Você está na página 1de 58

DISCIPLINA :

CCE-0317 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO

AULA – O1
INTRODUÇÃO
Curso : 841 - Engenharia Mecânica - Prof. Elcio Almeida-Eng.

Feliz o homem sem pecado em seu caminho que na lei do Senhor Deus vai progredindo.
Salmo 118

RECIFE, 2018-1
Refrigeração e Climatização
Pré-Requisitos
CCE0317 – Refrigeração e Climatização – 8º

CCE0385 - TRANSFERÊNCIA DE CALOR E MASSA – 7º

CCE0375 – TERMODINÂMICA – 5º

CCE0187 - FENÔMENOS DE TRANSPORTES – 4º

DISCIPLINA - CCE0688 – METALOGRAFIA - Prof. Elcio Almeida


CCE0189 - FÍSICA TEÓRICA II – 3º

CCE0056 - FÍSICA TEÓRICA I - 2º

Recife – maio-2015
EMENTA
3. SISTEMAS E EQUIPAMENTOS DE CONDICIONAMENTO DE AR.
1 -FUNDAMENTOS DO AR CONDICIONADO
3.1 Componentes básicos de um sistema de cond. de ar
1.1 História e desenvolvimento do ar condicionado 3.2 Classificação dos sistemas de cond. de ar
1.2 Definição de condicionamento do ar 3.3 Sistema agrupado de cond. de ar
1.3 O principio do conforto 3.4 Aplicação dos sistemas de condicionamento de ar
1.4 Carga Térmica
4- DISTRIBUIÇÃO E FILTRAGEM DE AR
2 - CICLOS E EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO 4.1 Tipos de filtros de ar
4.2 Distribuição do ar no ambiente
2.1 Ciclos de refrigeração 4.3 Arranjos de dutos de ar
2.2- Representação do ciclo de refrigeração
2.3 Fluídos refrigerantes 5- CONTROLE DO SISTEMA DE CONDICIONAMENTO DE AR
2.4 Tipos de compressores 5.1 Circuitos principais e de operação
2.5 Tipos de condensadores 5.2 Controle e automatismo
2.6 Tipos de evaporadores 5.3 Válvulas automáticas
2.7 Separador de óleo 5.4 Controles automáticos de temperatura
2.8 Filtro secador 5.5 Controles automáticos de umidade
2.9 Válvula de expansão 5.6 Sistemas supervisórios

Recife – maio-2015
Refrigeração e Climatização

AV-1 AFERIÇÃO DOS CONHECIMENTOS COM PROVA

UNIDADES 1 , 2 e 3

AV-2 PROJETO DE GRUPO  = VALOR 4 PONTOS


ELABORAR PROJETO DE UM SISTEMA DE AR CONDICIONADO CENTRAL

PROVA UNIDADE 4  VALOR 6 PONTOS


Refrigeração e Climatização

Objetivos Gerais
Fornecer conhecimentos sobre Refrigeração nos seus
diversos segmentos para que possam ser aplicados e
utilizados como base para
estudos mais aprofundados durante a vida profissional dos
atuais graduandos de Engenharia Mecânica
Refrigeração e Climatização

Objetivos Específicos
Capacitar o aluno a :

• analisar sistemas de refrigeração de conforto ou industrial;

• calcular cargas térmicas;


• compreender os ciclo de refrigeração e sua importância;
• compreender o funcionamento dos sistemas de controle e automação,
• identificar, entender e descrever os componentes e acessórios;
• avaliar o funcionamento e o desempenho de sistemas de refrigeração ;
• conhecer as regras de segurança aplicáveis a estes sistemas.
Refrigeração e Climatização
Bibliografia Básica

1. Livro : Refrigeração Industrial


Wilbert F. STOECKER e J. M. JABARDO – Edit. Blücher - SP
2. Livro : Instalações de ar condicionado
Helio CREDER – Edit. LTC - RJ
Livro : Ar Condicionado e Refrigeração
Rex Miller e Mark r. Miller – Edit. LTC
3. Livro : Introdução à tecnologia da Refrigeração e da Climatização
J. G. SILVA – Edit. Artliber – SP
4. Livro : Refrigeração e ar condicionado
W. F. STOECKER e J.W. JONES – Edit. McGraw-Hill - SP
5. Livro : Princípios de refrigeração : teoria, prática, exemplos, problemas, soluções
Roy J. DOSSAT – Edit. Hemus - SP
6. Livro : Instalações Frigorífica: PUCSP Remí Benedito Silva
Refrigeração e Climatização

História e Desenvolvimento
do Ar Condicionado
Refrigeração e Climatização
Termometria: tentativas de medir o grau de calor

Invento do termómetro: Robert Fludd, Cornelius Drebbel, Santorio

1624 – J. Leurechon descreve um termometro de ar. Seus defeitos foram levantados por Pascal (1648)
e Boyle (1662)
1694 – Renaldini: pontos fixos - a fusão do gelo e a ebulição da água
1632 - Jean Rey: primeira menção a um termometro de líquido

1708 - Ole Römer e Daniel Fahrenheit. Termometros com dois pontos de referência e o emprego do
mercurio como liquido termométrico
1743 – J.P. Christin e Andres Celsius: termómetro de mercúrio com a escala centigrada. Adoptada mais
tarde pela Comissão de Pesos e Medidas criada pela revolução francesa em 1794
1730 – J.A. Deluc e René Réaumur: escala termométrica de 80 graus
Refrigeração e Climatização

1779 – J.H. Lambert, determina em -270o C, o valor do zero absoluto


Invento do termómetro
O astrônomo italiano Galileo Galilei (1564 – 1642) foi um dos primeiros a
construir um termômetro em 1593, em Florença.
O termômetro florentino mostrado na figura, surgiu logo a seguir. Ele
registrava mudanças de temperatura pela elevação e queda das bolas de
vidro no interior de tubos com água.

O livro de Perguntas & Respostas


Coleção Aventura Visual
Editora Globo, 1994
Refrigeração e Climatização
Medidas de temperaturas elevadas

1782 – Pirômetro de Wedgwood (constituido de cilindros de argila seca)

1836 – Pirômetro de Pouillet (termometro a gás com depósito de platina)

1828 e 1855 – Pirômetros de Princep e de Appold


(baseado na fusão e ebulição de corpos)

1886 – 1891 – Pirômetros de Siemens e Callendar (resistência elétrica)


1896 – Holborn e Wien: termopar de ródio – platina

Natureza do calor

Teoria do calórico: o calor como um fluido imponderável: Pierre Gassendi (astrónomo


e filósofo francés), Lavoisier e Bertholet (químicos franceses), William Thomson (Lord
Kelvin), William Cleghorn (Edimburgh, 1779)
Refrigeração e Climatização
História e desenvolvimento do Ar Condicionado
• Roma antiga
a água de aquedutos circulava através das paredes de certas casas
para arrefecer (diminuição de calor, resfriamento)
• China – século II
inventor chinês Ding Huan , criou um ventilador rotativo ,
constituído de sete rodas de 3 m de diâmetro, operado
manualmente para condicionar o ar.
• Pérsia medieval
edifícios com cisternas e torres de vento
(badgirs) para épocas quentes, as cisternas
semelhantes a piscinas (recolhiam a água das
chuvas); as torres de vento dispunham de
aberturas que captavam o vento e de cata-
ventos direcionavam o fluxo de ar para o interior
do edifício, normalmente passando sobre a
cisterna e saindo por uma torre de
arrefecimento situada a Jusante da direção do
vento.
Refrigeração e Climatização
Termometria: medição do calor
Experiências de calorimetria: temperatura de equilibrio resultante da mistura de
água e outros líquidos: Jean Baptiste Morin (1661), G.W. Krafft
(1744), W. Richmann (1747), J.C. Wilcke (1772)

1760 - Joseph Black: no estudo da fusão do gelo descobre a


noção de calor latente. Ele fez a distinção entre temperatura e
calor. Black achava que a capacidade térmica era a
quantidade de calor que uma substância pode reter. Mas, na
realidade, trata-se da quantidade de energia necessária para
se elevar a temperatura de uma substância até um dado
valor.
Refrigeração e Climatização

James Watt (1736 – 1819)

Reconhece a relação ente a área


compreendida numa curva P-V e o trabalho
produzido pela máquina térmica. Fez
importantes aperfeiçoamentos nas máquinas
a vapor, a ponto de estimular
Refrigeração e Climatização
Termometria: medição do calor

1772– Wilcke introduz– sem


caraterizar- a noção de calorespecífico.

1783– Lavoisiere Laplace , numa


comunicação à Academia das Ciências de Paris, deram ao calor específico
o seu conceito atual. Construção do primeiro
calorímetro(1789)

– 1794)
Antoine-Laurent Lavoisier (1743
Refrigeração e Climatização
Visão em corte de um calorímetro de gelo
Antoine- dos cientistas Lavoisier (17431794) e
Laurent Laplace (1749-1827). Com este aparelho
Lavoisier
mede-se a quantidade de calor liberado
(1743 –
1794) por um objeto quente à medida que ele
esfria. O objeto esfria ate o ponto em que
para de derreter o gelo, adquirindo a
mesma temperatura deste. A água
derretida é escoada pelo fundo do
calorimetro. O peso dela determina a
capacidade térmica do objeto.
Energia. Coleção Aventura na Ciência
Refrigeração e Climatização
1819 – Clément e Desormes: determinação da razào γ = CP/Cv
1820 – Dulong e Petit: medidas de calor específico de sólidos simples
1824 – Sadi Carnot: experiências com motor a vapor (a fonte de
calor, a água e o vapor, e o condensador como recipiente de calor).
Introduz o conceito de ciclo e estudou a tranformação de calor em
trabalho 1834 – Clapeyron fornece o fomalismo matemático e
geométrico da teoria das máquinas térmicas de Carnot

Clapeyron (1799 – 1864)


Refrigeração e Climatização
Teoria moderna do calor

1847 - James Joule estudou o trabalho


realizado por um gás quando se expande e o
calor gerado quando se comprime. Determinou a
quantidade de trabalho necessária para gerar
uma quantidade determinada de calor (a
equivalência entre a energia mecânica e o calor).

Posteriormente, Hirrn (1858), Rowland (1880) e Miculescu (1892)


determinam o equivalente mecânico do calor com maior precissão
Refrigeração e Climatização

Energia . Coleção
AventuranaCiência
(EditoraGlobo, 1994)
Refrigeração e Climatização
O Equivalente Mecânico do Calor

Este aparelho, feito em 1884,


assemelha-se ao modelo de roda
com pás de Joule, mas fornece um
resultado mais precisso para o
Equivalente Mecânico do Calor.

Energia. Coleção
Aventura na Ciência
(Editora Globo, 1994)
Refrigeração e Climatização
Teoria moderna do calor

1848 - William Thomson (feito Lord Kelvin por


seu trabalho no desenho da bússola) propõe uma
escala de temperatura em que a unidade de calor e
de trabalho mecânico desenvolvido fosse sempre a
mesma. Esta escala independente da substância
utilizada ou do corpo. Ele também foi um pioneiro na
engenharia elétrica e projetou o primeiro cabo
telegráfico transatlántico

O valor de 1/(273) para o coeficiente de dilatação dos gases tinha sido


encontrado por Gay-Lussac, Regnault (França) e por Magnus (Alemanha) A Lei
de Charles (1746 – 1823) prevê que, se pudéssemos de alguma forma inventar
um gás ideal para preencher um termômetro a gás, o volume aprisionado
desapareceria completamente a – 273.15 C
Refrigeração e Climatização

Teoria moderna do calor

1850 – 1865 Rudolf Clausius : formula a


relação entre o fluxo de calor e o trabalho
mecânico. Introduz o conceito de entropia
(do grego, trope , transformação).
Enunciado da segunda Lei da
Termodinâmica

O trabalho de Clausius e de Kelvin tornou claro que o calor não era


nenhum misterioso fluido mas sim uma forma de energia.
Refrigeração e Climatização

1841 – Hess: a variação da energia interna


depende somente dos estados inicial e final do
sistema.
1858 – Clausius estuda os choques
moleculares e introduz o conceito de percurso
livre médio

1859 - James C. Maxwell formula a lei de


distribuição de velocidades. Em 1871 publica a
obra The Theory of Heat, onde expõe os
fundamentos da termodinâmica.
Refrigeração e Climatização
Termodinâmica

1876 – Willard Gibbs publica sua obra


On the Equilibrium of Heterogeneous
Substances, que marca o início da
termoquímica. Introduz a regra de fases.
Estudando as transformações a volume
constante, ele introduz e a função
termodinámica G
Refrigeração e Climatização
James Watt (1736 – 1819)

Engenheiro escocés que desenvolveu a primeira


máquina a vapor eficiente. Estas máquinas
impulsionaram a Revolução Industrial. Suas
máquinas faziam uso de um tipo de engrenagem
de dentes retos, que transformava o movimento
de cima para baixo do pistão em um movimento
giratório que acionava um eixo.

Energia. Coleção Aventura na Ciência (Editora


Globo, 1994)
Refrigeração e Climatização

Energia . Coleção
AventuranaCiência
(EditoraGlobo, 1994)
Refrigeração e Climatização

História e desenvolvimento do Ar Condicionado

• Egito medieval
foram inventados os ventiladores, usados nas casas do Cairo,
estavam orientados na direção de Qibla, seguindo a orientação de
fluxo de ar da cidade.

• Década de 1600
o inventor holandês Cornelius Drebbel fez a demonstração
“transformando o verão em inverno” perante o Rei Jaime VI da Escócia.

• Em 1758
Benjamin Franklin e o britânico John Hadley conduziram uma experiência
para mostrar o princípio da evaporação como meio de arrefecer
rapidamente um objeto.
Refrigeração e Climatização

História e desenvolvimento do Ar Condicionado

• Em 1820
o cientista britânico Michael Faraday descobriu que comprimir e
liquefazer a amônia poderia resfriar o ar, quando a amônia liquefeita
fosse permitida evaporar.

• Em 1842
o médico americano John Gorrie usou tecnologia de compressor para
criar gelo, o qual usava para esfriar o ar para os pacientes do hospital.
Apesar de vazamentos e funcionamento irregular, em 1851,
foi concedida uma patente a Gorrie pela sua máquina de fazer gelo.
Refrigeração e Climatização
• Em 1902
a primeira unidade moderna de ar condicionado foi inventada por
Willis Carrier, em Buffalo, nos EUA, quando trabalhava para uma
empresa gráfica.

• Em 1906
Stuart W. Cramer, outro americano, explorou formas de adicionar
umidade ao ar na sua fábrica têxtil para tornar os materiais têxteis
mais fáceis de processar; combinou a umidade com a ventilação
para condicionar a alterar o ar das fábricas.
Esse efeito é hoje conhecido como “arrefecimento evaporativo”.
• Em 1928
Thomas Midglev Jr. criou o Freon para substituir os gases dos
condicionadores que eram tóxicos ou inflamáveis como a amônia,
clorometano e o propano que em caso de vazamento poderiam causar
acidentes fatais. O Freon é uma marca comercial pertencente a Dupont e
se aplica a qualquer refrigerante dos tipos clorofluorcarboneto (CFC),
CFC hidrogenado (HCFC) ou hidrofluorcarboneto (HFC).
Refrigeração e Climatização

Termodinâmica
As noções (recordações) que serão
apresentadas são indispensáveis ao eficaz
entendimento da disciplina Refrigeração e
Climatização, por isto devem ser observadas
para consulta quando necessárias.
Refrigeração e Climatização

Revisão de

TERMODINÂMICA

Obs.: a Termodinâmica é uma Ciência


experimental de onde se deduziram fórmulas
Matemáticas para explicar os fenômenos obtidos
Refrigeração e Climatização
MASSA, FORÇA E PESO
Os conceitos de massa e peso são muitas vezes
confundidos, contudo são grandezas físicas distintas.
A massa pode ser definida como a quantidade de matéria que constitui um corpo.

A massa padrão internacionalmente aceita é o quilograma, cujo

protótipo é o bloco de platina iridiada conservado na cidade de Sevres, França.

A aceleração é definida como a variação da velocidade na unidade e tempo.

A velocidade, no Sistema SI, é expressa em m/s e a aceleração em m/s²,

A força é definida como a grandeza capaz de imprimir uma aceleração a uma dada massa.

A 2ª lei do movimento de Newton inter-relaciona essas grandezas pela seguinte expressão:

F= m . a
Refrigeração e Climatização

No Sistema SI, podemos dizer que a unidade de força é capaz de


imprimir à unidade de massa, kg, uma aceleração de 1 m/segundo
por segundo.
Essa unidade de força é o newton (N) ou N = kg·m/s².
O peso de um corpo é uma força dita gravitacional, pois tende a
dirigir esse corpo para o centro da Terra.
Portanto, em qualquer ponto da superfície da Terra, o peso é praticamente
o mesmo, variando em apenas 0,5%.

Fora da superfície do nosso planeta, o peso poderá sofrer grandes


variações, chegando mesmo a se anular a grandes altitudes (= 380 X 10 m),
6

como vemos nas naves espaciais.

A expressão do peso de um corpo é: 𝑷 = m. g


onde: g = aceleração da gravidade, aproximadamente = 9,81 m/s²
Refrigeração e Climatização
Pressão
A pressão é definida pela física clássica como força atuando por unidade de área.
Se a força atua sobre um fluido homogêneo e estacionário, a pressão é uniforme ao longo
de todo o fluido, se for desprezada a força da gravidade que atua no fluido. A mesma pressão
é exercida sobre as paredes que contêm o fluido.

No Sistema SI, a pressão é definida por: P = F / A = N / m² = 1 pascal ou 1 Pa


.'. 1 Pa = 1 kg / ms²
Em termodinâmica só se considera a pressão absoluta, isto é, a pressão medida pelo
manômetro acrescida da pressão atmosférica ou dela diminuída, no caso de vácuo.

A medida da pressão atmosférica pode ser feita através do barômetro de Torricelli (1643), que
consiste no seguinte (Fig. 1.3):
mergulha-se em uma cuba contendo mercúrio um tubo de vidro, aberto em uma das extremida-
des e cheio também de mercúrio.

A coluna de mercúrio se fixará em h = 760 mm de altura desde que a temperatura seja de o ºC


e a aceleração da gravidade local seja g = 9,80665 m/s²
(ao nível do mar e latitude 45º N).
Refrigeração e Climatização

Então :
1 atm = 760 mm de Hg ou 13.596 kg/m³ x 9,80665 m/s² x 0,76 m = 101.325 kg/m³ 

 1.013 x 105 Pa

Se, em vez de mercúrio, tivéssemos um tubo cheio d'água, a coluna d'água subiria
para uma altura de 10,33 m, pelo fato de o peso específico da água ser de 103 kg/m³,
ou seja:

1.000 kg/m³ x 9,81 m/s² x 10,33 m = 1,013 X 105 Pa


Refrigeração e Climatização

1 N/m2 = 1 Pa

103 Pa = 1 kPa

105 Pa = 10² kPa = 1 bar

106 = 1Mpa = 10 bar

101.325 Pa= 1 atm  10,33 m col. dágua


Refrigeração e Climatização

Outros tipos de medidores de pressão são os manômetros, que podem ser


construídos de um tubo em "U", conforme se vê na Fig. 1.4, também cheio de
mercúrio numa extremidade e na outra ligado ao fluido cuja pressão se deseja
medir.
A força exercida pelo fluido é equilibrada
pelo peso da coluna de mercúrio:

F= xV= xAxZ

Então a pressão P será:


P= x Z
onde:
P = pressão em Pa;
 = peso específico em N/m3;

Z = diferença de altura da coluna de


mercúrio em m.
Refrigeração e Climatização

Quando a pressão do fluido a ser medida é positiva,


soma-se a pressão
atmosférica para se ter a pressão absoluta;
quando é negativa (vácuo),
diminui-se da pressão atmosférica.
Refrigeração e Climatização

Exemplo 1.3:
O vácuo medido no evaporador de um sistema de refrigeração é de 200
mm de mercúrio. Determinar a pressão absoluta em pascal, para uma
pressão barométrica de 750 mm de Hg.
Solução:
Desprezando a temperatura do mercúrio, consideremos a sua densidade a
O°C:
 = 13.596 kg/m³ (Peso específico do Hg)

= 𝐅
𝐕
=
𝐦
𝐕
.𝐠 = 𝟏𝟑. 𝟓𝟗𝟔
𝐤𝐠
𝐦𝟑
𝐱 𝟗, 𝟖𝟏
𝐦
𝐬𝟐
= 𝟏𝟑𝟑. 𝟑𝟕𝟔, 𝟕𝟔
𝐤𝐠
𝐦𝟐
. 𝐬²

como N = kg.m/s²   = 133.376,76 N / m³


Refrigeração e Climatização

como para o vácuo : Z = Pabs = 750 -200 = 550 mm de Hg ou 0,55 mm de Hg

aplicando em P =  . Z :

P = 133.376,76 N/m³ x 0,55 m = 73.357,2 N / m² = 73.357,2 Pa

em atmosferas :

1 atm = 101.305 Pa

então P = 73.357,2 / 101.325 = 0,723 atm


Refrigeração e Climatização
Temperatura
O sentido do tato constitui a maneira mais simples de se distinguir se um
corpo é mais quente ou mais frio.

Temos um "sentido de temperatura" capaz de nos dizer que o corpo A está


mais quente que B, o corpo B está mais quente que C etc.

Esse sentido, todavia, é muito subjetivo e depende da referência, o que pode


induzir a erros grosseiros.

Se mergulharmos uma das mãos em água quente e a outra em água fria e


depois segurarmos um corpo menos aquecido com a mão que estava na
água fria, esse corpo parecerá muito mais quente do que com a mão que
estava na água quente, pois os referenciais de temperatura são diferentes.
Refrigeração e Climatização

Agora imaginemos um objeto A que parece frio em contato com a mão e


outro objeto B, idêntico, que nos parece quente.
Coloquemos os dois em contato um com o outro e no fim de algum tempo
reparamos que os dois dão a mesma sensação de temperatura; estão em
equilíbrio térmico.
A fim de tomar a nossa experiência mais precisa, usemos um terceiro
objeto C, por exemplo, um termômetro.
Coloquemos o termômetro em contato com o objeto A, lendo a temperatura
registrada.
Depois o coloquemos em contato com o objeto B e verificamos que
foi registrada a mesma temperatura. Isso permite enunciar a "lei zero" da
termodinâmica:
"Quando dois corpos A e B estão em equilíbrio térmico com um terceiro
corpo C, eles estão em equilíbrio térmico entre si."
Refrigeração e Climatização
Então pode-se dizer que a temperatura, que é uma grandeza escalar,
é uma variável termodinâmica.
Se dois sistemas estão em equilíbrio termodinâmico, pode-se afirmar que
as suas temperaturas são iguais.
Há diversas grandezas físicas que podem ser usadas como medida de
temperatura, entre elas o volume de um líquido, o comprimento de uma
barra, a resistência elétrica de um fio etc.
Qualquer dessas grandezas pode ser usada para se fabricar um
termômetro e, de acordo com a grandeza escolhida, a propriedade
térmica mais adequada.
Assim podemos usar o mercúrio para baixas temperaturas, pois este
elemento tem a propriedade de se dilatar proporcionalmente à quantidade
de calor recebida.
Para temperaturas elevadas, pode-se usar um par termoelétrico ou a
dilatação de uma barra.
Refrigeração e Climatização
Portanto houve necessidade de se tomar uma referência, o mesmo ponto fixo
para todas as escalas termométricas, ou seja, todos os termômetros devem
fornecer a mesma temperatura T.
Esse ponto fixo foi escolhido a partir da água, ou seja, um ponto em que o
gelo, a água líquida e o vapor d'água coexistam em equilíbrio: é o "ponto
triplo" da água.
Esse ponto triplo da água só pode ser conseguido para uma mesma
pressão; a pressão do vapor d'água no ponto triplo é de 4,58 mm de mercúrio.
A temperatura desse ponto fixo foi estabelecida como padrão, ou seja, 273,16
graus Kelvin e mais tarde simplificada como Kelvin (K).

Então temos a definição de Kelvin: "Kelvin, unidade de temperatura


termodinâmica, é a fração 1/273,16 da temperatura do ponto triplo da água."
Essa unidade foi adotada na 10ª Conferência Geral de Pesos e Medidas (1954),
em Paris.
Refrigeração e Climatização
Como comparação tomemos algumas temperaturas em Kelvin, para vários
corpos e fenômenos, extraídas da publicação
Scientific American de setembro de 1954:
Refrigeração e Climatização

Escalas termométricas
As duas escalas termométricas usuais são a centígrada, inventada em
1742 pelo sueco Celsius, e a Fahrenheit, definida a partir da escala Kelvin,
que é a escala científica fundamental.

Na escala Celsius, a temperatura t é obtida pela equação:


T = t + 273,16
T = temperatura Kelvin (K)

t = temperatura Celsius em graus centígrados (ºC)

Na escala Fahrenheit, usada pelos países de língua inglesa (exceto a


Grã-Bretanha), a relação para a escala centígrada é a seguinte:
Refrigeração e Climatização

A equivalência entre as
escalas Kelvin,
centígrada e Fahrenheit
pode ser compreendida
na Fig. 1.6.
Nessa figura vemos que
o ponto tríplice da água
é igual a 273,16 K, por
definição.

Experimentalmente verifica-se que o gelo e a água saturada com o ar


estão em equilíbrio a 0,00°C e a temperatura de equilíbrio entre a água
e o vapor dágua, à pressão de 1 atm, denominado ponto de vapor, é
de 100°C.
Refrigeração e Climatização
Refrigeração e Climatização

Outras propriedades termodinâmicas


Outras propriedades termodinâmicas cujos conceitos são também
importantes para a definição de certos fenômenos.

1 - Volume específico é definido como volume por unidade de massa:

v=V/m

onde:
v = volume específico;
V = volume total;
m = massa.

Em unidades SI : v em m³ / kg
V em m³
m em kg
Refrigeração e Climatização
2 - Densidade é definida como massa por unidade de volume:

 =m/V  v=V/m   =1/v

Em unidades SI:
 em kg / m³

3 - Peso específico é definido como o peso por unidade de volume:

𝑤
ഥ =P/V

Em unidades SI: 𝑤
ഥ em kg / m³ (P em kg  peso)
Refrigeração e Climatização
Calor
Já vimos que, se colocarmos dois corpos de diferentes temperaturas em
contato, o corpo mais quente diminui a sua temperatura e o corpo mais
frio a aumenta, havendo uma temperatura de equilíbrio térmico (lei zero).

Até o início do século XIX, havia entre os cientistas o conceito de que


uma substância, o "calórico", passava do corpo mais quente para o
corpo mais frio.

Esse conceito satisfazia as experiências da época, mas não sobreviveu


às experiências mais avançadas, ficando plenamente aceito pela ciência
que não existe uma substância e sim uma "energia" que se transmite do
corpo mais quente para o corpo mais frio, por diferença de temperatura.
Refrigeração e Climatização

Essa energia, que é aceita como “calor”, não se transmite apenas entre os dois corpos, mas
também às vizinhanças.

Esses fenômenos passaram despercebidos pelos cientistas mais antigos, inclusive Galileu e
Newton, e só por volta de 1830 o francês Sadi Carnot (1796-1832) revelou o "princípio da
conservação de energia", desenvolvido mais tarde por Mayer (1814-1878), Joule (1818-1889),
Helmholtz (1821-1894) e outros.

Joule demonstrou experimentalmente que há uma equivalência entre trabalho mecânico e


calor, como duas formas de energia, e Helmholtz generalizou que não só o calor e a energia
mecânica são equivalentes, mas todas as formas de energia são equivalentes e que
nenhuma delas pode desaparecer sem que igual energia apareça sob outra forma em algum
lugar.
Refrigeração e Climatização
Joule fez uma Num ciclo de operações,
montagem Joule observou que havia
experimental para uma elevação t de tempe-
medir o ratura da água, a mesma
equivalente elevação como se
mecânico do transferíssemos energia,
calor. sob a forma de calor, ao
sistema.
Essa montagem
(Fig. 1.7) constou Essa elevação de
de dois pesos que temperatura, multiplicada
transmitiam a sua pela massa m e pelo calor
energia mecânica específico, dará a
a um tambor fixo e quantidade de calor
um eixo com incorporada ao sistema:
palhetas, imersas
em água com Q = m.c.t
massa m.
Refrigeração e Climatização

Medindo a energia mecânica e a elevação de temperatura, conclui-se que :

1 kcal = 4.186 joules ou 1 kcal = 4,186 kJ


ou seja,

4.186 joules de energia mecânica inteiramente convertida em energia


calorífica gerarão 1 kcal, isto é, aumentarão a temperatura de 1 quilograma
de água de 14,5 ºC para 15,5 ºC.

Em unidades do sistema inglês, temos

1 BTU = 252 cal = 777,9 libras-pés

No Sistema SI, a unidade de energia é o joule:

J = 1 N x m = 1 kg m² / s²
Refrigeração e Climatização

Medindo a energia mecânica e a elevação de temperatura, conclui-se que :

1 kcal = 4.186 joules ou 1 kcal = 4,186 kJ


ou seja,

4.186 joules de energia mecânica inteiramente convertida em energia


calorífica gerarão 1 kcal, isto é, aumentarão a temperatura de 1 quilograma
de água de 14,5 ºC para 15,5 ºC.

Em unidades do sistema inglês, temos

1 BTU = 252 cal = 777,9 libras-pés

No Sistema SI, a unidade de energia é o joule:

J = 1 N x m = 1 kg m² / s²
Refrigeração e Climatização

Assim temos a definição de quilocaloria:

"Quilocaloria é a quantidade de calor necessária para elevar a temperatura


de 1 quilograma de água de 14,5°C para 15,5°C."

Em unidades do sistema inglês, pode ser definida do seguinte modo:

1 BTU ( British Thermal Unit = unidade térmica britânica) é a quantidade


de calor necessária para elevar a temperatura de 1 Iibra-massa de água de
63°F para 64°F

Resumindo:

1 kcal = 1.000 cal = 3,968 BTU = 4,186 joules


Refrigeração e Climatização

O AR CONDICIONADO EM SUA RESIDÊNCIA


ESTA DIMENSIONADO CORRETAMENTE ?
Refrigeração e Climatização

OBRIGADO
O que DEUS preparou para os que o amam é algo
que os olhos jamais viram, nem os ouvidos
ouviram e coração algum jamais pressentiu.
Extraído da carta de São Paulo aos Coríntios

Compromisso deste professor:


- Minhas disciplinas ministradas tem garantia de qualidade e de assistência técnica pós-conclusão de 1(um) ano.
- Dúvidas para o Email: elcioalmeida2005@gmail.com – Whatsapp= 81-981367142