Você está na página 1de 4

Experimento III : Pigmentos inorgânicos.

Cores e fotocromismo
DISCUSSÕES :

1. Quais são os objetivos desta aula?


A preparação de pigmentos inorgânicos, conhecimento da sua história e aplicação, e a
compreensão do aparecimento do fenômeno da cor e demonstrar os possíveis dotes
artísticos dos alunos.

2. Você sabe qual é o cromóforo responsável pelo aparecimento de cor no "Maya blue"?
Por que o azul dos Maias é tão famoso?

O azul maia era uma mistura de folhas de índigo (pigmento orgânico natural e seu cromóforo
responsável) com paligorsquita (mineral argiloso de estrutura fibrosa) e copal (uma resina
de árvore). É muito estável quando exposto a ácido, álcalis, solventes além de resistir à
biodegradação.
Esse pigmento era usado para pintar murais e esculturas e até corpos de vítimas dos
sacrifícios e sua importante contribuição atual vem do fato de que o azul maia é um material
cuja alta estabilidade é conseguida sem a presença de metais pesados. Isto é de extrema
importância para a indústria de tintas e de pigmento, que anualmente consome grandes
quantidades de metais estrategicamente importantes e ambientalmente degradantes.

3. O que é um híbrido orgânico-inorgânico?


Os materiais híbridos orgânico-inorgânicos são constituídos pela combinação dos
componentes orgânicos e inorgânicos que, em geral, apresentam propriedades
complementares dando origem a um único material com propriedades diferenciadas
daquelas que lhe deram origem. Esses materiais são homogêneos, devido a mistura dos
componentes em nível molecular, usualmente em escala de nanômetro e sub-
micrômetro.
4. Qual a origem da cor do pigmento citado em
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u657899.shtml
A origem da cor do novo pigmento, que é constituído dos óxidos de manganês (Preto),
ítrio (Branco) e índio (Amarelo leve), foi descoberta na Universidade Estadual do Oregon
e de maneira acidental. Pesquisadores da universidade buscavam criar compostos com
propriedades eletrônicas inovadoras, misturando os óxidos, nesse caso os óxidos já
citados. Para a criação desses compostos buscavam atingir altas temperaturas, mais de

1
cem mil graus Celsius muitas vezes, e em uma das tentativas de criação encontraram o
novo pigmento azul, durável e brilhante e menos caro, tóxico e cancerígeno do que os
antigos já usados. Perceberam que os íons manganês presentes nesse pigmento
absorveram extensões de ondas de luz vermelha e verde e refletiram apenas o azul
quando testados em aparelhos específicos para a leitura dos comprimentos de onda
absorvidos, como por exemplo um espectrômetro.

5. O que é a têmpera a ovo?


A têmpera é uma técnica de pintura na qual os pigmentos ou os corantes podem ser
misturados com um aglutinante, o qual pode ser uma emulsão de água e gema de ovo,
o ovo inteiro, ou somente a clara. A gema - composta por solução de água e goma,
albumina e lecitina - funciona como agente dispersante e sua cor amarelada em nada
prejudica as cores quando misturada aos pigmentos e à água. Alguns afirmam que ao
secar a pintura pode clarear se exposta à luz do dia. O ideal é usar ovos frescos, já que
esses custam mais tempo para se decompor.

6. Escreva as reações balanceadas das sínteses dos 5 pigmentos e adicione as fórmulas


dos pigmentos preto e branco.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

2
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

7. O que acharam da prática?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

8. Conclusão:
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

3
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

6. Referências :
 Materiais híbridos orgânico – inorgânicos: preparação e algumas aplicação,
Nadia M. José, Luis A. S. A. Prado, Química Nova, 28(2). Disponível em
www.scielo.br -Data de acesso:23/08/2016
 Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa – disponível
em www.drc.fct.unl.pt -Data de acesso:23/08/2016
 Químicos criam pigmento azul brilhante por acidente – New York Times;
disponível em www1.folha.uol.com.br - Data de acesso:23/08/2016
 PDF: Têmperas [ PINTURA 1 ] - Escola de Belas Artes – UFRJ; -Profa. Dra.
Martha Werneck; disponível em: www.eba.ufrj.br – Data de acesso:
23/08/2016