Você está na página 1de 3

Prova 6º Ano

Para responder as questões, leia o seguinte fragmento do livro As aventuras de Tom Sawyer, que conta
as aventuras de um garoto traquina que sabe ser solidário: caças a tesouros, visitas noturnas a
cemitérios, perseguições de bandidos e até uma enrascada em uma caverna. A grande marca desse
personagem é a astúcia, a esperteza empregadas para se livrar das situações perigosas

AS AVENTURAS DE TOM SAWYER


[...]
No dia seguinte, Tom e Huck marcaram um encontro, pois tinham muito para conversar. Através
do Sr. Jones e da viúva Douglas, Huck inteirou-se de todas as aventuras vividas por Tom e Becky.
– Tom, não encontrei o tesouro no quarto número dois... Só garrafas de uísque.
– E nem poderia encontrar, Huck, pois este tesouro nunca esteve no quarto... Está na caverna!
– Como? – Hucky levou um susto.
– Você me ajuda a tirá-lo de lá?
– É claro que ajudo! Mas não quero me perder na caverna... Ainda estou bem fraco, como pode
ver... – Sei de outra entrada, Hucky... Foi por lá que eu e Becky saímos. Ninguém a conhece, posso
garantir. Vamos precisar de pão, duas sacolas, velas, fósforos, linha de pipa.
Tão logo arrumaram as provisões, os meninos saíram em busca de um bote. Tom e Hucky
colocaram tudo dentro e desceram o rio. Nas proximidades da caverna, Tom apontou o local onde
deviam atracar. Por sorte, havia feito uma marca junto a um deslizamento de terra.
– Atrás da moita! – ele entrou no buraco e Hucky seguiu atrás. O primeiro teve o cuidado de
amarrar a ponta da linha numa pedra, à entrada do buraco, para garantir retorno. Passaram
silenciosamente por galerias, pela nascente onde ele e Becky ficaram até alcançarem o corredor que
levava ao declive.
– Foi lá que avistei Índio Joe! – Tom ergueu a vela para iluminar melhor o local.
– Consegue ver a cruz com cera de vela na parede da caverna?
– Sim, consigo! – Veja agora onde está o número dois... Embaixo da cruz, Hucky. Exatamente
onde vi Índio Joe com a vela!
– Vamos embora daqui! – Huckleberry exclamou, com medo de que o fantasma do índio viesse
assombrá-los.
– E deixar o tesouro? Nunca! A cruz tem o poder de espantar fantasmas... Índio Joe não voltaria
aqui – Tom convenceu o amigo que deviam ficar para procurar o dinheiro.
Depois de descer e examinar mais de perto, viram pegadas no barro e alguns tocos de vela.
Decidiram então cavar bem ali, embaixo da fenda da rocha. Após alguns minutos, encontraram uma
tábua. Ao removê-la, descobriram uma pequena entrada, que os conduziu a um esconderijo...
– A caixa do tesouro! – os dois exclamaram ao mesmo tempo.
– Estamos ricos!
– Nós conseguimos!
Tom e Huck descobriram também duas pistolas, três sapatos e um cinto de couro. Mas nada
disso lhes interessou. Tiraram as moedas da pesada caixa, distribuindo-as nas duas sacolas. Deixaram a
caverna e olharam em volta para ver se alguém os tinha visto. Só então entraram no barco e remaram
de volta ao vilarejo, ao anoitecer. Lá chegando, Tom pegou emprestada uma carriola para transportar as
sacolas. Para que ninguém percebesse, cobriram-nas com sacos velhos.
– O melhor lugar para esconder o dinheiro é o depósito de madeira da viúva Douglas! – Tom
decidiu, com apoio de Hucky.
Mas ao passarem nas proximidades da casa do Sr. Jones, a caminho da casa da viúva, ele os
avistou.
– Meninos! Está cheio de gente querendo ver vocês lá na casa da viúva Douglas! Puxa, estão
carregando algo bem pesado! Tijolos? – ele aproximou-se, curioso.
[...]
TWAIN, Mark. As aventuras de Tom Sawyer. Adaptação e tradução Telma Guimarães. São
Paulo, Editora do Brasil, 2009.

1) Após a leitura do texto, identifique os seguintes elementos:

a) Quais são os personagens:


b) Qual é o tipo de narrador:

2) Leia o seguinte trecho:


“Tom e Huck descobriram também duas pistolas, três sapatos e um cinto de couro. Mas nada disso lhes
interessou. Tiraram as moedas da pesada caixa, distribuindo-as nas duas sacolas. Deixaram a caverna e
olharam em volta para ver se alguém os tinha visto. Só então entraram no barco e remaram de volta ao
vilarejo, ao anoitecer.”
Agora responda: o tempo neste fragmento é psicológico ou cronológico? Justifique a sua resposta.
3) Qual foi a estratégia utilizada por um dos meninos para não se perder na caverna?
4) Identifique no texto a Introdução, o Desenvolvimento, o Clímax e a Conclusão. Observação:
podem usar marca texto para indicar cada parte.
5) – Qual é o efeito de sentido do uso do ponto de exclamação nos trechos abaixo?
“– A caixa do tesouro! – os dois exclamaram ao mesmo tempo.”
“– Estamos ricos!” “– Nós conseguimos!”

Oitavo ano:

1) Coloque “D” quando o texto for predominantemente denotativo e “C” quando for conotativo.

A) No período dos reis católicos, a Espanha empreendeu uma política de financiamento de explorações
marítimas, rivalizando poder com Portugal. (___)

B) Meu coração tropical está coberto de neve, mas ferve em seu cofre gelado, a voz vibra e a mão
escreve mar. (João Bosco / Aldir Blanc) (___)

C) Nas tuas mãos trazias o meu mundo. Para mim dos teus gestos escorriam estrelas infinitas... (Sophia
de Mello Breyner Andresen) (___)

D) Receita de bolo de cenoura


Ingredientes
Massa / 3 unidades de cenoura picada
1 xícara de óleo de soja / 3 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar / 1 colher de fermento em pó (___)

2) (IFTM 2015) Analise as sentenças a seguir e determine o seu sentido (conotativo ou denotativo)
explicando o seu significado em cada oração:
I. O marido perdeu a cabeça; agrediu a esposa violentamente;

II. O garoto levado caiu e machucou a cara;

III. Os alunos quebraram a cara, pois não estudaram para a prova;


IV. Os dois garotos perderam a linha e se atracaram furiosamente;
V. Você vai cair do cavalo, se não trabalhar corretamente.

Leia a seguinte notícia e responda:

Grávida oferece bebê por rede social na Argentina


Adolescente de 17 anos vive na zona rural da Argentina e diz não ter recursos financeiros

Uma adolescente de 17 anos sem recursos que vive em uma zona rural da Argentina ofereceu seu bebê
que está para nascer a quem desejasse adotá-lo, em um ato classificado pelas autoridades de ingênuo e
desesperado, mas sem representar crime. “Manifestou que queria continuar tendo contato com o bebê.
Está grávida de oito meses. Queria que pudessem lhe dar ajuda econômica e, por isso, gerou o
equívoco. Não estava negociando”, disse sua advogada, Valeria Quintana, ao canal C5N.

A jovem publicou sua oferta em uma seção de compra e venda de artigos comerciais de uma rede
social.

A mensagem escrita pela adolescente foi: “se alguém souber de uma pessoa que deseje de coração
adotar um bebê recém-nascido fale comigo”. Ela já é mãe de um bebê de nove meses.

“Estão dando auxílio a ela. Tinha medo de não poder dar a assistência básica ao filho quando nascesse.
Fez de forma natural. Sua ação não configura crime”, declarou Alejandro Zabala, porta-voz da Polícia
Missioneira, em declarações a C5N.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/gravida-oferece-bebe-por-rede-social-na-argentina/

3) Qual é a função da manchete acima?

4) Identifique qual é o conflito que está presente na notícia.

5) De acordo com a notícia, o ato realizado pela jovem pode ser considerado criminoso? Justifique a
sua resposta.

Você também pode gostar