Você está na página 1de 2

LIÇÃO 4: UMA IGREJA PARA TODOS OS POVOS

1. Por que M. R. Thomas descreve que Atos 15 como a “maior crise” da Igreja? Qual era a
implicaçaã o mais importante da decisaã o no Concíílio de Jerusaleí m? Hoje, qual eí a
relevaâ ncia deste evento para a obra missionaí ria? (4 pontos)
A maior crise enfrentada foi o choque cultural. Para os gentios era impossível
deixar suas tradições e se converter as tradições judaicas, e isso os impediam de
seguir a Jesus. Pedro, em seu discurso no Concílio de Jerusalém, mostra que apesar
de Cornélio não ser judeu era “Piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o
qual fazia muitas esmolas ao povo, e de contínuo orava a Deus”( Atos 10:2), Deus
agia em sua vida independente da sua cultura. O evento foi de grande relevância
para a obra missionária hoje. Os traços culturais de uma nação não deve ser
obstáculo para a obra missionária.

2. Os discíípulos cumpriram a promessa de Jesus que eles seriam Suas testemunhas.


Qual das ideias abaixo eí o que MENOS representa a essência do conceito de
testemunha que encontramos no livro de Atos? (1 ponto)
a. Dar uma declaraçaã o puí blica do Evangelho em um contexto hostil e pioneiro.
b. Autenticar publicamente o valor de seguir a Jesus, mostrando que estaã o dispostos
a sofrer por Ele.
c. Fazer uma apresentação do evangelho para um indivíduo só.
d. Proclamar Jesus com o fim de estabelecer um movimento de discíípulos de Jesus
onde o Evangelho ainda naã o chegou.

3. O que McClung quis dizer com a expressaã o “paixaã o apostoí lica”? (1 ponto)
a. EÉ fazer uma decisaã o intencional de viver sua vida em funçaã o da gloí ria de Jesus.
b. Sua maior ambiçaã o eí ver Jesus adorado entre todos os povos
c. EÉ estar disposto a sofrer ou morrer para espalhar a gloí ria de Deus na terra.
d. O foco do chamado apostoí lico eí a plantaçaã o de igreja em cada etnia.
e. Todos os pontos acima

4. Na analogia da “Parede e o Abismo” qual barreira mais impede as pessoas de seguirem


Jesus dentro de povos sem igrejas? (1 ponto)
a. A barreira da comunicaçaã o do evangelho, pois muitos nunca ouviram o Evangelho
de uma forma culturalmente relevante.
b. A barreira do mensageiro, pois muitos obreiros naã o vivem de forma
contextualizada entre o povo e saã o rejeitados pelo povo.
c. A barreira da conversão (ou aceitação), pois aqueles que aceitam o
evangelho são vistos como pessoas que estão rejeitando seu próprio povo e
cultura e abraçando uma identidade estrangeira.

5. O que NAÃ O era verdade em relaçaã o as bandas apostoí licas de Paulo (1 ponto)
a. O trabalho operacional foi independente da igreja que os despediu
b. Foram baseados em formas judaicas de trabalho missionaí rio
c. Eram economicamente autossuficientes
d. As vezes trabalharam em contextos transculturais
e. Foram supervisionados pelo concíílio de Jerusaleí m

6. Marque o que NAÃ O representa o relacionamento entre uma comunidade local e um


grupo apostoí lico (equipe missionaí ria). (1 ponto)
a. O grupo apostoí lico e a congregaçaã o local saã o interdependentes
b. Tanto a congregaçaã o local quanto a estrutura moí vel do grupo missionaí rio devem
ser considerados a proí pria “Igreja”.
c. Ambas, a “congregação local” e o “grupo apostólico” tem a função principal
de cruzar barreiras culturais e levar o evangelho para etnias não alcançadas.
d. A congregaçaã o promove a capacitaçaã o da Igreja em local especíífico e o grupo
apostoí lico promove a expansaã o da Igreja para novas regioã es.

7. Leia Atos 15.7-11, 28-29 e responde a pergunta abaixo: (1 ponto)


Verdade ou Falso:
As melhores pessoas para a contextualizaçaã o do evangelho em uma cultura saã o os
novos convertidos da nova comunidade de feí que, sob a direçaã o do Espíírito Santo,
buscam a direçaã o da Palavra de Deus.
Verdade

(10 pontos)