Você está na página 1de 36

MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS

SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO

SUMÁRIO
O CAMINHO DO PROGRESSO ............................................................. 1
GOVERNO E MERCADO ESTIMULAM O ACESSO A RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO ........ 2
O QUE OS BANCOS TÊM PARA OFERECER ................................................. 2
REGIÃO DE ATUAÇÃO DOS BANCOS E AGÊNCIAS DE DESENVOLVIMENTO ........................ 3
ORIGEM DOS RECURSOS .............................................................. 4
TAXAS DE JUROS DOS BANCOS DE DESENVOLVIMENTO PARA OS SETORES DE INDÚSTRIA,
AGROINDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS ............................................... 5
PRAZOS ........................................................................... 7
QUEM PODE OBTER FINANCIAMENTO .................................................... 7
INVESTIMENTOS FINANCIADOS PELO BANCO ............................................. 8
TODO O MERCADO FINANCEIRO APOIA AS INICIATIVAS GOVERNAMENTAIS ..................... 9
COMO TER ACESSO AOS RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO .......................... 10
LEGISLAÇÕES E REGRAS: TUDO É DE CONHECIMENTO PÚBLICO ............................. 10
FORMAS DE ACESSAR OS RECURSOS .................................................... 10
PROFISSIONAIS QUE PODEM ATUAR NO SETOR ........................................... 11
AS OPORTUNIDADES PARA CONSULTORES SÃO INÚMERAS .................................. 12
OUTRAS OPORTUNIDADES ASSOCIADAS A ESSE TRABALHO ................................. 12
CAMPO DE ATUAÇÃO PARA............................................................ 13
OPORTUNIDADES DE FORMAÇÃO ESPECIALIZADA ........................................... 14
CONHECIMENTO ESPECIALIZADO POR MEIO DE UMA FORMAÇÃO À DISTÂNCIA, PELA INTERNET ... 14
UM CURSO PARA DOMÍNIO DO SEAP .................................................... 15
O QUE É O SEAP ................................................................... 16
ESTUDE SEM SAIR DE CASA .......................................................... 18
INTRODUÇÃO AO FLUXO DO PROCESSO DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
.................................................................................. 19
AS ATIVIDADES DO PROCESSO ....................................................... 19
AS ETAPAS ....................................................................... 19
OS ATORES DO PROCESSO............................................................ 20
O FLUXO DO PROCESSO DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO ........... 21
DETALHES DAS ATIVIDADES DO FLUXO DO PROCESSO ...................................... 23
ETAPA 1 - CONTATOS INICIAIS COM A EMPRESA E CONTRATAÇÃO DA CONSULTORIA ........... 23
ETAPA 2 - PREPARAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA ANÁLISE CADASTRAL, ELABORAÇÃO, ANÁLISE E
APROVAÇÃO DA CARTA-CONSULTA ..................................................... 25
ETAPA 3 - ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS ...................................... 27
ETAPA 4 - ANÁLISE E APROVAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS ............................. 28
ETAPA 5 - CONTRATAÇÃO DA OPERAÇÃO E LIBERAÇÃO DOS RECURSOS ....................... 29
APÊNDICE .......................................................................... 30
CURSO ELABORAÇÃO DE PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
COM USO DO SOFTWARE SEAP ......................................................... 30
CURSO DOMÍNIO PROFISSIONAL DO SEAP-SISTEMA DE ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS ... 30
DEPOIMENTOS DE ALUNOS ........................................................... 30
LINKS ÚTEIS ..................................................................... 32
O AUTOR ......................................................................... 33

RUA JOÃO ALVES ALBUQUERQUE, 252 A - SALA 02 60.821-730 - Fortaleza - CE


Tel. (85) 3273-5805 | www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
O CAMINHO DO PROGRESSO

Empresas

Consultores

Bancos

Recursos Subsidiados de Longo Prazo

Produção Empregos

Progresso Econômico e Social

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 1
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
GOVERNO E MERCADO ESTIMULAM O ACESSO A RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO

O Governo Federal brasileiro mantém uma política de crédito


de longo prazo, utilizando seus bancos oficiais e a rede
privada para financiar empresas e empresários de todos os
portes.

Os bancos que operam com esses recursos em nosso país são o


BNDES, o Banco do Brasil, o Banco do Nordeste e o Banco da
Amazônia e a maioria dos grandes bancos privados,
credenciados para repassarem recursos do BNDES, também a
Caixa Econômica Federal.

O QUE OS BANCOS TÊM PARA OFERECER

 Oferta no mercado de recursos subsidiados de longo


prazo :

 BNB – 2017 – R$ 26,1 bilhões

 BB – 2017 - R$ 10,1 bilhões

 BANCO DA AMAZÔNIA – 2017 - R$ 4,6 bilhões

 BNDES E BANCOS PRIVADOS CREDENCIADOS - R$88,3 bi


desembolsados em 2016

 DESENVOLVE SP – R$ 2,35 BI NOS ÚLTIMOS 7 ANOS

Todos os anos, os bancos encontram dificuldades para


investir os recursos, principalmente no caso dos bancos
de desenvolvimento regional.

A conclusão clara é que no Brasil dinheiro não é


problema. O problema é a carência de projetos
sustentáveis.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 2
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
REGIÃO DE ATUAÇÃO DOS BANCOS E AGÊNCIAS DE DESENVOLVIMENTO

 BANCO DO NORDESTE DO BRASIL:

 Todos os estados do Nordeste e parte de dois


Estados da região Sudeste, Norte de Minas Gerais e
Norte do Espírito Santo.

 BANCO DA AMAZÔNIA:

 Todos os estados da Região Norte

 BANCO DO BRASIL:

 Todos os estados da Região Centro-Oeste mais o


Distrito Federal

 BNDES E BANCOS PRIVADOS CREDENCIADOS:

 Todos os Estados do País

 DESENVOLVE SP:

 Todos os municípios do Estado de São Paulo

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 3
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
ORIGEM DOS RECURSOS

 BANCOS REGIONAIS DE DESENVOLVIMENTO: BANCO DO NORDESTE,


BANCO DA AMAZÔNIA E BANCO DO BRASIL

 Fundos Constitucionais de Financiamento (FNE / FNO


/ FCO), criados na Constituição de 1988 e
regulamentados pela lei 7827/1.989

 Repasses do Tesouro Nacional, provenientes da


arrecadação do Imposto de Renda e do IPI, de
acordo com as projeções da Secretaria do Tesouro
Nacional.

 BNDES E BANCOS PRIVADOS CREDENCIADOS AO BNDES

 Tesouro Nacional

 Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT)

 Fundo PIS-PASEP

 Fundo Nacional de Desenvolvimento (FND)

 Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das


Telecomunicações (FUNTTEL)

 Fundo de Garantia à Exportação (FGE)

 Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI)

 Fundo Setorial do Audiovisual (FSA)

 DESENVOLVE SP E OUTRAS AGÊNCAIS ESTADUAIS DE


DESENVOLVIMENTO

 Tesouro Estadual

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 4
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
TAXAS DE JUROS DOS BANCOS DE DESENVOLVIMENTO PARA OS
SETORES DE INDÚSTRIA, AGROINDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS

A-REGIÕES NORDESTE E NORTE

Bônus de adimplência = desconto na taxa de juros pelo


pagamento em dia.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 5
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
B-REGIÃO CENTRO-OESTE

Bônus de adimplência = desconto na taxa de juros pelo


pagamento em dia.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 6
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
TAXAS DE JUROS PARA BNDES E DESENVOLVE SP

 BNDES

 Taxas a partir de 6,5% a.a.

 Oportunidades de obtenção de recursos a fundo


perdido

 DESENVOLVE SP

 Taxas a partir de 0,00%

PRAZOS

 A maior parte das linhas de financiamento oferecem


prazos de até 12 anos, com até 4 anos de carência.
 Algumas linhas, como as focadas em turismo, podem
chegar a 20 anos de prazo, com até 5 anos de carência.

QUEM PODE OBTER FINANCIAMENTO

O acesso é universal. Os recursos estão disponíveis a:

 PESSOA JURÍDICA, INCLUSIVE MEI

 Empresa Agropecuária

 Indústria, Comércio e Serviços

 Cooperativas e Associações

 PESSOA FÍSICA

 Produtor Rural

 Transportador autônomo de carga

 Micro-Empreendedor

 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

 Municipal

 Estadual

 Federal

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 7
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
INVESTIMENTOS FINANCIADOS PELO BANCO

 FOCOS DE APOIO FINANCEIRO

 Projetos de Investimento

 Máquinas e Equipamentos

 Indústria e Infraestrutura

 Capital de Giro

 Apoio à inovação

 Exportação e Inserção Internacional

 Microcrédito

 FINALIDADES

 Implantação

 Ampliação

 Modernização

 Recuperação da capacidade produtiva de empresas

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 8
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
TODO O MERCADO FINANCEIRO APOIA AS INICIATIVAS GOVERNAMENTAIS

Não são apenas os bancos públicos, BNDES, Banco do Brasil,


Banco do Nordeste e Banco da Amazônia que apoiam empresas e
empreendedores com recursos de longo prazo.

Os mais importantes bancos privados do nosso Sistema


Financeiro também apoiam as empresas, pois são credenciados
pelo BNDES para realizarem operações de investimento.

Caixa Econômica Federal, agências de desenvolvimento e


bancos regionais, como o DESENVOLVE SP, BANDES e
DESENBAHIA, desempenham o mesmo papel.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 9
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
COMO TER ACESSO AOS RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO
PRAZO

LEGISLAÇÕES E REGRAS: TUDO É DE CONHECIMENTO PÚBLICO

Todos os bancos mencionados neste manual tornaram públicas


as condições para que as empresas acessem esses recursos.

Não é necessário apadrinhamento, nem influência política


para ter um projeto de investimento de longo prazo
aprovado.

É necessário conhecer o processo de concessão de crédito


desses bancos e apresentar informações e documentos visando
seguir estritamente os critérios técnicos de aprovação de
projetos, as legislações e as normas em vigor.

FORMAS DE ACESSAR OS RECURSOS

Há três maneiras de ter acesso a esses recursos:

1. A própria empresa pode aproveitar a experiência de sua


equipe financeira para seguir o processo de concessão
de crédito dos bancos com segurança.
2. O próprio empreendedor segue todos os procedimentos
indicados pelo banco, realizando todo o esforço de
captação de recursos para seu próprio negócio.
3. Um consultor especializado ou empresa de consultoria é
contratada para auxiliar a empresa na tarefa.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 10
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
Das três opções, a mais segura e eficiente é a contratação
de consultoria especializada, a menos que a empresa possua
em seus quadros um profissional com experiência prévia no
setor.

O processo de captação de recursos envolve muitas camadas


de informação, exigindo uma visão multidisciplinar sobre
variados campos de conhecimento, tais como economia,
finanças, direito, administração, negócios, matemática e
contabilidade.

PROFISSIONAIS QUE PODEM ATUAR NO SETOR

É praticamente ilimitado o montante disponível para


financiamento de longo prazo no Brasil.

O problema do Brasil não é carência de recursos


financeiros. O problema é outro!

Faltam bons projetos de negócios e empresários dispostos a


implementá-los.

Verifica-se que são poucos os empresários informados sobre


essas possibilidades de crédito de longo prazo.

São poucos os profissionais consultores qualificados para


prestarem atendimento às empresas e aos empreendedores
interessados em investir em novos segmentos de negócios,
com baixo custo financeiro e longos prazos de pagamento.

Oferecer às empresas e empreendedores a possibilidade de


ter acesso a esses recursos é uma excelente oportunidade
para o desenvolvimento de muitos profissionais autônomos
que desejam atuar como consultores.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 11
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
AS OPORTUNIDADES PARA CONSULTORES SÃO INÚMERAS

 Disponibilidade de uma montanha de dinheiro de


terceiros para disponibilizar aos clientes.
 Oferta de um produto de necessidade universal:
“recursos financeiros".
 Portador da boa notícia: “dinheiro não é problema"
(“Faltam apenas bons projetos").
 Oceano azul de um mercado pouco explorado, com baixa
concorrência.
 Ferramentas profissionais facilmente acessíveis.
 Excelente remuneração, variando de 0,5% a 4% do valor
captado.
 Potencialização de carteiras de clientes de empresas de
consultoria que atuam em outros setores (contabilidade,
advocacia, etc)

OUTRAS OPORTUNIDADES ASSOCIADAS A ESSE TRABALHO

 Elaboração de estudos de viabilidade econômico-


financeira
 Elaboração de estudos de mercado
 Avaliação de bens
 Elaboração de planejamento estratégico
 Elaboração de diagnóstico financeiro
 Business coaching

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 12
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
CAMPO DE ATUAÇÃO PARA

 Economistas
 Administradores
 Contadores
 Engenheiros
 Agrônomos
 Zootecnistas
 Médicos Veterinários
 Consultores Financeiros, Empresariais e de Negócios

Os bancos aceitam que as próprias empresas elaborem os


projetos. A lógica do banco é simples: ninguém conhece mais
o negócio da empresa do que a própria empresa.

Na prática, qualquer profissional qualificado pode elaborar


o projeto econômico-financeiro, deixando que a própria
empresa se apresente ao banco como responsável pelo
projeto.

Em muitos casos, profissionais autônomos que já atuam com


uma carteira de clientes, como por exemplo, um contador,
encontram nesse mercado uma forma de diversificar seu
portfólio de produtos e serviços.

Outros profissionais optam por investirem suas carreiras


puramente como consultores financeiros ou de
desenvolvimento até mesmo em pequenas cidades carentes de
mão-de-obra especializada na captação de recursos
financeiros de longo prazo.

Em pequenas cidades, até profissionais de nível médio


ajudam os bancos a atenderem seus clientes.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 13
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
OPORTUNIDADES DE FORMAÇÃO ESPECIALIZADA

CONHECIMENTO ESPECIALIZADO POR MEIO DE UMA FORMAÇÃO À


DISTÂNCIA, PELA INTERNET

A GigaMedia Consultoria vem desenvolvendo soluções e


ferramentas para ajudar a orientar as três categorias de
profissionais que buscam recursos subsidiados de longo
prazo: executivos, empreendedores e consultores.

Todos os instrumentos, além das normas, legislações,


exigências, check-lists de documentos, softwares e técnicas
são oferecidos por meio do curso ELABORAÇÃO DE PROJETOS
PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO COM
USO DO SOFTWARE SEAP.

O curso é a porta de entrada obrigatória para quem pretende


trabalhar com recursos de longo prazo do BNDES, Banco do
Nordeste, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Agências
Estaduais de Desenvolvimento e Bancos Privados.

Com amplo conhecimento do processo de concessão de crédito


dentro dos próprios bancos, o autor do curso ensina como
seguir esse rito, sem falhas, desde a forma de negociar com
os gerentes, passando pela elaboração do projeto
propriamente dito até a juntada de toda a documentação.

O software principal usado é o SEAP, o Sistema de


Elaboração e Análise de Projetos, que será completamente
dominado pelo participante após o curso. O SEAP assegura a
precisão de todos os cálculos com baixo esforço do
consultor.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 14
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
O curso é todo feito pela Internet. 100% das aulas são
apresentadas em vídeo. Cada vídeo pode ser assistido
diversas vezes. Um tutor permanece à disposição para
esclarecer qualquer dúvida.

São enviados login e senha para participar do curso. O


acesso á plataforma pode ocorrer em qualquer hora do dia ou
da noite, em qualquer dia da semana. O curso pode ser
concluído no período de 1 a 12 semanas, a depender do
mergulho diário do participante.

O curso vai também contribuir para melhorar o desempenho


profissional dos participantes e aumentar sua
empregabilidade no mercado.

Mais informações: http://bit.ly/infoEPS700

Para participar: http://bit.ly/comEPS700

UM CURSO PARA DOMÍNIO DO SEAP

O curso DOMÍNIO PROFISSIONAL DO SEAP - SISTEMA DE


ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS é ministrado pelo próprio
criador do SEAP, o Sistema de Elaboração e Análise de
Projetos.

Criado no Banco do Nordeste do Brasil-BNB, o maior banco de


desenvolvimento regional da América Latina, o SEAP é fruto
da cultura de uma grande organização, em sua larga
experiência de concessão de crédito de longo prazo.

O software SEAP é GRATUITAMENTE oferecido pelo Banco do


Nordeste do Brasil ao mercado. Acesse nosso website e veja
como fazer o download gratuito: http://bit.ly/baixarSEAP

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 15
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
O QUE É O SEAP

O SEAP é o Sistema de Elaboração e Análise de Projetos,


desenvolvido dentro do Banco do Nordeste do Brasil.

Esse software, projetado para ser uma ferramenta universal,


tem inúmeras aplicações, como auxiliar na elaboração de
projetos de captação de recursos, realizar projeções
financeiras do fluxo de caixa para N anos futuros para fins
de cálculo de valuation, calcular necessidade real de
capital de giro, realizar análise de balanço, etc.

O SEAP é utilizado por profissionais do mercado,


professores universitários, consultores, executivos,
estudantes e analistas de créditos dos bancos.

O SEAP é capaz de calcular projeções para microempresas ou


para empresas que faturam bilhões e com a mesma facilidade.
Grandes projetos de grandes empresas vêm sendo
desenvolvidos com ajuda do SEAP. Grandes e pequenas
empresas o utilizam para fundamentar sua gestão financeira.

Seus cálculos são protegidos e certificados por muitos anos


de uso por milhares de profissionais sem registro de
qualquer erro. O SEAP adequa-se a qualquer cenário
tributário, com ou sem incentivos fiscais.

São inúmeras as aplicações do SEAP:

 Analisar pedidos de financiamentos, servindo como


subsídio na elaboração do diagnóstico e parecer de
análise (bancos e agências de desenvolvimento);
 Elaborar projetos econômico-financeiros ou plano de
negócios de empresas novas ou existentes, de todos os
portes e setores da economia;
 Elaborar plano de investimentos, com geração de
cronogramas detalhados;
 Realizar gestão financeira das empresas e subsídio para
decisões do dia-a-dia;
 Utilizar para auxiliar em trabalhos e monografias
acadêmicas;
 Realizar projeções financeiras para fins de captação de
recursos de longo prazo do BNDES, BANCO DO BRASIL,
www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 16
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
BANCO DO NORDESTE DO BRASIL, BANCO DA AMAZÔNIA, BANCOS
PRIVADOS, AGÊNCIAS E BANCOS ESTADUAIS DE
DESENVOLVIMENTO, etc;
 Realizar análise prospectiva de qualquer negócio novo
ou existente e projetar os valores para qualquer
quantidade de anos à frente (de 2 a 240 anos), com
geração automática dos principais indicadores de
viabilidade econômico-financeira, como TIR, PAYBACK,
etc;
 Realizar análise retrospectiva de qualquer negócio
existente, levando em conta os últimos 3 balanços
contábeis e o último balancete, com geração automática
de análise de balanço, análise horizontal, principais
indicadores econômico-financeiros, etc;
 Realizar o registro de avaliações de imóveis rurais ou
urbanos e todas as benfeitorias;
 Elaborar projetos do setor agrícola e pecuário, no caso
deste último, com todos os cálculos de evolução de
rebanho e suporte forrageiro, inclusive cálculo de
reserva estratégica de alimentação;
 Projetar o fluxo de caixa de qualquer empresa nova ou
existente para “n” anos, para uso pelas mais diferentes
aplicações, como Valuation;
 Aplicação em objetivos executivos, empresarias,
acadêmicos ou de consultoria.

Mais informações: http://bit.ly/infoSEAP301

Para participar: http://bit.ly/comSEAP301

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 17
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
ESTUDE SEM SAIR DE CASA

Nos cursos EAD da GigaMedia Consultoria, cada participante


faz seu horário. Pode estudar em qualquer hora do dia ou da
noite, em casa, no escritório ou no celular, a caminho de
casa, na semana, aos sábados, domingos ou feriados.

A duração do curso depende da dedicação diária. Se dedicar


6 horas por dia, qualquer um dos cursos pode ser feito em 1
semana ou menos.

Um tutor estará ao dispor para dirimir qualquer dúvida.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 18
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
INTRODUÇÃO AO FLUXO DO PROCESSO DE CAPTAÇÃO DE
RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO

Uma das informações mais importantes para quem pretende


captar recursos subsidiados de longo prazo é compreender o
fluxo de informações, atividades e atores que participam do
processo de trabalho.

Por isso é que a GigaMedia Consultoria elaborou o fluxo do


processo de Captação de Recursos Subsidiado de Longo Prazo,
que apresentamos agora.

O trabalho de construção desse fluxo revelou diversas


oportunidades que não eram visualizadas por empresários,
consultores, projetistas e elaboradores de projetos.

O fluxo apresentado tem caráter universal. As atividades


são válidas, de forma geral, para qualquer agente
financeiro. Mas devem ser adaptadas, caso a caso, de acordo
com as especificidades de cada situação.

AS ATIVIDADES DO PROCESSO

Foram identificadas 32 atividades dentro do processo de


captação de recursos subsidiados de longo prazo, desde o
momento em que nasce a ideia de um negócio ou a decisão de
investir até a fase final do processo, que ocorre com a
elaboração dos laudos de aplicação dos recursos.

AS ETAPAS

As atividades do fluxo do processo de captação de recursos


subsidiados de longo prazo foram organizadas em etapas para
facilitar sua visualização dentro do processo.

O principal objetivo das etapas é organizar e separar os


principais produtos que são entregues ao cliente durante o
processo.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 19
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
A organização das atividades em etapas facilita não apenas
a visualização do processo, mas também o tratamento dos
aspectos comerciais da prestação de serviços de
consultoria.

As etapas são as seguintes:

1. CONTATOS INICIAIS COM A EMPRESA E CONTRATAÇÃO DA


CONSULTORIA;
2. PREPARAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA ANÁLISE CADASTRAL,
ELABORAÇÃO, ANÁLISE E APROVAÇÃO DA CARTA-CONSULTA;
3. ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS;
4. ANÁLISE E APROVAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS;
5. CONTRATAÇÃO DA OPERAÇÃO E LIBERAÇÃO DOS RECURSOS.

OS ATORES DO PROCESSO

São diversos os stakeholders, as partes interessadas ou


atores do processo de captação de recursos subsidiados de
longo prazo.

Os principais atores que participam desse processo são:

1. A ENTIDADE EMPRESARIAL QUE BUSCA RECURSOS


2. A EMPRESA DE CONSULTORIA OU EXECUTIVOS DA EMPRESA
3. O AGENTE FINANCEIRO (BANCO, AGÊNCIA DE
DESENVOLVIMENTO OU INVESTIDOR PRIVADO)
4. O ENGENHEIRO AVALIADOR

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 20
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
O FLUXO DO PROCESSO DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO

Organizando as etapas, atores e atividades, temos o fluxo


abaixo.

ENTIDADE
EMPRESARIAL EMPRESA DE AGENTE ENGENHEIRO
ETAPAS/ATIVIDADES QUE BUSCA CONSULTORIA FINANCEIRO AVALIADOR
RECURSOS

1. CONTATOS INICIAIS COM A EMPRESA E CONTRATAÇÃO DA


CONSULTORIA
1.1 Contato inicial com o cliente X X
1.2 Conhecimento do negócio do cliente X X
ETAPA 1

1.3 Informações sobre financiamento X X


1.4 Checagem dos 10 passos para acessar o crédito X X
Elaboração da Estimativa de Investimentos e
1.5 das garantias X X
1.6 Entrega de proposta de consultoria X X
Assinatura de Contrato de prestação de
1.7 serviços com o cliente X X
2. PREPARAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA ANÁLISE CADASTRAL,
ELABORAÇÃO, ANÁLISE E APROVAÇÃO DA CARTA-CONSULTA
2.1 Entrega do check-list para análise cadastral X X
Orientação para contratar/solicitar avaliação
2.2 de bens X X X
Recebimento de documentos para análise
2.3 cadastral e taxas de cadastro X X
Preenchimento da ficha cadastral de pessoa(a)
2.4 física(s) e jurídica X X
Entrega da Ficha Cadastral ao Agente
2.5 Financeiro X X
ETAPA 2

2.6 Comunicação de Sinal Verde do Cadastro X X X


2.7 Entrega do check-list para carta-consulta X X
Recebimento de documentos para elaboração da
2.8 carta-consulta X X
Entrega/Recebimento dos laudos de avaliação de
2.9 bens ao Agente financeiro X X X X
2.10 Elaboração da Carta consulta X
Entrega de carta-consulta, declarações e
2.11 autorizações ao agente financeiro X X
2.12 Resultado da análise da carta-consulta X X X
Negociação das condições e do enquadramento da
2.13 proposta de crédito X X X
www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 21
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO

3. ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS


Entrega do check-list para elaboração do
3.1 X X
ETAPA 3

projeto
Recebimento de documentos para elaboração do
3.2 projeto X X
3.3 Elaboração do Projeto de negócios X
3.4 Entrega do Projeto ao Agente financeiro X X
4. ANÁLISE E APROVAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS
ETAPA 4

4.1 Acompanhamento da crítica dos orçamentos X X X


Acompanhamento da análise do projeto junto ao
4.2 Agente financeiro X X X
Conclusão da análise do Projeto pelo Agente
4.3 financeiro X X X
5. CONTRATAÇÃO DA OPERAÇÃO E LIBERAÇÃO DOS RECURSOS
Atendimento das condições prévias à
5.1 contratação da operação X X
ETAPA 5

Atendimento das condições prévias à liberação


5.2 dos recursos X X
Contratação formal da Operação, com assinatura
5.3 do contrato X X
5.4 Liberação da primeira parcela X X
5.5 Elaboração de laudos de aplicação de recursos X X X

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 22
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
DETALHES DAS ATIVIDADES DO FLUXO DO PROCESSO

As 32 atividades, organizadas em 5 etapas, são agora


detalhadas.

ETAPA 1 - CONTATOS INICIAIS COM A EMPRESA E CONTRATAÇÃO DA


CONSULTORIA

A primeira atividade acontece no 1.CONTATO INICIAL COM O


CLIENTE ou com o board da empresa.

Se você é um consultor, precisará conhecer seu futuro


cliente, por enquanto apenas provável.

Se você for um executivo da empresa interessada em buscar


recursos, deverá conversar com os responsáveis pela decisão
de investimento, o board da empresa ou executivos
encarregados de encaminhar o trabalho.

Esse contato é a oportunidade ideal para o 2.CONHECIMENTO


DO NEGÓCIO DO CLIENTE, quando se iniciará o detalhamento
das ideias, dos objetivos e metas.

Esse conhecimento se dará por meio de conversas e reuniões,


quando são apresentados documentos, croquis, projetos
arquitetônicos, fichas técnicas de equipamentos, rascunhos,
etc.

É necessário então repassar para os interessados


3.INFORMAÇÕES SOBRE O FINANCIAMENTO. O que se busca saber é
se aquela ideia ou aquela iniciativa é suscetível a um
financiamento com recurso subsidiado de longo prazo, isto
é, qual o agente financeiro mais adequado para se buscar os
recursos, qual o programa ou linha de financiamento pode
dar suporte ao investimento necessário.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 23
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
Na 4.CHECAGEM DOS 10 PASSOS PARA ACESSAR O CRÉDITO o
consultor ou o executivo vai aplicar um roteiro de anamnese
empresarial para checar se o interessado está em condições
de conseguir financiamento, ou seja, se se encontra apto
para acessar o crédito.

Numa breve conversa de 30 minutos com os interessados, é


possível saber se o cliente tem condições de ser bem-
sucedido em sua iniciativa. É muito útil essa averiguação,
pois não se pretende que o consultor perca seu tempo nem
aplique esforços em vão para atender um cliente que já se
pode saber desde o início não se encontra em condições de
acessar o crédito.

A atividade seguinte é a 5.ELABORAÇÃO DA ESTIMATIVA DE


INVESTIMENTOS E DAS GARANTIAS quando o consultor interno ou
externo deve fazer as estimativas do investimento total.

Ele precisa elaborar um esboço do plano de investimentos do


empreendimento a ser financiado, organizando as informações
por tipo, tais como construções civis, instalações,
equipamentos, acessórios, móveis e utensílios, veículos e
embarcações, outros investimentos fixos e, capital de giro.

Essa estimativa deve incluir a previsão das garantias


totais a serem apresentadas, para que seja calculada a
relação entre as garantias e o valor a ser financiado. Essa
relação em geral deve alcançar um percentual de 130%, no
mínimo, mas é passível de negociação, caso a caso.

O consultor já pode fazer a 6.ENTREGA DA PROPOSTA DE


CONSULTORIA. Se o trabalho estiver sendo desenvolvido
internamente, o executivo deverá apresentar um relatório
sobre o plano de trabalho que vai ser realizado naquele
esforço de captação de recursos.

Esse documento pode ser elaborado com base em modelo


disponibilizado pela GigaMedia Consultoria.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 24
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
Na atividade seguinte, acontece a 7.ASSINATURA DE CONTRATO
DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO COM O CLIENTE, o que encerra a
etapa 1 do processo.

ETAPA 2 - PREPARAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA ANÁLISE CADASTRAL,


ELABORAÇÃO, ANÁLISE E APROVAÇÃO DA CARTA-CONSULTA

Depois de estabelecida a parceria entre o cliente e a


empresa de consultoria, esta precisa 8.ENTREGAR PARA O
CLIENTE UMA RELAÇÃO DE DOCUMENTOS (CKECK-LIST) PARA ANÁLISE
DO CADASTRO junto ao agente financeiro, caso o cliente
ainda não seja cadastrado.

Junto com os documentos do cadastro é mais que recomendável


que o cliente se adiante com os procedimentos de
9.SOLICITAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE BENS. O tipo de garantia mais
comum é a hipoteca de bens imóveis. O contato no agente
financeiro vai orientar sobre essa exigência, apresentando
suas diretrizes sobre o assunto.

O consultor fará a 10.RECEPÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA ANÁLISE


CADASTRAL E DAS TAXAS DE CADASTRO. Essa prestação de
serviços a ser oferecida pelo consultor é uma forma de
evitar a ida do cliente ao Agente Financeiro, poupando-lhe
tempo e esforços.

Com esses documentos em mãos, o consultor procederá ao 11.


PREENCHIMENTO e 12. ENTREGA DAS FICHAS DE CADASTRO DA
EMPRESA, SEUS SÓCIOS E CÔNJUGES. Isso pode ser feito por
meio dos formulários próprios do Agente Financeiro,
geralmente disponíveis ao público, ou por meio de
formulário on line, quando as fichas são preenchidas
diretamente nos sistemas do Agente Financeiro.

Após certo prazo, em geral de poucos dias, o Agente


Financeiro se manifestará com um 13. SINAL VERDE DO
CADASTRO para o prosseguimento do processo.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 25
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
Ultrapassada a fase do cadastro, é necessária 14. ENTREGA
DO CHECK-LIST PARA ELABORAÇÃO DA CARTA-CONSULTA, um
conjunto de informações e documentos necessários para
encaminhamento ao agente financeiro do documento que é
também chamado de consulta prévia.

O consultor fará a 15.RECEPÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA


ELABORAÇÃO DA CARTA-CONSULTA, um documento com informações
resumidas sobre o futuro projeto.

Para elaboração da carta-consulta, o consultor precisa 16.


RECEBER O LAUDO DE AVALIAÇÃO DE BENS E ENCAMINHÁ-LO AO
AGENTE FINANCEIRO, pelo menos nas situações em que o laudo
não foi produzido por este.

Com todas as informações em mão, inclusive sobre garantias,


é hora de 17. ELABORAR A CARTA-CONSULTA. A carta-consulta é
um instrumento em uso no setor. É uma forma de diminuir os
custos na fase inicial do processo, ao permitir uma
avaliação geral do pedido de financiamento antes de maiores
investimentos em projetos que podem ser complexos e caros.

Após preparada, a 18. CARTA-CONSULTA SERÁ ENCAMINHADA AO


AGENTE FINANCEIRO JUNTAMENTE COM DECLARAÇÕES E AUTORIZAÇÕES
(procurações).

O 19.RESULTADO DA ANÁLISE DA CARTA-CONSULTA, se positivo, é


um momento a ser comemorado por consultor e empresa.
Representa uma sinalização positiva ao futuro projeto, caso
este siga as linhas gerais apresentadas na carta-consulta.
Em geral, a aprovação da carta-consulta já significa
reserva de recursos pelo Agente Financeiro. No documento de
aprovação, o agente financeiro também comunica as condições
gerais do financiamento, como prazo máximo, taxa de juros,
limite de financiamento, etc. Não significa aprovação
prévia do projeto, mas um bom indicativo.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 26
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
No momento seguinte, é natural iniciar-se um processo de
20.NEGOCIAÇÃO DAS CONDIÇÕES GERAIS E DO ENQUADRAMENTO DA
PROPOSTA DE CRÉDITO. No documento de aprovação, o agente
financeiro também comunica as condições gerais do
financiamento, como prazo máximo, taxa de juros, limite de
financiamento, etc.

ETAPA 3 - ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS

Se a carta-consulta já foi aprovada e se a negociação já


ocorreu, então o consultor já pode realizar a 21. ENTREGA
DO CHECK-LIST PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS. A
elaboração do projeto de negócios poderia ser iniciada
antes da aprovação da carta-consulta? Sim, poderia. Mas, em
não havendo aprovação da carta-consulta, o trabalho seria
em vão.

O consultor fará o 22.RECEBIMENTO DE DOCUMENTOS PARA


ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS, que pode chegar até a
ele de forma fracionada. Na prática, o trabalho pode ser
iniciado antes mesmo de todas as informações chegarem ao
consultor.

O trabalho de 23.ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS é um dos


mais importantes de todo o processo, mas fica claro que o
processo não se resume somente a essa atividade. O
consultor ou executivo da empresa vai se debruçar com muita
concentração e foco nesse trabalho, que exigirá muitas
horas de esforço até ser completado. São aproveitadas
muitas informações colocadas na carta-consulta, que é uma
prévia do projeto de negócios. A GigaMedia Consultoria
orienta minuciosamente como realizar esse trabalho com
excelência e mostra os procedimentos para que o projeto de
negócios seja elaborado sem riscos de devolução.

A 24. ENTREGA DO PROJETO AO AGENTE FINANCEIRO é um dos


momentos mais aguardados por todos. O projeto de negócios
representa o sonho do empreendedor, também o futuro do
negócio, seja uma startup, seja uma empresa tradicional.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 27
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
ETAPA 4 - ANÁLISE E APROVAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIOS

Nesta etapa, será exigido do consultor um minucioso


25.ACOMPANHAMENTO DA CRÍTICA DOS ORÇAMENTOS. Junto com os
representantes e analistas do Agente Financeiro. É
necessário lembrar que o dinheiro do crédito subsidiado de
longo prazo é carimbado, com destinação bem definida. À
exceção de recursos para capital de giro, todas as demais
destinações são verificadas exaustivamente pelo Agente
Financeiro. A verificação para o capital de giro é feita
quanto ao modo como ele é calculado, não na forma como é
utilizado.

Enquanto o agente financeiro faz seu trabalho de análise, o


consultor faz o 26.ACOMPANHAMENTO DA ANÁLISE DO PROJETO,
somente naquilo que é demandado. O Agente Financeiro fará
as perguntas que forem necessárias para se esclarecer, mas
isso nem sempre ocorre.

A 27.CONCLUSÃO DA ANÁLISE DO PROJETO é a cereja do bolo,


claro, quando o pedido de financiamento é aprovado nas
condições mais próximas possíveis daquilo que foi
solicitado. A GigaMedia Consultoria sente-se à vontade em
passar seus modelos na forma mais fidedigna possível, de
modo a tornar real essa expectativa. O Agente Financeiro
comunicará à empresa, por meio de documento formal, as
condições para a concessão do crédito solicitado.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 28
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
ETAPA 5 - CONTRATAÇÃO DA OPERAÇÃO E LIBERAÇÃO DOS RECURSOS

Na última etapa são encaminhados os procedimentos finais


até a liberação dos recursos. Na conclusão da análise, o
analista do agente financeiro, assim como as instâncias de
decisão, podem condicionar o prosseguimento do processo ao
28.ATENDIMENTO DAS CONDIÇÕES PRÉVIAS À CONTRATAÇÃO DA
OPERAÇÃO. Isso pode ser feito caso alguma exigência interna
não tenha sido atendida na fase de análise.

Há também a necessidade de o cliente realizar o


29.ATENDIMENTO DAS CONDIÇÕES PRÉVIAS À LIBERAÇÃO DOS
RECURSOS. Tais exigências são do tipo sine qua non.

A 30.CONTRATAÇÃO FORMAL DA OPERAÇÃO, com assinatura de


contrato, representa a certidão de nascimento do projeto de
negócios. Tempos de carência e da operação começam a contar
a partir dessa data. A data da celebração do contrato
representa o dia 1 do horizonte do projeto.

Em seguida à assinatura do contrato vem a 31. LIBERAÇÃO DA


PRIMEIRA PARCELA DO FINANCIAMENTO, conforme cronograma
físico-financeiro entregue ao banco junto com o projeto de
negócios.

Alguns agentes financeiros solicitam ao consultor ou


diretamente à empresa que ocorra a 32.ELABORAÇÃO DE LAUDOS
DE APLICAÇÃO DE RECURSOS, um acompanhamento minucioso da
aplicação dos recursos subsidiados de longo prazo, quando
ocorre a checagem da materialização do projeto.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 29
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
APÊNDICE

CURSO ELABORAÇÃO DE PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS


SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO COM USO DO SOFTWARE SEAP

Mais informações: http://bit.ly/infoEPS700


Condições Comerciais: http://bit.ly/comEPS700

CURSO DOMÍNIO PROFISSIONAL DO SEAP-SISTEMA DE ELABORAÇÃO E


ANÁLISE DE PROJETOS

Mais informações: http://bit.ly/infoSEAP301


Condições Comerciais: http://bit.ly/comSEAP301

DEPOIMENTOS DE ALUNOS

“O curso da GigaMedia me abriu oportunidades no banco em que


trabalho. Fui aprovado num processo interno dificílimo para Auditor,
uma vaga muito cobiçada dentro da empresa. Com candidatos de perfis
muito próximos, consegui me diferenciar com o curso da Gigamedia na
prova de títulos, e também na entrevista, pois os conhecimentos
adquiridos no curso me deram uma visão diferenciada do processo de
concessão de crédito. Parabéns a toda a equipe e sucesso!” (William
Schulz, Analista Financeiro no Banco do Estado do Espírito Santo)

“Fiquei positivamente impactada com a riqueza dos conteúdos


abordados. Não imaginava realizar um mergulho tão profundo no tema,
pensei que trataríamos superficialmente, mas a equipe GigaMedia não
abordou somente aspectos técnicos, mas nos dotou dos princípios que
permeiam a atividade. Isso me traz a segurança necessária para dar
novos saltos profissionais.” (Ana Paula Gatti Vital – São Paulo)

“Esta semana estaremos iniciando serviços de contabilidade e projetos


para empresas, eu e meu sócio, aqui em Monte Alegre. Embora não
conhecendo pessoalmente, sinto-me seu filho por ter-me motivado
através de seus métodos de ensino, que motivou-me muito a entrar
nesse setor de projetos, apesar de aqui o mercado ainda estar no
berço com relação a trabalhar com grande volume de recursos e
responsabilidade e visão empresarial. Este certificado o BASA está
aguardando como curso relacionado a projetos de negócios, para fazer
o meu credenciamento.” (Ricardo Braz, Participante da turma EAD
EPS700)

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 30
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
“Sou contadora em São Paulo. Com esse curso espero conseguir aprovar
projetos para meus clientes para melhorar seus negócios. E tb para
outras empresas claro. Conheço pessoas que fizeram o curso e se deram
muito bem, estou ansiosa e com muitas expectativas!” (Cassia Cruz,
São Paulo, Turma EAD EPS504)

“Iniciei na profissão há pouco tempo. Tenho até agora 10 clientes em


atendimento, sendo 2 projetos já encaminhados ao banco. O curso que
fiz sobre o SEAP foi fundamental na minha formação. Meu certificado
já está enquadrado e exposto na minha sala. Amei a metodologia, pude
tirar muitas dúvidas e me senti muito mais confiante com a ajuda do
curso.” (Tathiana Salles, Alta Floresta – MT)

“No início eu fiquei na dúvida a respeito da qualidade do curso. Mas


após iniciar, percebi o quanto o trabalho de vocês é sério, e quanta
experiência o professor Arnóbio tem. Realmente eu estive diante de
alguém que entende do assunto! Com certeza o curso de elaboração de
projetos expandiu horizontes à respeito da prestação desse serviço,
tanto no âmbito profissional quanto ético! Esse certificado fará a
diferença em meu currículo! Espero continuar contando com vocês!”
(Jaqueline Aguilla Pizzato, Tangará da Serra – MT)

“Procurei este curso na GigaMedia, com o objetivo de reciclagem


profissional, atendendo completamente as minhas expectativas. O curso
tem uma carga técnica excelente com ótima metodologia, além de carga
teórica que aborda assuntos técnicos e situações e casos da vida
real, o que completa com êxito nosso aprendizado. A GigaMedia está de
parabéns. Muito obrigado”. (Prof. Dr. Vitor Borges Monteiro,
Professor Universitário, Turma XXX, Fortaleza-CE).

“Fiz o curso e estou me dando muito bem na área. Sou engenheiro


agrônomo e engenheiro de segurança do trabalho. Abri uma empresa de
elaboração de projetos com meu irmão e primo, que são formados em
advocacia e contabilidade. Atuamos fortemente em Pernambuco onde
possuímos três escritórios no estado. Aumentamos nossa cartela de
cliente para outros estados desde São Paulo, Salvador e outros.
Obrigado”. (Gleógenes Macedo, Araripina-PE)

“Agradeço à GigaMedia por ter criado esse curso. Já fiz meu primeiro
projeto que foi aprovado de primeira pelo Banco.” (Francisco
Vandecarlos, Jericoacoara-CE)

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 31
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
LINKS ÚTEIS

GIGAMEDIA CONSULTORIA

BNDES

BANCO DO BRASIL - FCO

BANCO DO NORDESTE DO BRASIL-BNB

BANCO DA AMAZÔNIA

INFORMAÇÕES SOBRE FUNDOS CONSTITUCIONAIS

BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE ANGOLA - BDA

FINEP - AGÊNCIA BRASILEIRA DA INOVAÇÃO

AGÊNCIA DE FOMENTO DE SÃO PAULO - DESENVOLVE SP

AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO CEARÁ

AGÊNCIA DE FOMENTO DE PERNAMBUCO

AGÊNCIA DE FOMENTO DO RIO GRANDE DO NORTE

BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS - BDMG

BANCO DE BRASÍLIA-BRB

BANCO DE DESENVOLVIMENTO DO ESPÍRITO SANTO - BANDES

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 32
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO
O AUTOR

• Graduado em Engenharia pela Universidade Federal do Ceará;


• Pós-Graduado em Economia e Finanças pelo Banco do Nordeste do Brasil;
• Mestre em Educação pela Universidade Federal do Ceará;
• Funcionário do maior Banco de Desenvolvimento Regional da América
Latina, o Banco do Nordeste do Brasil, de 1984 a 2001, com atuação na área
Financeira e na área de Análise de Projetos de Negócios, com participação
nas seguintes atividades, dentre outras:
o Representante do BNB na Mesa de Operações Financeiras;
o Concepção e desenvolvimento do Sistema de Elaboração e Análise
ARNÓBIO ALBUQUERQUE
de Projetos-BNBPRO, utilizado entre 1993 e 1998 pelo Banco do
Nordeste para Elaboração e Análise de Projetos de Negócios da área
rural;
o Concepção e desenvolvimento do Sistema de Elaboração e Análise
de Projetos-SEAP, utilizado desde 1998 pelo Banco do Nordeste
para Elaboração e Análise de Projetos de Negócios de grande porte.
• Contratado pela MacroAnálise Consultoria em 2007 para integrar equipe
brasileira de implantação do Banco de Desenvolvimento de Angola-BDA,
com participação nas seguintes atividades, dentre outras:
o Concepção e desenvolvimento do Sistema Integrado de Elaboração
e Análise de Projetos – SEAPRO, criado para atender toda a
demanda de projetos de investimentos apresentada à banca pública
e privada de Angola;
o Concepção e desenvolvimento do Sistema Integrado de Risco-
Cliente – SERIC;
o Desenvolvimento do modelo financeiro do Plano Estratégico do
Banco de Desenvolvimento de Angola;
o Desenvolvimento de modelos financeiros de grandes empresas
governamentais.
• Fundador e dirigente da GIGAMEDIA CONSULTORIA, com trabalhos na área
Financeira, Projetos de Negócios, Tecnologia da Informação e Executive
Coaching;
• Experiência na concepção e elaboração de Projetos de Negócios de médias e
grandes empresas no Brasil e no exterior;
• Autor de 16 livros na área de Tecnologia da Informação, Finanças e
Educação Ambiental;
• Formação em coaching pelo CAC – Center for Advanced Coaching, com sede
nos Estados Unidos;
• Membro da Sociedade Brasileira de Coaching com certificação reconhecida
pelo Behavioral Coaching Institute (BCI) e International Coaching Council
(ICC), órgãos responsáveis pelo desenvolvimento e testes da metodologia de
Coaching mais aceita no mundo;
• Professor convidado da disciplina Análise de Investimentos em cursos de
pós-graduação.

www.gigamedia.com.br | gigamediabr@gmail.com 33
MANUAL DE CAPTAÇÃO DE
RECURSOS SUBSIDIADOS
DE LONGO PRAZO
ARNÓBIO ALBUQUERQUE

O Manual de Captação de Recursos Subsidiados de Longo Prazo mostra o caminho sem falhas
para captar recursos do BNDES, BNB, BASA, Banco do Brasil, Banco Privados credenciados pelo
BNDES e agências estaduais de desenvolvimento.

Agora estão desvendados todos os procedimentos para captação de recursos dos bancos e agên-
cias de desenvolvimento.

Aproveite este conhecimento para captar recursos subsidiados de longo prazo para seus negócios
ou para oferecer serviços de consultoria para seus clientes.

“Fiquei positivamente impactada com a riqueza dos conteúdos abordados. Não


imaginava realizar um mergulho tão profundo no tema, pensei que trataríamos
superficialmente, mas a equipe GigaMedia não abordou somente aspectos técni-
cos, mas nos dotou dos princípios que permeiam a atividade. Isso me traz a
segurança necessária para dar novos saltos profissionais.”

Ana Paula Gatti Vital – São Paulo

GIGAMEDIA CONSULTORIA
www.gigamedia.com.br

Você também pode gostar