Você está na página 1de 4

A frase complexa: coordenação e subordinação

1. Classifica as seguintes afirmações como verdadeiras (V) ou falsas (F).

a) As frases complexas falam de assuntos complexos e são apenas usadas na filosofia.


b) Uma frase complexa tem pelo menos duas orações.
c) Uma frase simples pode ter mais do que um verbo principal.
d) Existem três processos de ligar orações, entre os quais a coordenação e a subordinação.
e) As frases simples podem tornar-se complexas com o auxílio de advérbios conectivos.
2. Seleciona as opções que contêm uma frase complexa.
a) Ouvimos a palestra, fizemos perguntas e viemos embora.
b) Todos os anos, mais ou menos por esta altura do ano, os meus pais fazem uma grande
viagem de carro pela Europa fora.
c) Prometemos, cumprimos.
d) Cheguei a casa estourado depois de um dia inteiro de trabalho.
e) Os livros que lês tornam-te mais sábio.
3. Seleciona a única opção que contém apenas orações ligadas por coordenação.
a) Ainda que ele tivesse estudado, não tirou boa nota.
b) As disciplinas que eu fiz na faculdade eram fáceis, mas trabalhosas.
c) Nem pratico desporto nem me dedico à música.
d) Ele prometeu que vinha, mas não veio.
4. Seleciona a opção que contém uma oração coordenada assindética.
a) Queres ou não queres ajuda no estudo?
b) O Pedro, que é meu colega na banda de música, vai cantar a solo.
c) Vai lá ao bar, mas volta rápido.
d) Encontrei-o, cumprimentei-o e continuei depois o caminho.

5. Associa o número do item da coluna I à letra da coluna II que lhe corresponde.


Estabelece a correspondência correta entre as orações destacadas nas frases e a sua classificação.
I II
1. Ele é tão simpático que tens que o conhecer. A – Oração subordinada adverbial causal
2. Logo que saia, vou comprar este livro. B – Oração subordinada adverbial
3. Já que esta cidade é tão bonita, vou visitá-la. temporal
4. Para realizar esta viagem, tenho que ganhar muito C - Oração subordinada adverbial final
dinheiro. D - Oração subordinada adverbial
consecutiva

6. Seleciona a única opção que contém apenas orações ligadas por subordinação.
a) Embora estivesse cansado, foi trabalhar no livro que estava a escrever.
b) Os livros que leres e os filmes que ouvires serão a base do teu conhecimento.
c) Quando fores a Nova Iorque, visita o EmpireStateBuilding, mas não te assustes com as
alturas.
d) Ele foi para a cama, pois tem uma reunião importante.
7. Seleciona a única opção que contém uma oração subordinada adverbial condicional.
a) O Rodrigo quer saber se estás interessado no apartamento.
b) Falando calmamente, ele escutar-te-á.
c) Eu quero saber se ele tem culpa.
d) O António está a trabalhar no caso, embora não tenha muitos dados.

1 /4
8. Seleciona a única opção que contém uma oração coordenada conclusiva.
a) Logo vou estudar até tarde.
b) Logo que possas, avisa a Cristina que não haverá jantar.
c) Estava com muito trabalho, logo não te liguei.
d) Atrasei-me, e logo eu que sou sempre pontual!

9. Classifica as orações destacadas nas frases seguintes.


a) Ele achava que ninguém errava por malícia.
b) O homem pagou pelos pecados que cometeu.
c) Não percebo quem peca intencionalmente.
d) Parece-me lógico que ele seja condenado.

10. Liga as frases simples seguintes, através de uma conjunção coordenativa adversativa, de modo a
obteres uma frase complexa.
Os alunos tinham estudado.
As notas não foram boas.

11. Atenta na frase seguinte.


Os autores que eu admiro são quase todos contemporâneos, mas nem todos são portugueses.
a) Transcreve a única oração subordinada que integra a frase.
b) Classifica essa oração.
c) Indica a sua função sintática.
12. Classifica as seguintes afirmações como verdadeiras (V) ou falsas (F).
a) As orações subordinadas substantivas apenas podem desempenhar as funções sintáticas de
sujeito ou complemento direto.
b) As orações subordinadas substantivas completivas podem ser introduzidas por uma conjunção
subordinativa completiva ou por uma preposição, mas podem também não possuir qualquer
elemento de ligação.
c) As orações subordinadas substantivas completivas são necessariamente finitas.
d) As orações subordinadas substantivas relativas nunca têm antecedente.

13. Estabelece a correspondência correta entre as orações subordinadas substantivas que integram as
frases seguintes e a função sintática que desempenham.
I II
1 – Quem souber, passa para a próxima etapa. A – Sujeito
2 – Disse o endereço do hotel a quem mo perguntou. B – Complementodireto
3 – Aqui, é comum haver pequenos tremores de terra. C - Complemento indireto
4 - Eles disseram que vinham. D - Complemento oblíquo
5 - A médica precisa de quem a ajude. E - Modificador do grupo verbal
6 - A rainha recebeu quem foi chegando.
7 - Guardei as chaves onde consegui.

14. Seleciona opção que contém uma oração subordinada substantiva completiva.
a) A professora precisa de quem a ajude.
b) Eu espreitei quem estava na sala.
c) Isto é difícil de compreender.
d) O livro que ando a ler é empolgante.

2 /4
15. Seleciona a opção que contém uma oração subordinada substantiva relativa.
a) Os apontamentos que tirei durante a aula foram úteis.
b) Eu mandei um email a quem queria ir à festa.
c) Ela disse que chegaria a tempo.
d) Eles perguntaram-me se queria aderir ao novo cartão de cliente.
16. Classifica as seguintes afirmações como verdadeiras (V) ou falsas (F).
a) A oração subordinada adjetiva relativa é iniciada por um adjetivo.
b) A oração adjetiva relativa não tem qualquer antecedente.
c) A oração subordinada adjetiva relativa pode ser restritiva ou explicativa.
d) A omissão da oração subordinada adjetiva relativa não prejudica o sentido da frase.

17. Estabelece a correspondência correta entre o tipo de oração adjetiva relativa e as características que
a definem.
I II
1 – Restringe a referência do grupo nominal. A – Oração relativa restritiva
2 – Surge, geralmente, entre vírgulas. B – Oração relativa explicativa
3 – Acrescenta uma informação dispensável e acessória.
4 - A omissão desta oração prejudica o sentido da frase.

18. Classifica as seguintes afirmações como verdadeiras (V) ou falsas (F).


a) As orações subordinadas adverbiais temporais não são autónomas, uma vez que dependem da
oração subordinante.
b) As orações temporais veiculam unicamente duas ideias: anterioridade ou posteridade.
c) Estas orações não possuem mobilidade na frase.
d) A função sintática que as orações temporais desempenham é, essencialmente, a de modificador
de grupo verbal.
e) As orações subordinadas adverbiais temporais são necessariamente finitas.

19. Estabelece a correspondência correta entre as frases seguintes e a ideia veiculada pelas respetivas
orações subordinadas adverbiais temporais.
I II
1 – Vamos arrumar tudo antes que os meus pais A – Simultaneidade
cheguem.
2 – Enquanto estou a correr, gosto de ouvir música. B – Posteridade
3 – Depois de anoitecer, não costumo sair. C - Anterioridade
4 - Quando ele chegou, não estava ninguém em casa.

20. Classifica as seguintes afirmações como verdadeiras (V) ou falsas (F).


a) As orações subordinadas adverbiais finais mostram o objetivo, a intenção ou o propósito da ação
expressa pela oração subordinante.
b) As orações finais são autónomas e independentes da oração subordinante.
c) No que diz respeito à posição que ocupam, as orações finais surgem necessariamente no final da
frase.
d) As orações subordinadas adverbiais finais podem ser finitas e não finitas infinitivas, gerundivas
ou participiais.

3 /4
A frase complexa: coordenação e subordinação Soluções

1.
a) F, b) V, c) F, d) F, e) V.
2.
a), c), e).
3.
c)
4.
d)
5.
1-D; 2-B; 3-A; 4-C;
6.
a)
7.
b)
8.
c)
9.
a) Oração subordinada substantiva completiva.
b) Oração subordinada adjetiva relativa restritiva.
c) Oração subordinada substantiva relativa sem antecedente.
d) Oração subordinada substantiva completiva.
10.
Os alunos tinham estudado, mas as notas não foram boas.
11.
a) “que eu admiro”.
b) Oração subordinada adjetiva relativa restritiva
c) Modificado restritivo do nome.
12.
a) F; b) V; c) F; d) V.
13.
1 – A; 2 – C; 3 – A; 4 – B; 5 – D; 6 – B; 7 – E.
14.
c)
15.
b)
16.
a) F; b) F; c) V; d) F.
17.
1 – A; 2 – B; 3 – B; 4 – A.
18.
a) V; b) F; c) F; d) V; e) F.
19.
1 – C; 2 – A; 3 – B; 4 – A.
20.
a) V; b) F; c) F; d) F.

4 /4