Você está na página 1de 3

Quais os custos envolvidos para a implantação deste modelo?

Para criar o sistema RAID você precisará de basicamente duas coisas: pelo
menos dois discos rígidos do mesmo tamanho e velocidade e um controlador
RAID. Com esses dois itens poderão ser montados um RAID 0 ou um RAID 1,
porem para montar outros níveis terá que comprar mais discos rígidos e mais
controladores.
Para implementar esse modelo via software não há custo, pois, essa
implementação será baseada nos sistemas operacionais do computador
Windows 7, Windows 8, Windows 8.1 e Windows 10.
Acesse o “Gerenciador de Discos do Windows” que se encontra nas
“Ferramentas Administrativas”. Encontre o HD que não esteja com volume
alocado e clique com o botão direito do mouse. Logo após clique em “Criar
Volume Distribuído”.
Opte por avançar e selecione os volumes não alocados que farão parte do seu
sistema RAID. Defina qual o tamanho e clique em avançar novamente. São
necessários pelo menos dois discos. Escolha uma letra para representar o
volume e avance.
Escreva um nome para o novo disco e clique em “Executar uma Formatação
rápida”. Basta clicar em avançar e concluir. Pronto, seu sistema RAID está em
funcionamento!

Vantagem X Desvantagens

Vantagens RAID 0
 Oferece um excelente desempenho, tanto na leitura como na escrita de
dados.
 Toda a capacidade dos discos é combinada para formar uma unidade
virtual.
 É uma tecnologia de fácil implementação.

Desvantagens RAID 0
 Na eventualidade da perda de um disco, todos os dados serão perdidos
em ambos os discos.

NOTA: Não deve ser usado em sistemas de emissão crítica, como servidores
de base de dados, bancos etc.
Vantagens RAID 1
 Em caso de falha de um dos discos os dados estarão sempre
armazenados no outro evitando a perda total dos dados, e o sistema
permanece plenamente operacional.

Desvantagens RAID 1
 A nível de desempenho já perde um pouco em relação ao RAID 0 porque
necessita de gravar primeiro numa unidade e em seguida fazer “Mirroring”
para o outro.
 Não tiramos qualquer proveito do segundo disco porque este só está a
servir para fazer o backup dos dados.

Vantagens RAID 3
 pode resistir a uma falha de disco único, sem perda de dados ou
incapacidade de acesso aos dados.
 Oferece alta taxa de transferência (tanto ler e escrever) para transferências de
dados grandes.
 Falhas de disco não afetam significativamente o rendimento.

Desvantagens RAID 3
 Esta tecnologia é bastante complexa e é bastante intensiva para o
software.
 O desempenho é mais lento para pequenas operações.

Vantagens RAID 5
 Maior rapidez com tratamento de ECC - (Error Correcting Code)
 As informações são gravadas em cada disco, se um dos integrantes da
array de discos falhar, as informações podem ser reconstruídas, é uns
níveis mais utilizado e que oferece resultados satisfatórios em aplicações
não muito pesadas.
 Leitura rápida (embora a escrita não seja tão rápida).

Desvantagens RAID 5
 Complexidade de controlo das unidades de armazenamento.
Vantagens RAID 0 + 1
 Segurança contra perda de dados
 Pode falhar um ou os dois HD's do mesmo DiskGroup, deixando assim de
ser RAID 0 + 1 e passando somente a RAID 0 com o restante DiskGroup
caso não seja efetuada a substituição dos discos danificados.

Desvantagens RAID 0 + 1

 Alto custo de expansão de hardware.


 Os discos devem ficar em sincronismo de velocidade para obter a
máxima performance.

Vantagens RAID 1 + 0
 Segurança contra perda de dados
 Caso sejam danificados um dos discos a fazer o "espelhamento" após a
sua substituição a recuperação de dados será mais rápida do que no
RAID 0 + 1 pois os ambos os discos stripping e mirroring encontram-se
no mesmo DiskGroup

Desvantagens RAID 1 + 0
 Alto custo de expansão de hardware.
 Os drivers devem ficar em sincronismo de velocidade para obter a
máxima performance.