Você está na página 1de 2

1. Qual a relação entre cotidiano e conhecimento científico?

Dê um exemplo de uso cotidiano do conhecimento científico


(em qualquer área). Tanto o cotidiano como o conhecimento
científico lidam com a realidade. Exemplo: A dona de casa usa o
conhecimento científico conservando o café na garrafa térmica.

2. Explique o que é senso comum. Dê um exemplo desse tipo


de conhecimento. Senso comum é o conhecimento usado pelas
pessoas em geral. Exemplo: Um chá de boldo para o fígado.

3. Explique o que você entendeu por visão-de-mundo. Visão-


de-mundo são todos os conhecimentos adquiridos e usados no
cotidiano ainda que de modo precário.

4. Cite alguns exemplos de conhecimentos da Psicologia


apropriados pelo senso comum. Termos como "rapaz
complexado", "menina histérica", "ficar neurótico", são
expressões da Psicologia usadas no senso comum.

5. Quais os domínios do conhecimento humano? O que cada um


deles abrange? A filosofia se preocupava com a origem e o
significado da existência humana. A religião se interessa pela
origem do homem e mostra isso em um corpo de doutrinas e
princípios morais que tratam de mistérios sobre a humanidade. A
arte expressa emoção e sensibilidade desde tempos remotos. O
senso comum trato do conhecimento cotidiano. A Ciência compõe-
se de um conjunto de conhecimentos sobre fatos da realidade.

6. Quais as características atribuídas ao conhecimento


científico? Compõe-se de um conjunto de conhecimentos sobre
fatos ou aspectos da realidade que usa uma linguagem precisa e
rigorosa. Esses conhecimentos são programados, sistemáticos e
controlados podendo ser verificados.
7. Quais as diferenças entre senso comum e conhecimento
científico? O senso comum trata da realidade do dia a dia com o
conhecimento adquirido pela cultura, tradição, herança familiar,
e hábitos; enquanto o conhecimento científico investiga o
cotidiano de modo aprofundado e metodológico.

8. Quais são os possíveis objetos de estudo da Psicologia? A


Psicologia estuda o homem, seu comportamento, seu inconsciente,
sua consciência, sua personalidade. Tudo isso está na
subjetividade, o modo de ser de cada um.

9. Quais os motivos responsáveis pela diversidade de objetos


para a Psicologia? Por ter diversos objetos de observação que
não podem ser sujeitos aos mesmos padrões de descrição,
medida, controle e interpretação, é que a Psicologia tem essa
diversidade de objetos.

10. Qual a matéria-prima da Psicologia? O homem é a matéria-


prima da Psicologia.

11. O que é subjetividade? A subjetividade é a síntese singular


e individual de cada um de nós conforme nosso desenvolvimento
na sociedade.

12. Por que a subjetividade não é inata? Porque ela é


construída pouco a pouco no convívio social e cultural, ao mesmo
tempo que atua na construção do mundo e se transforma
interiormente.

13. Por que as práticas místicas não compõem o campo da


Psicologia científica? Porque elas não podem ser vinculadas aos
princípios e métodos científicos.

Você também pode gostar