Você está na página 1de 7

TEORIA DA CONSTITUIÇÃO E DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS

II Avaliação

 NEOCONSTITUCIONALISMO

ENTENDENDO SOBRE ELE:


Neoconstitucionalismo trata-se de um movimento teórico de revalorização do
direito constitucional, de uma nova abordagem do papel da constituição no
sistema jurídico, movimento este que surgiu a partir da segunda metade do
século XX.
O neoconstitucionalismo visa refundar o direito constitucional com base em novas
premissas como a difusão e o desenvolvimento da teoria dos direitos
fundamentais e a força normativa da constituição, objetivando a transformação
de um estado legal em estado constitucional.
O constitucionalismo contemporâneo no Brasil e no estrangeiro sofreu
acentuadas mudanças nos últimos anos, implicando o surgimento de um
fenômeno que tem alterado o modo de examinar a Constituição e seu papel na
interpretação do ordenamento jurídico. Esse conjunto de alterações ocorridas no
Direito Constitucional contemporâneo tem recebido o nome de
“neoconstitucionalismo”, processo de mudanças de paradigmas que abarca
fenômenos complexos e ainda não inteiramente assimiláveis.
Esse constitucionalismo hodierno relaciona-se, diretamente, ao termo
“constitucionalização”, que a doutrina costuma distinguir em algumas acepções.
Fala-se, nessa linha, em “constitucionalização” para aludir ao advento de uma
Constituição escrita, revestida de supremacia e, pois, em posição hierárquica
superior às demais normas do ordenamento jurídico, consignando um
processo histórico que converte em um vínculo jurídico plasmado num
Ordenamento Maior uma relação político-cultural travado entre os
mandatários do poder político e o povo, ou seja, entre os representantes e
seus representados.

O modelo normativo desse neoconstitucionalismo, ou constitucionalismo pós-


moderno, como se preferir nomear, é o axiológico, não mais se cingindo o
documento político fundamental a limitar poderes, pois, acima de tudo, importa
tornar eficaz a Constituição, na busca incessante por concretizar os valores
ínsitos aos direitos fundamentais nela consagrados.
Marco histórico: Pós 2ª Marco teórico: Força
Guerra Mundial; normativa;
Marco filosófico: Pós Estado const. de Direito Supremacia da
positivismo; constituição;
Brasil - CF de 1988
Direitos fundamentais; Nova hermeneutica e
equilibrio entre os poderes.

NEOCONSTITUCIONALISMO

Aproximação das
ideias de Representações
constitucionalismo e iniciais: Lei
democracia (pós- Fundamental alemã de
guerra e dignidade 1949; Italiana de 1947 e
humana).
a CF Brasileira de 1988;

Aplicação direta da
Constituição Proteção jurisdicional da constituição e
dos direitos fundamentais (a questão
deixa de ser a simples limitação do
poder, passando a ser a efetivação de
direitos);
 HISTÓRIA DAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS
A Constituição Federal de 1988 é a oitava Constituição Brasileira.

 1824
A nossa primeira Constituição foi outorgada em 25 de março de 1824 por D.
Pedro I.

Monarquia absoluta

Religião Oficial: Divisão em


Catolicismo provincias

Constituição
política do
império do 2 anos após o
Divisão em 4 Brasil - 1824 pedido de
poderes Independencia do
Brasil

Estado Oposição a
Unitário democracia

Entendendo o poder naquela época...

Sobre a constituição...

 Mais duradoura (65 anos), com divergencias e semelhanças com a CF atual.


 1891

A nossa Segunda Constituição! (Promulgada)

Inaurgurou a
república
Após a Triparte das
proclamação da funções
República estatais

Republica
velha- 1891
Estado Forma
Laico Federativa

Positivismo no
Habeas Corpus
Brasil - Lei
- 1891 a 19326
escrita

Entendendo mais sobre ela...

Comparações...

 Essa Constituição foi inspirada na dos Estados Unidos da América e é a mais


próxima da nossa atual CF de 1988.
 1934

A nossa terceira Constituição! (Promulgada)

Fim da 1°
Guerra
Mundial
Centraalização Eleição
do Direito de Vargas

Constituição
de 1934
Ensino religioso Dissolução do
permitido e Congresso para
facultativo centralizar o poder

CLT - 1° conjunto
Ditadura de Direitos
Vargas Trabalhistas do
Brasil

Entendendo mais sobre ela...

 Houve uma ruptura liberal e algumas ações e direitos que não eram aceitos
ou reconhecidos, passaram a ser; O casamento religioso, e cemitérios
religiosos passaram a ser reconhecidos e o voto feminino permitido.

(...) Mais 4 outras constituições (1937, 1946, 1967, 1969) que serão estudadas
posteriormente...
 Atual Constituição de 1988 – Promulgada
REVISANDO...

1° - 1824
2° - 1891
3° - 1934
4° - 1937
5° - 1946
6° - 1967
7° - 1969
8° - 1988 – ATUAL!