Você está na página 1de 26

João Paulo II voltará do

inferno?
Esta matéria foi retirada da comunidade conspiração não é teoria
no Orkut.

[Apocalipse] João Paulo II voltará do inferno?

Recomendo a leitura deste conteúdo para todos, sendo cristãos ou não,


de preferência maiores de 14 anos.
Esta é uma interpretação do Apocalipse. Pra mim a mais convincente. Já se fala nela há algum tempo e existem muitos que
interpretam de forma semelhante, alguns abordam parte do tema e acaba ficando um estudo incompleto, outros
interpretam pontos de maneira bem diferente do que irei apresentar. É um assunto extenso demais pra se postar no Orkut.
Mesmo assim espero que todos leiam, nem que seja aos poucos. Reuni a maior parte dos fatos e detalhei o máximo que
pude de forma simples e resumida.

Acreditando ou não, temos que ter o conhecimento de todos os tipos de interpretações possíveis e analisar quais estão
fora do contexto para não sermos enganados. Espero que eu esteja errado sobre esta, se não estiver, estamos de fato nos
últimos dias.

Revisei diversas fontes, pedi a Deus o entendimento e fiz uma junção com minhas próprias palavras para a revelação de
uma parte do livro de Apocalipse.

10/02/2012
Não estou me colocando contra os católicos, a intenção é esclarecer esta inte rpretação que diz
respeito à palavra de Deus e a liderança pagã que deu origem a fé católica.
A chave para compreendermos parte das profecias apocalípticas do Deus altíssimo está na
identificação das duas bestas de Apocalipse 13.

O título do tópico diz que João Paulo II voltará a viver, mas o dono da vida é Deus e o redentor
Jesus Cristo, a volta de João Paulo II se dará por algum tipo de feitiçaria que não sei explicar
direito, o que podemos compreender com exatidão desta interpretação é que de fato não será João
Paulo II, mas sim um demônio personificado na figura do papa.

As profecias falam de uma tríade (pode ser “trindade”, mas eu prefiro dizer tríade) demoníaca,
composta por duas bestas (Anticristo e falso profeta) e Satanás.
Existem linhas de pensamento para identificar a segunda besta. Serão abordados diversos temas,
porém o foco será a 1ª besta que sobe do abismo insondável.

Poderia estar aqui pra falar de coisas bonitas como o amor de Deus por exemplo. Mas este
assunto é de extrema importância para todos, não só para o evangélico, mas em especial os
cristãos que estiverem vivendo os últimos dias, pois estes passarão por provações, na inquisição
os crentes foram provados (torturados e mortos juntamente com pessoas não cristãs assim como
o nosso Senhor Jesus Cristo foi), você não é melhor e nem pior do que aqueles irmãos mortos por
guardarem os mandamentos de Deus, sua fé será provada, leia o que o apóstolo Paulo disse em
2tessalonicenses a partir do cap 2, que o crente NÃO será arrebatado ante s que essa besta se
manifeste, Deus está detendo o surgimento dessa besta para que mais e mais almas se convertam
de verdade e por amor a Ele, hoje em dia muitos se dizem cristãos, muitos se dizem convertidos,
mas não mudaram seu caráter, é por isso que todos que presenciarem o inicio do fim dos dias do
império dos homens passarão pela prova de fogo, ninguém será arrebatado antes que o filho da
perdição, o homem da iniqüidade apareça.

Muitos têm a tendência de proteger tudo o que procede de sua denominação. Acho que
independente da crença, as pessoas têm de observar que não existe perfeição no ser humano.
Erros e pessoas de má fé estão presentes em todas as crenças e o anticristo não virá ao mundo
com a imagem de maligno, terá a imagem de bom homem, de um defensor da paz e irá seduzir
multidões que irão segui-lo e adorá-lo em meio à tribulação.

Para que possamos entender qual parte da profecia nos encontramos e como e de quem virá essa
besta, temos de começar a partir da profecia em Daniel.
Daniel profetiza parte do Apocalipse

Daniel 2:2-3
Então o rei mandou chamar os magos, os astrólogos, os encantadores e os caldeus, para que declarassem ao
rei os seus sonhos; e eles vieram e se apresentaram diante do rei.
E o rei lhes disse: Tive um sonho; e para saber o sonho está perturbado o meu espírito.

Assim como o profeta Daniel havia interpretado a profecia da estátua do sonho do rei Nabucodonosor (pois os
feiticeiros, astrólogos e magos do rei não sabiam interpretar a revelação de Deus) prevendo os três grandes
impérios mundiais que estariam por vir depois do rei, a mesma espetacular profecia Daniel recebera de Deus
em visão de quatro animais. São eles, o Leão, o Urso, o Leopardo e o animal terrível (Dragão).

Sugiro que todos leiam o livro de Daniel do começo ao fim. Quem não conhece ou leu pouco sobre este assunto
confira. É um livro espetacular.

O que este livro mostra, além da soberania do Deus altíssimo e da fé incorruptível do profeta Daniel, é uma
descrição dos poderosos reinos mundiais que surgiriam ao longo dos tempos até a segunda vinda de Jesus.

Daniel revela através do poder de Deus quais seriam estes reinos. A profecia dos quatro animais bem como a
da estatua são equivalentes, tratam-se da mesma profecia e veremos o porquê.

Daniel 2:28Mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios; ele, pois, fez saber ao rei Nabucodonosor o que
há de acontecer nos últimos dias; o teu sonho e as visões da tua cabeça que tiveste na tua cama são estes:

Daniel 2:31-33 Tu, ó rei, estavas vendo, e eis aqui uma grande estátua; esta estátua, que era imensa, cujo
esplendor era excelente, e estava em pé diante de ti; e a sua aparência era terrível.
A cabeça daquela estátua era de ouro fino; o seu peito e os seus braços de prata; o seu ventre e as suas coxas
de cobre;
As pernas de ferro; os seus pés em parte de ferro e em parte de barro.

Essa explicação é necessária, pois o livro de Daniel (em sua parte profética), por incrível que
pareça, não é muito comentado nas igrejas, e por isso pode existir perguntas do tipo: “Como você
chegou a conclusão de que a estátua e os animais representam reinos?”

Leiam quando Daniel fala ao rei Nabucodonosor que ele é o reino da cabeça de ouro e revela o
sonho:

Daniel 2:37-44 Tu, ó rei, és rei de reis; a quem o Deus do céu tem dado o reino, o poder, a força, e a
glória.

E onde quer que habitem os filhos de homens, na tua mão entregou os animais do campo, e as
aves do céu, e fez que reinasse sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro.

E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu; e um terceiro reino, de bronze, o qual
dominará sobre toda a terra.

E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o ferro, esmiúça e quebra tudo; como o ferro
que quebra todas as coisas, assim ele esmiuçará e fará em pedaços.

E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso
será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro
misturado com barro de lodo.

E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino
será forte, e por outra será frágil.

Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar -se-ão com semente humana,
mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.
Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este
reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo
subsistirá para sempre,

Na continuação dos capítulos o profeta vive a queda da cabeça de ouro e entra no reino do peito e
braços de prata (o urso) vivendo a profecia em meio a provações e o paganismo condenado por
Deus.
Chegando ao capítulo 7 o profeta servo de Deus, recebe a mesma profecia em visão, esta visão
chegará aos nossos dias assim como a profecia da estátua.

Daniel 7:2-3Falou Daniel, e disse: Eu estava olhando na minha visão da noite, e eis que os quatro
ventos do céu agitavam o mar grande.
E quatro animais grandes, diferentes uns dos outros, subiam do mar.

Ao final da profecia Daniel deixa claro que o quarto animal é destruído por Cristo, não existindo
um quinto animal, ou seja, não existe um reino mundial depois do quarto, assim como na profecia
da estátua onde o reino das pernas de ferro continua vivo até chegar aos pés, porém dividido
(ferro misturado com barro). O reino mundial das pernas de ferro assim como o reino mundial do
quarto animal é o último. E se este reino é o último e não estamos mais no reino de bronze ou
leopardo, estamos no reino das pernas de ferro? O quarto animal?

Logicamente que sim, estamos neste reino e mais a frente deste estudo ficará mais claro, as
escrituras nunca falharam porque apenas Deus é onisciente, a diferença das profecias de Deus
para a de adivinhões, feiticeiros e farsantes é que Deus nunca falha e nunca usou seus servos
para escreverem termos ambíguos como as profecias de Nostradamus por exemplo. Em
Deuteronômio 18:20-22 o crente é advertido para que não seja enganado por pessoas como essas.
As profecias bíblicas anteciparam significativos eventos, anunciados não apenas muito antes de
seu cumprimento, mas com absoluta precisão e riqueza de detalhes, são centenas de profecias
cumpridas, outras em curso e tantas outras a se cumprir.

O império Medo-Persa representado pelo urso tinha três costelas na boca que ilustram as
conquistas deste reino. O urso corresponde ao segundo metal da estátua. Logo o Império Medo-
Persa, corresponde a prata. Como a prata é inferior ao ouro, assim também em alguns aspectos o
urso é inferior ao leão. Os três reinos mais importantes que esse império conquistou foram a
Babilônia, a Lídia e o Egito. Já o império do Leopardo tinha quatro cabeças porque quatro cabeças
são também símbolos de reis, iremos mais a frente conferir isso em Apocalipse, houve neste
império após a conquista de Alexandre Magno quatro reis administrando: Lisímaco, Cassandro,
Ptolomeu e Seleuco. A profecia revelada ao servo Daniel se cumpre perfeitamente, mas ainda não
se cumpriu totalmente.

Não irei entrar em detalhes sobre os três primeiros reinos, para conhecer a fundo você deve
pesquisar mais, irei para o quarto animal, pois este é o que mais nos interessa e interfere
diretamente em nossas vidas, uma profecia que termina no livro de Apocalipse. O quarto animal
será revelado como o dragão que é o próprio Satanás.

Com este conteúdo iremos além da compreensão do reino das pernas de ferro em que vivemos, o
reino do quarto animal, um animal da qual Daniel não dá um nome, ele apenas diz que é um animal
terrível:
[...] “e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de
ferro;” [...] Daniel 7:7

O livro de Apocalipse
A profecia em Daniel e o livro de Apocalipse se completam, este estudo é sobre a besta que surge
do abismo. Para entender vamos começar do capitulo 12.

Apocalipse 12 1 “E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo
dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça.

Mulher na simbologia profética significa Igreja, povo escolhido. Essa mulher da qual o versículo
revela não é referida como prostituta, ela simboliza o povo judeu, a raiz de Davi donde Jesus
nasceu, mais a frente vocês verão que de fato Jesus nasce dessa mulher. A prostituta só aparece
nos capítulos posteriores. Estrela na bíblia significa mensageiro da palavra ou anjo, a coroa de
doze estrelas sobre sua cabeça representam as doze tribos de Israel juntamente com os doze
apóstolos.

2 E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsias de dar à luz.
Este versículo esta revelando o nascimento de Cristo saindo desta mulher, o povo judaico.

3 E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e
dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas.
Dragão como a escritura ensina é Satanás. Confira em Apocalipse 12:9, a explicação sobre as
cabeças e os chifres encontram-se em Ap 17:10e12 da qual chegaremos neste versículo mais
adiante.

4 E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o
dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o
filho.

Este versículo revela que o dragão vermelho (Satanás) estava querendo devorar o filho de Deus
que nascera da geração de Davi. Quando Jesus nasceu, o império romano, representado por
Herodes, queria matar o filho do Deus altíssimo, ordenando que todas as crianças até dois anos de
idade fossem mortas.

Com isso conseguimos identificar quem era o quarto animal da profecia em Daniel.
Neste versículo diz que Satanás (dragão) é o império romano. O forte império, o forte animal que
veio depois do leopardo, foi o império romano.
Satanás é representado pelo império romano que existe ainda hoje, um império que segundo
Daniel estaria vivo e forte até a segunda vinda de Jesus. Vocês verão um pouco mais a frente
neste artigo como o império romano continuou vivo.

5 E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi
arrebatado para Deus e para o seu trono”.
Jesus Cristo neste versículo é revelado, Aquele que foi arrebatado para Deus e para o seu trono
nos céus.

E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse
alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.
Quando Herodes perseguiu e mandou matar todas as crianças de Israel até dois anos de idade,
Deus manda que José e Maria fossem para uma região desértica (Egito) ficarem por três anos e
meio (calendário mosaico o mês tem 30 dias).

Apocalipse 13:1-4 1E vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os
seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia.

Não chegamos ainda na besta que sobe do abismo, esta sobe do mar. O mar são povos,
multidões, nações e línguas, confira em Apocalipse 17:15. Cabeça segundo o que a escritura
ensina são reis, confira em Ap 17:9,10 que as cabeças também significam reis (ou reinados),
iremos chegar neste versículo mais a frente. Chifres também são reis, leia Ap. 17:12 -13, esses 10
reinos são as dez regiões político-econômicas que serão criadas no estabelecimento da Nova
Ordem Mundial onde esses reis entregarão seu poder a besta.

A besta que surge do abismo (abismo é o mesmo que sepultura e inferno, mais a frente também
teremos a explicação) provém dessa besta que sobe do mar e mais a frente a palavra de Deus
mostrará que a besta subindo do mar também é representada por aquela que sobe do inferno, pois
é um de seus reis.

2E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pé s como os de urso, e a sua boca como
a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio.

Repare que essa besta tem a força dos impérios anteriores, essa besta que emerge do mar é muito
poderosa. O dragão (Satanás/Império romano) dá o poder mundial a essa besta que se torna muito
forte, e ela só pode ser romana. Segundo o que vimos até aqui, o império do quarto animal, as
pernas de ferro, será o mesmo até o fim dos dias.
Mais a frente isso ficará bem claro.

3E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra
se maravilhou após a besta.
Aqui diz que um dos seus reis recebe uma ferida de morte e sobrevive. Iremos identificar quem é
esse rei mais adiante, este rei é a besta que surge do abismo.

4E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é
semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?

Neste versículo diz novamente que a besta recebe o poder do dragão, recebe o poder do império
romano, no livro de Daniel no capitulo 7 (ler todo o contexto) diz que este império iria existir até a
segunda vinda de Cristo.
Obviamente o império romano dos imperadores não existe mais, então por que Daniel diz que este
império satânico que veio logo após o terceiro animal seria o mesmo do fim dos tempos?

Isto se deve porque Deus sabia que o império romano mudaria sua forma de atuar, sabia que este
império iria transferir seu poder e continuar numa “roupagem religiosa”. Este império é nada
menos que o império papal, repare que o versículo diz que adoraram a besta e questionavam:
Quem poderá batalhar contra ela? Foi o período negro da inquisição, de Roma dos impe radores
pagãos romanos, para a segunda fase do império, a Roma do império papal, esta é a besta que
recebe o poder do dragão se tornando muito poderosa. A igreja (mulher) de Roma tem o poder da
besta e com este poder conseguiu assassinar milhões de pessoas , detém um infinito mar de
sangue nas mãos.

Assistam qualquer documentário sobre a Roma antiga e irão perceber que os imperadores
romanos eram adorados como deuses, alguns até mesmo após a morte, exemplo disso foi o
imperador Julio César, dois anos depois de sua morte o Senado o aclamou deus, assim como os
faraós e reis antigos eram adorados feitos divindades na terra. Hoje não é diferente, os papas
buscam adoração, João Paulo II foi oficializado como um objeto de adoração em 1º de maio de
2011, tornou-se “santo” ou mesmo um “deus”, onde as pessoas fazem orações pedindo tudo que
lhes convém à ele, esquecendo as palavras de Deus.

Por isso que o versículo diz que eles adoraram o dragão (império romano e também Satanás como
já vimos) e depois adoraram a besta que recebeu o poder do império romano, ou seja, adorar os
antigos imperadores como se fossem deuses na terra assim como adorar a besta, é o mesmo que
adorar Satanás.

Como prometido, iremos ao estudo de como o império romano continuou vivo. Eles simplesme nte
transferiram a adoração ao deus-sol, o poder e demais adorações pagãs para debaixo de uma
Roma “cristã”. Tentarei ser breve, mas não dá pra falar da igreja romana sem antes citar a queda
do império romano.

Ascensão da Igreja de Roma

A igreja católica surgiria tempos após Constantino (imperador romano do século IV D.C.) ter de
certa forma legalizado o cristianismo após uma suposta conversão. Utilizarei os termos cristãos e
cristianismo, podemos usar esses termos, quem tiver duvidas procure pesquisar a respeito,
quando for necessário colocarei parênteses, aspas ou mudarei o termo, pois Constantino criou o
seu próprio “cristianismo” e os livros de história e a própria internet costumam confundir a cabeça
das pessoas.

De fato não foi ele o fundador da igreja católica, apenas deu o ponta pé inicial para que anos mais
tarde surgisse o império romano-religioso. Constantino após sua “conversão” ao cristianismo
continuou a matar e adorar o deus-sol. Um suposto convertido fazendo essas coisas? Isso é no
mínimo estranho.

Por que criar a imagem de uma pessoa convertida à Cristo sendo que não era de fato um cristão,
mas sim adorador de Ninrode (deus-sol) e deuses pagãos de sociedades secretas antigas?

Se você pesquisar na história irá perceber que o império romano perseguia os cristãos assim
como a besta faria tempos depois matando numa escala maior, havia um desejo de fazer uma
“limpa” na Igreja de Cristo, os servos de Jesus (incluindo os apóstolos) foram sendo
assassinados ao longo do tempo com a intenção de não sobrar sequer um pra contar história.
Foram três séculos de homicídios em massa antes de a besta receber o poder do império romano.

As principais e maiores perseguições foram as do imperador Nero, no século I (morte de Paulo,


Pedro), a de Décio no ano 250, a de Valeriano (253-260) e a maior, mais violenta e última a de
Diocleciano entre 303 e 304 que tinha por objetivo declarado acabar com o corpo de Cristo.

Nesta violenta perseguição de Diocleciano aos verdadeiros cristãos existia um pla no, o império
romano estava se deteriorando em meio a ataques inimigos e as epidemias de peste bubônica, a
economia já não era mais a mesma. No século III a crise econômica atingiu seu auge. Desde o
período republicano de sua história, Roma empreendeu uma política expansionista, tendo como
objetivo a conquista de terras e escravos, uma vez que possuía uma economia agrária e essa
política atendia ao interesse da elite: os patrícios. Era a elite mundial da época, a mesma que
esteve presente em vários reinos, desde a Babilônia até os tempos atuais.

O império enfrentava gradativa diminuição do número de escravos afetando a produção, pois as


guerras por conquistas no século III foram retraindo. Houve aumento da população marginalizada
e maior exploração da mão de obra escrava, estes eram responsáveis por revoltas sociais sendo
necessária a intervenção dos militares.

No governo de Diocleciano e Constantino, foram adotadas medidas para tentar frear a crise,
aumento de impostos foi uma delas.

Mas em especial, Constantino foi o responsável por uma nova era no poder romano, a conciliação
entre o Império e o cristianismo (o de Constantino), a partir do Edito de Milão (313), que garantia a
liberdade religiosa ao “cristianismo”, isso representava uma possibilidade de justificativa ao poder
centralizado e ainda serviria para frear o movimento popular e de escravos, uma vez que a
doutrina cristã reforçava a esperança de uma vida digna após a morte, no Reino de Deus.

A nova religião foi ainda mais reforçada durante o governo de Teodósio quando, através do Edito
de Tessalônica, o cristianismo foi considerado como religião oficial do Império, antes disso
Diocleciano tinha a missão não só de matar, mas a de confiscar todos os livros da verdadeira
igreja de Cristo, muitos foram queimados e não sabemos o que perdemos naquela época. Era
como se quisessem exterminar a doutrina de Cristo para criar um novo princípio, o “cristianismo”
do império romano.

Este é o momento ideal para um novo começo, o momento para que o dragão (Império romano)
pudesse entregar seu poder a besta, mas antes era necessário que essa besta pudesse ficar forte
como uma verdade absoluta.

Membros de irmandades secretas iniciaram a igreja católica a partir da Sociedade Secreta


“Antigos Mistérios Babilônia”, a mais antiga sociedade secreta da qual todo o ocultismo se baseia,
como a maçonaria, a cabala (sociedade secreta dos fariseus que crucificaram Jesus) em seus
mais íntimos segredos, para entender sobre esta intrigante sociedade secreta da qual a adoração é
a mesma da elite mundial da época dos imperadores romanos clique aqui em um tópico que criei
juntando artigos pra falar especialmente dos Antigos Mistérios da Babilônia.

Os papas são os sucessores do Imperador Romano Constantino. Foi Constantino quem legalizou
o cristianismo (o cristianismo dele, que podia matar e adorar o deus -sol ao mesmo tempo) com a
esperança de unificar um Império fragmentado e decadente.

Ele mudou a capital do império para Constantinopla em 330 (exemplo seguido até hoje por líderes
políticos de sociedades secretas no Brasil, onde o governo retira sua sede do poder das
proximidades do povo para não ser incomodado), deixando o bispo de Rom a (pessoas que
seguiriam o novo sistema romano) a cargo do Ocidente. Ele próprio, entretanto, continuou
adorando o deus-sol.

Embora Constantino tenha permanecido pagão pelo resto de sua vida, manteve influência sobre
os negócios do que tinha se transformado a "igreja estatal" no Império. Essa influência foi
evidenciada pelo fato de ter ele mesmo convocado o Concílio de Nicéia. Um pagão dos
“iluminados” tentando representar todos os cristãos da face da terra e obter consenso através de
uma assembleia.

Posteriormente, Teodósio, o Grande, (IMPERADOR ROMANO) tornou o “cristianismo” a religião


oficial do Império. Em fevereiro do ano 380 d.C., ele e Graciano fizeram publicar um édito
deliberando que todos os seus súditos deveriam seguir a fé dos bispos de Roma (somente deles é
claro, a verdadeira igreja e doutrina de Cristo deveria ser exterminada) e do patriarca de Alexandria
e a participação na igreja tornou-se obrigatória por lei. (Podemos apenas imaginar o efeito que
isso teve sobre o caráter espiritual da igreja). Neste ponto, os templos pagãos foram
transformados em igrejas, as estátuas de Júpiter tornaram-se estátuas de Pedro, as imagens de
Ísis e Vênus tornaram-se imagens da "virgem abençoada", e a mistura do paganismo, adoração a
ídolos de barro com o cristianismo resultou nas diversas doutrinas sem base bíblica e as tradições
da Igreja de Roma. O plano era transformar o decadente império político num império político-
religioso.

O surgimento do papado, conforme vocês podem perceber encontra -se por volta de 380 d.C.,
haveria de nascer mais precisamente no tempo das invasões bárbaras, entre os anos de 378 e 476
d.C.

A teoria de que o primeiro papa da igreja de Roma seria o apóstolo Pedro não tem fundamento,
uma vez que a igreja de Roma sequer existia na época e os crentes da igreja primitiva se
organizavam em congregações locais em suas casas. O titulo de papa na igreja de Roma significa
o líder máximo, o “chefão”, se autodenominam pontifex maximus e Pedro jamais exerceu
superioridade sobre os outros apóstolos, Paulo escreve: ...“em nada fui inferior aos mais
excelentes apóstolos” 2 Coríntios 12:11.

Foi somente em 538 d.C. que o papado consolidou-se como governante supremo da Europa por
decreto do imperador Justiniano I.

Em 538 d.C. Exatamente neste ano foi expulso de Roma o último poder opositor do papado – os
Ostrogodos. Com sua queda desenvolveu-se notadamente a supremacia papal. Justiniano I (527-
565), o maior de todos os imperadores, que regulamentou todas as questões teológicas formando
um código unificado ao reunir e codificar as leis que existiam então no império, inclusive novos
editais do mesmo Justiniano. Nesse código imperial estavam incorporadas duas cartas oficiais de
Justiniano que tinham toda a força de um edital real. Nelas confirmava legalme nte ao bispo de
Roma como "cabeça de todas as santas igrejas" e "cabeça de todos os santos sacerdotes de
Deus" (Código de Justiniano, livro 1, título 1). Na carta posterior também embasa as atividades do
papa como corretor de hereges.

A partir desse momento (538 d.C.) a igreja católica surge no mundo passando a ter o poder não só
religioso, mas também político, a Igreja católica passa também a legislar (ter o poder de fazer as
leis) juntamente com os líderes das tribos européias que mais tarde vieram a se tornar nações. Os
romanos (dragão) finalmente passam o poder para a besta, cumprindo assim a profecia em
Apocalipse 13:2

A igreja romana deu inicio bem depois da igreja primitiva (que era nas casas dos verdadeiros
servos de Jesus e não em templos gigantes), Igreja são PESSOAS convertidas a Cristo que
seguem seus ensinamentos, leia 1Co 3:16, o conceito de igreja como sendo os templos feitos de
pedra foi criado pelos romanos para confundir, porém a palavra de Deus ensina que a igreja
(crentes convertidos e batizados que seguem a sã doutrina de Jesus) devem se reunir para
congregar (Hebreus10:25); devem louvar e cantar na congregação (Hebreus 2:12) ou seja, não
estou dizendo que as pessoas devem deixar de congregar (seja nas casas ou em qualquer outro
local), mas sim que a igreja somos nós e a congregação deve seguir os ensinamentos de Jesus e
das epistolas dos apóstolos (João 8:31, 2 Tessalonicenses 2:15) a pessoa que não está em Cristo
decidiu por si mesma ficar longe de Deus.

A “igreja” dos romanos, desde seu surgimento, além fugir totalmente da doutrina de Cristo, tinha
objetivos e metas bem definidas por pessoas adoradoras do deus -sol (queimavam crianças vivas
em oferta, ainda hoje praticam sacrifícios humanos através da cremação de care da qual tem o
mesmo sentido de imolação de primogênito ao deus-sol que durante séculos tomou diversos
nomes e formas).

São inúmeros os símbolos satânicos dos povos antigos adoradores do deus -sol que foram
incorporados na igreja dos romanos, pra não estender muito postare i apenas alguns exemplos.
Para mais alguns vocês podem pesquisar por conta própria, um exemplo é este site em
inglês: http://www.whale.to/b/baal_h.html
Semíramis, mulher e ao mesmo tempo mãe de Ninrode, a primeira “virgem mãe” dos pagãos é
adorada até hoje, durante séculos tomou diversos nomes, hoje a figura da virgem Maria (virgem
até o nascimento de Jesus, após isso teve filhos com José) foi tomada da figura da deusa Cibele
(Semíramis), veja:

Desde sua fundação até os dias atuais, a ligação da Igreja de Roma com o ocultismo tem sido
demonstrada através de ações e simbolismos.

Cruz dos templários (maçons) utilizada por Bento XVI em sua vestimenta:

Observem o que autores católicos escreveram sobre o papa:

Nesta imagem temos o brasão dos papas com uma série de símbolos satânicos, as cordinhas
ligadas às chaves servem para simbolizar a ligação direta entre Lúcifer e a Igreja dos romanos:

Mais simbolismos mostrando aos ocultistas do mundo inteiro que o papa não é um papa qualquer,
mas aquele que tem objetivos e ligações ocultistas:

O papado está ligado diretamente ao ocultismo, não só por terem maçons em vários níveis
hierárquicos, Rothschild, um Iluminista satânico, iniciou o Movimento Sionista em 1896, os
Rothschild encabeçam a linhagem “iluminada” das famílias soberanas que estã o acima do grau 33
no rito escocês maçônico:

O hexagrama, os satanistas reconhecem esse símbolo como um de seus favoritos e mais


poderosos, foi colocado na bandeira de Israel pelos Rothschild, JAMAIS fora a estrela de Davi!
Judeus de NASCIMENTO que reprovam o sionismo também dizem a mesma coisa. Essa farsa
atualmente é divulgada pela Rede Record de televisão (que pertence ao maçom megaempresário
Edir Macedo) com sua minissérie sobre o rei Davi.

Sociedades secretas e a igreja de Roma caminham juntas, até mesmo com o nazismo. Mais a
frente será citada a relação com o nazista Mussolini, Não sendo esta a única das alianças da igreja
romana com nazistas.

Apocalipse 13:5-6E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe
poder para agir por quarenta e dois meses.
E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo,
e dos que habitam no céu.

São várias as blasfêmias da igreja do império romano contra Deus, ex.: A palavra papa no latim
significa pai, um título blasfemo.
Jesus disse: “E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está
nos céus”. MT 23:9

São blasfêmias contra Deus, contra seu nome e seu tabernáculo (a morada de Deus no VT) indica
que a besta difama e irá difamar ainda mais dos verdadeiros servos de Cristo que guardam seus
ensinamentos. Existem diferentes interpretações sobre essa blasfêmia contra o tabernáculo de
Deus, mas ainda não vi citarem uma informação importante: Os romanos possuem um cofre no
altar que chamam de tabernáculo, dentro dele colocam um símbolo do deus -sol.
Também blasfemam dizendo que Roma é a cidade eterna enquanto que a palavra de Deus diz que
a cidade é Jerusalém, são várias as blasfêmias.

Chegaram a afirmar que: “O Papa não apenas é representante de Jesus Cristo, mas ele é Jesus
Cristo, oculto sob o véu da carne”. The Catholic National, julho de 1895.
O papa não tem qualquer ligação com Jesus Cristo, isso é uma blasfêmia sem tamanho.
Deus disse: ...“a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de
escultura”. Is42:8

“Nós [os Papas] ocupamos nesta Terra o lugar do Deus Altíssimo”. A Reunião da Cristandade,
20/06/1894, Papa Leão XIII.
Papa Pio IX: “Não somos simples mortais, somos superiores a Maria. Ela deu à luz só a um Cristo,
mas nós podemos fazer quantos cristos quisermos; nós, os padres, criamos o próprio
Deus”.Continua o Papa... “Assim pode o sacerdote, de certo modo, ser chamado de criador do
Criador.

Entre tantas blasfêmias intitulam o papa de “santidade” que é o principal atributo de Deus, estão
querendo dizer que o papa não peca? Você acredita nisso? A única santidade é Jesus Cristo!

A palavra Anti-Cristo vem do grego, “anti” quer dizer “contra”, “em lugar de”. Portanto Anti-Cristo
pode ser as duas coisas ao mesmo tempo, alguém que é contra e ao mesmo tempo quer se passar
por Cristo ou “tomar” o lugar de Cristo, há muito tempo que os papas adotavam o título: “Vicarius
Fili Deis” que significa “no lugar do filho de Deus”, o cálculo profético desse nome resulta em 666,
essa blasfêmia em particular foi discutida por diversas pessoas ao longo dos séculos, é um
assunto bem antigo e por isso a igreja dos romanos tenta encobrir dizendo que é tudo falso,
existem documentos provando essa heresia, mas não importa, o cálculo profético deve ser feito
em cima do nome da besta e não do titulo blasfemo que eles tentam encobrir, além do mais,
blasfêmias contra Deus eles tem de sobra e a intenção deste estudo é ir muito mais além disso.

42 meses é uma simbologia (pois a simbologia neste contexto só acaba quando o anjo começa a
revelar no capitulo 17) e não teria sentido levar isso de forma literal, portanto devemos buscar
quanto é o tempo da qual o versículo ensina, se multiplicarmos por 30, levando em conta o
calendário mosaico na qual o mês tem 30 dias, chegaremos ao número 1260.
Em profecia um dia pra Deus equivale a um ano, Leiam Ezequiel 4:5-6 e Números 14:34

Esta forma de chegar ao tempo exato é bem simples:

Calendário mosaico o mês tem 30 dias, logo: 12 meses = 360 dias


42 meses são 3 anos e meio.
Metade de um ano = 180 dias, logo:

12 meses = 360 dias


12 meses = 360 dias
12 meses = 360 dias
6 meses = 180 dias

360 + 360 + 360 + 180 = 1260 dias

Em profecia um dia pra Deus equivale a um ano, logo: 1260 anos.

Portanto temos 1260 anos. Como vimos, o império político-religioso dá início em 538 d.C.

Isso nos leva até 1798 (538+1260). Para que a profecia seja exata é necessário que a besta (poder
papal) tenha terminado essa fase nesta época (a besta que “era”). Podemos ver pela história que a
profecia se cumpre perfeitamente:

Em 1798 Napoleão captura o papa Pio VI, e declara morto o governo papal. Há poucos anos atrás
João Paulo II pediu perdão pelos assassinatos em massa que a Igreja católic a cometeu no
passado. Em 1798, termina a fase descrita com exatidão pela palavra de Deus, a besta perde o
poder político-religioso dando lugar ao governo sem a junção da igreja católica com o estado,
terminam os 42 meses de poder da besta que sobe do mar da qual a palavra de Deus menciona.

Apocalipse 13:7
E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e
língua, e nação.

Como vimos em 538 d.C., começa a soberania papal, o poder político-religioso, a besta toma as
rédeas e dá início a destruição do corpo de Cristo com mortes violentas, milhões são mortos e
torturados no período da inquisição com requintes de crueldade, completamente o avesso do que
Jesus ensinou, Cristo disse: “Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam”. Lc 6:27

Os romanos sob o véu religioso também criaram uma ordem de guerreiros especializados em
matar, a ordem dos cavaleiros templários, que dizimou milhares de vidas nas cruzadas católicas
(“foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los”), nessa fase a ordem cresce e os
templários voltam das cruzadas como os homens mais ricos do mundo, tornaram -se mais ricos
que a própria igreja romana, isso levou a rebelião dos templários e a igreja de Roma resolve
eliminar o que haviam criado, mataram grande parte dos templários derramando mais sangue, mas
os adoradores de Bafomet sobrevivem ao massacre e mais tarde surge a maçonaria e novas
sociedades secretas atreladas a ela que atualmente trabalham preparando o caminho para as dua s
bestas de Apocalipse 13. Essa é uma história muito longa da qual não é o foco deste estudo.

Conhecendo os conceitos básicos da Nova Ordem Mundial sabemos que a ideia final se baseia em
apenas um líder mundial, o mesmo é profetizado em apocalipse onde os governantes entregam o
poder a besta que sobe do abismo, eles cultuam em seu mais alto grau as mesmas “divindades”
dos mistérios antigos. Existem filmes, superproduções hollywoodianas que mascaram essa
história e traz ao subconsciente das pessoas uma imagem equivocada, o sistema consegue
exercer controle mental através da mídia, quem gosta das grandes produções de Hollywood
procure assistir com olhos mais atentos.

Apocalipse 13:8
E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro
da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.
Uma das palavras mais duras deste estudo, todos que adoraram a besta (poder papal e seus
dogmas) no passado não têm seus nomes escritos no livro da vida. Mais a frente vocês verão que
a mesma besta surgirá representando um rei e também as mesmas duras palavras serão
empregadas aos que se deixam seduzir por ela.
Iremos ao Apocalipse 17, depois voltaremos ao 13.
Algumas simbologias:

Águas = povos, multidões, nações e línguas = Ap 17:15


Um Dia (em profecia) = 1 ano = Ezequiel 4:5-6 / Números 14:34
Animal = rei ou reino = Daniel 7: 23
Mulher = Igreja = Efésios 5:23
Chifre = Poder, Rei, Reino = Apocalipse 17:12
Abismo = Sepultura, inferno = Romanos 10:7 e Isaías 14:15

Apocalipse 17 de 1 ao 11

1E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo-me: Vem, mostrar-te-
ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas;
Mulher = Igreja = Efésios 5:23
Se mulher é igreja, uma mulher prostituta é uma igreja infiel e que está presente em muitos povos,
multidões, nações e línguas (águas). Em Apocalipse 17:18 diz o seguinte: “E a mulher que viste é a
grande cidade que reina sobre os reis da terra”.

Se mulher é igreja e ao mesmo tempo a mulher vista neste capitulo também é uma cidade, então
estamos falando de uma cidade-igreja infiel. Qual é a cidade-igreja que esta presente em muitos
povos, multidões, nações e línguas? Você já ouviu falar no Vaticano, a cidade-igreja dos romanos?
Esta é a cidade-igreja, a única capaz de se enquadrar na profecia, a única criada pelos
imperadores romanos que claramente a profecia diz que representam o dragão (Satanás). E repare,
ELA SERÁ CONDENADA POR DEUS NO JUÍZO FINAL.

2Com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o
vinho da sua prostituição.
Essa simbologia mostra que essa cidade-igreja corrompeu a terra com sua infidelidade a palavra
de Deus.

3E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma mulher assentada sobre uma besta de cor de
escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e tinha sete cabeças e dez chifres.
A Igreja romana esta assentada sobre uma besta, essa besta tem a cor vermelha, a mesma cor do
dragão (império romano), já estudamos que o império romano passa o poder para a besta (o
império papal), portanto essa besta é o poder político-religioso do império romano que a igreja
(mulher assentada) recebeu de Satanás. A igreja romana blasfema de varias formas como
estudamos um pouco ao longo deste artigo, está também repleta de “deuses” mediadores
contrariando a palavra de Deus (Ler: 1 Timóteo 2:5). Na Roma antiga os imperadores se intitulavam
deuses, como também os papas se colocam em posições divinas como vimos neste estudo. E
tinha sete reis e dez poderes. Veremos os reis mais adiante.

4E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e
pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua
prostituição;
Púrpura e escarlata são as cores que a igreja de Roma escolheu como oficiais para seus bispos e
cardeais ocultistas, sobre o envolvimento da maçonaria (inclusive a maçonaria nazista de Hitler) e
outras sociedades secretas com a igreja de Roma não irei entrar em detalhes. As cores púrpura e
escarlata são respectivamente a roxa e a vermelha, quem quiser pode pesquisar em documentos
oficiais.

Acho que todos sabem que os grandes templos católicos são adornados de ouro e pedras
preciosas, não é necessário nem sair do Brasil para descobrir isso, o interior da Igreja de São
Francisco, no Pelourinho, é revestido em ouro, foto:

Quem já frequentou as missas católicas sabe que existe um ritual onde levantam um cálice de
ouro como um símbolo. O cálice ou a copa devem ser totalmente de ouro ou de prata, se não for
possível, ao menos o interior da copa deve ser dourado. A palavra de Deus está detalhando tudo
com exatidão.

5E na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande babilônia, a mãe das prostituições e
abominações da terra.

Quando uma pessoa entra para a religião católica descobre que existe uma doutrina de
“mistérios” onde eles dizem que você terá uma iniciação nos mistérios, chegam a utilizar um
termo grego chamado Mistagogia, Mist + agogia = mistério + introdução, termo este que faz parte
de vários textos de documentos da Igreja Católica, inclusive de papas. A pessoa será iniciada em
inúmeros mistérios da igreja, O mistério da Anunciação, O mistério da apresentação no templo, O
mistério do pilar de açoites, O mistério da Coroação de espinhos, O mistério de Jesus carregando
a Cruz, O mistério da ASCENSÃO da bendita virgem, O mistério da coroação da bendita virgem
como Rainha dos Céus ... etc e etc, quem é católico já está familiarizado com essa doutrina de
mistérios ao ver o padre rezando o terço bizantino e após terminar as vãs repetições (são vãs
segundo a palavra de Deus, leia: Mt 6:7) pede para que você repita a reza até terminar os 5
mistérios do terço, por isso podemos dizer que está escrito (ou até tatuado) a palavra mistério na
testa da igreja de Roma como a palavra de Deus anuncia.

Algo muito interessante neste versículo é dizer que no fim dos tempos teríamos uma grande
Babilônia mãe, por qual razão sendo que a palavra de Deus diz que após o império babilônico
viriam outros impérios mundiais?
A razão disso encontra-se na preservação da mesma adoração dos tempos da antiga Babilônia
fundada por Ninrode onde até a descendência daquele povo foi preservada, mudou-se os
impérios, mas a adoração e descendência permaneceram intactos, isso mostra o quanto a palavra
de Deus é sábia, iremos estudar alguns pontos sobre isso.

Ao longo deste estudo procure saber sobre os Antigos Mistérios da Babilônia, será de grande
ajuda para compreender quem foi Ninrode, sua esposa (que ao mesmo tempo era mãe dele)
Semíramis e o filho do casal pagão o menino Tamuz que morreu ainda criança e tonou-se um
“deus” assim como a mãe e seu filho/marido Ninrode se tornaram, através deles é que surgiram as
mais variadas formas de paganismo.

Os ensinamentos de Ninrode estão presentes na maçonaria do alto grau com seus mistérios
satânicos da Babilônia ainda não revelados para o público, a maçonaria guarda esses mistérios,
eles serão revelados no momento certo, ao longo dos séculos esses três deuses pagãos tomaram
inúmeros nomes.

Observe a figura abaixo:

Ninrode é o deus-sol e Tamuz o filho do deus-sol que morreu ainda criança e segundo a história
que Semíramis arquitetou, o menino volta para o sol que era seu lugar, tornando-se também deus-
sol, simbolizando o filho de deus, neste caso, filho do deus-sol. Semíramis também se proclamava
deusa, ficou conhecida como a "rainha dos céus", foi idolatrada como divindade durante a
Antiguidade.

Nas duas imagens temos Semíramis com Tamuz no colo e atrás dela o sol que representa Ninrode,
repare que em várias imagens e esculturas existe uma insistência em colocar um sol atrás da
suposta virgem Maria, sendo que Maria só foi virgem até o nascimento de Jesus, depois diss o teve
filhos com José, a insistência em adorar Maria como eterna virgem -mãe como se fosse uma deusa
sagrada não é só pelo fato dela ser a "rainha dos céus" mas também porque Semíramis estava
grávida de Tamuz após a morte de Ninrode e dizia ter sido engravidada pelo deus-sol (quando na
verdade teve filho com outra pessoa) tornando-se a primeira “virgem mãe” da história. Repare
também que a coroa está na cabeça de Maria e não na de Jesus e eu lhe pergunto, quem é o Rei
dos reis? Leia Apocalipse 17:14 e irá descobrir.

A coroa está na cabeça de Maria para simbolizar uma rainha e a primeira “virgem mãe rainha” da
história foi Semíramis a "rainha dos céus" e esse termo “virgem mãe rainha” é muito utilizado
atualmente, pergunte a qualquer católico roxo quem é a “virgem mãe rainha” e ele dirá a você que
é a nossa senhora aparecida.
Satanás já arquitetava seu plano antes mesmo de Cristo descer na terra, Jesus é homem e não um
menino, essa mesma adoração da Babilônia antiga antes de Nabucodonosor é praticada pelos
romanos ainda hoje, então a Babilônia não morreu, simplesmente ficou grande, se espalhou,
entrando em conformidade com a palavra de Deus e a relação da maçonaria com Ninrode e demais
evidencias já mostradas neste estudo e que ainda mostrarei mais, como a pr eservação da mitra
dos filisteus pela igreja de Roma, com isso está cumprida mais uma profecia da palavra de Deus, a
de que essa mulher prostituta é a grande Babilônia, ou seja, engrandeceu ainda mais, tornou-se
mais poderosa.

Na figura abaixo temos a mitra de Dagom que era utilizada pelos adoradores do deus antigo da
Babilônia, o “deus-sol” da época da torre de Babel, a crença da poderosa elite atualmente os
“iluminados” é a mesma da Sociedade Secreta dos Mistérios da Babilônia que até hoje se mantém
ativa, nem mesmo o nome eles mudaram, de mitra de dagon, para mitra papal, veja:

Não é nenhuma coincidência a basílica de São Pedro ter sido construída exatamente onde ficava o
antigo sítio do principal templo de Cibele, como também não é nenhuma coincidê ncia a palavra de
Deus falar que essa grande Babilônia é a mãe das prostituições e abominações da terra, a única
mulher (igreja) que toma pra si o título de mãe de todas as igrejas é a dos romanos, existem muitas
“igrejas” que pregam heresias e mentem para a população e estão somente atrás de dinheiro,
muitos falsos profetas iriam surgir como a palavra de Deus ensina, são muitas as abominações, a
igreja dos romanos toma pra si o titulo de mãe de todas essas abominações, mãe de todas as
falsas igrejas, não estou generalizando todas, mas tomem cuidado, templos enormes eu considero
um perigo.

As igrejas que porventura possam estar pregando a verdade elas devem cada vez mais se apegar
ao estudo da palavra de Deus, não só pelo fato do crente ser a própria igreja e não o templo; da
palavra de Deus enaltecer quem confere na escritura o que lhe é dito averiguando se o pregador
está correto (Atos 17:11); de haver a necessidade de congregar conforme Hebreus 10:25, mas
também porque a palavra grega traduzida como “igreja” significa, literalmente, “chamado para
fora” que muitos dão o significado de sair do pecado e ponto final, significa muito mais que isso,
todos os crentes devem sair mundo afora pregando o evangelho a toda criatura como Jesus
ordenou aos apóstolos. Muitas almas estão indo para o inferno através das drogas, criminalidade,
religiões satânicas, etc. e no meio dessas pessoas pode existir o arrependimento de alguns, Deus
não obriga ninguém a se converter, cada um escolhe seu caminho, mas as pessoas devem te r ao
menos uma oportunidade.

6E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos santos, e do sangue das testemunhas de
Jesus. E, vendo-a eu, maravilhei-me com grande admiração.
A igreja dos romanos matou milhões de pessoas no período negro da inquisição por não
aceitarem seus dogmas, mas como já vimos ela teve um período para agir, os 1260 anos.
Após isso, quando chegamos neste capitulo ela está apenas embriagada com o sangue, não está
mais matando.
Veja esse texto que peguei da internet mostrando dois exemplos clássicos:

William Tyndale.
Condenação: Foi queimado vivo na fogueira .
Acusação: Traduzir as escrituras para o Inglês.

Jan Hus.

"Vocês hoje estão queimando um ganso (Hus significa "ganso" na língua boêmia), mas dentro de
um século, encontrar-se-ão com um cisne. E este cisne vocês não poderão queimar”.

Condenação: Foi queimado vivo na fogueira .


Acusação: Seguir as idéias de John Wycliffe.

Wycliffe entendia que o cristão não precisa da Roma Papal, pois Deus está em toda parte. "Nosso
papa é o Cristo" e Cristo é o cabeça da Igreja, e não o Papa.
Com a morte de inúmeros servos do Deus altíssimo essa mulher ficou embriagada com o sangue
dos santos e das testemunhas de Jesus.
Mas ela voltará a matar, se você acredita na palavra de Deus então pode acreditar nisso e voltará
pior do que antigamente, não se iluda a maldade dos romanos não tem fim, só terá quando Cristo
voltar.

7E o anjo me disse: Por que te admiras? Eu te direi o mistério da mulher, e da besta que a traz, a
qual tem sete cabeças e dez chifres.

O anjo começa a revelar o significado da simbologia ao apóstolo. Repare que ele diz que a besta
(poder papal) traz a mulher (igreja de Roma) e tem sete reis e dez poderes (que também são
símbolos de dez reinados, lembra-se da estátua com os pés de ferro e barro? Ela tem dez dedos).
A besta que a traz (poder papal) terá uma de suas cabeças (reis) como representante do poder
papal, ela será a besta que sobe do abismo.

8A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na
terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão,
vendo a besta que era e já não é, mas que virá.

Como vimos essa besta é o poder papal, ela foi embora, ela era aquela coisa tremenda, tinha poder
para matar, e já não tem mais, já não é, foi “destronada” em 1798 com o estabelecimento do
governo secular, sem a intervenção da igreja de Roma, mas a matança dos santos e das
testemunhas de Jesus irá voltar (já não é, mas que virá) e isso acarretará a sua destruição porque
o Cordeiro os vencerá [v. 14] e será uma perseguição mais forte, quem estiver do lado da besta irá
nos perseguir, toda pessoa que não adorar a besta será morto (Apocalipse 13:15).

Mas se você pegar outras traduções desse verso 8, como a da bíblia viva, verá uma tradução bem
diferente: “Ele esteve vivo, mas agora não está”...
As traduções da bíblia viva para o Apocalipse contém alguns erros, mas nesse caso está
corretíssima. Isso acontece porque mais a frente nesses versículos a palavra de Deus diz que a
besta (poder papal) TAMBÉM é a besta que sobe do abismo, ou seja, a besta teve um tempo para
agir e cessou. Depois desse período a mesma besta volta com o o oitavo rei, mais a frente veremos
isso também.

E repare novamente as duras palavras para as pessoas que desprezam a palavra de Deus e são
admiradoras da besta, essas pessoas não têm seus nomes escritos no livro da vida desde a
fundação do mundo, quem ainda não se arrependeu não perca essa chance, a salvação Jesus
oferece de graça!

9Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher
está assentada.
Aqui a palavra de Deus esclarece com uma riqueza de detalhes absurda, diz que as sete cabeças
são sete montes onde a igreja esta assentada.
Jogue no Google, cidade das sete colinas, e veja o que vai sair. A posição geográfica do império
da igreja de Roma, a sede do catolicismo, está situada sobre sete montes bem conhe cidos na Itália
da qual eles mesmos se autointitulam como a cidade das sete colinas, são eles: Quirinal, Viminal,
Capitolina, Esquilina, Palatina, Celia e Aventina. O apóstolo João recebeu uma visão do que
aconteceria vários séculos a frente de seu tempo.

10E são também sete reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier,
convém que dure um pouco de tempo.
Na revelação o anjo fala ao apóstolo que as sete cabeças também são símbolos de reis, o apóstolo
é levado em visão até o tempo do sexto rei.

Para identificarmos esses sete reis devemos conhecer um pouco de história.


Os papas até 1929 não tinham títulos de reis, seria incoerente atribuir esta categoria aos papas
apenas por serem líderes religiosos. Mesmo porque a profecia fa la de sete e ao longo da história
surgiram mais de 200 papas. Desde 538 até 1929 tinham apenas o titulo de papas, que significa
pai, como dito, um titulo blasfemo que Jesus condenou.
O tratado de Latrão em 1929 foi uma concordata que criou um novo estado, assinado pelo ditador
nazista Benito Mussolini, então chefe do Governo italiano, e o cardeal Pietro Gasparri, secretário
de Estado da Santa Sé. Este tratado formalizou a existência do Estado do Vaticano (cidade do
Vaticano), Estado soberano, neutro e inviolável, sob a autoridade do papa.

Através desta concordata entregando cerca de 44 hectares de terra ao papa da época Pio XI,
consolidou-se um país dentro de outro país do qual se estabeleceu a monarquia dentro deste
estado do vaticano. Foi a partir daí que os papas passaram a ter o título de reis, e é a partir deste
ponto que começamos a contar os sete reis da profecia onde diz que dentre eles surgirá o filho da
perdição, a besta do Apocalipse. Já vi pela internet católicos lutarem contra a própria palavr a de
Deus tentando refutar o verso 11 que diz ”...e é dos sete” dizendo que isso não significaria que o
oitavo rei procede dos sete, mas talvez essas pessoas não olharam outras traduções, como por
exemplo em bíblias traduzidas do grego diretamente para o português ou inglês que diz: “... ela é
também o oitavo rei e procede dos sete, e caminha para a perdição”.

Confira a lista com os sete reis:

1º Rei - Pio XI (1922-1939) morreu.


2º Rei - Pio XII (1939-1958) morreu.
3º Rei - João XXIII (1958-1963) morreu.
4º Rei - Paulo VI (1963-1978) morreu.
5º Rei - João Paulo I (1978) morreu.
6º Rei - João Paulo II (1978-2005) morreu.
7º Rei - Bento XVI (2005 - ?) está vivo.

E por qual razão a palavra diz que o sétimo rei (Bento XVI) quando vier irá durar pouco tempo?
O apóstolo João foi levado em visão até a época de João Paulo II (“cinco reis já caíram e um
existe”, foi João Paulo II que o apóstolo viu), na época do sexto rei, onde o sétimo (Bento XVI)
ainda não tinha vindo. Quando Bento XVI assumiu, ele declarou que o seu reinado seria curto.
Pesquisem em sites de notícias, vejam um
exemplo: http://www.reporternews.com.br/noticia.php?cod=69832

Mesmo porque, com a idade que o atual papa tem vocês acham que ele irá durar muito tempo?
Quantos anos Bento XVI está no poder? Como todos devem saber um reinado curto dura poucos
anos e não décadas e podemos dizer que Bento XVI já esta há tempo demais no poder, o fim de
seu reinado se aproxima a cada dia.

11E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.
Traduzindo: E o poder papal (besta) que tinha o poder político-religioso e já não tem mais porque
acabaram seus 1260 anos de poder (que era e já não é), é ela TAMBÉM o oitavo rei e pertence aos
sete (é dos sete, em outras traduções temos: “procede dos sete ”) e caminha para a perdição
(destruição em outras traduções).

Aqui a palavra esta dizendo que a profecia volta pra trás, ela retrocede, não esta dizendo que
depois do sétimo rei vem um oitavo e sim dizendo que o oitavo rei procede dos sete, é um rei do
grupo dos sete reis.

Então temos um destes reis que irá voltar e será o oitavo rei.
Repare a palavra “TAMBÉM” ou seja, a besta que “era e já não é” (poder papal) é ela também o
oitavo rei, ela é também um homem, então o que vimos no começo deste estudo se confirma, a
besta que sobe do abismo provém dessa besta que sobe do mar e que representa o poder papal.

Por isso se você pegar a tradução da bíblia Viva [quem quiser conferir pelo site o endereço é
este: www.bibliamail.com/livro/de/apocalipse/17/versao/pviva/idioma/portugues] existe a seguinte
tradução:

Ap 17:8
8) “Ele esteve vivo, mas agora não está. E apesar disso, brevemente surgirá do abismo insondável
e irá para a destruição eterna; e o povo da terra cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida
antes que o mundo existisse, ficará atordoado com o reaparecimento dele depois de estar morto."

Reparem que “ele esteve vivo”, sim esteve vivo porque agora não está mais, já morreu, foi
enterrado e nós estamos no reinado do sétimo rei papa Bento XVI. Ac ho que o versículo nessa
tradução ficou bem claro, muito autoexplicativo é um poder como também é um homem que
estava morto e voltará do inferno para a destruição, mas não será de fato a mesma pessoa,
veremos isso depois. O que precisamos agora é identificar a besta. E a palavra de Deus nos
oferece essa chance.

Lembra-se do versículo 3 de apocalipse 13? Vamos recordar, irei colocar o versículo em outra
tradução para que o entendimento fique mais fácil, confira você também em sua bíblia, veja:
E vi uma das suas cabeças como que mortalmente ferida, mas sua ferida mortal foi curada e toda a
terra se maravilhou seguindo a besta.
A besta (poder papal e agora você já sabe que um dos sete reis irá representa -la no fim dos
tempos) teve uma de suas cabeças (reis) que recebeu uma ferida de morte, mas sobreviveu.

Já estudamos que a besta tem sete reis (sete cabeças). Então devemos procurar saber qual
desses 7 reis recebeu uma ferida de morte e sobreviveu.

O único dos sete reis que recebeu uma ferida de morte e sobreviveu foi João Paulo II em um
atentado de morte em 1981. Uma das balas atingiu o papa no braço e a outra atravessou seu
ventre. Restabelecido, João Paulo II encontrou o agressor na prisão e o perdoou e o mundo se
maravilhou, a palavra de Deus mostra os fatos históricos antes de acontecerem com perfeição,
procure reportagens da época, existem algumas reportagens como: “o mundo reza por João Paulo
II”, veja um exemplo:

Link da imagem acima em tamanho gigante pra conseguir ler o que esta abaixo da foto do
jornal: http://blogs.estadao.com.br/arquivo/files/2011/05/1981.05.14_baleado. jpg
(não se esqueça da extensão .jpg que você terá que copiar pois se clicar em cima vai dar erro).

Quem viveu essa época sabe que ele foi o papa mais carismático da igreja de Roma, foi o que mais
viajou, o mais querido no mundo todo dentre os sete reis do Vaticano, é a figura da pessoa perfeita
para Satanás utilizar como se fosse o messias, mas as evidencias não param por aí. Voltando em
Apocalipse 13 a palavra de Deus nos proporciona outra forma de identificar a besta.

Apocalipse 13:17-18Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal,
ou o nome da besta, ou o número do seu nome.

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número
de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

Nesta passagem esta dizendo que o número deste homem (a besta que sobe do abismo) é 666 e
que devemos calcular.
O versículo também diz que é o número do seu NOME, portanto se temos que calcular, o cálculo
deve ser feito em cima do nome da besta e o resultado nos trará o número 666.

Vimos que o dragão (Satanás) era o império romano quando queria matar Jesus logo que
nascesse.
Também vimos que este império se manteria vivo até hoje e de fato se manteve, não somente nas
tradições pagãs do império numa forma oculta por sua liderança maçônica e sua força violenta
para matar como também manteve a sua língua oficial, o latim, onde as letras valem números.

A palavra diz: “aquele que tem entendimento” = aquele que tem a compreensão. Para
compreender é necessário o conhecimento, então a palavra esta dizendo que temos de ter
conhecimento dessas coisas e calculando o número da besta chegaremos em 666 e assim iremos
identificá-la.

Também diz que ou o nome da besta, ou o número do seu nome é o sinal, ou seja, o nome escrito
em letras ou seu nome escrito em números é o sinal da besta que de alguma forma será colocado
nas pessoas, muitos acreditam que será através de um chip, mas essa é outra história.
Se a palavra está dizendo para calcularmos o número da besta e a língua oficial do dragão
(Satanás) é o latim e no latim as letras valem números, então são estes números que devemos
calcular, os números do nome da besta em sua língua oficial.

Calculando o número do nome de cada papa a partir do 1º rei, iremos identificar quem é a besta.
O sistema de numeração romano baseava-se em sete números-chave:
I= tem o valor 1.
V= vale 5 (a letra U surgiu do V tendo o mesmo valor).
X= vale 10.
L= vale 50.
C= vale 100.
D= vale 500.
M= vale 1.000.
As demais letras não tem valor numérico.
Acho que todos nós aprendemos isso na escola.

Calculando o nome dos sete papas que também são sete reis, obtemos números diferentes. Quem
quiser pode fazer o cálculo dos sete papas usando o nome oficial deles, isso é algo que Deus não
complica porque Ele quer que todos saibam da verdade, se você mandar uma criança tirar os
números romanos de um nome e somar ela vai saber fazer. Até hoje existem relógios em
algarismos romanos.
Dentre os sete papas, apenas o nome de João Paulo II resulta no número da besta, 666.

O nome oficial de João Paulo II é Ioannes Paulus PP. II (veja no site oficial do vaticano), o "PP.",
quer dizer "Papa", traduzindo temos: “Ioannes Paulus Papa Secundo",

- Ioannes = (João) –> 1


- Paulus (Pavlvs) = (Paulo) –> 5 + 50 + 5 = 60
- PP. (papa) –> zero
- II (secvndo) = (segundo) –> 100 + 5 + 500 = 605
Logo: 605 + 60 + 1 = 666

Apocalipse 13:11-13
11E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava
como o dragão.

12E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam
adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada.

13E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens.

Temos aqui a segunda besta que fará com que o mundo adore a primeira besta que recebeu uma
ferida de morte e foi curada. O versículo identifica a primeira besta dizendo: “...a primeira besta,
cuja chaga mortal fora curada”.
João Paulo II foi o único dos sete reis a receber uma chaga mortal e recuperou-se, ele é a primeira
besta.

O falso profeta é identificado como a segunda besta que faz grandes sinais no céu, ele fará com
que o mundo adore a primeira besta, que é o anticristo. Por isso, o falso profeta é definido como
ajudante do anticristo, isso é mais ou menos uma imitação de Satanás da trindade do Deus
altíssimo, o inimigo quer ser Deus, quer se parecer com Ele, quer imitá -lo, a tríade satânica é
composta pelo anticristo, falso profeta e Satanás. Existe grande confusão que muitos fazem entre
anticristo e falso profeta por não abordarem o tema completo, mesmo neste estudo existe um erro,
postei uma imagem com texto que não é de minha autoria onde diz que o falso profeta emergirá da
igreja dos romanos e não é bem assim, na verdade é o próprio anticristo conforme vimos e que
dirá na grande tribulação que tudo aquilo está ocorrendo porque o mundo está negando a ele, com
isso levará muitos a perdição como fez no passado e também faz no presente sendo considerado
um “deus”, pois o único que pode fazer mediação entre Deus e o homem é Jesus Cristo (1 Timóteo
2:5) que é o próprio Deus encarnado (João 10:30), portanto um mediador na igreja de Roma foi
colocado no mesmo patamar de Deus. Com suas inúmeras beatificações, João Paulo II
consolidou-se como o papa que mais beatificou ou canonizou pessoas na história da Igreja de
Roma, chegando a incrível marca de 482, quase quinhentas pessoas reconhecidas como
“deuses”, levando inúmeras almas ao inferno.

O anticristo é aquele que busca ser adorado, quer se passar por Cristo, mas é lobo em pele de
cordeiro. Por essa razão João Paulo II não será o falso profeta e sim o próprio anticristo, a primeira
besta.

Apocalipse 13:16-17 16 E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes
seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,
17Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da
besta, ou o número do seu nome.

Já sabemos pelo versículo 18 que é o número de um homem e que o número do seu nome
calculado é 666, já fizemos o cálculo. Preste atenção em mais estas evidências:

Um documento com 16 artigos criado por João Paulo II quando estava vivo, ainda não consegui ter
em mãos uma cópia do documento, não existe muita divulgação sobre isso, tomei conhecimento
através de duas fontes diferentes (talvez as únicas de fácil acesso em português), uma ao assistir
uma palestra de um pregador chamado Vanderlei onde citava os artigos em detalhes e outra
através da internet neste blog: http://rcgj.blogspot.com/

O artigo de número 1 já começa falando de um número, esse número é o número dele mesmo, 666.

Confiram:

Foi o projeto João Paulo II apresentado na conferencia de 26 de junho de 1986 no Quênia,


Reapresentado em setembro de 1993. Após verem estes Artigos, leiam também as cartas, que
foram publicadas no jornal o Estadão em 1998 logo abaixo, e depois compare e estude com
apocalipse 13.

Artigo nº 1 - Ninguém poderá doravante enviar cartas nos correios sem o número;
02 Ninguém poderá ser empregado em qualquer empresa, escola, se não tiver o numero;
03 Nenhum aluno poderá ser matriculado em qualquer escola sem que ele ou seus pais tenham o
número;
04 Todas as almas que não estiver em conformidade com este pacto social, não poderá nem
comprar nem vender sem não possuir o número;
05 Ninguém poderá comprar ou vender os bens alimentícios e nem cultivar o solo se não possuir o
número;
06 Ninguém poderá depositar nem levantar o seu dinheiro se não tiver o número;
07 Se alguém não admitir ou negar os artigos desta unidade será punido severamente com pena
de morte;
08 Qualquer pessoa não possuidora do número, não poderá viajar;
09 As unidades ecumênicas serão decididas a viajar em conjunto mediante a aprovação do
número;
10 A importação e exportação, só será efetuada mediante o número;
11 Haverá uma única moeda internacional com a aprovação do número;
12 A unidade de todas as igrejas serão realizadas num só dia mediante o número;
13 A pobreza será remediada para um vida melhor em todos os países subdesenvolvidos mediante
o número;
14 Ninguém poderá efetuar nem a caça e nem a pesca sem o número;
15 Todas as empresas de transporte do mundo serão consideradas mediante o número;
16 Nenhuma pessoa poderá ser tratada em hospital sem o número.

Veja o que a palavra de Deus tem reservado para os que colocarem a marca:

Apocalipse 14:9-12E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta,
e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão,

Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e
será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.

E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite
os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome.
Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em
Jesus.

Preparativos para a volta de João Paulo II

João Paulo II, em debilitado estado de saúde disse dois anos antes de sua morte a amigos íntimos:
“não morrerei completamente”. Veja:

No túmulo de João Paulo II foi colocada uma câmera (webcam) para filmá -lo 24 horas por dia. Veja:

“O Vaticano estreará na quinta-feira um site onde, além de incluir informações sobre a Santa Sé,
mostrará em tempo real através de webcams alguns lugares do país, como o túmulo de João Paulo
II e os jardins, informou em comunicado”.
Fonte:
http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI1767651-EI12884,00-
Vaticano+novo+site+mostra+jardins+e+tumulo+de+Joao+Paulo+II.html

Para o caso da fonte apagar sua reportagem como a Globo fez, tirei o print:

Outra imagem mais nítida que peguei da internet:

A filmagem é transmitida pela Internet para todo o mundo, 24 horas por dia.
Por que somente o tumulo de João Paulo II tem esse tratamento pelo Vaticano?
Essa filmagem permitirá que o mundo seja testemunha de que João Paulo II voltou dos mortos.

Em 2 de abril de 2007, enquanto estava sendo realizada uma vigília em memória dos dois anos da
morte do Papa. Foi vista uma imagem que tomou a forma do papa João Paulo II, segundo os fiéis,
exatamente às 21h37, hora da morte do pontífice.

Fonte:
http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI1990806-EI312,00.html

A imagem pode ser montagem ou manifestação de um poder que não provém de Deus, pois a
possibilidade de uma pessoa voltar dos mortos para realizar algum tipo de milagre é nula segundo
a palavra de Deus (Eclesiastes 9:5, 6), morreu acabou, não volta mais. Como também a palavra diz
que Satanás é eficaz para enganar e tomar a forma que bem quiser (2Tessalonicenses 2:9,
2Coríntios 11:14), ou seja, o inimigo toma a forma de coisa boa, hoje em dia é moda falar em anjo
de luz, mas a palavra fala que todo espírito que NÃO confessa que Jesus Cristo veio em carne,
este NÃO é de Deus, é o espírito do Anticristo (1 João 4:3).

Para o caso da fonte apagar sua reportagem como a Globo fez:

Foto:

Acessando um vídeo no youtube (vou colar o link no fim do artigo) sobre o caixão do papa,
existem informações (com fontes relevantes) que nos leva a perceber a existência de um plano
satânico dos ocultistas modernos, insinuando que eles enxergam João Paulo II como o líder
religioso da Nova Ordem Mundial.

Acompanhe o texto:
“É interessante notar que João Paulo II foi velado em um caixão de formato Trapezoidal. O mesmo
visto em muitos filmes de vampiros”.

“O trapezóide tem sido visto desde muito pelos ocultistas como o mais satânico dos formatos,
especialmente adaptado para aumentar a manifestação demoníaca.” Ex-Satanista, Bill
Schnoebelen, “White Sepulchers: The Hidden Language of the Mormon Temple”, p. 46

“Ele* segue dizendo que esta espécie de caixão é construída para formatar e preservar energia má,
das trevas. *Ex satanista Bill Schnoebelen. A ideia era atrair energia vampírica das trevas
suficiente para formatar suficiente quantidade de energia, e armazenar aquela energia maligna de
tal forma que, no momento certo, o homem morto possa sair do caixão, como uma ressurreição
demoníaca. Estaria a Igreja católica buscando usar os poderes satânicos para ressuscitar João
Paulo II dos mortos?”

“Bem, Anton Lavey, quem reuniu o grupo conhecido como a Ordem do Trapezóide, o qual
posteriormente converteu-se no corpo de governo da igreja de Satanás, criou esta insígnia como
seu sinal”:

A insígnia se consiste de:


1-Pentagrama Satânico abertamente assentado.
2-Colocado dentro de um trapezóide
3-Contendo os três números 6 do livro de Apocalipse.

“Dentro da insígnia do trapezóide está um pentagrama e o número 666. É dito que o pentagrama
representa o homem, uma vez que os dois pontos mais baixos são semelhantes a pernas; o canto
superior representa a cabeça e os dois remanescentes os braços.

“Um pentagrama sempre representa o mal”.


“O Pentagrama Invertido é usado em feitiçaria e rituais ocultos para chamar espíritos maus. A
Bíblia explica que o 666 é o número da besta”.
“Trocando em miúdos, a insígnia significa que dentro do “trapezoide” existe um pentagrama (um
homem ou espírito mau). Este homem/mau espírito representa a besta – 666 – de Apocalipse”.

João Paulo II nasceu em um eclipse solar parcial sobre o Oceano Índico, morr eu em um eclipse
híbrido raro sobre o sudeste do Pacífico e América do Sul. Haverá outro eclipse raro em maio
deste ano, contudo não podemos afirmar com total certeza de que a besta surgirá em 2012, pois
somente Deus conhece o tempo certo das coisas.

Analisando essa personificação da besta temos de lembrar que as escrituras já relatavam casos
onde Satanás operava esses tipos de “milagres”. Algum tempo após a morte do profeta Samuel o
rei Saul (que já estava abandonado pelo espírito de Deus) pede a uma feiticeira para que lhe traga
o profeta do mundo dos mortos, pois ele estava desorientado, Deus não respondia mais a Saul,
então a feiticeira através de rituais satânicos, traz até Saul um espírito maligno que personifica
Samuel fazendo o rei acreditar que estava de fato conversando com o profeta. (1Samuel 28:3-14).

Apocalipse 13:14-15
14E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da
besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida
da espada e vivia.

15E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta
falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.

Como vimos existem duas bestas e a segunda faz com que o mundo adore a primeira besta.
Estes dois versículos tem interpretações místicas por alguns estudiosos. Muitos acreditam que a
interpretação está literalmente dizendo que uma estátua irá receber um espírito e poder para falar
e matar todos os que não adorá-la como um “deus”.

Mas como vimos, a primeira besta é um homem e não uma estátua e neste contexto ficaria sem
nexo dizer que a tal estátua irá receber uma ferida de espada e sobreviver, estamos nos versículos
14 e 15, pertinho de onde encontramos a explicação de que a besta é um homem, no restante está
escrito: ...”calcule o número da besta; porque é o número de um HOMEM”. Pessoas com linha de
pensamento diferente da que estou apresentando irá encontrar dificuldades para explicar este s
versículos e por vezes nem tocam no assunto.

Dentro deste estudo, o que esses versículos estão dizendo é que os habitantes da terra farão uma
cópia da besta, ou seja, não será a mesma pessoa. Mesmo porque a palavra diz que o dono da vida
é Deus (1 Samuel 2:6) e se Deus é quem tira e dá a vida seria incoerente dizer que João Paulo II ira
ressuscitar dos mortos, por isso a palavra diz que os habitantes da terra farão uma cópia, uma
imagem da besta, um clone. Alguns já sabem que laboratórios de clonagens ma is avançados do
mundo se encontram praticamente ao lado do Vaticano e que a Academia de Ciências do Vaticano
possuem cientistas, geneticistas e especialistas no assunto, ao mesmo tempo em que proíbem
toda e qualquer investigação sobre a clonagem humana. Com fins experimentais, a clonagem de
seres humanos já foi feita nos EUA e em outras partes do mundo como na própria Itália de onde
surgiram as primeiras informações de clones humanos.

Sabendo que o DNA de um clone é idêntico ao do clonado, isto também servirá como prova para o
mundo de que João Paulo II voltou dos mortos.
Através de prodígios satânicos darão espírito a essa imagem, a essa cópia do sexto rei e assim
darão inicio ao período tribulacionista onde as pessoas que não se curvarem a besta serão
mortas.

Essa interpretação do Apocalipse eu coloco em primeiro plano, pois se esta realmente é a


interpretação correta podemos dizer que está muito próxima de se cumprir, possuindo grande
riqueza de detalhes, mas existem outras, devemos analisar todos os tipos de estudos sobre este
livro que significa revelação e tentar encontrar a verdade. O que não pode é ser deixado de lado,
pois o tempo está próximo, o cristão deve estar preparado e pra quem ainda não se converteu,
antes de tudo, procure ter uma conversa em particular com Jesus, pois nosso espírito pertence a
Deus.

E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará
pelo esplendor da sua vinda; 2 Tessalonicenses 2:8

sobre o caixão do papa


Postado por Enki

Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar


com o Pinterest

FONTE; https://curiosidadesocultas.blogspot.com.br/2012/02/joao-paulo-ii-voltara-do-
inferno.html