual dos seguintes planos, se factível, permitiria uma empresa se preparar mais
efetivamente para a rápida obsolescência de habilidades descrita acima?
a) A empresa desenvolver um programa para oferecer, a empregados selecionados,
um treinamento 6 anos após a contratação
b) A empresa aumentar os seus investimentos em tecnologia a cada ano, por um
período de pelo menos 5 anos
c) A empresa periodicamente entrevistar seus empregados para determinar como a
introdução de tecnologias tem os afetado
d) Antes de introduzir essas tecnologias, a empresa instituir um programa
educacional para informar seus empregados das prováveis consequências dessa
introdução
e) A empresa assegurar a oferta aos seus empregados de todo o treinamento
necessário para o desempenho de suas atividades

5. GMAT) Enquanto várias pessoas acham que a manipulação genética de vegetais


tem por objetivo desenvolver variedades cada vez maiores dessas plantas, alguns
produtores concentram-se em descobrir ou produzir variedades anãs, que tem
pouco mais da metade do tamanho das espécies normais.
Qual das seguintes afirmativas, se verdadeira, mais ajuda a explicar a estratégia
dos produtores mencionados acima?
a) Variedades de plantas usadas para alimentação por alguns são usadas para
ornamentação por outros
b) Os preços de um vegetal caem quando a oferta aumenta
c) Vegetais antes produzidos exclusivamente para consumo humano agora são
frequentemente usados para alimentação animal
d) Plantas pequenas são menos vulneravéis a ventos fortes e chuvas torrenciais
e) Nações com setor industrial desenvolvido tendem a consumir mais grãos
processados

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 114


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
6. GMAT) O Conselho da cidade de Traverton quer reduzir as despesas anuais do
município com as lâmpadas dos semáforos, e para tanto está avaliando a
substituição das lâmpadas incandescentes atualmente utilizadas por diodos
emissores de luz (LEDs), a medida que as lâmpadas forem queimando. Em
comparação com as lâmpadas incandescentes, as de LED consomem
significativemente menos energia e seu custo de aquisição não é maior. Além disso,
os custos associados à conversão da fiação existente para a utilização de LED
seriam desprezíveis.
Qual das seguintes informações seria mais útil para determinar se a alteração para
lâmpadas de LED levaria a uma redução dos custos anuais de manutenção de
Traverton?
a) Se o tempo de vida útil das lâmpadas de LED é pelo menos igual ao das
lâmpadas incandescentes utilizadas atualmente
b) Se alguma cidade mudou de lâmpadas incandescentes nos semáforos para
outros elementos de iluminação, que não lâmpadas de LED
c) Se a empresa da qual Traverton compra lâmpadas incandescentes para os
semáforos também vende lâmpadas de LED
d) Se o Conselho da cidade de Traverton planeja aumentar o número de semáforos
no munícipio
e) Se as equipes que atualmente fazem a substituição das lâmpadas
incandescentes nos semáforos de Traverton sabem como converter a fiação
existente para que esta aceite lâmpadas de LED

7. GMAT) Um certo fabricante de automovéis pretende aumentar sua participação


no mercado dando grandes descontos nos preços de seus veículos, nos próximos
meses. Os descontos vão reduzir os lucros, mas como eles serão altamente
divulgados, o fabricante espera atrair possíveis compradores de carros dos
fabricantes rivais. No longo prazo, o fabricante imagina que clientes inicialmente
atraídos pelos descontos se tornem clientes fiéis.
Para avaliar as chances deste plano atingir o seu objetivo, seria mais útil saber qual
das seguintes informações?
a) Se os concorrentes deste fabricante reagirão oferecendo grandes descontos em
seus produtos

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 115


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Se as campanhas publicitárias serão criadas pela atual agência de propaganda
do fabricante
c) Se alguns dos modelos deste fabricante terão mais desconto do que outros
d) Se o fabricante será capaz de cortar custos suficientemente para manter as
margens de lucro mesmo quando os descontos estiverem sendo praticados
e) Se uma estratégia alternativa permitiria o fabricante aumentar sua lucratividade
enquanto mantém ou reduz sua participação no mercado

8. GMAT) Em Washington, a audiência dos cinemas é tal que os operadores de


cinemas auferem lucros modestos. O tamanho da população do munícipio é estavél
e não se espera que aumente muito. Ainda assim, existem investidores interessados
em dobrar o número de salas de cinema no munícipio nos próximos 5 anos, e estão
prevendo lucratividade sólida para eles e para os atuais operadores de cinema.
Qual das seguintes afirmativas, se verdadeira sobre Washington, mais ajuda a
justificar a previsão dos investidores?
a) Ao longo dos próximos 10 anos, a proporção de pessoas na adolescência,
principal faixa etária que frequenta cinemas, crescerá rapidamente em relação à
população do munícipio
b) Ao contrário dos cinemas atuais, a maioria dos cinemas sendo planejados serão
localizados na área central, visando estimular a revitalização econômica desta área
c) O gasto na compra de vídeos, assim como o gasto na locação de vídeos, tem
aumentado discretamente a cada ano nos últimos 10 anos
d) O número médio de salas por cinema é menor nos cinemas atuais do que nos
cinemas sendo planejados
e) A venda de lanches e bebidas em cinemas tem participado de maneira crescente
nos lucros dos operadores de cinema

9. GMAT) Uma redução de 10% no número de voos programados no aeroporto de


Greentown permitirá que os atrasos, atualmente tão comuns, sejam reduzidos. A
pista de pouso de Hevelia, a 60 km de distância, seria, se modernizada e
expandida, uma alternativa interessante para 20% dos passageiros que utilizam o
aeroporto de Greentown. Apesar disso, especialistas rejeitam a afirmação de que
tornar o aeroporto de Hevelia operacional acabaria com os atrasos crônicos em
Greentown.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 116


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Qual das seguintes afirmações, se verdadeira, mais ajuda a justificar a posição dos
especialistas?
a) Transformar Hevelia em um aeroporto operacional iria requerer não apenas
construções no aeroporto, mas também de novas vias de acesso
b) Um segundo aeroporto pouco desenvolvido, próximo ao de Greentown, seria uma
alternativa mais interessante para vários passageiros que hoje utlizam Greentown
c) O aeroporto de Hevelia se encontra numa região relativamente subdesenvolvida,
mas, caso se torne um aeroporto operacional, será um chamariz para o
desenvolvimento comercial e residencial
d) Se um avião precisa esperar para pousar um gasto extra de combustível é
necessário, aumentando significativamente o custo das companhias aéreas
e) Algumas companhias aéreas usam Greentown como um aeroporto central, de
modo que a maioria dos voos pousando em Greentown tem vários passageiros que
pegam outros voos para chegarem em seus destinos finais

10. GMAT) Plano: preocupado com a situação ecônomica dos idosos, o governo de
Runagia decidiu dois anos atrás aumentar em 20% a pensão governamental paga
aos residentes em Runagia com 65 anos de idade ou mais.
Resultado: vários idosos de Runagia não estão em melhor situação econômica do
que estavam antes do aumento.
Informação adicional: a taxa anual de inflação desde que a pensão aumentou foi
menor que 5%, e a pensão tem sido paga corretamente aos idosos de Runagia.
Com base na informação adicional, qual das seguintes afirmações, se verdadeira,
mais ajuda a explicar o resultado obtido com a implementação do plano?
a) A maioria dos idosos cuja situação econômica não melhorou dependem
integralmente da pensão do governo
b) O sistema bancário de Runagia é tão ineficiente que o tempo para depositar o
cheque da pensão pode ser de até 3 semanas
c) O preço dos bens e serviços que atendem as necessidade da maioria dos idosos
aumentou a uma taxa bem mais alta que a inflação
d) O aumento da pensão ocorreu em um momento no qual o número de cidadãos
de Runagia, com 65 anos ou mais, que viviam abaixo da linha de pobreza, estava
em seu valor mais alto

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 117


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) O último aumento na pensão foi apenas o segundo aumento dado nos últimos 10
anos

11. GMAT) O Ruffe, uma espécie de peixe introduzida por acaso nos Grandes
Lagos dos EUA nos últimos anos, se alimenta de ovos de um peixe branco, uma
espécie nativa, ameaçando assim o ecossistema natural do lago. Para ajudar a
acompanhar a proliferação do Ruffe, agências do governo produziram panfletos
sobre esse peixe. Os panfletos contém imagens do Ruffe e explicam o perigo que
ele gera. Os cartões também solicitam que os pescadores informem a captura de
qualquer Ruffe.
Qual das seguintes afirmativas, se verdadeira, mais fortaleceria a previsão de que a
ação das agências atingirá o objetivo pretendido?
a) O Ruffe tem uma barbatana espinhosa que o torna uma presa pouco atrativa
b) O Ruffe normalmente se alimenta a noite, mas a maioria das pescas esportivas
nos Grandes Lagos é feita durante o dia
c) A maioria das pessoas que pescam por esporte nos Grandes Lagos se
interessam pela preservação do peixe branco, porque este é um peixe altamente
apreciado
d) O Ruffe é uma das várias espécies não nativas nos Grandes Lagos cuja a
existência ameaça a sobrevivência das populações de peixe branco
e) A isca que a maioria das pessoas usa para pescar o peixe branco nos Grandes
Lagos não atrai o Ruffe

12. GMAT) Qual das seguintes opções completa o argumento abaixo mais
logicamente?
Apesar do número de satélites artificiais orbitando a Terra ser pequeno quando
comparado ao número de pequenos detritos em órbita, os grandes satélites causam
mais interferência nas observações feitas através de telescópio, devido à forte
reflexão que eles produzem. Como vários desses grandes satélites deixaram de
funcionar, recentemente foi feita uma proposta para eliminar a interferência destes
satélites inoperantes, explodindo-os no espaço. Essa proposta, entretanto, é mal
concebida, uma vez que...
a) Vários satélites inoperantes permanecem em órbita por anos

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 118


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Para satélites que param de funcionar, o conserto em órbita seria extremamente
caro
c) Não há exemplos previamente conhecidos de satélites que foram explodidos por
este motivo
d) A única forma de fazer observações telescópicas sem a interferência de detritos
em órbita é utilizar telescópios lançados para órbitas extremamente elevadas ao
redor da Terra
e) Uma grande elevação do número de pequenas partículas na órbita da Terra
resultaria em uma manta refletiva que tornaria certas observações telescópicas
impossíveis

13. GMAT) A Trancorp atualmente transporta todos as suas mercadorias para a ilha
Burland de caminhão. A única ponte sobre o canal que separa Burland do
continente é congestionada, e os caminhões normalmente gastam horas para
atravessá-la. Trens podem chegar ao canal mais rápido do que os caminhões, e os
vagões podem ser transportados para Burland através de balsas que normalmente
atravessam o canal em uma hora. Assim, para reduzir o tempo de embarque, a
Trancorp planeja mudar para trens e balsas o transporte de mercadorias para
Burland.
Qual das seguintes informações seria mais relevante para determinar se o plano da
Trancorp, se implementado, tem boa chance de atingir seu objetivo?
a) Se o transporte de trem e balsa seria significativamente mais barato do que o
transporte de caminhão
b) Se existem barcos que podem fazer a viagem entre o continente e Burland mais
rápido que as balsas
c) Se o processo de carregamento dos vagões nas balsas consome muito tempo
d) Se o número médio de veículos que atravessam a ponte para Burland tem se
mantido relativamente constante nos últimos anos
e) Se a maioria dos caminhões transportando bens para Burland retornam para o
continente vazios

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 119


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
14. FGV – CEAGSP – 2012) Cientistas dizem ter encontrado uma associação entre
a sociabilidade de um indivíduo e o tamanho de sua amígdala - pequena estrutura
de forma amendoada encontrada no cérebro, e não o órgão na garganta. "Sabemos
que primatas que vivem em grupos sociais maiores têm uma amígdala maior,
mesmo quando se leva em conta o tamanho total do cérebro e do corpo", disse Lisa
Feldman Barrett, que chefiou o estudo. "Consideramos uma única espécie de
primata - a humana - e descobrimos que o volume da amígdala se correlacionou
positivamente com o tamanho e complexidade de redes sociais em humanos
adultos." Os pesquisadores também analisaram outras estruturas subcorticais
dentro do cérebro e não encontraram evidências de um relacionamento similar entre
essas estruturas e a vida social de humanos. Também não foram encontradas
associações entre o volume da amígdala e outras variáveis sociais na vida de
humanos - como índices de satisfação social, por exemplo.
Estudo associa estrutura do cérebro a sociabilidade. O Estado de S. Paulo, 27 de dezembro
de 2010 (Adaptado).
A partir do texto acima, é correto afirmar que:
A) Existe associação entre várias estruturas subcorticais e a sociabilidade dos
indivíduos.
B) A complexidade da rede social dos humanos adultos está relacionada com o
tamanho de uma pequena estrutura de forma amendoada no cérebro.
C) A única espécie de primatas para a qual existe uma associação entre o tamanho
da amígdala e a vida social é a espécie humana.
D) A satisfação social depende do tamanho da amígdala.
E) Indivíduos com corpo e cérebro maiores possuem uma vida social mais rica.

15. FGV – CEAGSP – 2012) Qual a quantidade de lentilhas necessária para


erradicar a polimielite? A pergunta pode parecer absurda. Certamente, melhor seria
ampliar o acesso a vacinas baratas e eficazes. Mas, em 2003, uma instituição
beneficente que atua na Índia rural pôs essa percepção geral à prova. Como Abhijit
Banerjee e Esther Duflo explicam, "mesmo com serviços de imunização de alta
qualidade disponíveis, oito entre cada dez crianças continuavam sem imunização”.
Então, os dois economistas convenceram a instituição a experimentar maneiras
diferentes de levar os pais a concluir o tratamento de seus filhos. De longe, a mais
eficiente foi a distribuição gratuita de 1 kg de daal [lentilhas secas]. O incentivo

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 120


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
aumentou a aceitação plena da imunização em sete vezes. Os resultados deste tipo
de trabalho são fascinantes. Ao perceber, por exemplo, a carência extrema de
professores na Índia rural, Esther criou um esquema para prover salas de aulas de
câmeras. A remuneração foi associada à frequência com que o professor conseguia
produzir uma foto com sua classe, no fim do dia.
James Crabtree. Uma porção de lentilhas pode fazer grande diferença. Financial
Times reproduzido no Valor Econômico (Adaptado).
A partir do texto acima, é correto afirmar que:
A) Os alunos da Índia rural ficam até o final da aula porque gostam de sair em fotos
grupais.
B) As lentilhas potenciam o efeito da vacina, fazendo com que esta consiga
proteger as crianças contra a poliomielite.
C) Contrariando as opiniões estabelecidas, experiências recentes na Índia rural
demonstram que comer lentilhas secas é uma forma melhor de prevenir a
poliomielite do que as vacinas utilizadas até agora.
D) No texto, o uso apresentado das lentilhas secas e das câmeras de fotos são
exemplos de um tipo de trabalho que pode parecer um tanto absurdo e ter
resultados fascinantes.
E) Com o novo programa de incentivo à vacinação, sete de cada dez crianças são
imunizadas contra a poliomielite.

16. FGV - CEAG/SP - 2010) Em ano eleitoral, é comum políticos promoverem


comícios, e um dos principais motivos da organização desses eventos é a crença de
que haverá repercussão positiva de sua imagem perante grupos de eleitores.
Considerando que o político P optou por não realizar comícios, podemos concluir
que:
a) O político P não se preocupa com a repercussão positiva de sua imagem.
b) O político P não se preocupa com grupos de eleitores.
c) Talvez o político P não se preocupe com a repercussão positiva de sua imagem.
d) O político P não se preocupa nem com a repercussão positiva de sua imagem,
nem com grupos de eleitores.
e) O político P preocupa-se com a repercussão positiva de sua imagem, mas acha
conveniente adotar outras estratégias para atingir os grupos de eleitores.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 121


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
17. FGV - CEAG/SP - 2010) Chegar a uma decisão sobre qualquer assunto e
resolver qualquer conflito não é possível sem que o homem elimine, primeiro, todas
as decisões que não correspondam aos seus valores e à sua personalidade. Assim,
restam poucas soluções possíveis, e escolher a correta é relativamente simples.
Uma pessoa que não esteja bem integrada, que não siga um padrão de valores
consistente, não pode avaliar corretamente um amplo número de opções que vão
contra seus valores e interesses, não podendo, portanto, reduzir o problema a
dimensões que lhe permitam resolvê-lo. Tal pessoa sente-se esmagada por
qualquer nova necessidade de tomar decisão. Por estranho que pareça, quando
uma pessoa se vê diante de muitas possibilidades igualmente atraentes, é
teoricamente uma manifestação de liberdade escolher uma delas; mas,
psicologicamente, ela não o experimenta dessa forma. Fica, antes, vagamente
insatisfeita. Por outro lado, saber definitivamente que não se quer isso ou aquilo, e
aí selecionar outra coisa melhor e mais apropriada para si, é uma experiência
gratificante. Ainda que implique fazer uma escolha efetiva inferior, isso deixa o
indivíduo com uma sensação de realização e bem-estar.
Bruno Bettelheim, O coração informado, 1985. Adaptado.

Com base no conteúdo do texto apresentado, é correto afirmar que:


a) É mais fácil resolver um conflito quando existem diversas possibilidades
igualmente atraentes, embora, nestas situações, o indivíduo fique insatisfeito.
b) Variáveis de natureza psicológica não ajudam os indivíduos a tomar decisões.
c) Experimentar sensações de realização e bem-estar implica fazer uma escolha
efetiva inferior.
d) Se um indivíduo não consegue chegar a uma decisão sobre qualquer assunto, é
porque não existe solução que corresponda aos seus valores e à sua
personalidade.
e) Para que um indivíduo possa chegar a uma decisão sobre qualquer assunto e
resolver qualquer conflito, é condição necessária a existência de uma solução que
corresponda aos seus valores e à sua personalidade.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 122


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
18. FGV - CEAG/SP - 2010) O poder de coerção é, em si mesmo, ilegítimo. O
melhor governo não possui mais direito a ele que o pior. É tão ou mais nocivo
quando exercido em conformidade com a opinião pública do que quando em
oposição a ela. Se todos os homens menos um partilhassem a mesma opinião, e
apenas uma única pessoa fosse de opinião contrária, a humanidade não teria mais
legitimidade em silenciar essa única pessoa do que ela, se poder tivesse, em
silenciar a humanidade. Fosse uma opinião a posse pessoal de valor apenas para o
dono, se o impedimento ao gozo dela constituísse simples ofensa privada, não faria
diferença se a ofensa fosse infligida apenas a poucas ou a muitas pessoas. Mas o
que há de particularmente mau em silenciar a expressão de uma opinião é o roubo
à raça humana – à posteridade, bem como à geração existente, mais aos que
discordam de tal opinião do que aos que a mantêm. Se a opinião é correta, privam-
nos da oportunidade de trocar o erro pela verdade; se errada, perdem, o que
importa em benefício quase tão grande, a percepção mais clara da verdade,
produzida por sua colisão com o erro.
É preciso considerar essas duas hipóteses separadamente, porque a cada uma
delas corresponde uma ramificação distinta da argumentação. Nunca podemos ter
certeza de que seja falsa a opinião a qual tentamos sufocar; e, se tivéssemos
certeza, sufocá-la seria, ainda assim, um mal.
John Stuart Mill, A Liberdade / Utilitarismo (séc. XIX). Adaptado.
Com base no texto acima, podemos afirmar que:
a) Aos governos, cabe exercer o poder de coerção apenas quando amparados por
verdades absolutas.
b) A exemplo da condenação do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, o
poder de coerção, quando utilizado pela justiça, representa os interesses da
sociedade.
c) As duas hipóteses a que se refere o texto dizem respeito a tipos de erros que
podem ser cometidos ao silenciar a expressão de uma opinião.
d) Como nunca representará os interesses de uma sociedade, o poder de coerção
não deve existir.
e) Por ser ilegítimo, o poder de coerção não deve existir.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 123


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
O texto seguinte serve de base para as duas próximas questões.
Nos anos 1970, um professor de psicologia de Harvard tinha um estranho aluno de
meia-idade em sua classe. Depois das primeiras aulas, ele se aproximou do
professor para explicar por que se matriculara naquele curso. Em minha experiência
de ensino, embora eu tenha tido alguns alunos educados que se aproximaram para
explicar por que estavam largando o meu curso, nunca vi alunos com necessidade
de explicar por que se matricularam. Por isso me sinto à vontade para presumir que,
se questionados, eles responderiam: “Porque somos fascinados pela disciplina, e o
senhor é um ótimo professor”. Mas o estudante em questão tinha outros motivos.
Ele disse que precisava de ajuda, porque coisas estranhas estavam acontecendo
com ele: sua mulher falava as palavras em que ele estava pensando logo antes que
ele pudesse dizê-las, e ela agora havia pedido o divórcio; um colega fizera um
comentário casual sobre cortes de pessoal, e dois dias depois ele perdera o
emprego. Com o tempo, afirmou, passara por dezenas de situações de má sorte,
que considerava serem coincidências perturbadoras. A princípio, ficou confuso com
a situação. Depois, como a maioria de nós faria, formou um modelo mental para
reconciliar os fatos com suas crenças sobre o comportamento do mundo. A teoria
que engendrou, no entanto, era muito diferente do que ditaria o senso comum: ele
estava sendo usado como cobaia de um experimento científico complexo e secreto.
Acreditava que o experimento era executado por um grande grupo de
conspiradores, liderado pelo famoso psicólogo B. F. Skinner. Também acreditava
que, quando o experimento estivesse concluído, ele ficaria famoso e talvez fosse
eleito a um alto cargo público. Esse, afirmou, era o motivo pelo qual se matriculara.
Leonard Mlodinow, O andar do bêbado, 2008. Adaptado.

19. FGV - CEAG/SP – 2010) De acordo com o texto acima, podemos afirmar que o
aluno a que se refere o texto
a) sofria de alucinações.
b) estava prestes a assumir um cargo público.
c) estava participando de um experimento conduzido por B. F. Skinner.
d) não gostava do professor, mas mesmo assim se matriculara na disciplina.
e) possuía uma maneira pouco usual de interpretar situações de seu cotidiano.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 124


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
20. FGV - CEAG/SP – 2010) De acordo com o texto, é correto dizer que:
a) Os alunos que se matriculam em uma disciplina podem ser educados.
b) Se um aluno se matricula em uma disciplina, é porque é fascinado por ela.
c) Se um aluno abandona um curso, ou não gostou do professor, ou não gostou da
disciplina.
d) Se um aluno abandona um curso, é porque não gostou do professor, nem da
disciplina.
e) Os alunos que abandonam um curso são educados.

O texto seguinte serve de base para as duas próximas questões.


Mas, como o ouro e a prata são de pouca utilidade para a vida humana em
comparação com alimentos, vestuário e transporte, tendo valor somente pelo
consenso dos homens, é evidente que os homens concordaram com a posse
desigual e desproporcionada da terra, tendo descoberto, mediante consentimento
tácito e voluntário, a maneira de um homem possuir licitamente mais terra do que
aquela cujo produto pode utilizar, recebendo em troca, pelo excesso, ouro e prata
que podem guardar sem causar dano a terceiros, uma vez que estes metais não se
deterioram nem se estragam nas mãos de quem os possui. Os homens tornaram
praticável semelhante partilha em desigualdade de posses particulares fora dos
limites da sociedade e sem precisar de pacto, atribuindo valor ao ouro e à prata, e
concordando tacitamente com respeito ao uso do dinheiro; porque, nos governos, as
leis regulam o direito de propriedade, e constituições positivas determinam a posse
da terra.
J. Locke (séc. XVII). Adaptado.
21. FGV - CEAG/SP - 2010) Com base no texto acima, podemos afirmar que:
a) O ouro e a prata não possuem valor, pois são de pouca utilidade para a vida
humana.
b) Ouro e prata são mais importantes à vida humana, em sociedade, do que
alimentos, vestuário e transporte.
c) Um homem pode possuir mais prata e ouro que outro, assim como pode possuir
mais terra; no entanto, no que diz respeito a alimentos, vestuário e transporte, todos
deveriam possuir direitos iguais.
d) Propriedades físicas da prata e do ouro associadas a acordos partilhados pelos
homens permitem a esses metais serem utilizados como moeda de troca.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 125


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) Nas sociedades em que leis regulam o direito de propriedade, a prata e o ouro
não possuem mais valor que alimentos, vestuário e transporte.

22. FGV - CEAG/SP - 2010) O sentido de “tácito” (palavra destacada em negrito no


texto) é mais próximo de:
a) complexo.
b) clandestino.
c) abstruso.
d) implícito.
e) explícito.

23. FGV - CEAG/SP - 2010) Em 1958, R. A. Fisher publicou um artigo intitulado


“Cigarros, câncer e estatística” na Centennial Review, e dois artigos na Nature,
intitulados “Câncer de pulmão e cigarros?” e “Câncer e fumar”. Depois, reuniu esses
textos, mais um extenso prefácio, em um panfleto intitulado “Fumar: a controvérsia
sobre o câncer. Algumas tentativas de avaliar as evidências”. Nesses artigos, Fisher
insistia que a evidência usada para mostrar que fumar causava câncer de pulmão
era cheia de imperfeições. Fisher não falava sozinho em suas críticas aos estudos
sobre a relação entre o fumo e câncer naquela época. Joseph Berkson, estatístico
chefe da Clínica Mayo e líder entre os bioestatísticos norteamericanos, também
questionava os resultados. Jerzy Neyman levantara objeções ao raciocínio utilizado
nos estudos que associavam câncer de pulmão ao hábito de fumar. Fisher era o
mais contundente em suas críticas. Enquanto as evidências se acumulavam nos
anos seguintes – e tanto Berkson quanto Neyman se mostravam satisfeitos com a
prova da correlação –, Fisher permanecia inflexível, acusando alguns dos principais
pesquisadores de manipular seus dados, o que se tornou um embaraço para muitos
estatísticos. Naquele tempo, as companhias de cigarro negavam a validade dos
estudos, mostrando que eram apenas “correlações estatísticas”, não havendo
provas de que os cigarros causavam câncer de pulmão.
David Salsburg, Uma senhora toma chá..., 2009. Adaptado.
De acordo com o texto, é correto afirmar que:
a) A crítica de R. A. Fisher aos estudos sobre ato de fumar e câncer de pulmão
consistia na ausência de prova válida e contundente acerca da relação entre o
hábito e a doença.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 126


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) Revistas de prestígio, como Nature e Centennial Review, conseguiam obter lucro
financeiro ao publicar artigos que causariam polêmica e teriam ampla circulação.
c) Provavelmente, R. A. Fisher estava sendo financiado pelas companhias de
cigarro para atacar estudos que afirmavam ser o ato de fumar um dos causadores
do câncer de pulmão.
d) Para que o ato de fumar possa ser estabelecido como agente causador do câncer
de pulmão, é necessário e suficiente que sejam obtidas correlações estatísticas; no
entanto, tais correlações não foram descobertas.
e) Apenas com o apoio da indústria do tabaco é que R. A. Fisher poderia ter
publicado seus artigos em revistas de prestígio como a Nature e a Centennial
Review.

24. FGV - CEAG/SP - 2010) Participaram de um estudo 900 pessoas amantes de


cinema. Cada indivíduo dessa amostra deveria avaliar 50 filmes selecionados,
atribuindo a cada um deles uma nota que refletisse sua preferência pessoal. A
análise dos dados revelou que a preferência por filmes de origem estrangeira era
maior entre jovens adultos do sexo masculino do que entre mulheres de 40 a 50
anos. Revelou, também, que a preferência por filmes de origem nacional era maior
entre mulheres de 40 a 50 anos do que entre jovens adultos do sexo masculino.
Quando analisados por gênero, verificou-se que, entre as mulheres de 40 a 50
anos, filmes dramáticos têm maior preferência que entre jovens adultos do sexo
masculino. Estes, por outro lado, têm elevada preferência por filmes de ação. Os
autores desse estudo explicaram os resultados argumentando que os jovens adultos
do sexo masculino, comparados às mulheres de 40 a 50 anos, não valorizam
realizações do país em que vivem, incluindo sua produção cinematográfica; assim,
rejeitam o cinema nacional e idolatram o cinema estrangeiro.
Qual dentre as alternativas abaixo, se verdadeira, mais enfraquece a ideia contida
na última frase do parágrafo anterior?
a) O número de mulheres de 40 a 50 anos era maior do que o número de jovens
adultos do sexo masculino.
b) A atitude de valorizar realizações do próprio país tem forte impacto sobre a
escolha de produtos e serviços para consumo pela sua origem.
c) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, os filmes dramáticos
eram mais numerosos do que os de ação.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 127


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
d) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, não havia filmes de ação
com origem nacional, nem filmes dramáticos com origem estrangeira.
e) Entre os filmes avaliados pelos participantes do estudo, os dramáticos e os de
ação representavam menos da metade do total de filmes.

25. FGV - CEAG/SP - 2010) Produtores do cereal C em uma cidade longínqua


sofrem com a concentração de vendas na época do Natal, quando é necessário
contratar grandes volumes de mão de obra temporária para ajudar na colheita, no
ensacamento e no preparo da terra, para dar início ao próximo ciclo de produção. A
forte sazonalidade na demanda pelo cereal implica que as fazendas tenham
concentração de receitas no mês de dezembro e baixo faturamento durante os
demais meses. Buscando direcionar parte da demanda pelo cereal para outros
meses do ano, os produtores convenceram o órgão de proteção ao consumidor
dessa cidade longínqua a aprovar a prática de dobrar o preço desse cereal durante
o mês de dezembro.
Qual dentre as alternativas abaixo, se verdadeira, mais enfraquece a ideia contida
na última frase do parágrafo anterior?
a) O ciclo de produção desse cereal é de doze meses.
b) No mês de dezembro, dobrar os preços do cereal não altera sua demanda.
c) O ciclo de produção desse cereal é de um mês.
d) É possível exportar a produção do cereal para municípios vizinhos.
e) Não é possível exportar a produção do cereal para municípios vizinhos.

26. FGV - CEAG/SP - 2010) O curling é uma modalidade esportiva praticada sobre
uma pista de gelo por duas equipes adversárias, cada uma composta por quatro
atletas. O elevado custo de montagem da pista de gelo é um limitador do número de
admiradores e praticantes da modalidade, principalmente no Brasil. Em função do
domínio de tecnologias e de particularidades climáticas, estima-se que, atualmente,
seja três vezes mais caro montar uma pista de gelo para a prática desse esporte no
Brasil do que na Suécia. Em termos absolutos, há dez anos o custo de instalação de
uma pista de curling no Brasil era o dobro do que é hoje. Sabe-se que o número de
admiradores e praticantes de curling, em dado país, duplica na medida em que os
custos de instalação das pistas diminuem pela metade.
De acordo com o texto acima, podemos afirmar que:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 128


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
a) Há dez anos, o custo de instalação de uma pista de curling na Suécia era um
sexto do custo de instalar uma pista de curling no Brasil.
b) Nos últimos dez anos, dobrou o número de praticantes de curling no Brasil.
c) Nos próximos anos, aumentará o número de praticantes de curling no Brasil.
d) Há três vezes mais admiradores e praticantes de curling na Suécia do que no
Brasil.
e) Há seis vezes mais admiradores e praticantes de curling na Suécia do que no
Brasil.

27. FGV - CEAG/SP - 2010) No século XV, antes da descoberta das minas da
América, o valor do ouro puro em relação à prata pura era regulado, nas diversas
casas de moeda europeias, entre as proporções de 1 para 10 e 1 para 12, isto é,
supunha-se que 1 onça de ouro puro valia de 10 a 12 onças de prata pura. Pelos
meados do século XVII, o valor foi regulado entre as proporções de 1 para 14 e 1
para 15, isto é, 1 onça de ouro puro supunha-se igual a 14 ou 15 onças de prata
pura. O valor real dos dois metais baixou, ou seja, diminuiu a quantidade de trabalho
que tinham condições de comprar; mas a prata baixou mais que o ouro. Embora o
ouro e a prata das minas da América excedessem em abundância todas as minas
que se conheciam até então, parece que a riqueza das minas de prata era
proporcionalmente ainda maior que a das minas de ouro.
Adam Smith, A história da riqueza das nações, 1776 (tradução de 1981). Adaptado.
De acordo com o texto acima, é possível afirmar que:
a) Se, antes da descoberta das minas da América, o salário de um dado tipo de
trabalhador era de 10 gramas de ouro, no século XVII, seria de 9 gramas de ouro.
b) Se um banco tivesse trocado prata por uma determinada quantidade de ouro
antes da descoberta das minas da América e, no século XVII, tivesse trocado essa
mesma quantidade de ouro por prata, teria mais prata do que no início.
c) Os salários aumentaram entre o século XV e o século XVII, na razão de 15 para
12.
d) Uma empresa que possuísse um quilo de prata no século XV pagaria mais
trabalhadores do que no século XVII.
e) O dono de dez quilos de ouro tinha maior poder aquisitivo no século XVII do que
no século XV.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 129


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
28. FGV - CEAG/SP - 2010) Meu conselho é que se case. Se você arrumar uma
boa esposa, será feliz; se arrumar uma esposa ruim, se tornará um filósofo.
(Sócrates) De acordo com a frase acima, é possível afirmar:
a) Sócrates era infeliz no casamento.
b) O número de esposas em uma cidade é igual ao número de filósofos.
c) Ser filósofo é considerado por Sócrates um fim trágico e resultante da infelicidade
no casamento.
d) O número de filósofos é igual ao número de homens com esposas ruins mais o
número de filósofos que ainda não casaram.
e) Um homem com uma boa esposa poderá se tornar filósofo enquanto ainda for
casado.

29. FGV - CEAG/SP - 2010) Em uma pesquisa recente feita com um influente grupo
de economistas, sociólogos, antropólogos e cientistas políticos sobre quais seriam
as obras e os autores brasileiros mais importantes do século XX, as respostas
indicaram não estudos teóricos ou empíricos executados segundo sofisticados
manuais metodológicos, mas trabalhos como Casa Grande e Senzala (1933) e
Sobrados e Mocambos (1936), de Gilberto Freyre, Formação Econômica do Brasil
(1954), de Celso Furtado, Os Donos do Poder (1958), de Raymundo Faoro, Raízes
do Brasil (1936), de Sérgio Buarque de Holanda, Coronelismo, Enxada e Voto
(1948), de Vítor Nunes Leal, Formação do Brasil Contemporâneo (1942) e Evolução
Política do Brasil (1933), de Caio Prado Jr., A Função Social da Guerra na
Sociedade Tupinambá (1952), A Integração do Negro na Sociedade de Classes
(1964) e outros, de Florestan Fernandes, Populações Meridionais do Brasil (1920) e
Instituições Políticas Brasileiras (1949), de Oliveira Vianna, e Os Sertões (1902), de
Euclides da Cunha. Pode ser que resida aqui uma anomalia. Tomando como padrão
as ciências exatas - que progridem esquecendo seus fundadores – e
desconsiderando a natureza das ciências sociais - cujo trabalho, sob certo aspecto,
se assemelha ao de Penélope, que, para atingir seus objetivos, necessita refazer
seu próprio caminho -, uma interpretação positivista não hesitaria em qualificar tal
situação como resistência à absorção dos procedimentos metodológicos e técnicos
que caracterizariam a verdadeira ciência, indicação de o quanto estamos atrasados
no terreno da profissionalização e institucionalização do saber. Gildo Marçal

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 130


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
Brandão, no prefácio a Bernardo Ricupero. Caio Prado Jr. e a nacionalização do
marxismo no Brasil, 2000. Adaptado.
A partir do texto acima, é possível afirmar que:
a) A anomalia a que o texto se refere consiste na ausência de livros de ciências
exatas na lista de obras mais importantes no século XX.
b) Os economistas, sociólogos, antropólogos e cientistas políticos pesquisados
estão desatualizados e não conhecem os textos importantes que foram publicados
no final do século XX.
c) Nas ciências exatas, o trabalho dos fundadores não é permanentemente
lembrado.
d) O resultado da pesquisa indica claramente a resistência nas ciências sociais à
absorção de procedimentos metodológicos verdadeiramente científicos.
e) As ciências sociais estão atrasadas quanto à profissionalização e
institucionalização do saber.

30. FGV - CEAG/SP - 2010) Pela primeira vez, cientistas conseguiram, nesta terça-
feira, fazer o maior colisor de partículas do mundo – o Grande Colisor de Hádrons
(LHC, na sigla em inglês) – funcionar e recriar uma situação similar aos instantes
posteriores ao Big Bang, a grande explosão que deu origem ao universo. A colisão
de feixes de prótons, feita a uma energia de 7 TeV (teraeletrovolts), foi alcançada
após duas tentativas fracassadas. Projeto de US$ 10 bilhões, o LHC realiza as
colisões de feixes de prótons como parte de uma ambiciosa experiência que busca
revelar detalhes sobre micropartículas e microforças teóricas. A ideia é que esses
testes ajudem a lançar luz sobre as origens do universo, além de responder a
importantes questões da física. A energia extra obtida no LHC europeu deve revelar
dados sobre algumas questões ainda não respondidas na física de partículas, como
a existência da antimatéria e a busca pelos bósons de Higgs, uma partícula
hipotética que, segundo cientistas, daria massa a outras partículas e, com isso, para
outros objetos e criaturas no universo. Os cientistas também esperam analisar, em
escala mínima, o que ocorreu nos segundos após o Big Bang, que segundo eles foi
o momento de criação do universo, cerca de 14 bilhões de anos atrás. As colisões,
porém, causaram receio a algumas pessoas, que temiam riscos para o planeta pela
criação de pequenos buracos negros – versões subatômicas de estrelas que entram
em colapso gravitacional –, cuja gravidade é tão forte a ponto de sugar planetas e

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 131


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
outras estrelas. O Centro Europeu de Pesquisa Nuclear e muitos cientistas rejeitam
qualquer ameaça à Terra ou às pessoas, afirmando que esses buracos negros
seriam tão fracos que se desfariam logo após serem criados, sem causar
problemas.
Acelerador do Cern recria situação pós-Big Bang, Último Segundo, 30/03/2010. Adaptado.

Segundo o texto acima, é possível afirmar que:


a) O objetivo da colisão de feixes de prótons é a criação de pequenos buracos
negros.
b) A colisão de feixes de prótons gerada pelo LHC causará um novo Big Bang.
c) O LHC pode ser utilizado para entender mais sobre micropartículas com a criação
de bósons de Higgs.
d) O LHC é uma ameaça ao planeta e pode fazê-lo entrar em colapso gravitacional.
e) O LHC pode ser utilizado para entender mais sobre micropartículas, a partir dos
resultados das colisões de feixes de prótons.

Atenção: Considere o texto a seguir para responder às 2 questões seguintes.

USP usa raios gama para esterilizar mosquito transmissor da dengue


Enquanto na ficção a radiação gama conferiu poderes extraordinários ao Incrível
Hulk, na vida real ela ajuda a dificultar a vida do mosquito da dengue, prejudicando
sua capacidade reprodutiva. Cientistas do CENA (Centro de Energia Nuclear na
Agricultura) da USP de Piracicaba desenvolveram uma técnica que usa radiação
para tornar o Aedes aegypti estéril. Usando uma fonte de Cobalto-60, os
pesquisadores fazem uma espécie de "bombardeio" de raios gama no inseto. A
técnica, chamada de irradiação, já tem uso consagrado em várias outras aplicações,
inclusive na indústria de alimentos. A dose de radiação usada é considerada baixa e
não mata o mosquito, mas é suficiente para torná-lo estéril. "A técnica é
perfeitamente segura. Não há risco para o ambiente, porque a radiação não deixa
nenhum tipo de resíduo perigoso", explica Valter Arthur, coordenador do estudo. A
irradiação é feita só nos mosquitos machos, quando eles atingem a chamada fase
pupa, em que já estão com todos os órgãos formados, mas ainda não são adultos.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 132


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
(...) Depois do processo, os mosquitos irradiados são soltos no ambiente, onde
competirão com os machos normais pela cópula com as fêmeas. As relações
chegam a acontecer, mas os ovos decorrentes delas não eclodem, o que ajuda a
controlar a população dos insetos.
(MIRANDA, Giuliana. USP usa raios gama para esterilizar mosquito transmissor da dengue. Folha
de S. Paulo, São Paulo, p.8C, jan.2013)
31. FCC – ICMS/SP – 2013) De acordo com a continuação da reportagem, que não
foi fornecida no trecho acima, os cientistas do CENA ainda precisam realizar um
teste para verificar a efetividade da técnica descrita. Dentre os fatos abaixo, qual é o
único que poderia comprometer essa efetividade, caso fosse verificado?
(A) Os mosquitos que sofreram a irradiação passam a voar mais rapidamente que
os demais.
(B) A radiação afeta o metabolismo dos mosquitos, que passam a ter um ciclo de
vida mais longo.
(C) As fêmeas do mosquito são incapazes de distinguir os mosquitos irradiados dos
demais.
(D) A radiação afeta as fêmeas do mosquito durante a cópula, podendo torná-las
estéreis.
(E) Os exemplares estéreis do mosquito são bem menos competitivos sexualmente
do que os outros.

32. FCC – ICMS/SP – 2013) A partir do texto, pode-se inferir que a dose de
radiação usada deve ser baixa porque
(A) os mosquitos irradiados devem manter sua capacidade de copular.
(B) a técnica desenvolvida poderá ser utilizada na indústria de alimentos.
(C) todos os órgãos dos mosquitos expostos a ela já estão formados.
(D) os insetos expostos à fonte de Cobalto-60 estão na fase pupa.
(E) uma dose alta de radiação gama ajudaria a vida do mosquito.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 133


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
33. FCC – ICMS/SP – 2013) Considere o texto a seguir.
Em 1928, Alexander Fleming desenvolvia pesquisas sobre estafilococos, quando
descobriu a penicilina. A descoberta deu-se em condições peculiares, graças a uma
sequência de acontecimentos imprevistos e surpreendentes. No mês de agosto
daquele ano, Fleming tirou férias e, por esquecimento, deixou algumas placas com
culturas de estafilococos sobre a mesa, em lugar de guardá-las na geladeira ou
inutilizá-las, como seria natural. Quando retornou ao trabalho, em setembro,
observou que algumas das placas estavam contaminadas com mofo. Colocou-as
então, em uma bandeja para limpeza e esterilização com lisol. Neste exato
momento, entrou no laboratório um colega, que lhe perguntou como iam suas
pesquisas. Fleming apanhou novamente as placas para explicar alguns detalhes
sobre as culturas que estava realizando,
quando notou que havia, em uma das placas, um halo transparente em torno do
mofo contaminante. O assunto foi discutido entre ambos e Fleming decidiu fazer
algumas culturas do fungo para estudo posterior. O fungo foi identificado como
pertencente ao gênero Penicilium, de onde deriva o nome de penicilina dado à
substância por ele produzida. Fleming passou a empregá-la em seu laboratório para
selecionar determinadas bactérias, eliminando das culturas as
espécies sensíveis à sua ação.
(REZENDE, J. M. À sombra do plátano. Ed. Unifesp, 2009)
De acordo com o texto, a evidência que levou Fleming a descobrir a penicilina foi o
fato de
(A) as placas contaminadas terem sido limpas e esterilizadas pelo lisol.
(B) existir, em uma das placas contaminadas, um halo transparente em torno do
mofo.
(C) Fleming, ao conversar com o colega, ter decidido fazer algumas culturas do
fungo.
(D) a penicilina ter sido utilizada no laboratório para selecionar determinadas
bactérias.
(E) algumas placas com culturas de estafilococos estarem contaminadas com mofo.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 134


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
34. FCC – ICMS/SP – 2013) Detalhes da retórica das autoridades podem ser
presságios de estratégias do governo, suas motivações e sua solidez. O ministro
Guido Mantega tem repetido que o governo conseguiu reduzir sua principal
despesa, o pagamento de juros da dívida pública, o que finalmente permitirá a tão
demandada redução da carga de impostos do país, sem riscos para a solidez fiscal.
Seus auxiliares acrescentam que, com os credores tranquilos e a economia
andando devagar, não faz mais sentido promover tanto aperto nas contas do
Tesouro. Tudo parece muito razoável, mas, começando do começo, os juros da
dívida pública não são a principal despesa do governo federal. Há mais de uma
década, o posto, com folga, é da Previdência Social, e o quadro de pessoal disputa
a segunda colocação. (...) Em sinal de que a desoneração tributária pode ser
radicalizada, propôs-se reduzir os rigores da Lei de Responsabilidade Fiscal, pela
qual queda de receita deve ser compensada por corte de despesa. O artigo foi
incluído em um projeto sobre outro tema e enviado a um Congresso em recesso. E
ninguém falou.
(Folha de S. Paulo, 21/01/2012. Gustavo Patu. p. A2)
No texto, o articulista Gustavo Patu analisa alguns argumentos do ministro Guido
Mantega e de seus auxiliares. A partir dessa análise, pode-se inferir que Patu
(A) discorda dos argumentos, questionando a suposta tranquilidade dos credores e
indicando que, sem alterações na Previdência Social, não será possível reduzir a
carga de impostos do país.
(B) discorda dos argumentos, opondo-se à ideia, cristalizada nos governos da última
década, de que a queda da receita fiscal deva ser compensada por corte de
investimentos em infraestrutura.
(C) considera os argumentos muito razoáveis, uma vez que a redução do
pagamento de juros da dívida pública permitirá diminuir o aperto nas contas do
Tesouro.
(D) considera os argumentos muito razoáveis, uma vez que é favorável à
radicalização da desoneração tributária, desde que ela seja compensada por corte
de despesas.
(E) discorda dos argumentos, questionando a premissa de que o governo reduziu
sua principal despesa e demonstrando preocupação com a redução dos rigores da
Lei de Responsabilidade Fiscal.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 135


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
35. FCC – ICMS/SP – 2013) Há 2 anos, a Universidade Delta implantou um
processo em que os alunos da graduação realizam uma avaliação da qualidade
didática de todos os seus professores ao final do semestre letivo. Os professores
mal avaliados pelos alunos em três semestres consecutivos são demitidos da
instituição. Desde então, as notas dos alunos têm aumentado: a média das notas
atuais é 70% maior do que a média de 2 anos atrás.
A causa mais provável para o aumento de 70% nas notas é
(A) a melhoria da qualidade dos alunos que entraram na Universidade Delta nos
últimos 2 anos, atraídos pelo processo de avaliação dos docentes.
(B) a demissão dos professores mal avaliados, que são substituídos por professores
mais jovens, com mais energia para motivar os alunos para o estudo.
(C) o aumento da cola durante as avaliações, fenômeno que tem sido observado,
nos últimos anos, nas principais instituições educacionais brasileiras.
(D) uma diminuição no nível de dificuldade das avaliações elaboradas pelos
professores, receosos de serem mal avaliados pelos alunos caso sejam exigentes.
(E) a melhoria da qualidade das aulas em geral, o que garante que os alunos
aprendam os conteúdos de maneira mais profunda, elevando a média das
avaliações.

36. FCC – ICMS/SP – 2013) Um pesquisador da área de medicina desportiva tem


defendido mudanças radicais nas regras do futebol, por considerá-lo o mais violento
dentre todos os esportes. Ele afirma que esportes como o rugby ou o hóquei sobre o
gelo impressionam o público, pois os choques que ocorrem durante os jogos
aparentam ser muito violentos. Mas, em geral, eles não provocam lesões tão
graves. No caso do futebol, as lesões típicas levam meses para serem curadas e,
muitas vezes, são responsáveis por encerrar prematuramente a carreira dos atletas.
Seu principal argumento é uma estatística que, realmente, assusta: 35% das lesões
graves de atletas profissionais em todo o mundo ocorrem em partidas de futebol. O
pesquisador afirma que em nenhum outro esporte essa porcentagem é tão alta. O
argumento do pesquisador a respeito do risco de lesões em jogadores de futebol
(A) é incontestável, uma vez que o futebol lidera o ranking de atletas lesionados em
todo o mundo, com 35%, número bem mais elevado do que aqueles observados em
esportes tidos como violentos, como o rugby ou o hóquei sobre o gelo.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 136


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
(B) deve ser contestado, uma vez que, caso as regras do futebol fossem alteradas
radicalmente, as partidas perderiam muito em emoção, fazendo com que o futebol
deixasse de ser o esporte mais popular do planeta.
(C) deve ser contestado, uma vez que não foi apresentada a porcentagem de
ocorrência de lesões graves por esporte, havendo a possibilidade de o percentual
35% ser o mais alto devido ao fato de o futebol ser o esporte mais praticado no
mundo.
(D) é incontestável, já que os jogadores de futebol não utilizam equipamentos de
proteção tão sofisticados quanto os dos atletas de rugby ou de hóquei sobre o gelo,
tornando o futebol muito mais arriscado que os demais esportes.
(E) é incontestável, uma vez que a imprensa tem noticiado um número cada vez
maior de jogadores de futebol que sofreram infartos durante uma partida ou
treinamento, fruto do aumento do número de jogos realizados ao longo de um ano.

37. FCC – ICMS/SP – 2013) Observe os dados de uma pesquisa realizada para
verificar a existência ou não de alguma relação entre o estado civil de um homem
(casado ou solteiro) e sua tendência para o consumo de doces. No universo do
Gráfico 1, os homens solteiros e casados foram escolhidos aletoriamente na
população, ao passo que o universo do Gráfico 2 é um subconjunto do universo do
primeiro.

Os gráficos mostram que


(A) o estado civil de um homem e sua tendência para o consumo de doces têm uma
relação causal: o casamento causa redução na tendência ao consumo de doces.
(B) o estado civil de um homem e sua tendência para o consumo de doces têm uma
relação causal: a redução no consumo de doces causa uma maior tendência ao
casamento.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 137


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
(C) o processo de coleta de informações foi inadequado, pois os Gráficos 1 e 2
apresentam dados contraditórios entre si.
(D) não existe qualquer relação entre o estado civil de um homem e sua tendência
para o consumo de doces.
(E) o estado civil de um homem e sua tendência para o consumo de doces estão
correlacionados, mas não existe relação causal entre eles.

38. FCC – ICMS/SP – 2013) Nos últimos cinco anos, em um determinado país,
verificou-se uma queda significante nas vendas de cigarros. Essa queda coincidiu
com a intensificação das campanhas públicas de conscientização acerca dos
malefícios à saúde provocados pelo fumo. Portanto, a queda nas vendas de cigarro
deve ter sido causada pelo receio das pessoas em relação aos graves prejuízos que
o fumo traz para a saúde.Qual dos fatos a seguir, se for verdadeiro, enfraquecerá
consideravelmente o argumento apresentado?
(A) Nos últimos anos, a indústria tabagista tem oferecido mais opções de cigarros
aos consumidores, como os com sabores especiais e teores reduzidos de nicotina.
(B) O preço dos cigarros subiu consideravelmente nos últimos cinco anos, devido a
uma praga que afetou as plantações de tabaco ao redor do mundo.
(C) A procura por produtos ligados a tratamentos antifumo, como os chicletes e
adesivos de nicotina, cresceu muito neste país nos últimos cinco anos.
(D) O consumo de outros tipos de fumo, como o charuto e o cachimbo, caiu 30%
nos últimos cinco anos.
(E) De acordo com dados do Ministério da Saúde do país, o número de fumantes
caiu 40% nos últimos cinco anos.

39. FCC – ICMS/SP – 2013) O coordenador de um curso universitário recebeu


recentemente um relatório que apontava que apenas 10% dos alunos do primeiro
ano eram bolsistas. Ao analisar as notas dos alunos do primeiro ano, ele constatou
que, dentre os aprovados na disciplina de Estatística, 35% eram bolsistas. Ele
concluiu, então, que os alunos bolsistas do curso têm mais chance de sucesso nos
estudos do que os demais. Para que a conclusão acima seja verdadeira, qual das
premissas a seguir deve ser verificada?
(A) Nenhum dos alunos bolsistas do primeiro ano desse curso foi reprovado na
disciplina de Estatística.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 138


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
(B) Dentre os alunos aprovados na disciplina de Estatística, o número de bolsistas é
maior do que o de não bolsistas.
(C) Dentre os alunos desse curso com mais chance de sucesso nos estudos, o
número de bolsistas é maior do que o de não bolsistas.
(D) Qualquer aluno bolsista do primeiro ano tem mais chance de sucesso nos
estudos do que os demais.
(E) Os alunos aprovados na disciplina de Estatística têm mais chance de sucesso
nos estudos do que os demais.

40. FCC – ICMS/SP – 2013) No dia 25 de janeiro, uma 3a feira, Carlos revelou a
seus colegas de trabalho que faria aniversário ainda naquele mês. Querendo fazer
uma brincadeira, ele deu duas pistas para que eles tentassem deduzir qual seria o
dia exato.
I. A data do meu aniversário é mais próxima do primeiro dia de fevereiro do que de
hoje.
II. Neste ano, meu aniversário não cairá em um final de semana.
Para deduzir a data exata do aniversário de Carlos,
(A) a pista II sozinha é suficiente, mas a pista I sozinha não é.
(B) qualquer uma das pistas é suficiente, mesmo sem considerar a outra.
(C) as pistas I e II, em conjunto, são suficientes, mas nenhuma delas é suficiente
sem a outra.
(D) as pistas I e II, em conjunto, não são suficientes.
(E) a pista I sozinha é suficiente, mas a pista II sozinha não é.

41. ANPAD – 2014) Na empresa Lambda3, em uma bela manhã de segunda-feira,


foi divulgada a seguinte notícia-relâmpago no alto-falante: “Comissão de 20% para
quem fechar a primeira venda com um cliente a partir de agora.”
Dentre as alternativas a seguir, assinale aquela que não contém um fator cujo
conhecimento ou cujo desconhecimento entre os empregados presentes interfere na
interpretação da notícia.
a) A comissão habitualmente concedida pela Lambda3 é de 10% sobre o valor de
vendas superiores a R$10.000,00.
b) Pela política habitual da empresa Lambda3, a comissão é de 35% sobre o valor
de qualquer venda realizada.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 139


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
c) A Lambda3 se destaca pela fidelidade dos clientes, mas é quase impossível
prospectar novos clientes.
d) Nas letras “miúdas” consta que 20% será sobre o lucro líquido que a Lambda3
obtiver com a venda.
e) A notícia foi divulgada às 11h, ou seja, exatamente no início do horário de
expediente da empresa Lambda3.

42. ANPAD – 2014) Foi realizado um estudo de caso em uma grande multinacional
localizada em Porto Alegre. O estudo buscava compreender como os empregados
viam as lideranças da empresa. Após coletar e analisar questionários fechados
respondidos por 122 pessoas de níveis hierárquicos mais baixos, o pesquisador
tirou algumas conclusões importantes.
Assinale, dentre as alternativas a seguir, uma conclusão correta a que o
pesquisador pode ter chegado com a sua pesquisa.
a) os líderes chegam aonde estão por indicação, mas não por mérito.
b) as lideranças não fazem ideia da imagem que os empregados têm delas.
c) os respondentes acreditam que não há liderança de fato, apenas superiores.
d) a empresa não dá aos empregados a oportunidade de ascender na hierarquia.
e) a multinacional não desenvolve competências interpessoais entre as suas
lideranças.

43. ANPAD – 2014) A revista ABC divulgou em junho de 2013:


“Levantamento do TripAdvisor revela que quase 75% dos brasileiros checam o e-
mail profissional mesmo quando estão longe do escritório.”
No mesmo dia, a revista XYZ divulgou o seguinte sobre a mesma matéria:
“O levantamento foi feito com 722 membros do site entre os dias 24 de maio e 3 de
junho deste ano.”
Sejam feitas as seguintes afirmações acerca desses dois excertos:
I .Os números revelados pela notícia da revista XYZ deixam claro que a notícia
da revista ABC é falaciosa.
II. A notícia da revista XYZ revela que o que foi divulgado na ABC consiste em
um típico caso de generalização apressada, ou seja, uma regra específica
é atribuída ao caso genérico.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 140


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
III. Saber a data em que a pesquisa foi realizada não interfere em nada na
conclusão e/ou interpretação do texto da revista ABC.
É (são) INCORRETA(S)
a) apenas a afirmativa III
b) apenas as afirmativas I e II
c) apenas as afirmativas I e III
d) apenas as afirmativas II e III
e) as afirmativas I, II e III

44. ANPAD – 2014) Ao ouvir um aluno dizer em sua aula “Eu não estou com o meu
livro de Matemática aqui”, o professor fez de conta que não ouviu e continuou a
explicação. A frase do aluno, se verdadeira, serviria para uma séria de inferências
plausíveis, exceto:
a) o aluno esqueceu o livro de Matemática em casa.
b) o livro de Matemática do aluno pode estar com um colega de outra turma.
c) o livro de Matemática do aluno pode ter sido perdido ou roubado.
d) o aluno tem o livro de Matemática, mas não o levou para a escola.
e) o aluno deixou de fazer exercícios que o professor propôs na aula anterior.

45. ANPAD – 2014) “As instituições do Brasil não possuem disciplinas de


empregabilidade e construção de carreiras. O mínimo que elas deveriam fazer é
preparar o aluno para o mercado de trabalho. No mundo corporativo, à medida que
se cresce profissionalmente, as competências comportamentais são cada vez mais
importantes do que as técnicas, portanto, é sim papel da faculdade ensinar estes
temas”, disse em nota o diretor-executivo do IDCE, Fabrício Barbirato.
Fonte: http://classificados.folha.uol.com.br/empregos/2013/07/1304460-novos-profissionais-
tem-dificuldade-em-fazer-rede-de-contatos.shtml
Assinale a alternativa que apresenta uma conclusão possível a partir do texto.
a) determinados aprendizados na faculdade podem aumentar as chances de
egresso no mercado de trabalho.
b) as faculdades, ao se preocuparem mais com a técnica, não ensinam
competências comportamentais aos seus alunos.
c) crescer profissionalmente é desenvolver mais do que competências técnicas; é
desenvolver competências comportamentais.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 141


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
d) os alunos não são capazes de desenvolver as competências comportamentais
fora dos muros das faculdades.
e) as faculdades devem repensar o seu papel social e se voltar para o mercado de
trabalho como seu principal objetivo.

46. ANPAD – 2014) “As instituições do Brasil não possuem disciplinas de


empregabilidade e construção de carreiras. O mínimo que elas deveriam fazer é
preparar o aluno para o mercado de trabalho. No mundo corporativo, à medida que
se cresce profissionalmente, as competências comportamentais são cada vez mais
importantes do que as técnicas, portanto, é sim papel da faculdade ensinar estes
temas”, disse em nota o diretor-executivo do IDCE, Fabrício Barbirato.
Fonte: http://classificados.folha.uol.com.br/empregos/2013/07/1304460-
novos-profissionais-tem-dificuldade-em-fazer-rede-de-contatos.shtml
Assinale a alternativa que, se verdadeira, aponta um problema no argumento
apresentado no texto.
a) se as competências comportamentais são desenvolvidas na pratica como
resultado natural do crescimento profissional, não cabe às universidades ensiná-las
na pós-graduação.
b) se a empregabilidade e construção de carreiras são temas importantes nas
organizações em geral, essas questões já estão sendo amplamente desenvolvidas
no próprio mercado de trabalho.
c) se as competências técnicas são o que de fato conta no inicio da carreira e elas
são ensinadas nas faculdades, o aluno já conta, sim, com algum preparo para o
mercado de trabalho.
d) se o conhecimento sobre competências comportamentais é importante para o
mercado de trabalho, já está aí um filão a ser explorado por empresas que prestam
serviço como o de coaching.
e) se todas as competências podem ser desenvolvidas nas universidades, resta
muito pouco a se crescer profissionalmente, o que basicamente estaria ligado a
anos de experiência no cargo.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 142


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
47. ANPAD – 2014) Considere os seguintes tipos de conhecimento.
Conhecimento procedimental: sinônimo de “saber como”. O indivíduo é capaz de
executar com propriedade com propriedade tarefas que lhe foram ensinadas na
prática ou que aprendeu com o tempo e a experiência.
Conhecimento declarativo: sinônimo de “saber o quê”. O indivíduo sabe em que
consiste a tarefa e é capaz de descrevê-la e explicá-la com propriedade.
Com base nesses conceitos e assumindo que houve êxito no processo ensino-
aprendizagem, assinale a alternativa correta.
a) um professor, ao passar um vídeo sobre como se comportar em uma entrevista
de emprego, está desenvolvendo nos alunos primordialmente o conhecimento
procedimental.
b) um professor, ao comentar os erros cometidos por candidatos a emprego, está
desenvolvendo nos alunos conhecimento procedimental e declarativo.
c) um aluno, ao final de uma disciplina sobre liderança, em que foram discutidos
diversos estudos de caso, terá desenvolvido conhecimento procedimental e
declarativo.
d) um aluno, ao final de uma disciplina de jogos de negócios que replica diversas
condições de mercado e o leva a tomar decisões, terá desenvolvido conhecimento
procedimental.
e) um aluno, ao final de uma disciplina de empregabilidade em que teoria e prática
foram ensinadas em proporções semelhantes, terá desenvolvido conhecimento
primordialmente declarativo.

48. ANPAD – 2014) Linhaça: semente é um alimento funcional e ajuda a diminuir


riscos de doenças.
Pesquisas realizadas pela Universidade de Monash, na Austrália, comprovam que
pacientes que consumiram continuamente a semente tiveram reduzidos os sintomas
de menopausa, além da diminuição do colesterol alto e do peso. “A linhaça age em
nosso organismo como potente antioxidante e anti-inflamatório, prevenindo o
envelhecimento das células e aumentando a atividade imunológica do organismo
por ser rica em nutrientes que fortalecem o exercito de defesa do nosso corpo”,
afirma a nutricionista Dra. Andrezza Botelho da Silva.
Fonte: http://www.itodas.com.br/corpo-e-dieta/
Do texto se conclui que:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 143


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
a) a linhaça previne o envelhecimento das células.
b) a nutricionista citada mostra os benefícios da linhaça.
c) os sintomas da menopausa desaparecem com o consumo da linhaça.
d) as pesquisas apontam a linhaça como um alimento altamente saudável.
e) o consumo de linhaça deve ser contínuo para produzir os efeitos relatados.

49. ANPAD – 2014) Considere o seguinte fluxograma:

Uma análise do fluxograma revela:


a) quem toma cerveja bem gelada não precisa se preocupar.
b) não há motivos para te preocupares com algo se tu tomares uma cerveja.
c) eu te sugiro que tomar cerveja bem gelada agora resolve os teus problemas.
d) com ou sem um problema agora, eu te sugiro tomar uma cerveja bem gelada.
e) eu te sugiro que bebas agora porque não existe o que chamam de preocupação.

50. ANPAD – 2014) A legislação, no país Blá, versa:


“Somente poderão tirar carteira de motorista os cidadãos que
I. não tiverem experiência anterior de condução; e/ou
II. tiverem acesso a um veículo; e/ou
III. já tiverem operado veículos motorizados.”
Assinale a alternativa que apresenta uma interpretação correta da legislação.
a) os conectores “e/ou” não se aplicam se o conceito de “condução” for diferente do
conceito de “operar veículos”.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 144


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) para que todas as condições se apliquem simultaneamente, é necessário que o
conceito de “condução“ seja diferente do conceito de “operar veículos”.
c) a adição do conector “e/ou” ao final das condições I e II permite que tirem carteira
de motorista os cidadãos que satisfaçam a pelo menos duas das condições.
d) a condição II é redundante, pois, para fazer a prova de direção, é preciso ter um
veículo a ser conduzido.
e) a condição I é contraditória, pois o ato de tirar carteira de motorista demanda que
seja feito um exame de direção, o que pode ser contado como experiência.

51. ANPAD – 2014) A legislação, no país Blá, versa:


“Somente poderão tirar carteira de motorista os cidadãos que
I. não tiverem experiência anterior de condução; e/ou
II. tiverem acesso a um veículo; e/ou
III. já tiverem operado veículos motorizados.”
Assinale a alternativa que apresenta uma argumentação com um problema similar
àquele encontrado na redação da legislação.
a) uma sociedade justa é aquela em que a desigualdade social é controlada pelo
governo por meio de ações afirmativas para redução da pobreza.
b) uma sociedade é explorada sempre que a mais valia prevalece e o proprietário
dos meios de produção faz uso abusivo da massa operária que vende a sua mão de
obra.
c) uma sociedade é considerada alfabetizada se a maioria dos seus integrantes for
capaz de ler e compreender o que lê.
d) uma sociedade é livre se, e somente se, a liberdade for maximizada em sua
plenitude e as pessoas forem legalmente obrigadas a tomar a responsabilidade das
suas ações.
e) uma sociedade desumana é aquela em que valores básicos não são respeitados
e os seus integrantes são tratados desumanamente.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 145


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
52. ANPAD – 2014) Um teste realizado pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de
Medicina da USP demonstrou que motoristas com idade a partir de 60 anos têm ao
volante um tempo de reação 39,6% mais lento que o de jovens. No entanto, o
mesmo estudo mostrou que, apesar do tempo de reação maior, 97% dos
participantes do estudo não se envolveram em acidentes nos cinco anos anteriores
nem haviam sido multados no último ano. Já a taxa de jovens envolvidos em
acidentes foi dez vezes maior, e a porcentagem de jovens multados foi de 50%.
Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/reportagens/geral/folga-direcao-7381125.shtml (Texto
adaptado, incluindo alguns números fictícios)
Assinale a alternativa que, se verdadeira, não explica a aparente contradição do
texto.
a) há menos idosos do que jovens andando de carro.
b) os idosos em geral dirigem mais devagar que os jovens.
c) os idosos em geral dirigem com mais cautela que os jovens.
d) a maioria dos idosos pesquisados não dirigiu no último ano.
e) os idosos percorrem em geral percursos menores e dirigem com menos
frequência.

53. ANPAD – 2014) Nenhum processo industrial é exato. Para garantir que uma
garrafa de 1 litro contenha pelo menos 1 litro, empresas como a Coca-Cola têm de
ajustar suas máquinas para exagerar um pouco na quantidade de bebida que
despejam em cada embalagem. Afinal, é impossível fazer uma sincronia perfeita
entre todas as variáveis envolvidas. De garrafa em garrafa, o desperdício
acumulado é grande. Empresas como a I. Systems prometem usar a inteligência
artificial para tornar processos como esse mais eficientes. Medindo constantemente
a quantidade de bebida em cada tanque, a velocidade da esteira e a temperatura do
líquido, softwares inteligentes podem ajustar perfeitamente a quantidade que sai das
torneiras.
Fonte: http//exame.abril.com.br/revista-exame/edições/1038/noticias/o-projeto-
escolhido?page=1(Texto adaptado)
Uma conclusão possível a partir do texto é:
a) nenhum processo industrial é exato.
b) algumas evoluções podem superar a imprecisão de alguns processos industriais.
c) hoje em dia são os softwares os responsáveis pela exatidão dos processos
industriais.
d) os processos industriais de grandes empresas como a Coca-Cola levam a
desperdício.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 146


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
e) medir constantemente a quantidade de bebida em cada tanque é uma arma
contra o desperdício.

54. ANPAD – 2014) Nenhum processo industrial é exato. Para garantir que uma
garrafa de q litro contenha pelo menos 1 litro, empresas como a Coca-Cola têm de
ajustar suas máquinas para exagerar um pouco na quantidade de bebida que
despejam em cada embalagem. Afinal, é impossível fazer uma sincronia perfeita
entre todas as variáveis envolvidas. De garrafa em garrafa, o desperdício
acumulado é grande. Empresas como a I. Systems prometem usar a inteligência
artificial para tornar processos como esse mais eficientes. Medindo constantemente
a quantidade de bebida em cada tanque, a velocidade da esteira e a temperatura do
líquido, softwares inteligentes podem ajustar perfeitamente a quantidade que sai das
torneiras.
Fonte: http//exame.abril.com.br/revista-exame/edições/1038/noticias/o-projeto-
escolhido?page=1(Texto adaptado)
Um dos pressupostos do texto é:
a) precisão na fabricação não é o forte da Coca-Cola.
b) reduzir o desperdício é um interesse das empresas.
c) as empresas estão dispostas a comprar softwares da I. Systems.
d) a Coca-Cola tem prejuízos na maioria das garrafas de seus produtos.
e) A velocidade da esteira interfere na quantidade de bebida que sai das máquinas.

55. ANPAD – 2014) O governo anunciou o Start-up Brasil, um projeto para


incentivar o crescimento de empresas iniciantes na área de tecnologia da
informação. Ao todo, 100 delas devem ser selecionadas para receber cerca de
200.000 reais cada uma. São passos na direção correta. A melhor notícia é que no
Plano Inova, no lugar de uma dúzia de ministérios e agencias em que se devia
procurar pelo dinheiro disponível, agora o caminho único será a Financiadora de
Estudos e Projetos (Finep).
Fonte: http://cib.org.be/revistas/?ID=77457&data=20130403 (Texto adaptado)
Pode-se supor que a existência de um caminho único de financiamento é positiva
porque
a) facilita principalmente a vida de médias e pequenas empresas, que não têm
estruturas dedicadas para mexer nessa burocracia.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 147


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) o sistema anterior envolvia diversas instituições financiadoras, o que facilitava a
corrupção e o desvio de dinheiro
c) as agencias e os ministérios não davam conta da demanda, pois tinham de
cumprir outras obrigações de ordem política.
d) nunca existiu um sistema dessa natureza no país e inovações são vistas como
possíveis estímulos aos investimentos.
e) o governo negava anteriormente importâncias elevadas, de cerca de 200.000
reais, a empresas start-ups.

56. ANPAD – 2014) O conceito inicial de doença estava relacionado a fenômenos


sobrenaturais. Acreditava-se que, para se alcançar a saúde – ou a harmonia perfeita
do corpo –, seria necessário considerar as estações do ano. Séculos depois, a
doença foi considerada como consequência das alterações ambientais. Em um
momento não muito distante da história, essa concepção foi suplantada pela teoria
de que a doença era causada pela produção de gases, que geravam disfunções
orgânicas produzidas por cheiros de coisas estragadas e podres. Nesse período, o
melhor guia para se livrar das doenças era por meio da limpeza, pela busca de
ambientes isentos de odores.
A conclusão do texto acima é que
a) a compreensão do que era doença nos séculos passados é marcada pela falta de
cientificidade para comprovação de teorias.
b) o conceito de doença adotado nos séculos passados não permitia adotar práticas
que realmente levassem à saúde das pessoas.
c) o entendimento sobre o que é saúde e doença se constrói historicamente e sofreu
transformações através dos tempos.
d) a percepção do que é saúde está associada à percepção do que é doença, tendo
implicações para a sociedade contemporânea.
e) o sobrenatural foi uma ideia comum às sociedades passadas, o que explica o fato
de associarem o sobrenatural à saúde das pessoas.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 148


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
57. ANPAD – 2014) É sabido que, em regiões altas da costa mediterrânea, há
localidades em que a expectativa média de vida de homens e mulheres supera em
vários anos a média da população em geral. Acrescente-se que os anos a mais
geralmente são vividos com mais saúde e qualidade de vida do que em outros
lugares. Analisando minuciosamente a situação, descobriu-se que a dieta alimentar
desses povos contempla consumo de azeite de oliva e vinho tinto em concentrações
atípicas. Também se constatou que as pessoas continuam exercendo atividades
laborais até idades provectas. A partir do texto acima, pode-se afirmar com certeza:
a) a altitude costuma ser fator determinante para a longevidade humana.
b) mesmo pesquisando, não será possível determinar com certeza as causas.
c) alimentação, altitude e trabalho constante impactam a expectativa de vida.
d) o consumo de azeite de oliva e vinho tinto, sabidamente, encompridam a vida.
e) as causas diretas da longevidade dessas pessoas ainda carecem de
determinação.

58. ANPAD – 2014) Seja dado um teste de raciocínio lógico segundo o qual 9 + 8 =
117 e 8 + 5 = 313. Com base nesses dois resultados, diz-se que 5 +2 = 307. Nessas
condições, em que o sinal “+” cumpre um propósito distinto daquele normalmente
encontrado na matemática, tem-se um raciocínio
a) dedutivo e indutivo, com premissas e conclusões falsas.
b) indutivo, com premissas corretas, mas conclusão falsa.
c) dedutivo, com premissas corretas, mas conclusão falsa.
d) dedutivo, com premissas e conclusão que podem ser corretas.
e) indutivo, com premissas corretas, mas conclusão que pode ser falsa.

59. ANPAD – 2014) Há quem diga que, embora já exista tecnologia, motores que
dispensam qualquer combustível não aparecerão tão cedo em veículos de produção
em linha. Citam-se o magnetismo e o ar comprimido como soluções por excelência,
mais ainda do que a energia elétrica. A causa maior da não entrega dessas
tecnologias ao mercado, alega-se, seria o poder econômico dos grandes produtores
mundiais de combustíveis fósseis, que interferem comprando patentes e as
engavetando ou impedindo os pesquisadores e empreendedores envolvidos o
acesso a capital ou equipamentos necessários para o desenvolvimento da inovação.
A partir da leitura do texto acima, pode-se concluir:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 149


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
a) esses veículos baseados nas novas tecnologias certamente seriam sucesso de
vendas.
b) as novas tecnologias só serão viáveis comercialmente quando o petróleo acabar.
c) as novas tecnologias mencionadas despertam algum interesse junto ao mercado.
d) a intervenção do governo seria suficiente para inverter esse tipo de sabotagem.
e) resistência inicial pela concorrência é comum entre novas tecnologias.

60. ANPAD – 2014) Em uma propaganda, lê-se o nome do modelo de um veículo


seguido de “Agora com câmbio automático de oito marchas. A força da inteligência”.
Um leitor que não conhece o veículo, ao ler essa propaganda, pode inferir
corretamente que existia um modelo anterior que
a) vinha com apenas sete marchas.
b) era automático, mas tinha menos de oito marchas.
c) era idêntico ao atual, tendo como única exceção o câmbio.
d) ou não tinha câmbio automático, ou tinha mais ou menos de oito marchas.
e) não tinha câmbio automático, mas tinha exatamente oito marchas como o atual.

61. ANPAD – 2014) Nesta segunda década do século XXI, o Brasil possui um setor
cervejeiro dos mais competitivos do mundo.
A partir do trecho acima, pode-se afirmar:
a) o Brasil não expandiu; os estrangeiros é que retraíram.
b) o Brasil possui uma das maiores cervejeiras do mundo.
c) o setor de cerveja é historicamente competitivo no Brasil.
d) indiscutivelmente, é a Ambev que confere tal título ao Brasil.
e) a produção de cerveja é uma atividade de destaque do Brasil.

62. ANPAD – 2014) Um pecuarista produz gado de corte de excelência genética, o


chamado puro de origem, ou PO. Dados históricos dão conta de que a produção
desse gado é muito rentável, mais do que a do puro por cruza, considerado
geneticamente inferior. Porém, ao “colocar as contas no papel”, o pecuarista
constatou que, quanto mais caro ele vendia os animais, menos lucro ele tinha.
Qual das seguintes alternativas não solucionaria a aparente contradição?
a) quanto mais caro o gado, mais facilidades o comprador exige – por exemplo,
transporte e garantias.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 150


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
b) para vender gado muito caro, o produtor precisa expô-lo em feiras e leilões cada
vez mais distantes e dispendiosos.
c) pela qualidade e preço, o produtor vende seu gado somente em moeda
estrangeira, e isso está afetando os lucros.
d) o produtor tem dificuldades em contabilizar os seus custos de produção, o que
faz com que ele atribua preços irreais.
e) quanto mais caros os animais, menos clientes dispostos a comprar aparecem;
vendendo menos, o preço não paga os custos.

63. ANPAD – 2014) Já há pelo menos duas décadas, especialistas em construir


cenários considerando as chamadas megatendências indicam que muitas das
guerras entre nações na segunda metade do século acontecerão por causa das
fontes de água doce do planeta. Observando o cenário atual no Brasil, a
credibilidade dessa previsão aumenta. O primeiro e o terceiro Estados mais
populosos do país ensaiaram entrar em conflito por causa da água da bacia do Rio
Paraíba do Sul, paulista de origem, mas principal fonte de abastecimento de água
do Estado do Rio de Janeiro. O ano de 2014 foi atípico em relação aos índices
pluviométricos na Região Sudeste, e os reservatórios que sustentam o consumo da
capital e de boa parte do território paulista atingiram os níveis mais baixos da
historia, e continuam baixando.
Leia as afirmações a seguir à luz do texto acima.
I - Com as novas fontes de hidrocarbonetos, como o pré-sal no Brasil e o xisto
betuminoso nos EUA, há uma grande probabilidade de que a era do petróleo se
estenda até o fim deste século e de que a energia seja causa de guerras tanto
quanto a água doce.
II - A conclusão de que a situação brasileira reforça aquela previsão é falaciosa, pois
a previsão trata de questões internacionais, enquanto o exemplo trata de
desentendimento entre dois Estados da federação brasileira.
III - Se considerarmos o adjetivo “atípico”, entendemos que o ano foi “fora do
normal”. Então, podemos contar que nos anos vindouros a normalidade prevalecerá
e a situação dos reservatórios voltará aos níveis normais.
IV - O texto não trata de projeções climáticas; então, não é possível saber, a partir
dele, se as guerras previstas ocorrerão por diminuição das fontes de água doce ou
pelo aumento do consumo derivado da superpopulação do planeta, por exemplo.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 151


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
São afirmações plausíveis a partir da leitura do texto:
a) I e III, apenas.
b) II e IV, apenas.
c) III e IV, apenas.
d) I, II e III, apenas.
e) I, II, III e IV.

64. ANPAD – 2014)


Uma doença fabricada
[...] Diante do dramático aumento dos casos de diagnóstico de TDAH (um aumento
de cerca de 400 vezes entre 1989 e 2001), os pesquisadores são agora unânimes:
o TDAH [Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade] é estampado –
precipitadamente – como espada de Dâmocles para a vivacidade das crianças. Os
meninos caem com mais frequência na armadilha. Tudo deve estar em ordem para
o cartel farmacêutico.
(Disponível em: http://portugalmundial.com/2013/07/ritalina-o-monstro-da-infancia/#.
Acesso em: 25 abr. 2014. Adaptado.)
Sejam feitas as seguintes afirmações sobre esse texto.
I. É falacioso concluir que o TDAH é uma doença fabricada apenas em razão
do aumento de casos de diagnóstico.
II. Se os meninos caem com mais frequência na “armadilha”, é porque se trata
de uma doença ligada ao sexo.
III. Assumindo as premissas do texto como verdadeiras, o TDAH é uma doença
que serve aos propósitos das empresas farmacêuticas.

É (São) incorreta(s):
a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) III, apenas.
d) I e II, apenas.
e) II e III, apenas.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 152


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
65. ANPAD – 2014) “Quando eu vi há alguns anos a mãe de um garoto vizinho
chorando, eu perguntei a ela o que estava acontecendo. Ela respondeu que a
instrutora do jardim de infância havia lhe participado que seu filho tinha TDAH, a
assim chamada Síndrome de Zappelphilipp, e que a criança teria que tomar o forte
remédio Ritalina. Afinal, o garoto era hiperativo. Eu fiquei pasma, pois, a meu ver,
isso era inimaginável; o menino não tinha um comportamento alterado, nem era
hiperativo, mas sim deixava uma impressão saudável de grande vivacidade. Como a
instrutora do jardim de infância sabia exatamente qual era o problema, eu perguntei
à mulher, pois ela não era nem psicóloga nem médica. A minha vizinha respondeu
que a instrutora havia participado de um curso noturno exatamente sobre este
tema.”
Sejam feitas as seguintes afirmações sobre esse texto.
I. Há um apelo à autoridade, ou à falta dela, para indicar a potencial
incapacidade da instrutora do jardim de infância em determinar a doença
da criança.
II. A autora do texto pode estar tirando uma conclusão verdadeira em cima de
premissas falsas ou insuficientes a respeito do filho da vizinha.
III. O TDAH é uma doença exclusiva de hiperativos, fácil de ser diagnosticada
por instrutores de jardins de infância.

É (São) correta(s):
a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) III, apenas.
d) I e II, apenas.
e) II e III, apenas.

66. CESPE – TCU – 2015) Julgue os itens:


( ) A superstição segundo a qual passar debaixo de escada traz azar ilustra uma
relação equivocada entre uma causa e um efeito.
( ) A pergunta complexa: “Você deixou de roubar dinheiro de seus pais?” se baseia
na pressuposição de que o interlocutor a quem essa pergunta se dirige não rouba
mais dinheiro de seus pais.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 153


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
( ) A seguinte situação é um exemplo de apelo popular: “Dentro do metrô, um rapaz
começa a pedir ajuda aos demais passageiros para pagar sua passagem de volta
para casa. Sua justificativa para essa atitude é o fato de ter sido assaltado e não ter
um centavo”.
( ) Adotando-se o processo de inferência do tipo indutivo, usado em ciências
experimentais, parte-se do particular para o geral, ou seja, a partir da observação de
casos particulares, chega-se a uma conclusão que os transcende.
( ) Não estão explicitamente declaradas duas premissas do argumento que embasa
a seguinte afirmação: “A empresa Z não respeita seus funcionários porque não lhes
paga em dia”.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 154


RACIOCÍNIO CRÍTICO P/ ICMS-SP
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima Aula 04
4. GABARITO
1 D 2 D 3 A 4 E 5 D 6 A
7 A 8 A 9 E 10 C 11 C 12 E
13 C 14 B 15 D 16 C 17 E 18 C
19 E 20 B 21 D 22 D 23 A 24 D
25 B 26 B 27 B 28 E 29 C 30 E
31 E 32 A 33 B 34 E 35 D 36 C
37 E 38 B 39 E 40 C 41 E 42 C
43 A 44 E 45 A 46 C 47 D 48 E
49 D 50 B 51 D 52 A 53 B 54 B
55 A 56 C 57 E 58 E 59 C 60 D
61 E3 62 C 63 B 64 B 65 D 66 CEECE

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 155