Você está na página 1de 2

Autorizada pelo Decreto nº 28 de 07 de Maio de 2007

Diário da República de Angola Iª série nº 55 de 07 de Maio de 2007

Normas Internas 2013


Prezado(a) Estudante:

Leia atentamente as normas internas da UPRA – Universidade Privada de Angola:

1. A UPRA prestará aos estudantes seus serviços educacionais no ano académico de 2013 de acordo com o seu plano
pedagógico e em conformidade com o disposto na legislação educacional. As aulas serão ministradas na UPRA ou
em locais que o mesmo indicar tendo em conta o seu programa.

1.1. Ao firmar a matrícula|inscrição o estudante submete-se ao regime académico e às demais obrigações


constantes na legislação aplicável à área de ensino e ainda às emanadas de outros postos legais, desde que
regulem supletivamente a matéria.

2. Como contrapartida pelos serviços educacionais que lhe serão prestados, o estudante pagará a Universidade 01
[uma] taxa de matrícula/inscrição e 10 [dez] mensalidades (de Março à Dezembro de 2013 – inclusive) em
KWANZAS.

Matrícula/Inscrição Akz 25.000,00 para todos os Cursos

Valor
Nº Curso Especialidade
Propina
1 Arquitectura e Urbanismo 30.000,00
2 Ciências Farmacêuticas 30.000,00
3 Comunicação Social 25.000,00
4 Enfermagem 30.000,00
5 Engenharia Civil Estruturas e Construção 25.000,00
Hidráulica e Recursos Hídricos
Geotécnica e Transporte
6 Engenharia Informática Sistemas Informáticos 25.000,00
Informática de Gestão
7 Engenharia Mecânica 25.000,00
8 Fisioterapia 30.000,00
9 Gestão e Contabilidade Contabilidade e Auditoria 25.000,00
Gestão de Empresas
10 Medicina 35.000,00
11 Odontologia 35.000,00
12 Psicologia Educacional 30.000,00
Clínica
Organizacional
13 Relações Internacionais Economia 25.000,00
14 Turismo e Gestão Hoteleira Gestão Turística 25.000,00
Gestão Hoteleira

2.1. O vencimento das mensalidades dar-se-á até ao 7º [sétimo] dia de cada mês.

2.2. O incumprimento do disposto no parágrafo 2.1 dá o direito a UPRA de cobrança de uma sobretaxa de:

20% [vinte] entre o 8º [oitavo] e o 15º [décimo quinto] dia do mês.


40% [vinte] entre o 16º [décimo sexto] e o 23º [vigésimo terceiro] dia do mês.
70% [vinte] entre o 24º [vigésimo quarto] e o 30º [trigésimo] dia do mês.
A partir do 30º [trigésimo] dia, passarão a ser cobrados 2% de juros mora ao mês.

2.3. O atraso superior a 2 [dois] meses no pagamento da mensalidade permite a UPRA a sua suspensão unilateral.
Autorizada pelo Decreto nº 28 de 07 de Maio de 2007
Diário da República de Angola Iª série nº 55 de 07 de Maio de 2007

2.4. Não é permitido o pagamento de propinas em prestações.

2.5. O pagamento anual da propina beneficiará de desconto de 10% [dez].

2.6. A efectivação do pagamento só será considerada após a entrega do comprovativo do banco na tesouraria a
UPRA.

2.7. A UPRA não aceita qualquer pedido de reembolso.

3. Anulação de Matrícula

3.1. O pedido de anulação de matricula terá de ser formalizado por escrito e dirigido a Reitora de acordo com o
Regulamento Académico da UPRA.
3.2. A anulação será efectuada apenas na data da entrega da carta e o estudante obriga-se a ter as suas propinas e
demais obrigações financeiras regularizadas para que seja deferido o seu pedido.
3.3. Caso esta situação não seja regularizada a UPRA reserva-se ao direito de não reconhecer o seu pedido, ficando
o estudante vinculado a UPRA até que sejam preenchidos os requisitos para a anulação da matricula.

4. A Direcção reserva-se ao direito de cancelar a abertura de qualquer dos Cursos/Turmas à disposição, caso não
haja inscrições suficientes para a sua viabilização.

5. Termo de Compromisso

Eu, _______________________________________________________________________________ nascido aos


____/____/____, portador do B.I. nº ___________________________ venho mui respeitosamente requerer a minha
MATRICULA/INSCRIÇÃO no _____º ano do curso Superior de __________________________________, na
especialidade de ______________________________________ para o ano académico 2013.
Afirmo que RECEBI e tomei conhecimento das NORMAS INTERNAS e dos valores das propinas e aceito as regras e
exigências da UPRA, assim como, assumo de livre vontade este compromisso.

Luanda, aos ______ de ___________________ de 2013.

________________________________
Assinatura do estudante (LEGÍVEL)

Estando a direcção da UPRA convicta de que só o cumprimento dos seus deveres permitirá que exija valer os seus
direitos, a UPRA dá-lhe as boas vindas e deseja de que a sua valorização profissional e pessoal seja sempre o catalisador
da sua realização e a razão do nosso orgulho.