Você está na página 1de 4

Wamphula Fax

Nampula, 09 de Abril de 2018 . Ano XV .Edição número 3061


Director: Jerónimo C. Júnior
O SEU JORNAL DE CONFIANÇA
PROPRIEDADE DA COOP-NORTE JORNALISTAS ASSOCIADOS, SCRL
SOCIEDADE SOCIEDADE SOCIEDADE OPINIÃO
Descobertas ossadas humanas na Mulheres defendem persistência Fraca qualidade de electricidade Cidade da Beira: sem eira nem
Cidade de Nampula na luta pelo empoderamento eco- afecta funcionamento do Hospital beira
nómico rural de Angoche

Pag. 2 Pag. 3 pag. 3 .4


Pag.

NIASSA PRODUZ SEMENTE DE BATATA RENO

Niassa equaciona instalar uma fábrica de produção de semente de batata reno

E
stá em perspectiva dólares americanos que, anual- te visita do Primeiro-Ministro, batata Reno e coloca-la no mer-
de, a breve trecho, mente, têm sido despendidos Carlos Agostinho de Rosário, cado nacional para os interessa-
ser concretizado no para a importação de sementes àquele empreendimento, no dis- dos.
distrito de Lichinga, dos países vizinhos. trito de Lichinga. Acrescentou que a mesma
província de Niassa, um projec- O facto foi revelado por Sér- Sérgio Gouveia afirmou, na empresa explora uma vasta área
to para produção de sementes gio Gouveia, da África Center circunstância, que a AC Matama agrícola com condições para
de batata reno certificada e de Matama, empresa vocacionada dispõe das condições técnicas construção de sistemas de irri-
qualidade, para abastecer os pro- na produção de sementes cer- para iniciar a produção imedia- gação adicionais para produzir
dutores, o que poderá poupar ao tificadas de diversas culturas ta de cerca de duas mil toneladas durante o ano.
Estado cerca de três milhões de alimentares, aquando da recen- anuais de semente certificada de Continua na página 2
Wamphula Fax
SOCIEDADE 09 de Abril de 2017

Cidade de Nampula

DESCOBERTAS OSSADAS HUMANAS EM MUTOTOPE

O
s moradores do
bairro de Muto-
tope, arredores da
cidade de Nampula, foram ,
na manhã da passada quinta-
-feira, em face da descoberta
de ossadas humanas, amon-
toadas num descampado
pertencente à direcção pro-
vincial de agricultura e segu-
rança alimentar, facto que, se-
gundo os populares, confirma
a tese segundo a qual, o local
tem sido usado como campo
de actuação de criminosos.
O chefe do quarteirão 34,
naquele bairro, Guilherme
Pedro, corrobora a versão
de que o sítio inabitado tem
servido para exercício dos
criminosos, cujos principais
alvos são os estudantes da es- Zacarias Nacute, porta-voz da PRM
cola Secundária 22 de Agosto
e camponeses que costumam “Como este espaço não é Na óptica do chefe do a presença de ossadas huma-
invadir o espaço para cultivo. aproveitado, é usado pelos quarteirão 34, as acções dos nas pertencentes alguém que
Segundo os moradores, as malfeitores para emboscar as criminosos recrudescem de- se presume ser de sexo femi-
ossadas humanas, ora desco- suas vítimas. Por isso, decidi- vido à falta de uma unidade nino.
bertas, terão pertencido, pre- mos limpá-lo para podermos policial naquele bairro. E assegurou que o Serviço
sumivelmente, à uma pessoa construir nossas casas e, as- Entretanto, o porta-voz Nacional de Investigação Cri-
de sexo feminino, em virtude sim, reduzir a onda de assassi- da polícia da República de minal (SERNIC) está a traba-
de terem sido achados ao lado natos”- disse Guida Momade, Moçambique em Nampula, lhar no sentido de esclarecer
cabelos trançados. moradora de Mutotope, Zacarias Nacute, confirmou o assunto.Wf

Continuado da página 1 comercial a qualquer mo- cultura que adquirem o insu- lho de dois dias à província de
mento para aquisição de siste- mo na vizinha África do Sul, Niassa, disse que o governo
mas de frio exigidos para con- que representa ao Estado o encoraja a iniciativa.
Destacou que a província servação da semente de batata desembolso de cerca de três Realçou que será o início
de Niassa e, em particular a Reno que é, neste momento, a milhões de dólares, equiva- do pressuposto das aspirações
cidade de Lichinga, dispõe única componente em falta lentes a, aproximadamente, do governo, que se traduz na
das condições ideais, prin- para avançar com a iniciativa. 186 milhões de meticais, por substituição das importações
cipalmente climáticas, para Contudo, Sérgio Gouveia ano. por insumos nacionais, pro-
produção de sementes de ba- observa ser indispensável a O ministro da agricultura duzidos e certificados por
tata Reno. celebração de contratos de e segurança alimentar, Higi- técnicos e instituições locais,
Garantiu que a AC Mata- fornecimento de semente de no Marrule, que, com outros facto que terá impacto na re-
ma desfruta de idoneidade batata Reno certificada com quadros do governo, acompa- dução do gasto de divisas.Wf
para solicitar crédito à banca as empresas produtoras da nha o PM na visita de traba-

Ficha técnica
Editor: Vasco Fenita
Redacção e Colaboradores: Areno Fugão (página governação participativa), Assane Issa, Carlos Tembe,
Carlos Coelho, Mouzinho de Albuquerque e Luis Norberto
Administração e publicidade:Augusto Madeira e Zaina Armando-Gestor do Facebook: Emerson Aquilino
Colunistas permanentes: António Matabele e Viriato Caetano Dias
Avenida Filipe Samuel Magaia, n.º 35/B - R/C,Tele/Fax:26216868, cel: 879080540 / 824555630 / 826702570 / 846013333
E-mail: wamphulafax@gmail.com

2
Segunda-feira SOCIEDADE Wamphula Fax
Empoderamento económico das mulheres
LÍDERES DAS ASSOCIAÇÕES RURAIS DEFENDEM PERSISTÊNCIA NA LUTA

As líderes das associa- Monapo, explicou que, num membros da comunidade. AENA, em matérias de asso-
ções rurais de mulheres, em passado recente, as mulheres “Porém, nos dias que cor- ciativismo, género, gestão de
Nampula, reconhecem que há da zona onde reside limita- rem, a situação está a mu- planos de negócios e critérios
avanços no concernente à sua vam-se a participar na pro- dar. Por exemplo, no início, de comercialização de produ-
participação na gestão dos dução agrária, distanciando- a Associação das Mulheres tos agrícolas, o cenário tem
rendimentos decorrentes da -se, portanto, do processo da de Nakhololo era composta vindo a alterar paulatinamen-
produção agrária e outras fon- comercialização e utilização por 90 membros, sendo 14 te”-explicou Feliciano.
tes de renda ao nível das famí- dos recursos financeiros re- mulheres e os restantes eram O oficial de Comunicação,
lias, mercê das campanhas de sultantes. homens. As mulheres não ti- Marketing e Campanhas de
advocacia levadas a cabo pela Segundo a fonte, a mulher nham a oportunidade de ge- Advocacia da AENA, Octá-
Associação Nacional de Ex- não ousava contrariar esse rir a sua própria organização vio Subuana, confirmou que
tensão Rural (AENA). principio costumeiro para e muito menos ocupar cargos as acções de empoderamento
Rosinha Feliciano,membro não ser considerada desobe- de chefia para administrar o económico da mulher rural
da Associação das Mulheres diente ao marido e, em conse- respectivo património, mas estão, de facto, a surtir os de-
de Nakololo, no distrito de quência, marginalizada pelos depois da intervenção da sejados efeitos.Wf

Hospital rural de Angoche


FRACA QUALIDADE DE ELECTRICIDADE AFECTA FUNCIONAMENTO
O funcionamento normal pula, de acordo com António
do hospital Rural de Ango- Munissa.
che, está a ser condicionado Entretanto, disse ter apura-
pela fraca qualidade de ener- do nos contactos efectuados
gia eléctrica fornecida pela com a empresa EDM, de que
empresa Electricidade de Mo- o problema da fraca qualida-
çambique (EDM), segundo o de da corrente eléctrica não
director daquela unidade sa- só se verifica naquela região,
nitária, António Munissa. como também noutras da
De acordo com Munissa, província de Nampula.
a fraca qualidade de energia Segundo aquele responsá-
eléctrica afecta sobretudo o vel, enquanto o aparelho de
sector de Raio X , o que obri- Raio X daquele hospital não
ga que os doentes com frac- funcionar, os doentes que
turas sejam evacuados para procuram este serviço naque-
Nampula. la unidade sanitária continua-
“O problema da fraca qua- rão a ser transferidos para o
lidade de energia eléctrica Hospital Central de Nampula,
agravou-se desde, sensivel- onde existem equipamentos
mente, há dois meses”- expli- adequados.
cou Munissa. Não obstante, porém, o
A fonte afirmou que a so- Hospital Rural de Angoche é
lução definitiva do problema considerado de referência não
implica a montagem de um só para aquele distrito, como
transformador exclusivo para também de outros situados
aquele hospital. Cujas diligên- na zona sul da província de
cias decorrem já para o efeito Nampula, nomeadamente
junto das competentes enti- Moma, Mogincual e Mogovo-
dades provinciais de Nam- las.Wf

Estimado leitor colabore com o Wamphula Fax e com a página  Governação Participativa.  Pode  enviar o seu comentário ou
opinião através de SMS para o número 87 908 0540, por email para  wamphulafax@gmail.com ou para a nossa página de Face-
book (www.facebook.com/WamphulaFax).

3
Wamphula Fax OPINIÃO 09 de Abril de 2017

CENTELHA
Por: Viriato Caetano Dias (viriatocaetanodias@gmail.com)

CIDADE DA BEIRA: SEM EIRA NEM BEIRA

E
que hoje África Beira constitui actualmente que ter, no fundo do peito, démicas;
está melhor do um problema de saúde pú- um pouco de vergonha, por- 5. Edifícios históricos
que há quinhen- blica. A razão é evidente: a que, como diria o meu amigo abandonados (vou-lhes dar o
tos anos porque apren- edilidade está a sufocar os Nkulu “As vergonhas nacio- exemplo de quatro realidades
deu algo com franceses, munícipes e a destruir o va- nais não se exportam, são ge- que são mais presentes: hotel
portugueses, ingleses... lor que a Beira merece ter. A ridas na pátria.” Dom Carlos, Grande hotel,
E não está melhor porque edilidade da Beira não tem es- Em conversa com alguns Casa da Cultura e Casa dos
quer subsídios, dinhei- tratégia para mudar o cenário citadinos da urbe, residen- Bicos);
ros fáceis, riqueza sem desastroso, porque o monarca tes na cidade de Tete, dis- 6. Semáforos invisíveis
esforço e sem trabalho. Simango insiste, na qualidade seram-me o seguinte: “para e disfuncionais;
E, quando pode, prefere de servo, servir dois senhores que uma edilidade possa ter 7. Ruas e avenidas não
investir na Europa a fazê- ao mesmo tempo: munícipes sucessos é necessário prover nomeados;
-lo na sua terra. Extraído e o seu partido MDM. terras e construir ou reabi- 8. Graves problemas
de uma conversa com amigo Posso estar enganado – litar estradas de qualidade.” no abastecimento da corrente
Soares podemos sempre estar en- Ignorar estas regras básicas eléctrica e água potável;
Semana passada, como ganados – mas todos os ele- de gestão, é adiar o futuro. A 9. Cinemas fechados
tem sido costumeiro nos úl- mentos da minha minuciosa edilidade dirá, provavelmen- há décadas;
timos anos, fiz-me à estrada observação levam a esta con- te com alguma razão, que os 10. Falta de espírito de
para medir o pulsar do país. clusão: Simango parece go- fundos que recebe do governo pertença (exemplo: a estrada
No decurso do périplo que vernar o município da Beira central são exíguos. Contudo, que dá acesso ao “Caldeirão
termina em Maio próximo, concentrado em láureas. É ela (edilidade) não se pode do Chiveve - campo do Ferro-
revisitei a cidade da Beira, a um edil obcecado em pré- furtar das suas responsabili- viário, é uma autêntica arma-
segunda maior do país. mios. Os prémios, em Rela- dades. dilha para os veículos);
Os meus leitores poderão ções Internacionais, nunca Em resumo, apresento os Se minto, desminta-me
discordar de mim, a verdade são grátis. Dito de outra ma- principais problemas da Bei- por favor!
porém é que, afora os seus neira, nenhuma ajuda é grá- ra: Zicomo e um abraço
habitantes, Beira tem pouco tis. Ou é feita por interesse ou 1. Ausência de regras nhúngue aos trabalhadores
para oferecer. A cidade está por amor. E raramente é por elementares de trânsito nas do Restaurante Imperial pelo
em progressivo estado de amor. estradas (automóveis, moto- saboroso frango cafreal que
degradação. A maioria dos Corre-se o risco de hipo- ciclos e bicicletas andam em manjei na companhia da mi-
edifícios, incluindo os que tecar a vida dos munícipes contramão); nha esposa ASC.
serviam de cartão-de-visita em troca de programas de 2. Fraco policiamento NOTA: Nos últimos tem-
da cidade, está em ruínas. A desenvolvimento infecundos, nas ruas (os larápios que es- pos da sua vida confrontamo-
imundice está em toda a par- orientados a partir do estran- tão em toda parte decretam, -nos, cada um posicionado na
te. Parece demasiado brutal geiro. Se a cidade da Beira é inconstitucionalmente, o Es- sua “trincheira” (a diferença
para ser real. Coitado dos bei- lastimável, do ponto de vis- tado de sítio e o recolher obri- de “trincheira” não anula a
renses! ta de salubridade e gestão, gatórios, pois é difícil andar verdade indefectível de que
Com a proliferação no- como é que o seu edil ganha e circular livremente na urbe todos somos humanos, frá-
civa de políticos malandros, prémios no estrangeiro? Ser- em determinados bairros e geis e efémeros), defendendo
egoístas e pouco dados a viços de secretaria (tráfico de horários, porquanto os assal- causas e convicções próprias.
sacrifícios, existem ínfimas influência) ou competência? tos ocorrem à luz do dia); Deste modo, dado o carácter
possibilidades de se resgatar A quem realmente inte- 3. Edifícios sujos e sagrado da vida e a incontor-
as lindíssimas paisagens do ressa os galardões em terras malcheirosos (não há associa- nabilidade ou implacabilida-
Chiveve, no caso, a Beira. A estrangeiras, se Beira é um ções de condóminos e progra- de da morte, manifesto o meu
paisagem, uma vez destruída, crivo? Ironicamente, alguns mas específicos de reabilita- profundo pesar pela morte
nunca mais será reencontra- internautas dizem que os bu- ção dos edifícios, residências, do Comandante Zeca Caliate.
da. racos da cidade da Beira são etc.); Que Deus o tenha no eterno
Não exagero se disser que, visíveis a partir da lua! Uma 4. Terrenos baldios descanso.(x)
com todo o respeito pelos ocupação (estudo de caso) propensos à propagação da
seus munícipes, a cidade da para os homens da NASA. Há malária e outras doenças en-