Você está na página 1de 11

UNEB - UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA

MPEJA- PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO DE JOVENS


E ADULTOS

JOCEMARA NASCIMENTO DOS SANTOS

Saberes docentes e suas contribuições: Um estudo de caso sobre a influência da prática de


leitura docente no desenvolvimento das aulas de Língua portuguesa da EJA, no município de
Santo Antônio de Jesus, na Escola Municipal Celestino Anísio Pimenta.

Educação e Interdisciplinaridade : Proposta de pós graduação no IFBaiano Campus Xique


Xique

Área de Concentração 2 – Formação de Professores e Políticas Públicas

SANTO ANTONIO DE JESUS


2016Xique-Xique

2018

UNEB - UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA

MPEJA- PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO DE JOVENS


E ADULTOS

JOCEMARA NASCIMENTO DOS SANTOS

Educação e Interdisciplinaridade : Proposta de pós graduação no IFBaiano Campus Xique


Xique

Saberes docentes e suas contribuições: Um estudo de caso sobre a influência da prática de


leitura docente no desenvolvimento das aulas de Língua portuguesa da EJA, no município de
Santo Antônio de Jesus, na Escola Municipal Celestino Anísio Pimenta.

Área de Concentração 2 – Formação de Professores e Políticas Públicas

Proposta de trabalho apresentada para


submissão de análise e aprovação pela comissão
da seleção de aluno regular do Mestrado
Profissional em Educação de Jovens e Adultos.
SANTO ANTONIO DE JESUSXique-Xique

201816

Saberes docentes e suas contribuições: Um estudo de caso sobre a influência da prática de


leitura docente no desenvolvimento das aulas de Língua portuguesa da EJA, no município de
Santo Antônio de Jesus, na Escola Municipal Celestino Anísio Pimenta.

Educação e Interdisciplinaridade : Proposta de pós graduação no IFBaiano Campus Xique-


Xique

2. CONTEXTUALIZAÇÃO

Atuando na área docente desde 2004,, como professora de Língua Portuguesa/Redação


nas turmas pré-universitárias, do programa Universidade Para Todos, iniciei minha atuação
educativa e desde sempre me identifiquei com o ensino voltado para Jovens e Adultos.
Concluindo a graduação em 2006, na UNEB, nos anos seguintes (, de 2007 a 2011) tive a
experiência única de estar durante quatro anos, diretamentelecionando, com para alunos da
EJA, nos segmentos 3 e 4, também como professora de Língua Portuguesa e sempre me
inquietou a formação profissional dos docentes que conduzem à formação de adultos,
justificando-se pelo relevante aspecto da especificidade de se tratar de um público peculiar
(adultos já afastados da vida escolar/ jovens adultos).
a grande dificuldade apresentada por esses alunos, nos momentos de leitura das aulas
de Língua Portuguesa. Apresentando-lhes o universo literário que eu dispunha na época, fui
minimizando o incômodo que eles apresentavam no momento da leitura. Minhas experiências
leitoras (apesar de não tão profundas, no período) faziam com que eles fossem
gradativamente, se aproximando e despertando um gosto pelas práticas de leitura.
Quando fiz a especialização, me dediquei ao estudo sobre a formação de professores, porém
na área de Língua Espanhola. Com a oportunidade atual, vi a possibilidade de regressar a
uma área que faz parte da minha Formação enquanto docente (Língua Portuguesa), e de
maneira interventiva contribuir na formação dos professores que atuam na EJA, pois fazendo
parte do corpo docente do IfBaiano, a proposta deste trabalho é analisar a oferta das
disciplinas : Introdução à Interdisciplinaridade e Interdisciplinaridade no ensino de
Linguagens na pós graduação em Educação e Interdisciplinaridade e o impacto que estas
disciplinas irão ter na atuação profissional dos professores do município de Xique-Xique que
atuam na Educação de Jovens e Adultos/ Educação do Campo. De que maneira a
especialização contribui para a Formação Docente? O tema Educação e Diversidade
influencia sob qual aspecto a qualificação profissional dos professores do município?
podendo, ao menos minimamente, contribuir na formação leitora dos professores da
EJA e tornar esta experiência concreta e ao alcance do alunado da EJA.

A presente proposta de trabalho visa ser construída a partir de uma pesquisa qualitativa de
intervenção, que objetiva analisar Interdisciplinaridade na Formação Docente Os Saberes
Docentes e suas Contribuições: : Um estudo de caso sobre a influência da
interdisciplinaridade no curso de pós graduação em Educação e Interdisciplinaridade ofertado
pelo IFBaiano, Campus Xique-Xique, que tem como público alvo, professores do município
que atuam na Eja/ Educação do Campo. Esta pesquisa objetiva realizar um recorte com os
docentes que atuam nos segmentos mencionados e analisar a influência da
interdisciplinaridade na prática docente. da prática de leitura docente no desenvolvimento das
aulas de Língua portuguesa da EJA, no município de Santo Antônio de Jesus, na Escola
Municipal Celestino Anísio Pimenta. Aliado àsEstas práticas de leitura
docenteinterdisciplinares estarão, focadas em duas disciplinas da pós (Introdução à
Interdisciplinaridade/ Interdisciplinaridade no ensino de Linguagens) que serão ofertadas
respectivamente no primeiro e segundo semestre da especialização. Será a primeira turma da
especialização e serão disponibilizadas 30 vagas. eEste projeto visa desenvolver uma
pesquisa qualitativa que investigue de que maneira as práticas de leitura dos
docentesinterdisciplinares influenciam refletem na metodologia docente ao realizar
abordagens de leitura e escrita com os seus alunos. Como o ensino interdisciplinar contribui
na melhoria da formação desses professores? no desenvolvimento da competência leitora do
aluno da EJA no município de Santo Antonio de Jesus, na Escola Municipal Celestino Anísio
Pimenta. Pretende-se traçar o perfil dos educadores que atuam na Educação de Jovens e
Adultos/ Educação do Campo, as vivências de leituraperspectivas destes profissionais
mediante a especialização e como as mesmas influenciam o ensino interdisciplinar em
linguagens pode contribuir napara a construção do referencial de leitura do aluno da EJA, no
município de Santo Antônio de Jesus, . e aA partir deste perfillevantamento de dados,
conduzir os alunos da pós (professores) a um Trabalho de Conclusão que aponte as melhorias
obtidas no ensino a partir da proposta interdisciplinar e as contribuições interventivas
aplicáveis ao ensino na EJA. contribuir de maneira significativa para a melhoria do ensino
ofertado a Jovens e Adultos no município.

Visando o desenvolvimento socioeconômico local, regional e nacional, os Institutos Federais


de Educação, Ciência e Tecnologia foram criados por meio da Lei nº 11.892, de 29 de
dezembro de 2008, favorecendo o desenvolvimento de um processo educativo e investigativo
através da educação profissional e tecnológica, atendendo às particularidades
socioeconômicas de cada região.

Os Institutos Federais ofertam educação profissional e tecnológica, em todos os seus níveis e


modalidades, desde Cursos de Formação Inicial e Continuada, ensino médio integrado ao
profissional, Educação Profissional Tecnológica de Graduação até Pós-Graduação. Desse
modo o IF Baiano oferece possibilidades de pesquisas aplicadas, atividade de extensão
levando ao estimulo do desenvolvimento regional com difusão de conhecimentos científicos e
tecnológicos; pois articula a educação profissional e tecnológica com o mundo do trabalho,
contemplando os aspectos sociais, promovendo uma sociedade mais justa e igualitária, por
meio da Educação Profissional Técnica de qualidade.

A especialização em Educação em Interdisciplinaridade surge com a grande necessidade de


uma Pós-Graduação que atenda às constantes necessidades de qualificação dos profissionais
da educação do Município e região. Por isso o IF Baiano – Campus Xique-Xique se propõe a
atender essa demanda oferecendo o Curso de Especialização em Educação e
Interdisciplinaridade, o qual proporcionará uma prática ensino/aprendizagem, estabelecendo
bases sólidas em educação, ciência e tecnologia, fomentando a construção, reconstrução e
transmissão do conhecimento. Além disso, a oferta desse curso atende a uma das finalidades
da Lei de Criação dos Institutos Federais que é qualificar profissionais, sobretudo na área de
educação, proporcionando capacitação técnica e atualização pedagógica, contribuindo assim
para a melhoria qualitativa da educação na região.

A qualidade social da educação brasileira é uma conquista a ser construída de forma


negociada, pois significa algo que se concretiza a partir da qualidade da relação entre todos os
sujeitos que nela atuam direta e indiretamente (BRASIL, 2013). Buscando contribuir na
melhoria da Educação de Jovens e Adultos, ofertada no município de Santo Antônio de Jesus,
esse projeto tem a intenção de analisar as classes de EJA, ativas, na Escola Municipal
Celestino Anísio Pimenta, e desenvolver uma pesquisa qualitativa, focada na maneira como as
práticas de leitura docente refletem e influenciam na construção do referencial de práticas de
leitura discente, e intervir com os resultados, elaborando oficinas de leitura, que vão estar
direcionadas à formação docente e consequentemente repassadas ao público discente.

A Escola Municipal Celestino Anísio Pimenta implantou o Segmente de Eja desde 2005 e
atualmente conta com 07 salas de aula que atendem a modalidade de Educação de Jovens e
Adultos. A EJA é composta dos segmentos 1, 2,3 e 4, sendo que cada segmento é equivalente
a duas séries do Ensino Fundamental 1 e duas séries do Ensino Fundamental 2. Assim
divididos:

Eja1 – primeira e segunda séries do Ensino Fundamental 1.

Eja 2 – terceira e quarta séries do Ensino Fundamental 1.

Eja 3 – quinto e sexto ano do Ensino Fundamental 2.

Eja 4 – sétimo e oitavo ano do Ensino Fundamental 2.

Esta pesquisa pretende desenvolver um trabalho de intervenção, partindo da análise da


formação leitora inicial dos professores de Língua portuguesa que atuam na EJA. Ou seja, de
que maneira essa formação leitora do docente influencia na atuação do mesmo, no momento
das aulas de Língua portuguesa?

Na abordagem de conteúdos da área, qual a influência dos saberes discentes no que é


repassado aos alunos? Essa análise seria composta pela observação dos primeiro e segundo
semestre de 2017, e com base nos resultados, a proposta de intervenção é elaborar oficinas de
leitura que possam aprimorar a prática de leitura do educador e consequentemente sua atuação
em sala de aula.

O conceito de qualidade na escola, numa perspectiva ampla e basilar, remete a uma


determinada ideia de qualidade de vida na sociedade e no Planeta Terra. (Apud???) A
relevância desta pesquisa, embasa-se na importância que a competência leitora tem na
formação do educador e do seus alunos, o que se reflete na formação de um cidadão/uma
cidadã crítica e atuante em sociedade. Uma vez que, há uma deficiência acentuada, nos alunos
da EJA, no quesito domínio de leitura, essa pesquisa possui respaldo para que seus resultados
sejam posteriormente utilizados em outras unidades, pelos professores de Língua Portuguesa,
atuantes da EJA.

A instituição da Educação de Jovens e Adultos (EJA) tem sido considerada como instância em
que o Brasil procura saldar uma dívida social que tem para com o cidadão que não estudou na
idade própria. Essa defasagem educacional mantém e reforça a exclusão social, privando
largas parcelas da população ao direito de participar dos bens culturais. (BRASIL, 2013)

É importante que pesquisas sejam desenvolvidas no âmbito da formação de professores, pois


são estes os intermediadores do conhecimento, e o mesmo só será plenamente difundido e
aproveitado se contarmos com a intervenção de profissionais capacitados para tal fim. O
impacto desta pesquisa, inicialmente, será na comunidade escolar, porém haverá a divulgação
com a possibilidade de aproveitamento e inserção dos resultados obtidos, em toda a rede
Municipal, para que haja de fato um propósito concreto em realizar tal estudo.

O artigo 37 da LDB aborda as premissas fundamentais da oferta da Educação de Jovens e


Adultos, oportunizando às pessoas que não concluíram seus estudos a chance de estarem
inseridas num contexto escolar e tomarem conta dos direitos que lhe são inerentes na
Educação.

A concepção percepção de leitura e como os docentes percebem as dificuldades apresentadas


pelos alunossua perspectiva para atuação docente é será o alicerce principal que embasará esta
pesquisa. Numa primeira concepção, focaliza-se o leitor e sua relação com três tipos de
conhecimentos necessários para a compreensão do texto: o conhecimento do sistema
linguístico e seu funcionamento, o conhecimento textual e o conhecimento de mundo.
Contextualizando os conceitos de Pietri (2009) com a intenção acadêmica desta pesquisa, o
levantamento do primeiro conhecimento citado estaria vinculado ao Segmento 3 (quinta e
sexta série do Ensino Fundamental 2), e o Conhecimento textual se aprofundaria nas
atividades realizadas no Segmento 4 (contemplando as séries finais do Fundamental 2). O
último conhecimento (de mundo) estaria voltado para ambos os segmentos, uma vez que por
meio de entrevistas e questionários, traçaríamos o perfil do docente da Eja.
Este estudo será pautado na análise realizada nas turmas da EJA, da Escola Municipal
Celestino Anísio Pimenta, colhendo os resultados que forem alcançados no âmbito das
práticas de leitura docente, com os professores de Língua Portuguesa. O ano base da pesquisa
será o ano letivo de 2017, dividindo as amostras de realização das atividades nos primeiro e
segundo semestre.

O resultado almejado ao final desta investigação é contribuir com a melhoria da difusão da


leitura e escrita do aluno da EJA, propondo Oficinas de Leitura que dinamizem a aquisição do
hábito de ler, com o intuito de que cada docente da Eja comece a ter um referencial de prática
de leitura de acordo com sua vivência. Para isso, as Oficinas serão inicialmente direcionadas
aos professores de Língua Portuguesa, mediando seus saberes e vivências e oferecendo-lhes
outras maneiras de abordagem que sanem ou minimizem deficiências identificadas no período
de análise e observação. Quais saberes predominam na atuação docente e são repassados aos
discentes? Qual tipo de leitura atrai este aluno? É possível estabelecer uma rotina de leitura
diária extraclasse?

Sabe-se que o público da EJA, tem necessidades específicas. Por isso, todo suporte literário
oferecido em classe, teria que estar enraizado neste campo de interesse, facilitando assim o
interesse pelo material a ser lido, sem deixar de lado a formação docente inicial e os aspectos
desta formação que carecem de aperfeiçoamento.

3. OBJETIVOS

3.1 - OBJETIVO GERAL

 Analisar a influência da interdisciplinaridade no ensino de Jovens e Adultos. prática


de leitura docente na abordagem das aulas de Língua portuguesa, da EJA.

 Propor Oficinas Interdisciplinares, com foco em Linguagens, para serem
desenvolvidas durante o ano letivode Leitura (temáticas) nas classes de EJA, com o
objetivo de oferecer aos Professores da EJA, novas ferramentas que subsidiem
sua prática de leitura e o modo como a mesma é transmitida aos discentes.

3.2 – OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Fazer um levantamento sobre a perspectiva dos docentes frente ao curso de


Especialização. influência da leitura docente nas aulas de Língua portuguesa da EJA.

 Analisar propostas desenvolvidas pelos docentes, no âmbito das práticas de leitura.
 Verificar o entrosamento dos alunos, mediante essas práticas.
 Integrar professores de Língua Portuguesa na elaboração de novas propostas de
atividade, envolvendo Práticas de Leitura.
 Sugerir Oficinas de intervenção voltadas para a Interdisciplinaridade., com o
objetivo de sanar possíveis falhas encontradas nas abordagens anteriores.

 Desenvolver com os docentes da EJA relatórios que apontem resultados da
intervenção interdisciplinar em sala de aula.
 Observar a necessidade de Formação docente, na área estudada durante a pesquisa.

4. JUSTIFICATIVA

Uma discrepância paira sobre a sociedade quando se fala em direitos subjetivos, que deveriam
ser supridos pelo Governo. Fazendo um recorte dessa sociedade, com enfoque para Jovens e
Adultos que não tiveram acesso ao ensino formal na idade apropriada e lutam para diminuir
essa defasagem através da EJA, nos deparamos com um déficit de aprendizagem que nos põe
a refletir sobre a nossa real contribuição enquanto educadores na vida dessas pessoas.

Segundo levantamento realizado pela SECAD (Secretaria do Desenvolvimento Continuado),


quase 200 (duzentos) mil professores atuam na Educação de Jovens e Adultos, no entanto, a
grande maioria destes docentes não possui formação específica na área em que atua.

Arroyo(2006), ao tratar sobre a Formação dos Educadores da EJA, chama atenção para o fato
de que o perfil do educador desta modalidade, encontra-se em construção. Ou seja, estudos
desenvolvidos na área contribuem para delinear o perfil deste profissional, sua formação,
necessidades e forma de atuação. Esta investigação tem sua importância respaldada na
análise do perfil do Educador da Eja e seus resultados são de extrema importância no cenário
municipal e estadual, pois acrescenta uma visão recente sobre a formação dos professores que
estão atuando nesta modalidade.

Atualmente, lidamos com uma visão generalista que crê, que basta trocar os turnos dos
professores do turno regular e colocá-lo numa sala da EJA que o efeito didático é mesmo, e
com isso rotulamos como desnecessária a formação específica para o educador que trabalha
com Jovens e Adultos. Não basta substituir o termo criança por adulto e manter a mesma
“receita”. São necessários ajustes, adaptações que visem alcançar de maneira positiva e
motivadora ao aluno da EJA.
Neste trabalho de investigação onde se propõe delimitar um espaço mais definido do
professor da EJA, é imprescindível que o mesmo tenha noção da sua importância no cenário
educativo. A partir da formação de Professores é que aprofundaremos as contribuições das
Práticas de leitura na EJA.

Um dos conhecimentos prévios necessários à realização satisfatória da atividade de leitura se


refere às diferentes características materiais dos textos que encontramos na sociedade.
(PIETRI, 2009)

AÇÕES SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO

Levantamento
bibliográfico X X X
Contato com X
Secretaria
Municipal de
Educação e
Direção Escolar
Elaboração de X X X
instrumentos para
coleta da pesquisa
–questionários para
entrevista.
Contato com X X
professores de
Língua portuguesa
da EJA (Jornada
Pedagógica 2017)
Observação e X X
aplicação dos X
questionários com
os professores
Contato com X X
alunos da EJA X
Análise das X
entrevistas e
questionários
respondidos.
Relatório de X
análise.
Produção de X X
gráficos a partir de
dados coletados da
pesquisa
Produção de artigo X X
sobre a pesquisa
Revisão X X
bibliográfica e
prosseguimento da
feitura da tese
5. CRONOGRAMA

6. REFERENCIAS

ARROYO, Miguel González. Formar educadores e educadoras de jovens e adultos. In


SOARES, Leôncio (org.). Formação de educadores da Educação de Jovens e Adultos. Belo
Horizonte: Autêntica / SECAD / MEC / UNESCO. (2006)