Você está na página 1de 2

UNINTER-SUZANO

Nilza Ribeiro dos Santos


RU:1516963

RELATO DE EXPERIÊNCIA

As mídias de comunicação influenciam diretamente na vida de todos


desde sempre, na minha infância sempre me senti influenciada a consumir
bens matérias e logo descartar por que sempre tinha algo de novo, na escola
não havia aprendizagem voltada pra o consumo consciente, acredito que isso
aconteceu com a maioria das crianças da minha época e nos dias de hoje com
mais ênfase, pois os pais passam mais tempo fora de casa e os filhos passam
mais tempo com a televisão, dessa forma somos conduzidos por uma
avalanche de propagandas que a todo o momento nos vende algo mesmo que
de forma inconsciente não fomos preparados para sustentabilidade, nota-se
fraqueza na forma de educar para o futuro, as mídias por sua vez não
contribuem para um consumo consciente na minha infância naescola onde
estudei na cidade de Suzano na década 80, falava se em cuidar do planeta,
mas o tema não era abordado de formadireta, era feito a reutilização de
materiais tais como garrafas pet, jornais e revistas nas aulas de artes, porem
não tínhamos dimensão de nossa ação diante do tema. É possívelobservar
que apesar de a escola nos ter propiciado a vivencia desses momentos a
aprendizagem não foi em sua totalidade significativa, pois não foi trabalhado da
forma correta, segundo aponta os PCNS (1997)

O trabalho de Educação Ambiental deve ser desenvolvido a fim


de ajudar os alunos a construírem uma consciência global das
questões relativas ao meio para que possam assumir posições
afinadas com os valores referentes à sua proteção e melhoria.
Para isso é importante que possam atribuir significado àquilo
que aprendem sobre a questão ambiental. E esse significado é
resultado da ligação que o aluno estabelece entre o que
aprende e a sua realidade cotidiana, da possibilidade de
estabelecer ligações entre o que aprende e o que já conhece, e
também da possibilidade de utilizar o conhecimento em outras
situações (pag, 35)

Em suma os parâmetros curriculares nacionais que se referem ao meio


ambiente e saúde revelam que as praticas educativas devem priorizar a
vivência do aluno de uma forma contextualizada com ações interdisciplinares
que oportunizam desenvolver noções de preservação e sustentabilidade nos
futuros cidadãos.Apropriar-se do tema e fazer com que os nossas crianças
compreendam é de grande importância, mas como fazer isso se não fomos
educados para o consumo consciente? Essa pergunta me perseguiu por muito
tempo ate que comecei a me informar sobre o assunto, sei que é um processo
difícil para quem como eu não foi como eu educada para os três (erres), porem
acredito que com a informação correta podemos atingir o objetivo.

Referência:
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares
Nacionais: Meio Ambiente e saúde. Brasília: MEC/SEF, 1997.