Você está na página 1de 11

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL

CENTRO DE TECNOLOGIA - CTEC

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

LABORATÓRIO DE QUÍMICA

Relatório de Aula Prática

Vidrarias e equipamentos

Everton Vieira Lopes Silva

MACEIÓ - 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL

CENTRO DE TECNOLOGIA - CTEC

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

LABORATÓRIO DE QUÍMICA

Relatório de Aula Prática

Vidrarias e equipamentos

Relatório de aula prática solicitado pelo professor Daniel Lira, como complemento para a nota da disciplina Laboratório de Química.

Everton Vieira Lopes Silva

MACEIÓ - 2013

1.

Introdução

A execução de qualquer tarefa num laboratório de química envolve geralmente uma variedade de equipamentos que devem ser empregados de modo adequado. Por este motivo, faz-se necessário um conhecimento prévio do material a ser utilizado, a fim de evitar danos a quem manipula e aos equipamentos.

2. Objetivo

Aprender a identificar, manusear e as finalidades das principais vidrarias e equipamentos encontrados nos laboratórios de química.

3. Vidrarias e equipamentos 3.1. Vidrarias

Béquer (ou Becker): É de uso geral em laboratório. Serve para fazer reações entre soluções,
Béquer (ou Becker): É de uso geral em laboratório. Serve para fazer reações entre soluções,
Béquer (ou Becker): É de uso geral em laboratório. Serve para fazer reações entre soluções,
Béquer (ou Becker): É de uso geral em laboratório. Serve para fazer reações entre soluções,
Béquer (ou Becker): É de uso geral em laboratório. Serve para fazer reações entre soluções,
Béquer (ou Becker): É de uso geral em laboratório. Serve para fazer reações entre soluções,

Béquer (ou Becker):

É de uso geral em laboratório. Serve para fazer reações entre soluções, dissolver substâncias sólidas, efetuar reações de precipitação e aquecer líquidos. Pode ser aquecido sobre a tela de amianto.

Erlenmeyer:

Utilizado no aquecimento de líquidos, na dissolução de substâncias e para proceder reações entre soluções, tais como as titulações.

Balão volumétrico:

É utilizado para preparação e diluição de soluções com volumes precisos e pré-determinados. Possui um traço de aferição no gargalo chamado menisco.

Bureta:

Bureta:

Tubo calibrado usado para escoar medidas precisas de volume. Utilizado em análises volumétricas.

Funil:

Funil:

Ele é feito de vidro e é utilizado na transferência de substâncias entre recipientes e na filtragem de substâncias como o auxílio de um filtro de papel.

Pipeta graduada Utilizada para medir pequenos volumes. Mede volumes variáveis. Não pode ser aquecida e

Pipeta graduada Utilizada para medir pequenos volumes. Mede volumes variáveis. Não pode ser aquecida e não apresenta precisão na medida.

Pipeta volumétrica Usada para medir e transferir volume de líquidos, não podendo ser aquecida, pois

Pipeta volumétrica Usada para medir e transferir volume de líquidos, não podendo ser aquecida, pois possui grande precisão de medida. Mede um único volume, o que caracteriza sua precisão.

Proveta Serve para medir e transferir volumes de líquidos. Não pode ser aquecida.

Proveta Serve para medir e transferir volumes de líquidos. Não pode ser aquecida.

Tubo de ensaio Empregado para fazer reações em pequena escala, principalmente em testes de reação

Tubo de ensaio Empregado para fazer reações em pequena escala, principalmente em testes de reação em geral. Pode ser aquecido com movimentos circulares e com cuidado diretamente sob a chama do bico de Bunsen.

Balão de fundo chato Utilizado como recipiente para conter líquidos ou soluções, ou mesmo, realizar

Balão de fundo chato Utilizado como recipiente para conter líquidos ou soluções, ou mesmo, realizar reações com desprendimento de gases.

Balão de fundo redondo Utilizado principalmente para reações em sistemas de refluxo e evaporação a

Balão de fundo redondo Utilizado principalmente para reações em sistemas de refluxo e evaporação a vácuo.

Vidro de relógio Peça de vidro de forma côncava usada para pesagens, evaporações, etc.

Vidro de relógio Peça de vidro de forma côncava usada para pesagens, evaporações, etc.

Placa de Petri Usada para pesagens, evaporação, reações em pequena escala, cobrir béqueres e para

Placa de Petri Usada para pesagens, evaporação, reações em pequena escala, cobrir béqueres e para realizar culturas microbiológicas.

Dessecador Nele se guardam substâncias sólidas para secagem. Sua atmosfera interna deve conter baixo teor

Dessecador Nele se guardam substâncias sólidas para secagem. Sua atmosfera interna deve conter baixo teor de umidade, para isso, em seu interior são colocados agentes que absorvem a umidade, como sílica gel.

Kitassato Utilizado em conjunto com o funil de Buchner em filtrações a vácuo.

Kitassato Utilizado em conjunto com o funil de Buchner em filtrações a vácuo.

Balão de destilação Usado em destilações. Possui saída lateral para adaptação de um condensador.

Balão de destilação Usado em destilações. Possui saída lateral para adaptação de um condensador.

Funil de separação Utilizado na separação de líquidos não miscíveis e na extração líquido/líquido.

Funil de separação Utilizado na separação de líquidos não miscíveis e na extração líquido/líquido.

Condensador Utilizado na destilação, tem como finalidade condensar vapores gerados pelo aquecimento de líquidos.

Condensador Utilizado na destilação, tem como finalidade condensar vapores gerados pelo aquecimento de líquidos.

Bastão de vidro (ou baqueta) Utilizado para agitar ou transferir líquidos de um recipiente a

Bastão de vidro (ou baqueta) Utilizado para agitar ou transferir líquidos de um recipiente a outro. É feita de vidro para não causar uma reação química na substância em questão.

Aparelhagem para extração:

Aparelhagem para extração:

Utilizado na extração do tipo sólido-líquido. É composto por um balão de fundo redondo, um extrator Soxhlet e um condensador de refluxo.

3.2. Outros equipamentos

Almofariz de porcelana com Pistilo:

Almofariz de porcelana com Pistilo:

Usado na trituração e pulverização de sólidos em pequena escala.

Cadinho de porcelana:

Cadinho de porcelana:

Utilizado para calcinação de substâncias. Pode ser colocado em contato direto com a chama do bico de Bunsen ou dentro de uma Mufla. Suporta altas temperaturas.

 

Capsula de porcelana:

Usada para evaporar líquidos das soluções e na secagem de substâncias. Podem ser utilizadas em

Usada para evaporar líquidos das soluções e na secagem de substâncias. Podem ser utilizadas em estufas desde que se respeite o limite de no máx.

500°C.

Funil de Buchner:

Funil de Buchner:

Acoplado ao kitassato e munido de papel de filtro é usado nas filtrações a vácuo.

Anel ou argola:

Anel ou argola:

Preso à haste do suporte universal, sustenta o funil na filtração.

Pisseta:

Pisseta:

Usado para lavagens de materiais ou recipientes e através de jatos de água, álcool ou outros solventes.

Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para
Pinça metálica ou Tenaz: Utilizado na manipulação de objetos aquecidos. Pinça de madeira: Utilizada para

Pinça metálica ou Tenaz:

Utilizado na manipulação de objetos aquecidos.

Pinça de madeira:

Utilizada para segurar tubos de ensaio em aquecimento, evitando, assim, queimaduras nos dedos.

Garra:

Espécie de braçadeira que prende o condensador ou outras peças, como balões, erlenmeyers e outros à haste do suporte universal.

Pêra pipetadora:

Acoplado a uma pipeta ajuda a “puxar” e a “expelir” pequenos volumes de líquidos.

Tripé:

Serve como apoio para efetuar aquecimentos de soluções em vidrarias diversas de laboratório. Pode ser utilizado em conjunto com a manta aquecedora.

Tela de amianto:

Suporte para as peças a serem aquecidas. A função do amianto é distribuir uniformemente o calor recebido pelo bico de Bunsen. Por ser cancerígeno, o amianto vem sendo substituído por cerâmica ou lã de rocha, mas a nomenclatura permanece.

Suporte universal:

Suporte universal:

É

empregado na sustentação de peças e sistemas. Ele

pode segurar, com auxilio de outros equipamentos, por exemplo, uma bureta durante uma titulação ou o funil de bromo.

Espátula:

Espátula:

Utilizadas para transferência de sólidos em pequenas quantidades. São encontradas em aço inox, porcelana, níquel, osso, etc.

Pipeta Pasteur:

Pipeta Pasteur:

Usada para lavagem de vidrarias com solventes não aquosos ou então para transferências de pequenos volumes.

Estante para tubo de ensaio:

Estante para tubo de ensaio:

É

usada para suporte dos tubos de ensaio durante, ou

não, um experimento.

Manta aquecedora:

Manta aquecedora:

Equipamento usado juntamente com um balão de fundo redondo; é uma fonte de calor que pode ter a temperatura regulada.

Bico de Bunsen:

Bico de Bunsen:

É

a fonte de aquecimento mais utilizada em laboratório.

Mas contemporaneamente tem sido substituído pelas mantas e chapas de aquecimento. Deve-se evitar seu uso quando utilizamos substâncias inflamáveis dentro do recipiente que se quer aquecer.

Mufla:

Mufla:

A mufla é um aparelho que produz altas temperaturas. É utilizada na calcinação de substâncias por aquecimento até 1800ºC.

 
  Estufa É utilizada para a secagem de materiais, principalmente vidrarias. A temperatura é controlada através

Estufa É utilizada para a secagem de materiais, principalmente vidrarias. A temperatura é controlada através de termostato. Em geral, pode alcançar até 300°C.

Balança analítica:

Balança analítica:

É usada para se obter massas com alta exatidão. Balanças semi-analíticas são também usadas para medidas nas quais a necessidade de resultados confiáveis não é crítica.

Agitador magnético:

Agitador magnético:

Usado no preparo de soluções e em reações químicas quando que necessitam de uma agitação constante com ou sem aquecimento.

4.

Conclusão

As atividades no laboratório são compostas de uma sucessão de procedimentos que auxiliam na exatidão dos resultados analíticos obtidos. E para que os mesmos sejam confiáveis e tenham maior exatidão, são de extrema importância o abandono dos vícios e a correta utilização dos equipamentos e vidrarias.

5. Referências Livros e apostilas consultados:

FELTRE, Ricardo. Química geral, vol. 1, p.45 47, 2006. Editora Moderna. Sites visitados em 15/10/2013: