Você está na página 1de 3

DISCIPLINA: DIDÁTICA - 2013/1 Profª Antonieta Beatriz Mariante

COMPONENTES BÁSICOS DE UM PLANEJAMENTO

APRENDIZAGEM: processo de aquisição de novas informações, mas MUITO MAIS: envolve novos modos
de perceber, de ser, de pensar e de agir.
Conforme afirma Coll1: “a aprendizagem é uma construção pessoal que o aluno realiza com ajuda que
recebe de outras pessoas”.

1. OBJETIVOS: definem os resultados previamente determinados, indicando aquilo que o aluno deverá
ser capaz de fazer como consequência do processo de aprendizagem.
São as modificações de atitudes do aluno, as quais são obtidas a partir das experiências educacionais
planejadas pelo professor. Tais atitudes são as expressões de conhecimentos, habilidades e atitudes que,
antes de cursar a disciplina, o aluno não era capaz de realizar ou, pelo menos de realizar tão bem.
1.1. Gerais São os objetivos mais abrangentes, de longo prazo, coerentes com os
conhecimentos, as habilidades e as atitudes descritas no Plano de Estudos. Geralmente
são estruturados por verbos que dão idéia ampla e de difícil mensuração (compreender,
saber, atualizar, valorizar, etc.).

1.2. Específicos: São os objetivos de curto prazo, relativos à seção de conhecimentos,


habilidades intelectuais, atitudes e habilidades motoras necessárias a uma determinada
área temática; descrição das aprendizagens esperadas. São estruturados por verbos
mensuráveis e sempre no infinitivo (fazer, escrever, identificar, executar, selecionar, etc.).

Os objetivos também são classificados em níveis de pensamento:

CONHECIMENTO: definir, declarar, listar, nomear, escrever, relembrar, reconhecer, rotular, sublinhar,
selecionar, reproduzir, medir.

COMPREENSÃO: identificar, justificar, selecionar, indicar, ilustrar, representar, nomear, formular, explicar,
julgar, contrastar, classificar.

ANÁLISE: analisar, identificar, concluir, diferenciar, selecionar, separar, comparar, contrastar, justificar,
resolver, separar, criticar.

SÍNTESE: combinar, repetir, sumarizar, sintetizar, argüir, discutir, organizar, derivar, selecionar, relacionar,
generalizar, concluir.

Lembrar:
Na elaboração de um plano os OBJETIVOS devem prever o que se espera DO ALUNO. Ex: Que o aluno
seja capaz de ........
Exemplos de objetivos para o professor: Ensinar os processos de fermentação e respiração.
Oportunizar situações para compreensão dos conceitos de sociedade capitalista

1
COLL, César. Psicologia e currículo : uma aproximação psicopedagógica à elaboração do currículo
escolar. 5.ed. São Paulo: Ática, 2003.

1
2. CONTEÚDOS: são meio para alcançar os objetivos

2.1. Os conteúdos CONCEITUAIS são mais abstratos, envolvem a aprendizagem de fatos,


conceitos e princípios. As condições necessárias para o saber dos conteúdos conceituais
demandam atividades que desencadeiem um processo de construção pessoal, que
privilegie atividades que acionem os conhecimentos prévios dos alunos promovendo
atividade mental.

Exemplos:
- Regras e cuidados no trânsito
- Modalidades esportivas olímpicas.
- Estilos da composição musical.

2.2. Os conteúdos PROCEDIMENTAIS envolvem ações ordenadas com um fim, ou seja,


direcionadas para realização de um objetivo, aquilo que se aprende a fazer, fazendo,
como: saltar, escrever com letra cursiva, desenhar,cozinhar,dirigir.
Aprender um procedimento significa ser capaz de utilizá-lo de diversas maneiras para
resolver os problemas colocados e atingir as metas fixadas (habilidades, procedimentos,
saber-fazer).

Exemplos:
- Confecção de uma maquete sobre o funcionamento do trânsito.
- Pesquisa em sites sobre as regras do futebol.
- Dedilhamento de uma canção ao violão.

2.3. Os conteúdos ATITUDINAIS podem ser agrupados em: valores, atitudes ou normas. Aprender um
valor significa ser capaz de regular o próprio comportamento de acordo com o princípio normativo
estipulado por esse valor. Aprender uma norma significa ser capaz de comportar-se de acordo com
a mesma. Aprender uma atitude significa mostrar uma tendência consistente e perseverante
comportar-se de determinada maneira perante situações, objetos, acontecimentos ou pessoas
(valor, atitude, ser).
Dentre esses conteúdos podemos destacar a título de exemplo: a cooperação, solidariedade,
trabalho em grupo, gosto pela leitura, respeito, ética. Vale ainda salientar que esses conteúdos
estão impregnados nas relações afetivas e de conivência que de forma alguma podem ser
desconsiderados pela escola como conteúdos importantes de serem trabalhados

Exemplos:
- Participação da aula contribuindo com as ideias do grupo.
- Realização das atividades com interesse.
- Organização do material escolar.

Coll propõe os conteúdos:


 Factuais e Conceituais - que correspondem ao compromisso científico da escola:
transmitir o conhecimento socialmente produzido.
 Procedimentais - ações, passos ou procedimentos a serem implementados e aprendidos.
 Atitudinais - correspondem ao compromisso filosófico da escola: promover aspectos que
nos completam como seres humanos, que dão uma dimensão maior, que dão razão e
sentido para o conhecimento científico.

ALGUNS CRITÉRIOS PARA A SELEÇÃO DE CONTEÚDOS: validade, significação, utilidade,


possibilidade de elaboração pessoal, viabilidade, flexibilidade.

Exemplo: O ser humano e sua relação com a terra


 a produção dos alimentos;
 a industrialização dos alimentos;

2
 a comercialização dos alimentos;
 o valor nutritivo dos alimentos;
 as características de saúde de uma população;
 a produção agrícola do Estado, no nosso Município;
 ...........

3. PROCEDIMENTOS DE ENSINO, ESTRATÉGIAS, MÉTODOS,TÉCNICAS: referem-se ao como


ensinar

 PROCEDIMENTO: maneira de fazer alguma coisa; descreve atividades desenvolvidas (pelo professor-
a e alunos-as).
 ESTRATÉGIA: palavra “emprestada” da terminologia militar para descrever meio utilizado pelo-a
professor-a para atingir os objetivos.
 MÉTODO: caminho a seguir para alcançar um fim; indica linhas de ação, sem operacionalizá-las.
 TÉCNICA: podemos dizer que é a operacionalização do método.

Os procedimentos indicam o que o-a professor-a e os-as alunos-as farão no desenrolar de uma aula ou
conjunto de aulas, articulando objetivos e conteúdos com métodos que provoquem a atividade mental e
prática dos-as estudantes. O-a docente deve organizar as condições externas favoráveis à aprendizagem.

4. RECURSOS – didáticos, audiovisuais ou de ensino - Auxiliam a :


 diversificar as formas de produzir e apropriar-se do conhecimento;
 dinamizar o trabalho pedagógico.
Exemplos: álbum seriado, cartão-relâmpago, cartaz, fichas, flanelógrafo, gráficos, história em quadrinhos,
ilustrações, jogos, jornal, livro didático, mapas, globos, modelos, mural, peça teatral, quadro-de-giz, quadro
de pregas, sucata, textos, terrário, aquário, maquetes, equipamentos esportivos e musicais, computador,
vídeo, dvd, cd, internet, sites, correio eletrônico, softwares, rádio, slide, TV, transparências para
retroprojetor etc.

5. AVALIAÇÃO : é o processo pelo qual se determina o grau e a quantidade de resultados alcançados


em relação aos objetivos, considerando o contexto das condições em que o trabalho foi desenvolvido.

 No planejamento da avaliação é importante considerar a necessidade de:


- avaliar continuamente o desenvolvimento do aluno;
- selecionar situações de avaliação diversificadas, coerentes com os objetivos propostos;
- selecionar e/ou organizar instrumentos de avaliação;
- registrar os dados da avaliação;
- aplicar critérios aos dados da avaliação;
- interpretar resultados da avaliação;
- comparar os resultados com os critérios estabelecidos (feed-back);
- utilizar dados da avaliação no planejamento.

O feedback deve ser encarado como fonte de informação para o professor sobre o andamento de sua
atuação.