Você está na página 1de 5

Tabela dos Principais aços –

TEMPERATURA ponto fusão 1350° a 1400°


EX: SAE 1020 tem +- 0,20% de carbono, entre
0,18% e 0,23%
Significa que é um aço carbono simples (10), que o
carbono é o elemento predominante, depois do
Ferro, e será a quantidade de carbono (20) que vai
determinar o tipo de ferro e suas características.

•1º dígito: Indica a classe do aço, segundo a Tabela 2.

• 2º dígito: Indica a variação nos teores dos elementos de liga.

• 3 e 4 dígitos: Juntos indicam o teor médio de carbono (% em peso) multiplicado por


100. Quando o teor de carbono é maior do que 1% utilizam-se 3 dígitos para a
nomenclatura.

• Letra “B” - Aparece entre o 2 e 3 dígitos e indica a presença de boro (Boron) no aço.
Exemplo: SAE 15B35.

• Letra “L” – Aparece entre o 2 e 3 dígitos e indica a presença de chumbo (Lead) no aço.
Exemplo: SAE 12L14.

• Letra “H” - Aparece após o 4 dígito e indica os aços que têm uma variação na sua faixa
de composição química normal.
SAE 1XXX – aço-carbono simples
Aplicações na Indústria Metal-Mecânica Aços-carbono simples (série 1XXX): Utilizados
em construções de componentes e equipamentos em geral, como por ex.: parafusos,
eixos, perfis laminados estruturais, chapas, engrenagens.

 SAE 10XX – aço-carbono simples (outros elementos em porcentagens


desprezíveis, teor de Mn de no máximo 1,0%)
 SAE 11XX – aço-carbono com S (Enxofre), MELHORA A USINABILIDADE


 SAE 12XX – aço-Carbono com S e P (Fósforo), MELHORA A USINABILIDADE


 SAE 13XX – aço com 1,6% a 1,9% de Mn (Manganês) (aço-Manganês)
 SAE 14XX – aço-Carbono com 0,10% de Nb (Nióbio)
 SAE 15XX – aço-Carbono com teor de Mn de 1,0% a 1,65% (aço-Manganês)
SAE 2XXX – aço-Níquel
Aços-níquel série 2XXX: Aços para peças que exigem alta tenacidade, inclusive em
temperaturas sub-zero.

 SAE 23XX – aço com Ni entre 3,25% e 3,75%


 SAE 25XX – aço com Ni entre 4,75% e 5,25%

SAE 3XXX – aço-Níquel-Cromo


Aços-níquel-cromo série 3XXX:

Aços utilizados em eixos, engrenagens, pinos de alta resistência, peças cementadas,


etc.

 SAE 31XX – aço com Ni entre 1,10% e 1,40% e com Cr entre 0,55% e 0,90%
 SAE 32XX – aço com Ni entre 1,50% e 2,00% e com Cr entre 0,90% e 1,25%
 SAE 33XX – aço com Ni entre 3,25% e 3,75% e com Cr entre 1,40% e 1,75%
 SAE 34XX – aço com Ni entre 2,75% e 3,25% e com Cr entre 0,60% e 0,95%

SAE 4XXX – aço-Molibdênio


Aços com molibdênio série 4XXX: Possuem alta resistência mecânica, melhor
temperabilidade e maior resistência à fluência em altas temperaturas.Adequados para
uma vasta gama de aplicações mecânicas, dependendo do teor de outros elementos
de liga e do teor de carbono, como por ex.: bagaceiras, rodetes, engrenagens,
pinhões, forjados em geral, parafusos de alta resistência, pinos e buchas de correntes
transportadoras, entre outras.
41XX: Possui boa temperabilidade, boa soldabilidade e ductilidade e são usados em
parafusos/tirantes para vasos de pressão, peças estruturais aeronáuticas, dentre outras
aplicações mecânicas mais severas.
46XX/48XX: Aços-molibdênio ligados ao níquel, usados para peças onde se deseja
maior resistência à fadiga.
43XX/47XX: Aços-molibdênio ligados ao cromo e níquel, com grande aplicação devido
ao excelente comportamento ao tratamento térmico de têmpera e revenimento e
austêmpera, boa tenacidade, ductilidade e resistência à fadiga. Utilizado na fabricação
de peças sujeitas a tensões cíclicas,como outras aplicações de alta responsabilidade
mecânica.

 SAE 40XX – aço com Mo entre 0,20% e 0,30%


 SAE 41XX – aço com Mo entre 0,08% e 0,25% e com Cr entre 0,40% e 1,20%
 SAE 43XX – aço com Mo entre 0,20% e 0,30%, com Cr entre 0,40% e 0,90% e
com Ni entre 1,65% e 2,00%
 SAE 46XX – aço com Mo entre 0,15% e 0,30%, com Ni entre 1,40% e 2,00%
 SAE 47XX – aço com Mo entre 0,30% e 0,40%, com Cr entre 0,35% e 0,55% e
com Ni entre 0,90% e 1,20%
 SAE 48XX – aço com Mo entre 0,20% e 0,30%, com Ni entre 3,25% e 3,75%
SAE 5XXX – aço-Cromo
Aços-cromo série 5XXX: São aços com ótima resistência mecânica e à corrosão, porém
sofrem fragilidade ao revenido, exigindo cuidados durante o resfriamento. Quando
possuem baixo teor de carbono são adequados para cementação e ficam com uma
superfície muito dura e resistente à abrasão, porém perdem tenacidade. São utilizados,
por exemplo, em rolos de correntes e barras chatas resistentes ao desgaste.

 SAE 51XX – aço com Cr entre 0,70% e 1,20%

SAE 6XXX – aço-Cromo-Vanádio


Aços com vanádio série 6XXX: Possuem alta resistência mecânica, à fadiga e boa
fluência em altas temperaturas. Utilizados em eixos, molas, pinhões, engrenagens de
alta resistência mecânica, etc.

 SAE 61XX – aço com Cr entre 0,70% e 1,00% e com 0,10% de V

SAE 7XXX – aço-Cromo-Tungstênio


Aços-tungstênio-cromo série 7XXX: Utilizados em peças que trabalham a quente, como
matrizes de extrusão. São muito duros, devido à presença dos carbonetos complexos
de cromo, tungstênio e ferro.
SAE 8XXX – aço-Níquel-Cromo-Molibdênio
Aços série 8XXX e 9XXX: Apresentam teores de elementos de liga mais baixos. São
aços de alta tenacidade podendo-se conseguir uma vasta gama de propriedades
mecânicas devido à ótima resposta ao tratamento térmico de têmpera e revenimento.
São usados na fabricação de brocas, engrenagens e serras. Na indústria de açúcar e
álcool, podemos destacar as buchas cementadas SAE 8620 (série 8XXX) utilizadas em
correntes transportadoras.

SAE 81XX – aço com Ni entre 0,20% e 0,40%, com Cr entre 0,30% e 0,55% e com
Mo entre 0,08% e 0,15%

 SAE 86XX – aço com Ni entre 0,30% e 0,70%, com Cr entre 0,40% e 0,85% e com
Mo entre 0,08% e 0,25%
 SAE 87XX – aço com Ni entre 0,40% e 0,70%, com Cr entre 0,40% e 0,60% e com
Mo entre 0,20% e 0,30%

SAE 92XX – aço-Silício-Manganês


 SAE 92XX – aço com Si entre 1,80% e 2,20% e com Mn entre 0,70% e 1,00%

SAE 93XX, 94XX, 97XX e 98XX – aço-Níquel-


Cromo-Molibdênio
 SAE 93XX – aço com Ni entre 3,00% e 3,50%, com Cr entre 1,00% e 1,40% e com
Mo entre 0,08% e 0,15%
 SAE 94XX – aço com Ni entre 0,30% e 0,60%, com Cr entre 0,30% e 0,50% e com
Mo entre 0,08% e 0,15%
 SAE 97XX – aço com Ni entre 0,40% e 0,70%, com Cr entre 0,10% e 0,25% e com
Mo entre 0,15% e 0,25%
 SAE 98XX – aço com Ni entre 0,85% e 1,15%, com Cr entre 0,70% e 0,90% e com
Mo entre 0,20% e 0,30%
Apesar da classificação SAE ser bastante extensa e completa, conforme mostrado no
extrato apresentado, muitos aços comumente usados não se enquadram nela, devido
aos elementos de suas ligas não estarem dentro das faixas previstas nesta
classificação.
Aços-carbono série XXBXX: – Aços ao cromo ou ao níquel-cromo-molibidênio, com
adição de boro para aumentar a sua temperabilidade, além de melhorar as propriedades
de conformabilidade.
Aços-carbono série XXLXX: Aços com adição de chumbo (Lead), para aumentar a sua
usinabilidade.

Os aços citados são aplicáveis somente a produtos semi-acabados para forjamento,


laminação de perfis estruturais, chapas grossas, chapas finas, barras laminadas, fios-
máquina e tubos.