Você está na página 1de 6

PETROIANU A Artigo de Original

AUTORIA DE UM TRABALHO CIENTÍFICO


ANDY PETROIANU
Trabalho realizado no Departamento de Cirurgia Faculdade de Medicina da
Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG

RESUMO – Durante a elaboração de um trabalho científico, uma RESULTADOS. São apresentados em ordem de entrada os princi-
das dificuldades que por ventura podem ocorrer é a escolha dos pais autores do trabalho e aqueles que devem merecer apenas
participantes da pesquisa que devem compor a sua autoria. agradecimento. Propõe-se uma escala numérica, com vistas à
Situação ainda mais desagradável é a ordenação dos autores, de participação de cada membro da equipe, para facilitar a inclusão
acordo com o mérito de cada um no trabalho. de cada um dos autores.
OBJETIVO. Apresentar, de maneira justificada, uma proposta CONCLUSÕES. O mérito da autoria científica deve ser restrito aos
para a autoria do trabalho científico, mediante com a contribuição participantes que tiveram uma colaboração intelectual ao traba-
de cada membro da equipe de pesquisadores. lho realizado, aliada a uma contribuição efetiva para a pesquisa
MÉTODO. Foi realizada uma avaliação da maneira de se propor ser realizada e concluída.
a autoria científica nos principais centros de pesquisa do Brasil e
na literatura pertinente, para a aquisição de subsídios com vista U NITERMOS : Trabalho científico. Pesquisa. Autoria. Mérito. Agra-
à presente proposta. decimento.

INTRODUÇÃO no desenvolvimento científico. No meio uni- tópicos relativos à autoria de um trabalho,


versitário, a cobrança por publicações é ainda bem como os aspectos mais importantes na
A publicação científica tornou-se, sobre- ordenação de seus autores. São expostos
maior, a ponto de bloquear a ascensão da-
tudo nos centros maiores, quase que obri- alguns critérios no sentido de quantificar, de
queles que, mesmo sendo competentes e
gatória. A sentença “publish or perish” dei- maneira objetiva, o mérito dos que traba-
professores muito estimados, não apresen-
xou de ser apenas um trocadilho de mau lham na pesquisa. Não será discutida a auto-
tam atividade de pesquisa. Deve-se apontar
gosto para exprimir uma realidade. O co- ria de capítulos de livros ou de obras literá-
ainda que o pesquisador é julgado pelo nú-
nhecimento e a cultura pessoal despertam rias, por fazerem parte da publicação didática
mero de trabalhos publicados, sua qualidade
pouco interesse e raramente são valoriza- ou cultural e seguirem outros critérios de
e tipo de veículo publicitário1-8.
dos, a menos que tragam proveito para a avaliação.
Apesar de parecer secundário, é bom
coletividade. Por conseguinte, a contribui-
deixar claro que o egocentrismo, o dinheiro Disputa por autoria principal
ção social é um dos fatores que mais influ-
e o reconhecimento social têm papéis rele- Quando alguma pesquisa tem a poten-
enciam a credibilidade e a importância do
vantes no estímulo à produção científica. Na cialidade de provocar um impacto maior na
indivíduo.
O destaque profissional decorrente do carreira acadêmica, a vaidade representada comunidade científica ou na sociedade, exis-
trabalho científico pode ser percebido nos pelo amor à fama é um dos fatores que mais te a tendência de seus responsáveis deseja-
incentivos que os pesquisadores recebem, impulsionam o progresso intelectual 9-12. rem assumir a autoria principal do trabalho.
por meio de bolsas e outros auxílios financei- Não existe mais dúvida quanto à impor- Tendo em vista que as investigações são,
ros, que evidenciam o interesse do governo tância da pesquisa. Entretanto, a distribuição geralmente, o resultado da contribuição de
e de várias instituições de fomento à pesquisa da autoria, ao se confeccionar um manuscri- vários pesquisadores, é natural que cada
to para publicação, não é uma tarefa fácil, membro da equipe considere a sua parte
*Correspondência:
diante dos diferentes valores, muitos dos como sendo a mais importante. O impasse
Andy Petroianu quais subjetivos, que são levados em conta criado pode colocar em risco a própria pu-
Avenida Afonso Pena, 1.626 - apto. 1.901
CEP: 30130-005 - Belo Horizonte, MG ao se estabelecer a seqüência dos nomes. blicação e comprometer o relacionamento
FONE / FAX: (031) 3274-7744 No presente capítulo, são discutidos dentro do grupo de pesquisa.

60 Rev Assoc Med Bras 2002; 48(1): 60-5


AUTORIA DE UM TRABALHO CIENTÍFICO

Uma outra situação, mais comum e Tabela 1 - Pontuação para autoria, de acordo com a participação
menos elegante, ocorre quando o colabora- no trabalho 2,5,6,15,16,18,19,22,23
dor sabe que sua contribuição foi menor, Participação Pontos
mas, diante da importância do trabalho, de-
seja sobrepor-se aos demais membros da Criar a idéia que originou o trabalho e elaborar hipóteses 6
Estruturar o método de trabalho 6
equipe. Eventualmente, valendo-se de po-
Orientar ou coordenar o trabalho 5
der extrínseco à investigação e sem levar em Escrever o manuscrito 5
conta normas éticas estabelecidas, tal indiví- Coordenar o grupo que realizou o trabalho 4
duo pode até obter sucesso com esse com- Rever a literatura 4
portamento. A dimensão desse fato é iden- Apresentar sugestões importantes incorporadas ao trabalho 4
tificada no cotidiano, não somente em grupo Resolver problemas fundamentais do trabalho 4
de pesquisadores mas em toda a sociedade. Criar aparelhos para a realização do trabalho 3
Os detentores do poder, por hierarquia, Coletar dados 3
condição econômica, nível social, situação Analisar os resultados estatisticamente 3
política, idade ou outra das muitas caracterís- Orientar a redação do manuscrito 3
ticas da escala social, podem eventualmente Preparar a apresentação do trabalho para evento científico 3
Apresentar o trabalho em evento científico 2
admitir a igualdade ou pregar a justiça, desde
Chefiar o local onde o trabalho foi realizado 2
que seus interesses individuais não estejam Fornecer pacientes ou material para o trabalho 2
em jogo. Da mesma forma, no grupo de Conseguir verbas para a realização do trabalho 2
pesquisa, quem tiver ascensão sobre os de- Apresentar sugestões menores incorporadas ao trabalho 1
mais poderá utilizar essa força para usurpar a Trabalhar na rotina da função, sem contribuição intelectual 1
autoria de um trabalho que seja de seu interes- Participar mediante pagamento específico 5
se. Lamentavelmente, há pouco recursos Terão direito a autoria os colaboradores que tiverem alcançado 7 pontos.
para evitar essa situação deplorável 5 - 7,13. A seqüência dos autores será em ordem decrescente de pontuação.
Critérios relativos à autoria científica
A principal condição para ser incluído
entre os autores é ter tido participação inte- pela instituição onde a pesquisa foi desenvol- culturas e livros religiosos é citada uma sen-
lectual na elaboração, análise ou redação do vida ou aquele que financiou o trabalho. tença que contemporaneamente Lévi-
trabalho2,3,5,6,11,14-19. O pesquisador deve ainda Diante dos conflitos que podem surgir Strauss lapidou como “Sábio não é o ho-
estar envolvido com as etapas do estudo e devido à subjetividade implícita em grande mem que fornece as verdadeiras respostas;
participar das decisões importantes em sua parte desses critérios e falta de uniformida- é o que formula as verdadeiras perguntas”. É
condução. A criatividade voltada para o avan- de entre eles, são discutidos, a seguir, incontestável que a qualidade do trabalho
ço científico merece autoria. alguns aspectos que merecem ser conside- depende do valor da questão e de sua cor-
A falta de critérios universalmente acei- rados ao se decidir pela autoria de um reta apresentação. Se a pergunta tiver sido
tos quanto à autoria levou ao estabelecimen- trabalho. A Tabela 1 traz o resumo desses bem feita, ela pode inclusive conter o melhor
to de diferentes convenções particularizadas tópicos e sugere uma pontuação para cada caminho a ser seguido para se alcançar a
a grupos ou setores científicos. Apenas para um deles. resposta. Essa primeira etapa é certamente
exemplificar, o primeiro autor pode ser o Criar a idéia que originou o trabalho a base, sem a qual o trabalho jamais existiria.
que teve a idéia, o que mais trabalhou, o e elaborar hipóteses Portanto, aquele que teve a idéia e soube
orientador da investigação, o coordenador Todo trabalho científico é oriundo de expor o problema merece receber a pontu-
do grupo de pesquisa ou ainda o responsável uma idéia, na maioria das vezes, buscando ação mais elevada2,5,6,7,11,15,16,18,20.
pelo setor ou pela instituição onde foi desen- resposta para um problema. Surgem, então, Não são raras as boas idéias que surgem
volvido o trabalho. Já o último autor pode ser hipóteses em torno dos fenômenos envol- até de pessoas leigas no campo de conheci-
entendido como o que menos trabalhou, o vidos com essa questão e propõem-se ca- mento em que teriam aplicabilidade. Con-
orientador da investigação, o responsável minhos para sua provável solução. Em várias versas informais podem dar origem a temas
Rev Assoc Med Bras 2002; 48(1): 60-5 61
PETROIANU A

que mereçam uma investigação científica valor intrínseco, e não divulgá-lo. Todo risco o projeto inicial pelas profundas modifica-
maior. Cabe a quem elaborou a questão artigo contribui de alguma maneira para o ções a ele feitas. Portanto, diante de qualquer
prosseguir no sentido de ela tomar o corpo progresso científico e pode auxiliar a ou- alteração na pesquisa, é indispensável meditar
de uma pesquisa. Se o dono da idéia não tiver tros pesquisadores que trabalham na mes- com cuidado sobre as suas repercussões e
competência para tal empreitada, ele poderá ma área do conhecimento. Diante da im- contar com a aprovação de toda a equipe
aliar-se a um grupo capaz de desenvolver o portância capital do manuscrito, aquele que antes de incorporá-la16.
trabalho. Por outro lado, quando o dono da o produziu merece receber uma pontua- Tendo havido uma considerável valori-
idéia não tiver o menor interesse ou empe- ção elevada 5,15,16,18,19. zação do trabalho em decorrência de alguma
nho em levar adiante a investigação, ele pode Coordenar o grupo que realizou sugestão, o seu autor merece receber uma
até perder o direito à autoria. o trabalho pontuação elevada. Caso ele não pertença
Estruturar o método de trabalho ao grupo, pode-se considerar o convite para
A função de coordenar o grupo que está sua inclusão, desde que haja aprovação unâ-
A segunda etapa do trabalho, tão impor- desenvolvendo a investigação é muito im- nime dos demais membros.
tante quanto a idéia, é sua estruturação para portante, pois é papel do líder aglutinar os Por outro lado, se a incorporação de
testar as hipóteses ou buscar a solução do membros da equipe e colocá-los nas fun- alguma nova proposta não tiver alterado
problema. É preferível que o autor da idéia ções que lhes forem mais adequadas. O consideravelmente a condução da pesquisa
também seja capaz de estruturá-la, porém entrosamento dos pesquisadores também e influenciado em suas conclusões, o seu
não há desdouro em procurar quem possa depende, em grande parte, do coordena- autor receberá apenas a pontuação mínima.
delinear a pesquisa de forma mais adequada. dor. Eventuais divergências, tanto na parte
Diante da importância desta fase, o seu valor específica da pesquisa quanto no inter-rela- Resolver problemas fundamentais
não pode ser inferior ao concedido a quem cionamento pessoal, são muitas vezes con- do trabalho
teve a idéia 2,5,6,15,16,18,. tornadas com o auxílio do coordenador 2,6,8. Não é incomum que, durante uma in-
Pressupõe-se que essa pessoa seja um vestigação, surjam impasses que coloquem
Orientar o trabalho
pesquisador mais experiente, capaz de enri- em risco todo o estudo, por dificuldades em
A orientação ou coordenação da pesqui- quecer com seu conhecimento os trabalhos prossegui-la. Deve-se diferenciar a resolu-
sa não deve ser entendida apenas como um realizados pelo grupo. Portanto, mesmo ção de um problema oriundo do projeto
relacionamento entre mestre e discípulo. não sendo indispensável ao trabalho em original de propostas novas feitas a um tra-
Qualquer pesquisador ou equipe pode ne- questão, ele faz jus a uma pontuação elevada. balho que estava sendo conduzido sem im-
cessitar do auxílio de uma pessoa experiente pedimentos maiores. A resolução dos obs-
no assunto, principalmente quando o estudo Rever a literatura
táculos é imprescindível, sob pena de se
transcorrer em um campo científico ao qual A revisão bibliográfica deve fazer parte de perder parte da importância do trabalho.
os investigadores estiverem menos afeitos. toda pesquisa, pelos subsídios que ela pode Assim sendo, quem for capaz de solucionar
Nesse caso, é aconselhável recorrer a um trazer à elaboração do projeto e para con- um problema maior merece uma pontua-
perito no tema considerado. frontar os resultados obtidos no trabalho ção elevada e até eventual convite para ser
É evidente que a pontuação de quem com os previamente encontrados por ou- incluído na equipe, caso não faça parte dela,
apenas orienta não pode estar ao mesmo tros autores. O estudo pode ser conduzido desde que em concordância com todos os
nível de quem teve a idéia ou delineou o sem esta etapa e alcançar um bom êxito, membros do grupo.
trabalho. Todavia, como o orientador, por porém corre-se o risco de cometer impro-
ofício, precisa participar de toda pesquisa, ele priedades que venham comprometê-lo e Coletar dados
certamente alcançará uma pontuação desta- até invalidá-lo. A coleta dos dados é, muitas vezes, um
cada dentre os autores 2 5,6,8,15. trabalho monótono e demorado, porém
Apresentar sugestões incorporadas raramente envolve algum tipo de contribui-
Escrever o manuscrito ao trabalho ção intelectual. Dessa forma, ela não requer,
É indispensável que todo trabalho cientí- Em todas as fases da pesquisa surgem necessariamente, uma formação específica
fico, depois de concluído, seja escrito e oportunidades para sugestões com vista ao seu dentro da área de conhecimento na qual a
enviado para publicação. Não faz sentido aperfeiçoamento ou para facilitar a sua condu- pesquisa está inserida e, mesmo diante da
realizar um estudo, independente de seu ção. Todavia, algumas propostas colocam em importância, do esforço e da demora em
62 Rev Assoc Med Bras 2002; 48(1): 60-5
AUTORIA DE UM TRABALHO CIENTÍFICO

colher os dados, a pontuação de quem rea- tualmente solicitando-se sublinhar o nome zados em diversos códigos, não deverá
lizou esse trabalho é menor. do autor que irá apresentá-lo. Todavia, há haver um empecilho maior a tal tipo de
Tal situação pode gerar conflito com casos em que as normas do evento definem relacionamento entre o pesquisador, o pa-
alguns colaboradores que, apenas por terem o apresentador como o primeiro autor, fato ciente e seu médico.
contribuído com a coleta de dados, podendo que pode mudar a ordem estabelecida por Quando apenas um ou poucos médicos
incluir até procedimentos cirúrgicos, julgam- direito de autoria. fornecerem seus doentes para o estudo,
se no direito de serem autores da pesquisa Diante dessa situação, os pesquisadores cada um desses profissionais terá direito
e, eventualmente, almejam até a condição de podem solicitar à Comissão Científica para integral aos pontos correspondentes a este
primeiro autor. Na realidade, deve-se ter respeitar a ordem por direito dos autores. tópico. Por outro lado, se for estudada algu-
muito claro que, de direito, somente aqueles Não sendo atendidos, cabe atender as exi- ma conduta propedêutica ou de tratamento
que tiveram uma participação intelectual gências do evento ou retirar o trabalho. criada ou adotada especificamente por um
maior merecem se tornar autores. Os auxí- Tendo como princípio que o mais importan- determinado profissional, ele passa a exer-
lios não intelectuais podem receber agrade- te é divulgar a investigação realizada, não há cer o papel de quem criou a idéia utilizada no
cimento. Para evitar disputas desagradáveis, desdouro maior se os pesquisadores, de trabalho e receberá os pontos máximos,
essas informações têm que ser esclarecidas comum acordo, atenderem ao que lhes é atribuídos no primeiro tópico desta secção
no início da tarefa2,5,6,11,15,16,17,18. solicitado. Entretanto, na apresentação do do capítulo 2,13,15,21.
trabalho, como tema-livre ou cartaz, deve Para que um centro de pesquisa fun-
Apresentação do trabalho em eventos constar a ordem correta dos autores. Res- cione, é aconselhável a divisão de traba-
científicos salta-se ainda que a ordem dos autores com lho. O atributo maior do pesquisador é a
Muitos estudos, antes de serem publica- valor real é aquela apresentada no artigo busca de soluções para problemas por
dos em revista, são apresentados como publicado em revista. Poucos prestam aten- meio de seu trabalho. Quanto mais eleva-
comunicações em eventos científicos. Tal ção à ordem dos autores nos trabalhos do o nível da investigação, mais dispen-
procedimento é aconselhável, pois o debate publicados em anais de congressos. diosa ela se torna. Cabe a quem pesquisa
que o trabalho pode gerar freqüentemente obter recursos para seu trabalho, já que
Chefiar o local onde o trabalho foi
se acompanha de sugestões úteis ao enri- são raros os que têm condição de finan-
realizado
quecimento da pesquisa e de seu manuscri- ciar suas próprias pesquisas.
to. Novos estudos na mesma linha também O fato de ser chefe e ainda participar dos
trabalhos é digno de uma pontuação especí- A fim de reduzir a perda de tempo dos
podem ser criados em conseqüência de tais pesquisadores, deveriam existir setores ou
discussões. fica. O mérito está no poder aglutinador da
maioria dos chefes e no incentivo que a sua profissionais com a função de conseguir ou
Quem esteve mais envolvido com o liberar verbas para a aquisição do material
trabalho está mais apto a preparar uma boa presença trabalhando é para os demais
membros da equipe. Todavia, sua contribui- necessário à condução do trabalho. Usual-
apresentação e merece um crédito coerente mente, o chefe administrativo do setor exer-
com a tarefa. Contudo, há pesquisadores ção precisa ser também intelectual, pois, de
outro modo, ele seria equiparado a um ce também o papel de intermediário entre as
que, por motivos diversos, têm dificuldade fontes de fomento e o grupo de pesquisa.
supertécnico, sem direito a autoria 2,6,11,15,21.
em exibir seu trabalho em público. Nesse Todavia, por não haver um desempenho
caso, um outro membro da equipe e até uma Fornecer pacientes ou material e intelectual dirigido especificamente à investi-
pessoa externa a ela, se bem preparada, é conseguir verbas gação, os pontos concedidos por essa ativi-
capaz de expor o estudo realizado. É eviden- Em Medicina, muitas pesquisas são rea- dade, mesmo sendo indispensável, são
te que a pontuação de quem apenas apre- lizadas com doentes. Não é necessário que poucos.
sentou deve ser menor8,19 . o médico avalie apenas seus próprios enfer-
Ao se submeter um trabalho para apre- mos; ele poderá também investigar em Trabalhar na rotina da função
sentação em evento médico-científico, cabe prontuários de pacientes cadastrados em Muitos trabalhos dependem da colabo-
observar as normas determinadas por sua um serviço, hospital ou ainda solicitar de ração de diferentes profissionais, que, ao
Comissão Científica. Na maioria das vezes, colegas a permissão para realizar o trabalho atuarem em suas funções, podem auxiliar na
respeita-se a ordem de autoria determinada em doentes deles. Se forem seguidos, com pesquisa. Entre os múltiplos exemplos, men-
pelo grupo que submeteu o trabalho, even- todo rigor, os princípios éticos, normati- cionam-se médicos, enfermeiras, diversos
Rev Assoc Med Bras 2002; 48(1): 60-5 63
PETROIANU A

tipos de técnicos, secretárias e assim por a ordem dos autores de um determinado ordem decrescente de pontuação até o
diante. Cada um deles pode ter prestado uma trabalho. Muitos grupos de pesquisa já têm mínimo de sete pontos. Valores inferio-
grande colaboração ao estudo, entretanto o estabelecidas algumas normas próprias, res denotam uma contribuição menos
seu auxílio restringiu-se ao desempenho pro- dentro das quais há uma perfeita harmonia. expressiva e inadequada para merecer
fissional de rotina. Na maioria das vezes, eles Não se deve alterar esse equilíbrio, sob pena autoria2, 6,16.
não têm um envolvimento maior com a pes- de criar conflitos que coloquem em risco a
quisa e sequer a conhecem. Seu trabalho própria integração da equipe. AUTOR HONORÁRIO
restringe-se a cumprir a tarefa que lhes foi O melhor é deixar bem claro e de
solicitada. Portanto, a pontuação que lhes é comum acordo com todos os membros Finalizado o trabalho, os pesquisadores
devida é mínima2,15,16,17. do grupo quais serão os princípios a podem decidir conceder, de forma incor-
serem seguidos para autoria, antes de reta, autoria a uma pessoa alheia à pesquisa.
Participar mediante pagamento
iniciar o trabalho. As discordâncias têm O autor honorário é a forma mais comum
específico
que ser resolvidas no começo. Eventuais de autoria inapropriada e que pode ser
Toda atividade científica pressupõe um mudanças nas normas estabelecidas so- encontrada em até 25% dos artigos cien-
ideal maior e não condiz com a remuneração mente seriam moralmente aceitas se tíficos. Entre as circunstâncias que levam a
financeira específica a ela. É evidente que os todos os membros da equipe concor- tal atitude estão:
pesquisadores têm obrigações individuais, dassem espontaneamente com elas. • homenagear alguém importante na vida
familiares e sociais mediadas pelo dinheiro e Qualquer imposição é condenável, prin- pessoal, profissional ou científica de um ou
precisam ser pagos adequadamente para sua cipalmente se vier de um superior que mais membros da equipe;
sobrevivência digna, bem como a de seus tenha poder sobre os demais. • homenagear alguém que, de alguma ma-
dependentes, dentro dos padrões pressu- Dentro do critério proposto neste capí- neira, esteja ligado ao trabalho realizado,
postos para seu nível social e intelectual. tulo, cada um dos membros da equipe irá mesmo sem ter participação direta nele,
Contudo, o dinheiro recebido, sob forma de receber os pontos correspondentes aos como, por exemplo, o autor de uma deter-
salário, ordenado ou bolsa, não deve ser por itens em que ele for incluído. Não há limite minada técnica;
um trabalho específico, mas por sua atuação para o número de pesquisadores participan- • incluir entre os autores um nome de
profissional e científica global 2. tes nas etapas do trabalho. Assim, o membro notoriedade científica, social ou ligado à re-
Portanto, de acordo com esse pressu- do grupo irá receber a totalidade dos pontos vista na qual se deseja publicar o trabalho,
posto, seria estranho algum membro da de cada tópico no qual ele tiver mérito. com vista a um trânsito mais fácil para a
equipe exigir pagamento por sua contribui- Após terem sido distribuídos todos os publicação;
ção à pesquisa na qual ele está envolvido e da pontos, far-se-á a soma dos valores confe- • retribuir a gentileza feita previamente por
qual fará parte como autor. Se, por outro ridos a cada membro da equipe. Se houver um determinado pesquisador em relação à
lado, for importante para o bom andamento qualquer dúvida, ela deverá ser discutida em equipe;
do trabalho a participação de um determina- • permitir a inclusão de um colega que esteja
grupo até chegar-se a um acordo. Diante de
do profissional e ele colocar um preço por em dificuldade profissional, em decorrência
empate na pontuação, considera-se a se-
seu auxílio, o grupo poderá arcar com esse de sua baixa produção científica.
qüência dos itens da Tabela 1. Aquele que
custo. O autor honorário tem que ser con-
tiver obtido pontos em um item mais alto
Diante da participação no trabalho, sob vidado e seu nome somente pode cons-
ficará na frente dos demais. Caso não se
pagamento, o profissional receberá os pon-
possa atingir um senso comum, convida-se tar na autoria do trabalho após a sua
tos propostos na Tabela 1, de acordo com a
uma pessoa de fora do grupo, de preferência aprovação explícita, de preferência por
função realizada, porém deles serão subtraídos
que tenha ascensão sobre todos os mem- escrito. Uma vez incluído na publicação,
cinco pontos. A sua inclusão entre os autores
bros da equipe e que possa estar em uma esse autor será também responsável
do trabalho dependerá, assim como para todos
posição de imparcialidade, para atuar como pelo conteúdo do trabalho. Portanto, ele
os demais participantes, de sua pontuação
juiz. O que é inadmissível é que, ao final da somente deverá aceitar essa honra após
final ter alcançado o valor proposto.
distribuição da autoria, surjam mágoas que analisar muito bem o manuscrito e cer-
Critérios para ordenar os autores possam interferir na integridade do grupo. tificar-se da verdade de todas as informa-
Existem várias regras para se estabelecer A seqüência dos autores será em ções nele contidas.
64 Rev Assoc Med Bras 2002; 48(1): 60-5
AUTORIA DE UM TRABALHO CIENTÍFICO

AGRADECIMENTOS com muita seriedade, pois envolve o nome REFERÊNCIAS


e, por trás dele, todos os princípios indivi-
O tópico de agradecimentos é o mais duais, como honra, credibilidade, respeito,
1. Petroianu A. Ética Moral e Deontologia Mé-
dicas Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
elegante do artigo publicado e mostra a boa interesses, ideais e assim por diante. 2000; p 197-204.
índole dos autores, que souberam externar Julgamos importante reforçar que, para 2. Digiusto E. Equity in authorship. Soc Sci Med
1994; 38: 55-8.
sua gratidão a quem os auxiliou. Em algumas prevenir conflitos maiores, o grupo que se 3. Drenth JPH. Multiple authorship. JAMA
situações, o agradecimento é obrigatório, dispõe a realizar um trabalho científico 1998; 280: 219-21.
4. Fllangin A, Carey LA, Fontanarosa PB et al.
como no caso das fontes que patrocinaram o deve, já de início, estabelecer, da forma Prevalence of articles with honorary authors
trabalho e do local em que a pesquisa foi mais objetiva possível, os critérios que se- and ghost authors in peer-reviewed medical
journals. JAMA 1998; 280: 222-4.
desenvolvida, caso ela não se tenha desenro- rão adotados para distribuição da autoria. 5. Petroianu A. Elaboração do trabalho cien-
lado no ambiente de trabalho próprio de seus Os tópicos abordados neste capítulo tífico. Médico Moderno 1985; 4: 63-72.
6. Petroianu A. Autoria de um trabalho cien-
autores. Nesta última condição, o nome do refletem os pontos de vista de seu autor com tífico. Arq Med Hosp Fac Santa Casa São
local já está incluído na apresentação dos base na literatura, avaliação de vários centros Paulo 1991; 11: 83-4.
autores. Caso a pesquisa seja realizada com de pesquisa e vivência científica pessoal. 7. Petroianu A. A pesquisa em Medicina. Medi-
cina 1992; 25: 327-329.
doentes ou prontuários de instituição que não Cabe, portanto, ao leitor meditar sobre os 8. Petroianu A. Considerações sobre a pós-
a de origem dos autores, torna-se obrigatória valores apresentados e seguir a conduta que graduação stricto sensu em Medicina. Rev
Assoc Med Bras 1995; 41: 391-396.
a menção desse local neste tópico5,6,15 - 19,23,24. lhe parecer mais correta e honesta. 9. Rennie D, Flanagin A, Glass RM. Conflicts of
A maior parte dos trabalhos trazem agra- interest in the publication of science. JAMA
decimentos adequados, porém alguns auto- SUMMARY 1991; 266: 266-7.
1 0 . Rennie D, Yank V, Emanuel L. When
res incluem um número exagerado de no- AUTHORSHIP OF A SCIENTIFIC WORK
authorship fails. JAMA 1997; 278: 579-85.
1 1 . Roland CG. Trends in authorship. Arch Intern
mes que tiveram participações mínimas, BACKGROUND. During the development of a Med 1970; 125: 771-2.
geralmente dentro de suas funções. Essa scientific research, one of the main difficulties is 1 2 . Wilcox LJ. Authorship. JAMA 1998; 280:
216-7.
atitude, além de ser imprópria, deprecia os to choose the authors of the paper from all 1 3 . Petroianu A. Aspectos éticos na pesquisa em
que de fato mereceram o reconhecimento. participants of the investigation. The organi- animais. Acta Cir Bras 1996; 11: 157-164.
No caso de uma tese ou monografia, é 1 4 . Brooten DA. Who’s on first. Nursing Res
zation of the authorship, based on the contri- 1986; 35: 259.
usual e de bom alvitre colocar nas páginas bution of each investigator is still more complex. 1 5 . Hoen WP, Walvoort HC, Overbeke JPM.
iniciais uma grande lista de agradecimentos. OBJECTIVE. To propose a justified indicator
What are the factors determining authorship
and the order of the author’s names. JAMA
Nessa oportunidade, é muito pertinente que for the authorship of a scientific paper. 1998; 280: 217-8.
se estenda a lista de nomes até para quem METHOD .The author investigated the 1 6 . Huth EJ. Guidelines on authorship of medical
papers. Ann Intern Med 1986; 104: 269-74.
deu uma contribuição menor, porém, ne- main research centers of Brazil in order to 1 7 . Kassirer JP, Angell M. On authorship and
cessariamente, ela tem que ser específica ao know their philosophy related to the acknowledgments. N Engl J Med 1991; 325:
1510-2.
trabalho em questão. Todavia, ao transfor- authorship of a research. An assessment of 1 8 . King CR, McGuire DB, Longman AJ et al.
mar-se a tese em artigo de revista, essa lista the literature completed this study. Peer review, authorship, ethics, and conflict
of interest. Image 29; 29: 163-7.
deve ser restrita ao mínimo indispensável. RESULTS. We present and justify the order 1 9 . Petroianu A. Publicação do trabalho cien-
Não existe um princípio estabelecido para of each investigator in the authorship or tífico. Ciência e Cultura 1983; 37: 410-413.
2 0 . Lévi-Strauss C. Antropologia estrutural
orientar os autores quanto aos nomes que acknowledgment of the paper, based on his 1970; Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.
devem ser incluídos neste tópico. Talvez or her participation on the investigation 2 1 . Room R. Envolving standards for authorship.
possa ser utilizada a Tabela 1 e se conceda CONCLUSION. The investigator deserves Addiction 1995; 90: 1321-2
2 2 . Fye WB. Medical authorship. Ann Intern Med
agradecimento a quem tiver obtido três a seis to be included as an author of a scientific 1990; 113: 317-25.
pontos, acrescentando-se ainda o nome das paper only if he or she has an intellectual 2 3 . Esser C. Rules needed on authorship. Nature
1997; 389: 903.
instituições e as fontes financiadoras. participation in the work and also effectively 2 4 . Wenger NS, Korenman SG, Berk R et al. The

Considerações finais contributed with the execution and accom- ethics of scientific research. J Invest Med
1997; 45:371-380.
plishment of the research. [Rev Assoc Med
Observa-se, pelo presente capítulo, a Bras 2002; 48(1): 60-5]
complexidade que gira em torno da autoria
Artigo recebido: 15/12/2000
de um trabalho científico. Este é um assunto KEY WORDS: Scientific work. Research. Aceito para publicação: 19/06/2001
muito delicado e que tem de ser cuidado Authorship. Acknowledgment.
Rev Assoc Med Bras 2002; 48(1): 60-5 65