Você está na página 1de 18

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

ESCOLA POLITÉCNICA
DEPARTAMENTO DE RECURSOS HIDRÍCOS E MEIO
AMBIENTE - DRHIMA

EEH214 – FENÔMENOS DE
TRANSFERÊNCIA

AULA 7: FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

Prof. Liana Franco Padilha

Rio de Janeiro, 04 de Outubro de 2016.


SUMÁRIO

 Fundamentos da Estática dos Fluidos

 Forças de Superfície planas submersas.


 Empuxo e flutuação.
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Forças de Superfície planas submersas:


As forças que atuam em uma superfície plana submersa são originadas pela
distribuição de pressões dos pontos fluidos em contato com essa superfície.

Distribuição uniforme de pressão Distribuição não uniforme

1º Caso 2º Caso

dF
1

dA
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Forças de Superfície planas submersas:


1º Caso dF = pdA

Efeito da pressão absoluta em um lado da superfície plana submersa.


FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Forças de Superfície planas submersas:


2º Caso

Efeito da pressão absoluta em um lado da superfície submersa não distribuidas


uniformemente.
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Forças de Superfície planas submersas:


2º Caso
dF = pdA


Do cálculo para as coordenadas do centro de h
y
massa, temos que:
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Forças de Superfície planas submersas:

yCM

Centro de massa
ou centróide

O CM não é o ponto de aplicação de FR pois a pressão aumenta


com a profundidade.
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Forças de Superfície planas submersas:


O ponto (x’,y’) onde a força resultante deve atuar deve ser tal que equilibre o
momento de força devido à distribuição de pressões com relação ao eixo x:

Resolvendo para x:

yCMA
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Forças de Superfície planas submersas:


Momento de Inércia de área :

Teorema dos eixos paralelos para área:


FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Forças de Superfície planas submersas:

Desconsiderando a pressão atmosférica tem-se:


FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Exemplo:

Determine o módulo e a profundidade do ponto de aplicação da força resultante


exercida pela água sobre a comporta plana retangular abaixo:
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Momentos de Inércia:
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Momentos de Inércia:
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Empuxo e Flutuação:

Princípio de Arquimedes: O empuxo sobre um corpo submerso é igual ao


peso do líquido deslocado.

FE= (p1-p2)A

p1-p2= gh

V=Ah

FE= gV

Força de empuxo = resultante da diferença das forças na parte superior e


inferior de um corpo devido as distribuições de pressão no eixo vertical.
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Empuxo e Flutuação:
Quando um corpo é abandonado num meio líquido
pode ocorrer:
Fpeso > FE  o corpo afunda
Fpeso < FE  o corpo flutua
Fpeso = FE  corpo em equilíbrio

A estabilidade depende das posições


relativas dos centros de gravidade e do
centro de empuxo.
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

 Para exercitar:
Um balão de ar quente (com a forma aproximada de uma esfera de 50 ft de
diâmetro) deve levantar um cesto com carga de 600 lbf. Até que temperatura
o ar deve ser aquecido de modo a possibilitar a decolagem?

Empuxo = atmgVdeslocado Considerações:


Condição de equilíbrio: Fy=0
 Gás ideal
Peso do balão = ar quenteghA Pressão atmosférica age em
todos os lados
Volume do balão

Peso do cesto = 600 lbf


EXEMPLO

Um manômetro de reservatório é construído com um tubo de diâmetro


10 mm e um reservatório de diâmetro 30 mm. O líquido do instrumento é óleo
Merian vermelho. Determine a sensibilidade do aparelho, i. e., a deflexão em
milímetros por milímetro de pressão diferencial de água aplicada. DR óleo Merian
= 0,827

30 mm 10 mm
FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA DOS FLUIDOS

Exercícios propostos:

Lista capitulo 3 do Livi., Segunda Edição: 3.1, 3.2, 3.3, 3.4, 3.5, 3.6, 3.7,
3.8, 3.9, 3.10, 3.16, 3.17, 3.18.