Você está na página 1de 2

26/04/2018 Janus

Disciplina PMT5782
Metalurgia de Soldagem das Ligas Ferrosas

Área de Concentração: 3133

Criação: 19/02/2016

Ativação: 19/02/2016

Nr. de Créditos: 8

Carga Horária:

Teórica Prática Estudos


Duração Total
(por semana) (por semana) (por semana)
3 1 6 12 semanas 120 horas

Docente Responsável:

Sérgio Duarte Brandi

Objetivos:

• apresentar os principais conceitos relacionados à soldagem por fusão e no estado sólido de


materiais metálicos. • prover um embasamento mais fundamental do efeito dos parâmetros de
soldagem no desempenho da junta soldada

Justificativa:

A soldagem é um processo de fabricação que envolve diferentes áreas da engenharia. No que se


refere ao desempenho de uma estrutura ou componente soldado, as transformações de fase são
fundamentais para garantir a qualidade e a durabilidade do da estrutura soldada. Desta maneira,
conhecer as modificações ocorridas em uma junta soldada são de fundamental importância tanto
para o engenheiro que trabalha em projetos como aquele que trabalha nos processos de fabricação
e inspeção.

Conteúdo:

A) INTRODUÇÃO. • Terminologia. • Importância da soldagem. • Diferença entre solda e soldagem. •


Noções de física da soldagem. B) TRANSFERÊNCIA DE CALOR E DISTRIBUIÇÃO DE TEMPERATURA
NA SOLDAGEM. • Condução de calor em regime pseudo-estacionário. • Tipos de fontes de calor. •
Soldagem a arco elétrico: tipos de solução da equação diferencial de distribuição de temperatura
para chapa fina, grossa e intermediária. C) REAÇÕES QUÍMICAS NO ARCO ELÉTRICO. • Dissociação
de gases na coluna de plasma. • Cinética de absorção de gases. • Cinética de dessorção de gases. •
Absorção de hidrogênio, nitrogênio e oxigênio. • Desoxidação da poça de fusão. • Inclusões no
metal de solda. D) SOLIDIFICAÇÃO DA POÇA DE FUSÃO. • Microestrutura de materiais fundidos. •
Solidificação epitaxial. • Geometria da poça de fusão. • Microestruturas de solidificação. E)
ESTABILIDADE DE PRECIPITADOS NA SOLDA. • Produto de solubilidade. • Coalescimento de
partículas. • Dissolução de partículas. F) CRESCIMENTO DE GRÃO NA SOLDA. • Fatores que afetam
a mobilidade dos contornos de grão. • Modelamento de crescimento normal de grão. • Diagrama de
crescimento de grão na soldagem de aços. G) TRANSFORMAÇÕES NO ESTADO SÓLIDO NA SOLDA.
• Cinética das transformações. • Aços alta resistência baixa liga: ferrita, ferrita acicular, bainita,
martensita

Forma de Avaliação:

O critério de avaliação constará de uma prova (P1), trabalho sobre um artigo (A1) e seminário (S1).
Média final = (P1 + A1 + S1)/3

Observação:

Bibliografia:

a) Livro texto: Øystein Grong - “Metallurgical modeling of welding”, 2nd edition, The Institute of
Materials, 1997, ISBN: 1 86125 036 3.
b) “Introduction to welding metallurgy”, J.C. Lancaster, Pergamon Press 1992.
c) “Metalurgia e processos de soldagem”, coord. Emílio Wainer, S.D. Brandi e Fábio D. Homem de
Mello, Editora Edgard Blucher, 1992.
d) “Welding metallurgy and weldability of stainless steels”, J.C. Lippold e D.J. Kotechi, John Wiley &
Sons, 2005.

https://uspdigital.usp.br/janus/componente/catalogoDisciplinasInicial.jsf?action=3&sgldis=PMT5782 1/2
26/04/2018 Janus

e) “Welding metallurgy”, S. Kou, 2a. edição, John Wiley & Sons, 2003.
f) “Welding metallurgy and weldability”, J.C. Lippold John Wiley & Sons, 2014.

Idiomas ministrados:

Português

https://uspdigital.usp.br/janus/componente/catalogoDisciplinasInicial.jsf?action=3&sgldis=PMT5782 2/2