Você está na página 1de 10

Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.

303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

Junho/18 – 1ª Semana

LAVA JATO - A CRISE DE IDENTIDADE


Texto Base: 2 Timóteo 3.1-5

INTRODUÇÃO
Praticamente todo o Brasil tem acompanhado as notícias e o desenrolar da Operação Lava Jato, que
investiga um grande esquema de desvio e lavagem de dinheiro envolvendo a Petrobras, grandes empreiteiras e
políticos. Com o início em um posto de gasolina, de onde surgiu o seu nome, a Operação Lava Jato foi
deflagrada em março de 2014 e, mesmo ainda longe da sua conclusão, já se revela um dos maiores casos de
corrupção, pagamento de propinas, lavagem de dinheiro, formação de quadrilhas e desvio de dinheiro público
que se tem notícia no mundo.
Pergunta: O que você poderia comentar sobre a Operação Lava Jato, da Polícia Federal?
Infelizmente, esse não é um caso isolado. Praticamente todos os dias somos bombardeados por notícias
de corrupção, desonestidade, mentiras, roubos, golpes e toda sorte de manifestação de falta de caráter e de
honestidade.
Não há quem não esteja alarmado. Até pessoas que não costumam se importar tanto com a palavra
caráter já estão lamentando a debandada da moralidade em nossa sociedade. Tornou-se “normal” saber de
governantes eleitos aceitando suborno, empresários exigindo compensações, mentiras em vários níveis de
relacionamento, investidores explorando informações privilegiadas que geram fortunas não declaradas.
Também multiplicam-se os casos de maridos que espancam a esposa, de crianças abusadas por quem teria que
protegê-las, de adolescentes com excessiva promiscuidade, de clínicas de aborto lotadas e de doenças
sexualmente transmissíveis.
A crise que vivemos é uma crise de integridade. E a maior necessidade de nosso mundo hoje é de
pessoas com caráter. Se todos os mais de sete bilhões de habitantes tivessem firmeza de caráter, não haveria
guerras, fome, esfacelamento das famílias, crimes ou pobreza.
Esta nova série de estudos é para aqueles que admiram a firmeza de caráter e reconhecem sua urgente
necessidade. É também para aqueles que, tendo já entregue sua vida a Cristo, anseiam por mudanças reais em
sua vida e por transformações profundas e duradouras no comportamento, na maneira de se relacionar com as
pessoas e com o dinheiro.

DESENVOLVIMENTO
Ao escolhermos este título, Lava Jato, estamos propondo uma profunda reflexão sobre caráter e
comportamento. Nós os cristãos, nascidos de novo, que recebemos uma nova natureza (2 Co 5.17) e que
somos conhecidos como discípulos ou seguidores de Jesus, somos chamados para sermos diferentes e
fazermos a diferença. Fomos inclusive chamados por Jesus de sal da terra e luz do mundo, com um papel
crucial de preservação e indicação de caminho de vida para a sociedade. A igreja é a esperança de mudança e
transformação do mundo, mas e se até os filhos de Deus negociarem sua integridade e seus valores, o que será
da sociedade? Queremos propor nesta série de estudos um lava jato em nossa própria vida. Que investiguemos
nossa coerência e nosso testemunho em todas as áreas de nossa vida.
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

Leitura bíblica:
“Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos,
presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família,
irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados,
soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando o seu
poder. Afaste-se também destes”. (2 Tm 3.1-5)

“Façam tudo sem queixas nem discussões, para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos
de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas
no universo” (Fp 2.14,15)

Façam uma breve interpretação das passagens bíblicas citadas. Com base no que leram, discutam as
seguintes questões:

1. A corrupção, a falta de caráter e o enfraquecimento moral são um privilégio exclusivo do Brasil ou é


um fenômeno mundial?
2. Há países ou regiões onde se percebe uma maior reserva moral?
3. Em sua opinião, qual seria a causa principal deste estado de coisas no nosso país? Quais as suas
origens?
4. Como consertar este tipo de cultura ou comportamento tão massificado?
5. A pergunta crucial: você tem mantido a sua integridade em todos os lugares e em todas as situações?
Você se vê como corrupto em algum nível? Explique.
6. Você acha que se estivesse no lugar ou na posição de algum destes envolvidos nestes escândalo,
agiria de maneira diferente?
7. Faz sentido alguém dizer-se cristão e não agir com integridade?
8. Você pode dizer que sua conversão já mudou seus valores e seu caráter? Está mudando mais a cada
dia? Você poderia dar um testemunho de uma mudança concreta na direção da integridade?
9. O que podemos fazer para mudar este cenário moral? Qual seria o papel da igreja? Qual seria o seu
papel pessoal?

CONCLUSÃO
A partir da próxima semana iniciaremos a nossa operação Lava Jato, abordando os seguintes temas:
pureza, honestidade, verdade e amor. Não perca, vai ser muito edificante e transformador.

Fonte: Igreja Batista Central / Belo Horizonte-MG


Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – MCEO / Baependi - MG
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

Junho/18 – 2ª Semana

LAVA JATO - PUREZA


Texto base: 1 Timóteo 4.12

INTRODUÇÃO
O significado de pureza é algo bem estabelecido para nós. Seu conceito está associado a algo que não
está misturado e nem contaminado, também algo que não está turvo ou sujo, pelo contrário, está limpo.
Alguma coisa está pura, quando ela não está adulterada e nem corrompida.
O conceito de pureza está muito presente no nosso dia-a-dia. Nós queremos respirar ar puro, beber
água pura. Estamos dispostos a pagar mais por um alimento que esteja livre de conservantes e produtos
químicos; não desejamos alimentos contaminados. Também não compramos produtos adulterados ou mesmo
aqueles cujas caixas estejam abertas.
Paulo exortou a Timóteo a ser exemplo na pureza.
“Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no
procedimento, no amor, na fé e na pureza”. (1 Tm 4.12)
A palavra pureza no original (hagneia) tem o sentido de castidade, inocência, pureza de vida.

DESENVOLVIMENTO
Se no mundo natural nós todos queremos pureza, o mesmo acontece quando consideramos o mundo
espiritual. Nesse estudo, encontraremos o que a bíblia diz a respeito da pureza: como Deus nos chamou para
andar em pureza; que a pureza é algo que Deus requer de nós, algo que faz parte da vida daquele que se
entregou a Jesus; e que sem ela não veremos a Deus. A pureza, certamente, fará muito bem a todos nós.

1) Deus é puro e nos chama à pureza


Teus olhos são tão puros que não suportam ver o mal, não podes tolerar a maldade... (Habacuque 1:13)
Uma das características mais marcantes de Deus descrita na Bíblia é sua santidade. O principal
significado da santidade de Deus é a sua separação de todas as coisas, sua separação como criador. Está ligada
ao fato de Deus ser único, de não haver outro igual a ele. Ele é o alto, o sublime e tem o nome grande e
tremendo.
Além disso, quando a Bíblia declara a santidade de Deus, ela fala de sua separação de todo mal e
poluição moral que contaminam a criação. Por isso, o profeta Habacuque declarou que os olhos de Deus são
tão puros, que não podem ver o mal. A pureza de Deus é o que chamamos de pureza primitiva.
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

Se Deus é santo, e consequentemente puro, a conclusão lógica é que a pureza deve caracterizar seu
povo. Por essa razão, o apóstolo Pedro nos chama à santidade, mencionando o texto de (1 Pe 1:14-16): “Sejam
santos, porque eu sou santo”.
Pergunta: Você tem convicção da santidade e da pureza de Deus?

2) Deus nos chama a uma pureza verdadeira


“Não percebem que o que entra pela boca vai para o estômago e mais tarde é expelido? Mas as
coisas que saem da boca vêm do coração, e são essas que tornam o homem impuro. Pois do coração saem os
maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e
as calúnias. Essas coisas tornam o homem impuro; mas o comer sem lavar as mãos não o torna impuro”. (Mt
15.17-20)
Jesus foi questionado por alguns religiosos porque seus discípulos não lavavam as mãos antes de
comer, o que era feito segundo uma tradição e trazia uma ideia de purificação. O mestre condenou a hipocrisia
dos fariseus que mantinham uma santidade exterior, mas eram impuros por dentro. Depois, explicou aos seus
discípulos que aquilo que contamina o homem não é o que entra pela boca e sim o que sai. Pois o que sai da
boca vem do coração e são essas coisas é que tornam o homem impuro.
Temos que ter cuidado. Podemos manifestar uma falsa pureza, cheia de aparências, como os religiosos
daquela época faziam. Não é essa “pureza” que Deus nos chama a vivenciar.
Pergunta: A sua maneira de expressar pureza não é falsa? É somente uma questão de aparência?

3) Deus nos chama à pureza moral


“Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem
idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem
maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus”. (1 Co 6.9-10)
“Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que
pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo”. (1 Co 6.18)
A Bíblia nos adverte que os que assim procedem não herdarão o reino de Deus. Também nos exorta a
fugir de toda impureza. O apóstolo Paulo, quando falou sobre esse assunto aos tessalonicenses, afirmou que a
vontade de Deus é a nossa santificação; que devemos nos abster da prostituição, não andando com desejo de
lascívia, que é comum entre os gentios (1 Ts 4.3-5)
Pergunta: Você pode afirmar que tem fugido da impureza?

4) Deus nos chama à pureza de pensamentos


“Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o
que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de
louvor, pensem nessas coisas”. (Fp 4:8)
Precisamos pensar naquilo que pensamos. Paulo exortou a igreja de Filipos a cuidar dos pensamentos,
daquilo que entra na mente. O que deve ocupar os nossos pensamentos? A resposta é: tudo que for correto,
puro, louvável, etc.
Todo o nosso sistema de valores precisa ser transformado e esta transformação se dá é na mente. As
nossas ações são fruto do nosso pensamento. Paulo declarou: “... entre os quais também todos nós andamos
outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos ...” (Ef 2.3).
Nós somos produtos do que pensamos, por isso a nossa mente precisa ser purificada.
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

Pergunta: Você pensa no que você pensa? Há impureza?

5) Deus nos chama à pureza de coração


“Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus”. (Mt 5.8)
A Bíblia afirma que do coração procedem as fontes da vida (Pv 4.23) e que dele procedem os maus
pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as
calúnias (Mt 15.19). Entretanto, Jesus afirmou que um coração pode ser purificado.
O que caracteriza um coração puro? Deus, quando escolheu a Davi, afirmou: “Encontrei Davi ...
homem segundo o meu coração; ele fará tudo o que for da minha vontade” (At 13.22). Ter um coração puro é
ter um coração como o de Deus, é ter um coração que faz a vontade dele. Um coração puro serve a Deus em
obediência, com a motivação correta, integridade, evitando toda aparência do mal, sem flertes com o pecado.
Pergunta: Como está o seu coração?

CONCLUSÃO
“Quem poderá subir o monte do Senhor? Quem poderá entrar no seu santo lugar? Aquele que tem as
mãos limpas e o coração puro, que não recorre aos ídolos nem jura por deuses falsos”. (Sl 24.3,4)
O nosso maior anelo não é andar com o Senhor, estar na sua presença, ter comunhão com ele? É claro
que a resposta é sim. Ele é o amado de nossas almas. A Bíblia afirma que, para vermos o Senhor e estar no
santo lugar, precisamos andar em pureza. Sem santidade, ninguém verá o Senhor (Hb 12.14)

Fonte: Igreja Batista Central / Belo Horizonte - MG


Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – MCEO / Baependi - MG
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

Junho/18 – 3ª Semana

LAVA JATO - HONESTIDADE


Texto base: Provérbios 12.17

INTRODUÇÃO
Pergunta: Para você, o que é honestidade? Poderia dar um exemplo do que é ser honesto?
De acordo com o site significado.com.br, “honestidade é a palavra que indica a qualidade de ser
verdadeiro: não mentir, não fraldar, não enganar. Quanto à etimologia, a palavra honestidade tem origem no
latim honos, que remete para dignidade e honra. O indivíduo que é honesto repudia a malandragem, a
esperteza de querer levar vantagem em tudo. Honestidade, de maneira explícita, é a obediência incondicional
às regras morais existentes. Atualmente, o conceito de honestidade está meio deturpado, uma vez que os
indivíduos que agem corretamente são chamados de “caretas”, ou são humilhados por outros. Alguns
sinônimos de honestidade são honradez, decoro, probidade, compostura, decência, pudor, dignidade”.
Pergunta: Em sua opinião, o brasileiro é honesto ou desonesto? E você, enquanto brasileiro?

DESENVOLVIMENTO
Leia com o grupo os textos logo abaixo, promovendo uma discussão a partir de seus conteúdos. Todos
eles foram extraídos do site veja.com.

1. A Finlândia tem muito a ensinar (Monica Weinberg, Notícia/Educação, 19/06/2015)


Na década de 70, a Finlândia decidiu promover uma virada crucial no ensino. Era um tempo em que
metade da população ainda vivia na zona rural e a economia dependia das flutuações do preço da madeira -
passado que soa remoto diante do atual desempenho do país na corrida global: a chamada “terra dos 1000
lagos” (exatamente 187000) e dos 2 milhões de saunas (uma para cada 2,7 habitantes) desponta entre os cinco
primeiros nos rankings mundiais de competitividade, inovação e transparência. Sua capital lidera o mais
recente teste de honestidade da revista Reader’s Digest, baseado em quantas de doze carteiras com 50 dólares
deixadas em lugares-chave pela revista foram entregues de volta a seus donos ou à polícia. Em Helsinque,
onze das doze carteiras foram devolvidas - no Rio de Janeiro, quatro, o mesmo número de Zurique.

2. Agir honestamente logo vai virar manchete (Augusto Nunes, Blog, 10/07/2012)
Na madrugada de domingo para segunda-feira, Rejaniel Santos e Sandra Domingues, catadores de
papelão em São Paulo, encontraram R$ 20 mil, colocados em sacos plásticos abandonados atrás de uma
árvore próxima ao viaduto onde dormem. Imediatamente, ambos entregaram o dinheiro à polícia. Logo se
descobriu que as cédulas haviam sido roubadas de um restaurante, cujos donos já receberam de volta uma
quantia suficiente para mudar a vida dos dois moradores de rua. Nesta terça-feira, os principais jornais do país
divulgaram com destaque o episódio. É sempre um belo exemplo. Mas há algo de errado com um país onde
quem age honestamente vira notícia de primeira página. Como explicar o espanto causado por um casal de
brasileiros que, a rigor, apenas fizeram o que deve ser feito? (...)
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

“A minha mãe me ensinou que não devo roubar”, disse o trabalhador não sindicalizado Rejaniel
Santos. “E que devia contar à polícia se visse alguém roubando”.

Leitura bíblica:
Nos chamados Livros Poéticos (Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cântico dos Cânticos), há textos
que tratam sobre a temática da honestidade. Vamos a alguns deles:
“Feliz é o homem que empresta com generosidade e que com honestidade conduz os seus negócios (Sl
112.5)
“A testemunha fiel dá testemunho honesto, mas a testemunha falsa conta mentiras (Pv 12.17)
“O homem honesto é cauteloso em suas amizades, mas o caminho dos ímpios os leva a perder-se.”
(Pv 12.26)
“Balanças e pesos honestos vêm do Senhor; todos os pesos da bolsa são feitos por ele (Pv 16.11)
“O rei se agrada dos lábios honestos e dá valor ao homem que fala a verdade”; (Pv 16.13)
“Os violentos odeiam os honestos e procuram matar o homem íntegro.” (Pv 29.10)

Desses textos, podemos extrair as seguintes lições:

• Salmos 112.5 – A honestidade traz felicidade. A pessoa honesta é feliz pois é abençoada por Deus e
desfruta de paz em seu coração;
• Provérbios 12.17 – A pessoa honesta dá um testemunho fiel e não conta mentiras;
• Provérbios 12.26 – A pessoa honesta escolhe bem os seus amigos, pois sabe que, se tiver amizade
com alguém desonesto, poderá ser mal influenciado por ele;
• Provérbios 16.11 – A honestidade é uma característica de Deus e que Ele deseja que nós, seus filhos
e criaturas, também tenhamos;
• Provérbios 16.13 – Pessoas honestas são valorizadas pelos outros;
• Provérbios 29.10 – Apesar de as pessoas honestas serem valorizadas, também são perseguidas por
aqueles que não praticam a honestidade.

CONCLUSÃO
Apesar de vivermos em uma sociedade desonesta, não podemos, enquanto filhos de Deus, praticar a
desonestidade. O Senhor espera que sejamos homens e mulheres honestos, dignos de confiança. Em 2 Rs
12.15, está escrito que “não se exigia prestação de contas dos que pagavam os trabalhadores, pois agiam
com honestidade”. Já imaginou você agindo com tanta honestidade, que as pessoas não pedirão de você
contas, tamanha a confiança que terão em você? Contudo, para chegarmos lá, devemos começar por baixo,
prestando contas de nossas ações a alguém, confessando nossos atos desonestos. Faça isso! Procure alguém de
sua confiança para, regularmente, prestar contas de sua vida e tratar a questão da honestidade até eliminá-la.

Fonte: Igreja Batista Central / Belo Horizonte - MG


Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – MCEO / Baependi - MG
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

Junho/18 – 4ª Semana

LAVA JATO - VERDADE


Texto base: João 17.17

INTRODUÇÃO
Verdade, segundo dicionários, é um substantivo feminino que significa estar de acordo com os fatos ou a
realidade. É aquilo que está intimamente ligado a tudo o que é sincero, ou ausência de mentira. Estranhamente
vivemos num mundo de mentiras. Nunca se mentiu tanto, nunca se escondeu tanto a verdade sobre política,
negócios, a realidade, nós mesmos, sobre as pessoas.

DESENVOLVIMENTO
1. De onde provém a verdade?
“No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. Aquele que é a Palavra
tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de
verdade”. (Jo 1.1,14)

Jesus orou ao Pai: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade”. (Jo 17.17).

Mais do que verdadeira, a Palavra de Deus é a própria verdade, é o Verbo, o próprio Jesus, que se fez
homem. Só podemos chamar qualquer fato ou declaração de verdade ou verdadeiro se estiver de acordo com o
padrão definitivo que é a Palavra de Deus.
A verdade provém de Deus e é um atributo do seu caráter. Por isso a Bíblia declara que é “impossível que
Deus minta”. (Hb 6.18)
A verdade é inerente a Ele que também é verdadeiro no trato conosco: “Deus não é homem para que
minta, nem filho de homem para que se arrependa. Acaso ele fala, e deixa de agir? Acaso promete, e deixa de
cumprir”? (Nm 23.19)
O verbo, a verdade, se encarnou para dar este testemunho. A resposta à pergunta de Pilatos “Que é a
verdade?” (Jo 18.37), seria: a verdade é o que Deus diz; a verdade é Jesus.

2. De onde provém a mentira:


Jesus foi claro quando falou da procedência da mentira:
“Vós sois do Diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio
e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio,
porque é mentiroso e pai da mentira”. (Jo 8:44)
Nunca houve verdade no diabo e toda mentira é inerente a ele, faz parte do seu caráter, é gerada por ele que
é o pai da mentira e caracteriza seus filhos.
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!

“Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo: aquele que nega o
Pai e o Filho”. (1 Jo 2.22)
Negar que Jesus é o Cristo é incredulidade, procede do diabo e é praticar a mentira.

3. Razões para sermos verdadeiros e falarmos a verdade.

a) Porque este é o desejo de Deus


“Sei que amas a verdade no íntimo; e no oculto me fazes conhecer a sabedoria”. (Sl 51:6)
A verdade deve ser intencional e completa, não meia-verdade. Deus deseja essa verdade de coração porque
verdade procede dele.
b) Porque somos gerados pela Palavra da Verdade:
“Pois vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de
Deus, viva e permanente”. (1 Pe 1.23,25)
A mentira não pode fazer parte da vida do cristão verdadeiro porque a semente da qual foi gerado outra vez
por Deus é a palavra da verdade, logo seu fruto tem que ser a verdade.
c) Porque nos despimos do velho homem:
“Não mintam uns aos outros, visto que vocês já se despiram do velho homem com suas práticas e se
revestiram do novo, o qual está sendo renovado em conhecimento, à imagem do seu Criador”. (Cl 3.9,10)
A nova vida em Cristo que começou na regeneração pela palavra da verdade, não comporta a prática da
mentira que fazia parte do velho homem que morreu na cruz com Jesus. O novo homem, criado em Cristo, cada
vez mais vai se transformando na imagem do seu criador que é a Verdade.
d) Porque somos um só corpo
“Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos
somos membros de um mesmo corpo”. (Ef 4:25)
A mentira quebra a confiança e a comunhão no corpo de Cristo. É como um torniquete que impede a
circulação do sangue e leva o membro a destruição. Ao contrário, a graça deve fluir pela verdade e transmitir vida
a cada membro desse corpo.
e) Porque Deus detesta a mentira
“Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os
idólatras e todos os que amam e praticam a mentira”. (Ap 22.15)
A mentira é pecado da mesma forma que a feitiçaria, a imoralidade sexual, o assassinato e a idolatria. Deus
não permitirá que aqueles que vivem nessas práticas entrem e contaminem a nova Jerusalém que ele preparou para
seus santos.

CONCLUSÃO
Como fruto de nosso novo nascimento em Cristo, da nossa identificação com aquele que é a verdade e
como membros de um corpo vivo, devemos praticar e falar a verdade uns com os outros. Que Deus nos dê a sua
graça!
Perguntas:

1. Você conhece alguém que pratica a mentira?

2. Você confia nele?


Fonte: Igreja Batista Central / Belo Horizonte - MG
Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – MCEO / Baependi - MG
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel
Ministério CEO: Rua Prof. Ciro Brasílio de Araújo, 30 – Centro – CNPJ: 01.249.303/0001-05
Igreja Máter: Av. Juscelino Kubstichek de Oliveira, 165 – Centro - Cx. P. 42- CNPJ: 01.249.303/0007-09
Fone: (35) 3343-3880 * CEP: 37443-000 BAEPENDI/MG
www.ministerioceo.com.br – secretaria@ministerioceo.com.br
Anunciando a verdade que liberta!