Você está na página 1de 1

Disponibilização: segunda-feira, 10 de março de 2014 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VII - Edição 1607 10

PORTARIA Nº 8965 /2014

Implanta a Escola dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e altera a estrutura da Escola Paulista da
Magistratura - EPM.

O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Desembargador JOSÉ RENATO NALINI, no uso de suas
atribuições,

CONSIDERANDO a necessidade de valorização qualitativa dos recursos humanos existentes, capacitando os servidores
para atuarem de forma eficiente, com perfil adequado às necessidades do serviço, proporcionando um melhor ambiente de
trabalho;

CONSIDERANDO a necessidade de integrar, formar, aperfeiçoar e capacitar de forma contínua os servidores do Tribunal de
Justiça para o desempenho de suas funções;

RESOLVE:

Artigo 1º - Implantar a Escola dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - ESERTJ, subordinada
diretamente à Escola Paulista da Magistratura - EPM.

Artigo 2º - A Escola dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo tem como finalidade:

I - planejar, organizar, supervisionar, executar, orientar, articular e avaliar os programas de treinamento e capacitação que
tragam benefícios aos servidores, integrando e adequando as ações de capacitação aos objetivos e metas institucionais;
II - atender as solicitações específicas, adaptando as ações às necessidades específicas das áreas do Tribunal de Justiça;
III - qualificar os servidores para que atendam os requisitos da evolução funcional.
IV - valorizar as habilidades do servidor incentivando e viabilizando sua participação como instrutor de cursos ou treinamentos
que estejam dentro de sua área de conhecimento e promover eventos de valorização;
V - incentivar a formação de grupos de estudo e de reflexão dentro do Tribunal de Justiça, propondo a cooperação e a
integração que estabeleçam confiança e responsabilidade nas relações de trabalho;
VI - dinamizar o processo de socialização organizacional e capacitação dos servidores recém-nomeados;
VII - expedir certificados e declarações, elaborar relatórios e outros documentos relativos aos eventos da Escola dos
Servidores.

Artigo 3º - A sede da Escola dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo é na Capital do Estado.

§ 1º - As ações de capacitação, preferencialmente, serão realizadas nas dependências da EPM;

§ 2º - No interior do Estado as ações de capacitação devem ser realizadas, preferencialmente, nos Núcleos Regionais da
EPM, sob a coordenação do Juiz de Direito responsável pelo Núcleo Regional.

Artigo 4º - A Escola dos Servidores do Tribunal de Justiça será dirigida pelo Desembargador Diretor da Escola Paulista da
Magistratura – EPM e contará com um Conselho Técnico composto pelos magistrados e servidores a seguir indicados:

I – Desembargador Diretor da EPM;


II – Coordenador Pedagógico da EPM;
III – Coordenador de Cursos de Iniciação Funcional e Aperfeiçoamento para Servidores da EPM;
IV – Coordenador Geral dos Núcleos Regionais da EPM;
V - Desembargador do Conselho Consultivo da EPM;
VI – Desembargador do Conselho Consultivo da EPM;
VII – Juiz Assessor indicado pela Corregedoria Geral da Justiça;
VIII – Juiz Assessor indicado pela Presidência;
IX – Secretário da Primeira Instância;
X – Secretário de Tecnologia da Informação;
XI – Secretário de Planejamento de Recursos Humanos.

§ 1º - O Conselho Técnico será presidido pelo Desembargador Diretor da EPM.

§ 2º - Não será remunerada a participação no Conselho Técnico, sendo considerada como atividade de relevante serviço
prestado ao Poder Judiciário do Estado.

Artigo 5º - Em razão do disposto no artigo 1º desta Portaria, são criadas as seguintes unidades subordinadas a Escola
Paulista da Magistratura:

ESERTJ 1– Coordenadoria de Apoio Técnico


ESERTJ 1.1 – Seção de Apoio - Capital
ESERTJ 1.2 - Seção de Apoio - Interior
ESERTJ 2– Coordenadoria Administrativa
ESERTJ 2.1 – Seção de Suporte Administrativo - Capital
ESERTJ 2.2 – Seção de Suporte Administrativo - Interior
ESERTJ 3– Coordenadoria de Documentação e Estatística
ESERTJ 3.1 – Seção de Averbações

Publicação Oficial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Lei Federal nº 11.419/06, art. 4º