Você está na página 1de 22

O jornal do Brasil

Rio de Janeiro • Sexta-feira • 27 de abril de 2018 FUN DADO EM 9 DE ABRIL DE 1891 Ano 127 • nº 62 • www.jb.com.br • R$ 5,00

Divulgação

Cinema: ‘Vingadores: Guerra infinita’, megaprodução mais aguardada do ano, vem carregada na adrenalina no embate entre
PROGRAMA o assustador Thanos e a força-tarefa de super-heróis, como Capitão América, Pantera Negra e Hulk . Caderno B, págs. 1, 4 e 5

LAVA JATO

Moro desafia STF


Juiz de Curitiba afirma que não houve ordem para enviar processo para SP
Em ação que surpreendeu a defesa do ex-presidente Lula, o juiz federal Sérgio jurisdição. Explicou que a investigação penal começou “muito antes” dos de-
Moro, da 13ª Vara de Curitiba, resolveu não acatar a decisão da 2ª Turma do poimentos dos executivos da Odebrecht e há outras provas, além das delações”.
STF que retirou trechos das delações da Odebrecht nos processos do sítio de Cristiano Zanin, advogado de Lula, reagiu ao despacho de Moro. “A rigor, essas
Atibaia contra o ex-presidente Lula. Ele entendeu que não houve “determinação decisões mostram que o juiz de primeiro grau pretende abrir um incidente pro-
expressa” do Supremo para que abrisse mão de sua competência e transferis- cessual para decidir se o Supremo agiu corretamente, o que é incompatível com
se os autos do processo contra Lula para a Justiça Federal de São Paulo. Em a hierarquia judiciária”. Em sua opinião, Moro está desafiando o STF e não cabe
despacho publicado, ontem, Moro determinou a continuidade da ação em sua ao juiz analisar qualquer decisão da Suprema Corte, mas sim cumpri-la. Pág. 3

COLUNISTAS UM PASSO PARA A PAZ


Chacinas dobraram
Korea Summit Press Pool / AFP com a intervenção
Tereza Cruvinel
federal no Rio
Briga judicial Relatório divulgado ontem pelo Cen-
para Lula con- tro de Estudos de Segurança e Cidada-
correr vai até nia (CESeC) revela que foram registra-
as vésperas do das 12 chacinas com 52 vítimas nos dois
pleito. Pág. 2 primeiros meses de intervenção federal
no Rio. No mesmo período, em 2017,
Informe JB foram seis casos com 27 mortes. Pág. 5

Debates científicos ocuparão 500


botequins em 56 cidades Pág. 6
Bradesco repete
lucros explosivos
Renato M. Prado
O que não falta é garra ao Vasco. Ontem,
do Santander
arrancou um empate improvável. Pág.16 O Bradesco lucrou R$ 5,1 bilhões no
primeiro trimestre, com aumento de
9,8% em 12 meses. Ontem, o governo
Hildegard Angel O líder norte-coreano Kim Jong-un cruza a fronteira e se encontra com o
limitou os juros abusivos cobrados no
crédito rotativo dos cartões. Segundo
A gafieira Estudantina vai reabrir presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, iniciando encontro histórico. “Uma o Banco Central, os juros subiram em
em maio. Caderno B, pág. 3 nova etapa começa agora - na era da paz”, escreveu Jong-un. Pág. 14 março para 334,5% ao ano. Págs. 11 e 12

IPANEMA, 124 ANOS


Fotos de José Peres

Bairro emblemático do Rio, Ipanema festejou 124 anos


em meio a contrastes. No jogo de altinho na areia, o deslumbrante
cenário de um dia sol na praia, em frente à Joana Angélica. Na esquina
de Prudente de Morais e Paul Redfern, o retrato da crise que fechou
inúmeras lojas em pontos tradicionais. Pág. 10
2 • Conheça nosso site www.jb.com.br Política Sexta-feira, 27 de abril de 2018

COISAS DA POLÍTICA
Bancada do PSB dá
apoio a Barbosa
Em manifesto, 24 dos 26 deputados federais elogiam o ex-ministro do STF
EDLA LULA Fellipe Sampaio/STF

edla.lula@jb.com.br

Tereza Cruvinel
tereza.cruvinel@jb.com.br Um dos maiores entusiastas da
candidatura do ex-presidente do Su-
Até o último round premo Tribunal Federal, Joaquim
Barbosa, à Presidência da República,
o líder do PSB na Câmara, Julio Del-
É exagerado o nervosismo dos procuradores da gado (MG), leu ontem, da Tribuna,
Lava Jato e seus arqueiros com a decisão da Segun- um manifesto assinado por 24 dos 26
da Turma do STF, de enviar para São Paulo, e não deputados da bancada enaltecendo as
para o juiz Sergio Moro, as delações da Odebrecht qualidades morais e políticas de Joa-
relacionadas com outros dois inquéritos contra o quim Barbosa.
ex-presidente Lula. Sua defesa não perdeu tempo e O jurista assinou a filiação ao par-
pediu a remessa à Justiça paulista dos processos que tido no dia 6 de abril, mas ainda não
tratam do sítio de Atibaia e da compra inconcluída, oficializou a sua candidatura. Tem
pela construtora, de terreno que abrigaria o Insti- dito que está amadurecendo a ideia.
tuto Lula. Moro negou. Afinal, o acórdão nem foi Embora a nota afirme claramente
publicado. “nós, deputados federais do PSB, de-
As implicações da decisão ainda não são com- fendemos e apoiamos a candidatura
pletamente conhecidas, a Lava Jato não acabará por de Joaquim Barbosa à Presidência do
isso e é precipitado concluir que daí possa derivar a Brasil”, Delgado nega que o manifes-
anulação do processo do tríplex, pelo qual Lula foi to tivesse a intenção de pressionar o
condenado e preso. Certo é que a guerrilha judicial Barbosa em sua decisão. “A ideia des-
para garantir a candidatura dele levará a indefinição te manifesto surgiu desde o momen- Joaquim Barbosa filiou-se ao PSB, mas ainda não confirmou sua candidatura
às vésperas do primeiro turno. to da filiação. Mas as circunstâncias


A decisão da Segunda Turma está em sintonia não permitiram que fosse publicado,
com decisão do STF, de 2015, que foi depois ig- já que no mesmo período havia vá- tico brasileiro está desgastado, assim
norada, de que só ficariam em Curitiba processos rios outros acontecimentos políticos, como estão desgastadas as principais
relacionados diretamente com a Petrobras. Outros como o julgamento do habeas corpus lideranças que se apresentam. Os so-
casos deveriam ser distribuídos a juízes dos estados
em que os supostos crimes teriam ocorrido. Por
do ex-presidente Lula e, em seguida,
outras notícias envolvendo políticos.
Estamos cialistas veem em Joaquim Barbosa a
possibilidade do novo. E ele não é um
esse entendimento, os casos do sítio de Atibaia, do
terreno e de um apartamento vizinho ao habitado
Encontramos, agora, a oportunidade orgulhosos por novo pelo novo. É alguém que tem
e o ambiente para divulgar as nossas uma visão de Estado, tem uma visão
por Lula em São Bernardo deveriam ter ficado mes-
mo em São Paulo. A não ser que Moro tenha pro-
boas-vindas ao Barbosa. Não há ne- ter uma figura de democracia. Mas o processo deve
nhum tipo de pressão, só o desejo da ser seguido passo a passo, para que
vas, fora da delação, de conexão com a corrupção bancada de saudar o novo integrante decente, honrada possamos construir uma candidatura
na petroleira.
Pode a decisão da Segunda Turma impactar o
do PSB”, disse Delgado.
O parlamentar afirma não ver ou-
e ética para legítima”. O acordo entre os dois pre-
vê o cumprimento de quatro etapas.
processo do tríplex, admitiu o ministro Gilmar
Mendes, mas, por ora, não se justifica nem o nervo-
tro perfil, dentro do partido, melhor
preparado para representar os socia-
representar o PSB” A primeira, já vencida, foi a filiação
de Barbosa ao partido. A segunda, é
sismo dos procuradores nem o excessivo otimismo listas na corrida presidencial. “Esta- a discussão programática dentro do
JULIO DELGADO
de petistas. Não está claro ainda nem se Moro per- mos orgulhosos por ter uma figura deputado federal (MG) partido e com sociedade, com e es-
derá a competência sobre os dois casos ainda não decente, honrada e ética para poder pecialistas em várias áreas. Esta etapa
julgados. A defesa de Lula sempre bateu na tecla representar o PSB numa possível can- teve início no dia 19 de abril, quando
de que ele não era o juiz natural do caso do tríplex, didatura à Presidência, especialmente Barbosa recebeu a proposta de país
lacionadas às negociações de alianças
na medida em que não conseguiu demonstrar re- após um período tão difícil como foi elaborada pela fundação João Man-
onde o PSB tem candidato ao gover-
lação direta, acima de qualquer dúvida, entre os esse de 2015 a 2018”, declarou. gabeira. Só após o programa eleitoral
no estadual, como São Paulo.
gastos com o imóvel atribuído a Lula e contratos O deputado nega ainda que de- ser construído será definida a pré-
O entendimento feito entre Joa-
favorecidos na Petrobras. Não tendo identifica- mora na decisão seja provocada por -candidatura. A última etapa é a cos-
quim Barbosa e o presidente do PSB,
do “atos de ofício” de Lula a favor da OAS, Moro uma divisão no partido quanto ao tura de possíveis alianças.Carlos Si-
Carlos Siqueira, é de seguir um rito
apoiou-se na figura legalmente inexistente de “atos nome do ex-ministro. “São poucas e queira afirma que não há prazos para
em que partido e potencial candidato
de ofício indeterminados”. Se nessa nova disputa fi- pontuais as posições contrárias”, diz, cada etapa. “O limite é 5 de agosto”,
possam construir juntos uma plata-
car caracterizado que ele não era o juiz competente, ressaltando que as restrições estão re- diz, referindo-se ao prazo legal.
forma programática. “O modelo polí-
teoricamente o julgamento pode ser anulado. Mas
não parece razoável supor que tal reviravolta possa
acontecer no curto prazo, suspendendo a inabilita-
ção eleitoral de Lula.
Nesse particular, o nervosismo geral vai conti- Ciro Gomes:‘Sou do ramo, Aécio depõe
não sou Dilma Rousseff’ na PF sobre
nuar. A briga judicial para que ele possa concorrer
manterá o quadro indefinido até as vésperas do

propinas
pleito. Mesmo que nada de novo aconteça, em 28
de julho seu nome será homologado em conven-
ção e o registro será pedido em 15 de agosto. No Dibulgação
Pré-candidato do PDT à Presi-
dia seguinte, ele estará, de algum modo, no horário O senador Aécio Neves (PS-
dência da República, o ex-ministro
eleitoral. Quando o TSE decidir sobre os pedidos de DB-MG) esteve na sede da Polí-
Ciro Gomes disse, ontem, que, se
impugnação, estaremos em setembro. E aí haverá cia Federal, em Brasília, ontem,
for eleito, não será tarefa fácil der-
recurso extraordinário ao STF, contra a impugna- para prestar depoimento no âm-
rubá-lo do cargo, mas admitiu que
ção. E mais não é possível enxergar, de hoje. bito do inquérito que investiga o
precisará de respaldo popular para
governar. “Se vocês deixarem, vão suposto pagamento de propina
BARBOSA E O DINHEIRO me derrubar. Mas não vai ser fácil nas obras da hidrelétrica de San-
Ainda que o ex-presidente do STF Joaquim Barbo- não, porque não sou a Dilma (Rou- to Antônio, em Rondônia. O se-
sa decida entrar na selva eleitoral, notável integrante sseff), sou do ramo. Tu acha que nador é investigado em inquérito
do PSB apresenta outras razões que podem complicar um marginal como Eduardo Cunha Ciro afirma que não seria derrubado aberto com base nas delações de
sua candidatura. Razões financeiras, que falarão alto me derrubaria? É preciso ser mui- executivos da Odebrecht.
nesta campanha em que os partidos só contarão com to mais homem do que eu para me Marcelo Odebrecht relatou
os recursos do fundo eleitoral. Para a maioria deles, derrubar”, disse na 16ª Marcha dos cisar se dar as mãos para sair dessa em seu acordo de colaboração
só vale à pena gastar com um candidatos a presidente Vereadores, em Brasília. profunda encalacrada”, declarou. premiada que combinou um pa-
se ele tiver grandes chances de vitória. Do contrário, Em discurso, o pré-candidato dis- Na avaliação de Ciro, o Congres- gamento de R$ 50 milhões ao se-
estariam sacrificando as campanhas para governador, se que é preciso dar apoio ao próxi- so Nacional derrubou Dilma Rous- nador. Desse total, R$ 30 milhões
senador e deputados (federais e estaduais). O PSB re- mo presidente, caso contrário “eles seff, “uma presidente honrada, em- seriam repassados pela Odebre-
ceberá R$ 120 milhões do fundo partidário. Havia de- vão derrubar o terceiro, o quarto, o bora estivesse fazendo um governo cht e os outros R$ 20 milhões
cidido destinar metade à campanha dos deputados e quinto porque isso está escrito nesse ruim”, num processo de impeach- pela Andrade Gutierrez. O advo-
outra metade aos candidatos a governador e senador. país enquanto não virarmos o jogo”. ment “inventado”. Segundo ele, que gado Alberto Toron disse que o
Com Barbosa candidato, a partilha terá que ser refeita Para o ex-ministro do governo Lula, não dá mais para aceitar “gente que empreendimento era conduzido
e isso pode gerar resistências. Alem de se convencer, ter na história da redemocratização não tem voto” governando. “Remé- pelo governo federal e, portanto,
ele terá que crescer ais nas pesquisas, para que o po- dois presidentes cassados faz com dio para governo ruim é pressão como Aécio era da oposição “não
tencial de vitória compense o gasto. que o país “não aguente esse nível popular e data de eleição para mu- há nada que o vincule às investi-
de instabilidade”. “A Nação vai pre- dar”, afirmou. gações em andamento.”
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Política Conheça nosso site www.jb.com.br • 3

Moro questiona Supremo


Juiz federal de Curitiba diz que não houve “ordem expressa” para que transfira processo de Lula para SP
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
KATIA GUIMARÃES
katia.guimaraes@jb.com.br

O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara


de Curitiba resolveu questionar a decisão
da Segunda Turma do Supremo Tribunal
Federal que retirou trechos das delações da
Odebrecht nos processos do sítio de Atibaia
contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da
Silva. Segundo ele, a decisão do STF não
traz “ordem expressa” para que os autos
sejam enviados à Justiça Federal de São
Paulo. Em despacho publicado, ontem,
Moro determinou a continuidade da ação
na 13.ª Vara Federal. Segundo ele, a inves-
tigação penal começou “muito antes” dos
depoimentos dos executivos da Odebrecht
e há outras provas, além das delações. “Ela
tem por base outras provas (...) e envolve
também outros fatos, como as reformas no
mesmo sítio supostamente custeadas pelo
Grupo OAS e por José Carlos Costa Mar-
ques Bumlai”, afirma o juiz.
O advogado de defesa do ex-presidente
Lula, Cristiano Zanin, reagiu ao despacho
do juiz da Lava Jato. “A rigor essas decisões
mostram que o juiz de primeiro grau pre-
tende abrir um incidente processual para
decidir se o Supremo agiu corretamente, o
que é incompatível com a hierarquia judici-
Sergio Moro sustenta que não há referência direta ou “alguma determinação expressa de declinação de competência desta ação penal”
ária”, rebateu Zanin. Para a defesa de Lula,
Moro está desafiando o STF e não cabe a ele


analisar qualquer decisão daquela Corte, quer repercussão sobre a competência do eminente Ministro foi enfático em seu res-
mas sim cumpri-la. Nesta semana, a Segun- juízo. “Em conclusão, apesar do lamentável peitável voto ao consignar que a decisão ti-
da Turma do STF decidiu tirar de Moro as tumulto processual gerado pela remessa nha caráter provisório e tinha presente ape-
colaborações premiadas de Emilio e Marce- de depoimentos a uma jurisdição diversa nas os elementos então disponíveis naqueles
lo Odebrecht e demais executivos do Grupo
Odebrecht, envolvendo a reforma do sítio, a
Essas decisões da definida nas vias ordinárias, ignorando autos”.
Em seu voto, no entanto, Toffoli afirmou
realidade conhecida. A decisão majoritária
aquisição de imóveis para uso pessoal e para mostram da Segunda Turma do STF não tem qual- que a defesa de Lula demonstrou a existência
instalação do Instituto Lula e pagamentos de quer repercussão sobre a competência des- de omissão na decisão. O argumento foi de
palestras por entender que os casos não tem que o juiz de se douto Juízo para promover e processar a que houve “relevante omissão” em relação à
referência com a apuração de desvios da Pe- presente ação penal”, informa o documento narrativa apresentada pelos colaboradores
trobras. E primeiro grau do MPF. do Grupo Odebrecht que não diz respeito a
O despacho de Moro refere-se apenas ao
caso Atibaia e ocorreu após a força-tarefa
pretende abrir Para Moro, houve precipitação do MPF
e da defesa do ex-presidente Lula, pois o
supostos crimes praticados em detrimento
da Petrobras, não havendo assim razão para
do Ministério Público Federal (MPF) entrar um incidente acordão da decisão do Supremo ainda não que seus termos sejam enviados à Justiça Fe-
com petição defendendo que os autos do foi publicado para avaliar a extensão do deral de Curitiba, mas sim à Seção Judiciária
caso permaneçam em Curitiba e a defesa do processual com julgado do colegiado. No despacho, o juiz de São Paulo ou do Distrito Federal. “Não
ex-presidente solicitar o envio das delações Moro disse ainda que “pelas informações diviso, ao menos por ora, nenhuma imbri-
à São Paulo. Segundo Moro, “o feito deve o STF” disponíveis”, no voto do ministro Dias To- cação específica dos fatos descritos nos ter-
prosseguir, sem prejuízo do aproveitamento ffoli “não há uma referência direta nele à mos de colaboração com desvios de valores
CRISTIANO ZANIN
dos atos instrutórios caso ocorra posterior advogado de Lula presente ação penal ou alguma determina- operados no âmbito da Petrobras”, afirmou
declinação”. Na petição contra a decisão do ção expressa de declinação de competência Toffoli, ao citar as delações dos donos e exe-
STF, o MPF afirmou que ela não tem qual- desta ação penal”. Ele completou: “Aliás, o cutivos da empreiteira.

Assembleia autoriza processo de Marun recebe advertência


impeachment contra Pimentel da Comissão de Ética
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O presidente da Assembleia Legisla- acreditar que o impedimento de Pimen- O ministro-chefe da Secretaria de Go-
tiva de Minas Gerais, Adalclever Lopes tel irá adiante. “Entendemos que os re- verno, Carlos Marun, foi punido com
(MDB), autorizou a abertura de um pro- quisitos legais não estão presentes nesse “advertência” pela Comissão de Ética Pú-
cesso de impeachment contra o governa- pedido”. Segundo o deputado, é preciso blica da Presidência da República por ter
dor do Estado, Fernando Pimentel (PT). “lembrar” que os repasses são feitos so- dado declaração no fim do ano passado,
O pedido foi apresentado no último dia 9, bre o que é “real”, e não o que é “orçado”. advertindo que os governadores que qui-
pelo advogado Mariel Marley, por atraso O pedido anterior do advogado, feito sessem empréstimos de bancos públicos
nos repasses dos chamados duodécimos em maio do ano passado, havia sido ar- precisavam ajudar o Palácio do Planalto
orçamentários, recursos que são envia- quivado pelo presidente da Assembleia, a aprovar a reforma da Previdência So-
dos mensalmente pelo Poder Executivo sequer chegou a ser lido. O motivo era cial. A informação foi prestada pelo novo
para o Legislativo, Judiciário, Defensoria uso indevido de depósitos judiciais. presidente da Comissão, Luiz Navarro.
e Ministério Público. Segundo o próprio líder de Pimentel Segundo Navarro, ao afirmar isso, Marun
A Mesa-Diretora da Assembleia já leu na Assembleia, no entanto, hoje, as re- infringiu o artigo 3º do Código de Ética
a solicitação e, agora, uma comissão será lações entre Adalclever e “secretarias do porque afeta a confiança pública porque
indicada por líderes dos partidos para governo” já não são tão boas. “Não dá se espera que os empréstimos sejam con-
Ministro vinculou crédito oficial a apoio
analisar o pedido e emitir um parecer, para tapar o sol com a peneira”, disse o cedidos por razões técnicas e não a quem
que pode ser favorável ou contra o im- parlamentar que negou haver desgaste apoia ou não apoia o governo.
peachment. O passo seguinte é a votação pessoal entre Pimentel e Adalclever. De acordo com Navarro, o gabinete pelos padrões da ética, sobretudo no que
desse parecer. O PT e a ala do MDB de Minas ligada de Marun já foi notificado da decisão e o diz respeito à integridade, à moralidade, à
A leitura do pedido de impeachment a Adalclever já vêm se estranhando pelo ministro poderá pedir “reconsideração” clareza de posições e ao decoro, com vis-
de Pimentel foi feita pela primeiro vice- menos desde o início das negociações da punição. Durante o processo, Marun tas a motivar o respeito e a confiança do
-presidente da Assembleia Legislativa, para formação da chapa para a disputa fez sua defesa por escrito e justificou que público em geral”.
Lafayette Andrada (PRB). “A comissão pelo governo de Minas. A possibilidade “não era exatamente aquilo que ele quis O parágrafo único diz que “os padrões
será formada e será analisado se houve de a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), dizer” e que suas declarações “eram natu- éticos de que trata este artigo são exigi-
ou não irregularidade”, disse. A expecta- que transferiu título para Minas, ser lan- rais do embate político”. A comissão não dos da autoridade na relação entre suas
tiva do vice-presidente é que a comissão çada para uma das duas vagas do estado concordou com os argumentos e avaliou atividades públicas e privadas, de modo
esteja funcionando em 15 dias. para o Senado nas eleições de outubro te- que as explicações não foram suficientes a prevenir eventuais conflitos de interes-
O líder do governo Pimentel na As- ria abalado ainda mais a relação. O MDB para reparar o erro cometido. Ele foi, en- ses”. Para o presidente da Comissão, “ao
sembleia, Durval Ângelo (PT), afirmou estaria interessado nas duas vagas. Uma tão, punido com base no artigo terceiro afirmar que condicionaria a liberação de
que o pedido de impeachment foi uma delas, inclusive, já teria Adalclever como que diz que, “no exercício de suas funções, empréstimos da Caixa ao apoio aos pro-
“surpresa”. O parlamentar disse ainda não pré-candidato. (Estadão Conteúdo) as autoridades públicas deverão pautar-se jetos do governo, foi violado este artigo”.
4 • Conheça nosso site www.jb.com.br Nacional Sexta-feira, 27 de abril de 2018

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ex-piloto de
Perrella é
preso de novo
A Polícia Civil apreendeu na quarta-
-feira, em Arujá (SP), um helicóptero
supostamente utilizado para transpor-
te de drogas entre a Bolívia e a capital
paulista. Três pilotos foram detidos, en-
tre eles Rogério Almeida Antunes, pre-
so em 2013 por transportar 450 quilos
de pasta de cocaína em helicóptero da
empresa do ex-deputado estadual mi-
neiro Gustavo Perrella.
O helicóptero foi localizado numa
oficina no bairro Jardim Fazenda Rin-
cão. Dentro dele, foram encontrados
vestígios de cocaína e dois tambores
de gasolina que, segundo a polícia, são
utilizados para aumentar a autonomia
da aeronave em viagens de longa dura-
ção. O helicóptero também não tinha
outros bancos além do assento do pilo-
to e teve o GPS removido.
Indígenas marcharam até o Ministério da Justiça, em Brasília, em protesto pelas demarcações e contra projetos de obras em suas terras Segundo o chefe de investigações da
Delegacia de Investigação sobre Entor-

Farra da infraestrutura
pecentes (Dise) de São Bernardo do
Campo, Carlos César Alves, a aeronave
era monitorada desde janeiro e pode ter
sido utilizada por Felipe Ramos Mora-
es, piloto suspeito de ter se envolvido

em terras indígenas
no assassinato de integrantes da facção
Primeiro Comando da Capital (PCC).
De acordo com Alves, a aeronave era
utilizada por facções criminosas para
transportar drogas da Bolívia para São
40 projetos passam por áreas já reconhecidas, mas ainda não homologadas Paulo. Nos últimos quatro dias, o he-
licóptero realizou 56 horas de viagem.
Uma lista de 40 empreendimentos de infra- Os dados, obtidos pelo Instituto Socioam- de lei no Congresso, o deputado Nilson Leitão Nenhuma delas foi registrada no diário
estrutura, que inclui a construção ou expansão biental (ISA) com a Fundação Nacional do (PSDB-MT), que é ex-presidente da Frente de bordo ou reportada à Agência Na-
de hidrelétricas, linhas de transmissão, estradas Índio (Funai), ajudam a mapear as áreas que, Parlamentar da Agricultura e atual líder tuca- cional de Aviação Civil (Anac).
e ferrovias, tem previsão de passar por dentro caso seja aprovado o Projeto de Lei (PL) que no na Câmara, defende que, se a terra não foi “A aeronave voava sem plano de voo,
de terras indígenas já reconhecidas pelo poder reformula as regras do licenciamento ambien- homologada até agora, não deve mais ser mo- sem avisar a Anac, em horário de fim
público, mas que ainda não foram homologa- tal no País, podem receber empreendimentos. tivo de bloqueio a nenhum tipo de empreen- de semana. O típico de aeronave que
das pelo Palácio do Planalto. Pela lei atual, é proibido realizar obras de infra- dimento porque trata-se de obras estratégicas transporta drogas”, afirmou o chefe de
Desde o último dia 21, representantes de estrutura quando o projeto tem impacto direto para o País. investigações. De acordo com o Dise, o
aproximadamente 100 etnias indígenas come- em terra indígena - por isso, a lista de empre- Recentemente, porém, diz Mauricio Guetta, helicóptero também está em nome de
çaram a chegar à capital do país para montar endimentos não avançou. advogado do ISA, o Supremo Tribunal Fede- laranja.
a 15ª edição do Acampamento Terra Livre O projeto de lei que tramita em regime de ral (STF) declarou a inconstitucionalidade de Dois pilotos e um copiloto foram
(ATL), que foi aberta oficialmente na segun- urgência no Congresso acaba com essa condi- se restringir a proteção das terras indígenas presos em flagrante. A polícia já pediu
da-feira, 23. Ontem, os indígenas marcharam ção e estabelece que só devem ser considera- apenas àquelas homologadas. “Para a Corte, a quebra do sigilo bancário deles. Entre
pela Esplanada dos Ministérios contra as pro- das as situações em que a terra indígena já foi ao demarcar uma terra, o poder público me- os detidos está Rogério Almeida Antu-
postas que tramitam no Congresso Nacional homologada. Se não houver a finalização do ramente declara um direito preexistente, de nes, que em 2013 foi reso em flagrante
e que, se aprovadas da forma como se encon- processo, a obra poderia avançar, com a nova modo que todas as terras indígenas merecem no Espírito Santo por transportar 450
tram, causarão, segundo as lideranças dos mo- proposta. proteção, e não apenas aquelas homologadas”, quilos de pasta de cocaína em helicóp-
vimentos indígenas, sérios prejuízos para os Um dos principais articuladores do projeto afirma. “A aprovação do PL constituirá ofensa tero da Limeira Agropecuária, do en-
processos de demarcação de terras e sua pro- direta ao STF.” tão deputado estadual mineiro Gusta-


dução agrícola. Atualmente, segundo os dados da Funai, há vo Perrella. À época, a Polícia Federal
A relação de obras envolve desde projetos 676 terras indígenas reconhecidas pela União concluiu, em 48 horas, que Antunes
como a usina de São Luiz do Tapajós, até a como tradicionalmente ocupadas por povos não tinha envolvimento com a droga.
construção da Ferrovia Transoceânica, o as- indígenas e em diferentes fases do processo
faltamento BR-319 e a construção da linha de demarcatório, ocupadas por uma população
transmissão entre Manaus (AM) e Boa Vista de mais de 650 mil habitantes. A maior parte
Todas as terras
(RR). Há ainda casos de projetos já instalados,
mas que aguardam liberação para expansão.
indígenas
(67,8%) já foi homologada. O restante (32,2%)
está em estágios anteriores do processo de re-
Ministro do
Os 40 projetos cortariam o interior de 20 terras
indígenas que já tiveram seus estudos de de- merecem
conhecimento definitivo da ocupação indíge-
na, que são de responsabilidade da Funai, do STF livra
marcação iniciados, mas não concluídos.
A exploração mineral também passa pelos
territórios indígenas. Atualmente, há 48 pro-
proteção, e não
Ministério da Justiça e da Casa Civil.
São 223 terras que aguardam os passos finais
do processo de homologação e demarcação.
empreiteiro
cessos minerários em diferentes etapas - desde apenas aquelas Essas áreas somam 9,4 milhões de hectares e O ministro Celso de Mello, do Su-
são ocupadas por 126 mil indígenas. Das 223
requerimentos de pesquisa até títulos minerá-
rios - que incidem sobre uma área de 729 mil
homologadas” terras, 106 encontram-se em estágio de identi-
premo Tribunal Federal (STF), conce-
deu uma liminar em habeas corpus de
hectares, as quais envolvem 25 terras indíge- MAURICIO GUETTA ficação, 43 já foram identificadas e delimitadas um empreiteiro investigado na Ope-
nas, sendo 17 já declaradas e oito identificadas. Advogado do ISA por estudos da Funai e 74 encontram-se decla- ração Ápia, em Tocantins, e mandou
Ao todo, 39 empresas são responsáveis por es- radas, aguardando homologação da Presidên- a Polícia Federal paralisar o inquérito
ses processos minerários. cia, segundo os dados coletados pelo ISA. do caso. A Ápia investiga uma suposta
organização criminosa que teria frau-
dado licitações relacionadas a obras de
terraplenagem e pavimentação em To-

Jungmann: ‘segurança terá verbas’ cantins. A suspeita é de que um grupo


formado por políticos e empresários
teria desviado cerca de R$ 200 milhões.
A decisão do decano do STF atende
O presidente Michel Temer vai anunciar vultosamente na segurança pública ainda que o governo destinará recursos ao Fun- a um pedido dos advogados Rodrigo
nos próximos dias a liberação de recur- este ano”, disse o ministro na cerimônia de do Nacional de Segurança Pública, que será Mudrovistch e George Andrade Alves,
sos para a área da segurança pública, por entrega do Selo Resgata, de responsabilida- reformulado. Serão feitas transferências a do empreiteiro Geraldo Magela. Os ad-
meio de medida provisória. A informação de social. fundo para estados e municípios e, em tro- vogados entraram com habeas corpus
foi dada ontem pelo ministro da Segurança Jungmann ressaltou que o governo quer ca, será necessário que os entes federados contra o acórdão do Superior Tribunal
Pública, Raul Jungmann, durante discurso garantir que nos próximos anos a seguran- apresentem contrapartidas, como redução de Justiça que não reconheceu as su-
em cerimônia no Palácio do Planalto. Jung- ça pública tenha recursos previsíveis. “Nos dos índices de homicídios, melhor forma- postas ilegalidades praticadas pelo juiz
mann não quis adiantar valores, mas disse próximos anos, a segurança pública terá ção dos policiais e repasse de dados e in- da primeira instância ao desmembrar
que serão investimentos “vultosos” e ainda recursos previsíveis, carimbados, recur- formações. a investigação e pela PF ao, segundo
para este ano. sos que vão possibilitar ao governo federal O ministro informou ainda que os recur- os advogados, investigar pessoas com
“O presidente da República nos próxi- exercer seu papel de indutor de políticas sos que serão destinados à segurança públi- foro. Celso de Mello concordou com os
mos dias vai anunciar recursos, através de que não tem feito até aqui, inclusive por não ca virão sobretudo das loterias esportivas advogados sobre o juiz de 1ª instância
medida provisória, que foram devidamen- dispor de mecanismo de financiamento.” da Caixa Econômica Federal, inclusive de ter usurpado a competência do Tribu-
te cancelados de outras áreas para investir Após a cerimônia, Jungmann informou jogos a serem criados. nal Regional Federal da 1ª Região.
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Cidade Conheça nosso site www.jb.com.br • 5

Mais chacinas e tiroteios


Primeiro relatório do Observatório da Intervenção constata que controle militar não reduziu violência
Adaptação de Amarinho sobre arte do Relatório do Observatório da Intervenção
MARIA LUISA DE MELO
malu@jb.com.br
A INTERVENÇÃO
Em dois meses de intervenção militar no Rio de
Janeiro, houve aumento na ocorrência de tiroteios e Veja aqui dados sistematizados pelo Observatório, Fogo Cruzado, Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e Instituto de Segurança
até de chacinas. É o que revela o primeiro relatório Pública (ISP) sobre os primeiros dois meses de intervenção.
do Observatório da Intervenção, intitulado “À deri- Imbariê
va, sem programa, sem resultado, sem rumo”, divul- MAPA DA INTERVENÇÃO Vila Rosali
Ilha do Governador
gado, ontem, pelo Centro de Estudos de Segurança Fonte: Observatório da Intervenção Cordovil
e Cidadania (CESeC), da Universidade Cândido Penha Circular
Mendes (Ucam). Segundo o documento, o número Complexo do Alemão Jardim Catarina
Vila Kennedy
de chacinas no estado dobrou, se compararmos os Padre Miguel Complexo da Maré
Bangu Santa Rosa
dois meses de intervenção com o mesmo período do Jacaré
São Francisco
ano passado: foram registradas 12 chacinas com 52 Santa Cruz
Senador Camará
Praça Seca
vítimas neste ano, contra seis chacinas, com 27 mor- Coroa Grande Lins de Vasconcelos
Fallet
tos, em 2017. Os dados foram tabulados pelo grupo Tijuca Prazeres
Frade Chapadão
“Fogo Cruzado”, parceiro do Observatório. Fogueteiro
Sepetiba Gardênia Azul
Para a pesquisadora Sílvia Ramos, uma das res- Jacarepaguá
Copacabana
ponsáveis pelo estudo, este fenômeno é “novo e Rocinha Ipanema

grave”, e precisa ser monitorado “com muito cuida- Barra da Tijuca


Vidigal
do”. Além de lembrar os cinco jovens assassinados
em Maricá, num condomínio do programa “Minha
casa, minha vida”, Sílvia cobrou resultados das in- 140
vestigações sobre os oito mortos na Rocinha (quatro armas apreendidas
deles com anotações criminais), no dia 26 de março,
durante uma ação do Batalhão de Choque, que clas-
sificou como uma “operação de vingança”, porque 70 40mil 25 77 42
aconteceu três dias após a morte de um PM da Uni- operações Pistolas Fuzis
agentes* mortos
dade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela. monitoradas
“Aparentemente, foi uma operação autorizada.
Não só pelo comando da Polícia Militar, como pelo
20 1
*25 operações monitoradas utilizaram mais de 40 mil agentes, no local Revólveres Espingarda
comando da intervenção. Nenhum policial entra
na favela, mata oito pessoas, sai e não se fala nunca
mais nisso”, analisou a socióloga. DADOS OFICIAIS DE FEVEREIRO/MARÇO
Foram registradas chacinas — ações com mais de Fonte: ISP / Imprensa*
DO QUE OS MORADORES DA CIDADE
três mortes — também no Complexo do Alemão, com
DO RIO DE JANEIRO TÊM MEDO (EM %)
quatro mortos vítimas de bala perdida, incluindo um
Fonte: Fórum Brasileiro de Segurança Pública / Datafolha
bebê de 1 ano, depois de uma perseguição policial, no pesquisa em março de 2018
dia 16 de março; além de assassinatos em série nos mu-
Ser atingido(a) por bala
nicípios de Nova Iguaçu, Seropédica, Duque de Caxias
e Belford Roxo, na Baixada Fluminense; no Complexo
940 209 19 perdida 92
homicídios pessoas mortas policiais mortos*
do Salgueiro, em São Gonçalo; e no bairro do Sossego,
pela polícia
em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio. Ser ferido(a) ou
Durante o período de intervenção, de 16 de feve- NÚMERO DE TIROTEIOS morto(a) em assalto 92
Fonte: Fogo Cruzado
reiro a 16 de abril passado, o observatório monitorou
70 operações policiais, que contaram com mais de 40
mil agentes, mas que só apreenderam 140 armas, ao 1.502
Ficar no meio de tiroteio
entre policiais e bandidos 92
custo de 25 mortos. Sílvia relembrou ainda a pesquisa tiroteios
feita pelo Datafolha, a pedido do Fórum Brasileiro de 1.299 (2 meses pós Intervenção)
Segurança Pública, divulgada no dia 2 de abril, de que tiroteios
morrer assassinado(a)
87
92% dos entrevistados temem morrer em um assalto, (2 meses pré Intervenção)
em uma troca de tiros ou por bala perdida.
Ter sua casa
“Nenhuma política de segurança vai ter resulta-
invadida ou roubada 84
do no Rio de Janeiro se não for baseada em redução
de tiroteio”, criticou a socióloga.
Ainda de acordo com o documento, o número de 294 193 12 com 52 Sofrer violência
da Polícia Militar 70
tiroteios registrados no estado aumentou de 1.299, mortos feridos chacinas vítimas
dois meses antes da intervenção, para 1.502, dois
meses após a ocupação militar. Esses tiroteios dei-
xaram 294 mortos e 193 feridos.
Para a coordenadora de pesquisa da Anistia Inter-
nacional no Brasil, Renata Neder, os resultados da in-
tervenção federal revelam a falência de um modelo de TROPA REFORÇADA Tania Rêgo/Agência Brasil
política de segurança pública adotada no estado:
“É o modelo da militarização, baseado na lógica do
confronto, da guerra, da guerra às drogas. Esse modelo
a gente já sabe que não dá certo, que se traduz em ope-
rações policiais de enfrentamento cotidiano em favelas
e periferias. Ele não reduz a criminalidade, ele aumenta
a violência, alimenta esse ciclo e essa espiral de violên-
cia, e resulta em muitas violações de direitos humanos.
Não funcionou no Rio e não funcionou no México”.
Em resposta ao relatório, o Gabinete da Interven-
ção Federal informou, em nota, que está “dedicado aos
objetivos estabelecidos de diminuir progressivamente
os índices de criminalidade e fortalecer as instituições
da área de segurança pública do Rio. O documento in-
forma ainda que “medidas emergenciais e estruturan-
tes estão sendo tomadas e serão observadas ao longo
do período previsto de Intervenção Federal, conforme
decreto nº 9.288 de 16 de fevereiro de 2018”. Nenhu-
ma das tais medidas, no entanto, foram mencionadas.

Fim das UPPs


Ontem, após anúncio de extinção das duas Unidades
de Polícia Pacificadora da Zona Oeste (Vila Kennedy e
Batan), o Gabinete da Intervenção informou que a ter-
ceira a ser extinta é a UPP da Favela da Mangueirinha, Carro e grana A PM recebeu ontem 265 das 850 novas viaturas que deverão ser compradas e entregues ao es-
em Caxias, a única da Baixada Fluminense. Conforme tado até meados de julho, segundo informou o governador Luiz Fernando Pezão, que participou de solenidade ao
já anunciado pelo secretário de segurança pública, o lado do general interventor Braga Netto. A Secretaria Estadual de Segurança do Rio anunciou que voltará a pagar
general Richard Nunes, metade das 38 unidades será o Regime Adicional de Serviço (RAS), uma espécie de hora extra, para os PMs a partir de terça-feira.
extinta, gradativamente, nos próximos meses.
6 • Conheça nosso site www.jb.com.br Cidade Sexta-feira, 27 de abril de 2018

INFORME JB
Detidos em festa saem
aos poucos da prisão
Liberação é individual, e alvarás de soltura seguem ordem alfabética
José Lucena/AE

Jan Theophilo Tudo o que Emílio Fortunato da


Cruz Neto queria no dia 6 era fes-
jan@jb.com.br
tejar seu aniversário de 24 anos em
um show do grupo de pagode Pique
Ciência de buteco Novo. A noite seria também para ce-

S
lebrar o fato de ter sido escolhido o
erá realizado mês que vem no Brasil o “Pint of funcionário do mês da filial do Burger
science”, evento criado em 2012 na Inglaterra que King em que trabalha. Chapeiro da
já levou discussões científicas contemporâneas lanchonete, sem nenhum antecedente
para a mesa do pub, perdão, do botequim em 175 criminal, acabou preso, sob acusação
cidades de nove países. A edição brasileira promoverá de envolvimento com milicianos. Ele
cerca de 500 debates em 56 cidades entre os dias 14 e foi um dos detidos na Operação Me-
16 de maio. Para se ter uma idéia da vastidão territo- dusa da Polícia Civil, no sítio na Zona
rial e científica do evento, na noite de 15 de maio, por Oeste onde os pagodeiros se apre-
exemplo, enquanto moradores de Santo Antônio de sentavam. Cruz era esperado por sua
Jesus, na Bahia, estiverem descobrindo o que acontece mãe e um grupo grande de parentes
com nossa memória quando envelhecemos, aqui no na porta da cadeia, ontem, depois que
Rio o debate será sobre os reflexos do comportamento a Justiça considerou que não havia
humano nas mudanças globais. Os temas incluem motivos para manter lá 137 dos 159 Parentes festejam a libertação dos detidos na saída do Complexo de Bangu
ainda a febre amarela, criptomoedas, ou (para fãs de encarcerados na ocasião.
C.S.I.) o uso de biossensores em investigações. Quem Mais de 50 presos foram liberta-
for assistir às palestras paga apenas o que consumir dos. A saída foi marcada por expec- dona de casa de 50 anos. “A milícia Na quinta-feira, funcionários do
no bar. Para conhecer programação completa basta tativa, choro, aplausos e abraços. Des- manda em tudo lá em Santa Cruz, até Complexo Penitenciário de Gericinó
acessar www.pintofscience.com.br de cedo, eles esperavam na saída do na vida da gente. Não se pode montar montaram uma espécie de força-tare-
Complexo de Gericinó. Para agonia uma banquinha na frente de casa que fa para dar conta da liberação coletiva
Palco do Canecão durante a conscientiza- da família de Cruz, porém, até as 18 eles cobram da pessoa. Mas meu filho dos detidos. No momento da saída
O vereador psolista Leonel ção do Maio Amarelo. horas o chapeiro não havia saído. não foi a uma festa de miliciano. Pa- e do reencontro emocionado com
Brizola Neto faz troça com Ao todo, serão 15 ações “É uma situação muito triste. Che- gou R$ 20 por um pagode”, disse. as famílias, alguns relataram terem
o PAPal (Partido do Apar- nos principais pontos guei às 7h, aflita. Meu filho passou o O perfil dos presos na operação sido agredidos verbal e fisicamente.
tamento da Paula Lavigne), da cidade onde existem aniversário na prisão. Esses meninos no sítio é exatamente o dele: homens Anonimamente, pelo menos três re-
a ala do partido que acende mais condutores multa- só viveram isso porque são pobres. Se pobres, com idades entre 20 e 35 lataram que foram tratados “como bi-
incenso. “Tem muita gente dos. Nos moldes da Lei fosse na Zona Sul, a polícia não che- anos. São empregados de restauran- chos”. Eles agora se preocupam com
ali que pratica o ‘popismo’ e Seca, as blitzen vão parar gava prendendo todo mundo”, lamen- tes, garçons, ambulantes, motoristas o fato de estarem com ficha criminal.
sonha em estar no palco do os veículos em grandes tou a mãe de Cruz, Celia Maria Silva, de ônibus, eletricistas. (Estadão Conteúdo)
Canecão”, diz Brizola Neto. avenidas para conscien-
“E pode publicar, já sou tizar os motoristas. Ao
conhecido mesmo como o invés de soprar os bafô-
metros, os motoristas re-
ANÁLISE
Requião do PSOL”.
ceberão orientações para
Sinergia diminuir a imprudência
O MEC acaba de atribuir ao volante. A primeira JOÃO TRAJAN O SEN TO- SÉ

Presunção da culpa
nota máxima ao inova- será em Copacabana, na
dor curso de graduação Avenida Atlântica.
em Segurança Pública da
UFF. Curioso é que há Mandinga
quase dois anos a Faculda-
de de Direito da universi-
dade impôs o desligamen-
to do curso, inicialmente
Supersticioso é o secre-
tário de Educação, Wag-
ner Victer. Em qualquer
refeição leva para acom-
não promove justiça

O
associado àquela unida- panhar o prato uma pi-
de, por meio de processo menta dedo de moça mais preocupante do episó- qualquer anotação criminal, segui- dada como um processo de avanço na
administrativo. Alegava das graúdas. “Toda obra dio que levou 159 pessoas à ram detidas à espera do resultado de garantia dos direitos cidadãos. A trans-
não haver “sinergia” entre que eu inauguro arranjo prisão numa festa na Zona investigações adicionais. Assim fica- formação de autoridades do sistema ju-
direito e segurança públi- um jeito de fazer uma Oeste do Rio de Janeiro não ram por quase 20 dias, a despeito de dicial em semicelebridades, frequenta-
ca. Foi preciso a criação plantação de pimentas”. foi a operação policial em movimentação contrária da Defenso- doras assíduas do noticiário, representa
de um instituto, aprova- Então, tá. si, mas os desdobramentos posterio- ria Pública, da Comissão de Direitos um sinal de alerta sobre os rumos que
do no ano passado pelo res a ela. É claro que uma ação policial Humanos da Assembleia Legislativa estamos seguindo. Mas o exercício da
Conselho Universitário Questão de ordem dessa magnitude causa impacto e des- do Rio de Janeiro (Alerj) e do clamor autoridade judiciária redundar na cri-
da instituição. Detalhe: a Tem raposas felpudas no perta o interesse da opinião pública e de parcela da sociedade civil. Estavam minalização de inocentes, na violação
Comissão Avaliadora do PT do Rio estranhando de seus formadores. Afinal, para além numa festa em que, segundo entendi- de direitos e no abuso de poder, nos
MEC era toda composta os movimentos do ex- do número de detidos, relatou-se mento policial, não deveriam estar. leva a muito mais longe. Há muito a te-
por professores de Direito. -chanceler Celso Amo- apreensão de armas, resistência arma- O mais grave, porém, é que todo mer disso tudo.
rim, pré-candidato ao da dos seguranças do evento e, o mais esse enredo se desenrola sob os aus- Está fora de dúvidas que as milí-
Cena carioca governo do estado. Celso importante, tudo isso envolvendo a pícios do judiciário que, segundo cias são um mal a ser combatido. É
Músicos _ a maioria ins- não tem dado muita pin- participação de figuras ligadas a uma alegação das autoridades policiais, evidente que o melhor caminho a ser
trumentistas de sopro _ ta de candidato por aí e milícia que atua na cidade. chancela e respalda juridicamente tal seguido está baseado na investigação
moradores de Laranjeiras todas suas entrevistas são O contexto em que isso se dá é rele- procedimento. Flertamos, assim, com e na inteligência, recursos que, segun-
(onde mais?), estão indo sobre temas nacionais e a radicalização do caos no Rio de Ja- do autoridades policiais, foram utili-
vante. O Estado do Rio de Janeiro está
pras janelas tocar o “Olê, não locais. Aí tem...
sob intervenção federal pela mão mili- neiro. Agora, além da violência, da cri- zados nessa operação. Disso, porém,
olê, olê, olá” de Lula no tar. Há uma clara sensação de medo na se das instituições policiais, do medo não podemos derivar que direitos in-
horário do Jornal Nacio- Última linha população, que atesta repetidamente que preside a sociabilidade, temos que dividuais possam ser violados e que
nal. Periga virar moda. Favela artificial pra in- uma clara baixa de confiança quanto lidar com um poder judiciário que a justiça decida, a contrapelo da lei,
glês ver em um festival respaldar o aprisionamento de 137
às instituições estatais. Nesse cenário, toma decisões ao atropelo do direito.
Maio amarelo de rock cujos ingressos
as milícias que atuam na capital e em A presunção de inocência, salvaguar- indivíduos sem qualquer acusação
O Detran vai fazer gran- custam cerca de R$ 400?
sua Região Metropolitana figuram da de qualquer ordem jurídica pauta- plausível sobre cada um. O desrespei-
des blitzen educativas Apenas parem.
como uma das principais fontes de da no direito democrático, foi jogada to à norma legal não gera eficácia no
violência e violação de direitos. Todos ao lixo, substituída pela presunção de enfrentamento ao crime, mas, pelo
LANCE LIVRE esses ingredientes concorreram não culpa. Sob a vigência dessa última, a contrário, enseja mais brechas para a
somente para um apoio inicial à ação punição é exercida antes mesmo que insegurança e o medo. Ver o Judiciá-
• Começa hoje na Unip e eucalipto do mundo, resol- e aos passos posteriores. Nesse ponto, qualquer fundamento para a denún- rio encampar tal tendência aumenta
em São Paulo, o seminário veu ampliar seus horizontes
começa um enredo assustador. cia seja obtido. Algo como: você está o sentimento de desamparo e é, sem
“Caos e rigidez”. Ao todo, e uniu forças à Cicero Pa-
12 profissionais ligados à pelaria para a confecção do As 159 pessoas detidas para ave- preso, e o motivo para isso vai acabar dúvida, o pior dessa história. Torneios
saúde mental e à filosofia primeiro caderno com folhas riguações foram automaticamente aparecendo. Apenas aguarde. retóricos não vão mascarar a agressão
corporal conversarão sobre de papel Pólen. É aquele associadas à milícia, ou seja, foram A Constituição de 1988 depositou sofrida por essas pessoas com o am-
rumos e saídas possíveis papel amarelinho, muito criminalizadas antes de qualquer pro- muitas expectativas nas instituições da paro das autoridades judiciais.
para este que parece ser um usado em livros. Antonio cedimento policial e/ou judicial que Justiça. Elas foram elevadas a principais
momento de obscuridade Florêncio de Queiroz Júnior
atestasse sequer uma suspeita nesse guardiãs da legalidade e da democracia. Cientista político, professor do Instituto
total. A Suzano, segunda foi eleito novo presidente da
maior produtora de cellulose Fecomércio. sentido. Mesmo as 138 presas sobre Foi esse processo que engendrou a cha- de Ciências Sociais da Universidade do
as quais, constatou-se, não recaía mada judicialização da política, abor- Estado do Rio de Janeiro (Uerj)
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Cidade Conheça nosso site www.jb.com.br • 7

PF combate fraudes no INSS


Agentes fizeram ontem duas operações simultâneas contra quadrilha que desviou R$ 26 milhões
Onofre Veras
Uma suposta quadrilha acusada de frau-
dar o Instituto Nacional do Seguro Social
(INSS), desmantelada, ontem, pela Polícia
Federal, usava “crianças falsas” para conse-
guir benefícios irregulares no Rio. De acor-
do com as investigações, que resultaram na
Operação Anjos, o grupo usava documentos
falsos para simular casamentos entre pes-
soas já falecidas. Depois, apresentava certi-
dões de “nascimento” de supostos filhos do
casal (que não existiam) para conseguir a
pensão. Segundo a PF, pelo menos seis pes-
soas participavam do bando. São advogados,
falsificadores e empresários. Cinco suspeitos
haviam sido presos preventivamente até o
fim da tarde de ontem. Os beneficiários das
fraudes recebiam a pensão sempre em seu
valor máximo. O prejuízo estimado é de R$
12 milhões. Em outra fraude contra o INSS
desbaratada ontem, também, a Polícia Fede-
ral estima que os desvios chegaram a R$ 14
milhões. O total dos desvios, portanto, che-
gou a R$ 26 milhões.
O grupo que inventava crianças era in-
vestigado desde 2015. “Criava” pessoas
com certidões de nascimento e docu-
Agentes chegam à Polícia Federal com material apreendido: operações ocorreram no Rio, na Baixada, na Região Oceânica e na Região dos Lagos
mentos de identidade falsos. Também fo-
ram cumpridos 19 mandados de busca e
apreensão, expedidos pela 6.ª Vara Federal “morte” do casal fictício: “A primeira era em fraudar pensões da Previdência Social criminosa que contava com a participação
Criminal do Rio, na capital fluminense, que o grupo conseguiria o benefício retroa- pelo menos desde 2015. de um servidor do INSS para a produção
Nilópolis, Mesquita e Nova Iguaçu. Em tivo relativo a esse período; a outra era que, e utilização de documentos falsos para ob-
um dos endereços, segundo a delegada por ser criança, a pessoa poderia receber a Segunda operação ter benefícios previdenciários. Outros dois
Simone Soares, foram encontrados álbuns pensão por mais tempo”. Na segunda operação, batizada de Sepul- servidores do INSS, um deles já demitido
com fotos 3 x 4 de crianças e adultos. “Elas Na primeira operação, chamada de Ope- cro Caiado — expressão bíblica que indi- por corrupção, também participavam das
seriam utilizadas para criar pessoas que ração Anjos — uma referência a um dos ca algo que, por fora, exibe boa aparência, fraudes. Mais de 80 benefícios são suspei-
seriam as beneficiárias da pensão e tam- tipos de fraude cometida pela quadrilha porém tendo um interior impróprio, usa- tos, com prejuízo estimado de R$ 14 mi-
bém para abrir contas em banco, fazer car- em que os benefícios eram criados vincu- da em referência aos benefícios fraudados lhões à autarquia previdenciária.
tões”, disse a delegada. lados a crianças fictícias, com o objetivo que, formalmente, aparentavam estar ade- Em nota, a Polícia Federal informou que as
O delegado Paulo Teles explicou que ha- de majorar o valor de recebimento das quados aos procedimentos concessórios, operações foram deflagradas em conjunto em
via duas vantagens para a quadrilha ao in- pensões fraudadas —, os policiais atua- porém materialmente eram fraudulentos razão do compartilhamento de provas entre
ventar crianças, sempre após dois anos da ram contra uma quadrilha especializada —, a força-tarefa mirou uma organização elas. (Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

Briga entre Guarda e evangélicos MP quer


Cabral preso
em Bangu
Alessandro Bouzas/AE
Onze integrantes da Igreja Pentecostal
Geração Jesus Cristo ficaram feridos durante
confusão com agentes da Guarda Municipal
(GM) do Rio, na Praia de Copacabana, no O Ministério Público do Rio se ma-
fim da noite de quarta-feira. Os seguidores nifestou contra a transferência do ex-
da igreja tiveram ferimentos na cabeça, nas -governador Sergio Cabral (MDB) ao
costas e nas pernas, e foram medicados no presídio de Benfica. Alegando “risco
Hospital Municipal Miguel Couto, no Le- à sua integridade física”, a defesa do
blon, na Zona Sul do Rio. Alguns tiveram político, transferido dia 11 para o pre-
fraturas no braço. O caso mais grave foi de sídio Bangu 8, vindo de Curitiba, por
Jorge Alves, 60 anos, que sofreu um ferimen- decisão do Supremo Tribunal Federal,
to na cabeça, atingido por um golpe de cas- pediu que ele seja levado de volta para
setete. Ele caiu desacordado e está internado a cadeia pública onde estava antes. Ca-
em estado grave na unidade de saúde. bral foi preso em novembro de 2016,
A sede da igreja fica em Santa Cristo e, acusado de corrupção e outros crimes.
de acordo com os evangélicos, após o cul- A Justiça do Rio ainda vai decidir onde
to, um grupo de 40 pessoas, entre homens ele ficará. A transferência de Cabral para
e mulheres, foram passear na orla de Co- o Complexo Médico Penitenciário de Pi-
pacabana. A confusão com os agentes da nhais, onde ficou na ala para presos da
Guarda Municipal começou depois de se- Lava Jato, havia ocorrido por conta de
rem acusados de pichar o Parque Garota de regalias encontradas em Benfica, como
Ipanema, no Arpoador. Um dos seguidores sala de TV e comidas especiais, incluindo
da Igreja Geração Jesus Cristo acabou preso camarão e queijos. Ele ficou 83 dias em
e foi levado para a delegacia de polícia para Curitiba. A Segunda Turma do STF de-
ser autuado por crime ambiental. Ao longo terminou o retorno dele ao Rio atenden-
da Praia de Copacabana há pichações no do a uma solicitação da defesa.
chão, com a inscrição “Jesus Cristo voltará A 2ª Promotoria de Justiça junto à
em 2070”. Na porta da delegacia teve início Vara de Execução Penal enviou à Justi-
Pichação de evangélicos no Parque Garota de Ipanema: reincidência causou confusão
uma confusão entre os guardas e os segui- ça manifestação contrária ao pedido de
dores da igreja que acabou em confronto. transferência alegando que a decisão do
A Guarda Municipal do Rio informou cia, houve tumulto e tentativa de agressão po havia sido flagrado pichando o parque, STF não especifica a unidade na qual ele
que está apurando o conflito em Copacaba- aos agentes na Rua Francisco Otaviano. O e dez sprays foram apreendidos pelos guar- deveria ficar. Cabe à Secretaria de Ad-
na envolvendo o Grupamento Especial de evangélico Diego Luiz Ribeiro de Figuei- das. Na abordagem, quatro homens desaca- ministração Penitenciária do Estado do
Praia e o grupo religioso que teria invadido redo foi autuado na 13ª DP (Copacabana) taram os agentes e foram conduzidos para Rio definir onde os apenados ficarão, e
e pichado, pela segunda vez, o Parque Ga- por lesão corporal e dano, com base na lei a 13ª DP, onde a ocorrência foi registrada. não à Justiça, argumenta o MP.
rota de Ipanema, por volta das 23h . O lo- de crimes ambientais, e o líder do grupo, O comando da Guarda Municipal já de- A defesa de Cabral havia alegado
cal estava fechado e os agentes solicitaram o pastor Tupirani da Hora Lores, foi cita- terminou abertura de sindicância e o afas- que a manutenção de Cabral em Bangu
apoio da Polícia Militar pelo telefone 190 e do no registro como envolvido na ação de tamento imediato dos guardas municipais descumpria o que determinou o STF. O
de outras equipes da GM-Rio. dano. Durante o registro da ocorrência, envolvidos para apurar com rigor a postura MP não vê risco à integridade física sua
O grupo de aproximadamente 40 pessoas o grupo questionou a prisão e a ação da e as agressões flagradas no vídeo, ação que custódia em Bangu. A Seap lhe infor-
não acatou a orientação dos agentes e teria Guarda Municipal. não condiz de forma alguma com os precei- mou que o ex-governador “encontra-se
sido conduzido a pé para a delegacia com Em nota, a Guarda Municipal informou tos, orientação e os procedimentos opera- abrigado em uma galeria separada a dos
apoio policial. No percurso para a delega- que na madrugada do dia 21, o mesmo gru- cionais da instituição. (Agência Brasil) demais presos. (Estadão Conteúdo)
8 • Conheça nosso site www.jb.com.br Opinião Sexta-feira, 27 de abril de 2018

Fundado em 9 de abril de 1891

Diretor-Presidente
Omar Resende Peres

Vice-Presidente Editorial Diretor de Redação Vice-Presidente Administrativo


Gilberto Menezes Côrtes Toninho Nascimento Antonio Carlos Mello Affonso

CONSE LHO E DIT ORIAL


Presidente: Omar Resende Peres | Conselheiros: Gilberto Menezes Côrtes - René Garcia Jr - Octávio Costa - Wilson Cid - Hildeberto Aleluia

EDITORIAL

Procura-se um prefeito
Haverá de caber a Deus, com todas as suas forças Não há quem discorde: esse serviço, um dos primei- preocupações da administração municipal com a
e misericórdia, a tarefa de ajudar o carioca a desco- ros entre os mais essenciais, evoluiu da ineficiência economia produtiva, aquela que gera impostos e abre
brir onde está o prefeito Marcello Crivella, homem para o descontrole total. O Rio, lamentavelmente, empregos. Quando muito, o que dela se obtém é a cô-
que, dizendo-se de fé, conseguiu o supremo milagre passou a ser citado entre as capitais mais caóticas moda transferência de responsabilidades: a União e o
de desaparecer. Sumiu numa espécie de transubs- no sistema de transporte. O desconforto e a inse- Estado não fazem; então, que as autoridades munici-
tanciação. E, se alguém o vir, que cuide de anun- gurança dos usuários desses ônibus contrastam, em pais deem as costas. Com isso, hasteou-se a bandeira
ciar o paradeiro, em nome do bem público. Dizer dimensão astral, com o conforto principesco nota- do nada-a-fazer, porque o problema é com outros,
isso pode parecer, à primeira vista, mero exercício do nas viagens do prefeito. Ele, aliás, costuma, coin- ainda que o povo sofra as dores.
de ironia, mas não há na história desta cidade um cidentemente, estar fora nos momentos mais im- Crivella revela-se jejuno em matéria de gestão.
prefeito que tenha manifestado tamanha vocação, portantes da cidade. O carnaval e as tragédias dão Longe a intenção de promover ressalvas de natureza
ou devoção, para a ausência e para o descaso, com- o exemplo. pessoal, mas recorrendo à realidade dos fatos, é de-
portamento que conflita e se choca com os gritantes Por outro lado, manda a justiça creditar-se ao pre- ver de consciência denunciar que ele não está à al-
problemas que vivemos, desses que são verdadeira- feito Crivella algo de difícil concepção. Ele consegue, tura do Rio de Janeiro, cidade que, por sua grandeza
mente cusparadas na cara da população. com monumental omissão, fazer o Rio ter serviços de histórica e, por força dos muitos problemas acumu-
O Rio assumiu o direito de se proclamar cidade aban- saúde piores, se comparados com outros centros. Os lados em desgovernos, tem tudo para exigir melhor
donada, ao padecer de carências enormes, cada qual encargos na prestação de assistência e atendimentos destino. Certamente que ele já percebeu suas limi-
aprofundada no dia a dia, sob o olhar de paisagem do são, de fato, divididos entre as autoridades federais e tações, mas sem coragem suficiente para admiti-las.
senhor Crivella. Onde estará sua excelência? Aonde foi? estaduais, mas é nas ações suplementares confiadas à Quando muito, quando as cobranças se intensi-
O jornal, procurando pinçar, no cotidiano, razões participação da prefeitura que os problemas evoluem ficam, acuado, apresenta-se como homem de fé e
de críticas inquestionáveis, acaba de mostrar o pa- da ineficiência para a tragédia. apela para Deus, sem temer que é exatamente na
decimento de Manguinhos, onde o caos chegou a Em larga folha de omissões, ele também contribui transcendência que não há perdão para os omissos.
tal dimensão, que tem tudo para dispensar outros para aprofundar a gravidade do drama dos morado- A se confirmar a sinceridade de sua crença, é possí-
exemplos. Mas eles existem, e não menos sensíveis. res de rua. São milhares, esses deserdados, que, sendo vel que já tenha lido a advertência de Isaías: “Ai, de
Comecemos por pedir o testemunho de trabalha- vítimas do modelo social que se pratica, nem por isso mim, que me calei”. Outros cristãos sentenciariam
dores, servidores, estudantes e donas de casa, essa podem ser relegados aos abandono total. Têm eles, Crivella com o Sermão da Dominga: a omissão é o
multidão obrigada a se valer do transporte coletivo. na desventura do teto ausente, o mesmo destino das grande pecado que se faz, não fazendo.

O governo deve!
A quem o governo deve?

HUMBERTO LIMA* constantemente menores que suas despesas.
Portanto, sem recorrer a comparações esdrúxulas
(como a que se faz entre o orçamento doméstico e o orça-
Para muitos políticos e economistas, o déficit público mento público), o déficit público é não apenas tolerável,
é o maior e mais urgente problema econômico nacional.
Se esse é o caso, cabe uma pergunta diretamente vincu-
Seria um avanço se o foco mas também necessário para a manutenção da solvência
de longo prazo do setor privado. Vale ressaltar que a ne-
lada: para quem o governo deve? Ou, em outras pala-
vras, com quem o governo está em déficit? Para que um
da discussão migrasse do cessidade de déficits públicos como garantia para o supe-
rávit privado é uma conclusão macroeconômica já conhe-
agente esteja em déficit é necessário, por definição, que ‘tamanho’ do déficit público cida pelo menos desde os trabalhos de Kalecki, na década
haja um outro agente em situação de superávit. No agre- de 1950, e de Minsky, na década de 1970. Nesse ponto,
gado, a soma dos déficits em um período deve ser ma- para a sua composição, seria um avanço no debate político-econômico nacional
tematicamente igual à soma dos superávits no mesmo
período. Portanto, se há um déficit público, há também,
particularmente, para a se o foco da discussão migrasse do “tamanho” do déficit
público para a sua composição, particularmente, para a
necessariamente, um superávit do setor privado (seja ele redução de juros” redução de sua parcela de juros.
nacional ou estrangeiro). Assim, por mais contraintuitivo que possa parecer, à pri-
No Brasil, histórica e estruturalmente, o setor privado meira vista, o objetivo central da política fiscal do governo
estrangeiro é superavitário, o que pode ser visto pelo fato federal não é buscar, sempre e em qualquer situação, o su-
de que nossa conta corrente ser tipicamente negativa (na déficit público. A menos que o Brasil se torne superavi- perávit das contas públicas. Cabe à política fiscal garantir a
literatura econômica, esse problema é conhecido como o tário em suas contas externas, os que advogam o superá- solvência de longo prazo do setor privado nacional, em espe-
“estrangulamento externo”). Disso decorre que, se além vit do setor público estão, ainda que inadvertidamente, cial, das famílias e empresas não-financeiras. E, para países
do setor privado estrangeiro, o setor público também se propondo que o setor privado nacional seja deficitário. com déficit externo, como é o caso do Brasil, isso significa
tornar superavitário, a consequência matemática inevi- Com o agravante de que, ao contrário do setor público, que a política fiscal deve ser deficitária.
tável é que o setor privado nacional terá que ser deficitá- só em condições muito especiais o setor privado con-
rio. E esse parece ser o “ponto cego” da discussão sobre o segue suportar uma situação em que suas receitas são * Economista

Editores Fale com JB Venda em banca


• Política/Nacional: Octávio Costa | octavio.costa@jb.com.br • Caderno B: Deborah Dumar | deborah.dumar@jb.com.br Geral Dias úteis: RJ e MG: R$ 5,00
3923-4000
• Cidade: Clóvis Saint-Clair | clovis@jb.com.br • Diretor de Arte: Ziraldo | ziraldo@jb.com.br Domingo: RJ e MG: R$ 6,00
Redação
3923-4149
• Economia: Gilberto Menezes Côrtes | gilberto.cortes@jb.com.br • Editor de arte: Ricardo Gomes | ricardo.gomes@jb.com.br
redacao@jb.com.br
Comercial
• Internacional/Esporte: Toninho Nascimento | toninho@jb.com.br • Editor de Fotografia: José Marinho Peres | jose.peres@jb.com.br Avenida Rio Branco, 157, Centro
Para enviar artigos
• Informe JB: Jan Theophilo | jan@jb.com.br • Secretário de Redação: Alexandre Machado | alexandre.machado@jb.com.br Tel.: 3923-4000 email.: comercial@jb.com.br
opiniao@jb.com.br
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Opinião Conheça nosso site www.jb.com.br • 9

A união é o O Brasil de
apenas dois
remédio mais eficaz Gabriel Souza
partidos
DINAMAM TUXÁ* E PAULO NOGUEIRA BATISTA JR. *
LUIZ ELOY TERENA**
O grande jornalista Barbosa Lima Sobri-
A Fundação Nacional do Índio (Funai) nho disse, certa vez, que o Brasil sempre teve
está na UTI e acabam de desligar mais um só dois partidos: o de Tiradentes, o partido da
dos aparelhos usados para manter seus si- autonomia e da independência; e o de Silvério
nais vitais. Agora está claro que o órgão, dos Reis, o partido da subordinação e da en-
cuja função deveria ser a demarcação e trega. O segundo partido remonta a Calabar,
proteção das terras indígenas, a articula- passa por Joaquim Silvério dos Reis – delator
ção e acompanhamento da execução das da Inconfidência Mineira – e continua até
políticas públicas voltadas para os povos hoje solidamente instalado no governo, no
indígenas, passou a atender a outros in- Congresso, no Poder Judiciário e na mídia.
teresses. A pedido da bancada ruralista, Apesar de tudo, o prestígio de Tiradentes
o governo decidiu exonerar o presidente é imenso. Por ocasião do dia 21 de abril, um
Franklimberg Ribeiro de Freitas. O mo- destacado integrante do partido de Silvério
tivo? Ele não estaria colaborando com dos Reis teve o desplante de invocar Tiraden-
o setor agropecuário. Longe de ser uma tes, comparando-se de certa maneira a ele...
unanimidade entre os indígenas, Ribeiro Não vale a pena subir pelas paredes, leitor. A
de Freitas foi o terceiro nome a ocupar o hipocrisia tem seus méritos. Como dizia La Ro-
cargo no governo Temer. chefoucauld, ela é a homenagem do vício à vir-
A relação do Estado e de parte da so- tude. No dia em que o vício parar de homena-
ciedade brasileira com os povos indíge- gear a virtude estaremos perdidos para sempre.
nas sempre foi marcada por práticas de Mas não quero discorrer sobre o partido
violência, desrespeito, preconceito e dis- de Silvério dos Reis e os seus numerosos in-
criminação. Mesmo que os seus direitos tegrantes. Seria deprimente, para mim e para
coletivos e fundamentais tenham sido o leitor. Vamos pensar um pouco nas nossas
alçados ao patamar de cláusulas pétreas de licenciamento ambiental. De acordo ra, e PLS 168/2018, no Senado). A nova raízes e nos nossos mortos? É deles que pode
da Constituição de 1988 e reiterados por com as prescrições adotadas ultimamen- versão do texto da Câmara, que pode ser vir o ânimo, o élan e a energia para continuar
tratados internacionais assinados pelo te para o paciente, podemos dizer que levada à votação a qualquer momento, a luta por um país criativo e independente.
Brasil (como a Convenção 169 da Orga- foram cortes cirúrgicos. Também no ano deve debilitar ainda mais a instituição e Não podemos esquecer que o Brasil pro-
nização Internacional do Trabalho, a De- passado, foi aprovado o relatório da Co- inviabilizar pelo menos 227 processos de duziu uma série de figuras extraordinárias.
claração da ONU sobre os Direitos dos missão Parlamentar de Inquérito (CPI) demarcação que estão em andamento. Lembro, por exemplo, Euclides da Cunha,
Povos Indígenas e a Declaração Ameri- contra o órgão e o Instituto Nacional de A Funai completou 50 anos no último Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Hei-
cana dos Direitos dos Povos Indígenas) Colonização e Reforma Agrária (Incra), dia 5 de dezembro. Em nome de que essa tor Villa-Lobos, Roberto Simonsen, Gilberto
jamais foram plenamente respeitados. que prevê o indiciamento de 67 pessoas, data passou em branco? Certamente não Freyre, Getúlio Vargas, Juscelino Kubistchek,
Mas os retrocessos dos últimos anos su- entre servidores, antropólogos, indige- foi por mero esquecimento. É hora de Lúcio Costa, Oscar Niemeyer, Nelson Rodri-
peram os prognósticos mais pessimistas. nistas, procuradores da República e lide- recuperar forças e reagir. Nesta sema- gues, Ariano Suassuna e Celso Furtado. É um
O atual orçamento da Funai correspon- ranças indígenas. na (encerrando-se hoje), aconteceu, em grupo heterogêneo, eu sei, que inclui desde
de apenas a 14% do total de suas despesas Não bastasse isso, o órgão ainda corre Brasília, o Acampamento Terra Livre um comunista como Niemeyer até um in-
mínimas; e em março do ano passado fo- o risco de contrair uma infecção oportu- 2018. Diante deste quadro preocupante, dustrial como Simonsen, passando por um
ram extintos de uma só vez, por decre- nista. O procedimento de licenciamento o único remédio eficaz é a nossa união. keynesiano como Furtado, além de artistas,
to, 347 cargos comissionados. A sangria ambiental do país está prestes a passar políticos e sociólogos. O que esses brasileiros
atingiu notadamente departamentos res- por mudanças profundas, com o avanço * Coordenanador-executivo da Articulação têm em comum? O traço que os une, a meu
ponsáveis pela análise de procedimen- de iniciativas defendidas pelos ruralistas dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) ver, é a convicção compartilhada por todos
tos de demarcação de terras indígenas e no Congresso (PL 3729/2004, na Câma- ** Assessor jurídico da Apib eles de que o Brasil é um país especial, capaz
de desempenhar um papel importante no
mundo. Em uma palavra: autoconfiança.
Nas suas “Memórias de Guerra”, De Gaulle

Mais valem pontes


escreveu que durante toda a sua vida ele sem-
pre se fizera “uma certa ideia da França” como
nação predestinada a um papel destacado e

do que muros excepcional. Se acontecia, ao contrário, de sua


trajetória ser marcada pela mediocridade, pela
mesquinharia, pelo fracasso, isso parecia, a seus
olhos, automaticamente, uma anomalia absur-


RAQUEL STIVELMAN* poucas e modestas, mas creio que apresenta- da, imputável não à França, mas aos franceses.
das essas minhas limitações, esteja bem claro Todos os brasileiros que mencionei, com
Construir pontes é muito mais valioso e e ameaçador esse estado sombrio de luta, de variações e peculiaridades, claro, sempre se
significativo do que erguer muros de separa- embate, de enfrentamento. fizeram “uma certa ideia do Brasil”: a de que
ção. Esse pensamento não é o que prevalece e
que tem prevalecido entre os homens através
O grande mal é O grande mal é que aqui, como nos demais
países, as opiniões divergentes entre os cida-
o nosso país, pelas suas dimensões, suas qua-
lidades, suas singularidades, está destinado
dos tempos. que as opiniões dãos não se limitam às ideias. Transportam-se a ocupar um lugar de destaque no planeta.
Quando muros são erguidos, sedimen- e transformam-se em homens que vão brava- Megalomania? Os partidários de Silvério
ta-se com muito mais eficácia a separação, divergentes não se mente à luta, imperando o desejo de superar, dos Reis se opõem ferozmente à ideia de um
a divisão, o desejo recíproco de derrubá-los de massacrar o seu oponente, de arrasar o seu Brasil grande. São os “realistas”, os defensores
para, mais adiante, construir outros muros limitam às ideias e “inimigo contumaz”. dos “limites do possível”, das “utopias viáveis”.
mais poderosos e eficazes. Quando o homem Esse cenário que acabei de descrever não é Sofrem de nanomania, como observou o ex-
se dará conta, em ocasiões excepcionais, de transformam-se em dos mais alvissareiros, não é verdade? -chanceler Celso Amorim. Os brasileiros nem
que o melhor meio de convivência entre as
diferenças é a abertura de pontes, através das
homens que vão O que fazer? Como combater essa perigosa
ameaça que paira sobre todos nós? Não tenho
sempre estão à altura do Brasil.
A nanomania alimenta-se da falta de ima-
quais possa ocorrer um diálogo cordial entre bravamente à luta, capacidade para apresentar respostas ou solu- ginação. Os partidários de Silvério dos Reis,
oponentes, entre adversários, entre as profun- ções esperançosas. Mesmo aqueles analistas mesmo os mais inteligentes, se notabilizam
das diferenças, até quando deve imperar sem- imperando o políticos ou outros profissionais que se especia- por um padrão de comportamento imitativo,
pre o respeito mútuo? lizam no estudo e possíveis sugestões de alívio mimético, pela aceitação acrítica dos valores,
Parece uma utopia, mas tem ocorrido be- desejo de massacrar na resolução desses problemas, talvez mesmo das tendências e dos modismos que vêm dos
los e poucos exemplos dessa situação de apa-
ziguamento, de clima amistoso, de respeitosa
o seu oponente” eles estejam atônitos com a gravidade e a difi-
culdade da atual situação política brasileira.
Estados Unidos e da Europa. O oposto disso
não é o fechamento e a xenofobia, leitor, mas
convivência entre contrários. Estarmos atentos ao que está se passando, sim a absorção criativa das influências exter-
O combate entre os homens, pelas mais prestando atenção absoluta no que as autori- nas – outro traço comum aos brasileiros que
diversas razões, com justificativa ou não, tem dades e os juízes estão focalizando e tentando mencionei acima. Essa absorção criativa foi
sido uma constante. E, no entanto, creio que amando a seu modo, o mesmo país. Revol- resolver. Essa já é uma atitude certa e é um caracterizada pelos modernistas, por Oswald
bem no seu âmago, alguns dos guerreiros tam mais, lamentam-se mais essas guerras testemunho de que estamos melhorando nos- de Andrade em especial, como a antropofagia
almejem alcançar a paz e o bem aventurado fratricidas que têm ocorrido tantas vezes atra- sa atuação como “aprendizes da vida”, com os brasileira, a capacidade de digerir e recriar as
convívio entre todos. Uma coisa é o que se al- vés da nossa história. seus mais variegados e diferentes aspectos. qualidades e os valores do estrangeiro. Metá-
meja e outra, oposta, divergente, é aquela que Estaremos nós, brasileiros e brasileiras, em Não é muita coisa, mas já conta um pouco fora poderosa, que sintetiza bem o espírito de
se põe em prática. pleno século 21, para sermos mais precisos, mais no balanço de nossa atuação. toda uma geração de brasileiros notáveis.
A meu ver, esses embates tão frequentes e no ano de 2018, vivenciando no nosso con- Quem sabe, com um pouco mais de paci- Esse espírito não se perdeu. Corre no nosso
nefastos se tornam mais graves quando ocor- turbado país uma ameaça, uma sombria pro- ência, possamos “passar de ano na escola da sangue e nos nossos sonhos.
rem entre irmãos, isto é, entre concidadãos babilidade de uma guerra fratricida? A cisão vida” com algum louvor.
de um mesmo país, onde todos estão falando está mais do que sedimentada e manifestada. Oxalá esse upgrade possa acontecer. Oxalá! * Economista, foi vice-presidente
a mesma língua, cantando as mesmas can- As minhas noções e conhecimentos das do Novo Banco de Desenvolvimento
ções, partilhando as raízes da mesma cultura, sutilezas do “modus operandi” político são * Mestre em Educação e diretor-executivo no FMI pelo Brasil
10 • Conheça nosso site www.jb.com.br Cidade Sexta-feira, 27 de abril de 2018

PARABÉNS PARA IPANEMA José Peres


Festa com samba
Os 124 anos de Ipanema
foram comemorados,
ontem, com uma festa
organizada pela pre-
feitura na Praça Nossa
Senhora da Paz, um dos
pontos mais movimenta-
dos do tradicional bairro
da Zona Sul. Os festejos
incluíram um animado
show do grupo de pa-
gode da Comlurb Che-
gando de Surpresa (foto)
e tiveram participação do
gari Renato Sorriso e da
Banda da Guarda Mu-
nicipal. Foram distribuí-
das mudas da Fundação
Parques e Jardins, e o
parabéns pra você teve
bolo e sarau de poesia,
na programação que foi
até as 18h.

Crivella almoça em Souza Aguiar convoca ONGs e empresas vão Criança é atingida por Ataque deixa dois mortos
restaurante popular bolsistas para vagas promover inclusão digital bala perdida em escola e 10 feridos em Angra
O prefeito Marcelo Crivella almoçou, A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Um grupo de organizações e empre- Uma menina de 11 anos foi atingida, A onda de violência que tomou conta
ontem, no restaurante popular de convocou candidatos aprovados em sas privadas com sede ou filial no Rio ontem, por uma bala perdida dentro da cidade de Angra dos Reis, no sul
Campo Grande, para celebrar a mar- processo seletivo para estágio não decidiu se unir para criar perspectivas de uma escola em Cavalcante, na fluminense, fez mais dois mortos e
ca de 1 milhão de refeições servidas obrigatório a comparecerem ao auditó- e gerar oportunidades em massa a jo- Zona Norte do Rio. Segundo infor- 10 feridos após um tiroteio na noite
ao preço de R$ 2 nas três unidades rio do Hospital Municipal Souza Aguiar, vens da periferia da cidade, por meio mações da Secretaria Municipal de de quarta-feira. O grupo participava
do programa que passaram para a no Centro, em dia e horário fixados em do que classificam de empoderamen- Saúde, a menina passou por uma de uma partida de futebol amador,
gestão municipal, no ano passado. comunicado publicado no Diário Oficial to digital. A meta é que, somente no cirurgia de madrugada no Hospital no bairro do Areal, quando, segundo
Os restaurantes populares de Bangu de quarta-feira, para o preenchimento primeiro ano, 8 mil pessoas sejam Lourenço Jorge. Ela continua inter- testemuhas, cerca de 15 homens
e Campo Grande, na Zona Oeste, e de vagas relacionadas no Edital GP/ beneficiadas em cursos organizados nada, mas passa bem. A criança foi fortemente armados de fuzis e
Bonsucesso, na Zona Norte, tinham SUBSC N.108, de 21/12/2017. O pelos diversos parceiros. Detalhes da atingida por um tiro no braço direito pistolas, divididos em quatro carros,
sido fechados pelo estado e foram link para consulta é o http://doweb. iniciativa, intitulada Coalizão Rio Di- quando brincava no pátio da Esco- passaram atirando contra jogadores
reabertos pela prefeitura. Juntos, rio.rj.gov.br/visualizar_pdf.php?re- gital, foram apresentados, ontem, na la Municipal Espírito Santo. A PM e torcedores que assistiam à partida.
servem por dia 6,5 mil refeições, load=ok&edi_id=00003736&pa- sede da Microsoft, uma das empresas afirmou que não houve operação nas Houve confusão e as pessoas corre-
entre café da manhã e almoço. ge=101&search=souza%20aguiar. envolvidas. proximidades da escola. ram procurando abrigo.

Mensagens dos leitores


As cartas, contendo telefone e endereço do autor devem ser dirigidas à redação do JORNAL DO BRASIL, Avenida Rio Branco, 157 - CEP: 20040-006 ou pelo e-mail: cartas@jb.com.br

EQUÍVOCOS de corrupção passiva e lavagem A tormenta do Judiciário, que bilidades. Sem falar nos valores SISTEMA BANCÁRIO
O presidente da Febraban, de dinheiro, por não terem en- acumula processos, enquanto exorbitantes dos pedágios. O editorial do JB (26/4) traz a
Murilo Portugal, declarou ao volvimentos com a Petrobras. tira dois meses de férias, dois Mais absurdo é o fato de que necessária discussão sobre o
JB (24/4), que 55,7% dos juros As ofensas mostram a que ní- de recesso, enforca feriados, se a estrada sempre foi uma das papel dos bancos que operam
altos no Brasil são causados vel de politização o MP chegou. autoatribui ‘penduricalhos’ nos melhores do país e que a dupli- no Brasil. Lamentavelmente,
pela inadimplência. Um grande Como podemos confiar num vencimentos, para não cumprir cação da serra está prevista em como revelado com
equívoco. Não será o contrário, trâmite legal, baseado em fatos a lei do teto salarial. Que Deus contrato desde 2007. Porém, a brilhantismo pelo JB, os bancos
ou seja, a inadimplência estaria e provas contundentes, com nos salve do caos!  ANTT vem fazendo acordos privados, especialmente o
elevada em função dos juros bases sólidas, se observamos o Oswaldo Cruz Gribel que beneficiam a concessioná- Santander, são verdadeiros
cobrados pelo imoral sistema partidarismo e a intimidação Mar de Espanha-Minas Gerais ria, enquanto destrói a econo- abutres a lesar, criminosamente,
financeiro do país? de delatores. E, o mais estar- mia das regiões vizinhas. Parece a nação brasileira.
A propósito, registre-se a cora- recedor, não se quer combater STF óbvio que há algo errado e o Tudo acontece com o aval
josa denúncia do editorial do JB a corrupção realmente, mas As nossas excelências do STF Ministério Público devia apurar. das instituições brasileiras,
(26/4), sobre o lucro imoral do desqualificar a história do ex- que deveriam trabalhar pela Caio Simon que nada fazem a fim de
Santander - R$ 2.054 bilhões - a -presidente. harmonia do país, pela certeza Rio de Janeiro estancar essa farra bancária.
despeito da economia brasileira Lamentavelmente, uma fer- de que a Justiça está agindo Faltou acrescentar que os
ter crescido, praticamente, zero ramenta que a Constituição corretamente a favor do povo BANCOS E SEGURADORAS bancos públicos, além de não
no trimestre. de 1988 nos brindou, com a brasileiro, e não julgando Excelente a série de reporta- cumprirem o seu papel social,
Em verdade, a ganância se es- autonomia do MP, nos faz crer conforme o nome. Na verdade, gens do JB sobre os lucros e estão nas mãos daqueles que
tende ao Bradesco (rei absoluto que o mesmo tornou-se um estão jogando fora todos esses juros exorbitantes dos bancos. usurparam o poder central.
das tarifas, com elas pagando aparelho político. itens, para  gratificar aqueles que Aguardo o JB se debruçar Várias agências foram extintas,
toda a folha de pagamento do Evandro Coelho já estão condenados e presos. sobre os abusos das segurado- prejudicando o atendimento e
banco) e também ao não menos Rio de Janeiro Vergonha já é elogio. Talvez o ras,  principalmente quanto as taxas cobradas pelos serviços
ganancioso Itaú-Unibanco. nosso Aurélio tenha algo mais ao ressarcimento em casos de estão longe do conceito de
Deixo o meu aviso ao senhor TORMENTAS concreto para designar tanta sinistros. banco público. Mas a sociedade
Murilo Portugal: não faço parte Vivemos a chamada tempestade irresponsabilidade da parte dos Atualmente, parece que nada brasileira assiste a tudo
do grupo de inocentes que ele perfeita, soma de três tormen- que deveriam honrar as togas acontece em menos de 60 dias, passivamente. 
deseja enganar com seus equí- tas, que de tão fortes geram o que usam. ainda que o cliente apresente Romildo Vieira do Bomfim
vocos. caos.  A tormenta do Executi- Teresa Abreu de Almeida tudo o que lhe é solicitado. Niterói-Rio de Janeiro
Claudia de Barros vo, que administra mal o país, Rio de Janeiro No meu caso, venho sendo
Rio de Janeiro aplicando os impostos de forma enrolado por exatos dois meses, CORAGEM DO JB
a deixar a educação, a saúde, a RIO-PETRÓPOLIS com um sinistro de roubo de Quero parabenizar o JB pela
POLITIZAÇÃO segurança pública e a infraes- Quero agradecer ao JB, pela automóvel, sendo que desde coragem de enfrentar o sistema
Assistimos às declarações trutura intratáveis. excelente matéria de Celina 3/4/2018, a seguradora está de bancário. Nenhum jornal do
estapafúrdias do procurador do A tormenta do Legislativo, que Côrtes sobre o abandono da posse do documento de compra nosso país fez isso até hoje.
Ministério Público de São Pau- deveria representar o povo, mas Rio-Petrópolis. Como usuá- e venda do veículo devida- São matérias que apresentam
lo, Ricardo Montemor, desqua- só representa os políticos que rio dos infames serviços da mente homologado, mas não dados concretos, e produzem
lificando os votos dos ministros fazem leis para beneficiar as Concer, observo que trata-se paga. Certamente, se fosse o subsídios para uma reflexão
do STF, que concordaram em empresas (as chamadas ‘voado- de uma evidente empresa de contrário, a polícia já estaria na sobre o sistema bancário
tirar do juiz Sergio Moro, pro- ras’ por exemplo), e criar mais oportunidades à moda Brasilis, minha porta. do país.
cessos em que o presidente Lula arrecadação invadindo o bolso sem a mínima competência Carlos Elísio  Antenor Ferrari
responde por supostos crimes dos seus representados. para cumprir a suas responsa- Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Economia&Negócios Conheça nosso site www.jb.com.br • 11

CMN limita juros do cartão


Governo tem como objetivo reduzir taxa cobrada no rotativo, que em março chegou a 243,5%
As operadoras de cartões de crédito não cobrados pelos bancos. Enquanto a Selic
poderão mais cobrar juros especiais, quase O DESCOMPASSO DOS JUROS (%) desde o início do ciclo de cortes, que come-
sempre maiores, de clientes que estiverem çou em novembro de 2016, teve um corte de
no rotativo e ficarem inadimplentes, disse TAXA AO ANO NOV 2016 MAR 2018 VARIAÇÃO % 54,38%, a redução percentual das taxas mé-
ontem, o diretor de Regulação do Banco dias de juros para pessoas físicas, do cheque,
Central, Otávio Damaso. A medida baixada SELIC 14,00 6,5 -54,38 especial e do cartão de crédito foi menor
pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) CHEQUE ESPECIAL 330,64 324,67 -1,8 (ver quadro).
prevê que o juro continuará sendo o do rota- Em março, os juros do cheque especial
ROTATIVO CARTÃO DE CRÉDITO 494,82 334,46 -32,98
tivo, apenas acrescido de 2% de multa e 1% subiram em março, chegando a 324,7% ao
ao mês de juro de mora. TAXA MÉDIA DE JUROS PESSOA FÍSICA 43,15 32,98 -23,7 ano, com aumento de 0,6 ponto percentual
Embora o rotativo já seja uma das maio- em relação a fevereiro. No ano, a elevação é
res taxas de juros cobradas dos brasileiros, de 1,7 ponto percentual.
há instituições que cobram um porcentual A taxa do rotativo do cartão de crédito
ainda maior se o cliente que está no rotativo também subiu, ao chegar a 243,5% ao ano
fica inadimplente. em março, com aumento de 9,6 pontos per-
Diante dessa disparidade, o objetivo do centuais em relação a fevereiro. Essa é a taxa
BC é fazer com que a taxa de juros cobrada para quem paga pelo menos o valor mínimo
pelo chamado “rotativo não regular”, que é da fatura do cartão em dia.
maior e pode chegar a patamares de 19% ao Fonte: Banco Central Já os juros cobrados dos consumidores que
mês sobre faturas em atraso, convirja para não pagaram ou atrasaram o pagamento mí-
a taxa cobrada no “rotativo regular”, que é o rotativo, mas paga em dia. Isso porque a plência, embora a taxa de juros precise ser a nimo da fatura caíram 2 pontos percentuais,
menor por ser aplicada a clientes que pagam mudança regulatória vem aliada à flexibili- mesma que a do rotativo regular. Segundo chegando a 397,6% ao ano em março. Com
o mínimo da fatura e em dia. zação no porcentual mínimo de pagamento o BC, a tendência dos bancos é segregar o isso, a taxa média da modalidade de crédito
Quando o cliente já tiver o rotativo parce- da fatura. mínimo da fatura por tipo de produto, em ficou em 334,5% ao ano, com aumento de 2,1
lado e ficar inadimplente, o juro do contrato Hoje, o mínimo é de 15% do valor da fa- vez de cliente a cliente. Todas as mudanças pontos percentuais em relação a fevereiro.
de parcelamento será mantido - a única va- tura, fixado em norma, mas o BC extinguiu precisarão ser comunicadas com 30 dias de O saldo de todas as operações de crédito
riação nos encargos será a aplicação de mul- essa regulação e vai deixar a fixação do por- antecedência. concedido pelos bancos ficou em R$ 3,081
ta e mora. centual a cargo de cada instituição financei- trilhões, com crescimento de 0,6% no mês.
O diretor negou a possibilidade de as ins- ra, de acordo com sua política de crédito e o Juros em alta No ano, houve retração de 0,3% e em 12 me-
tituições fazerem um movimento contrário, perfil do cliente. A medida do CMN foi adotada num ses, crescimento de 0,1%. Em relação ao PIB
de migração das taxas do rotativo regular Na prática, os bancos poderão cobrar um momento de extremo descompasso en- - o volume de crédito correspondeu a 46,6%,
para patamares maiores, para fazer frente pagamento mínimo mais elevado de clien- tre os juros básicos, estabelecidos na Taxa com aumento de 0,2 ponto percentual em
aos inadimplentes e penalizando quem usa tes que apresentem maior risco de inadim- Selix, e os da vida real dos consumidores, relação a fevereiro.

A boca de jacaré que engole a renda das famílias


GILBERTO M. CÔRTES À parte o abuso dos ju- milhões de brasileiros estão
gilberto.cortesr@jb.com.br ros no cartão de crédito, com o CPF negativado (em
que seguem subindo, ig- VARIAÇÃO DO CRÉDITO BANCÁRIO operadoras de telefonia, em
O Banco Central inaugu- norando a queda dos juros EM 12 MESES cartões de crédito, carnês
rou esta semana um novo básicos (taxa Selic), sob a de cadeias varejistas e em
layout para as “Notas eco- complacência do Banco bancos e financeiras), só
nômico-financeiras para
a imprensa”. A publicação
Central, o gráfico sobre o
mercado de crédito ante-
1.700 +5,9% um mutirão nacional pode
limpar o passivo de milhões
é bem cuidada, com grá- vém o desastre que a Fiesp 1.650 PESSOA FÍSICA de famílias. Do contrário o
ficos sobre o setor externo antecipou em estudo pu- 1.600 tal do Cadastro Positivo
(balança comercial, servi- blicado ontem pelo JB: se 1.550
será mais uma lei que não
ços, conta corrente), a área o crédito bancário cresce pega.
1.500
monetária e de crédito, a
política fiscal, e a dívida
só entre as pessoas físicas,
em modalidades com altos 1.450
PESSOA JURÍDICA -6,0% O governo ajudou no
ano passado ao liberar os
pública. Mas a nova confi- juros, é previsível que uma 1.400 saldos do FGTS e esse ano
guração torna mais difícil nova onda de calote venha JAN 17 FEV 17 MAR 17 ABR 17 MAI 17 JUN 17 JUL 17 AGO 17 SET 17 OUT 17 NOV17 DEZ17 JAN 18 FEV 18 MAR 18
pode contar com a injeção
medir a evolução dos juros a assolar as famílias, que se- de recursos do PIS/Pasep e
e indicadores. rão sugadas em R$ 1,04 tri- das pendências das cader-
Quem quiser pesquisar lhão de sua renda até 2022 Fonte: Banco Central netas de poupança tunga-
para valer (e não comprar para pagar juros turbinados das nos planos econômicos
a versão pronta do BC) vai pelos spreads extorsivos. ladas pela onda de desem- lias vai tirar a economia da E, certamente virá nova- dos anos 80 e 90. Mas qual a
perder muito tempo. Nos A economia atravessou prego, tiveram de retrair o letargia pode ser otimista mente a Federação Brasilei- estratégia do Banco Central
dias de hoje, com a pressa 30 meses de recessão, de consumo. Vários setores da demais. Com os juros ele- ra dos Bancos (Febraban) para forçar uma recompo-
do jornalismo online, pou- meados de 2014 até o pri- economia (exceto os liga- vadíssimos no cartão de culpar a inadimplência sição de dívidas que limpe
ca gente pode se dedicar meiro trimestre de 2017, dos à exportação) passaram crédito, nos financiamen- pelos altos spreads (a di- o passivo dos bancos, em-
a uma pesquisa de fundo quando a super safra reani- a operar com forte ociosi- tos de automóveis e da casa ferença entre o que pagam presas e famílias? A libera-
(antes, a planilha em excel mou o PIB combalido. As dade. Isso explica porque própria e no crédito consig- os bancos na captação de ção dos R$ 25,7 bilhões dos
permitia navegar pelas di- famílias ficaram encalacra- os créditos totais às empre- nado e no CDC, qualquer recursos e o que os bancos depósitos compulsórios, a
versas taxas e indicadores das com juros elevados em sas caíram 6% nos 12 meses solavanco eleitoral ou um cobram dos clientes). Não partir de 1º de julho, deve
com um clique no rodapé; empréstimos que tomaram terminados em março. No desarranjo na economia seria melhor uma ‘mea cul- ter esse objetivo, com com-
agora é preciso abrir plani- em 2013 e 2014 (automó- Bradesco, que apresentou mundial (com as tensões pa’ em contrário? promisso dos bancos em
lha por planilha). O resul- veis, crédito consignado, ontem o balanço do trimes- acirradas pela desgloba- Crédito com juros estra- abrir mutirões de renego-
tado é que a versão oficial cartão de crédito, crédito tre, a queda foi de 6,7%. lização promovida por tosféricos não podem sus- ciação. Que a CPI dos juros
circula mais do que as de direto ao consumidor e cré- A aposta dos bancos de Trump), pode causar nova tentar uma recuperação da no Senado dê rumo a essa
investigação jornalística. dito imobiliário). E, asso- que o consumo das famí- onda de inadimplência. economia duradoura. Se 62 questão crucial.

Dólar baixa e
Petrobras sobe
Após cinco dias de alta Com os papéis acessí-
e superar os R$ 3,50 no veis ao investidor exter-
meio do pregão (batendo no, o IBovespa chegou
R$ 3,5073), o dólar fe- aos 86.383,19 pontos, +
chou em queda de 0,26%, 1,57%. Petrobras ON su-
depois que o presidente biu 4,04% e os PN 4,14%.
do Banco Central, Ilan Estatal aprovou distribui-
Goldfajn, disse que não ção de dividendos trimes-
permitirá uma “dinâmica tral e ampliou para 11 o
perversa”, e que pode usar número de membros do
reservas e swaps cambiais. Conselho de Administra-
12 • Conheça nosso site www.jb.com.br Economia&Negócios Sexta-feira, 27 de abril de 2018

Lucro do Bradesco sobe 9,8%


Receita vem de tarifas, seguros, créditos a pessoas físicas e do aumento do spread
GILBERTO MENEZES CÔRTES ram do aumento de 22,3% nas receitas das
gilberto.cortesG@jb.com.br ÍNDICES DE INADIMPLÊNCIA contas correntes, na expansão de 12,7% nas
taxas de administração sobre os fundos ad-
EM %
O aumento de 9,8% no lucro do Bra- 8,6 ministrados pela Bradesco Asset Manege-
desco no primeiro trimestre (R$ 5,102 7,6 8,3 ment (BRAM). No cartão de crédito, mes-
bilhões), em relação ao mesmo período 7,2 7,2 mo com a mudança promovida pelo Banco
de 2017, mostrou que o sistema bancário 6,8 6,63 Central no Rotativo, que encolheu em 3%
voltou a acumular ganhos muito acima da 6,12 o volume de crédito em relação a março de
inflação e do crescimento da economia. O 6,9 2017, houve crescimento de 35% nas recei-
6,5 6,7
Santander, primeiro banco a apresentar re- 6,2 tas em função, principalmente, do térmi-
sultados trimestrais, teve aumento de 25% 5,8 5,8
5,50 no do prazo de carência para cobrança de
no trimestre. A título de comparação, nos 5,6 5,07 mensalidades nos cartões distribuídos aos
5,4 5,5
últimos 12 meses terminados em março, a 4,9 clientes em 2017.
inflação foi de 2,68%. Itaú apresenta balan- 4,6 4,8 4,67
4,39
ço dia 2 de maio e BB e CEF até o dia 15. O Inadimplência em queda
próprio Bradesco está projetando cresci- Os créditos que mais cresceram foram
mento de apenas 0,3% no PIB do primeiro na carteira de consignado (13,4%), seguido
trimestre (frente ao 4º trimestre de 2017) e 2,3 pelos 10,5% de alta nos financiamentos a
2,0 1,89 2,0
reduziu de 2,8% para 2,5% a projeção para 1,8 automóveis e caminhões. O crédito ao con-
o PIB de 2018. 0,8 1,2 1,5 signado concentra 51% das operações com
O resultado do Bradesco ocorreu a des- pensionistas do INSS (que descontam em
peito de uma queda de 1,3% nos créditos folha em prazo de até 7 anos), seguido pela
trimestrais e de 3,2% na comparação com fatia de 42,1% dos funcionários públicos.
março de 2017. O tombo no crédito foi cau- JUN 16 SET DEZ MAR17 JUN SET DEZ MAR18 A inadimplência teve queda significativa.
sado pela retração das grandes empresas Micro, pequenas empresas e médias Pessoas físicas Total Grandes empresas Após registrar índice de 5,6% em março de
(as operações com pessoas jurídicas enco- 2017, o nível das operações com atraso aci-
lheram 6,7% em 12 meses). Mas os ganhos Fonte: Bradesco ma de 90 dias (que exigem provisões) caiu
do Bradesco (como aliás de todo o sistema, para 4,39%. Mas a queda foi desigual. Entre
como mostrarão os balanços) vieram das vado reporta no balanço o que a Febraban e 30% em março de 2017, a maior parte dos os micro e pequenos empresários, houve
pessoas físicas. Os créditos a pessoas au- tenta negar (a lerdeza do sistema bancário ganhos veio de tarifas e da redução dos cus- redução do pico de 8,6% em dezembro de
mentaram 1,3% no trimestre e em 3,5% em em transferir para os clientes a redução nas tos administrativos (queda de 22% nas des- 2016, para 8,3% em março de 2017 e para
12 meses. taxas básicas de juros pelo Banco Central). pesas com devedores duvidosos, com baixa 6,12% agora em março. Para as pessoas fí-
Na decomposição do lucro, o Bradesco Em relação ao primeiro trimestre de 2017, de R$ 5,3 bilhões) e do plano de demissão sicas, a redução foi de 6,9%, em março de
assinala que as margens financeiras diminu- a Selic caiu cerca de 50%, mas a média dos voluntária que encolheu o quadro em 9.800 2017 para 5,07%. Mas grandes empresas
íram R$ 507 milhões pelo encolhimento no juros baixou de 25% a 30%. pessoas e cortou 600 agências. seguem enroscadas na falta de liquidez: de-
volume de créditos. Mas houve “aumento No caso do Bradesco, que teve 31% dos pois do pico de 2,3% em março de 2017 e a
de R$ 100 milhões” pela dilatação dos spre- lucros oriundos da Bradesco Seguros (con- Tarifas sustentam lucros baixa a 1,5% em junho do ano passado, o
ads. Ou seja, o segundo maior banco pri- trolada 100%), contra 29% no 4º trimestre Em matéria de tarifas, os destaques vie- índice bateu em 2% em março.

Pnad: TV com internet cresce 40% em 2017


Na esteira da difusão das plataformas de Com o crescimento dos smartphones, os
vídeo por streaming, 2,112 milhões de do- microcomputadores, incluindo notebooks, DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO POR SEXO E GRUPO DE IDADE
micílios passaram a ter ao menos um tele- perderam espaço. Em 2016, havia acesso à
visor conectado na internet em 2017, um internet com computadores em 27,792 mi- ANOS % DA POPULAÇÃO ANOS
crescimento de 40% na comparação com lhões de lares (40,1% do total), mas o nú-
80 OU MAIS 1,3 0,8 80 OU MAIS
2016. Agora, a TV é tão usada para aces- mero caiu para 27,095 milhões em 2017, ou
75 - 79 1,0 0,8 75 - 79
sar a internet quanto os tablets: 10,6% dos 38,8% do total. “Muitas pessoas que tinham 1,1
70 - 74 1,4 70 - 74
domicílios do país já possuem um televisor o computador basicamente para acessar a 65 - 69 2,0 1,6 65 - 69
conectado, enquanto o tablet é usado para internet, hoje o fazem no celular com muito 60 - 64 2,5 2,1 60 - 64
esse fim em 10,5% dos lares. mais facilidade”, disse Maria Lúcia. 55 - 59 3,0 2,6 55 - 59
Os dados são da pesquisa “Característi- Independentemente do aparelho usado, 50 - 54 3,4 3,0 50 - 54
cas gerais dos moradores e dos domicílios 5,153 milhões de lares passaram a ter aces- 45 - 49 3,4 3,1 45 - 49
2017”, com base na Pesquisa Nacional por so à rede de computadores na passagem de 40 - 44 3,8 3,4 40 - 44
Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), 2016 para 2017. Com isso, 70,5% dos lares 35 - 39 4,2 3,8 35 - 39
divulgada ontem pelo IBGE. Com a estag- do país já têm acesso à internet. Em 2016 30 - 34 4,0 3,8 30 - 34
nação da presença dos tablets nas casas das eram 63,6% os domicílios com acesso à 25 - 29 3,8 3,6 25 - 29
famílias, os smartphones assumiram mes- internet. Já o telefone fixo segue rumo ao 20 - 24 3,9 4,0 20 - 24
mo o posto de aparelho preferencial para o ostracismo: 22,431 milhões de domicílios 15 - 19 4,1 4,2 15 - 19
acesso à internet. Aparelhos celulares estão (32,1%) possuem o aparelho, contra 23,891 10 - 14 3,6 3,7 10 - 14
presentes em quase a totalidade (92,7%) milhões em 2016. 5-9 3,2 3,4 5-9
dos domicílios brasileiros. 0-4 3,1 3,3 0-4
Celular tem 69% do acesso à internet Indicadores sociais patinam
Em 48,151 milhões de lares (69% do to- Se a tecnologia avança, os indicadores so- Fonte: IBGE

tal), o acesso à internet é feito no celular,


conforme os dados de 2017. Foi um cres-
ciais seguem atrasados: Em 2017, dos 69,8
milhões de lares 97,2% tinham água cana- Fatia dos idosos chega
a 14,9% da população
cimento de 15,3% em relação a 2016, com lizada e 85,7% (ou 59,8 milhões) tinham a
6,392 milhões de lares a mais usando o ce- rede geral de distribuição como principal
lular com internet. Segundo a gerente da fonte de abastecimento. O percentual com
Pnad, Maria Lúcia Vieira, os números so- acesso diário à água caiu dos 87,3% de 2016 Em 2017, a população residente no Brasil foi até 34 anos, exceto na faixa de 20 a 24 anos,
bre o uso dos celulares para acessar a in- para 86,7% (51,8 milhões de lares devido à estimada em 207,1 milhões de pessoas, 4,2% que caiu até 2016 (de 8,3% para 7,9%), mas
ternet podem estar subestimados. Embora estiagem em Brasília e no Centro-Oeste. No maior que em 2012, quando foi estimada em teve leve aumento em 2017 (8,2%); e aumento
ainda existam pessoas que têm celular, mas Distrito Federal, o percentual de domicílios 198,7 milhões. As regiões Centro-Oeste (7,6%) a partir da faixa de 35 a 39 anos. A longevidade
não usam a internet no aparelho, é possí- com abastecimento diário de água caiu de e Norte (7,3%) apresentaram os maiores au- das mulheres é bem mais intensa nas faixas de
vel que as famílias entrevistadas pelo IBGE 99,7% para 43,3%, no período. mentos populacionais no período, contudo 65 anos para cima. A redução dos percentuais
não percebam o uso de e-mail e aplicativos A pesquisa mostra que 97,7% dos domi- possuíam as menores participações na popu- da população feminina ocorreu até a faixa de
de redes sociais como uso de internet. cílios possuíam banheiro de uso exclusivo e lação total (7,6% e 8,5%, respectivamente). A 30 a 34 anos de idade, e aumento nas seguintes.
“A maioria das pessoas que usam a inter- que em 66,0% deles o escoamento do esgo- região Sudeste, por sua vez, concentrava 42,0% A população masculina apresentou perfil
net no celular é para o uso de mensagens”, to era feito pela rede geral ou fossa ligada à da população residente. Enquanto os homens mais jovem que a feminina: os homens de até
disse Maria Lúcia. A partir de 2019, o ques- rede. Em 30,3% (21,1 milhões de domicí- representavam 48,4% da população residente, 24 anos eram 18,7% (20,0% em 2012) do total
tionário da Pnad passará a incluir pergun- lios) o esgotamento sanitário era feito por as mulheres correspondiam a 51,6%. em 2017, enquanto as mulheres, 17,9% (19,5%
tas específicas sobre o tipo de uso da inter- meio de fossa não ligada à rede. O envelhecimento da população seguiu em 2012). Por outro lado, os homens de 60
net no celular. Hoje, a pergunta é apenas se O índice de domicílios onde havia cole- acelerado, com o grupo de pessoas acima de anos ou mais eram 6,4%, da população em
a família acessou a internet e se o acesso foi ta de lixo regular de 82,9%. Em 7,9% dos 60 anos aumentando de 12,8%, em 2012, para 2017 (5,7% em 2012) e as mulheres desta faixa
no celular ou não. Para Maria Lúcia, a ten- domicílios o lixo era recolhido em caçamba 14,6%. Foi mantido o alargamento do topo e etária, 8,2% (7,2% em 2012). Ainda segundo a
dência é que em todos os 64,656 milhões de serviço de limpeza, enquanto em 7,9% o estreitamento da base da estrutura etária. O Pnad, 46,8% da população se declararam par-
dos lares onde há um celular ele seja usado deles o lixo era queimado na propriedade que impacta a Previdência. Houve redução da, 8,6 preta, o que soma 55,4% o contingente
com internet móvel. (18,2% no Norte e 16,0% no Nordeste). dos percentuais de homens nas faixas etárias de afrodescentes, e 43,6% se disseram brancos.
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Economia&Negócios Conheça nosso site www.jb.com.br • 13

Gigantes disputam Eletropaulo


Espanhola Enel sobe oferta a R$ 32,20 por ação, após a italiana Enel ter oferecido R$ 32,10
Divulgação
A gigante energética italiana Enel e a es-
panhola Iberdrola estão em uma batalha
pelo controle da Eletropaulo, a maior dis-
tribuidora de energia elétrica do Brasil. A
Enel aumentou mais uma vez a oferta de
aquisição, agora para US$ 32,20 por ação,
o que representa um preço de US$ 5,4 bi-
lhões. Na 4ª ratificação do edital, a empresa
informa que todos os demais termos e con-
dições permanecem inalterados.
O grupo italiano também oferece pelo
menos US$ 1,5 bilhão de aumento de ca-
pital ao fim da operação, uma quantia que
a Enel adicionou em 20 de abril, quando
anunciou o primeiro aumento da oferta.
A oferta pública de aquisição (OPA) está a
cargo da Enel Sudeste, filial da Enel Brasil,
que pretende comprar todo o sistema de
distribuição de energia elétrica de São Pau-
lo, privatizado em 1998.
A proposta dos italianos supera a da
Neoenergia, controlada pelo grupo espa-
nhol Iberdrola, que na noite de quarta-feira
elevou sua oferta para R$ 32,10 por ação.
A batalha entre Enel e Iberdrola pelo
controle da Eletropaulo começou em 17
Eletropaulo é a maior distribuidora de energia elétrica do Brasil e conta atualmente com mais de 18 milhões de clientes
de abril, quando o grupo espanhol anun-
ciou uma oferta pública de aquisição de R$
25,51 por ação, com um aumento de capital a se tornar a maior distribuidora do Brasil. por sua vinculação com o Estado italiano, pólio”, segundo a carta assinada pela direto-
de 414 milhões de euros adicionais. “A Eletropaulo conta com mais de 18 seu acionista majoritário. ra de Assuntos Europeus da Iberdrola, Eva
A Iberdrola melhorou a oferta na segun- milhões de clientes e opera na região mais “A Enel não opera com critérios de mer- Chamizo, divulgada pela imprensa.
da-feira passada, para R$ 1,16 bilhão de eu- próspera do Brasil”, explicou Felipe Lopez, cado e adota decisões de negócios que não A empresa italiana rejeitou imediata-
ros, nos cálculos da AFP. A empresa espa- analista do Selfbank. obedecem a nenhuma lógica econômica, mente as acusações “sem fundamento” que
nhola, que realiza a operação por meio de Ela se aproveita de seu estatuto e não res- confundem a política energética na Itália e
sua filial brasileira Neoenergia, oferecia R$ Disputa vai a Bruxelas peita as regras”, acusou a Iberdrola.. na Espanha da empresa com a disputa pelo
29,40 por ação. No contexto de uma guerra declarada, a Para a rival espanhola, a condição da mercado brasileiro. “A falta de fundamento
A Neoenergia, que concretizou uma fu- Iberdrola denunciou a italiana Enel à Co- Enel, com capital público, deixa-o em uma de todas essas acusações é bastante surpre-
são com o grupo brasileiro Elektro em 2017 missão Europeia, em Bruxelas, por violar situação de “privilégio regulatório na Itália”, endente” e tem como “objetivo evitar uma
e se tornou a maior distribuidora pelo nú- os princípios da livre-concorrência, apro- com “aceso mais barato aos mercados de concorrência legal pela Eletropaulo”, garan-
mero de clientes da América Latina, aspira veitando-se de uma posição monopolística capital”, e ela opera “quase como um mono- tiu a Enel em comunicado. (AFP)

BCE alerta Resultado


para ameaça Suzano lucra mais do GPA tem
protecionista
O Banco Central Europeu (BCE)
80,6% no trimestre alta de 24,3%
O Grupo Pão de Açúcar (GPA) apu-
constatou “certa moderação” na econo- A Suzano Papel e Celulose regis- 17,4% superior à geração de R$ 1,077 rou lucro líquido de R$ 150 milhões
mia da zona do euro e manifestou sua trou lucro líquido de R$ 813 milhões bilhão informada no quarto trimestre. no primeiro trimestre de 2018, alta de
preocupação diante das “ameaças pro- no primeiro trimestre de 2018, alta de De janeiro a março, o Ebitda (lucro 24,3% ante o mesmo trimestre do ano
tecionistas” cada vez mais fortes, esbo- 80,6% ante lucro de R$ 450 milhões antes de juros, impostos, depreciação e anterior. O resultado é atribuído aos
çando um panorama mais pessimista apontado um ano antes, impulsionada amortização) ajustado, termômetro do acionistas controladores e inclui opera-
que em outras ocasiões. pelo ambiente de preços ainda bastan- mercado para mensurar a capacidade ções continuadas e descontinuadas.
O italiano Mario Draghi, presiden- te favorável. A performance também é operacional das empresas, atingiu R$ O resultado atribuído aos acionistas
te da instituição, adotou um tom mais 127,2% superior ao ganho de R$ 358 1,528 bilhão. O desempenho repre- controladores foi de R$ 108 milhões,
preocupado que anteriormente, num milhões informado no quarto trimes- senta um avanço de 80,4% ante igual expansão de 40,1%. Após ter declara-
contexto em que os Estados Unidos tre de 2017. intervalo de 2017 e de 7,2% frente ao do sua intenção de vender o controle
poderiam impor tarifas aduaneiras so- O Retorno sobre o Capital Investido quarto trimestre. A margem Ebitda da Via Varejo, o GPA tem reportado os
bre as importações de alumínio e aço (ROIC) consolidado, principal métri- ajustada passou de 45,4% em dezem- números desse negócio como operação
europeus. ca de desempenho da companhia de bro para 51,0% em março. Em março descontinuada.
“Os riscos relacionados a fatores de papel e celulose aumentou de 14,5% de 2017, a margem estava em 37,6%. O Ebitda (lucro antes de juros, im-
natureza mundial, inclusive ameaças de em dezembro para 17,4% em março. postos, depreciação e amortização) foi
um reforço do protecionismo, se tor- Em março de 2017, o ROIC estava em Receita de R$ 503 milhões de janeiro a março,
nou mais relevante”, declarou Draghi 10,6%. A receita líquida totalizou R$ 2,999 resultado 1,4% menor do que no ano
após reunião na qual o BCE manteve A geração de caixa operacional bilhões no primeiro trimestre de 2018, anterior. O GPA informou anterior-
as suas taxas básicas de juros sem alte- da companhia, por sua vez, cresceu alta de 33,1% em relação ao mesmo mente ter registrado receita líquida de
ração em seu mínimo histórico, e con- 103,4% no comparativo anual, para R$ período de 2017 e queda de 4,6% em R$ 11,343 bilhões no primeiro trimes-
firmou seu amplo programa de compra 1,265 bilhão. O resultado também é relação ao quarto trimestre. tre, crescimento de 7,5% ante igual pe-
de dívida ao menos até setembro. río de 2017.

Microsoft tem lucro American Airlines perde Fiat Chrysler anuncia aumento de 59% Prejuízo do Barclays Governo do Chile
acima do esperado 45,2% no 1º trimestre no lucro, enquanto GM reporta queda de 60% é de US$ 1,06 bilhão capitalizará Codelco
O grupo digital Microsoft A American Airlines informou A Fiat Chrysler (FCA) anunciou lucro líquido de 1,021 bilhão de O Barclays registrou prejuízo O governo do Chile capi-
publicou ontem resultados ontem que seus lucros caíram euros no primeiro trimestre do ano, alta de 59% sobre igual líquido de 764 milhões de talizará a Codelco, a maior
trimestrais melhores que o 45,2% no primeiro trimestre período de 2017. A montadora ítalo-americana vendeu pouco libras (US$ 1,06 bilhão) no pri- produtora de cobre do mundo,
esperado. Para o terceiro do ano, para US$ 186 milhões, mais de 1,2 milhão de veículos entre janeiro e março, um au- meiro trimestre, contra lucro embora exija maior austerida-
trimestre de seu exercício, o embora a receita tenha subido mento de 5% em comparação com o primeiro trimestre do ano de 190 milhões de libras um de da empresa.“Participare-
grupo obteve um lucro líquido 5,9%, para a cifra recorde de passado. A receita caiu 2%, no entanto, para 27,027 bilhões. ano antes. A receita recuou mos com a capitalização que
de US$ 7,4 bilhões, uma alta US$ 10,4 bilhões. Os resul- Já a General Motors anunciou queda de quase 60% no lucro 8% na comparação anual, for necessária para manter
de 35%, enquanto o volume tados foram abalados pelo líquido, para US$ 1,1 bilhão, devido a um custo de US$ 942 para 5,36 bilhões de libras as condições de crédito no
de negócios cresceu 16%, aumento de 10% nos custos milhões ligado à fabrica sul-coreana. A receita da montadora no primeiro trimestre, quando mercado, graças ao apoio do
para US$ 26,8 bilhões, tam- operacionais, devido à alta caiu 3,1%, para US$ 36,1 bilhões, maa as vendas na China no houve um ganho na alienação Estado chileno, disse o minitro
bém melhor que o esperado. dos combustíveis. trimestre alcançaram um recorde de mais de 986 carros. de negócios. da Fazenda, Felipe Larraín.
14 • Conheça nosso site www.jb.com.br Internacional Sexta-feira, 27 de abril de 2018

Encontro histórico
Kim Jong-un é primeiro líder norte-coreano a visitar Coreia do Sul desde a década de 1950
Korean Broadcasting System/AFP

O líder norte-coreano Kim Jong-un e o presidente sul-coreano Moon Jae-in cumprimentaram-se e seguiram para a Peace House, prédio icônico onde o cessar-fogo de 1953 foi assinado.

SEUL - A aproximação entre as Coreias vive Stoltenberg, as sanções econômicas e militares ticas de sanções implementadas pelas Nações negociações com a Coreia do Norte, mas não
um momento histórico. Kim Jong-un, líder devem ser mantidas apesar das negociações de Unidas contra o regime comunista. confiam no compromisso dos vizinhos com a
da Coreia do Norte, encontrou-se na noite de paz. “Devemos continuar com as pressões até a O ceticismo também é acompanhado pela desnuclearização do regime. Já 27,4% são fa-
ontem (manhã de sexta-feira no horário lo- Coreia do Norte oferecer algo mais concreto”, população coreana, que se encontra dividida. voráveis às conversas e confiam na promessa
cal) com o presidente da Coreia do Sul, Moon diz o dirigente da Otan, que atribui a abertura Segundo o instituto sul-coreano RealMeter, norte-coreana, enquanto 18,4% são contrá-
Jae-in, na Zona Desmilitarizada localizada na de Kim ao diálogo ao suposto sucesso das tá- 45,7% da população do país são abertos às rios à ideia e não confiam no país vizinho; 5%
fronteira entre os dois países. Kim é o primei- não concordam, mas acreditam no compro-
ro líder norte-coreano a pisar no país vizinho metimento; e 3,5% não souberam responder.
desde 1953, quando teve início a Guerra da O recorte etário também revela nuances
Coreia, e foi recebido por uma guarda de hon- CASTELO DE HWAJINPO de uma Coreia dividida há 65 anos. Segun-
ra. Os dois governantes discutiram o destino do uma consulta do Instituto Coreano para a
do arsenal nuclear da Coreia do Norte.
O reduto dos Kim Unificação Nacional, sete em cada 10 jovens

U
Após um caloroso aperto de mãos, os dois lí- sul-coreanos de até 20 anos são contrários à
deres seguiram para a Peace House, local onde ma casa feita de pedras em a península coreana era controlada reunificação e se posicionam de forma desa-
acontece a cúpula entre os dois países e tam- meio a pinheiros se mistura pelo Japão. As duas superpotências creditada, e até mesmo desinteressada, com as
bém onde, em 1953, as duas nações assinaram de forma sóbria à paisagem da da Guerra Fria estabeleceram o para- possíveis negociações pela paz.
o cessar fogo. Kim Jong-un fez questão de as- praia de Hwajinpo, a cinco quilômetros lelo 38 como critério. Depois da reunião com Moon, Kim deverá
sinar o livro de visitas, escrevendo que “uma da Zona Desmilitarizada entre as duas Depois da Guerra da Coreia, a se encontrar em maio com o presidente dos
nova história começa agora - no ponto inicial Coreias. No entanto, o local discreto área mudou de controle e passou a Estados Unidos, Donald Trump, fechando
da história e na era da paz”. guarda em pleno território sul-coreano compor a província sul-coreana de uma rodada diplomática que sucedeu de for-
A expectativa em torno do encontro fir- um patrimônio que pertenceu à dinastia Gangwon. Hoje conhecida como Cas- ma surpreendente uma escalada de hostilida-
mou-se sobretudo numa possível revisão do Kim: a casa de férias da família no perío- telo de Hwajinpo, a casa de férias dos de entre os dois líderes. Segundo o presidente
status da relação entre as duas nações, que do anterior à Guerra da Coreia. Kim foi muito danificada durante o Donald Trump, os dois lados consideram de
estão tecnicamente em guerra desde a déca- A divisão entre os dois países se conflito, mas acabou reformada. Ironi- três a quatro datas para a cúpula, além de cin-
da de 1950. Os dois líderes fizeram o dever de deu ao fim da Segunda Guerra Mun- camente, tornou-se o destino de férias co possíveis sedes.
casa e prepararam o terreno para as conversas. dial sob a mediação dos Estados Uni- de soldados sul-coreanos antes de virar
Na última semana, os norte-coreanos suspen- dos e da União Soviética. Até então, um museu, em 1999. A comitiva norte-coreana
deram os testes nucleares e balísticos visando Além de Kim Jong-un, o principal destaque
um clima mais favorável. A Coreia do Sul, por da visita da cúpula comunista ao território vi-
Jung Yeong-je/AFP

sua vez, optou por interromper a reprodução zinho foi sua irmã, Kim Yo-jong, que liderou
de propagandas anti-Coreia do Norte na fron- A residência a aproximação entre Norte e Sul durante os
teira na última segunda. foi adaptada, Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang.
O principal desafio é traçar os termos de mas mantém Yo-jong tem concentrado muito poder nos úl-
uma possível desnuclearização de Pyongyang. características timos anos.
O programa nuclear do regime avançou consi- da família O chefe de Estado oficial da Coreia do Nor-
deravelmente depois que Kim Jong-un chegou Kim, te, Kim Yong-nam, também acompanhou o
ao poder, em 2011, e a possibilidade de des- mostrando chamado “líder supremo” na visita à Coreia
mantelá-lo soa distante sem o esclarecimen- como era do Sul. Yong-nam, de 90 anos, é discreto e tido
to das contrapartidas esperadas pela Coreia a vida na como muito leal ao regime. Também acompa-
do Norte. Para o presidente da Organização época nharam a comitiva o ministro da Defesa, Pak
do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jens Yong-sik, o chanceler, Ri Yong-ho, e outras fi-
guras próximas ao presidente.

Mike Pompeo aprovado Bill Cosby é considerado Justiça do Peru manda Encontrada cova do ‘Fake news’ ameaçam
como secretário de Estado culpado por abuso sexual soltar Ollanta Humala genocídio de Ruanda liberdade de expressão
O diretor da Agência Central de O ator americano Bill Cosby, 80, foi O Tribunal Constitucional do Peru Os restos mortais de pelo menos O assassinato de jornalistas, a
Inteligência (CIA), Mike Pompeo, foi considerado culpado de drogar e revogou ontem a prisão preventiva 200 pessoas, assassinadas durante repressão às manifestações popu-
confirmado ontem pelo senado dos abusar sexualmente de uma mulher do ex-presidente Ollanta Humala o genocídio de 1994 em Ruanda, lares e as “fake news” ameaçam a
Estados Unidos como secretário há 14 anos, decidiu ontem um júri e sua mulher, e ordenou que ele foram encontrados em quatro valas liberdade de expressão na Améri-
de Estado, e já representará o país da Pensilvânia, no primeiro julga- aguarde em liberdade o processo comuns em Rusororo, aldeia na ca Latina, segundo especialistas
nesta sexta-feira, em Bruxelas, na mento de uma celebridade na era por supostamente ter recebido periferia de Kigali. A cova foi achada reunidos em Washington para fórum
reunião de ministros das Relações #MeToo, movimento criado para dinheiro da Odebrecht durante após dias de escavações realizadas que analisa informe da Relatoria Es-
Exteriores da Otan. Empresário, ex- denunciar assédios no meio do en- a campanha eleitoral de 2011, por moradores da região, que cava- pecial para a Liberdade de Expres-
-militar e ex-parlamentar, Pompeo tretenimento. A sentença ainda não informou seu advogado. Humala e ram até 20 metros de profundidade. são da Comissão Interamericana
foi confirmado por 57 votos a favor foi definida. Ele ainda será julgado sua mulher estão presos há mais de Esconder os corpos era forma de de Direitos Humanos. Em 2017, 22
e 42 contra. Vários democratas por outras cinco acusações seme- nove meses a pedido da Procurado- apagar vestígios do extermínio que jornalistas foram assassinados nas
deram sinal verde ao funcionário. lhantes. Cosby nega os crimes. ria peruana, que investiga o caso. ocorreu no país. Américas e dezenas intimidados.
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Esportes Conheça nosso site www.jb.com.br • 15

Gilvan de Souza/Flamengo

Meia do Atlético-PR
perto do Botafogo
O Botafogo está próximo de
anunciar a contratação por
empréstimo do meia João Pe-
dro, do Atlético-PR, até o fim
da temporada. Ele tem apenas
21 anos, e disputou o Cam-
peonato Paranaense deste
ano com o time B do Atlético.
Apesar de ter feito quatro gols
e dado cinco assistências,
não tem sido aproveitado por
Fernando Diniz na equipe
principal. João Pedro poderá
reencontrar Renatinho, com
quem jogou junto no meio-
campo do Paraná, em 2017.

Patrocinadora do Flu
atrasa pagamento
A Valle Express, patrocina-
dora master do Fluminense,
atrasou o pagamento pelo
segundo mês consecutivo. A
empresa de cartões de crédito
Maurício Barbieri, com Réver, na coletiva após o jogo com o Independiente Santa Fé. Situação do técnico interino do Flamengo é cada vez mais delicada
deveria ter quitado a parcela

Fla segue em ebulição


de abril — R$ 250 mil — no
último dia 15, mas teve pro-
blemas financeiros e solicitou
ao clube que segurasse o de-
pósito do cheque pré-datado
até o dia 20. No novo prazo,

Torcedores voltam a pichar muros da Gávea e fazem protesto no aeroporto fez solicitação semelhante, e
segue sem liquidar a dívida.
O Flu tem acordo com a Valle
MAURICIO FONSECA Poucas horas depois da partida, ainda de ma- bamba. O time ainda não fez uma apresentação até o fim do ano que vem.
mauricio.fonseca@jb.com.br drugada, os muros do Ninho do Urubu, em convincente sob seu comando.
Vargem Grande, foram pichados, assim como As críticas são pela postura pouco ambi-
Ibrahimovic está fora
A temperatura continua alta no Flamengo e, ocorrera após o empate de 1 a 1 com o mes- ciosa da equipe. E acabou sobrando até para
pelo visto, vai continuar em ebulição enquanto mo Santa Fé, semana passada, no Maracanã. Joel Santana. “Joel Santana de merda”, gritou da Copa do Mundo
o time não der a resposta que se espera dentro “Vagabundos fracassados”, “Fora Bandeira” e um deles para Barbieri, querendo uma equipe A Federação Sueca de Futebol
de campo. Ontem foi mais um dia de protestos. “Aproveitem o GPS e vão para a PQP” – em mais ofensiva. confirmou ontem que o
Voltaram a pichar os muros da Gávea, o pre- alusão à frase dita por Juan após a eliminação Sem saber o que fazer em ralação ao treina- atacante Zlatan Ibrahimovic,
sidente Eduardo Bandeira de Mello foi mais no Carioca para o Botafogo – foram alguns dos dor do time, a diretoria parece estar correndo do Los Angeles Galaxy, está
uma vez hostilizado no aeroporto, os jogadores “elogios” direcionados aos jogadores e ao presi- em círculos. Agora apareceu uma corrente su- fora da Copa do Mundo. Ele
foram cobrados e o técnico interino Maurício dente rubro-negro. gerindo que o Flamengo contrate um profis- se aposentou da seleção após
Barbieri continua na berlinda, cada vez mais Os protestos continuaram pela manhã, no sional experiente para trabalhar em dupla com a Eurocopa de 2016 e não
vulnerável. É neste clima que o time vai se pre- desembarque da delegação no Aeroporto In- Maurício Barbieri, mais ou menos nos moldes disputou as Eliminatórias da
parar para o jogo de domingo, contra o Ceará, ternacional. Bandeira de Mello foi o principal do Fluminense, em que Abel Braga tem Paulo Copa, mas a federação tinha
em Fortaleza, pela segunda rodada do Campe- alvo dos torcedores. “Vai embora, sai do Fla- Autuori para lhe dar suporte. a esperança de demovê-lo
onato Brasileiro. mengo. Queremos título”, vociferou um deles. Ao que parece, só os jogadores estão ao lado da ideia para o Mundial da
A má atuação no empate de 0 a 0 com o In- Outro acusou o presidente de fazer do Flamen- de Barbieri. “Ele é o nosso treinador. Estamos Rússia. “Falei com Zlatan
dependiente Santa Fé, quarta-feira, em Bogotá, go um trampolim para a política. muito satisfeitos com o trabalho do Barbieri, na terça e ele me disse que
foi mais um ingrediente para aumentar a tem- Outro alvo foi o técnico interino Maurício com as convicções que ele tem. Temos feito o não mudaria de opinião em
peratura e a pressão. Apesar de o Flamengo Barbieri, que, apesar de estar invicto nos qua- nosso melhor para vencer e ajudá-lo”, afirmou relação à seleção”, declarou
continuar em boas condições para passar de tro jogos oficiais que comandou a equipe – três Diego, um dos mais criticados pela torcida, Lars Richt, diretor esportivo da
fase na Libertadores, as críticas não arrefecem. empates e uma vitória – caminha na corda logo após a péssima atuação contra o Santa Fé. federação sueca.

Paulistano avança e

Façanha do Atlético de Madrid


define semis do NBB
O Paulistano massacrou
o Basquete Cearense por
98 a 57, na noite da última
Ian Kington/Ikimages/AFP terça-feira, e foi o último time
LONDRES - O Atlético de Madrid arrancou a se garantir nas semifinais
empate heroico em 1 a 1 com o Arsenal, on- do Novo Basquete Brasil
tem, na Inglaterra, na ida da semifinal da Liga (NBB). Em um lado da chave,
Europa. O time espanhol teve jogador e técni- o Flamengo, melhor equipe da
co expulsos no início da partida, saiu atrás no primeira fase, enfrenta o Mogi
segundo tempo e alcançou o gol salvador, mar- das Cruzes. O primeiro jogo
cado por Griezmann, perto do fim. da série melhor de 5 acontece
No outro jogo, o Olympique de Marselha se amanhã, às 14h, em Mogi. Na
aproximou da decisão que ocorrerá em Lyon, outra semifinal, o Paulistano
também na França, ao vencer em casa o Red decide vaga na final com o
Bull Salzburg, da Áustria, por 2 a 0. Thauvin e Bauru, atual campeão.
N’Jie definiram o resultado, em duas assistên-
cias de Payet.
Diogo Vitor, do Santos,
Empenhado em fazer o dever de casa, o
Arsenal pressionou o Atlético desde o come- flagrado no doping
ço. Com apenas um minuto, Vrsaljko tomou O Santos revelou que o ata-
cartão amarelo por falta dura. Nove minutos Simeone esbraveja depois de ser expulso. O técnico não tolerou o precoce cartão vermelho para Vrsaljko
cante Diogo Vitor, de 21 anos,
depois, deixou as travas da chuteira na canela foi pego no antidoping após a
de Lacazette e foi expulso pelo segundo amare- partida contra o Botafogo-SP,
lo. De tanto reclamar e xingar, o técnico Diego A primeira oportunidade dos visitantes veio Mas o Atlético, que já parecia entregue, con- no dia 21 de março, pelas
Simeone também foi expulso pelo juiz francês aos 33, em chute de fora da área de Griezmann seguiu o improvável. Aos 36, Griezmann ga- quartas de final do Campeo-
Clément Turpin. que Ospina defendeu. O goleiro levou nova- nhou de Koscielny e ficou com o rebote após nato Paulista. A substância
Antes do cartão vermelho, o Arsenal já su- mente a melhor sobre o francês quatro minu- ser abafado por Ospina. Mustafi, que corria irregular detectada é um dos
focava. Lacazette teve duas chances quase se- tos depois, em grande jogada de Thomas Par- para fechar o gol, caiu sozinho e deixou fácil metabólitos da cocaína. O clu-
guidas, mas parou na trave e em defesaça de tey concluída pelo atacante. para o francês empatar. be suspendeu o jogador pre-
Oblak. O goleiro esloveno, como de costume, O Arsenal voltou a encurralar o Atlético na Para seguir sonhando com um título na úl- ventivamente até a realização
teve excelente atuação. Aos 20, Welbeck ta- volta do intervalo, mas estava difícil furar a só- tima temporada de Arsène Wenger, o Arsenal do exame de contraprova, que
belou com Wilshere e recebeu livre. Oblak lida defesa madrilenha. Aos 15, Lacazette en- precisará vencer ou empatar de 2 a 2 em dian- já foi solicitado pelo Santos. O
defendeu a finalização com o pé. Até os 30, o fim superou Oblak ao subir no terceiro andar e te, em Madri, na próxima quinta. O auxiliar do empresário de Diogo, Willian
Atlético ainda assimilava as perdas do início e cabecear fora do alcance do goleiro. Em vanta- Atlético, Germán Burgos, destacou o feito da Barille, declarou que o atleta
tentava se organizar para sofrer menos com a gem, o time seguiu pressionando para ampliar equipe. “Contra um grande rival, que tem um nega o uso da droga.
intensa pressão inglesa. o placar e encaminhar a classificação. grande treinador, foi heroico”.
16 • Conheça nosso site www.jb.com.br Sexta-feira, 27 de abril de 2018

Esportes
JORNAL DO BRASIL

Renato Mauricio Prado Futebol & Cia renato.mprado@jb.com.br

Flamengo está perdido e partido


D
ifícil dizer o que irrita mais o torcedor do Fla- Alguns de seus principais assessores, como Claudio Tudo isso poderia ser minimizado e até resolvido se
mengo, nos dias de hoje: as atuações medíocres Pracownik (um dos virtuais candidatos), têm sido corte- o presidente fosse do ramo e uma pessoa carismática
ou as surreais entrevistas pós-jogo, como se jados pela turma da Chapa Verde, de Landim, Wallim e (como o Márcio Baga, das primeiras gestões) e o treina-
nada tivesse acontecido. Diego é um mestre na arte de Bap. E grupos que apoiaram o presidente desde o início dor tivesse pulso forte – coisa que nem Zé Ricardo, nem
ver o pífio desempenho rubro-negro através da rósea de sua gestão, como o influente “Só Fla”, hesitam, face Reinaldo Rueda e muito menos Barbieri demonstraram.
lente do otimismo e do conformismo. Maurício Barbie- ao fracasso no futebol. Some-se a isso o êxodo de vices e O Flamengo está à matroca, o vento é forte e o mar,
ri, o técnico juvenil que puseram à frente do time, segue profissionais (o primeiro, foi o de comunicação Antônio revolto.
cartilha idêntica. Acredite se quiser, ambos consegui- Tabet) e dá pra imaginar o caos político, no qual Ban-
ram enxergar pontos positivos no melancólico empate deira se isola, ao lado do insípido e inodoro Fred Luz.
com o Santa Fé, em Bogotá. Reflexo direto disso tudo, dentro de campo, como Que pena!
A verdade é que no Flamengo atual sobra dinheiro (o costuma acontecer na falta de um pulso forte, as coisas O técnico da Suécia, Janne Andersson, já decidiu: não
faturamento e a folha de pagamento são os maiores do também começam a desandar. Há, pelo menos, três levará mesmo Zlatan Ibrahimovic à Copa da Rússia. É
país), mas falta liderança e comando – e isso se reflete grupos formados no elenco. O das “estrelas contrata- uma decisão compreensível, uma vez que o craque aban-
diretamente no futebol. Tão eficientes em assuntos das” (Diego, Everton Ribeiro, Diego Alves, Réver, Juan, donou a seleção sueca, após a Eurocopa de 2016 e, por-
econômicos, o presidente Eduardo Bandeira de Mello Geuvânio), o dos “garotos” (Vinícius Jr., Lucas Paquetá, tanto, não disputou nenhuma partida das eliminatórias.
e seu CEO Fred Luz se portam, em termos esportivos, Lincoln, Léo Duarte, Vizeu) e o dos “gringos” (Cuéllar, Mas que seria ótimo ver o polêmico “Ibra” nos gramados
tal e qual o time em campo. Sem atitude, sem alma, Trauco, Berrío, Marlos Moreno). Detalhe importante: russos, seria. Apesar da personalidade arrogante e difícil,
sem tesão. Falam monocordicamente, são incapazes de o dos brasileiros que vieram do exterior parece já ter é um cracaço que, certamente, levaria muita gente aos
admitir os (muitos) erros, e agem como se nada estivesse assumido o comando junto ao técnico interino Mau- estádios e aumentaria a audiência dos jogos da Suécia.
acontecendo. rício Barbieri – constantemente defendido por eles em Andersson, porém, repete Felipão, em 2002, deixando
Em meio à Libertadores, entregam a equipe a um entrevistas coletivas. Romário fora do Mundial. Será que tem a pretensão de
treinador inexperiente (e recém-chegado ao clube) Nos bastidores, os mais bem pagos se queixam de que conquistar o título, como Scolari? Não creio...
e apostam que vai dar certo! Imploram a ajuda dos todas as críticas da torcida pelas más atuações recaem
jogadores e acreditam que isso basta para mudar o sobre eles, poupando a garotada. Como se isso não fosse
comportamento apático em campo. Tal e qual a grã-fina natural, exatamente pelo fato de que ganham fortunas, Vasco heroico
de narinas de cadáver de Nelson Rodrigues (aquela que deveriam comandar a equipe e não têm jogado bulhufas. Pode-se fazer diversas críticas ao time do Vasco.
entrava no Maracanã e perguntava quem é a bola), não Há ainda reclamações dos mais velhos sobre a postura Mas jamais dizer que lhe falta alma, coração, vontade.
se cansam de dar provas cabais de que não sabem nada, dos mais jovens que, independentemente do resultado, es- Diante de um adversário tecnicamente muito superior
rigorosamente nada, do velho e violento esporte bretão. tão sempre juntos, brincando e rindo, como se o momen- (o Racing) e com um jogador a menos, no segundo tem-
Nesse quadro de completa incompetência esportiva, to fosse de vitórias. Coisas típicas da juventude. po, a equipe da Colina Histórica conseguiu buscar um
o que se vê é um Flamengo perdido e dividido. Dentro e Enquanto isso, os estrangeiros precisam lutar dobra- empate que parecia improvável e o mantém ainda com o
fora das quatro linhas. O vice-presidente geral, Maurício do para jogar. Vide a absurda barração de Trauco pelo direito a sonhar com uma dificílima, mas não impossí-
Gomes de Matos, por exemplo, já anunciou que será horroroso Renê e o ensaio, que chegou a haver, de colo- vel classificação para a fase de mata-mata da Libertado-
candidato à presidência, no final do ano. Sem o apoio de car Jonas no lugar de Cuéllar. Assim como, nos tempos res. Precisará, é verdade, derrotar o Cruzeiro e a Univer-
Bandeira de Mello. Que tampouco sabe quem represen- de Zé Ricardo, acontecia com a absurda titularidade de sidad do Chile nas duas últimas rodadas. Pedreira das
tará a situação no pleito. Márcio Araújo, em detrimento do colombiano. mais brabas. Mas... não está morto quem peleia.

Dos males, o menor Luciano Belford/AGIF/Lancepress!

A situação do Vasco na Copa Libertado-


res segue muito complicada, mas poderia Cruzeiro
ser pior. O time arrancou um empate em 1
a 1 com o Racing ontem, em São Januário, goleia e já
com um jogador a menos. O resultado dei-
xou a equipe com dois pontos, três a me-
nos que Cruzeiro e Universidad de Chile, e
é o segundo
seis a menos que o Racing, líder com oito O Cruzeiro está mais vivo do que
pontos, a duas rodadas do fim. Thiago Ga- nunca na Libertadores. Com uma atua-
lhardo reconheceu a situação. “Ficou mui- ção arrasadora, o time goleou o Uni-
to difícil, mas temos que terminar bonito”. versidad de Chile por 7 a 0 e assumiu
A escolha de Zé Ricardo pelas entradas a segunda colocação do Grupo 5, com
de Thiago Galhardo, líder de assistências cinco pontos e um saldo de gols de cin-
do time, e Rildo — velocidade na direita — co, contra -6 dos chilenos.
buscava ampliar as opções ofensivas. Não O massacre do Cruzeiro começou
deu certo. O Racing dominou a posse de cedo. Thiago Neves abriu o marcador
bola e cedeu poucos espaços ao Vasco, que cobrando falta aos 9 e Rafinha aumen-
sequer levou perigo na etapa inicial. tou aos 17. Sassá, de pênalti, fez o ter-
Os argentinos abriram o placar aos 31 ceiro, aos 43. Dois minutos depois, o
minutos, em contragolpe armado na sobra zagueiro Vilches foi expulso.
de escanteio do Vasco. Centurión arrancou
em velocidade e deixou Lautaro Martínez River ultrapassa o Flamengo
na cara do gol. O atacante chutou em cima Logo no início da segunda etapa,
de Martín Silva, mas ficou com a sobra, Echeverría também levou vermelho,
sem goleiro, e teve calma para marcar. abrindo caminho para o espancamen-
Aos 41, o jogo foi paralisado por confu- to. Com apenas nove jogadores, o Uni-
são da torcida do Racing com os policiais. Wagner carrega a bola para o meio após marcar o gol de empate, em rebote do goleiro Musso versidad arriou os braços. Arrascaeta,
Os jogadores argentinos e o técnico Eduar- Sassá, Thiago Neves e Sóbis, na ordem,
do Coudet foram em direção ao setor dos completaram o show do Cruzeiro.
visitantes para acalmar os ânimos. Em Buenos Aires, o River Plate teve
Desesperado pela virada, o Vasco en- res se desdobraram em campo, seguiram (Riascos), Rildo (Bruno Silva), Thiago Ga- dificuldades, mas acabou se impondo
trou no segundo tempo disposto a pressio- atacando e foram recompensados aos 35. lhardo (Fabrício) e Wagner; Ríos. Racing: e venceu o Emelec por 2 a 1, gols de
nar. Em falta perto da linha de fundo, Pi- Thiago Galhardo recebeu de Pikachu e deu Musso, Saravia, Sigali (Barbieri), Donatti Pratto e Pity Martínez, com Preciado
kachu bateu fechado, a bola tocou em Soto bom passe para Ríos. O atacante chutou, e Soto; Domínguez, Centurión, Gonzá- descontando. O River chegou a oito
e passou rente à trave. O que já estava difí- Musso espalmou e Wagner empatou no lez e Cardozo (Zaracho); Lisandro López pontos e roubou a liderança do Grupo
cil ficou quase impossível após expulsão de rebote. O goleiro ainda impediu a virada (Mansilla) e Lautaro Martínez. Juiz: Diego 4 do Flamengo, que tem seis. Na pró-
Desábato, aos dez. O volante tomou o se- épica aos 42, em finalização de Pikachu. Haro (Peru). Cartões amarelos: Desábato, xima rodada, o rubro-negro recebe o
gundo amarelo por falta dura em Lautaro. Vasco: Martín Silva, Pikachu, Paulão, Henrique, Werley, Cardozo, Barbieri, Soto Emelec, enquanto o River Plate pega o
Mas o Vasco não desistiu. Os jogado- Werley e Henrique; Desábato, Wellington e Zaracho. Cartão vermelho: Desábato. Indpendiente Santa Fé (4), em Bogotá.
Rio de Janeiro — Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Conheça nosso site www.jb.com.br • Não pode ser vendido separadamente
JORNAL DO BRASIL

Ao
Divulgação

Superprodução mais
aguardada do ano,
‘Vingadores: Guerra

infinito
e além...
infinita” consagra
Josh Brolin como um dos
maiores vilões da história,
no papel do titã Thanos

RODRIGO FONSECA* Estima-se que “Vinga- criando uma figura vilanesca, que arrebata nosso olhar intensas, para humanizá-lo”, disse Brolin no Festival
Especial para o JB dores: Guerra infinita” a cada cena, graças à atuação em CGI (Computer Ge- de Berlim, no lançamento de “Ave, César”, comédia
possa arrecadar meio nerated Imagery, efeitos digitais que simulam expres- dos Coen, quando a parte um de “Deadpool” estava
bilhão de dólares até domingo, tornando-se a maior sões humanas) de Josh Brolin. Aos 50 anos, o ator prestes a estrear mundialmente (e virar um fenômeno,
bilheteria de abertura da história do cinema, de carona californiano revelado como galã adolescente em “Os que custou US$ 58 milhões e papou US$ 783 milhões
num acerto estético de dar inveja aos concorrentes da Goonies”, em 1985, e consagrado como um dos intér- nas bilheterias) e o trabalho como Thanos começava
Marvel (sobretudo a DC). Goste-se ou não desta mon- pretes-fetiche dos Irmãos Coen (a partir de “Onde os a sair do papel. Isso foi há cerca de dois anos e, desde
tanha-russa de explosões, lutas e defesa do Bem, diri- fracos não têm vez”) bota Robert Downey Jr. (o eterno então, “Vingadores: Guerra infinita” vem mobilizando
gida pelos irmãos Anthony e Joe Russo, não há como Homem de Ferro) e seus parceiros da equipe mais po- o imaginário cinéfilo.
negar que ela traz o vilão mais ameaçador – e drama- derosa das HQs no bolso. Sua atuação, com olhares de Primeiro, por trazer de volta o Pantera Negra (Cha-
turgicamente complexo – desde o Coringa de Heath dor e sorrisos de glória, é memorável. dwick Boseman) e sua guarda de mulheres guerreiras
Ledger, lançado há dez anos. O Darth Vader deste Aliás, o ano de graça de Josh – filho do ator James de Wakanda: personagens que, no início do ano, inspi-
épico estelar de super-heróis é Thanos, um titã cujo Brolin e enteado de Barbra Streisand – está só no co- raram um filme solo do herói que, além de ter fatura-
interesse não é acumular bens ou tornar-se o senhor meço: no dia 17, ele volta à seara da Marvel em outro do US$ 1,3 bilhão, foi um marco para a representação
de todo o universo. Sua meta fica no arame farpado da papel icônico nos quadrinhos, o mutante de corpo negra e feminina nas telas. Depois, a espera por este
ética: destruir sociedades que foram maculadas pela biônico Cable. E ainda vai desafiar o tráfico mexica- longa inédito da Marvel vem pela união da turma do
decadência, inclusive a Terra. no em “Sicário: Dia do Soldado”, ao lado de Benicio Homem de Ferro (com destaque para o Thor de Chris
Há duas décadas, quando Steven Spielberg produziu Del Toro, na continuação do aclamado thriller de De- Hemsworth) com outro grupo da moda: os Guardiões
o hoje cult “O pacificador”, usou-se uma premissa que nis Villeneuve de 2015: a sequência estreia dia 29 de da Galáxia, que têm tiradas hilárias em cena. Fora isso,
se aplica aqui a este genocida das galáxias: “Como se junho, com o italiano Stefano Sollima na direção. “A há o peso simbólico mercadológico relativo às cifras
lida com um terrorista que não faz exigências, pautado patrulha dos fãs, num filme como ‘Vingadores”, é mui- assombrosas da série, que, nesta nova aventura, apro-
apenas pelo dever de matar?”. Nestes tempos de crise to grande, mas, em geral, seja que filme for, eu tento veita motes de HQs criadas por Jim Starlin (em parce-
(econômica e moral) aqui e lá fora, a Marvel Studios se simplificar ao máximo o perfil do personagem para ria com Mike Friedrich) nos anos 1970.
afina com as inquietações de nosso tempo e reage à ela tentar encontrar suas fraquezas, suas emoções mais Continua nas páginas 4 e 5
2 • Conheça nosso site www.jb.com.br Caderno B Sexta-feira, 27 de abril de 2018

Burlescas
sim, e daí?
Cabaré no Manouche
reúne Simone Mazzer
e Sílvia Machete

MÔNICA RIANI
Montadas até dizer chega,
monica.riani@jb.com.br
purpurinadas na medida
e bem à vontade num re-
pertório inspiradíssimo,
as cantoras Simone Mazzer e Sílvia Machete se unem
pela primeira vez no show “High times”, hoje e ama-

Aurelio OliosiDivulgação
nhã, às 21h, no Clube Manouche, no Jardim Botâni-
co. A direção é de Rafael Souza-Ribeiro, que arma um
cabaré burlesco tropical para receber a dupla perfor-
mática. Humor é a palavra de ordem. Inspiradas pelas
grandes damas da canção, vedetes e até “pelas bruxas
queimadas da Inquisição” na definição do diretor, Si-
mone e Sílvia vão apresentar um setlist fora de série,
acompanhadas de Eduardo Farias (piano) e Alberto
Continentino (contrabaixo).
“High times” é dividido em dois momentos. Na pri- Serviço
meira parte, convida o público a um mergulho por Admiração High times - Cabaré burlesco com Simone
um universo fantástico, inspirado na obra do cineasta mútua é Mazzer e Sílvia Machete
norte-americano David Lynch. Na sequência, avança ponto-chave Direção: Rafael Souza-Ribeiro
pelas palhetas do diretor espanhol Pedro Almodóvar, do encontro Clube Manouche (Rua Jardim Botânico,
jorrando drama e atiçando as feras. Na imaginação das entre as 983, subsolo – Jardim Botânico
cantoras, tudo é possível, inclusive trocar de corpo por cantoras Telefone: 99239-4969)
uma noite. Estão confirmadas no roteiro “Toda bêba- performáticas Hoje e amanhã, às 21h
da canta”, de Sílvia, e “Parece que bebe”, de Simone. Ingressos a R$ 80, R$ 40 e
Também estão previstas canções de Edith Piaf, Inezita R$ 60 (com 1kg de alimento não perecível)
Barroso e Beatles. “Queremos manter mistério sobre o tir. “Claro que a gente leva a sério Classificação: 18 anos
repertório. Optamos por segurar a revelação do setlist, nosso projeto, mas é proposta
assim o público pode ser surpreendido. A instrumen- de entretenimento adulto, numa
tação das músicas está bem diferente em relação ao que nova casa de shows bem intimis-
a gente está acostumada a apresentar”, conta Simone. ta,. Vai ficar bem legal”!, prome-
A consagrada cantora e atriz de Londrina, que é em- te. A admiração mútua é um ponto-chave. “Tem tudo
blema das noites cariocas, diva do underground no para ser perfeito esse cabaré, um teatro que envolve teiramente diferente, ainda que tenha a “pegada” das
Buraco da Lacraia, na Lapa, está entusiasmada de cores, objetos, tudo super romântico”, conceitua. duas. “O diretor Rafael Souza-Ribeiro deu uma cara
juntar microfones com Sílvia. “Temos disponibilida- A plateia está aberta à diversidade. “A Simone é a musa que não é da Mazzer nem da Sílvia. Ele trouxe uma
de artística para este encontro. Estamos fazendo uma do Buraco da Lacraia, tem um following muito gran- nova possibilidade de cabaré. O som é bem classudo,
grande brincadeira uma com a outra, esta é uma das de. Fico imaginando como será maravilhoso o encon- elegante, não que eu não goste da coisa mais escracha-
marcas deste show. O teatro está muito enraizado em tro dos nossos públicos. Vai ter de tudo, héteros, gays, da do videokê do Buraco da Lacraia, onde eu posso ex-
tudo o que estamos fazendo no palco”, diz. gente do mundo da arte, uma plateia interessantíssima perimentar tudo. Aqui, estou misturando as duas coi-
Cantora, compositora, performer, malabarista e trape- para dizer o mínimo”, avalia Sílvia. sas e descobrindo uma outra levada possível”, afirma.
zista, Sílvia confirma que o trabalho é feito para diver- Simone faz questão de dizer que este é um show in-

Jennifer Glass/Divulgação

‘O rei da vela’ -
A dramaturgia
pede passagem
CLAUDIA CHAVES* Em dezembro de 1967,
Especial para o JB José Celso, diretor de “O
rei da vela”, declara que
só estaria no João Caeta-
no com o ar-condicionado funcionando. Hoje, o teatro
não teve condições de receber o espetáculo. É a per-
cepção clara que nada mudou nessas cinco décadas. Na
política, na cena, nos processos.
Em 1968, “O rei da vela” foi escolhido para represen-
tar o Brasil no Festival de Nancy. Sem auxílio do go- Cenário histórico de Eichbauer para a montagem tropicalista de ‘O rei da vela’ tem o colorido de Tarsila e Segall
verno, foi realizado, no Colégio Sacré-Coeur, um show
com os maiores da MPB. O encontro serviu também
para lançar o Movimento Tropicalista e sua relação com
“O rei da vela” . Estavam todos lá: Capinam, Gil, Caeta- Caetano discursa : “Ao ver o cenário do Helio Eichbauer, colorido de Tarsila e de Segall. O cenário do segundo
no, falando, gesticulando, subindo no palco, bradando. tive uma revelação sobre qual caminho a seguir. Era preci- ato, a praia carioca, é totalmente Tarsila”.
Capinam achava que era importante politizar. “Tí- so trazer essas cores para a música. Pegar a antropofagia de “O rei da vela”, 50 anos depois - a montagem está em
nhamos que saudar Che, mostrar a sua relevância, in- Oswald e colocar no centro da cena”. O cenário da peça cartaz até domingo na Cidade das Artes, na Barra -, ain-
clusive para o Brasil. Fiz a letra de ‘Soy loco por ti Ame- retrata o ambiente que vivíamos em 1968 e que se repete da retrata os impasses de nossa sociedade, de nossa po-
rica’, com o verso ‘el nombre del hombre muerto’, que agora: há que se mostrar as cores desse Brasil. lítica e de nossas artes. O mesmo cenário é atualíssimo
fala de Guevara e também de um sentimento maior”. Helio fala de como o projeto para “O rei da vela” como é a voracidade capitalista de Abelardo, embate de
Renato Borghi, vestido com o terno branco de malan- marcou a sua experiência de brasilidade. “Eu havia fi- uma classe dominante em decadência e um encenação
dro, enfatizava “o teatro do terceiro mundo, revolucio- cado três anos na Europa, em Praga, com aqueles tons magistral de um Brasil que ainda nos inquieta.
nário, vai mostrar na Europa o que se faz nos trópicos, sombrios, cinza, preto e branco, e resolvo ir para Cuba. *Claudia Chaves, professora do Depto. de Comunicação
além de repúblicas de bananas”. Lá encontro a cor, a opulência. E, no Brasil, utilizo o da PUC-Rio e doutora em Letras
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Caderno B Conheça nosso site www.jb.com.br • 3

NA REUNIÃO com os vereadores esta semana, o

Hildegard Angel
Crea recomendou o fechamento da Ciclovia Tim
Maia sempre que houver ressaca. Simples assim.
Se o mar cresce, a ciclovia deve ser interditada.
Até porque, apesar construída à beira-mar, nunca
foi feito estudo sobre impacto das ondas no local.
Deve ser a única ciclovia no mundo cujo trânsito
depende das condições climáticas da cidade. hilde@jb.com.br

Q
uando o próximo mês de maio vier, a lendária Gafieira Estudantina vai voltar. À frente
desse retorno está Paulinho da Gafieira, garantindo que a casa situada na Praça Tira-
dentes, e que mereceu da prefeitura do Rio de Janeiro o título de Patrimônio Cultural
Carioca, voltará com o melhor e mais tradicional samba de gafieira da Cidade. O local
fechou as portas com muito choro, inundado em lágrimas de despedidas, em 2017, após acu-
mular dívidas de cerca de R$ 790 mil em aluguéis atrasados. Que se preparem as enceradeiras
para, em todas as manhãs de cada dia, lustrar o piso de parquet, que os saltos finos e os sapatos
bicolores dos sambistas hão de riscar a noite inteira com suas evoluções elaboradas, de dar inveja
a qualquer grande dançarino de tango. E que voltem à Estudantina seus admiradores e frequen-
tadores de fé, como a escritora Gloria Perez, que sempre arruma um jeito de inseri-la em suas
novelas, promovendo o samba de raiz, e que este nunca morra. E que a Estudantina nunca mais
feche as suas portas. E que a Prefeitura do Rio, de alguma forma, incentive e zele por nossos
“templos do samba”, como é a Estudantina. Como foi o Canecão, e todos cruzaram os braços ao
seu fechamento. Ah, adoraria noticiar também a reabertura do Canecão!

Justiça ginecológica exame que melhor lhes convier. A medida reduzirá os custos de alimentação com os tombamento da casa, depois do último
Inacreditável, mas o Tribunal de é, no mínimo, discriminatória contra as presos, gerando economia para o Estado. governo da cidade, do PSDB, ter perdido o
Justiça de São Paulo prevê em edital para mulheres. Seria o caso de as mulheres, Agora, dá para acreditar na paz de um prazo da desapropriação. A ideia é repetir
concurso de magistrados que as mulheres por uma questão de isonomia, exigirem presídio em que uns almoçam filé com a Cidade de São Paulo, que tombou o
aprovadas se submetam a dois exames que os homens candidatos se submetam a fritas, enquanto o resto come ração na Dops.
ginecológicos invasivos: colpocitologia exame de toque retal. quentinha?
(o famoso Papanicolau) e colposcopia Ler é para todos
(análise do colo uterino). A Defensoria O filé da discórdia Inês Etienne A vida melhora para os deficientes
paulista, um tanto incrédula, encaminhou Com as prisões dos figurões políticos Petrópolis viverá emoções fortes hoje, visuais do Rio, que passarão a receber as
ao Conselho Nacional de Justiça um cariocas, surgiu problema inusitado 18h, na Praça da Inconfidência, no terceiro contas de água, energia elétrica e telefone
pedido, aceito por unanimidade, para no sistema prisional: as quentinhas de aniversário de morte de Inês Etienne em braile. Projeto do deputado Nivaldo
vetar a realização desses exames. Apesar alimentação. Muitos dos peixes grandes Romeu, última presa política libertada Mulin. Só falta o ‘de acordo’ do Pezão
da notificação, o TJ-SP manteve a nos aquários prisionais do Rio se recusam com anistia, torturada da Casa da Morte para a publicação no Diário Oficial, e as
determinação (prevista em edital) sob a comer a boia, ou comem menos do de Petrópolis e sua única sobrevivente empresas de serviços públicos e telefonia
o argumento de que candidatas com que deveriam, perdendo peso e vigor. da ditadura militar. Será a Plenária deverão atender à exigência sem cobrar
câncer ginecológico não estão aptas a Nesta quarta-feira, o deputado Dionísio Pública pelo tombamento da Casa da pela inovação. “Queremos garantir esse
ocupar cargo de magistradas. O tribunal Lins propôs através de um projeto de lei Morte e sua transformação em Centro de direito às pessoas com deficiência visual,
alega que não há critérios específicos que os apenados que assim preferirem, Memórias, Verdades e Justiça, para que para que possam conferir suas contas
para quais exames de saúde possam ser possam comprar suas refeições por não se esqueça e nunca mais aconteça. O sem depender de terceiros”, justifica o
solicitados, e que eles podem pedir o meios próprios. Ele garante que a medida Grupo Etienne Romeu está em luta pelo deputado.

O BRASIL vive um embate de forças. O PT serem distribuídas a toda a imprensa, havia apontado, em setembro passado, o do de médico... TAMBÉM O advogado
minúsculo e frágil Davi se contrapondo que nada reproduz, sequer uma linha... senhor Antonio Palocci falta com a verda- de defesa, deputado Wadih Damous, teve
ao avantajado Golias, musculoso, tru- NÃO LHES DERAM, não lhes dão e não de. A tal reunião e outros encontros men- a visita a Lula negada... ONTEM, O pro-
culento, bem nutrido, com uma torcida lhes darão Direito de Defesa... NÃO É AS- cionados pelo jornal para tratar de acertos nunciamento do senador Jorge Vianna no
poderosa e influente, e que, na defesa de SIM que se exerce o jornalismo, tem-se de propinas ou de “contratos do pré-sal” Congresso foi de extrema gravidade: “O
seus objetivos, atropela tudo que vê pela que dar voz a todos os lados de uma ques- jamais existiram. São peças de ficção... 3. ex-presidente vive um confinamento na
frente, inclusive a Constituição, a verdade tão... MAS NO BRASIL de hoje foi impos- A DELAÇÃO IMPLORADA do senhor Superintendência da Polícia Federal em
e a ética... A TORCIDA de Davi é gran- to o Estado da Opinião Única... PADRÃO Antonio Palocci tem um problema central. Curitiba. Isso é um abuso de autoridade,
de, porém não domina os setores do po- QUE o nosso bravo e justo JORNAL DO Não está sustentada em provas. E ele não as uma injustiça, uma espécie de tortura que
der, tem a respaldá-la o instrumental da BRASIL rompeu desde seu retorno, bus- tem porque tais fatos jamais ocorreram... fazem contra o presidente, uma tortura
Constituição, da inteligência, da arte, os cando contemplar todas as versões... NÃO 4. NO ESFORÇO desesperado de obter a psicológica”... SEGUNDO ELE denun-
ideais, o sonho, o patriotismo e aquilo À TOA, o Prêmio Nobel da Paz, Adolfo liberdade, o senhor Antonio Palocci cria ciou, “lamentavelmente, segmentos radi-
que acredita ser a verdade dos fatos... NA Pérez Esquivel, escolheu o JORNAL DO um relato que busca agradar aos investi- calizados da sociedade querem que o Bra-
LÓGICA do Capitalismo, vence o maior, BRASIL como órgão da imprensa a visitar, gadores, na esperança de que possam dei- sil siga numa espécie de Coliseu romano,
vence quem paga. Daí que não são muito para confraternizar com seus editores, no xá-lo sair da prisão... 5. A SUBMISSÃO onde todo dia alguém tem que ser executa-
alvissareiras as perspectivas de Davi, não breve período que passou no país... FIEL da verdade ao capricho de investigadores do”... O SENADOR concluiu: “É estarrece-
fosse sua capacidade inventiva, que o fez A ESSE nosso compromisso, transcrevo obedece à mesma lógica dos inquisidores dor que a Justiça Federal tenha impedido a
derrubar o gigante filisteu com uma única os seis itens principais, dos oito da nota da que cometiam abusos, sobretudo físicos, visita de um Prêmio Nobel da Paz a Lula”...
pedrada na testa... A TURMA DA estrela assessoria de imprensa de Dilma Rousseff, nos presos, em outros tristes tempos, para “QUEM ESTÁ fazendo o diferencial são
branca de Davi não esmorece, verga, mas agora divulgada, em que ela diz que o ex- arrancar confissões... 6. LAMENTÁVEL aqueles que, se dizendo agir em nome da
não quebra. É interessante observar... EN- -ministro Antonio Palocci mente para sair É que a “confissão” sem provas tenha se lei, estão agindo fora da lei”, arremata...
QUANTO OS partidários do parrudo Go- da cadeia e não tem provas para sustentar tornado o retrato desses nossos tempos, FATO É que, já que o preso não pode ver
lias, quantas vitórias mais alcançam, mais acusações a ela ou a Lula, conforme notí- em que, a cada dia, o Estado de Exceção ninguém, muito menos ser visto, a pena
ficam alterados, transtornados, a ponto de cia de ontem, 26 de abril, sobre assinatura vai corroendo a frágil democracia e suas que o ex-presidente cumpre é a de prisão
reagirem até com obscenidades e baixa- de acordo de delação premiada de Paloc- instituições. Nada estranho, agora, que até incomunicável, em Solitária... RECEIO
rias, como a de um conhecido jornalista, ci com a Polícia Federal. Ela esclarece: ... a presunção de inocência passe a ser ne- QUE VIVAMOS os últimos momentos de
que propôs à ex-presidenta Dilma, para “1. O SENHOR ANTONIO Palocci volta gada ou esquecida, e sempre combatida liberdade de expressão no Brasil, quando
ver atendido seu pedido de se encontrar a mentir ao dizer que teria participado de (...)” ... O BRASIL navega ao balanço do é a Nação que está em jogo, é o nosso país
com o ex-presidente Lula na prisão, que uma reunião com o presidente Luiz Iná- ódio e das retaliações... QUARTA-FEIRA, que se esvai entre nossos dedos, e é nosso
fizesse “visita íntima” e fosse “de biquíni, cio Lula da Silva, a então ministra-chefe assisti, em discurso na Câmara Federal, ao o dever de propagar o que consideramos a
com caviar e salmão”... ESSE ESTILO DE da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o então deputado Paulo Pimenta denunciar que verdade, em nome da soberania nacional,
MÍDIA acirra o clima fascista instaurado presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, foi negado ao médico do presidente Lula do bem-estar do povo brasileiro e de nos-
no país, e assim visa aumentar seus índi- ocorrida em “meados de 2010”, no Palácio uma visita ao paciente na prisão. Lula é sas próprias consciências... HÁ OCASIÕES
ces de audiência... ESTOU CANSADA de da Alvorada, para falar de financiamento diabético, tem 72 anos, e já teve um câncer. em que precisamos ser maiores do que nós
ver, desde o início desse processo do golpe, de campanha. Essa reunião nunca existiu... Precisa de acompanhamento contínuo. A mesmos ou seremos tragados pelo próprio
desde o Mentirão, notas dos envolvidos do 2. COMO A PRÓPRIA Dilma Rousseff já juíza alegou que ele não está necessitan- medo, por nossa falta de reação...
Com João Francisco Werneck
4 • Conheça nosso site www. Caderno B Sexta-feira, 27 de abril de 2018

Continuação da capa Divulgação

No longa-metragem dos Irmãos Russo, o inimigo comum - o gigante de pele arroxeada e queixo murcho - é fruto do lado lisérgico da contracultura

A origem
efeitos de distorção vocal, vai ter gente que sequer nota-
rá que Cable e o titã são vividos pelo mesmo ator. Ator
que trabalhou em ficções científicas de Paul Verhoeven
(“O homem sem sombra”) e Robert Rodriguez (“Plane-
ta Terror”) em papéis secundários até chamar a atenção
da crítica, ao enfrentar Javier Bardem em “Onde os fra-

e a ‘voz’
cos não têm vez” (2007), dos Coen.
“Quando fiz ‘Sicário’, comecei a me sentir velho e ter
vontade de parar, mas aí surgem as parcerias, com gente
cheia de vontade de desafiar a realidade... e o gás volta”, dis-
se Brolin em 2015, quando encarnou o agente da CIA de
ética nada louvável Matt Graver, no thriller de Villeneuve
sobre drogas do México, recém-saído de uma participação
como Thanos em “Guardiões da Galáxia” (2014). “Discu-

de Thanos
tia muito com ele nas filmagens, por querer sempre trazer
uma visão dos fatos”. Matt volta às telas este ano em “Sicá-
rio: Dia do Soldado” de novo a fim de desbaratar a força
dos carteis latino-americanos. “Filmes sobre crime organi-
zado já renderam joias, como ‘O poderoso chefão’. Porém,
o cuidado que devemos ter com essas produções vem do
fato de eles se reportarem ao real e abordarem as contradi-
ções em que certos povos se encontram”, diz Brolin.
Desde o oscarizado filme dos Coen, ele trabalhou
Thanos surge em fevereiro de 1973 no número 55 da de Thanos foi confiada ao veterano Leonardo José, que com alguns dos maiores diretores em atividade, como
HQ “Iron Man”, cruzando o caminho do Homem de dublou Clint Eastwood em “Os imperdoáveis”. José se Woody Allen (em “Você vai conhecer o homem dos
Ferro com seu instinto genocida. Fruto do lado lisérgico impressionou com a maneira que Brolin procura, em seus sonhos”), Ridley Scott (em “O gângster”), Oliver
da contracultura, ele é produto dos estudos de Psico- sua entonação, fraturar a vilania do algoz do Homem de Stone (“W.”, no qual viveu George W. Bush) e Paul Tho-
logia que Starlin, hoje com 68 anos, fazia. Atualmente, Ferro. “Foi um grande desafio fazer essa dublagem, pois mas Anderson (em “Vício inerente”): “Tive a chance de
de carona no filme dos Irmãos Russo, o vilão acaba de quando Brolin vive Thanos, ele coloca a voz com um ser dirigido por grandes cineastas, tento ser cuidadoso
ganhar um gibi próprio no Brasil, pela Panini Comics. grave fortíssimo, com inflexões de quem se considera em minhas escolhas”, diz Brolin. “Atuar com quem tem
“Brolin é um Thanos incrível, com uma movimen- um benfeitor, e não um bandido”, diz José. uma visão estética autoral da vida faz a gente crescer”.
tação e uma expressão que busquei alcançar ao criá-lo”, Indicado ao Oscar de melhor coadjuvante em 2009 Thanos voltará às telas em 2019 pois “Guerra infinita”
postou Starlin no Facebook, após sair de uma première por “Milk – A voz da igualdade”, de Gus Van Sant, Bro- é o que se chama de díptico: uma trama em duas partes
do longa dos Russo, dois prolíficos produtores de séries, lin assumiu um duplo compromisso com a Marvel, de coligadas. O fim do novo filme dos Vingadores (relaxa,
famosos no cinema pela comédia “Dois é bom, três é ser Thanos e Cable, em um momento no qual os perso- não daremos spoilers) é uma deixa para uma continua-
demais” (2006), com Owen Wilson, antes de dirigirem nagens da editora criada por Stan Lee se encontravam ção na qual novas heroínas e heróis vão buscar revanche
dois sucessos da franquia “Capitão América”, “O solda- divididos entre vários estúdios de Hollywood. “Dea- contra os crimes do vilão. Mas, até lá, a Marvel tem mui-
do invernal” (2014) e “Guerra civil” (2016): “Os irmãos dpool” é uma grife da Fox. Só que esta foi comprada to chão e muitos milhões pela frente.
Russo merecem a minha gratidão mais sincera, por te- pela Disney, a titular dos Vingadores, num processo Não saia da sessão antes dos créditos terminarem:
rem dado vida ao titã favorito dos fãs das HQs da me- bilionário que pode trazer os personagens dos X-Men tem cena extra no fim. #ficaadica.
lhor forma possível”, arrematou Starlin. para conviver com o Homem de Ferro e cia. E, como
No Brasil, onde “Vingadores: Guerra infinita” será Brolin aparece aqui numa versão 100% digital, como * Rodrigo Fonseca é roteirista e presidente da
lançado majoritariamente com cópias dubladas, a voz um gigante de pele arroxeada e queixo murcho, com Associação de Críticos do Rio de Janeiro (ACCRJ)

Wakanda
Sônica (vivido pelo ator e coreó-
grafo Andy Serkis, o Gollum de
“O Senhor dos Anéis”, amplifi-

para sempre
cado por efeitos em CGI) e Erik
Killmonger (Michael B. Jordan,
ator-assinatura de Coogler). Em
“Guerra infinita”, o Pantera volta
às telas para combater Thanos,
Nas sessões de meia-noite de ontem ,“Os Vingadores: protegendo o androide Visão
Guerra infinita” pelo Rio de Janeiro adentro, o público, (Paul Bettany), em cuja testa há
não importava qual cinema fosse, reagia com uma explo- uma das joias cheias de poder,
são de alegria, em coro, numa mesma cena: o momento ambicionadas pelo titã como
no qual o Rei T’Challa, de Wakanda, aparece para ajudar fonte de energia para seu instin-
Okoye e Rei T´Challa, o Pantera Negra, ajudam o Capitão América
o Capitão América. É a mítica ética do Pantera Negra fa- to genocida. “O traje do Pantera
lando alto no coração das plateias: Chadwick Boseman mistura tecnologia e ancestrali-
construiu um ícone da afirmação racial que fez milhares nos sets de filmagem do longa, em Atlanta. “Temos aqui dade, em referência a tradições da África”, contou Bose-
de crianças negras estabelecerem uma rara relação de um rei negro que vira um vigilante e se vê dividido entre man em nossa visita ao set.
identificação com um super-herói. Lançado em feverei- as responsabilidades com seu povo e seus deveres como Em “Os Vingadores”, ele aparece ao lado de Okoye
ro, o filme do felino de ébano, dirigido por Ryan Coogler, heróis. É um reposicionamento de todo o simbolismo (Danai Gurira), líder da casta de guerreiras que protegem
ainda está em cartaz pelo mundo, com uma bilheteria africano”. Wakanda de seus invasores. A presença dela alimenta no
estimada em US$ 1,3 bilhão e apostas de que poderá ser Criado em julho de 1966, nas páginas da HQ “Fantastic filme um alimento com os pleitos femininos e feministas
candidato ao Oscar 2019 em múltiplas categorias. Four” nº 52, o Pantera Negra ganha sob a batuta de Coo- da atualidade. “É bom ver uma mudança na forma de re-
“Foi uma responsabilidade grande dar vida a uma fi- gler o protagonismo de uma trama que se equilibra entre presentação de mulheres negras nas telas”, diz Danai, em
gura tão simbólica para nós, negros, que vai além da re- Wakanda e a Coreia do Sul. A Ásia é palco de uma cena sua passagem pela Comic-Con Experience (CCXP) em
presentação da exclusão”, disse Boseman, em entrevista de perseguição antológica no combate aos vilões Garra São Paulo , em dezembro. (R.F.)
Sexta-feira, 27 de abril de 2018 Caderno B Conheça nosso site www.jb.com.br • 5

COTAÇÃO  PÉSSIMO  RUIM  REGULAR  BOM  MUITO BOM


TOM LEÃO
*nacovadoleao.blogspot.com.br
tomtomleao@gmail.com

Assustador Mundo Novo


Uma série de grande sucesso - de audiência e crítica
-, do serviço de streaming americano Hulu (ainda sem
representação no Brasil), teve a segunda temporada ini-
ciada esta semana, nos Estados Unidos.
Trata-se de “The handmaid´s tale”, que, por aqui, co-
meçou a ser exibida (ainda está na primeira temporada)
no mês passado, através do canal pago Paramount (Net,
Claro, Sky). Para quem ficou curioso para ver (devido
aos inúmeros prêmios que ganhou, nos Emmy e Golden
Mago supremo, o Dr. Estranho ajuda Tony Stark, Bruce Banner e Wong a enfrentar Thanos
Globes, principalmente, os de melhor série) e não tem o
hábito de fazer download, é imperdível.
Baseado em livro da escritora canadense Margaret
CRÍTICA/VINGADORES: GUERRA INFINITA  Atwood (a autora, ainda viva, foi consultora ativa da
série; e teve outro livro seu adaptado recentemente para

Alegoria do fundamentalismo
uma minissérie da Netflix, “Alias Grace”), se passa num
futuro distópico, quando o lado Leste dos Estados Uni-
dos, sobretudo, virou uma nação separada do resto do
país (e, do mundo, também): uma ditadura teocrática e
Fervido a litros de adrena- ator em estado de graça, como fundamentalista, regida por uma nova religião, na qual
lina, aquecida em sequências Brolin) a figura de um terro- as mulheres são tratadas como cidadãs de segunda classe.
de ação, perseguição e fuga rista que não faz exigências, a Neste futuro sombrio, as mulheres deixaram de gerar fi-
afoitas por roubar o fôlego Marvel deixa clara a sua reta de lhos, por conta de um vírus, advindo de uma guerra que en-
alheio, “Vingadores – Guerra maturidade em busca de trama volveu armas químicas. As poucas, que ainda conseguem
infinita” dá espaço a um diá- menos calcadas em onomato- engravidar e parir, viraram concubinas e servem a homens
logo memorável. Uma fala na peias (Soc! Pow! Pum!) e mais poderosos, que repovoam este novo mundo, doutrinando
qual Thanos encara o Homem interessadas em verticalizar as crianças; que, após nascer, se tornam propriedades do
de Ferro e chama o terráqueo conflitos existenciais e políti- Estado. Isso (a queda de natalidade, que poderia ameaçar
pelo nome, “Tony Stark”, sen- cos. Seu reinado no cinema co- a humanidade) foi o que motivou a revolução.
do interpelado por Robert meçou, silencioso, há 20 anos, Acompanhamos o destino de uma destas mulheres,
Downey Jr. (sempre ótimo quando Wesley Snipes juntou Offred (interpretada por Elizabeth Moss, a Peggy de ‘Mad
Chris Hemsworth é Thor, o Deus do Trovão
em cena) com uma expressão tostões para filmar “Blade – O men’, que também é a coprodutora da série). Ao longo da
interrogativa, num “De onde caçador de vampiros”, de 1998. temporada, vamos vendo - em flashbacks, entrecortados
você me conhece?” assustador para ele e para a plateia. Ali pavimentou-se o caminho para a fauna de mascarados com a ação -, que ela se chamava June, tinha marido e
Construído por Josh Brolin com tônus trágico, num es- de Stan Lee ganhar corpo e alma no cinema. Mas, desde filho, e que, ao tentarem fugir desse novo país (em geral,
quema de motion capture (técnica na qual os movimen- o seminal “Logan” (2017), a Casa das Ideias (apelido da todos fogem para o Canadá, a terra livre mais próxima),
tos de um ator são registrados num software que redefine Marvel) abriu a deixa para discutir temas mais cortantes foram presos e separados.
estes gestos a partir de efeitos digitais que descaracterizam do que o maniqueísmo. E Offred virou “escrava” de uma casa comandada por
seu visual), Thanos vira para o herói e diz: “Você não é o “Pantera Negra”, com sua veia racial festiva, foi o ápice um senhor chamado Fred (daí seu nome, of Fred) Wat-
único que foi amaldiçoado com o conhecimento”. da transformação do estúdio na trilha do amadurecimen- terford -- feito por Joseph Fiennes -, que, no decorrer dos
Thanos sabe muito, pois há eras ele estuda o que de pior to. E o novo “Os vingadores”, que ganha uma parte dois em capítulos, vai desenvolvendo afeição por ela.
as civilizações têm: a vaidade. É dela que vem a decadência. 2019, foi pelo mesmo caminho, tendo em Chris Hemswor- Na primeira temporada, foram apenas dez ótimos (e
E o papel que atribuiu a si mesmo no Universo é varrer da th - mais inspirado do que nunca no papel de Thor - o he- tensos) episódios.
História povos decadentes. Muita gente... Nos quadrinhos rói de maior vigor nesta narrativa dominada por um vilão. Para quem leu o livro, ‘O conto da aia’, publicado ori-
de Jim Starlin, Thanos fazia isso por amor: ele se apaixonou Nem todos os efeitos especiais do filme têm o acaba- ginalmente em 1985 - que sempre esteve nas prateleiras,
pela Morte em pessoa, de osso, foice e capuz. Matava para mento necessário e, passados 55 minutos, quando os he- mas foi relançado agora, em toda a parte, por conta do
poder cortejar sua amante. No longa-metragem em duas róis começam a se dividir em grupos, a edição sofre uma sucesso da série (no Brasil, saiu pela Intrínseca), pequenas
partes, dirigido pelos irmãos Joe e Anthony Russo, a In- ralentada, o que dilui o ritmo, exigindo do roteiro uma diferenças serão notadas: como a idade dos “donos” de
desejada das Gentes não é citada: Thanos destrói planetas aposta em piadas que funcionam melhor com os “Guardi- Offred (descritos como bem mais velhos no livro, do que
por ideologia. Ele é a encarnação – talvez a mais sombria ões da Galáxia” (sobretudo com Chris Pratt, o “Senhor das na série) e a revelação do nome de Offred (no livro, ele
tradução da vilania que o cinema de tintas fantásticas ela- Estrelas”) do que com “Os Vingadores”. O herói que mais nunca é dito, apenas sugerido por pistas). Mas, nada que
borou desde Darth Vader – do fundamentalismo – inimi- perde aqui é o Homem-Aranha, pois Tom Holland, seu altere o sentido ou o conteúdo.
go número 1 do mundo quando o assunto é terror... terror talentoso intérprete, parece não encontrar a mesma alqui- Antes da atual adaptação de sucesso, “The handmaid´s
real. Thanos é a metáfora da América de Trump: remover mia entre carisma e tônus dramático de suas aparições em tale” (feita com maestria pelo produtor e roteirista Bruce
o que incomoda, sem pesar as consequências. outros filmes. Mas nada disso tira de “Guerra Infinita” seu Miller) já havia sido um filme, dirigido pelo renomado
Ao assumir como personagem central (confiado a um viço como épico sobre o fervor.(RF) diretor alemão Volker Schlondorff (do premiado com
Oscar de filme estrangeiro “O tambor”, 1979), em 1990,
com roteiro do não menos renomado teatrólogo Harold
Divulgação
Pinter; e, batizado em português de “A decadência de
uma espécie”. Em 2000, foi adaptado para uma ópera,
na Dinamarca, e apresentada pela Danish Royal Opera,
e encenada em diversos países.
Uma obra que ainda vai dar muito o que falar; e que,
nestes tempos de Trump, guarda algumas similaridades
com a vida real...

Rugidos
• O reboot de ‘Perdidos no espaço’ (Netflix), que comentamos aqui,
na coluna passada, teve cerca de seis milhões de espectadores, em
seu primeiro final de semana, nos EUA, segundo o Nielsen (o “ibope”
americano). Para efeito de comparação, a estreia da segunda
temporada de “Stranger things” alcançou 16 milhões de assinantes,
entre sexta-feira e domingo.
• Para quem perdeu nas telonas, estrearam ontem, nos principais
serviços de streaming do Brasil (iTunes, Google, Now) o drama
alemão “Em pedaços”, que traz uma arrebatadora atuação de Diane
Kruger, e o thriller brasileiro ‘Motorrad’, de Vicente Amorim, que tem
clima de HQ. Boas opções para o cinema em casa.
• A primeira temporada da série, com o agente da CIA Jack Ryan,
ainda nem estreou na Amazon e já teve a sua segunda temporada
garantida. Ryan, que, no cinema, já foi encarnado por Harrison Ford;
na telinha, será John Krasinski (o Jim de ‘The office’), quente com
o sucesso de seu filme “Um lugar silencioso”. A série, estreia em
agosto, e cada temporada terá oito episódios.
• A aguardada conclusão de ‘Sense8’, das irmãs Wachowski,
virá no (longo) episódio final especial, que a Netflix exibirá,
mundialmente, no dia 8 de junho.
Mantis (vivida por Pom Klementieff ) integra os Guardiões das Galáxia, que vão se unir ao Homem de Ferro
6 • Conheça nosso site www.jb.com.br Caderno B Sexta-feira, 27 de abril de 2018

PROGRAMA
Rogério Neves/Divulgação Divulgação

João Donato - “A mad Donato”. Show de lançamento do box com quatro CDs do cantor e Margarita vai à luta - Espetáculo criado pela atriz Ana Luisa Cardoso, que comemora os
compositor. Blue Note (Av. Borges de Medeiros, 1424 – Lagoa - Tel.: 3799-2500). Sáb., às 30 anos da palhaça Margarita. Teatro Maria Clara Machado (Av. Padre Leonal Franca,
20h. Ingressos: R$ 65 a R$ 190. 240 - Gávea. Tel.: 2274-7722). Sáb. e dom., às 16h. R$20 e R$10. Última semana.

Divulgação
TEATRO certo “De volta às origens”. Centro Cul-
A marca da água - Espetáculo da Arma- tural Justiça Federal (Av. Rio Branco,
zém Companhia de Teatro. Direção de 241, Centro; Tel.: 3261-2550). Sáb., às
Paulo de Moraes. Com Patrícia Selonk, 15h. Entrada franca (distribuição de se-
Ricardo Martins e Lisa Eiras. Teatro da nhas meia-hora antes).
Caixa Nelson Rodrigues (Av. República Samba Américas - Roda de samba com
do Chile, 230, Centro - Tel.: 3509-9600). Mariano Malti - Adilson da Vila e Velha Guarda Musical
R$ 20 e R$ 10 (meia). O tenor imprime a estética da Vila Isabel. Américas Shopping (Av.
Isso vai funcionar de alguma forma - da música erudita ao repertó- das Américas, 15.500 - Barra; Tel.: 2442-
Coletivo dos artistas Dominique Aran- rio popular. Participação da 9900). Sáb., às 14h. Entrada franca.
tes, Rúbia Rodrigues Dominique, Da- pianista Talitha Peres. J Club/ Show manifesto do Fórum Forró de Raiz
niele Ávila Small, Keli Freitas e outros. Casa Julieta de Serpa (Praia - Com 20 atrações como Orquestra
Oi Futuro (R. Dois de Dezembro, 63 do Flamengo, 340 – Tel.: Sanfônica, Tânia Alves, Marcus Lucen-
– Flamengo; Tel. 3131-3060). Sex., sáb., 2551-1278). Sex., às 20h30. na, Oswaldinho do Acordeon. Centro
dom., às 20h. R$ 30 e R$ 15 (meia). Úl- Couvert: R$ 60 e R$30. Luiz Gonzaga de Tradições Nordestina
tima semana. (Campo de São Cristóvão; Tel.: 2580-
Mulheres na Revolução Russa - “Uma 5335 ). Sáb., às 20h30. Ingresso: R$ 5 +
ciranda para mulheres rebeldes”, Fernando Piccoli/Divulgação 2kg de alimento.
que reúne a trupe Ciranda de 3 e o Sérgio Ricardo - No show “Cinema na
coletivo As Dramáticas retrata a vida Valsa #6 - Versão do encenador música” o cantor é acompanhado por
de quatro mulheres envolvidas com Caco Coelho para a peça de Marina Lutfi, João Gurgel, Alexandre
a Revolução de 1917. Com Adriana Nelson Rodrigues. Com Gisela Caldi e Diego Zangado. Teatro da UFF
Maia, Ana Achcar, Anna Wiltgen Sparremberguer. Teatro Bradesco (Rua Miguel de Frias 9, Icaraí - Niterói;
e Dadá Maia. Teatro Maria Clara (Av. das Américas, 3900. Tel.: 3674-7515). Sáb. e dom., às 20h.
Machado (Av. Padre Leonel Franca, Tel. 3431-0100). Ingressos: R$ 50 e R$ 25 (meia). Classi-
240 - Gávea; Tel.: 2274-7722). Sex. e Sex., às 21h. Ingresso: ficação: 10 anos
sáb, às 21h. Dom., às 19h. R$ 40 e R$ a partir de R$ 30. A Gloriosa - Roda de samba comandada
20. Última semana. por Paulão 7 Cordas e o grupo A Mesa
da Diretoria. Feira Popular da Gló-
MÚSICA ria (Av. Augusto Severo, s/n - Glória).
Angela Maria - A cantora apresenta o Dom., a partir das 15h. Entrada franca.
show “Canções de Roberto & Erasmo”.
Arena Jovelina Pérola Negra (Pça. Ênio EVENTO
s/n - Pavuna; Tel.:2886-3889 ). Sex., às Os caminhos da música - Feira cultu-
19h. Ingressos: R$ 40 (os 100 primeiros ral. Museu da Maré (Av. Guilherme
pagam R$ 30). Classificação: Livre Maxwell, 26; Tel.: 3868-6748). Sex.: 15h
Beth Guilher - A cantora apresenta shows Bruno de Lima/Divulgação
– Recital dos músicos do Instituto Vida
com repertório de Elis Regina (sex) e Real; 17h às 20h – Roda de Samba com
Clube da Esquina (sáb). Fellini (R. Gal. Leonardo Acioly e Paula Prince. Sáb.:
Festa Funfarra
Urquiza 104 – Leblon; Tel.: 2511-3600). 15h – Mesa redonda “O samba em uma
- Edição “Cheia
Sex. e sáb., às 20h. Ingresso: R$ 20. Maré de desafios” e 17h às 20h – Roda
de Paz e Amor”
Manouche Carioca - Show da banda ca- de Samba com Preto Joia, Samba sem
com os DJs Tulio
rioca. Beer Joe Rock Bar (Av. das Amé- Vaidade e Velha Guarda da Gato de
Araújo, Beto
ricas, 7.907, Bl.4 Lj.122 - Barra; Tel.: Bonsucesso. Entrada franca.
Artista e Ricco.
3577-3312). Sex., as 21h. Ingressos: Blue Beetles - Com o DJ Tião de Almei-
Espaço Franklin
R$15. Classificação: livre. da. Club Hippo (Rua Barão da Torre,
(Av. Passos, 36
Rita Benneditto - A cantora apresenta o 368 - Ipanema; Tel.: 3577-4102). Dom.,
- Centro; Tel.:
show “Tecnomacumba - 15 anos de festa às 20h. Couvert: R$ 20.
2222-4444).
e fé”. Imperator – Centro Cultural João
Sáb., às 23h30.
Nogueira (R. Dias da Cruz, 170 – Méier; CRIANÇA
Ingresso: R$ 80.
2597-3897). Sex., às 21h. Ingresso: R$ 70 Arca sinfônica - Com a Orquestra Pe-
Classificação: 18
e R$ 35 (meia). Classificação: livre. trobras Sinfônica, regida por Isaac
anos.
Tributo a Cazuza em Bossa Nova - Show Karabtchevsky. O concerto reúne 15
com Rodrigo Santos, Leila Pinheiro e histórias do clássico infantil. Teatro Ria-
Roberto Menescal. Vivo Rio (Av. Infan- chuelo Rio (R. do Passeio, 38 - Centro.
te Dom Henrique, 85 - Parque do Fla- Tel.: 2533-8799). Sáb. e dom., às 11h.
mengo. Tel.: 2272-2901). Sex., às 22h. Entrada franca. Classificação: livre. 3900 – loja 160/Shopping VillageMall Ingressos: a partir de R$ 40.
Ingressos: R$ 100 a R$ 200. Classifica- Federico Puppi - Violoncelista italiano – Barra da Tijuca; Tel.: 3431-0100). Sáb. Cururu, o sapo jururu - De Tatiana Al-
ção: 18 anos. radicado no Rio, indicado ao Grammy às 21h. Ingressos: R$ 30 a R$ 120. ves. Direção de Julio Luz. Com Amanda
Danilo Caymmi – No show “Andança Latino, apresenta o show de seu novo MPB A Era dos Festivais - Espetáculo Mendonça, André Caldas, Clara Sanpi.
50 anos” o cantor apresenta um reper- disco: “Marinheiro de Terra Firme”. Au- com Soraya Ravenle, Edu Krieger, Mar- Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio
tório dos festivais da canção dos anos dio Rebel (R. Visconde de Silva, 55, Bo- celo Caldi, Fabiano Salek e PC Castilho. Branco, 241 - Centro; Tel.: 3261-2565).
1960. Teatro Rival Petrobras (R. Álvaro tafogo; Tel.: 3435-2692).Sáb., 20h. R$ 20. Sala Municipal Baden Powell (Av. N. S. Sáb. e dom., às 16h. R$ 30 e R$ 15.
Alvim, 33/37 - Cinelândia - Tel.: 2240- Festa Realmente Som 15 - Shows com Copacabana, 360 - Copacabana; Tel.: O menino das marchinhas – Braguinha
9796). Sáb., às 19h30. Ingressos: R$ 30 a as bandas Cobra Trio, Barba Ruiva e 2547-9147). Sáb. e dom. , às 20h. Ingres- para crianças - De Pedro Henrique Lo-
R$ 70. Classificação: 18 anos. Bow Bow Cogumelo. Ganjah Lapa (R. sos: R$ 60 e R$ 30 (meia). pes. Direção de Diego Morais. Com Pe-
Emília Monteiro - A artista apresenta rit- do Resende, 82; Tel.:2222-0642). Sáb., às Pedro Mann – O cantor e compositor dro Henrique Lopes, Martina Blink, Au-
mos como marabaixo, carimbó chame- 21h. Ingressos: R$ 20 e R$ 15 (lista). lança o clipe de “Vai mas volta”. Barraca gusto Volcato. Teatro dos Quatro (Rua
gado e zouk love. Parque das Ruínas/ Moacyr Franco - Show do cantor e ator Rasta Beach (altura Posto1) - Praia do Marquês de São Vicente, 52, Gávea; Tel.:
Terraço (R. Murtinho Nobre, 169 - San- que relembra os 60 anos de carreira. Te- Leme. Sáb., às 15h. Entrada franca. 2239-1095). Sáb. e dom., às 17h. R$ 60 e
ta Teresa. Tel: 2215-0621 ). Sáb., às 17h. atro Bradesco Rio (Av. das Américas, Prelúdio 21 - O grupo apresenta o con- R$ 30 (meia). Classificação: livre

Você também pode gostar