Você está na página 1de 13

Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

1
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

Sumário

.......................................................................................................................................................1
Sumário ..........................................................................................................................................2
30 dicas Infalíveis para ser um ótimo Técnico em Segurança do Trabalho........................................3
A Segurança do Trabalho é uma atividade pautada na lei. Mas a lei é fria........................................3
1. Conheça a empresa onde trabalha ..........................................................................................4
2. Analise a documentação de segurança do trabalho .................................................................5
3. Identifique suscetibilidades quanto à segurança em cada setor ...............................................5
1. Encontre o nicho do Técnico em Segurança do Trabalho .........................................................5
2. Respeite a hierarquia da empresa ...........................................................................................6
3. Aproxime-se dos funcionários .................................................................................................6
4. Aproxime-se, especialmente, da CIPA ......................................................................................6
5. Construa um bom relacionamento com encarregados e supervisores......................................7
6. Fale sobre Segurança do Trabalho com seriedade ...................................................................7
7. Seja proativo ...........................................................................................................................7
8. Mantenha a empresa informada sobre questões de segurança ...............................................7
9. Mantenha os funcionários informados sobre questões de segurança ......................................8
10. Formalize suas comunicações ..............................................................................................8
11. Adote uma rotina de segurança com um checklist ...............................................................9
12. Elabore um cronograma de suas atividades no mês .............................................................9
13. Evite vínculos com a experiência de outro no cargo .............................................................9
14. Seja detalhista com situações ou eventos de risco ...............................................................9
15. Mantenha-se organizado ................................................................................................... 10
16. Tenha intimidade com a Língua Portuguesa ....................................................................... 10
17. Domine um editor de textos (do tipo Word) ...................................................................... 10
18. Domine uma planilha eletrônica (do tipo Excel) ................................................................. 11
19. Domine um aplicativo de apresentação de slides (do tipo PowerPoint) .............................. 11
20. Mantenha-se atualizado e capacitado em Segurança do Trabalho ..................................... 11
21. Exercite a tolerância .......................................................................................................... 11
22. Conheça o Código de Ética do Técnico em Segurança do Trabalho ..................................... 12
23. Elabore pequenas palestras sobre segurança ..................................................................... 12
24. Produza uma série de cartilhas digitais .............................................................................. 12
25. Digitalize o jornal interno da segurança ............................................................................. 12
26. Tenha consciência da importância de seu trabalho ............................................................ 12
27. Construa uma rede profissional ......................................................................................... 13

2
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

30 dicas Infalíveis para ser um ótimo Técnico em Segurança do


Trabalho

A Segurança do Trabalho é uma atividade pautada na lei. Mas a lei é fria.

Você, como Técnico em Segurança deverá constituir-se nos olhos dessa Lei e na cabeça
pensante das normas de segurança dentro do segmento em que atua.
Portanto, deverá conhecer muito bem as previsões da legislação brasileira nessa área. E
manter-se sempre atualizado.
No entanto, junto com esse conhecimento da lei, deverá, também, aprimorar-se no exercício
da razão e do bom senso.
Amigo Técnico, preste muita atenção nesse trio e, pode apostar, ele é imbatível: a lei, a razão
e o bom senso! Ande perto dele. Torne-se seu amigo íntimo. E, no
final das contas, fique conhecido por essa amizade.
A vida do Técnico em Segurança do Trabalho não é fácil. Mas a lei
lhe dará o suporte para seus posicionamentos; a razão o manterá
no rumo certo ajudando-o a tomar decisões corretas; e o bom
senso lhe dará o equilíbrio necessário para não se transformar no
“chato de plantão”.
Um ótimo profissional nessa área conhece com detalhes a empresa
onde trabalha e se relaciona com todos. Constrói, dessa forma, uma rede dentro da própria
empresa. Através dessa rede, ele escuta, vê e discute soluções para as questões de segurança
que se apresentam. É assim que aponta caminhos e viabiliza soluções na área de segurança
do trabalho.
Esse profissional se dedica, entre tantas atividades, a analisar toda a documentação
relacionada direta ou indiretamente com a segurança. Assim, mantem a empresa alerta para
as necessárias adequações.
Respeitando a hierarquia da empresa, o Técnico em Segurança do Trabalho se aproxima de
todos os funcionários e facilita as coisas para os cipeiros. Passa a ser o seu assessor técnico.

3
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

Exercitando a tolerância e a paciência, orienta os funcionários nos caminhos da prevenção.


Para isso, prepara dicas de segurança, promove reuniões e palestras, elabora cartilhas,
estimula o jornal interno da segurança. Respira prevenção e contagia os colegas.
Para tanto, não pode prescindir da organização e do planejamento. E, assim, define metas e
as persegue em sua rotina diária.
No desempenho de suas atribuições, encontra determinados aspectos com os quais não
possui muita intimidade. Percebe, então, que necessita atualizar-se. É quando busca o
aprimoramento para sua formação, capacitando-se permanentemente. Por esse motivo,
visita feiras técnicas, participa de encontros e jornadas de segurança do trabalho e outros
tantos.
Finalmente, sabedor da importância da experiência, juntamente com outros Técnicos, de
outras empresas, forma uma rede de profissionais que se completam, sobretudo, com a troca
de experiências entre si. Nem sempre é necessário inventar a roda. Alguém, em algum lugar,
já fez isso. Não é mesmo?
Eis o caminho. Eis a jornada. E, para chegar lá, para facilitar essa caminhada, amigo Técnico,
aqui estão 30 dicas para ser um ótimo Técnico em Segurança do Trabalho. Mãos à obra!

1. Conheça a empresa onde trabalha

A primeira atenção do Técnico em Segurança é conhecer a empresa onde trabalha. Isso


significa conhecer os produtos e serviços que ela coloca no mercado e o fluxo completo de
sua produção.
Você deve ter uma visão ampla e completa da empresa para, em seguida, conhecer cada setor.
Primeiro o todo e depois as partes.
Entenda a participação de cada setor no resultado final. Isso lhe permitirá, mais tarde, graduar
seus esforços fazendo uso da lei, da razão e do bom senso. Lembra?

4
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

2. Analise a documentação de segurança do trabalho

Um dos aspectos mostrados anteriormente foi a importância das previsões da lei para o
exercício efetivo das medidas de segurança do trabalho na empresa. Existem inúmeras
normas prescrevendo obrigações de fazer, por
parte da empresa.
Por essa razão, é de elaboração obrigatória ou
de sua utilização uma série de documentos
próprios desse segmento ou a ele diretamente
relacionados. Toda essa documentação deve
ser conhecida e analisada pelo Técnico em
Segurança do Trabalho. Dentre as principais,
estão as seguintes:
 Ordem de serviço
 Livro de inspeção do Ministério do Trabalho
 Registro do SESMT
 Registro de entrega de EPI
 ASO
 PCMSO
 PPRA
 Inventário de máquinas e equipamentos
 Análise ergonômica do trabalho
 FISPQ
 Matriz de treinamento
 Programas diversos (quando pertinentes): PCMAT, PCA, PPR etc.

3. Identifique suscetibilidades quanto à segurança em cada setor

Atenção! Aqui é só uma identificação, isto é, um diagnóstico primário que você está fazendo
para você mesmo. Ainda não é o tratamento.
Você já observou a empresa como um todo e cada parte. Agora, está percebendo os pontos
frágeis de cada setor com referência à segurança.
Você não irá divulgar o que vê, ou criticar, ou apontar o dedo para o que perceber que está
errado. Você está identificando suscetibilidades, pontos de fragilidade da empresa no tocante
à segurança do trabalho. É um diagnóstico seu. Combinado?

4. Encontre o nicho do Técnico em Segurança do Trabalho

O principal nicho de atuação do Técnico em Segurança do Trabalho é aquele formado pelo


conjunto de suscetibilidades que você diagnosticou mais o espaço que a empresa concede a
esse profissional.

5
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

A realidade da empresa aponta uma demanda naqueles pontos de fragilidade que você
identificou. Ali você planejará, junto com os gestores da empresa, as ações necessárias.

5. Respeite a hierarquia da empresa

Trata-se mais de um princípio pessoal, mas que precisa ser adotado pelo Técnico. Ocorre que
esse profissional tem uma certa autonomia e autoridade no âmbito de suas atribuições,
sobretudo com relação aos funcionários.
Portanto, é sábio seguir tal princípio quando se pensa em ser um ótimo Técnico em Segurança
do Trabalho. A capacidade de trânsito ascendente e descente na hierarquia da empresa deve
caracterizar o seu desempenho.

6. Aproxime-se dos funcionários

A essência da Segurança do Trabalho é a


prevenção. E prevenção é resultado da
educação. Aproxime-se dos colegas. Seja
você o orientador das medidas
preventivas adequadas antes de ser o
fiscal das ações corretivas dos erros.
Mostre caminhos alternativos que se
afastam dos riscos desnecessários que
você identificou.
Faça amigos com o seu trabalho.

7. Aproxime-se, especialmente, da CIPA

Manter um permanente relacionamento com a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes


(CIPA) é uma das atribuições dos componentes do Serviço Especializado em Engenharia de
Segurança e Medicina do Trabalho
(SESMT).
Mais do que simplesmente cumprir as
previsões da legislação, o Técnico de
Segurança deve adotar uma postura de
aproximação para parceria.
Você, caro Técnico, deve ser um suporte,
uma orientação para os membros da CIPA.
E será, também, a força que ela precisa.

6
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

8. Construa um bom relacionamento com encarregados e


supervisores

Conhecidas as áreas da empresa, aproxime-se das lideranças de cada uma, dos encarregados
de equipe, dos supervisores. Construa com eles um bom relacionamento que permita trocar
ideias sobre a segurança em seus setores.
Procure fazer com que tragam para você aspectos que observaram nas suas respectivas áreas.
Ouça-os e leve em consideração suas ponderações ao construir suas próprias linhas de ação.

9. Fale sobre Segurança do Trabalho com seriedade

Sempre que abordar o tema, faça-o com profissionalismo. Trate com seriedade os assuntos
relacionados à Segurança do Trabalho, de modo a desenvolver nos demais a mesma forma de
abordagem a sério.
Sua postura de levar o assunto a sério é que vai importar. Não o fato de ser um ranzinza. Você
ser um sujeito muito alegre. A seriedade na abordagem profissional é que vai contar.
Afinal, prevenção é assunto muito sério!

10. Seja proativo

Quanto mais relacionamentos positivos você construir, mais facilmente encontrará espaço
para sua própria proatividade. Então, antecipe-se às ocorrências. É da natureza do perfil do
Técnico de Segurança do Trabalho ser proativo. Simplesmente dê vazão.

11. Mantenha a empresa informada sobre questões de


segurança

Trata-se, mesmo, de atribuição do


Técnico de Segurança, segundo a
Portaria Nº 3.275/1989: “informar
o empregador, através de parecer
técnico, sobre os riscos existentes
nos ambientes de trabalho, bem
como orientá-los sobre as medidas
de eliminação e neutralização”.
Mas tome o cuidado de fazê-lo
como profissional proativo; nunca
como denunciante. Como alguém
que busca solução, e não crítica.
O Técnico em Segurança é um prevencionista, e não um algoz.

7
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

12. Mantenha os funcionários informados sobre questões de


segurança

Da mesma forma, a referida Portaria assim prescreve como atribuição do Técnico: “informar
os trabalhadores sobre os riscos da sua atividade, bem como as medidas de eliminação e
neutralização”.
Também aqui, procure dividir com os colegas da empresa suas observações e cuidados
preventivos que vislumbrar, sem manifestações dramáticas.

13. Formalize suas comunicações

Quando informar, quando alertar, quando apontar demandas na área


de segurança, faça-o formalmente. Não dê o assunto por encerrado
porque “já falou...”
A experiência já demonstrou que a informalidade na Segurança do
Trabalho é superficial e desaparece com muita facilidade.
Portanto, caro Técnico, registre a sua informação, seja em memorando, comunicação interna
(CI), e-mail ou outro meio qualquer disponível. Pode acreditar: mais tarde você vai precisar
disso.

8
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

14. Adote uma rotina de segurança com um checklist

Conhecidos os diversos setores da empresa, adote uma rotina de segurança construindo um


checklist com os diversos aspectos envolvidos.
Dessa forma, os locais, materiais e equipamentos poderão ser
checados e atualizados em tempo. Melhor, ainda, você não será
pego de surpresa com alguma validade vencida ou uma
manutenção não providenciada.

15. Elabore um cronograma de suas atividades no mês

Esse cronograma incorporará suas rotinas, assim como demarcará local e tempo de outras
atividades pontuais ou sem periodicidade definida. Mantenha-o acessível rapidamente para
você.
Programar-se permanentemente é imprescindível para quem trabalha com prevenção. Um
cronograma facilita, também, o trabalho com metas e a utilização de indicadores.

16. Evite vínculos com a experiência de outro no cargo

Um erro de estratégia que deve ser evitado: fazer referências aos Técnicos anteriores a você,
na empresa, quando observada alguma irregularidade ou falha.
Deixe de fora de seus comentários e observações os seus antecessores no cargo. Você não
precisa das falhas dos outros, mas apenas dos seus acertos.

17. Seja detalhista com situações ou eventos de risco

Circunstâncias ou eventos de risco devem sempre ser abordados em detalhes. A prevenção


não deve deixar margem para a exceção.
Nas suas apreciações, leve em consideração os detalhes de risco. É neles que residem os
acidentes, justamente porque são negligenciados.

9
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

18. Mantenha-se organizado

A organização de seu ambiente de trabalho e na sua atuação provoca boas impressões. Porém,
muito mais que uma boa imagem, lhe permite uma adequada gestão de suas tarefas, das
rotinas em checklist e do cumprimento de seu cronograma.
Aliás, não dá para falar em prevenção em um ambiente desorganizado, não é mesmo?

19. Tenha intimidade com a Língua Portuguesa

O Técnico de Segurança, constantemente, deverá falar


para seus colegas, ministrar um curso, assim como escrever
memorandos, artigos, apostilas.
Desse modo, se ainda não tem um bom domínio do
vernáculo (a Língua falada), procure praticar lendo muito e
experimentando novas palavras todos os dias. Leve isso
muito a sério.
Não confunda com falar empolado, “falar difícil”. Não é
isso!
Pessoas que tem um bom vocabulário e que fazem um bom
uso da língua falada, conseguem se comunicar muito mais facilmente. A mensagem facilmente
entendida é muito melhor recebida pela mente de quem ouve.

20. Domine um editor de textos (do tipo Word)

A facilidade para digitação em um editor de texto como o Word é matéria básica. É como ler,
escrever ou fazer contas.
Se você, por acaso, não tem intimidade com ele, é hora de aprender. Mão à obra!

10
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

21. Domine uma planilha eletrônica (do tipo Excel)

A planilha eletrônica é muito útil em diversas situações, mas sobretudo, quando se trabalha
com indicadores, como absenteísmo, número de acidentes ocorridos, número de acidentes
fatais etc.
Também é inigualável para a elaboração de gráficos que permitem visualizar muito bem os
resultados tabulados. E se você ainda não domina planilhas eletrônicas, também vale o
esforço para aprender. Mão à obra, mais uma vez!

22. Domine um aplicativo de apresentação de slides (do tipo


PowerPoint)

A apresentação de slides é um dos melhores instrumentos para uma palestra. Você deveria
desenvolver uma intimidade com esse aplicativo.
É muito útil para quando você for instruir e mostrar alguns aspectos de segurança do trabalho
para os funcionários ou para os executivos da empresa. Além de permitir ilustrar muito bem
o que você estiver falando, também demonstra profissionalismo na abordagem.

23. Mantenha-se atualizado e capacitado em Segurança do


Trabalho

Novos Equipamentos de Proteção Individual, novos aparelhos medidores, nova legislação... A


área em Segurança do Trabalho se renova permanentemente e muito rapidamente.
Se o Técnico não se atualiza, vai ficar aquém das expectativas.
Por outro lado, aprender novas técnicas e aperfeiçoar-se como profissional é essencial para o
seu crescimento no segmento. Faça cursos relacionados à sua atividade, participe de
encontros técnicos, vá a feiras de segurança do trabalho. Capacite-se sempre!

24. Exercite a tolerância

Pode parecer conselho piegas, mas não é! Uma das responsabilidades do Técnico em
Segurança do Trabalho é educar os funcionários para a prática da prevenção. E todo processo
educativo requer tolerância com as limitações daqueles que estão aprendendo.
Não significa conivência, nem nada parecido. Mas sim, a paciência e o cuidado devido com a
dificuldade que alguns apresentam no processo de aprendizado.
Amigo Técnico, exercite a tolerância e seu alcance sobre os funcionários aumentará muito. Há
uma reciprocidade inconsciente nesse meio.

11
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

25. Conheça o Código de Ética do Técnico em Segurança do


Trabalho

Trata-se do Código de Ética da categoria, elaborado pela Federação Nacional dos Técnicos de
Segurança do Trabalho. (É assim mesmo no nome da Federação: Técnicos de Segurança, ao
invés de Técnicos em Segurança).
Se a sua empresa tiver um código de ética, conheça-o, também. Procure por ele. Os códigos
de ética costumam ser desconhecidos dos funcionários.

26. Elabore pequenas palestras sobre segurança

Habitue-se a apresentar palestras curtas e objetivas, elaboradas por você mesmo.


Quando identificar situações de risco que podem ser melhoradas, por exemplo, tome algumas
imagens da situação e elabore propostas de correção ou de adequação. Prepare uma
sequência de slides e apresente-a para os envolvidos.
Pode ser em uma sala de reunião, em volta da mesa, quando forem poucos os envolvidos. Isso
dá um toque de profissionalismo no seu desempenho.

27. Produza uma série de cartilhas digitais

Elabore e produza pequenas cartilhas digitais, a princípio, em uma série tratando, de cada vez,
de temas ligados à atividade da empresa. Torne essas cartilhas disponíveis para os
funcionários interessados, e também acessíveis a toda a empresa.

28. Digitalize o jornal interno da segurança

Se a empresa ainda não tem um jornal interno de segurança, crie um e disponibilize também
na forma digital. Garanta que todos os e-mails recebam a publicação.

29. Tenha consciência da importância de seu trabalho

Quando trabalhamos conscientes da importância de nossa atividade, repassamos isso mais


facilmente.
Se você tiver um forte espírito prevencionista e operar consciente da importância disso, seu
trabalho de implantar o espírito da prevenção na empresa será muito mais eficiente.

12
Curso Completo e Avançado de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) Clique Aqui

30. Construa uma rede profissional

Mantenha-se em contato com outros profissionais como você. Isso é extremamente


gratificante, pois divide experiências, aponta eventos técnicos de interesse comum, promove
a integração dos profissionais etc.
Uma rede assim viabiliza alcançar soluções para questões que você pode estar enfrentando,
mas que outros já resolveram.
Bom, amigo Técnico em Segurança do Trabalho, ninguém disse que seria fácil.
A receita está aí. Vá lá e faça seu bolo. E esteja seguro de que vai ser um sucesso!
Gostou? Então deixe seu comentário.

Se você quiser se aprofundar mais sobre Segurança do Trabalho e poder realizar um excelente
trabalho em sua empresa.
Ninguém Melhor do que um auditor fiscal para te ajudar, o curso
completo e avançado de SST do Aldair Lazzarotto Auditor-Fiscal do
Trabalho apresenta de forma didática e objetiva os principais
conteúdos na área de SST.
E apesar de ele ser um curso com foco principal em concursos de
Auditor-Fiscal do Trabalho, ele é uma ótima ferramenta para quem
é Técnico em Segurança do Trabalho e pretende prestar concurso
para essa área, ou até mesmo aprender mais e melhorar o seu desempenho em sua empresa,
Com aulas objetivas e completas, pra você sair na frente dos demais candidatos.
Se quiser saber mais sobre o curso Clique Aqui

13