Você está na página 1de 4

Lula entra no rol do pior da vida política nacional,... http://tools.folha.com.br/print?site=emcimadaho...

Lula entra no rol do pior da vida política


nacional, diz Goldman
Bruno Poletti/Folhapress

O tucano Goldman, para quem a confirmação da condenação de Lula foi 'substanciosa


e consistente'

THAIS BILENKY
DE SÃO PAULO
GUSTAVO URIBE
DE BRASÍLIA

24/01/2018 18h30 - Atualizado às 19h56

O ex-governador de São Paulo e ex-presidente do PSDB Alberto Goldman afirmou que a


confirmação da condenação de Luiz Inacio Lula da Silva (PT) evidenciou sua
"personalidade fraca".

"Os votos dos desembargadores foram substanciosos e consistentes, e não deram

1 of 4 01/24/2018 11:32 PM
Lula entra no rol do pior da vida política nacional,... http://tools.folha.com.br/print?site=emcimadaho...

margem a dúvidas: Lula usou do seu poder para benefício próprio e enriquecimento
ilícito", disse Goldman.

Lula "mostrou ser um homem de personalidade fraca que, usando as práticas que um
dia combateu, se permitiu entrar no rol daquilo que de pior já produziu a vida política
nacional", concluiu o tucano.

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que "o Brasil do bem celebra esse
momento histórico".

"A Justiça está se cumprindo. A prisão aguarda em breve Luiz Inacio Lula da Silva. Essa
corajosa decisão da Justiça é um golpe duríssimo no PT e ajuda a fortalecer a
esperança de um país mais justo e sem corrupção", afirmou Doria.

Para o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), pré-candidato a presidente da


República, "o delito foi comprovado. E o problema, acima do triplex, é a organização
criminosa. Fez-se justiça, como prevê o Estado democrático de Direito".

"Na Itália, faz tempo, o ex-primeiro ministro Betino Craci foi preso e exilado. No Brasil, foi
a vez do ex-presidente Lula. Que nasça uma nova nação. Que ninguém paire acima da
lei: presidente, governadores, legisladores, magistrados, cidadãos comuns", afirmou
Virgílio.

MAIA

No comando interino do Palácio do Planalto, o presidente da Câmara dos Deputados,


Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta que quem tem responsabilidade pública
não pode celebrar a manutenção da condenação do ex-presidente.

Em nota pública, ele lembrou que construiu a sua carreira pública "combatendo as teses
defendidas" pelo petista, mas ressaltou que o melhor ambiente de disputa política é a
campanha eleitoral, na qual "o veredito é dado pelas urnas".

"Construí minha carreira combatendo, no campo da política, as teses defendidas pelo


ex-presidente e pelo PT. Ainda assim, quem tem responsabilidade pública, em qualquer
nação, não pode estar celebrando o dia de hoje", disse.

Pré-candidato à sucessão presidencial, Maia observou, contudo, que a decisão do TRF


(Tribunal Regional Federal) da 4ª Região deve ser ouvida e respeitada.

Segundo ele, o resultado "deixa claro que o Brasil é uma democracia madura onde as
instituições funcionam plenamente".

"Toda e qualquer manifestação em relação à sentença proferida hoje, em Porto Alegre,


deve respeitar a ordem institucional. Tenho certeza que o Brasil seguirá pacificamente
rumo à superação", disse.

A defesa feita por Maia de um veredito nas urnas faz parte de estratégia para evitar
fortalecer o discurso do PT de que Lula foi vitimizado e perseguido.

2 of 4 01/24/2018 11:32 PM
Lula entra no rol do pior da vida política nacional,... http://tools.folha.com.br/print?site=emcimadaho...

Nesse sentido, o presidente Michel Temer determinou à equipe ministerial que não faça
comentários sobre o julgamento. "O governo não falará sobre o julgamento", ressaltou o
ministro Eliseu Padilha (Casa Civil).

Para evitar essa interpretação, Temer afirmou em entrevista à Folha, na última


quinta-feira (18), que preferia que o petista disputasse a eleição presidencial e não fosse
impedido de se candidatar.

Nos bastidores, no entanto, o presidente acredita que a dúvida sobre a candidatura do


petista, que deve se estender até a véspera da eleição presidencial, deve quebrar a
polarização entre direita e esquerda, apontada pelas pesquisas de intenções de voto.

O diagnóstico é de que, sem o petista na disputa, o campo da direita deve perder força e
o principal afetado deve ser o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

Nesse caso, a aposta é de que sairão fortalecidas candidaturas de centro, como as


identificadas com a atual administração, como a de Geraldo Alckmin (PSDB) e a do
próprio Maia.

Nesta quarta-feira (24), Lula teve sua condenação confirmada no TRF-4 (Tribunal
Regional Federal da 4ª Região).

O revisor Leandro Paulsen, o relator João Pedro Gebran e o juiz federal Victor Laus
votaram por aumentar a pena do petista para 12 anos e um mês de prisão. Em julho de
2017, o juiz Sergio Moro havia dosado a sentença em 9 anos e meio.

A defesa de Lula tem dois dias a partir da publicação do acórdão para apresentar
embargos de declaração, que pedem, apenas, esclarecimento da sentença. Já que a
votação foi unânime, não cabem embargos infringentes. Paulsen disse que o
ex-presidente terá mandado de prisão expedido após o julgamento dos recursos.

Endereço da página:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/01/1953106-lula-entra-no-rol-do-pior-da-vida-politica-nacional-
diz-goldman.shtml

Links no texto:

confirmação da condenação
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/01/1953026-tribunal-aumenta-pena-e-condena-lula-a-12-anos-
e-um-mes-de-prisao.shtml

petista disputasse a eleição


http://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/01/1951952-nao-vou-sair-da-presidencia-com-a-pecha-
de-falcatrua-diz-temer.shtml

Sergio Moro havia dosado


http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/07/1900580-lula-e-condenado-a-9-anos-por-corrupcao-
no-triplex.shtml

3 of 4 01/24/2018 11:32 PM
Lula entra no rol do pior da vida política nacional,... http://tools.folha.com.br/print?site=emcimadaho...

Copyright Folha de S. Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta
página em qualquer meio de comunicaçao, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha de S.
Paulo.

4 of 4 01/24/2018 11:32 PM