Você está na página 1de 23

Como Elaborar um

Projeto Social

Danielle Cireno Fernandes


Belo Horizonte,
2016

1
Projeto Acadêmico X
Intervenção (Social, Econômico)

 Acadêmico – teste de hipóteses, com a


finalidade de contribuir para a aceitação ou
rejeição de teorias.
 Intervenção – intervir para mudar a
realidade social, econômica, cultural.

2
Capa do Projeto

Capa

Instituição

Títuloe sub-título
Autor(es)

Local/data (mês e ano)

3
Sumário e Tema do Projeto

Sumário

Apresenta a estrutura do trabalho

Introdução

Assunto escolhido
Razões da escolha

Delimitação geográfica e temporal

Pequena descrição de cada parte do projeto

4
Justificativa-1

Exposição sucinta das razões que tornam a


realização do projeto algo relevante, devendo
incluir:
As contribuições que o projeto pode trazer
para solução dos problemas identificados;
A relevância social ou econômica do projeto
para a sociedade, ou ainda para a
organização;

5
Justificativa-2

Fundamentação da viabilidade da execução


da proposta de intervenção;
Experiência vivida em relação ao fenômeno;

Formulação do problema que se pretende


intervir;

6
Objetivos Gerais e Específicos

Objetivo geral
Vincula-se diretamente ao problema central
do projeto

Objetivos específicos
Passos necessários o alcance o objetivo
geral

7
Relação de Causalidade Objetivo
e Geral e Específicos
CAUSAS EFEITO
OBJETIVOS ESPECÍFICOS OBJETIVO GERAL

causa Objetivo
1 do
Projeto

causa
2

causa
3

8
Relação de Causalidade Objetivo
e Geral e Específicos
OBJETIVO GERAL: deve ser construído com base no que
queremos mitigar como problema social, desejamos diminuí-lo com o
nosso projeto. Esse problema social, entretanto é consequência de
outras situações subjacentes. Assim, o objetivo geral é escrito
como o lado positivo que queremos alcançar a partir da
implementação do porjeto.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: devem ser construído com base


nas causas centrais que estão atuando para que o problema social
exista.

9
Exemplo; Causalidade Objetivo
e Geral e Específicos
CAUSAS EFEITO
OBJETIVOS ESPECÍFICOS OBJETIVO GERAL

Alimentação
diária insegurança
inadequada alimentar em
idosos na
Abandono comunidade
por parte dos X
parentes


informação
nutricional

10
Relação de Causalidade Objetivo
e Geral e Específicos
OBJETIVO GERAL: Diminuição da insegurança alimentar dos
idosos na Comunidade X

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

1- Alimentação diária adequada


2- Melhor inserção social na família
3- Melhoria da informação nutricional

11
Identificação do Problema –
Diagnóstico-1
Duas partes: descrição X explicação
Um problema refere-se a um fenômeno:
Tudo o que é objeto de experiência possível, i. e.,
que se pode manifestar no tempo e no espaço
segundo as leis do entendimento (causas e efeitos);
árvore de problemas
Deve ser concreto e estar formulado de forma clara e
precisa. Deve referir-se à realidade e não ao ideal. Não
pode estabelecer juízos de valor sobre o que é melhor
ou pior a partir da visão do pesquisador- interventor,
mas a partir da análise da realidade;

12
Identificação do Problema –
Diagnóstico-2
Descrição do problema - Diagnóstico
Caracterização da situação na qual o problema está inserido:

Momento de inserir a árvore de problemas e a árvore de


meios e fins;
Deve-se levar em consideração duas partes importantes a
descrição e a explicação (relação de causa efeito);
Viabilidade do projeto para lidar com o problema;

Levantamento e análise de dados como subsídio para


proposta de ação;
Conceitualização do problema

Revisão Bibliográfica;

Análise de outras experiências semelhantes;

13
Metodologia de Ação
Estratégias para se alcançar os objetivos e avaliar
os resultados;
Formas de intervenção (seguir os objetivos
específicos);
Listar todas as ações de intervenções;
Passos para implementação do projeto;
Resultados esperados;
Indicadores do projeto e indicadores de produto
(Marco Lógico) Matriz de Interdependência
Recursos-Atividades (trata-se de uma espécie de
marco lógico que prevê todas as atividades e os
recursos físicos humanos e financeiros necessários
para implementar o projeto na íntegra);
14
Administração do Projeto

Identificação dos atores que farão a


administração do projeto (ex.:qual órgão será
responsável por esta etapa);
Programação detalhada da execução e do
acompanhamento do projeto;

15
Metodologia de
Acompanhamento-1
Formas propostas antecipadamente para avaliação dos
resultados;
Avaliação ex-ante:

Tem por finalidade proporcionar critérios racionais


para a decisão se o projeto deve ser implementado ou
não;
Momento de elaborar as matrizes alternativas para
poder se comparar as diferentes alternativas de
executar o projeto levando em consideração a busca da
eficiência e da eficácia, como também os cálculos de
Custo e Benefício (CB) e Custo Mínimo (CMI).

16
Metodologia de
Acompanhamento-1
Avaliação ex-post (durante e depois):
Tem por finalidade proporcionar critérios
racionais tanto para a continuidade do projeto,
como para a sua avaliação final de alcance dos
seus objetivos;
Avaliação de Processos (durante): Determina
em que medida os componentes de um projeto
contribuem ou são incompatíveis com os fins
perseguidos;

17
Metodologia de
Acompanhamento-2
Avaliação de Impacto (depois): Determina em que
medida o projeto alcança os seus objetivos e quais
foram os seus efeitos secundários (previstos ou não).
 Avaliação durante e depois: uma com a intenção de
correções e adequações. Seu resultado afeta decisões
cotidianas. A outra avalia se o projeto funcionou ou não.
Seu resultado afeta a decisão da eventual continuação
ou de formular projetos futuros.
Elaborar o Marco Lógico contendo o(s) objetivo(s) de
Impacto(s), os objetivos de produto e os objetivos de
atividades.

18
Cronograma

Definição das etapas do projeto e seus


respectivos prazos
Aplicação de uma matriz de cronograma

Indicação de cada etapa

Indicação do tempo para realização de cada


etapa

19
Orçamento

Distribuição dos gastos por item de despesa


Pessoal

Material de consumo
Material permanente

Serviços de terceiros

Taxas ou impostos

20
Anexos e Bibliografia

Anexos serão adicionados quando


necessários e podem incluir:
Documentos

Fotografias etc.

A bibliografia pode se restringir às obras


citadas ou incluir todas as referências que
possam ser relevantes

21
Referências

Referências Bibliográficas que foram


utilizadas para a construção do projeto.

Referências Bibliográficas sobre o tema


geral do projeto- esta deve estar separada
da outra.

22
Referências

Autor: RICHARDSON, ROBERTO JARRY


Título: Pesquisa Social - Métodos e Técnicas
Editora: ATLAS
Assunto: METODOLOGIA DE PESQUISA

23