Você está na página 1de 45

Universidade Tecnológica Federal do Paraná

CC54Z - Hidrologia

Bacia hidrográfica: conceitos fundamentais


e caracterização fisiográfica

Prof. Fernando Andrade


Curitiba, 2014
Objetivos da aula

• Conhecer o conceito de bacia hidrográfica


• Aprender a traçar o divisor topográfico de
uma bacia hidrográfica (delimitar uma
bacia hidrográfica) e identificar o talvegue
principal e o exutório
• Discutir e analisar as principais
características fisiográficas de uma bacia
hidrográfica
2
Definição e delimitação de
bacia hidrográfica
Definição de bacia
hidrográfica
• Uma área definida topograficamente,
drenada por um curso de água ou por um
sistema conectado de cursos de água, tal
que toda a vazão afluente é descarregada
através de uma simples saída [1]
• Uma determinada área de terreno que
drena água, partículas de solo e material
dissolvido para um ponto de saída comum,
situado ao longo de um rio, riacho ou
ribeirão [2]
4
Bacia hidrográfica

divisor

talvegue principal

exutório talvegue secundário


5
Bacia hidrográfica

• A bacia hidrográfica constitui um sistema


natural de transformação de chuva em
vazão. Ela é um volume de controle para
gestão dos recursos hídricos
• Papel hidrológico: transformar uma
entrada de volume concentrado (chuva)
em uma saída de água mais distribuída no
tempo (escoamento-vazão)

6
Bacia hidrográfica
vazão
precipitação
volume
tempo
escoamento de saída

tempo

Hietograma: gráfico da precipitação ao longo do


tempo
Hidrograma: gráfico do escoamento ao longo do
tempo
7
Delimitação de bacias

• Identificar para onde escoa a água sobre o


relevo (divisores de água) usando como
base curvas de nível do terreno
• A água escoa na direção da maior
declividade e as linhas do escoamento são
ortogonais às curvas de nível
• Identificar o curso principal de água
(talvegue) e o ponto no curso da água que
recebe a contribuição de toda a bacia
(exutório)
8
250

200

150

100

50
Divisor de água: exemplo

250 300 350 400


9
Divisor de água: exemplo

400
350
300
250
250

200

150

100

50
10
250

200

150

100
Talvegue: exemplo

50

250 300 350 400


11
250

200

150

100
Talvegue: exemplo

50

250 300 350 400


12
Delimitação de bacias

13
Delimitação de bacias

14
Delimitação de bacias

15
Delimitação de bacias

16
Delimitação de bacias

17
Delimitação de bacias

• Percebe-se que a bacia hidrográfica pode ser


delimitada por uma área de contribuição que
envolve poucos ou muitos corpos de água
• As grandes áreas de drenagem, que
envolvem grandes rios, são chamadas de
regiões hidrográficas
• As regiões hidrográficas são compostas
pelas bacias dos principais rios
• As bacias são compostas por sub-bacias
18
Regiões hidrográficas
brasileiras
Regiões Principais rios

Amazônica Amazonas, Negro, Solimões e


Purus
Tocantins-Araguaia Tocantins, Araguaia, Vermelho,
Itacaiunas e Crixá-Açú

Atlântico NE Ocidental Gurupi, Turiaçu, Pericumã e


Mearim

Atlântico NE Oriental Jaguaribe, Salgado, Banabuiú e


Cariús

Parnaíba Parnaíba, Balsas, Gurgueia e


Uruçuí-Preto
São Francisco São Francisco, das Velhas,
Abaeté e Carinhanha
Atlântico Leste Paraguaçu, Mucuri, Pardo e
Jequitinhonha, São Mateus
Atlântico Sudeste Doce, Paraíba do Sul, Ribeira de
Iguape
Paraná Paraná, Paranaíba,
Paranapanema, Tietê e Iguaçu
Paraguai Paraguai, Miranda, Cuiabá e
São Lourenço
Uruguai Uruguai, Chapecó, Passo
Fundo, do Peixe e da Várzea
Atântico Sul Itajaí, Jacuí, Itajaí-Açu e Itajaí
do Sul 7
Bacia do Rio Paraná

20
Bacias de Curitiba

Fonte: IPPUC [4] 21


Características fisiográficas
da bacia hidrográfica
Importância da
caracterização fisiográfica
• Permite o melhor entendimento do
comportamento hidrológico da bacia
hidrográfica
• Exemplos: comparação entre bacias
hidrográficas, projeções do
comportamento da bacia no futuro,
desenvolvimento de fórmulas empíricas,
regionalização de dados hidrológicos,
transferência de dados entre bacias
vizinhas, etc.
23
Principais características
fisiográficas
• Área e comprimento da bacia
• Forma da bacia: coeficiente de
compacidade, fator de forma, tempo de
concentração
• Sistema de drenagem: densidade de
drenagem, ordem dos cursos de água,
comprimento do talvegue principal,
declividade do terreno e cursos de água
• Características do relevo: uso e tipo do
solo 24
Área da bacia

• A área A é a
A
característica
Lp
física mais
importante da
bacia
• Comprimento da
L bacia L
• Comprimento do
talvegue
principal Lp
25
Área da bacia

13
Forma da bacia

• Coeficiente de compacidade: relação entre


o perímetro da bacia e o perímetro que a
bacia teria se esta fosse circular
Kc=0,28*P/A1/2
• Kc é o coeficiente de compacidade
• P é o perímetro da bacia (km)
• A é a área da bacia (km2)
27
Forma da bacia

• Fator de forma: relação entre a largura


média e o comprimento axial da bacia
hidrográfica
Kf=A/L2
• Kf é o fator de forma
• L é o comprimento da bacia (km)
• A é a área da bacia (km2)
28
Forma da bacia
bacia circular bacia alongada

Kc ↑ 1,0
Kf ↓ 0,8

Kc  1,0
Kf  0,8
29
Efeitos da forma da bacia

tempo

P bacia alongada
bacia circular
Q

30
Exemplos
1. Mostre que o mínimo valor do coeficiente de
compacidade é aproximadamente igual a
unidade (condição de bacia circular)
2. Mostre que o máximo valor do fator de forma é
aproximadamente igual a 0,8 (condição de bacia
circular)
3. Compare os valores do coeficiente de
compacidade e do fator de forma de duas bacias
hidrográficas que possuem a mesma área A.
Bacia 1: circular
Bacia 2: retangular com comprimento igual ao
dobro da largura
31
Tempo de concentração

• Tempo de concentração é o tempo


necessário para que a água precipitada no
ponto mais distante da bacia escoe até o
ponto de controle, exutório ou local de
medição
• Tempo de concentração está relacionado
com a forma, com o comprimento, com a
área, e com a declividade da bacia
• Fórmulas empíricas fornecem o tempo de
concentração
32
Tempo de concentração

• Equação de Watt e Chow [3]


0 , 79
 L 
t c  7,68   0,5 
S 
• tc é o tempo de concentração em minutos
• L é o comprimento da bacia (km)
• S é a declividade do talvegue principal
(m/m)
33
Efeitos do tempo de
concentração
tempo

P bacia com alto tempo de concentração


bacia com baixo tempo de concentração
Q

34
Sistema de drenagem
• O sistema de drenagem é constituído pelo rio
principal e seus afluentes. Em geral, a rede
de drenagem tem influência na velocidade
que a água deixa a bacia hidrográfica
• Densidade de drenagem:
Dd=Lt/A
• Dd é a densidade de drenagem (km/km2)
• Lt é o comprimento total dos cursos de água
da bacia (km)
• A é a área da bacia (km2)
35
Forma do sistema de
drenagem

36
Forma do sistema de
drenagem

37
Forma do sistema de
drenagem

38
Forma do sistema de
drenagem

39
Classificação dos cursos
de água: Strahler
• Um curso d’água a partir da nascente é de
ordem 1
• Quando dois cursos de ordem 1 se
encontram formam um curso de ordem 2
• Quando dois cursos de ordem 2 se
encontram formam um curso de ordem 3
• E assim por diante…

40
Classificação dos cursos
de Água: Strahler
1
1 1
1

1 1
2 2
1 2 2
1 1

2 3
1
2
3 1
1 1
2

1 2 1
1 3
2 2
2
1
2 3

3
1

3
41
Características do relevo:
declividade média

S=DH/L
42
Características do uso do
solo
• Urbanização: modificação dos caminhos
da água. Aumento da velocidade do
escoamento. Impermeabilização do solo.
• Agricultura: substituição de florestas por
lavoura/pastagens. Compactação do solo.
Redução da quantidade de matéria
orgânica no solo (diminuição da
porosidade e da capacidade de
infiltração).
43
Características do uso do
solo

44
Referências bibliográficas

[1] VIESSMAN Jr., W. et al.. Introduction to


hydrology. Editora Intext Education, 1972.
[2] Dunne, T., Leopold, L.. Water in
environmental planning. W. H. Freeman
Editor, 1978.
[3] CHOW, V.T. et al.. Applied hydrology.
Editora McGraw Hill, 1988.
[4] http://www.ippuc.org.br/ [procurar por:
mapas → download → rios formato em
linhas]