Você está na página 1de 33

Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Departamento de Engenharia
Curso de Graduação em Engª de Produção

Métodos de Payback
Fonte: Adaptado de Avaliação de Projetos de Invest., J.C. Lapponi, 2000

ENG 1920 – Análise Econômica de Investimentos


Prof. Ricardo Rezende, D.S. adaptado por Juliana Schmidt Galera, MSc.
2

Introdução
•  A experiência recomenda que receber certa quantia
de dinheiro no presente é melhor do que receber
essa mesma quantia no futuro
•  Entretanto, o valor de uma empresa depende de seu
fluxo de caixa futuro
•  De modo amplo, o fluxo de caixa é o resultado da
soma algébrica de três estimativas: a receita, o custo
e os impostos
•  Objetivando avaliar a qualidade financeira de um
projeto de investimento (aceitação ou rejeição),
alguns indicadores são utilizados
3

Introdução
•  Dentre os diversos métodos de avaliação existentes,
destacam-se os seguintes métodos:

1.  Método do Payback Descontado – PBD: medida do


tempo de recuperação do capital investido
2.  Método do Valor Presente Líquido – VPL:
expectativa de retorno financeiro do projeto
3.  Método da Taxa Interna de Retorno – TIR: é a taxa
de remuneração do projeto
4.  Método do Índice de Lucratividade – IL: demonstra o
retorno para cada unidade monetária investida
4

Introdução
•  A primeira avaliação de um projeto de investimento é
determinar o tempo necessário para recuperar o
capital investido, a partir do fluxo de caixa estimado
do projeto de investimento
•  Este tempo é denominado PB – payback e o
procedimento de avaliação como Métodos de
Payback:
1. Se no cálculo não for considerada a variação do capital
no tempo, tem-se o método do payback simples - PBS
2. Se no procedimento de cálculo for considerada uma
taxa mínima requerida, tem-se o método do payback
descontado - PBD
5

Payback Simples
•  Compara-se o tempo necessário para recuperar o
investimento PBS com o máximo tempo tolerado
pela empresa para recuperar o tipo de investimento
•  Exemplo 1
•  A tabela seguinte registra o fluxo de caixa anual de um
projeto de investimento com duração de 5 anos.
Determinar o tempo necessário para recuperar o capital a
ser investido
Anos Capitais Saldo Projeto Anos Capitais Saldo Projeto
0 ($2.500) ($2.500) 3 $940 $130
1 $800 ($1.700) 4 $980 $1.110
2 $890 ($810) 5 $1.050 $2.160
6

Payback Simples
•  Exemplo 1 – Solução:

•  No final do 1º ano o projeto terá gerado retorno


líquido de $800 e o saldo do projeto será ($1.700),
resultado da diferença entre o investimento inicial
($2.500) e o retorno $800
•  Continuando com esse procedimento até o final do
5º ano, completa-se a coluna saldo do projeto
•  Esta coluna – saldo do projeto, mostra que o capital
investido será recuperado durante o 2º ano, próximo
do final deste ano
7

Cálculo do PBS
•  Na construção do fluxo de caixa anual do projeto de
investimento considera-se que todos os
investimentos monetários do fluxo de caixa
acontecem no final do ano, salvo o investimento
inicial na data zero
•  Entretanto, cada capital participante do fluxo de
caixa anual é formado durante todo o ano
•  Aceitando que o retorno líquido de cada ano do fluxo
de caixa é formado uniformemente durante o ano,
ajusta-se o resultado anual do PBS com uma fração
do ano
8

Cálculo do PBS
•  Evolução do saldo do projeto (exemplo 1) em função
da duração do projeto. Note que o PBS tem um valor
próximo de 3

$3.000
$2.000
$1.000
$0
($1.000) 0 1 2 3 4 5
($2.000)
($3.000)
9

Cálculo do PBS
•  Usando intepolação linear entre o 2º e o 3º ano:
$130

2 3
PBS
PBS − 2 0 − (− 810)
=
3− 2 130 − (− 810)

810
PBS = + 2 = 2,86 anos
940
-$810
10

Cálculo do PBS
•  O PBS = 2,86 anos informa que o investimento será
recuperado em 2 anos e 10 meses,
aproximadamente

•  Observe que:
•  O saldo do projeto até a data do PBS é sempre
negativo
•  Se o saldo do projeto for sempre negativo até
completar o prazo de análise do projeto, então o
projeto não terá PBS
11

Modelo Matemático do PBS


•  O modelo matemático do PBS tem a seguinte
expressão matemática:
PBS

∑ FC
t =0
t =0

•  Esta expressão mostra que:


1. a soma dos capitais do fluxo de caixa do projeto
de investimento da data zero até a data PBS é igual
a zero
2. a data PBS é a incógnita do problema
12

Critério do Método do PBS


•  Para aplicar o método do PBS:
•  O 1º capital do fluxo de caixa é um investimento
•  Os capitais do fluxo de caixa apresentam apenas
uma única mudança de sinal
•  Deve-se definir o TMT – tempo máximo tolerado pela
empresa para recuperar o capital investido
•  Deve-se comparar o PBS com o TMT definido:
•  PBS < TMT ⇒ o projeto deverá ser aceito

•  PBS ≥ TMT ⇒ o projeto não deverá ser aceito

•  Se o TMT do exemplo 1 for igual a 3 anos, o projeto


deverá ser aceito pois PBS < TMT
13

Análise do Critério do PBS


•  Vantagens:
•  É um método de avaliação fácil de ser aplicado
•  Apresenta um resultado de fácil interpretação
•  É uma medida de risco do projeto – as estimativas dos
retornos do projeto aumentam seu grau de incerteza na
medida que se distanciam da data inicial do fluxo de caixa.
Assim, quanto menor for o PBS, menor será o risco do
projeto
•  É uma medida de liquidez do projeto – quanto menor for
o prazo de recuperação, melhor será a liquidez do projeto,
pois o método desconsidera os capitais posteriores ao
tempo de recuperação
14

Análise do Critério do PBS


•  Desvantagens:
•  Não considera o tempo – o calculo do PBS é realizado
na condição de taxa mínima requerida igual a zero
•  Não é uma medida de rentabilidade do investimento –
não há relação entre PBS e rentabilidade

•  Não deve ser aplicado


a) quando o investimento for realizado por mais de 1 ano
b) quando os capitais do fluxo de caixa apresentarem mais
de uma mudança de sinal
c) para selecionar o melhor projeto de um grupo de
projetos
15

Exercícios – PBS
1.  O fluxo de caixa anual depois dos impostos de renda
de um novo projeto de investimento está registrado
na tabela seguinte

Anos Capitais
0 ($100)
1 $45
2 $50
3 $50
4 $60

Qual o valor do PBS? PBS = 2,10 anos


16

Exercícios – PBS
2.  A tabela seguinte registra o fluxo de caixa anual
depois dos impostos de um projeto de investimento
Verificar se o projeto deve ser aceito aplicando o
método do payback simples, sabendo que o tempo
máximo tolerado é de 3 anos
Anos Capitais
0 ($15.000)
1 $2.500 Como PBS = 3,95 anos,
o projeto deverá ser
2 $3.500 rejeitado
3 $4.250
4 $5.000
5 $5.800
17

Exercícios – PBS
3.  A tabela seguinte registra o fluxo de caixa anual
depois dos impostos de um projeto de investimento
Calcular o payback simples

Anos Capitais Anos Capitais Anos Capitais


0 ($100.000) 2 $38.000 4 $38.000

1 $38.000 3 $38.000

PBS = 2,63 anos


18

Payback Descontado
•  Incluindo uma taxa de juros no método do PBS
elimina-se um de seus pontos fracos e obtém-se o
método do payback descontado – PBD
•  O PBD mede o tempo necessário para recuperar o
investimento remunerado
•  A idéia é incluir o custo de oportunidade do capital
da empresa; o valor da melhor alternativa
abandonada em favor da alternativa escolhida
•  Neste caso, o valor da melhor alternativa
abandonada é medido pela taxa mínima requerida
de juro ou custo de capital
19

Payback Descontado
•  O custo do dinheiro pode ser incluído de 2 maneiras
diferentes:

1. Valor Presente – em cada ano do fluxo de caixa


do projeto acumula-se o valor presente dos capitais
do fluxo do caixa do ano zero até o ano de cálculo

2. Saldo do Projeto – em cada ano, ao saldo do


projeto do ano anterior é adicionado os juros de um
ano e o retorno desse ano
20

Cálculo do PBD – Valor Presente


•  Exemplo 2
•  Repetir o exemplo 1 aplicando o método do PBD com o
procedimento de valor presente, considerando a taxa
mínima requerida k = 12% ªa

Anos Capitais VP = F/(1+k) VP Acumulado


0 ($2.500) ($2.500) ($2.500)
1 $800 VP $714 ($1.786)
2 $890 $710 ($1.076)
3 $940 $669 ($407)
4 $980 $623 $216
5 $1.050 $596 $811
21

Cálculo do PBD – Valor Presente


•  Exemplo 2 - Solução
•  O tempo de recuperação do capital investido encontra-se
entre o 3º e o 4º ano. Utilizando o mesmo procedimento
anterior (interpolação linear):

PBD − 3 0 − (− 407) 407


= ⇒ PBD = + 3 = 3,65 anos
4−3 216 − (− 407) 623

•  Observe que:
•  O VP acumulado até a data do PBD é sempre negativo
•  Se o VP acumulado for sempre negativo até completar a
duração do projeto, então o projeto não terá PBD
22

Cálculo do PBD – Saldo do Projeto


•  Exemplo 3
•  Repetir o exemplo 2 aplicando o método do PBD com o
procedimento de saldo do projeto (k = 12% ªa)

Anos Capitais Juros = k x P Saldo do Projeto


0 ($2.500) $0 J ($2.500)
1 $800 ($300) ($2.000)
2 $890 ($240) ($1.350)
3 $940 ($162) ($572)
4 $980 ($69) $339
5 $1.050 $41 $1.430
23

Cálculo do PBD – Saldo do Projeto


•  Exemplo 3 - Solução
•  O tempo de recuperação do capital investido encontra-se
entre o 3º e o 4º ano. Utilizando o mesmo procedimento
anterior (interpolação linear):

PBD − 3 0 − (− 572) 572


= ⇒ PBD = + 3 = 3,63 anos
4−3 339 − (− 572) 911

•  Observe que:
•  O saldo do projeto até a data do PBD é sempre negativo
•  Se o saldo do projeto for sempre negativo até completar a
duração do projeto, então o projeto não terá PBD
24

Modelo Matemático do PBD


•  O modelo matemático do PBD, pelo procedimento
de valor presente, tem a seguinte expressão
matemática:
PBD
FCt
∑ t
=0
t =0 (1 + k )

•  Esta expressão mostra que:


1. a soma dos valores presentes dos capitais do
fluxo de caixa da data zero até a data PBD do
projeto de investimento é igual a zero
2. a data PBD é a incógnita do problema
25

Critério do Método do PBD


•  Para aplicar o método do PBD:
•  O 1º capital do fluxo de caixa é um investimento
•  Os capitais do fluxo de caixa apresentam apenas
uma única mudança de sinal
•  Deve-se definir o TMT – tempo máximo tolerado pela
empresa para recuperar o capital investido
•  Deve-se comparar o PBD com o TMT definido:
•  PBD < TMT ⇒ o projeto deverá ser aceito

•  PBD ≥ TMT ⇒ o projeto não deverá ser aceito

•  Se o TMT do exemplo 2 for igual a 4 anos, o projeto


deverá ser aceito pois PBD < TMT
26

Análise do Critério do PBD


•  Desvantagens:
•  Não considera todos os capitais do fluxo de caixa; o TMT é
definido de forma arbitrária e há tendência em aceitar
projetos pouco vantajosos
•  Não deve ser aplicado:
a) quando o investimento for realizado por mais de 1 ano
b) quando os capitais do fluxo de caixa apresentarem mais
de uma mudança de sinal
c) para selecionar o melhor projeto de um grupo de
projetos – projeto com menor PBD não necessariamente é
o melhor porque o PDB não considera todos os capitais do
fluxo de caixa
27

Exemplo Final
•  A empresa engarrafadora de refrigerantes necessita
aumentar sua capacidade de produção de garrafas
de plástico descartáveis de 2 litros para poder
acompanhar a demanda crescente do produto
As estimativas iniciais do projeto de aumento da
capacidade de produção são as seguintes:
•  Investimento de $2.000.000 para a compra e instalação de
novos equipamentos e modificações
•  Retornos anuais, após os impostos, de $850.000 por ano
durante os 5 anos de prazo de análise do projeto
Avaliar o projeto de investimento aplicando os três
métodos de payback, com k = 12% e TMT = 3 anos
28

Exemplo Final
•  Fazendo os registros de valores em uma tabela, com
valores divididos por 1.000, tem-se

Anos Capitais Saldo do Projeto VP VP Acum. Juros S do P


0 ($2.000) ($2.000) ($2.000) ($2.000) $0 ($2.000)
1 $850 ($1.150) $759 ($1.241) ($240) ($1.390)
2 $850 ($300) $678 ($563) ($167) ($707)
3 $850 $550 $605 $42 ($85) $58
4 $850 $1.400 $540 $582 $7 $915
5 $850 $2.250 $482 $1.064 $110 $1.875
PBS = 2,35 anos PBD = 2,93 anos PBD = 2,92 anos

•  O projeto deve ser aceito pois os resultados são


menores que 3 anos
29

Exercícios – PBD
4.  A tabela seguinte registra o fluxo de caixa anual
depois dos impostos de um projeto de investimento
Calcular o payback descontado pelos métodos do
valor presente e do saldo de projeto, considerando a
taxa requerida de juro de 10% ªa.

Anos Capitais Anos Capitais Anos Capitais


0 ($100.000) 2 $38.000 4 $38.000

1 $38.000 3 $38.000

PBD(VP) = 3,21 anos e PBD(SP) = 3,20 anos


30

Exercícios – PBD
5.  O fluxo de caixa anual depois dos impostos do
projeto de investimento está registrado na tabela
seguinte
Sabendo que a empresa aceita projetos com PBD
menores que 3 anos, verificar se o projeto deve ser
aceito aplicando os dois procedimentos com taxa
mínima requerida igual a 15% ªa
Anos Capitais Anos Capitais
0 ($225.000) 4 $120.000
1 $85.000 5 $135.000
2 $90.000 6 $150.000
3 $105.000
PBD(VP) = 3,20 anos e PBD(SP) = 3,18 anos;
o projeto não deve ser aceito
31

Exercícios – PBD
6.  A empresa está interessada em investir $600.000
num projeto cujo fluxo de caixa está registrado na
tabela seguinte. Considerando que o critério da
empresa seja aceitar projetos de investimento que
tenham um PBS menor que 4 anos, verificar se este
projeto deve ser aceito aplicando os 3 métodos de
payback com taxa mínima requerida igual a 12% ªa
Anos Capitais Anos Capitais
0 ($600.000) 4 $220.000
1 $120.000 5 $150.000
2 $150.000 6 $180.000
3 $200.000 7 $80.000

PBS = 3,59 anos, PBD(VP) = 5,07 anos e


PBD(SP) = 5,06 anos; aceitar o projeto pelo PBS
32

Exercícios – PBD
7.  Para um mesmo Anos
Projeto A Projeto B
investimento foram Capitais Capitais
0 ($430.000) ($430.000)
desenvolvidos dois 1 $150.000 $100.000
projetos com o mesmo 2 $150.000 $100.000
valor de investimento de 3 $150.000 $100.000
4 $15.000 $100.000
$430.000, porém com 5 $15.000 $100.000
retornos diferentes, 6 $15.000 $100.000
conforme mostra a 7 $15.000 $100.000
tabela seguinte
Calcular os valores dos
Projeto A: PBS = 2,87 anos, PBD(VP) =
paybacks considerando não tem e PBD(SP) = não tem;
a taxa mínima requerida Projeto B: PBS = 4,30 anos, PBD(VP)
8% ªa. = 5,49 anos e PBD(SP) = 5,49 anos
33

Exercícios – PBD
8.  A tabela seguinte
Anos Capitais
registra o fluxo de
caixa anual depois 0 ($10.000)
dos impostos de 1 $3.000
um projeto de 2 $3.500
investimento 3 $4.000
Calcular os três 4 $4.500
paybacks 5 $5.000
considerando a
taxa requerida de
juro de 12% ªa PBS = 2,88 anos
PBD(VP) = 3,59 anos
PBD(SP) = 3,56 anos