Você está na página 1de 9

Universidade

Estadual do Piauí

PROVA ESCRITA OBJETIVA – CABOS


DATA: 26/04/2009 – HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí)
LEIA AS INSTRUÇÕES:
1. Você deve receber do fiscal o material abaixo:
a) Este caderno com 40 questões objetivas sem repetição ou falha.
b) Um CARTÃO-RESPOSTA destinado às respostas objetivas da prova.
2. Verifique se este material está completo e se seus dados pessoais conferem com aqueles
constantes do CARTÃO-RESPOSTA.
3. Após a conferência, você deverá assinar seu nome completo, no espaço próprio do
CARTÃO-RESPOSTA e deste CADERNO DE QUESTÕES utilizando caneta esferográfica
com tinta de cor preta ou azul.
4. Escreva o seu nome nos espaços indicados na capa deste caderno de questões,
observando as condições para tal (assinatura e letra de forma), bem como o preenchimento
do campo reservado à informação de seu número de inscrição.
5. No CARTÃO-RESPOSTA, a marcação das letras correspondentes às respostas de sua
opção, deve ser feita com o preenchimento de todo o espaço do campo reservado para tal
fim.
6. Tenha muito cuidado com o CARTÃO-RESPOSTA, para não dobrar, amassar ou manchar,
pois este é personalizado e em hipótese alguma poderá ser substituído.
7. Para cada uma das questões são apresentadas cinco alternativas classificadas com as
letras (a), (b), (c), (d) e (e); somente uma responde adequadamente ao quesito proposto.
Você deve assinalar apenas uma alternativa para cada questão: a marcação em mais de
uma alternativa anula a questão, mesmo que uma das respostas esteja correta; também
serão nulas as marcações rasuradas.
8. As questões são identificadas pelo número que fica à esquerda de seu enunciado.
9. Os fiscais não estão autorizados a emitir opinião nem a prestar esclarecimentos sobre o
conteúdo da Prova. Cabe única e exclusivamente ao candidato interpretar e decidir a este
respeito.
10. Reserve os 30 (trinta) minutos finais para marcar seu CARTÃO-RESPOSTA. Os rascunhos
e as marcações assinaladas no CADERNO DE QUESTÕES não serão levados em conta.
11. Quando terminar sua Prova, antes de sair da sala, assine a LISTA DE FREQÜÊNCIA,
entregue ao Fiscal o CADERNO DE QUESTÕES e o CARTÃO-RESPOSTA, que deverão
conter sua assinatura.
12. O TEMPO DE DURAÇÃO PARA ESTA PROVA É DE 3 (TRÊS) HORAS.
13. Por motivos de segurança, você somente poderá ausentar-se da sala de prova depois de
decorrida 1h e 30min de seu início.
Nº DE INSCRIÇÃO

______________________________________________________________________________
Assinatura

______________________________________________________________________________
Nome do Candidato (letra de forma)

www.pciconcursos.com.br
QUESTÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA

Leia o TEXTO I, abaixo, para responder às questões de 01 a 10.

Delegada admite que alertou advogado sobre busca na casa de suspeito de pedofilia

01 A delegada Rosana da Silva Vanni admitiu ontem, em interrogatório à CPI da Pedofilia, ter cometido
02 “falha grave” ao avisar o advogado de um dos suspeitos de integrar rede de pedofilia em Catanduva (SP) sobre a
03 busca de um computador na residência de luxo apontada por parte das crianças como cenário de alguns abusos.
04 Até segunda-feira, ela presidia o inquérito sobre uma rede que abusou de cerca de 40 crianças, segundo as
05 investigações.
06 A CPU sumiu quando a delegada chegou à casa do suspeito, em 18 de fevereiro, embora modem,
07 monitor e estabilizador ainda estivessem ligados. A delegada pediu intervenção do advogado para entrar na casa
08 porque não tinha mandado.
09 Advogado e delegada foram em carros diferentes para a casa. “Ele poderia ter feito o contato por
10 telefone celular [com o suspeito]. Reconheço o erro, até infantil”, afirmou.
11 No primeiro dia de interrogatórios feitos pelos senadores da CPI, na Câmara, as falhas da polícia,
12 Justiça e Conselho Tutelar locais ficaram em evidência. Pelo menos dez delas foram identificadas, entre elas o
13 sumiço de uma caixa com fotografias e vídeos apreendida pela polícia na casa do borracheiro José Barra Nova
14 de Melo, 46, primeiro preso pelo caso. A apreensão foi negada pela delegada à frente do caso na época, Maria
15 Cecília Sanches. A CPI questionou também se a mesma delegada teria tentado acobertar alguns suspeitos.
(...)
(Folha de São Paulo – Quinta –feira, 19 de março de 2009.)

01. É CORRETO afirmar que o TEXTO I:

a) descreve as ações de uma CPI que investiga crimes cometidos contra crianças;
b) relata as ações da polícia para combater a pedofilia em Catanduva (SP);
c) apresenta um relato sobre os fatos que estão sendo apurados no contexto de uma investigação de
pedofilia, em Catanduva;
d) destaca o ponto de vista do seu autor sobre os crimes de pedofilia;
e) relata as atitudes das delegadas encarregadas de apurar os crimes de pedofilia, ao adentrarem a
casa de acusados.

02. NÃO é CORRETO afirmar em relação ao que se apresenta no TEXTO I.

a) Todos os abusos cometidos contra as crianças pelos pedófilos em questão foram consumados na
“residência de luxo”.
b) Duas delegadas de Catanduva já presidiram este inquérito.
c) Há muitas falhas na condução do inquérito.
d) Algumas provas que deveriam constar do inquérito sumiram.
e) O caso de Catanduva é alvo de investigação da CPI da pedofilia.

03. No TEXTO I, a palavra “intervenção” ( l . 07) poderia ser substituída, sem alteração de sentido, por:

a) “proteção”;
b) “mediação”;
c) “permissão”;
d) “apuração”;
e) “interpelação”.

04. No trecho: “Ele poderia ter feito o contato por telefone celular [com o suspeito]. Reconheço o erro, até
infantil”, ( l . 09 - 10) as aspas são usadas:

a) para dar destaque a uma idéia;


b) para dar destaque à falha da delegada;
c) para destacar as ações apresentadas;
d) por se tratar de transcrição de falas;
e) por se tratar de um apelo ao leitor.

Concurso Interno para Matrícula no Curso de Formação de Cabos PM/PI


2
www.pciconcursos.com.br
05. Em: “Até segunda-feira, ela presidia o inquérito...”. ( l . 04), a palavra destacada confere ao contexto o
sentido de:

a) limite temporal;
b) limite espacial;
c) limites espacial e temporal;
d) limite horário;
e) limite informacional.

06. No trecho: “A delegada pediu intervenção do advogado para entrar na casa porque não tinha
mandado.” ( l . 07 - 08), o conectivo em destaque expressa uma relação lógico-semântica de:

a) comparação;
b) condição;
c) tempo;
d) causa;
e) fim.

07. Assinale a alternativa em que a palavra ou expressão destacada NÃO qualifica aquela que a antecede.

a) “falha grave” ( l . 02)


b) “alguns abusos” ( l . 03)
c) “residência de luxo” ( l . 03)
d) “carros diferentes” ( l . 09)
e) “telefone celular” ( l . 10)

08. Se no trecho: “... embora modem, monitor e estabilizador ainda estivessem ligados.” ( l . 06 - 07),
substituíssemos a palavra destacada pela palavra mas, a forma verbal “estivessem” passaria,
contextualmente, a:

a) “estiveram”;
b) “estariam”;
c) “estavam”;
d) “estão”;
e) “estarão”.

09. A palavra “apreendida” ( l . 13), concorda, em número, no texto, com:

a) “polícia” ( l . 13);
b) “casa” ( l . 13);
c) “caixa” ( l . 13);
d) “delegada” ( l . 14);
e) “época” ( l . 14).

10. Em: “Pelo menos dez delas foram identificadas,...” ( l . 12), a palavra destacada recupera, no texto, a
palavra:

a) “falhas” ( l . 11);
b) “evidência” ( l . 12);
c) “sumiço” ( l . 13);
d) “caixa” ( l . 13);
e) “fotografias” ( l . 13).

Concurso Interno para Matrícula no Curso de Formação de Cabos PM/PI


3
www.pciconcursos.com.br
QUESTÕES DE LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA

11. No que concerne às restrições impostas ao policial militar, é INCORRETO afirmar o seguinte:

a) será transferido para a reserva se tomar posse em cargo público civil permanente;
b) não caberá hábeas corpus em relação a punições disciplinares militares;
c) a sindicalização e a greve são permitidas, desde que não perturbem a ordem pública;
d) enquanto em efetivo serviço, não pode estar filiado a partido político;
e) ficará agregado ao respectivo quadro se aceitar cargo, emprego ou função pública temporária, não
eletiva.

12. A segurança pública, dever do estado, direito e responsabilidade de todos é exercida através dos
órgãos abaixo, EXCETO:

a) polícia federal;
b) polícias militares e corpo de bombeiros militares;
c) polícias civis;
d) polícia rodoviária federal;
e) superintendências de trânsito.

13. Constituem direitos constitucionais do(a) policial militar, EXCETO:

a) fundo de garantia por tempo de serviço;


b) décimo terceiro salário com base na remuneração integral ou no valor da aposentadoria;
c) licença-maternidade, nos termos fixados em lei;
d) salário-família;
e) férias anuais remuneradas com, pelo menos, um terço a mais do que o salário normal.

14. São preceitos da ética do policial militar, EXCETO:

a) empregar todas as energias em benefício do serviço;


b) abster-se de atividade político-partidária, mesmo que se encontre em situação de inatividade;
c) cumprir seus deveres de cidadão;
d) garantir assistência material e moral ao seu lar;
e) observar as normas de boa educação.

15. São deveres dos policiais militares, EXCETO:

a) probidade em todas as circunstâncias;


b) culto aos símbolos nacionais;
c) lealdade em todas as circunstâncias;
d) disciplina e respeito à hierarquia;
e) cumprir as ordens do superior hierárquico, inclusive as manifestadamente ilegais.

16. Na hipótese de atuação incompatível com o cargo, o policial militar será:

a) desertado:
b) licenciado;
c) transferido para a reserva;
d) afastado do cargo;
e) extraviado.

17. São formas de desligamento ou exclusão do serviço ativo da Polícia Militar, EXCETO:

a) a reforma;
b) a demissão;
c) a reversão;
d) o licenciamento;
e) a deserção.

Concurso Interno para Matrícula no Curso de Formação de Cabos PM/PI


4
www.pciconcursos.com.br
18. Sobre a “agregação” do policial militar é INCORRETO afirmar:

a) se efetiva por ato do Comandante-Geral da Polícia Militar;


b) é a situação na qual o policial militar da ativa deixa de ocupar vaga na escala hierárquica, do seu
quadro nela permanecendo sem número;
c) ocorre quando o policial militar for afastado temporariamente do serviço ativo por motivo de ter sido
julgado incapaz definitivamente, após um ano contínuo de tratamento;
d) se efetiva quando o policial militar ultrapassar um ano contínuo de licença para tratamento de saúde
própria;
e) ocorre quando o policial militar aguardar transferência “ex-ofício” para a reserva remunerada, por ter
sido enquadrado em quaisquer dos requisitos que a motivam.

19. A transferência do policial militar à situação de inatividade mediante transferência para reserva
remunerada, ocorrerá nas hipóteses abaixo, EXCETO:

a) a pedido, ao policial militar que conte, no mínimo, 30 (trinta) anos de serviço;


b) em condições especiais, ao Oficial que conte ou venha a contar mais de 30 (trinta) anos de serviço
e mais de 5 (cinco) anos no penúltimo posto do seu Quadro”;
c) “ex-ofício”;
d) quando o policial militar estiver cumprindo pena de qualquer natureza;
e) quando o policial militar atingir a idade-limite prevista no Estatuto dos Policiais Militares;

20. Sobre a “reforma” do policial militar é INCORRETO afirmar:

a) se efetua “ex ofício”;


b) “será aplicada à praça que atingir a idade-limite de permanência na reserva remunerada,
correspondente a 56 anos”;
c) ocorre se o policial for julgado incapaz definitivamente para o serviço ativo da Polícia Militar;
d) ocorre se o policial estiver agregado por mais de 02(dois) anos, por ter sido julgado incapaz
temporariamente, mediante homologação da Junta de Saúde;
e) será aplicada somente por determinação judicial, qualquer que seja a patente do militar.

QUESTÕES DE CONHECIMENTO JURÍDICO


21. A prisão é considerada legal nos casos abaixo, EXCETUANDO-SE:

a) transgressão militar;
b) em flagrante delito;
c) por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente;
d) crime propriamente militar, definido em lei;
e) suspeita de prática de crime grave, a critério da autoridade policial.

22. Sobre inviolabilidade de domicílio é INCORRETO afirmar:

a) que a entrada na casa alheia, sem o consentimento do morador, é permitida no caso de flagrante-
delito;
b) que ninguém pode entrar na casa de alguém sem o consentimento do morador;
c) que a entrada na casa alheia, sem o consentimento do morador, é permitida no caso de desastre;
d) que a entrada na casa alheia, sem o consentimento do morador, é permitida durante o dia e a noite,
por determinação judicial;
e) que a entrada na casa alheia, sem o consentimento do morador, é permitida para prestar socorro.

23. São direitos assegurados ao preso, pela Constituição Federal, EXCETO:

a) direito à liberdade de comunicação ilimitada;


b) direito à vida privada, à honra e à imagem;
c) direito à liberdade de consciência e de crença;
d) direito à vida, à integridade física e moral;
e) direito à assistência da família e de advogado.

Concurso Interno para Matrícula no Curso de Formação de Cabos PM/PI


5
www.pciconcursos.com.br
24. O Direito Penal brasileiro considera amparado por causa de exclusão de ilicitude, o agente que pratica
o fato definido como crime, nas seguintes circunstâncias, EXCETO:

a) no estrito cumprimento do dever legal;


b) em legítima defesa;
c) no exercício regular de direito;
d) em obediência hierárquica;
e) em estado de necessidade.

25. Um policial militar durante uma perseguição a dois assaltantes em fuga, dispara sua arma de fogo e
mata um deles. No que se refere à conduta do policial é CORRETO afirmar:

a) não cometeu nenhum crime;


b) agiu no estrito cumprimento do dever legal;
c) agiu em legítima defesa;
d) agiu no exercício regular de direito;
e) cometeu crime de homicídio doloso.

26. Sobre o crime de homicídio é INCORRETO afirmar:

a) é qualificado quando praticado por motivo fútil;


b) é privilegiado quando cometido sob violenta emoção, logo em seguida à injusta provocação da
vítima;
c) o homicídio culposo é punível com reclusão;
d) é qualificado quando cometido à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso
que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido;
e) o emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio insidioso ou cruel pelo agente,
qualifica o homicídio.

27 O crime de deserção se configura com a prática das condutas abaixo, EXCETO:

a) ausentar-se o militar, sem licença, do lugar em que deve permanecer, por mais de oito dias;
b) deixar o militar de se apresentar à autoridade, dentro do prazo máximo de três dias, após o
cumprimento da pena;
c) o militar não se apresentar no lugar designado, dentro de oito dias, findo o prazo de trânsito ou de
férias;
d) ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em que serve, por mais de oito dias;
e) o militar conseguir situação de inatividade, simulando incapacidade para o exercício da função.

28. Sobre o crime de motim é INCORRETO afirmar:

a) é punível com detenção;


b) trata-se de crime contra a autoridade ou disciplina militar;
c) configura-se quando reunirem-se militares ou assemelhados recusando obediência a superior,
quando estejam agindo sem ordem ou praticando violência;
d) ocorre quando militares reunidos, utilizando-se de quartel, fortaleza, arsenal, fábrica ou
estabelecimento militar, praticarem violência, em desobediência à ordem superior;
e) configura-se quando reunirem-se militares, agindo contra ordem recebida de superior, ou negando-
se a cumpri-la.

29. No que concerne ao processo administrativo disciplinar, é INCORRETO afirmar:

a) é o meio de apuração de faltas graves dos servidores públicos;


b) a portaria de instauração do processo disciplinar deve indicar os atos ou fatos a apurar e as
infrações a serem punidas;
c) a comissão processante tem ampla liberdade de coleta de provas, desde que obtidas por meios
lícitos;
d) a comissão processante não necessita fundamentar a decisão, haja vista a sua idoneidade moral;
e) o indiciado e o seu advogado têm direito ao exame das provas constantes nos autos.

Concurso Interno para Matrícula no Curso de Formação de Cabos PM/PI


6
www.pciconcursos.com.br
30. Sobre o direito à ampla defesa e ao contraditório é INCORRETO afirmar:

a) é garantia constitucional;
b) o direito à ampla defesa é cabível em qualquer tipo de processo que envolva o poder de sanção do
Estado, seja administrativo ou judicial;
c) as praças especiais não têm direito ao contraditório;
d) o contraditório é decorrente da bilateralidade do processo;
e) o direito ao contraditório inclui o direito de assistir a inquirição de testemunhas.

QUESTÕES DE CONHECIMENTO TÉCNICO PROFISSIONAL

31. A Ordem Pública é definida como sendo:

a) O exercício dinâmico do poder de polícia, no campo da Segurança Pública, manifestado por


atuações predominantemente ostensivas, visando a prevenir e/ou coibir eventos que alterem a
Ordem Pública – os delitos – e a dissuadir e/ou reprimir os eventos que violem essa Ordem para
garantir sua normalidade.
b) A segurança que o Estado-União, Unidades Federativas e Municípios-proporciona à Nação, a fim de
assegurar a Ordem Pública, contra violações de toda espécie, que não contenham conotação
ideológica.
c) O conjunto de regras formais, coativas, que emanam do ordenamento jurídico da Nação, tendo por
escopo regular as relações sociais em todos os níveis e estabelecer um clima de convivência
harmoniosa e pacífica. Constitui, assim, uma situação ou condição que conduz ao bem comum.
d) O estágio em que a comunidade se encontra num clima de convivência harmoniosa e pacífica,
representando assim uma situação de bem-estar social.
e) O conjunto de medidas adotadas para superar antagonismos ou pressões, sem conotações
ideológicas, que se manifestem ou produzam efeitos no âmbito interno do País, de forma a evitar,
impedir ou eliminar a prática de atos que perturbem a Ordem Pública.

32. Sobre Tática Policial Militar assinale a alternativa CORRETA.

a) É o conjunto de métodos e procedimentos usados para a execução eficiente das atividades policiais
militares.
b) É a arte de empregar a tropa em ações e operações policiais militares.
c) É a conjugação de ações executadas por fração de tropa constituída que exige planejamento
específico.
d) É o desempenho isolado de fração elementar ou constituído com autonomia para cumprir missões
rotineiras.
e) É todo fato que exige intervenção policial militar, por intermédio de ações ou operações.

33. NÃO constitui característica do policiamento ostensivo.

a) Identificação.
b) Ação Pública.
c) Dinâmica.
d) Universalidade.
e) Totalidade.

34. Constitui princípios do policiamento ostensivo, EXCETO.

a) Ação de presença.
b) Antecipação.
c) Profundidade.
d) Unidade de comando.
e) Objetivo.

Concurso Interno para Matrícula no Curso de Formação de Cabos PM/PI


7
www.pciconcursos.com.br
35. Analisando as afirmativas abaixo, marque (V) para verdadeiro e (F) para falso. Em seguida, marque a
alternativa que apresenta a sequência CORRETA.

( ) Ao abordar suspeitos ou criminosos desarmados que, pela atitude, demonstrem disposição em


reagir com força física, à ação policial militar, como medida de cautela e como demonstração de
força para dissuadir a desencorajar a ação, o PM sacará e manterá empunhada a arma (revólver
ou pistola), para o seu provável emprego como defesa. A experiência prova que essa atitude de
decisão e firmeza quase sempre anula o ânimo do infrator.
( ) Ao abordar elementos armados, o PM empunhará o seu revólver para assegurar, para si, a
supremacia de ação. Tal atitude, naturalmente, só será adotada quando for presumível, pelos
antecedentes do marginal, que poderá haver reação ou quando se tratar de abordagem à noite ou
em local ermo.
( ) O PM, a pé e isolado, fará a abordagem de veículo em local ermo, somente depois de precisar o
número de seus ocupantes. Na impossibilidade de proceder com segurança a essa avaliação, é
prudente que solicite auxílio para prosseguimento da ação. Enquanto aguarda reforço, deverá
gravar as características do veículo, como marca, modelo, tipo, cor e licença, para a eventualidade
de evasão do local.
( ) O PM deve ter em vista que um veículo suspeito pode estar abrigando casal de namorados.
Nestes casos é comum a tentativa de evasão por receio do ridículo a que se exporiam as partes,
recomenda-se a ação enérgica e rápida.

a) F, F, F, V.
b) F, F, V, V.
c) V, F, V, F.
d) V, F, V, F.
e) F, V, V, F.

36. Sobre Busca Pessoal é INCORRETO:

a) Mandar a pessoa abordada apoiar-se sobre uma parede ou outro ponto de apoio, ficando em
situação de desequilíbrio
b) Colocar um de seus pés entre os pés da pessoa abordada em condições de aplicar-lhe uma
rasteira, caso ela faça uma tentativa de reação.
c) Ordenar ao indivíduo que se deite de bruços com os braços e pernas estendidos.
d) Revistar indiscriminadamente todo cidadão
e) No corpo humano despido, a busca atingirá as partes íntimas e cavidades naturais.

37. O policial militar ao efetuar abordagem em pessoa armada deverá proceder ao desarmamento
observando as seguintes recomendações, EXCETO.
a) No caso em que os policiais militares efetuam o desarmamento em dupla, enquanto um
desencadeia a ação, o outro deve permanecer vigilante e atento a qualquer movimento suspeito,
para poder agir em defesa do companheiro.
b) Quando for encontrado um indivíduo fazendo disparo em via pública, deverá o PM, devidamente
abrigado, tentar convencê-lo a depor sua arma. Se atendido, aproximar-se-á com cautela, pegará a
arma e efetuará a prisão do delinqüente, tendo em mente que o mínimo de descuido poderá ser-lhe
fatal.
c) No desarmamento de marginal perigoso, o PM deverá empunhar na mão sua arma, afim de
assegurar para si a vantagem na ação, da mesma forma procederá quando este efetuar
desarmamento em lugar ermo ou à noite.
d) Quando o delinqüente armado encontra-se abrigado em local como casas, porões, depósito, o PM
permanecerá vigiando e solicitará reforço.
e) Delinqüente armado consegue fugir do local da abordagem, contudo deixa cair a arma de fogo o
PM deve pegá-la e entregá-la na OPM à qual pertence.

38. Constitui princípios da polícia comunitária, EXCETO.

a) Mudança interna.
b) Extensão do mandato do policial.
c) Unidade de comando.
d) Policiamento descentralizado e personalizado.
e) Ética, legalidade, responsabilidade e confiança.

Concurso Interno para Matrícula no Curso de Formação de Cabos PM/PI


8
www.pciconcursos.com.br
39. Segundo Trojanowicz (1994) In: Curso Nacional de Promotor de Polícia Comunitária (2007, p. 39):

“A polícia comunitária é uma filosofia e estratégia organizacional que proporciona uma nova
parceria entre a população e a polícia. Baseia-se na premissa de que tanto a polícia quanto
a comunidade devem trabalhar juntas para identificar, priorizar e resolver problemas
contemporâneos tais como crime, drogas, medo do crime, desordens físicas e morais e em
geral a decadência do bairro, com o objetivo de melhorar a qualidade geral da vida na
área”.

Nas afirmações abaixo diferencie polícia tradicional de polícia comunitária respondendo (PT), para polícia
tradicional e (PC), para polícia comunitária e ao final, marque a alternativa CORRETA.

( ) As informações mais importantes são aquelas relacionadas a certos crimes em particular.


( ) A função do comando é incutir valores institucionais.
( ) A polícia se ocupa mais com o incidentes.
( ) As informações mais importantes são aquelas relacionadas com as atividade delituosas de indivíduos ou
grupos.

a) PT, PC, PT, PC.


b) PT, PT, PC, PC
c) PC, PT, PC, PT.
d) PC, PC, PT, PT.
e) PT, PC, PC, PT.

40. “A polícia é o povo e o povo é a polícia”. Este pensamento de Robert Peel, criador da polícia londrina, em 1829
traduz uma visão de polícia comunitária.
Analise as afirmativas abaixo e marque a alternativa que define CORRETAMENTE o policiamento comunitário.

a) Atendimento médico à comunidade realizado no Hospital da Polícia Militar.


b) Reunião do Conselho de Segurança Comunitário – CONSEG.
c) Ação cívico social (ACISO) realizada pela PMPI na periferia da cidade.
d) Policiamento ostensivo junto à comunidade.
e) Torneio esportivo realizado no quartel envolvendo policiais militares e civis.

Concurso Interno para Matrícula no Curso de Formação de Cabos PM/PI


9
www.pciconcursos.com.br

Você também pode gostar