Você está na página 1de 11

7 passos

para um processo de Coaching


pronto para você usar

1
Introdução

Coaching é um processo em que uma pessoa chamada um Coach


suporta um Coachee na realização de um objetivo pessoal ou profissional
específica. Ocasionalmente, coaching pode significar uma relação informal
entre duas pessoas, um dos quais tem mais experiência e conhecimentos
que o outro e oferece aconselhamento e orientação em que este aprende;
mas de coaching difere de mentoring em se concentrar em tarefas ou
objetivos específicos, em oposição a metas gerais ou desenvolvimento
global.
Empresas que motivam mais e melhor seus funcionários tendem a se
tornar líderes em seus respectivos setores e áreas de atuação.

2
Coaching Professional usa uma variedade de habilidades de comunicação
(tais como definição de alvo, ouvir, questionar, esclarecendo etc.) para
ajudar os clientes a mudar suas perspectivas e, assim, descobrir diferentes
abordagens para atingir seus objetivos. Essas habilidades podem ser
usadas em quase todos os tipos de coaching. O coaching apoia os
clientes em qualquer empreendimento humano, que vão desde as suas
preocupações em matéria de saúde, pessoal, profissional, esporte, social,
família, dimensões políticas, espirituais, etc.

O Coach deve trabalhar com Ética, Confidencialidade e Profissionalismo.


Seu objetivo é gerar consciência, sensibilização e ação no coachee,
através de perguntas, feedbacks, ferramentas e atividades.

E importante: Com objetivos claros e bem definidos, metas e


métricas de resultado.

3
Um processo de Coaching geralmente tem de 5 a 10 seções, que podem
ser semanais, sendo cada uma delas de cerca de uma hora de duração.
Nós estruturamos para você um modelo de 7 seções que você poderá
aplicar para desenvolvimento de pessoas usando o Coaching.

4
Estrutura de um processo de Coaching

#1
Na primeira seção, você deverá explicar para a pessoa o que
é o Coaching, pra que serve, e transferir confiança suficiente
para que a pessoa se sinta confortável em compartilhar um
pouco de sua vida com você.

Dica: Prepare um ambiente seguro, com poltronas iguais e confortá-


veis, desligue seus telefones e feche a porta. Durante 5 minutos, faça
um pouco de mimetismo com o Coachee, sente de frente, olhe nos
olhos e se conecte com a pessoa. Isto é Rapport, e lhe auxiliará a de-
senvolver um relacionamento Coach-Coachee bem mais rico.

5
Se você estiver fazendo Coaching em sua empresa, lembre que haverá
um bloqueio ainda maior por questão da desconfiança de o funcionário
compartilhar suas imperfeições e anseios com você.

Dica: Nunca quebre a confiança de seu Coachee. Coaching é um presente


Dica: Nunca quebre a confiança de seu Coachee. Coaching é um
maravilhoso que você pode oferecer a uma pessoa, e há assuntos que
presente maravilhoso que você pode oferecer a uma pessoa, e há
devem ser tratados com sigilo e discrição.
assuntos que devem ser tratados com sigilo e discrição.

Conheça seu Coachee, peça-lhe para lhe contar sobre sua idade, formação,
família, profissão, sua história de vida, quem ele é e o que deseja.

6
O objetivo desta primeira seção é:

a) conquistar a confiança do Coachee;


b) Conhecer seu Coachee;
c) Estabelecer os objetivos (no máximo 3), as metas e as métricas.

Após apresentar o que é o Coaching, comece a se conectar com seu


Coachee fazendo duas perguntas: me conte as três melhores coisas que
aconteceram em sua vida (e como aconteceu, e depois de respondido,
peça para contar as três piores coisas que aconteceram em sua vida (e
por que foi tão ruim).

7
Dica: Você desenvolverá habilidade em lidar e conduzir esta parte, que
pode ser crítica por envolver emoções muito fortes de seu Coachee.
Por fim, pergunte o que o Coachee desejaria atingir ou melhorar em
sua vida (estabelecimento dos objetivos), o que comprovaria que ele
conseguiu isto (definição de métricas) e o que ele acha que deveria
fazer para conseguir isto.

Nunca faça julgamentos. Seu papel como Coach não é este,


e fazê-lo, destruirá seu trabalho.

Mais uma coisa: Passe no final, um bloquinho para a pessoa, com o


nome de Diário de Bordo, a pessoa deverá toda noite escrever nele: O
que fiz hoje que foi muito bom? O que fiz hoje que não foi tão legal? O
que vou fazer amanhã pelo meu desenvolvimento? Peça para trazer na
próxima seção.
8
Estrutura de um processo de Coaching

#2
Na segunda seção, use uma Roda da Vida, peça ao seu
Coachee para preencher. Enquanto o Coachee responde, dê
uma lida rápida no Diário de Bordo para ver um pouco do que
aconteceu na semana de seu Coachee.

Em seguida passe por ponto a ponto com seu Coachee perguntando:


Por que você deu esta nota para este assunto?

9
roda da vida

10
CLIQUE AQUI E CONTINUE LENDO

30

Interesses relacionados