Você está na página 1de 57

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS


DEPARTAMENTO DE SOLOS E ENGENHARIA AGRÍCOLA

Disciplina: Eletrificação Rural

Unidade 5 – Instalações para


iluminação e aparelhos domésticos.

Prof. JORGE LUIZ MORETTI DE SOUZA


Objetivo da Unidade 5

• Ao término da Unidade, o aluno deverá ser


capaz de identificar e, ou, estabelecer os
principais esquemas elétricos para iluminação
e aparelhos utilizados em instalações elétricas
em baixa tensão.
1 Normas para instalações em baixa tensão
(pg. 22, 23 e 24 do manual)

• NBR 5410 / 90 – principal norma que rege as instalações


elétricas em baixa tensão;.

• NBR 5446 / 80 – Símbolos gráficos de relacionamento


usados na confecção de esquemas;

• NBR 5444 / 86 – Símbolos gráficos para instalações


elétricas prediais;

• NBR 5453 / 77 – Sinais e símbolos para eletricidade


2 Elementos componentes de uma instalação
elétrica em baixa tensão (pg. 22 do manual)
2.1 Condutores e circuitos elétricos
(a) Condutores de alimentação
• Condutores dos circuitos terminais
• Condutores dos circuitos de distribuição
• Condutores dos circuitos de distribuição principal

(b) Classificação dos condutores de alimentação dos circuitos


terminais
• Condutores diretos (saem do quadro e vão até o ponto ativo;
− Neutro
− Fase
• Condutor de retorno (interruptores)
• Condutores alternativos (interruptor paralelo ou intermediário)
2 Elementos componentes de uma instalação
elétrica em baixa tensão (pg. 22 do manual)
2.1 Condutores e circuitos elétricos

Figura − Diagrama básico de instalação de um edifício residencial ou comercial


2 Elementos componentes de uma instalação
elétrica em baixa tensão
2.1 Condutores e circuitos elétricos

(a) (b)
Figura − (a) Entrada de serviço ao circuito de distribuição; e, (b) Divisão da
instalação elétrica em circuitos terminais.
2 Elementos componentes de uma instalação
elétrica em baixa tensão
2.1 Condutores e circuitos elétricos

Figura − Circuito terminal de iluminação.


2 Elementos componentes de uma instalação
elétrica em baixa tensão (pg. 22 do manual)
2.2 Definição de ponto
• Ponto: ponto simples ou ponto de duas seções
• Ponto útil ou ponto ativo;
− Tomadas simples, duplas;
− Tomada com terra;
− Tomadas combinadas;
• Ponto de comando:
− Interruptor simples (monopolar, uma tecla);
− Interruptor de duas seções (duas teclas);
− Interruptor de três seções (três teclas);
− Interruptor paralelo (three way);
− Interruptor intermediário (four way);
− Dimmer ou variador de tensão;
− Minuteria;
− Disjuntores ou chaves (será visto posteriormente).
Ponto: ponto simples ou ponto de duas seções

(a) (b)

Figura − Pontos: (a) simples; e, (b) duas seções


Ponto útil ou ponto ativo

(a) (b) (c)


Figura − Ponto útil ou ativo: (a) tomadas simples e duplas; (b)
tomada simples e duplas com terra; e, (c) tomadas combinadas.
Ponto útil ou ponto ativo: tomadas simples (pg. 22)

(a) (b)

(c) (d)
Figura − Tomas simples: (a) monofásica, tensão FN; (b) monofásica,
tensão FN mais proteção vinda de aterramento; (c) monofásica, tensão FF
mais proteção (terra) vinda da rede; e, (d) trifásica.
Ponto útil ou ponto ativo: tomadas simples (pg. 22)

(a) (b)
Figura − Tomas simples: (a) monofásica, tensão FN sem
proteção; e, (b) monofásica, tensão FN com proteção (terra).
Ponto de comando: interruptores

(a) (b) (c)

Figura − Ponto de comando, interruptores: (a) simples, uma


seção (uma tecla); (b) duas seções (duas teclas); e, (c) três
seções (três teclas).
Novos modelos de interruptores e tomadas no mercado
Ponto de comando: interruptor paralelo

(a)

(b)

Figura − Ponto de comando, interruptor paralelo: (a) vista dos


contatos; (b) esquema de ligação.
Ponto de comando: interruptor paralelo

O que está errado neste esquema?

Figura − Esquema errado de ligação de interruptor paralelo


encontrado na internet.
Ponto de comando: interruptor intermediário

(a)

(b)

Figura − Ponto de comando, interruptor paralelo e intermediário: (a) esquema


com um interruptor intermediário; (b) esquema com dois interruptores
intermediários.
Ponto de comando: dimmer

Figura − Ponto de comando : principais componentes e


esquema geral de ligação de um dimmer.
Ponto de comando: minuteria

Figura − Ponto de comando, minuteria: principais


componentes e esquema geral de ligação.
Ponto de comando: disjuntores

Figura − Ponto de comando: disjuntores


Ponto de comando: chaves

Figura − Ponto de comando: chaves


3 Principais símbolos gráficos para instalações
elétricas em baixa tensão (pg. 25)
3.1 Dutos de distribuição

Figura − Dutos de distribuição.


3 Principais símbolos gráficos para instalações
elétricas em baixa tensão (pg. 25 e 26)
3.1 Dutos de distribuição

Figura − Dutos de distribuição.


3 Principais símbolos gráficos para instalações
elétricas em baixa tensão (pg. 29)
3.2 Luminárias, refletores e lâmpadas

Figura − Luminárias, refletores e lâmpadas.


3 Principais símbolos gráficos para instalações
elétricas em baixa tensão (pg. 27 e 28)
3.3 Interruptores

Figura − Interruptores.
3 Principais símbolos gráficos para instalações
elétricas em baixa tensão (pg. 30)
3.4 Tomadas

Figura − Tomadas.
3 Principais símbolos gráficos para instalações
elétricas em baixa tensão (pg. 26)
3.5 Quadros de distribuição

Figura − Quadros de distribuição.


3 Principais símbolos gráficos para instalações
elétricas em baixa tensão (pg. 31)
3.6 Motores e transformadores

Figura − Símbolos gráficos: (a) gerador; (b) motor; (c)


4 Esquemas fundamentais de ligações para
instalações elétricas em baixa tensão
4.1 Diagrama funcional, esquemas multifilar e unifilar

(a)

Figura − Esquemas fundamentais: (a) diagrama funcional.


4 Esquemas fundamentais de ligações para
instalações elétricas em baixa tensão
4.1 Diagrama funcional, esquemas multifilar e unifilar

(b)

(c)

Figura − Esquemas fundamentais: (b) esquema multifilar; e, (c)


esquema unifilar.
4.2 Um ponto de luz incandescente comandado por um
interruptor de uma seção (circuito 1) (pg. 32)

(a) (b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.3 Um ponto de luz incandescente comanda por um interruptor
de uma seção (circuito 1) e uma tomada (circuito 2) (pg. 32)

(a) (b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.4 Um ponto de luz fluorescente comandado por um
interruptor de uma seção (circuito 1)

(a) (b)

Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)


esquema unifilar.
4.4 Um ponto de luz fluorescente comandado por um
interruptor de uma seção (circuito 1)

(a)

(b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.5 Um ponto de luz comandado por um interruptor de
uma seção (circuito 1) e duas tomadas (circuito 2)

(a)

(b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.6 Dois pontos de luz comandados por um interruptor
de uma seção (circuito 1) (pg. 33)

(a)

(b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.7 Dois pontos de luz comandados por um interruptor
de duas seções (circuito 1) (pg. 33)

(a)

(b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.8 Três pontos de luz comandados por um interruptor
de três seções (circuito 1)

(a)

(b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.9 Um ponto de luz comandado por interruptor
paralelo (circuito 1) (pg. 34)

(a) (b)

Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)


esquema unifilar.
4.9 Um ponto de luz comandado por interruptor
paralelo (circuito 1) (pg. 34)

(a) (b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.9 Um ponto de luz comandado por interruptor
paralelo (circuito 1) (pg. 34)

(a) (b)

Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)


esquema unifilar.
4.10 Um ponto de luz comandado por interruptor
paralelo (circuito 1) e uma tomada (circuito 2)

Figura − Esquemas fundamentais: esquema unifilar.


4.11 Um ponto de luz comandado por interruptor
paralelo (circuito 1) e cinco tomadas (circuito 2)

Figura − Esquemas fundamentais: esquema unifilar.


4.12 Um ponto de luz comandado por interruptor
paralelo e um interruptor intermediário (circuito 1) (pg. 35)

(a) (b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.12 Um ponto de luz comandado por interruptor
paralelo e um interruptor intermediário (circuito 1) (pg. 35)

Figura − Esquemas fundamentais: esquema unifilar.


4.13 Dois pontos de luz comandados simultaneamente por
interruptor paralelo e um interruptor intermediário (circuito 1)

(a) (b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)
esquema unifilar.
4.14 Um ou mais pontos de luz comandados por interruptor
paralelo e interruptores intermediários (circuito 1)

(a)

(b)

Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar; e, (b)


esquema unifilar.
4.15 Esquema unifilar de ligação da iluminação de uma
instala possuindo três cômodos (circuito 1)

Figura − Esquemas fundamentais: esquema unifilar da


iluminação em três cômodos
4.16 Esquema unifilar de ligação da iluminação de uma
instala possuindo três cômodos (circuito 1)

Figura − Esquemas fundamentais da iluminação e tomadas em


três cômodos: (a) esquema multifilar; e, (b) esquema unifilar.
4.17 Vários pontos de luz ligados ao mesmo tempo
com uma minuteria (pg. 35)

Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema multifilar.


4.17 Vários pontos de luz ligados ao mesmo tempo
com uma minuteria (pg. 35)

(a)

(b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema unifilar; e, (b)
esquema multifilar.
4.18 Vários pontos de luz ligados ao mesmo tempo
com uma minuteria (pg. 35)

(a) (b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquemaunifilar; e, (b)
esquema multifilar.
4.19 Ponto de luz incandescente comandado por relé
fotoelétrico ou interruptor automático por presença

(a) (b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) relé fotoelétrico; e, (b)
interruptor automático por presentaça.
4.19 Ponto de luz incandescente comandado por relé
fotoelétrico

Figura − Esquemas fundamentais: esquema unifilar de pontos


de luz incandescente comandados por relé fotoelétrico.
4.19 Pontos de luz incandescente comandados por relé
fotoelétrico

(a)

(b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema unifilar; e, (b)
esquema multifilar.
4.20 Ponto de luz vapor de mercúrio comandado por
relé fotoelétrico

(a)

(b)
Figura − Esquemas fundamentais: (a) esquema unifilar; e, (b)
esquema multifilar.
FIM