Você está na página 1de 9

Português Instrumental

Prof. Joseval Martins Viana


joseval@legale.com.br

A Faculdade Legale e Núcleo de Pesquisa e Estatística (NUPECI) exigirão do aluno um


artigo científico ao invés de um Trabalho de Conclusão de Curso

Eticidade X Legalidade

“Como escrever e submeter artigos científicos”

Comunicação
● Comunicação deficiente

Principal causa de problemas nas organizações.

● Comunicação eficiente

Deve ter objetiva, transferência e a compreensão de significado.

Elementos de comunicação
● Comunicação

Por uma informação em comum, compartilhar.


exemplo foi um dos três candidatos que foi atrás, foi descobrir o que realmente queria ser
ouvido na entrevista.

● Ruído

Erro que interfere ou atrapalha na interpretação como regionalismo, sotaque, poluição de


várias mensagens que causam desavenças, conflitos…

● Persuadir

Convencer e fazer com que haja compartilhamento da afirmação.


● Convencer

Aceitar sua ideia.

● Emissor

Quem fala. Além da função social no ato da fala.

● Canal

Meio, tipo de veículo da comunicação (fala, e-mail, whatsapp)

● Receptor

Quem escuta. Além da função social no ato de receber, realizar a decodificação,


compreender a mensagem. Receptor, ao receber a mensagem e responder, Feedback, se
torna o emissor.

● Público-Alvo

A quem se direciona a mensagem (verificar a função social do receptor).

● Código/Codificação

Nosso idioma é a Língua portuguesa – texto escrito de forma correta


ruídos

Emissor codificação canal decodificaç Receptor


mensage

papel social

pessoa = persona = máscara teatral = função social

Feedback

ouvir compreendeu a mensagem


escutar não compreendeu a mensagem

Ouvir, olhar dá confiança. Ouvir mais do que falar dá mais perspectiva.

“Às vezes a arrogância atrapalha muito a comunicação.”

“Ouço mais do que falo”

Vocabulário é um conjunto dos vocábulos de cada um, ou seja, são as palavras


escolhidas.
Léxico é o repertório de palavras existentes numa determinada língua, ou seja, são todas
as palavras.

Exemplo: Desempregado se comporta bem ou mal ao se comunicar com o empregador.

Se não souber se comunicar corretamente, nunca se comunicará.

“O contador reside à Rua Capitão Sérvio Rodrigues Caldas, 108” ou “O contador reside à
Rua Capitão Sérvio Rodrigues Caldas n°108”

“10h30min”
_________________________________________________________________________

extra

Barreiras de comunicação
● Pessoais > Sentimentos
● Físicas > Acústica por exemplo

● Carga Semânticas > Quanto ao significativo, que interfere na transmissão da


mensagem. Cultura, como por exemplo do barulho ao comer algo agradável na cultura
Tailandesa .

● Omissão (problema do Receptor) > O não recebimento total da informação.

● Distorção e Filtragem (problema do Emissor) > Adulteração da mensagem.

● Fisiológica > Gaguez, surdez, deficiência visual.

● Sobrecarga > Combinação exacerbada entre volume e canal. Trocando o canal ou volume é
possível torna eficaz a comunicação.

Estruturas da comunicação
● Formal

Mais rígida.

→ Horizontal
Entre os departamentos das organizações.

→ Externa
Entre as estruturas e os níveis hierárquicos das organizações.

Descend Ascendente
ente, , bottom-
top- up, dos
down,

Estratégic
o

Tático
● Informal

Menos rígida, sem sentido no grau hierárquico.

Tipos de comunicação
● Verbal (ou oral)
● Não verbal

→ Escrita
→ Corporal

● Círculo
● Cadeia

Como uma pirâmide hierárquica.

● Roda

Ao redor de um eixo.

● Círculo-roda

Círculo ao redor de um eixo.

● Todos os canais

_________________________________________________________________________
__

16/02/2018

Princípio Fundamental do Texto


Empresarial
O grande problema das empresas é a comunicação interna, devido à falta de comunicação.
É preciso manter uma comunicação clara e precisa entre os colaboradores.

Regimento ou Regulamento Interno serve para esclarecer as atividades e funções de cada


um dos colaboradores (objetividade – diminui os problemas entre os departamentos) e deve
ser respeitado.

1 – Objetividade – palavras técnicas; não empregamos adjetivos e advérbios; a


mensagem é transmitida sem interferência de informação desnecessária; ordem direta da
oração – SUJEITO + VERBO + COMPLEMENTO; vocabulário informal (não rebuscado) –
orações curtas – parágrafo 7 linhas.

2 – Clareza – organização mental – início, meio e fim; pensar e escrever (saber o


que se quer comunicar) – conhecer o assunto (Onde? Quando? Como? Por quê? Quem?) –
ausência de obscuridade e ambiguidade.

3 – Concisão – Lacônico - expressar o máximo de informações com o menor


número de palavras possível.

4 – Coerência – conexão entre as ideias – relação harmoniosa – introdução –


desenvolvimento – conclusão – linguagem escrita expõe exige rigor e raciocínio lógico
(levar o receptor a entender a mensagem) – exposição de raciocínio lógico – macrotexto.

5 – Coesão – entrelaçamento das palavras no texto empresarial – (Sujeito + Verbo +


Complemento) – cada palavra na língua portuguesa tem uma função (preposição – liga as
palavras; conjunção – liga as orações) – evita a ambiguidade e obscuridade – microtexto.

6 – Linguagem Adequada – leva em conta o destinatário.

DISCURSO ARGUMENTATIVO > TÉCNICA


DISCURSO POLIFÔNICO > AUTORES > FUNDAMENTAÇÃO

TÉCNICA REDACIONAL
1 – Por que o contador(a) é importante na gestão financeira de uma empresa?

● O contador é importante para manter uma saúde financeira do patrimônio da


empresa no curto, médio e longo prazo.
● O contador é importante para desenvolver estratégias para as tomadas das decisões
ao longo da vida da empresa visando a sua longevidade e prosperidade.
● Porque ele precisa de informações exatas sobre o patrimônio da empresa;
● Porque ele administra e controla o fluxo de caixa.

O contador é importante na gestão financeira da empresa, porque ele precisa de


informações exatas sobre o patrimônio da empresa. Além disso, ele administra e controla o
fluxo de caixa. Por fim, ...

“Se não entendeu que precisa respirar contabilidade, você não irá se divertir, estará fora do
mercado.”
“Escutar é diferente de ouvir, assimilar”

23/02/2018

“Não se acredita em um técnico ou contador muito menos um advogado com gravata


pernalonga”

“Pratique a escrita , treine, corresponda o seu público alvo!”

Nós (PJ) > Corporação < motivação e foco > colaboradores


Corpo < ideologia + pró-atividade

6 orientações para uma boa redação empresarial

1. É importante ter em mente que na relação empresarial a escrita é coletiva. Você


está falando em nome da organização. Por isso, utilize o pronome Nós de forma
subentendida.
2. Preocupe-se com o interlocutor da sua empresa e da outra empresa, procurando
compreender a forma que ele pensa. Reflita como reagirá ao conteúdo do texto
produzido.
3. A apresentação do texto empresarial é primordial. Cuidado com a clareza,
escrevendo com objetividade, evitando rasuras, mal formatações, sem clareza
evitando uma imagem pouco confiável, retirando também palavras rebuscadas,
inúteis. Sempre revise, pois é imprescindível.
4. Na introdução, indique o foco da comunicação deixando tudo muito claro para
facilitar o entendimento. Os parágrafos não podem ultrapassar 7 linhas. redija as
frases na ordem direta (sujeito+verbo+complemento).
5. Empregue palavras simples porque são facilmente compreendidas.
6. Ao escrever um documento empresarial, pontue todos os temas que deseja abordar,
distribuindo as principais ideias em parágrafos diferentes.

Estrutura do Ofício

1. número do ofício e departamento


2. local e data alinhados à direita
3. vocativo, pronome de tratamento, cargo, endereçamento
4. ementa (assunto) com palavras principais chaves
5. vocativo
6. conteúdo do ofício
7. Fecho, fechamento como “atenciosamente,” centralizado
8. Assinatura e nome

CFC

Ofício n°096/2017 CFC-Direx


Brasília (DF), 24 de janeiro de 2017.
Ao senhor
Jorge Antonio Deher Rached
Secretário da Receita Federal do Brasil
Brasília (DF)

Assunto: Prazo, Entrega, Declaração Anual do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte.

Senhor Secretário,
Texto.

Um tema por parágrafo.

Abordados de forma simples para quem ler, para seu público alvo.

Atenciosamente,

Terry Cunha Duarte


Contador Investidor Terry Cunha Duarte
02/03/2018

Texto > Tecido > Tecer ideias > Tessitura > Entrelaçamento > Coesão e coerência geram
harmonia entre as ideias

> Conteúdo e suas dificuldades

● Vocabulário técnico = Leitura da carga semântica


● Raciocínio lógico redacional = pensar antes de escrever
● Clareza atualizada com a carga semântica
● Exclusão do dispensável
● Coesão
● Coerência

verbo pôr difere de preposição por


amiúde é sinônimo de frequentemente
autocrítica

“Dependendo do público será visado determinado vocabulário”

Jadilson > Metodologia ativa com Florestan Fernandes > I > II > III

Introdução, Desenvolvimento e Conclusão < ideias acorrentadas > Coesão e coerência

● Temos comunicado é sintetizado (a linguagem) por Comunicamos

09/03/2018

Acentuação gráfica, átona e gráfica


ínterim, cateter, ruim - ru.im, flecha/frecha, Luís. Ruiz, Nobel, látex, gratuito, recém-chegado
delir=deletar, xerocópia/cópia xerstática, xérox=xerox(seco), catorze/quatorze.

Ideologia da linguagem > juízos de valor > Análise do discurso

Cosmovisão visão aberta a novas perspectivas

Mãos dadas (latim) > manudadus


> mandato > procuração
> mandado > ordem

inflação x infração

Porque, Por que, Porquê, Por quê

● Por que você comprou ações?


● Porque quis pensar em mais.
● Eis o porquê de eu ter comprado ações. (motivo substantivado)

Análise do discurso é a análise daquilo atrás do texto, atrás da palavra.

Douto = aprofundado = conhecimento

(SALTO DE AULAS)

16/03/2018

A introdução para fixar a mensagem que será desenvolvida no texto técnico será
desenvolvida no texto técnico. Que tem duas funções básicas: além de fixar o tema a ser
desenvolvido orientando a escrita do enunciador, indica para o leitor o assunto que será
tratado.
Antes de escrever qualquer coisa, devemos pensar na mensagem que queremos transmitir.
Parágrafo padrão é aquele que apresenta no mesmo parágrafo introdução,
desenvolvimento e conclusão.

Ofício - I/D/C
Fichamento - ideias de cada parágrafo ligadas entre si em um novo texto.