Você está na página 1de 2

Discipulado – O querer e a responsabilidade em Seguir a Jesus

Um dia Jesus nos disse:

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o
meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso
para as vossas almas.Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.Mateus 11:28-30
Primeiramente vemos um convite para achegar-se a Jesus, vir até Ele.

Mas quase que simultaneamente, caso tenhamos aceitado achegar-se a Jesus, Ele mesmo disse:

Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-
se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Mat.16:24
Assim na vida cristã, a caminhada que realizamos é após Jesus.
Somos portanto e apenas seguidores e não precursores de Jesus. Eventualmente, Ele poderá nos
colocar nos braços, pegar em nossas mãos
Mas para aceitarmos tanto chegar à Jesus , como para segui-lo, tem algo que está implícito em uma
passagem e na outra está explícita. E o que é?
Querer
Querer nestas duas situações significa aceitar o que está sendo oferecido. A pessoa pode ou não
aceitar, querer aproximar-se de Jesus, e de segui-lo na caminhada. Ao permitir que o ser
humano use a faculdade da volição (que dirige o querer) Jesus está dando a oportunidade para
que comecemos uma nova vida a partir de uma vontade transformada. Paulo, sabia muito bem
o que era um querer não transformado. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não
quero esse faço.Romanos 7:19

Há três responsabilidades que o homem deve estar disposto a assumir caso queira realmente viver
a vida cristã.
Mas é importante dizer que , Jesus não era o tipo de condutor que se sentia longe e brinca com a
vida dos homens como se fossem pedras de xadrez. O que exigia que enfrentassem, Ele mesmo
estava disposto a enfrentar. Jesus tem direito a nos pedir que carreguemos uma cruz, porque Ele a
carregou primeiro.
A honestidade de Jesus era assustadora. Ninguém poderia dizer jamais que tinha seguido a Jesus
sob falsos atrativos. Ele nunca buscou subornar aos homens, oferecendo um caminho fácil. Não lhes
ofereceu paz; ofereceu-lhes glória. Dizer a alguém que devia estar para tomar uma cruz era dizer-
lhe que devia estar disposto a ser considerado como um criminoso e a morrer. A honestidade
deveria ser uma das marcas mais importantes dos líderes.
a-Deve negar-se a si mesmo. Em geral empregamos o termo negação de si mesmo em um sentido
restringido. Utilizamo-lo para significar prescindir de algo, ou renunciar a algo. Uma semana de
abnegação, por exemplo, é uma semana na qual prescindimos de certos prazeres ou luxos, em
geral com o propósito de contribuir a alguma boa causa. Mas isso não é mais que uma parte
muito pequena do que Jesus quis dizer ao falar da negação de si mesmo.
b-Negar-se a si mesmo significa dizer não a si mesmo em todos os momentos da vida e dizer sim
a Deus. (Gn.12:1-5)Abraão disse não a si mesmo imediatamente, Mas ele não disse não a si
mesmo sempre (Gn.15:1-5;16:1-40; (Ex.3 - 4:1-20) Moisés demorou para dizer não a si mesmo;
e por fim (Jz.6:11-24) Absalão resistiu para dizer não a si mesmo?)
c-Negar-se a si mesmo significa destronar-se a si mesmo de uma vez e para sempre e entronizar
a Deus, mesmo como princípio dominante na vida e fazer de Deus o princípio diretor, mais ainda,
a paixão dominante da vida. (Jo.3:30);(Gl.2:20)
d- Pedro uma vez negou a seu Senhor. Disse: " E ele negou outra vez com juramento: Não
conheço tal homem. Mateus 26:72 Negar-nos a nós mesmos quer dizer: "Não me conheço a mim
mesmo." É ignorar a existência de si mesmo. É tratar o eu como se não existisse. Quase sempre
tratamos a nós mesmos como se nosso eu fora com muito o mais importante do mundo. Se
queremos seguir ao Jesus devemos destruir o eu e nos esquecer de que existe.
(2) Deve tomar sua cruz. Quer dizer, deve carregar o peso do seu próprio sacrifício, do SEU sacrifício,
da SUA própria cruz. A vida cristã é uma vida de serviço sacrificial. O cristão pode ter que abandonar
a ambição pessoal para servir a Cristo. Pode ser que descubra que o lugar onde pode oferecer o
maior serviço a Jesus Cristo é um lugar onde a recompensa será pequena e o prestígio será nulo.
Tomar nossa cruz significa estar preparados para enfrentar coisas que não aceitaríamos enfrentar,
mas enfrentaremos por nossa fidelidade a Deus; significa estar dispostos a suportar o pior que um
homem nos possa fazer pela graça de sermos fiéis para com Deus
Nós somente olhamos para as pregações de Pedro e Paulo em Jerusalém , em Atenas e não para o
sofrimento deles
Sem dúvida teremos que sacrificar tempo e prazer a fim de servir a Deus mediante o serviço a seu
próximo.
Para expressá-lo em forma muito simples: pode ser que terei que:
sacrificar o conforto do lar, o prazer de uma visita a um lugar de recreio;
pelas obrigações impostas pelo fato de ser o maior dentro de um grupo,
pelas exigências do grupo de jovens, a visita à casa de alguma alma triste ou sozinha.
Pode ser que tenha que sacrificar certas coisas que poderia possuir a fim de poder dar mais. A vida
cristã é a vida de sacrifício.
Lucas, em um rasgo de aguda percepção, acrescenta uma palavra a esta ordem de Jesus: "Tome
cada dia sua cruz." O verdadeiramente importante não são os grandes momentos de sacrifício, mas
uma vida de compreensão constante e minuto a minuto das exigências de Deus e as necessidades
dos homens. A vida cristã é uma vida que sempre está mais preocupada com os outros que por si
mesmo.
(3) Deve seguir a Jesus Cristo. Quer dizer, deve manifestar uma obediência perfeita a Jesus Cristo. A
vida cristã é um constante seguir o líder, uma constante obediência em pensamento, palavra e ação
a Jesus Cristo. O cristão segue nos passos de Jesus Cristo, em qualquer lugar que Ele o levar.