Você está na página 1de 2

O objetivo do melhoramento genético animal é de modificar a proporção de

certos genes, sendo que, dependendo do ambiente em que o animal será criado,
estas(s) características(s) de interesse serão expressas de modo a maximizar os
lucros do fazendeiro. Por exemplo, o melhoramento genético para produção de
leite procura aumentar o número de genes que irão maximizar a produção de
leite dentro de um ambiente (clima, alimentação, manejo, etc.) No qual a vaca
vai expressar seu potencial.

Segundo ian hill, hoje há um reconhecimento grande dos programas de


melhoramento genético no brasil. Se for feita uma análise de resultados, de
vendas nos pregões pelo brasil este ano, que não é um ano fácil de se vender
genética, hoje o produtor está muito consciente que ele precisa comprar esse
insumo valioso para seu negócio, que é a genética, com dados na mão,
demonstrando que este animal é bom, e que irá produzir para o produtor as
características que ele procura.

Sobre os conceitos importantes: o genótipo de um animal representa os genes


responsáveis por uma característica em particular. O genótipo é a carga genética
herdada por um animal. Fenótipo é o valor de uma característica, em outras
palavras, é o que pode ser observado ou medido. Por exemplo, o fenótipo pode
ser a produção de leite de uma vaca em particular, a porcentagem de gordura no
leite ou o escore de conformação deste animal.

Existe uma importante diferença entre genótipo e fenótipo. O genótipo é


essencialmente uma característica fixa de um organismo, fica constante durante
toda a vida e não é mudado por fatores do ambiente. Quando apenas um ou
alguns poucos genes são responsáveis por uma característica, o fenótipo
normalmente não muda durante a vida (ex: cor do cabelo). Neste caso, o
fenótipo fornece uma boa indicação da composição genética de um indivíduo.
Já a seleção é um processo que permite que certos animais se reproduzam mais
que outros. Deste modo, animais com um genótipo desejado produzirão uma
prole maior. Quando a seleção é feita durante várias gerações, alguns genes se
tornam mais freqüentes dentro de uma população. Portanto, a seleção genética
se baseia em duas etapas. Primeiro, os animais com um genótipo superior
precisam ser identificados e, em uma segunda etapa, estes animais devem servir
como reprodutores da próxima geração.
Sobre suas postagens, o grupo megagen da ufrgs, publica ilustrações resumindo
os processos essenciais do melhoramento genético, bem como os números de
pesquisas e trabalhos publicados.