Você está na página 1de 4

PROJETO DE ALTERAÇÃO E REPARO

PAR 001/2018 21/03/2018

Tipo de Projeto: Alteração Reparo

Dados do Equipamento
Local: BP Itumbiara - Goiás
Ano de Fabricação: 2007
Descrição: Vaporizador TC – 403 da Coluna T-401
Identificação TAG : TC-6403
Fabricante: JW Indústria e Comércio de Equipamentos em Aço Inoxidável
Categoria do Equipamento: III
Posição de instalação: Vertical
CASCO TUBOS
Fluido: Vapor Monoetilenoglicol
Pressão de operação: 9,0 kgf/cm² / 882,6 KPa 0,7 kgf/cm² / 68,6 KPa
PMTA: 12,0 kgf/cm² / 77,5 KPa 1,25 kgf/cm² / 122,6 KPa
Teste Hidrostático: 19,11 kgf/cm² / 1874,0 KPa 3,83 kgf/cm² / 375,6 KPa
Material: ASTM A-285 Cabeçote / Tampos: AISI 304
Código do Projeto e Ano de Edição ASME SEÇÃO VIII – DIV. 1 EDIÇÃO 2007

Pag. 1 de 4
PROJETO DE ALTERAÇÃO E REPARO

PAR 001/2018 21/03/2018

Descrição da alteração / reparo

Recuperação das soldas longitudinais e circunferenciais do Tampo inferior (cônico) conforme desenho
original do fabricante: 6 05 02205 Rev. 0.
Justificativa / Análise da Falha

As regiões soldadas do tampo inferior apresentaram corrosão por pites, sendo necessário a
recuperação.

Procedimento para Alteração / Reparo

1 - Efetuar a remoção do tampo cônico na junção do flange de fixação;

2 – Após a remoção do tampo, preparar a superfície para realização de ensaio de Líquido Penetrante
para verificar se há descontinuidades na superfície onde será soldado o novo tampo;

3 –. Após a preparação do tampo proceder com a montagem conforme o projeto do fabricante,


atentando para a soldagem que deverá ser acompanhada por pessoal certificado nos órgãos legais, ref.
NR-13 item 13.3.3, 13.3.3.2, 13.3.3.4 e 13.3.3.5.

4 – Os soldadores devem ser qualificados conforme ASME IX nas limitações da referida junta e possuir
comprovação da mesma, ref. ASME VIII, UG 29.

5 – A soldagem deve proceder conforme EPS (Especificação do Procedimento de Soldagem),


RQPS(Registro de Qualificação do Procedimento de Soldagem) que lhe dê suporte, recomenda-se que
conste na EPS se há a necessidade de “Tratamento Térmico para Alívio de Tensões” apropriado. ref.
ASME IX, . ASME VIII, UG 29.

6 – Todos os consumíveis de soldagem devem estar conforme determinado na EPS e devem possuir
meios de rastreabilidade e comprovação da manutenção de sua qualidade conforme práticas
recomendadas pelo fabricante ou normas vigentes, NR-13 item 13.3.3, 13.3.3.2, 13.3.3.4 e 13.3.3.5.

7 – Após a soldagem deve-se proceder com o ensaio de END-EVS e END-LP sendo estes realizados
por profissionais certificados em órgãos legais e com procedimentos elaborados e aprovados por
profissionais certificados e com competência legal para a atividade, ref, NR-13 item 13.3.3, 13.3.3.2,
13.3.3.4 e 13.3.3.5 e ASME VIII, UG-103 appendix 8.

8 – Após o reparo realizado o equipamento deverá passar por Teste Hidrostático conforme valor de
pressão determinado no projeto do equipamento com acompanhamento por inspetor de equipametos e
atestado por um Profissional Habilitado NR-13.

9 – Fazer a anotação no registro de segurança do equipamento e arquivar o PAR no Book do mesmo.

Pag. 2 de 4
PROJETO DE ALTERAÇÃO E REPARO

PAR 001/2018 21/03/2018

Desenho de referência do fabricante

Pag. 3 de 4
PROJETO DE ALTERAÇÃO E REPARO

PAR 001/2018 21/03/2018

CROQUI

Data : 21/03/2018
Nome Assinatura

Aprovado por PH: CLEITON COELHO DE RESENDE


ENGENHEIRO MECÂNICO
CREA MG: 81.687/D

Pag. 4 de 4