Você está na página 1de 10

CONTRATO DE ASSOCIAÇÃO DE CORRETOR DE IMÓVEIS

Pelo presente instrumento particular as partes:

, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº., com sede
denominada IMOBILIÁRIA, e

portador da cédula de identidade, CORRETOR DE IMÓVEIS, devidamente


inscrito no Região - ), residente e domiciliado (a) na(), denominado
CORRETOR ASSOCIADO;

Fica justo e contratado o seguinte:

1. O presente instrumento é ajustado entre as partes, sem qualquer vício de


consentimento, nos termos da Lei 6.530/1978, alterada pela Lei
13.097/2015, para todos os efeitos legais e de direito.

2. Como a IMOBILIÁRIA e o CORRETOR ASSOCIADO dedicam-se ao


mesmo ramo de prestação de serviço, resolvem associar-se, pelo
presente contrato, para, juntos, e em perfeita parceria, reunindo e
concentrando esforços, intermediar a venda e compra de bens imóveis
junto a terceiros.

3. O CORRETOR ASSOCIADO é Corretor de Imóveis, devidamente


inscrito no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI), estando
plenamente habilitado ao exercício da profissão.

3.1. O CORRETOR ASSOCIADO, durante a vigência do presente


instrumento, deverá comprovar, anualmente ou quando solicitado,
a regularidade de sua inscrição perante o CRECI.

3.2. O CORRETOR ASSOCIADO deverá manter sempre em seu


poder sua carteira profissional e comprovante de regularidade
profissional, no escritório ou stands da IMOBILIÁRIA ou da
vendedora/proprietária/incorporadora dos
empreendimentos.
3.3. O presente instrumento ficará suspenso, podendo ser rescindido,
caso o CORRETOR ASSOCIADO não comprove a regularidade
de sua inscrição junto ao CRECI.

4. Nos empreendimentos intermediados pela IMOBILIÁRIA, a vendedora


ou proprietária dos empreendimentos, mantém "stands" imobiliários que
poderão, a seu critério e nas condições que forem estabelecidas, serem
utilizados pelo CORRETOR ASSOCIADO.

5. A IMOBILIÁRIA colocará à disposição do CORRETOR ASSOCIADO,


relação contendo os imóveis, cuja venda está sob seus cuidados, para
que ele livremente possa exercer sua atividade profissional.

5.1. A referida relação de imóveis é de propriedade da IMOBILIÁRIA,


não podendo o CORRETOR ASSOCIADO dela fazer uso para
quaisquer outros fins, senão aquele objeto deste contrato, sob
pena de imediata rescisão do presente contrato, bem como
responder pelo pagamento da comissão cabível à IMOBILIÁRIA,
acrescida de multa ou pena convencional de 30% (trinta por
cento), mais os juros de mora de 1% (um por cento) ao mês e
correção monetária.

5.2. O CORRETOR ASSOCIADO, durante a vigência deste contrato,


além de intermediar vendas em parceria com IMOBILIÁRIA,
poderá associar-se a uma ou mais imobiliárias, desde que não
utilize a relação de imóveis de propriedade da IMOBILIÁRIA,
nem de informações sobre clientes, nem das instalações e
infraestrutura da IMOBILIÁRIA ou da
vendedora/proprietária/incorporadora dos
empreendimentos.

6. O CORRETOR ASSOCIADO, no cumprimento deste contrato, poderá


realizar vendas em seu próprio escritório, nas dependências da sede da
IMOBILIÁRIA, e nos "stands" especialmente construídos no local onde os
imóveis colocados à venda estão situados ou serão construídos.

6.1. O CORRETOR ASSOCIADO gozará da mais ampla, total e


irrestrita autonomia no exercício de suas atividades profissionais,
não estando sujeito a nenhuma subordinação hierárquica e
econômica em relação à IMOBILIÁRIA.
6.2. O CORRETOR ASSOCIADO, para o exercício de suas atividades
profissionais não estará sujeito a cumprimento de horários,
devendo fazê-lo livremente, de acordo com seus interesses.

6.3. O CORRETOR ASSOCIADO, para o exercício de suas atividades


profissionais poderá contratar prepostos ou auxiliares, arcando
com as despesas daí advindas, sejam de natureza trabalhista,
previdenciária e tributária, sem a incidência de qualquer
responsabilidade e custos para a IMOBILIÁRIA.

6.4. Correrão por conta exclusiva do CORRETOR ASSOCIADO todas


as despesas ou gastos efetuados sob quaisquer títulos, com o
exercício de suas atividades no cumprimento deste contrato.

6.5. Mediante solicitação do CORRETOR ASSOCIADO que também


se inscreverá no plantão, a IMOBILIÁRIA franqueará a ele suas
instalações, a infra-estrutura e os "stands" para neles serem
exercidas, exclusivamente, as atividades ora pactuadas, dentro de
seu horário normal de funcionamento, sem que isto importe em
subordinação jurídica.

6.6. O CORRETOR ASSOCIADO não estará sujeito ao cumprimento


de metas pré-estabelecidas pela IMOBILIÁRIA.

7. A IMOBILIÁRIA fornecerá ao CORRETOR ASSOCIADO a descrição


minuciosa do imóvel colocado à venda, na qual, entre outros itens,
constarão o preço e as condições de pagamento. Constará também o
percentual de comissão ajustada entre as partes, no caso de venda
realizada pelo CORRETOR ASSOCIADO.

7.1. Para que seja realizada a venda, o CORRETOR ASSOCIADO


preencherá formulário denominado "PROPOSTA?, que conterá
entre outros os dados pessoais e assinatura do comprador, a
descrição do imóvel oferecido, o preço e as condições de
pagamento, "PROPOSTA" esta que será submetida à aprovação da
vendedora/proprietária/incorporadora do imóvel.

7.2. Após a aprovação da "PROPOSTA" a


vendedora/proprietária/incorporadora do imóvel analisará as
condições socioeconômicas do comprador. Somente com a
aprovação do crédito do comprador pela
vendedora/proprietária/incorporadora é que considerar-se-á a
venda como concretizada.

7.3. O CORRETOR ASSOCIADO poderá negociar a sua comissão


diretamente com o cliente adquirente, sem, contudo, que tal
negociação reflita na redução da comissão da IMOBILIÁRIA ou
outro corretor associado envolvido da intermediação, estando
impedido de negociar a comissão da IMOBILIÁRIA ou de outro
corretor associado, sob pena de responder cível e criminalmente.

7.4. No caso do CORRETOR ASSOCIADO negociar sua comissão


diretamente com o cliente e isto venha causar redução da sua
cota parte, deverá comunicar e formalizar por escrito junto à
IMOBILIÁRIA, a fim de evitar conflitos futuros e que cada parte
tenha plena ciência do seu respectivo valor.

7.5. Após a aprovação do crédito do comprador e considerada


concretizada a venda, os valores devidos a título de comissão
pelos serviços de intermediação imobiliária, serão cobrados e
recebidos diretamente do comprador do imóvel, quando este
efetuar o pagamento do sinal ou da "entrada", e tanto a
IMOBILIÁRIA quanto o CORRETOR ASSOCIADO emitirão,
individualmente, a respectiva nota fiscal, RPA, recibo de quitação
ou documento legal exigido pelo ato que praticaram,
correspondentes aos valores que cada um recebeu.

7.6. As partes concentrar-se-ão para que os percentuais a serem


recebidos, separadamente, pelo CORRETOR ASSOCIADO e pela
IMOBILIÁRIA, em cada venda, observem a praxe comercial na
área de vendas de imóveis de lançamentos dos empreendimentos
imobiliários.

7.7. Na eventualidade e se por contingência da transação Imobiliária a


IMOBILIÁRIA for obrigada a receber as comissões devidas na
sua totalidade e repassar o percentual correspondente à prestação
de serviços do CORRETOR ASSOCIADO, esta será paga
sofrendo a incidência e a respectiva dedução dos tributos legais
previstos na legislação Federal, Estadual e Municipal e terá o
Imposto de Renda retido na fonte na conformidade da legislação
aplicável, para corretores autônomos.
7.8. O CORRETOR ASSOCIADO, via de regra, receberá suas
comissões por meio de cheques nominais. No caso do cheque ser
devolvido por insuficiência de saldo ou por qualquer outro motivo,
a responsabilidade pela cobrança será integralmente do
CORRETOR ASSOCIADO, que poderá protestar o título e
acionar o cliente, sem qualquer intervenção da IMOBILIÁRIA.

7.9. A IMOBILIÁRIA franqueará ao CORRETOR ASSOCIADO para


que esse possa exercer livremente sua atividade profissional:

a) Acesso aos sistemas de tecnologia da IMOBILIÁRIA,


inclusive e-mail, recebimento de SMS, permissão para
comparecimento aos "stand" imobiliário ou uso da estrutura
de apoio da IMOBILIÁRIA;

b) Licença de marcas da IMOBILIÁRIA para uso de cartões


de apresentação e assinatura eletrônica; e

c) Licença para utilização do domínio de e-mail.

7.10. Em decorrência do presente contrato, o CORRETOR


ASSOCIADO poderá fazer constar nos seus impressos e cartões,
a condição de corretor associado à IMOBILIÁRIA, porém
somente na forma expressamente autorizada por esta. Deverá a
IMOBILIÁRIA aprovar, previamente, também, os modelos de
impressos e cartas produzidos.

7.11. A IMOBILIÁRIA poderá disponibilizar equipamentos e softwares


(programas), de sua propriedade, conectados em Rede Local ou
remota, para uso exclusivo nas atividades ora pactuadas. Dessa
forma, essas ferramentas se prestam, exclusivamente, para
atender as necessidades profissionais e operacionais da empresa,
estando os recursos subordinados as Normas Internas, Código de
Ética e de Conduta da IMOBILIÁRIA, sendo vetado seu uso para
quaisquer outros fins.

7.12. É expressamente vedado ao CORRETOR ASSOCIADO:


a) Reter importância devida à IMOBILIÁRIA ou entregue ao
CORRETOR ASSOCIADO por seus clientes, sendo
considerado fiel depositário das importâncias que receber;

b) Alterar sem prévia anuência da IMOBILIÁRIA as normas


de venda por esta estabelecidas, especialmente quanto a
preços e forma de pagamento; e

c) Não comparecer aos "stands" imobiliários ou no escritório


da IMOBILIÁRIA em prazo superior a 30 (trinta). Nessa
hipótese o presente contrato estará automaticamente
rescindido sem quaisquer ônus para as partes.

7.13. É expressamente vedado o uso do endereço da imobiliária para


correspondências particulares do CORRETOR ASSOCIADO.

8. Em consequência da parceria, cada uma das partes arcará com as


respectivas despesas administrativas e tributárias, oriundas e devidas
pelas comissões recebidas.

8.1. O CORRETOR ASSOCIADO tem ciência da obrigatoriedade,


bem como de sua exclusiva responsabilidade pelo recolhimento
dos tributos, nos termos da legislação Federal, Estadual e
Municipal, que incidiram sobre suas comissões, bem como por ter
emitido os respectivos recibos para seus clientes compradores.

9. Em caso de desistência do negócio por parte da


vendedora/proprietária/incorporadora ou do comprador, as partes não
deverão entre si quaisquer pagamento a título de comissão ou de
indenização, mesmo porque, somente receberão qualquer remuneração
pelos serviços prestados, se e quando a venda se concretizar.

10. O CORRETOR ASSOCIADO declara neste ato ter ciência das


disposições previstas no Código de Defesa do Consumidor, bem como no
Código de Ética Profissional do CRECI, responsabilidade civil e criminal
pelos atos que vier a praticar.

11. O CORRETOR ASSOCIADO responderá pelos danos que causar, ou


que deu causa, à IMOBILIÁRIA, aos incorporadores, proprietários ou
aos seus clientes compradores, decorrentes de sua ação ou omissão,
sem prejuízo da responsabilidade disciplinar e criminal em que venha a
incorrer.

12. O presente contrato terá vigência pelo prazo de 01 (um) ano, contado a
partir da assinatura do presente instrumento, podendo ser prorrogado
por igual período tantas vezes quantas sejam necessárias, sendo
indispensável a assinatura de termo de aditamento que deverá ser
assinado a cada término de vigência do presente Contrato de Associação
de Corretor de Imóveis.

12.1. O presente contrato poderá ser rescindido unilateralmente, por


qualquer das partes, sem aviso prévio, mediante simples
comunicado por escrito, inclusive por meios eletrônicos (e-mail),
sem ônus para as mesmas.

12.2. As partes concordam que caso não ocorra a assinatura de aditivo


contratual, o presente contrato será automaticamente rescindido
no dia subsequente a data de encerramento do contrato.

13. O CORRETOR ASSOCIADO declara neste ato que está ciente, conhece
e entende os termos da Lei Anticorrupção, comprometendo-se a abster-
se de qualquer atividade que constitua uma violação das disposições
desta Lei.

13.1. O CORRETOR ASSOCIADO, por si e por seus administradores,


diretores, funcionários, bem como seus sócios que venham a agir
em seu nome, se obriga a conduzir suas práticas comerciais,
durante a vigência do presente Contrato, de forma ética e em
conformidade com os preceitos legais aplicáveis, bem como se
compromete a não dar, oferecer, pagar, prometer pagar, ou
autorizar o pagamento de, direta ou indiretamente, qualquer
dinheiro ou qualquer coisa de valor a qualquer autoridade
governamental, consultores, representantes, parceiros, ou
quaisquer terceiros, com a finalidade de influenciar qualquer ato
ou decisão do agente ou do governo, ou para assegurar qualquer
vantagem indevida, ou direcionar negócios para, qualquer pessoa,
e que violem a Lei Anticorrupção.

13.2. Para os fins da presente Cláusula, O CORRETOR ASSOCIADO


declara neste ato que:
a) não violou, viola ou violará a Lei Anticorrupção;

b) monitora seus colaboradores, agentes e pessoas ou


entidades que estejam agindo em seu nome para garantir o
cumprimento da Lei Anticorrupção; e

c) tem ciência que qualquer atividade que viole a referida Lei é


proibida e que conhece as consequências possíveis de tal
violação.

13.3. Qualquer descumprimento da Lei Anticorrupção pela Contratada,


em qualquer um dos seus aspectos, ensejará a rescisão motivada
imediata do presente instrumento, independentemente de
qualquer notificação, sob pena do pagamento de multa
equivalente a 50% do valor do contrato, bem como pagamento de
todos os custos incorridos pelo CORRETOR ASSOCIADO em
caso de aplicação de multa.

14. A IMOBILIÁRIA mantém com seus prestadores de serviços uma


relação pautada no profissionalismo e respeito mútuo. Trabalhando com
critério de seleção transparente exigindo o cumprimento de todos os
requisitos legais e éticos definidos neste documento. Diante disso todos
os fornecedores e prestadores de serviços declaram ter pleno
conhecimento e assinam um Termo de Aceite ao Código de Conduta.

14.1. Todas as aquisições de bens e serviços devem buscar o melhor


equilíbrio na relação custo/benefício, mantendo sempre a
qualidade e o cumprimento dos compromissos e cronogramas
estabelecidos.

14.2. A IMOBILIÁRIA não tolera nenhum ato de corrupção ou fraude,


sendo assim o CORRETOR ASSOCIADO não poderá se envolver
com qualquer prática de atividades ilegais.

14.3. Fica registrado que o CORRETOR ASSOCIADO assinou de


Aceite ao Código de Conduta?, ANEXO I do presente contrato,
constando o CÓDIGO DE CONDUTA que implica na aceitação de
todas as regras e termos nele contidos.

15. O CORRETOR ASSOCIADO terá o prazo de 30 (trinta) dias para


providenciar o registro do presente instrumento no Sindicato dos
Corretores de Imóveis ou, onde não houver sindicato instalado, nas
delegacias da Federação Nacional de Corretores de Imóveis nos termos
do art. 6º, §2º da Lei 6.530, arcando com eventuais taxas e encargos
que forem cobrados pelo referido órgão sindical.

15.1. Assim, as partes têm ciência que o presente instrumento só terá


efeito com o cumprimento da exigência acima prevista.

16. Fica eleito com renúncia expressa de qualquer outro, por mais
privilegiado que seja, o Foro Central da Comarca de São Paulo para
nele dirimir quaisquer questões oriundas da execução do presente
contrato.

E, por estarem as partes cientes de todos os termos e com eles concordarem,


assinam o presente em duas vias de igual teor, na presença e conjuntamente
com duas testemunhas abaixo nomeadas.

Local e data.

________________________________________________________________

________________________________________________________________
TESTEMUNHAS:

______________________________ ______________________________
NOME: NOME:
RG: RG:
CPF/MF: CPF/MF: